Garanhuns-PE: Após 4 anos, Vanessa da Mata retorna ao FIG em uma noite marcada por apresentações femininas

A primeira atração da noite deste domingo (22), no palco da Praça Mestre Dominguinhos, foi a cantora e compositora garanhuense Amanda Back. A artista lançou, recentemente, seu segundo álbum de carreira, intitulado “Encantada”. Em seu show, Amanda também interpretou grandes sucessos da música nacional.

Fotos: Nichole de Andrade – (Secom/PMG)

Fotos: Nichole de Andrade – (Secom/PMG)

Em seguida, a cantora Aninha Martins apresentou músicas do seu álbum de estreia, “Esquartejada”. Trabalho que é permeado de referências ao rock setentista. A artista possui mais dez anos de carreira e já foi aluna do Conservatório Pernambucano de Música, tendo também, passado por diversas bandas do Recife.

37730261_1763045230482030_8562074723993780224_n

Em uma noite de apresentações de mulheres, a baiana Laila Garin e o trio A Roda,  trouxe para o palco um show que contou com canções do disco de estreia do grupo, que inclui canções como “Não me Arrependo”, de Caetano Veloso, e “Nas Curvas das Estradas de Santos”, de Roberto e Erasmo Carlos.

37620908_1763110193808867_8505225931273535488_n

Trazendo toda cultura do Maranhão, a cantora Rita Benneditto trouxe para Garanhuns o show intitulado “Tecnomacumba”. O trabalho aclamado pelo público e pela crítica possui uma musicalidade com fortes influencias das religiões afro-brasileiras.

37639483_1763171443802742_4762648380805480448_n

Fechando a noite, um dos grandes nomes da nova Música Popular Brasileira (MPB), a cantora Vanessa da Mata retornou ao Festival de Inverno de Garanhuns (FIG) após quatro anos. A artista mato-grossense interpretou seu show intitulado “Caixinha de Música”, encerrando assim programação desse domingo (22), na Praça Mestre Dominguinhos. No repertório, Vanessa não deixou de fora grandes sucessos como “Não me Deixe Só”, “Ainda Bem” e “Amado”.

37655371_1763274433792443_2824480861624205312_n 37658555_1763274427125777_3696864362405822464_n 37722896_1763274467125773_4591839429819105280_n

Vanessa da Mata, Titãs, Alceu Valença e Lenine no Carnaval multicultural do Recife

article

Reconhecida pela riqueza de suas manifestações culturais e pela beleza de suas festas, Recife é o centro de convergência de Caboclinhos, Maracatus, Bandas de Pau e Corda, Tribos de Índio, dos Afoxés, do Samba… E claro, do Frevo. Uma festa irreverente, democrática que fomenta e estimula a vivência de todas as sonoridades. Este ano, a maior festa popular do estado homenageia a mais que centenária Tribo Indígena Carijós do Recife e o cantor Almir Rouche.

No total, a Prefeitura do Recife se preparou para, mais uma vez, fazer jus a essa grande festa. Em 2017 serão 47 polos, espalhando alegria e abrigando mais de 2.000 apresentações, com 99% de atrações da cultura pernambucana entre os dias 24 e 28 de fevereiro. Por eles passarão agremiações tradicionais que encantam recifenses, como o Clube de Frevo Lenhadores, a Troça Formiga sabe que Roça Come, o Bloco da Saudade, o Urso Cangaçá de Água Fria, o Caboclinho 7 Flexas. Também fazem a festa os artistas da terra como André Rio, Nena Queiroga, Marron Brasileiro, Lucas dos Prazeres, Lirinha, Orquestra Contemporânea de Olinda e Antônio Nóbrega, além dos Maestros Ademir Araújo, Duda, Edson Rodrigues, Spok e Forró.

Ainda participam da nossa folia nomes nacionais. No Marco Zero, irão se apresentar Lenine, Vanessa da Mata e Gaby Amarantos no sábado (25), Jorge Aragão e Leci Brandão no domingo (26), Titãs e Jota Quest na segunda (27) e Geraldo Azevedo, Alceu Valença e Elba na noite de encerramento (28). O Polo do Arsenal será palco de nomes como Fafá de Belém e Quinteto Violado no sábado de Carnaval (25), Tulipa Ruiz em parceria com Marcelo Jeneci no domingo (26) e Tereza Cristina, que apresenta show em homenagem a Cartola na terça-feira (28).

O Alto José do Pinho é o ponto de encontro dos amantes do rock e de sonoridades mais alternativas. É lá que será celebrado o aniversário de 20 anos do clássico ‘Tá Valendo’, obra de estreia da Devotos, banda encabeçada por Cannibal e que apresenta o show do disco no domingo de Carnaval (26). O Polo do Alto José do Pinho ainda trará nomes como Mundo Livre, Karina Burh e Marcelo Yuka na segunda (27).

As grandes atrações também serão as estrelas dos palcos nos bairros. No dia 26 (domingo), Vanessa da Mata, Gaby Amarantos e Titãs se apresentam em Campo Grande, Lagoa do Araçá e Várzea, respectivamente. Na segunda, haverá show de Leci Brandão em Brasília Teimosa, Jorge Aragão no Cordeiro, Alceu Valença no Ibura de Baixo e Elba Ramalho na Linha do Tiro.

Uma das grandes novidades do Carnaval do Recife 2017 é a decoração da cidade, inspirada na arte urbana e nos grafites. Para tanto, o escritório do arquiteto Carlos Augusto Lira irá utilizar painéis inspirados em obras que foram executadas por cinco artistas urbanos e um coletivo atuante na cidade especialmente para a festa. No repertório imagético, figuras eternizadas pelos brincantes: Caboclinhos, passistas, Reis e Rainhas de Maracatu, Músicos, Bois e o Galo da Madrugada são algumas das imagens.

Homenageados

Neste ano, os homenageados são o cantor e compositor Almir Rouche e o Caboclinho Tribo Indígena Carijós do Recife. Almir tem uma ficha de grandes serviços prestados ao Carnaval e, há trinta anos, anima os foliões em maratonas que têm início nas prévias, passando pelo Galo da Madrugada e se estendem até a Quarta-Feira de Cinzas. Já o Caboclinho Tribo Indígena Carijós do Recife completa 120 anos e representa o Caboclinho, uma tradição carnavalesca que foi contemplada com o título de Patrimônio Imaterial do Brasil no fim de 2016.

Garanhuns-PE: Noite de abertura do FIG 2014 teve alma feminina

Intuição, coragem, sensibilidade… essas e tantas outras características são traços essenciais do feminino. A força motriz que gera o mundo, dá lhe sustentação e é o eixo fundamental da natureza humana. E é essa alma essencialmente feminina que abriu os caminhos do 24º Festival de Inverno de Garanhuns.

Na noite de ontem (17), durante a abertura oficial do festival quatro mulheres subiram ao Palco Mestre Dominguinhos. E sob o comando da beleza e força femininas, tem início essa jornada de arte e cultura que tomará conta de Garanhuns pelos próximos 10 dias.

Com vocês: Valvulados e Gabi da Pele Preta, Carminho, Alessandra Leão e Vanessa da Mata.

A atração internacional da noite veio do outro lado do Atlântico e trouxe a tiracolo a dolência e delicadeza do fado. A cantora portuguesa Carminho chegou a Garanhuns com um repertório calcado na fina flor do mais representativo estilo musical lusitano, conhecido no mundo inteiro.

Tradição das mais fortes em terras portuguesas, o fado ganhou novos ares na voz desata jovem cantora de 29 anos, que vem chamando a atenção de vários artistas brasileiros, entre eles, Chico Buarque, Nana Caymmi, Caetano Veloso e Milton Nascimento. Entre críticas elogiosas e um merecido reconhecimento em Portugal e no Brasil, Carminho levou a Garanhuns um repertório baseado nos seus dois discos, “Fado” (2009) e “Alma” (2012).

Na sequência, subiu ao palco a pernambucana Alessandra Leão. A voz forte e melodiosa da cantora, compositora e musicista traça uma linha de resgate das nossas tradições populares. Com três CDs solos gravados – “Brinquedo de Tambor” (2006), “Folia de Santo” (2008) e “Brinquedo de Tambor” (2009) – ela traz em sua música os terreiros de Xangô unidos às cordas das guitarras elétricas, num diálogo que coloca à prova nossa capacidade de conectar-se às nossas raízes sem se perder do que ecoa em contemporaneidade.

Encerrando a noite feminina que abriu o Palco Dominguinhos no 24º FIG, já varando a madrugada foi a cantora Vanessa da Mata. E ela veio com novidades do seu novo CD, “Segue o Som”, recém-saído do forno. Sétimo disco de carreira da matogrossense (incluindo o disco tributo a Tom Jobim), o trabalho foi produzido pelo requisitadíssimo produtor carioca Kassin, responsável pela sonoridade de grande parte dos trabalhos mais modernos da música brasileira dos últimos anos.

No show ela apresentou canções de “Segue o Seco” e, óbvio, os grandes sucessos que são cantados em coro por todo o Brasil e, com certeza, estarão na ponta da língua do público desta noite: “Ai, ai, ai”, “Amado”, “Não me deixe só” e “Ainda bem” devem estar no repertório da cantora.

Quem abriu a noite foi a prata da casa – o grupo Os Valvulados –, que convidam mais uma voz feminina para subir ao palco, a cantora caruaruense Gabi da Pele Preta.

Confira os horários da programação desta noite (18) do Palco Dominguinhos

21h – Azulão e Azulinho

22h– Waldonys (Portugal)

23h10 – Elba Ramalho e Geraldo Azevedo

0h30 – Show em homenagem a Dominguinhos com Liv Moraes, Mariana Aydar, Guadalupe, Sandro, Nadia Maia e Elba Ramalho

Foto: Marcelo Lyra

Foto: Marcelo Lyra

TV Replay, o que é bom se repete!

Garanhuns-PE: Divulgada programação do Festival de Inverno (FIG)

A programação do 24ª Festival de Inverno de Garanhuns (FIG) foi divulgada nesta quinta-feira (03). O evento será realizado entre os dias 17 e 26 de julho. A grade conta com artistas como: Vanessa da Mata, Sidney Magal, Zé Ramalho, Fábio Junior, Alceu Valença, Ângela Maria, Otto, Marcelo Jeneci, Céu, José Augusto, Valdir Santos, as bandas Titãs e Nação Zumbi.

A expectativa é que o FIG faça circular em torno de 500 mil pessoas em Garanhuns, nos dias do evento, com centenas de atrações espalhadas por mais de dez polos de atração. A grade do 24º FIG será composta por artistas nacionais e locais, que inscreveram suas propostas na convocatória, além de alguns convidados.

O FIG mantém seu perfil de festival de cultura que, para além dos shows, promove os mais diversos segmentos da arte, como a Dança, Teatro, Circo, Literatura, Audiovisual, Moda, Fotografia, Cultura Popular, Artesanato, além de focar suas ações na promoção da Economia Criativa, Patrimônio e Preservação Cultural, e Formação.

A programação valoriza a produção pernambucana, sem deixar de abrir espaço para atrações de relevância nacional. A divulgação completa será disponibilizada através do portal www.cultura.pe.gov.br e www.garanhuns.pe.gov.br.

10462891_729360557102570_2194394382841858038_n

TV Replay, o que é bom se repete!