Blog de Airton Sousa: Doriva entrega os pontos

Finalmente o treinador do Santa Cruz, Doriva,  reconhece que já não tem mais jeito. Um tanto tarde, porém dentro da realidade, porque sabemos que há muito o Santa Cruz é perseguido pelo rebaixamento na série A, do Campeonato Brasileiro. Desta feita, o algoz foi o time da Ponte Preta, na cidade de Campinas(SP). O primeiro tempo até que foi razoável para o time Pernambucano, terminando 0 x 0, deixando o torcedor tricolor com um pouco de esperança, mais era só o primeiro tempo. Faltava ainda os 45 minutos do segundo tempo, e aí a história seria outra.

Já no início do segundo tempo, aos 6 minutos, o atacante Roger, aproveita a falha de marcação, e abre o placar para a macaca campineira e então, o Santa Cruz se entrega ao adversário a cada minuto, impotente, sem reação. Aí, não demora e sai o segundo gol, através do jogador Maycon, aos 24 minutos, de novo com um apagão geral do tricolor, em razão da limitação do time. O terceiro gol veio em seguida, o jogador William Pottker, sai do campo da Ponte Preta, abre espaço, avança, penetra e faz o terceiro gol, aos 28 minutos, fechando o placar de 3 x 0, a favor da Ponte Preta.

Inalterável a posição do Santa Cruz na tabela, décima nova, a exemplo do que vem acontecendo há muito tempo, e observe-se que o América também perdeu, se não o tricolor fecharia a rodada, na lanterna mesmo. O técnico Doriva jogou o chapéu, um pouco tarde, porém jogou, e agora a curiosidade é a seguinte: Que argumento ele vai usar, nas preleções? Quarta-feira o time joga contra o Botafogo, no Arruda. Fique imaginando, caro torcedor, o que pode acontecer nesse jogo.

Blog de Airton Sousa: Santa Cruz dá adeus à Copa do Brasil

Até agora, o torcedor tricolor está sem entender a mudança do time, do primeiro para o segundo tempo. No primeiro tempo, um time organizado taticamente, administrando com qualidade o regulamento da competição, valente, marcador, jogando no campo do adversário, sem se apavorar. As chances fora iguais: Para o Santa Cruz, aos 22 minutos com Leandrinho, aos 26 com Keno e aos 38 com Bruno Morais. Enquanto que o Vasco teve chances aos 20 minutos, 30 e 41, ou seja, três oportunidades de gol para cada time, deixando a torcida tricolor bastante satisfeita com a atuação do time.

Esperava-se que no segundo tempo, fosse mantido o mesmo quadro, porém o Santa Cruz volta com uma alteração que ninguém  entendeu, nem tão pouco o técnico Milton Mendes conseguiu explicar com clareza. No tricolor entrou João Paulo no lugar de Neris, deixando assim o time vulnerável na defesa, enquanto no Vasco da Gama entrou Diguinho, saiu Marcelo Matos. Já aos seis minutos Andrezinho faz o primeiro gol, desconcertando o time Pernambucano, que a partir daí não conseguiu se encontrar. Em seguida, aos 19 minutos toma o segundo gol com Picachú. Depois do segundo gol, o treinador tricolor fez algumas modificações, chegou a marcar um gol aos 23 minutos com Keno, em seguida toma o terceiro gol através do jogador Jorge Henrique, e em seguida o tricolor faz o segundo gol, através de Artur aos 49 minutos. Porém era tarde, e o time com o placar de 3 x 2, dava adeus a Copa do Brasil.

Muitas explicações, sem convencer, e agora é preparar o time para a Sul Americana, no confronto contra o Sport, em duas partidas. Enquanto isso o Campinense lamenta, pois se o time Pernambucano, continuasse na Copa do Brasil, a Paraíba pela primeira vez teria um representante na Sul Americana. Sábado, o time do Arruda enfrenta em casa a equipe do Coritiba, com a responsabilidade de vencer, para se afastar mais ainda da zona de rebaixamento e deixar a sua torcida, com o coração mais aliviado. Deve voltar para esse jogo William Correia, enquanto que Grafite continua fora do time.

Blog de Airton Sousa: No clássico só um time jogou

O torcedor do Santa Cruz, foi dormir decepcionado com o que viu na noite desta quarta feira (01), no Arruda. Só um time entrou em campo: Sport Clube do Recife.

Foi uma partida em que o time rubro negro dominou do começo ao fim, e só não encheu o gol tricolor, porque não tem atacantes de qualidade. Chances aos quatro minutos com Gabriel Xavier; aos nove minutos sai o gol de Edmilson; aos vinte e quatro um chute de Everton Felipe; aos vinte e seis minutos chance de Serginho, entre bons momentos do time leonino. Todos falhavam, do goleiro ao último homem do Santa Cruz. Nas laterais, no miolo de zaga, no meio de campo e no ataque, o tricolor não existia, e para completar Alemão fazendo suas loucuras e dando leite o tempo todo, até quando foi substituído. A torcida tricolor olha para todo canto e  não vê um jogador razoável no time, no jogo contra o Sport.

No segundo tempo, nada mudou, foi o mesmo Santa Cruz da primeira etapa. Abatido, vencido, sem alma, contra o Sport que de novo, dominava na sua peça de meio campo e ataque. Aos quinze minutos chance com Everton Felipe; aos 17 minutos com Diego Sousa; aos 26 expulsão do estreante Roberto e o tricolor passava a jogar com dez homens. Aos 28 chute de Gabriel Xavier; e de novo Gabriel Xavier tinha chance aos 31 minutos;  chute de Edmilson aos 33;  cabeçada de Mateus Ferraz aos 43 minutos; bola na trave de Everton Felipe aos 44 minutos, e finalmente, Rodrigo Mancha chuta forte aos 47 minutos. Conclusão, o Sport teve também no segundo tempo, cinco chances.

No final do jogo,  Grafite resumia a derrota da seguinte maneira: Entramos pensando que o Sport vinha atrás, e na verdade o Sport já entrou para decidir. Essa história de invencibilidade só trás vaidade, para a torcida e para os jogadores. Agora é esperar o jogo do Santa Cruz sábado(04), contra o Atlético do Paraná e o do Sport no domingo(05), contra o outro Atlético, desta feita de Minas Gerais.

Qual o desafio na próxima rodada?  O Sport provar que realmente deu a volta por cima e o Santa Cruz  mostrar que a derrota contra o Sport,  foi um acidente de percurso.

Foto: Internet

Foto: Internet

Canhotinho-PE: Torcedores do Santa Cruz organizam carreata

Depois das carreatas organizadas pelos torcedores do Sport na cidade, agora é a vez dos torcedores do Santa Cruz realizarem a sua, em comemoração ao título do campeonato brasileiro da terceira divisão, conquistado no dia 01/12.

Os tricolores se encontrarão neste domingo (08), no Posto de Armando, e sairão às 9:00h em carreata pelas principais ruas da cidade.

Os organizadores convidam todos os torcedores para comparecer. Qualquer dúvida procurar Nequinho, na Miscelânea São José.

santa cruzTV Replay, o que é bom se repete!