Blog de Airton Sousa – Equipes classificadas pelo grupo B, da série C

                                              2019c

Depois de conhecermos no sábado, as equipes classificadas do grupo A, na noite deste domingo (25),  conhecemos os quatro classificados do grupo B, foram eles:  Paissandu, São José, Juventude e Ipiranga. Observando-se que tivemos no final,  três equipes do Rio Grande do Sul e uma equipe do Pará (grupo-B), conhecemos agora a formação dos grupos na próxima fase.

 As chaves ficaram formadas da seguinte maneira: Paissandu x Náutico, Sampaio Correia x São José, Juventude e Imperatriz, Ipiranga x Confiança. Entendemos que o Náutico por Pernambuco, terá pela frente o adversário mais difícil pela rivalidade, pela qualidade e capacidade do seu treinador (Hélio dos Anjos),  também  pela invencibilidade de 10 vitórias e 5 empates.

Será  uma boa disputa envolvendo estas oito equipes, assim distribuídas: três gaúchos, dois maranhenses, um pernambucano, um sergipano e um paraense. Colocar favorito nesse instante fica difícil, apenas dizer que tudo vai depender do primeiro jogo, quem aproveitar  a partida em casa e fizer um bom placar, naturalmente sairá  favorito para o jogo de volta.

Pela série B teremos na noite desta terça-feira (27), o Sport voltando a campo na Ilha, depois de dois bons resultados fora de casa: Uma vitória (Vila Nova) e um empate (Ponte Preta). O adversário desta noite será a equipe do Atlético (Goiano). O Sport é o quarto colocado com 30 pontos, enquanto que o adversário também tem 30 pontos e é o terceiro colocado.

Blog de Airton Sousa – Técnico Tite anuncia convocação da Seleção Brasileira

532019

Blog de Airton Sousa – Milton Cruz deixa o Sport, Santa e Náutico prometem um grande jogo

Santa-Cruz-x-Náutico-590x367

Na noite dessa segunda-feira (18), a diretoria do Sport e o treinador Milton Cruz chegaram a um consenso e o profissional deixou o time da praça da bandeira. Foi uma curta temporada, muito mais de insucessos do que de sucessos dentro de campo. Já era prevista a saída do treinador, principalmente após a desclassificação na Copa do Brasil e a derrota no clássico.

A vinda do treinador deu-se muito mais por uma amizade pessoal entre ele e o presidente Milton Bivar, no entanto pelo estilo de trabalhar do técnico, todos sabiam que se não chegassem os resultados, logo aconteceria a saída e foi exatamente o que aconteceu, uma passageira curta e rápida.

Agora, a diretoria vai ter que correr atrás de um outro nome, e vários estão sendo cogitados, porém, apenas especulações. O que se espera é que não haja precipitação, a exemplo do ano passado, quando foram vários os técnicos que chegavam, pouco demoravam e logo deixavam o clube.

Enquanto o Sport vive todo esse momento de turbulência, Santa Cruz e Náutico preparam-se para o jogo da vida dos dois times, valendo a classificação para a terceira fase da Copa do Brasil, e uma premiação de R$ 1.400 milhão e quatrocentos mil reais, o que é um dinheiro muito bem vindo, para os compromissos do restante do ano,

Os critérios do regulamento agora mudaram, ninguém entra em campo beneficiado, se porventura no tempo normal acontecer o empate, haverá cobrança de pênaltis para se conhecer a equipe classificada para a terceira fase da Copa do Brasil, o que torna o jogo mais atrativo.

No momento o Santa Cruz atravessa uma melhor fase, duas vitórias importantes contra o SINOP e contra o Sport, considerados dois adversários de qualidade. Por outro lado, o Náutico vem de uma vitória contra o Flamengo de Arcoverde e tentará jogar para cima, decidindo o jogo no tempo normal.

Deveremos ter um bom público, algo em torno de 30 mil torcedores, levando-se em consideração a fase do Santa Cruz e a rivalidade com o time alvi-rubro. Enquanto isso, o Náutico tenta repetir o feito do ano passado, onde passou muito bem em várias fases da Copa do Brasil e da Copa do Nordeste. É esperar para vê…

Blog de Airton Sousa – Santa Cruz vence, Náutico e Salgueiro empatam e o Sport perde

                                        index

Tivemos neste fim de semana, os quatro representantes de Pernambuco atuando, respectivamente pelas séries A e C do Campeonato Brasileiro. No final das rodadas, o Náutico empatou em cima da hora em 1 x 1 com o Globo, o Salgueiro também empatou com o Juazeirense, o Santa Cruz venceu ao Confiança e o Sport perdeu de goleada para o Flamengo.

Coincidência ou não, o Náutico empatou  aos 47 minutos com um gol de Wallace Pernambucano, a exemplo do que aconteceu no jogo anterior contra o Juazeirense, aos 50 minutos do segundo tempo,vencendo com um gol de Ortigoza. Com uma equipe alterada, o timbu somou mais um ponto, foi a 27 e saiu beneficiado com a derrota do Atlético do Acre.

Agora o Náutico joga neste fim de semana, na Arena de Pernambuco contra o ABC. Será um confronto que poderá sacramentar de uma vez por todas a classificação para a próxima fase, no entanto até um empate temos que considerar como um bom resultado, visto que o time timbu jogará na última rodada, contra o Remo.

Por sua vez o Santa Cruz aplicou uma goleada no Confiança que estreou o técnico Betinho, que não evitou o placar elástico de 4 x 0. No primeiro tempo o tricolor venceu por 2 x 0, foi dono absoluto do jogo, com uma excelente atuação de Carlinhos Paraíba. No segundo tempo, o time fez mais dois gols, onde o destaque foi o atacante Pipico.

O jogador Pipico desfalcará o Santa Cruz no próximo jogo, contra o Juazeirense na Bahia. A maneira como a vitória aconteceu, deixou a torcida tricolor bastante otimista, na certeza de que a classificação para a próxima fase deverá acontecer. Uma boa briga entre o Santa Cruz, o Botafogo e o ABC pela classificação.

Enquanto isso, o Salgueiro não passou de um empate de 0 x 0 contra o Juazeirense. As duas equipes com o empate foram a 17 pontos, restando dois jogos para escaparem do rebaixamento, em face de que temos aí três equipes, com a inclusão do Remo para fugirem da queda para a série D.

Quanto ao Sport, outra vez decepcionou a sua torcida ao perder de 4 x 1 para o Flamengo. Foi a quarta derrota após a Copa do Mundo, e desta feita voltando a apresentar o mesmo futebol medíocre das três partidas anteriores. O time até agora tomou oito gols e fez apenas dois, observando-se a qualidade negativa da zaga leonina, após a Copa.

Foi um vexame o que o Sport fez a sua torcida passar. O Flamengo abriu o placar aos 14 minutos, uma falha da zaga. O Flamengo dominou o jogo o tempo todo, teve várias chances de gol, no entanto aos 43 minutos o Sport empatou, com um gol de Claudio Wink que havia entrado no lugar de Raul Prata.

O empate no final do primeiro tempo, serviu de provocação para o time Carioca, que voltou sedento, marcou o gol da virada aos 2 minutos, ampliou para o terceiro gol aos 5 minutos, também com falha da zaga e o quarto gol, contou com a falha do goleiro Magrão. Placar final 4 x 0, e agora o rubro negro faz dois jogos na Ilha: Chapecoense e São Paulo, respectivamente.

Blog de Airton Sousa: Como explicar a queda do Central?

                                                       central simpolo

Fica um tanto quanto difícil explicar para o torcedor, a queda de produção do time do Central do Campeonato Estadual para o Campeonato Brasileiro. A Diretoria manteve a mesma comissão técnica, ficou 95% do elenco, coisa aliás que há muito tempo não acontecia. Geralmente, terminava o Campeonato Pernambucano, e todos eram dispensados para começar tudo de novo.

Este ano não foi assim; os dirigentes mantiveram quase toda estrutura, reforçaram com aproximadamente seis jogadores e de repente, não vem resultado, não tem futebol, não tem garra e nem tão pouco determinação e entrega, ao contrário do que aconteceu no Campeonato Estadual.

Talvez a explicação mais coerente, seja de que o nível técnico do Campeonato Pernambucano é muito baixo, o grupo se superou e terminou enganando a crônica, a torcida e aos dirigentes. Honestamente, não vejo outra explicação diante do futebol jogado nessas três partidas, onde aconteceram dois empates fora de casa e uma derrota no Lacerdão.

E agora, qual é a situação a se colocar, para os jogos restantes? Esperar que o técnico Mauro Fernandes possa detectar o que está se passando, descobrir as questões pessoais e do grupo, dando assim um choque de cobranças e soluções, tentando com isso superar a difícil situação que o time se encontra na competição, restando dois jogos em casa e um jogo fora.

Perder a esperança, indiferença da torcida, cruzar os braços, apelar para as agressões verbais, chamar para a verdade o grupo, ou individualmente? Sinceramente, de tudo isso um pouco, para vê se acontece uma recuperação nesses três jogos que restam. Caso contrário, teremos a mesma decepção de anos anteriores, e desta feita muito maior.

Por Airton Sousa

 

Blog de Airton Sousa: Deu Náutico no clássico dos rebaixados

                               274-nautico_x_santa_cruz_interna

Nós que utilizamos os espaços da mídia, como formadores de opinião, temos a obrigação de isentar as emoções e analisar a luz da razão. Jamais  nós gostaríamos de ter os nossos representantes no Campeonato Brasileiro, na atual situação que estão. O Náutico rebaixado há muito tempo, em razão dos erros dentro e fora de campo , e o Santa Cruz até o jogo de ontem com remotas possibilidades.

No entanto, após a derrota deste sábado (4), o time tricolor também deu adeus a sua manutenção na série-B a exemplo do Náutico, porque da distancia na pontuação para os concorrentes que estão da décima sétima posição até a décima terceira, que soma 40 pontos, ou seja  a equipe do Boa Esporte.

É uma realidade que não podemos fugir, foi um montante de erros dos dois times, desde a parte administrativa,  financeira  e técnica. Faltando  cinco jogos para o encerramento, o Náutico com três jogos em casa e dois jogos fora, tendo trinta e hum pontos, necessita ganhar todos os jogos restantes  para atingir  quarenta e seis pontos.

Quanto ao Santa Cruz, também não é diferente a sua situação. O time tem trinta e dois pontos, necessitando somar  quarenta e cinco pontos. O time tricolor tem três jogos fora e dois jogos em casa, o que torna a sua situação totalmente fora de possibilidades, mesmo tratando-se de uma disputa esportiva.

Vamos ao jogo desse sábado (4). O Santa Cruz teve melhor comportamento ofensivo, buscou mais o gol do que o Náutico, porém esbarrou na ineficiência dos seus jogadores  que desperdiçaram várias oportunidades de gol. Tomou um gol de cabeça do jogador Batoré, aos 33 minutos, com uma falha de marcação da sua zaga.

Não desistiu e chegou ao empate, com uma cobrança de falta de Anderson Sales, aos 46 minutos, terminando assim empatado o primeiro tempo em 1 x 1. Muitos passes errados, muitas falhas das duas defesas, porém no contexto o Santa Cruz produziu mais do que o Náutico. O tricolor teve sete chutes para a meta de Jeferson, enquanto o Náutico teve três oportunidades de gol.

No segundo tempo, João Paulo vira o jogo aos 4 minutos, com a zaga timbu parando no lance. No entanto, o empate acendeu o jogo e aos 14 minutos, Batoré empata de cabeça com uma falha coletiva da zaga do Santa Cruz. Com 2 x 2 no placar, o jogo se tornou mais acirrado pela necessidade das equipes de chegarem a vitória.

Muitas modificações aconteceram  nos dois times:  Augusto, Jeremias e Pitbull pelo Santa Cruz. Shuster e Iago pelo Náutico.  As alterações contribuíram para a disputa se tornar melhor, porém um erro da arbitragem acabou com o brilho do jogo. Um choque entre Julio Cesar e Batoré, aos 45 minutos e o árbitro  marcou um pênalti  indevidamente, causando revolta na torcida e no time tricolor. O próprio Batoré cobrou e colocou o Náutico na frente do placar, aliás Batoré fez os tres gols do timb timbu.

Depois do terceiro gol, o Santa Cruz partiu para cima  e aí o jogo pegou fogo, quando Augusto foi calçado pelo zaga do Náutico, pênalti que não foi assinalado pelo àrbitro do jogo. Muita revolta e confusão, Derley agrediu ao árbitro, foi expulso e o Santa Cruz terminou perdendo injustamente pelo placar de 3 x 2, se já era complicada a situação, com a derrota, as coisas ficaram mais difíceis ainda.

Com o resultado, o Náutico não evoluiu na classificação, continua  rebaixado e o Santa Cruz, no mesmo caminho. Mesmo com cinco jogos  a serem cumpridos, os dois clubes rumam a série-C, o que é lamentável  para o futebol Pernambucano. Uma prova patente da falta de qualidade dos tricolores e rubro-negros. Pernambuco perderá muito, com o rebaixamento dos cubes em 2018.

Blog de Airton Sousa: Clubes de Pernambuco no Brasileirão

Encerrado o Campeonato Pernambucano, na quarta-feira (28), os times do nosso Estado voltam à atenção para o Campeonato Brasileiro das Séries A, B e C.

Pela  série A, o Sport joga na Ilha do Retiro contra o Atlético Paranaense. O time rubro-negro está em alta, depois de empatar com o Atlético Mineiro e vencer ao Santos pelo Brasileirão, e também por ter conquistado o Campeonato Estadual contra o Salgueiro, da maneira que todos já sabem. Espera-se que o time leonino some três pontos, os quais serão importantes na atual trajetória da competição.

O Santa Cruz também volta a campo, desta feita jogando no interior de São Paulo, contra o Oeste. Um jogo complicado, em razão de que a última partida do time tricolor foi em casa, e o time não passou de um empate, contra o fraco Figueirense. Só a vitória nesse jogo, faz o Santa Cruz recuperar posições na tábua de classificação, até porque essa inconstância do time, ocasiona descrédito junto à torcida.

Por sua vez o Náutico, cada vez mais afundado na série B, com apenas dois pontos somados em dez rodadas, joga na Arena de Pernambuco, contra o Clube de Regatas Brasil. O alvi-rubro vê a cada rodada, o fantasma do rebaixamento, porque se faz necessário ao final do Campeonato, a soma de 44 pontos, ou seja, nas vinte e oito rodadas, o timbu tem que vencer 14 partidas, e sabemos que não é fácil. Só um grande milagre evita a queda do time para a série C.

E o Salgueiro, depois de ter o título tomado, da maneira como aconteceu, agora tem a responsabilidade de dar a volta por cima. O time não vem bem no Brasileiro da série C e tem que recuperar posições. O próximo jogo será nos  seus domínios, contra o CSA de Maceió. Espera-se que o grupo de jogadores esqueçam a perda do título e honrem as cores do carcará no Brasileiro.

Blog de Airton Sousa: Cobertura exclusiva pela Nova FM

A Rádio Nova FM 105,9, foi a única emissora da cidade de Caruaru, que fez a cobertura ao vivo, direto do Estádio Cornélio de Barros, da decisão do Campeonato Pernambucano 2017, entre Salgueiro x Sport, valorizando assim, o ouvinte e o patrocinador. Agradecemos a audiência e o apoio dos nossos patrocinadores!

Blog de Airton Sousa: Arbitragem de vídeo dá título ao Sport

Um Campeonato onde aconteceu de tudo, do início até o final, onde destacamos alguns pontos importantes. Os considerados grandes, entraram sem perigo de rebaixamento no meio da competição. Os intermediários, além de não receberem no interior os grandes, jogaram todo Hexagonal na capital. O calendário da decisão se perdeu no tempo, e a diferença do primeiro para o segundo jogo, foi de quase 60 adias. Renda e público decepcionantes também nos clássicos, entre outros fatos negativos.

Como se não fosse o bastante, na decisão entre Salgueiro e Sport, aconteceu o gol do Carcará aos 25 minutos do segundo tempo, legítimo e anulado através da consulta ao “árbitro de vídeo”. Implantado para facilitar, essa tecnologia porém, vem complicando, porque foi preciso 5 minutos para que fosse confirmada a irregularidade que não existiu contra o Salgueiro, quando o jogo ainda estava 0 x 0; e com certeza mudaria, se confirmado o gol, toda história da partida. A maioria da crônica especializada, não viu irregularidade no gol. Daí muita confusão e revolta. Inclusive o Presidente de Honra e Prefeito da cidade, disse que iria retirar o clube de qualquer competição oficial, pela injustiça sofrida pelo Salgueiro.

Foi um jogo disputado palmo a palmo, de igual para igual, até o momento da anulação do gol do Salgueiro. Um futebol aéreo, muitas bolas rifadas na área, marcação dura, onde destacaram-se pelo Sport: Diego Souza, Everton Felipe, Lenis, Rodrigo e Rithely. Enquanto que pelo Salgueiro, foram destaques: Tamandaré, Raniere, Rodolfo Potiguar, Jean Carlos e Moreilândia. O gol do Sport foi aos 36 minutos do segundo tempo, com um belo chute e Everton Felipe. Vamos isentar ao árbitro goiano Wilton Sampaio, que apenas cumpriu o que foi legitimado, pela equipe técnica da arbitragem de vídeo, anulando o gol do Salgueiro.

O Sport é o campeão do Pernambucano de 2017 e ainda não foi dessa vez, que permitissem que o título ficasse no interior. Mudanças serão anunciadas para o Campeonato de 2018 e agora é aguardar para ver tais inovações.

Blog de Airton Sousa: Finalmente chegou o dia da decisão

Depois de mais de 60 dias, o torcedor pernambucano terá nesta quarta-feira(28), a decisão do Campeonato Pernambucano de 2017. Na primeira partida, que aconteceu na Ilha do Retiro, tivemos o empate de 1 x 1, favorecendo naquele momento, ao time do interior. No entanto, por existir um calendário apertado, o fato do Sport estar em várias competições, não foi possível realizar o segundo jogo, com um menor intervalo de tempo.

Enquanto isso, o time do Salgueiro passou a jogar pela Série C, com resultados negativos, em razão de que o grupo participava do Brasileiro, com a cabeça no jogo decisivo contra o Sport, o que é um fato indiscutível, além da preocupação do encerramento de alguns contratos. Nesse sentido, realmente esse argumento tem sentido, também porque a espera não teve um espaço de tempo tão pequeno, ao contrário, foi bastante longo.

Agora não adianta argumentar isso ou aquilo, porque muitos esperam que desta feita, o título fique no interior, o que nunca aconteceu. Essa demora só trouxe prejuízo para o Carcará, que não possui um elenco grande, enquanto que o Sport Clube do Recife tem a vantagem da estrutura de um time grande, com um elenco tecnicamente superior.

O que pode ser colocado como vantagem para o time do interior: o estádio, a participação entusiástica da torcida, o conjunto do time que joga com muita garra, e os detalhes no campo de jogo que o Salgueiro conhece muito bem. Porém, uma decisão dessas pode acontecer por uma única bola, valendo a pena esperar para acompanhar com muita emoção, essa decisão que será inédita no futebol do Campeonato Estadual. Se o título fica no interior, irá despertar mais motivação nas demais equipes.

Blog de Airton Sousa: Participação negativa de Pernambuco na Série D

Os três representantes de Pernambuco na série D, Central, América e o Atlético Pernambucano, estão fora da segunda fase do Campeonato Brasileiro. É lamentável porque esperava-se que pelo menos um dos três pudesse continuar na competição. Porém não restou nada, todos deram adeus, e agora, ausentes de competição, só resta esperar o falido Campeonato Pernambucano de 2018.

O Central, dentro da falta de estrutura para participar do Brasileiro, não avançou e está provado mais uma vez, que a falta de organização, de planejamentos financeiro e técnico, um total abandono aos interesses do time, foi o que se viu na administração do clube. Em 2016 foi a mesma coisa, e este ano o calvário foi repetido. Agora é esperar todas as broncas que haverão de vir, e que as eleições tragam novas perspectivas para o Central.

Com o América e o Atlético Pernambucano, também não foi diferente. Os dois clubes esbarraram na primeira fase, diante das limitações, o que é lamentável. A esperança agora é transferida para o próximo ano, onde esperamos seja diferente, porque todos estão cansados de tanta incompetência, fragilidade e falta de organização, sabemos que não é fácil, no entanto, é preciso pelo menos um pouco de planejamento.

Blog de Airton Sousa: O que aconteceu com o Futebol Pernambucano…

Todos os clubes de Pernambuco, jogaram neste final de semana, pelo Campeonato Brasileiro das Séries A, B, C e D. O Sport conseguiu sua primeira vitória, desta feita contra o Santos; o Náutico perdeu mais uma, jogando contra o Guarani; o Santa Cruz empatou no Arruda, contra o Figueirense; o Salgueiro perdeu para o Sampaio Correia; o Central perdeu para o Sousa, além da eliminação do Atlético Pernambucano e América.

A torcida rubro-negra estava ansiosa esperando a primeira vitória do time, com o comando do técnico Wanderley Luxemburgo, e essa aconteceu no sábado (24), contra o Santos, na Baixada Santista, o que foi mais importante e deu tranquilidade para o grupo trabalhar. Foi uma vitória de 1 x 0, porém trouxe novas perspectivas para o clube na série A. O próximo jogo, será no Recife, contra o Atlético Paranaense, no domingo (02/07).

Enquanto isso, o Náutico perdeu mais uma. Foi à Campinas e cedeu a derrota para o Guarani, por 2 x 1. A situação timbu é cada vez mais complicada, continua na lanterna, e mesmo de técnico novo, não se observa mudança nenhuma e afunda cada vez mais, rumo à Série C. Agora o time volta para o Recife, e joga nessa sexta-feira (30), contra o Clube de Regatas Brasil.

Por outro lado, o Santa Cruz jogou em casa e não passou de um empate contra o fraco time do Figueirense. O placar do jogo foi 1 x 1, e é mais uma rodada em que o time não consegue vencer. Havia perdido para o América Mineiro e a perspectiva era a soma de três pontos no jogo em casa, o que não aconteceu. O próximo jogo tricolor é fora de casa, nesse sábado (01/07), contra o Oeste.

O Salgueiro continua tendo  sua  situação  complicada na Série C. Perdeu pelo placar de 1 x 0 para o Sampaio Correia em São Luiz do Maranhão. Agora é esperar que após a decisão do Campeonato nessa quarta-feira (28), o time possa se recuperar.

Pela Série D, estão fora  os três times. O Central perdeu no Lacerdão por 1 x 0 para o Sousa; o América empatou com o Guarani em Juazeiro; e o  Atlético Pernambucano perdeu para o Campinense por 2 x 0.

Blog de Airton Sousa : Santa Cruz vence e Náutico decepciona e perde

Os dois representantes de Pernambuco na serie-B, jogaram neste  sábado(19). O Santa Cruz jogou no Arruda, e venceu ao Guarani de Campinas pelo placar de 2 x 1, enquanto o Náutico, não conseguiu evitar um derrota contra o Figueirense por 3 x 0.

A situação tricolor, podemos considerar boa. Dois jogos, duas vitórias, com 100% de aproveitamento. Agora o Santa Cruz, volta a jogar na noite desta terça-feira (23) em Maceió, contra o CRB, enquanto o Náutico vai tentar a recuperação na Arena de Pernambuco, contra o Ceará.

A vitória tricolor contra o Guarani deve-se principalmente a determinação do sistema defensivo e a voluntariedade dos atacantes Pitibull, que marcou  o primeiro gol aos 4 minutos do tempo inicial, terminando a primeira fase com o placar de 1 a 0. No segundo tempo, o Guarani empatou aos 34 minutos, com o jogador Eliandro. Aí veio a estrela de Ricardo Bueno aos 30 minutos, e marcou o gol da vitória aos 39.

Quanto ao Náutico, perdeu por 3 a 0 e tinha vaga para mais, em face do domínio do adversário, e a fragilidade alvi-rubra. O técnico Waldemar Lemos tentou de todas as formas montar uma equipe defensiva e que saísse para o contra-ataque, porém não conseguiu. Tomou três gols rápidos, chegando a condição de permitir que o Figueirense tocasse bola várias vezes na área Timbu.

Um empate e uma derrota, é o saldo do Náutico no Brasileiro da Série – B. Agora o Timbu irá jogar neste final de semana, contra o Ceará, na Arena de Pernambuco, onde obrigatoriamente tem que vencer, caso contrário, as complicações fora e dentro de campo crescerão mais ainda, tornando cada vez mais difícil a situação do time de Conselheiro Rosa e Silva.