Blog de Airton Sousa: Decisão para as finais sem favoritos

O placar apertado entre Santa Cruz x Salgueiro, com apenas 1 x 0 para o time tricolor, torna o jogo desse sábado (22), no Sertão, uma partida onde um detalhe pode decidir o classificado. Um simples placar de 1 x 0, com um pênalti duvidoso, faz com que aumente a emoção para a partida de volta entre as duas equipes.

No jogo de sábado passado no Arruda, tecnicamente o Santa Cruz foi melhor. Porém encontrou dificuldade nas finalizações e poucas foram as chances criadas pelas duas equipes. No entanto, a vitória apertada do time tricolor, lhe permite jogar por um empate, o que é um pequeno percentual de vantagem.

Está aberta a vaga, porque sabemos a força do Salgueiro em casa, bem como conhecemos a capacidade do técnico Vinícius Eutrópio, em aplicar retranca, só saindo para o jogo em um descuido do adversário. Portanto, o fato de jogar em casa, com o apoio da torcida e por conhecer o campo de jogo, torna o resultado mais indefinido ainda. Não arriscamos nenhum favorito para o jogo entre Salgueiro x Santa Cruz.

Enquanto isso, uma história mais ou menos parecida, entre Sport e Náutico. 3 x 2 foi o placar a favor do Sport, que teve mais desempenho, mais chances de gols, principalmente  no primeiro tempo. Porém, Marco Antonio abriu o placar para o Náutico aos 44 minutos de jogo. As chances do Sport no primeiro tempo, foram as seguintes: Mena, aos 3 minutos; Rogério aos 5;  outra vez Rogério aos 12; mais uma vez Rogério aos 24; Fabrício aos 29; André aos 33, 34 e 36 minutos. Enquanto que o Náutico teve as seguintes chances: 23 minutos com Anselmo; 40 com Thiago Alves e aos 44 minutos, o gol de Marco Antonio.

No segundo tempo também não foi diferente. Prevalecia o domínio ofensivo do Sport. Aos 12 minutos uma cabeçada de André e aos 7 minutos o gol de empate com Diego Sousa. Continuavam as chances para as duas equipes. Aos 10 minutos uma cabeçada na trave de Diego Sousa; e aos 19 minutos Anselmo desempatava para o Náutico. Depois do segundo gol do Náutico, os treinadores resolveram mexer nas equipes.

Um equilíbrio no jogo pelo cansaço de alguns jogadores, a exemplo de Diego Sousa pelo Sport e Marco Antonio pelo Náutico. Porém a surpresa estava para acontecer. O iluminado Juninho, que tinha entrado no lugar de Ronaldo, faz aos 45 e aos 47 minutos, os dois gols que fecharam o placar de 3 x 2 para o Sport.

Também a vaga está aberta. O Sport joga por um empate e qualquer vitória do Náutico, leva a partida para penalidades. Portanto, teremos um sábado e domingo de muita emoção, para conhecermos os dois finalistas do Campeonato Pernambucano de 2017. Também não arriscamos apontar qual será o finalista, por tudo que vimos entre as duas equipes.

Blog de Airton Sousa: Vitória do Náutico no último jogo do Hexagonal

Com o resultado dessa segunda-feira (10), quando o Náutico venceu ao Santa Cruz, no Arruda, pelo placar de 2 x 1, encerrou-se o Hexagonal decisivo do Campeonato. As semi-finais ficaram formadas da seguinte maneira: Salgueiro x Santa Cruz; Náutico x Sport, observando-se que as primeiras partidas serão respectivamente, no Arruda e na Ilha do Retiro.

Consequentemente, os jogos de volta serão em Salgueiro e na Arena de Pernambuco. A pergunta é a seguinte: Quem leva vantagem sobre quem?  Sinceramente, o único ponto que pode alterar, é um placar elástico no primeiro jogo, caso contrário, ninguém leva vantagem.

Quanto ao jogo dessa segunda-feira (10), foi uma partida em que as ausências do Santa Cruz e do Náutico, influenciaram para que tivéssemos uma partida pobre tecnicamente. No entanto, o time timbu saiu na frente no placar, com um gol de Erick, aos 18 minutos do primeiro tempo, e só na segunda fase, é que o Santa Cruz empatou aos 7 minutos com Everton Santos.

Um jogo disputado, onde pelo Santa Cruz se destacaram Pereira e William Barbio, e pelo Náutico, tiveram destaque os jogadores Erick, Dudu e Rodrigo Sousa. O gol da vitória do Náutico, foi através da cobrança de pênalti de Dudu, onde o goleiro Jackson defendeu, e no rebote, Dudu complementou, fazendo Náutico 2 x 1 Santa Cruz.

Agora, é aguardar as decisões da Federação Pernambucana de Futebol, inclusive com relação às arbitragens, onde o Sport Clube do Recife, através da sua Direção, oficializou o seu desejo de ter nos seus jogos, árbitros de outras Federações. Só faltava essa agora no Campeonato, que teve de tudo, principalmente no aspecto negativo.

Blog de Airton Sousa: Santa Cruz avança para as semi-finais da Copa do Nordeste

Coincidência ou competência, a verdade é que nos três jogos realizados na noite desta quarta-feira(29), todos os visitantes conseguiram vencer. O Bahia venceu por 4 x 2 ao Sergipe, o Vitória venceu por 3 x 2 ao River, e o Santa Cruz venceu pelo placar de 1 x 0 ao Itabaiana, deixando transparecer uma vantagem substancial para os jogos de volta.

Falando especificamente do jogo do Santa Cruz contra o Itabaiana, podemos dizer que o time tricolor, não teve uma boa apresentação, porém, jogou o suficiente para vencer, e trazer para o  Recife, nesse sábado à noite, a vantagem de jogar por qualquer empate, tomando simplesmente a preocupação de respeitar o adversário, que demonstrou na primeira partida, muita fragilidade técnica.

O gol do Santa Cruz, aconteceu aos 20 minutos do primeiro tempo, na cobrança de falta por Anderson Sales,que vem de destacando nas bolas paradas. Poucas foram as chances de gol, exceção dois chutes no primeiro tempo para o Santa Cruz, aos 5 minutos com Everton Santos, e aos 8 minutos com Tomás. Enquanto que o Itabaiana, limitou-se apenas a uma oportunidade de gol, com Diego Neves, aos 22 minutos.

No segundo tempo, as equipes se abriram mais um pouco, e já aos 6 minutos André Luiz chutou forte, por fora, para o Santa Cruz; Geovani colocou uma bola na trave, aos 10 minutos a favor do Itabaiana; Anderson Sales cobrou uma falta perigosa aos, 17 minutos; e somente aos 35 minutos, o Santa Cruz vai ao ataque com o lateral Victor.

Com a vitória de 1 x 0, o Santa Cruz trás para o jogo do sábado às 18:30 h, no Arruda, a  vantagem de jogar por qualquer empate. Quanto ao técnico Vinícius Eutrópio, demonstrou pelo esquema aplicado, que  entende muito bem da maneira como atuar na série de mata-mata das competições. O time do Arruda, com a vitória dá um passo importante para chegar às semi-finais da Copa do Nordeste.

Blog de Airton Sousa: Náutico vence o clássico

No clássico da Arena de Pernambuco, neste domingo(12/03), o Náutico venceu pelo placar de 1 x 0. Foi um jogo nivelado por baixo tecnicamente, no entanto o Náutico entrou com mais volume, ocupando os principais espaços do campo e anulando com uma boa marcação, as principais peças do Santa Cruz.

Enquanto isso, o time tricolor entrou acomodado, sem alma, com pouco interesse, além da lentidão que o time se apresentou na maioria do tempo de jogo. As peças de decisão do Santa Cruz, não tiveram como jogar, e na verdade, o Náutico mereceu a vitória, inclusive com um placar mais elástico.

Aos 17 minutos do primeiro tempo, o técnico Milton Cruz faz uma substituição colocando o jogador Nirley, estreante no timbu. E o futebol tem dessas coisas, porque bastaram apenas 15 segundos em campo, para o jogador aproveitar um cruzamento, cabecear e colocar a bola nas redes de Júlio César, colocando o time alvi-rubro na vantagem do placar.  E ao final do jogo, a vitória foi do Náutico, pelo placar de 1 x 0.

Por outro lado, o Campinense, já classificado, goleou por 4 x 0 ao Uniclinic, e assumiu a liderança do grupo com 11 pontos. O Santa Cruz, para não ter a sua situação complicada, soma 10 pontos, e com apenas um empate, no último jogo (22/03), no Arruda, contra o Campinense, passa para a segunda fase da Copa do Nordeste. O Náutico com 7 pontos, ainda tem sua situação complicada, com remotas possibilidades, tendo que golear ao Uniclinic em Fortaleza, torcer por uma derrota do Santa Cruz, além da combinação de outros resultados, dos outros grupos.

Blog de Airton Sousa: Pernambucanos jogam pela Copa do Nordeste

Teremos neste sábado(11/03), às 20:30 h, o Sport jogando na Ilha do Retiro, contra a fraca equipe do Juazeirense. O primeiro jogo na cidade de Juazeiro da Bahia, o time pernambucano venceu pelo placar de 1 x 0. Temos que reconhecer, que  é muito grande a disparidade entre as duas equipes. O Sport com elenco milionário, e que até agora não convenceu totalmente a sua torcida, do outro lado um adversário com um elenco humilde, e que está nas últimas classificações do Campeonato baiano.

Sendo assim, o Sport que está bem posicionado na Copa do Nordeste, e com amplas possibilidades de ser cabeça de chave na competição, tem tudo  para emplacar uma vitória, e se garantir de vez na próxima fase da competição. O técnico Daniel Paulista, que desabafou, após  a vitória contra o Boa Vista, quarta-feira(08/03), não contará com o volante Rithely e deverá repetir o mesmo time para o jogo contra o Juazeirense.

No domingo(12/03), às 16 h, teremos o clássico entre Náutico e Santa Cruz, na Arena de Pernambuco. Outra vez um clássico entre essas duas equipes, também pela Copa do Nordeste. O Santa Cruz, bem posicionado ao lado do Campinense, enquanto que o Náutico tem remotas possibilidades de seguir na competição. Tratando-se de clássico, e em razão do momento positivo que atravessam as duas equipes, fica imprevisível qualquer resultado.

Os tricolores perderam apenas uma partida, enquanto que o Náutico vem de um empate e uma vitória contra o Sport, pelo Campeonato pernambucano. Daí o equilíbrio dos dois times. A pontuação do Náutico é desesperadora, tendo que vencer as duas partidas, respectivamente, contra o Santa Cruz, na Arena de Pernambuco, e contra o Uniclinic, no Ceará, além de torcer por uma derrota ou do Campinense ou do Santa Cruz.

Com muita franqueza, não acreditamos na sequência do timbu, na próxima fase. Existe sim, muita perspectiva, da classificação do Santa Cruz e do Campinense, para a outra etapa da Copa do Nordeste. A Diretoria timbu homenageia as torcedoras do time timbu, não cobrando ingressos para o jogo, o que também é um bom incentivo.

Blog de Airton Sousa: Santa Cruz e Central perdem na 5ª rodada do Hexagonal

Fechando a quinta rodada do Hexagonal, nesta quinta-feira(02), o Central teve sua quinta derrota, e o Santa Cruz, jogando no Arruda, também perdeu, desta feita para o Salgueiro, líder absoluto do Hexagonal, com 13 pontos. O placar em Vitória de Santo Antão foi 2 x 0 para o time do Belo Jardim, enquanto que, em pleno Arruda, o Santa Cruz, perdeu por 2 x 1.

A vitória do time da terra do Bitury, foi através de dois pênaltis, o primeiro aos 33 minutos do primeiro tempo, com a cobrança do jogador Bruno Sacomam, enquanto que o segundo pênalti, foi marcado aos 46 minutos da segunda etapa. O time de Caruaru, em nenhum momento do jogo, teve poder de reação, mesmo com algumas modificações feitas pelo técnico Laelcio Lima, que após o jogo entregava o cargo. Até o final desta matéria, ainda não havia tido a confirmação oficial da saída do treinador.

O Belo Jardim com a importante vitória, agora briga por uma vaga nas semi-finais do Campeonato, já que soma quatro pontos, tendo com esse resultado e a derrota do Santa Cruz para o Salgueiro, se aproximado do time tricolor, com apenas dois pontos de diferença. O Próximo jogo do time do Belo Jardim, será no Estádio Antonio Inácio, contra o próprio Central. Caso vença e o Santa Cruz venha a perder para o Salgueiro, no sertão, o time do Belo Jardim, assume a quarta posição no Hexagonal.

Por outro lado, mais de cinco mil torcedores, assistiram a derrota do Santa Cruz, para o Salgueiro pelo placar de 2 x 1. Essa foi a primeira derrota do tricolor esse ano, já que o time vinha há oito jogos sem perder. Agora, o técnico do time do Arruda, repensa a escalação para o jogo de domingo, contra o próprio Salgueiro, já que a princípio, o pensamento era jogar com o time misto outra vez.

Agora o tricolor vê a necessidade de uma vitória, além de torcer que o Central, também no domingo, no Estádio Antonio Inácio, consiga vencer ao Belo Jardim. Se acontecer um empate ou uma derrota do Santa Cruz, e uma vitória do Belo Jardim sobre o Central, pela primeira vez, o tricolor poderá sair do Hexagonal. Daí, uma rodada importante para o Santa Cruz e para o time do Belo Jardim.

Blog de Airton Sousa: Faltou gol e sobrou pancadaria no clássico pernambucano

Provocações entre os jogadores, dias antes do jogo, apedrejamento do ônibus que conduzia o time leonino da lha do Retiro para o Arruda. No jogo, muitos cartões amarelos e um vermelho, além de uma arbitragem insegura, passando a todo instante do jogo, a intranquilidade de um árbitro que apesar de veterano, limitou-se ao longo do tempo a ser  apenas considerado razoável.

Isso foi  um lado do jogo com resultado de 1 x 1 para Santa Cruz e Sport. A partida começou com os jogadores tensos e nervosos, principalmente os atletas do time tricolor, que se deixaram levar pelas provocações dos adversários. Aos 15 minutos do primeiro tempo, Elicarlos deixa o campo contundido, e a opção do técnico era colocar um atleta com características de marcação, e entra Wellington César. Aí, o time tricolor sentiu a substituição e o Sport passou a ter espaços para jogar, aproveitando as deficiências do adversário, até que aos 40 minutos, Diego Sousa, que estava desaparecido no jogo, chuta de longe e faz um belo de gol, terminando o primeiro tempo com a vitória do Leão pelo placar de 1 x 0.

Início do segundo tempo, e o árbitro Sebastião Rufino Filho manda os dois treinadores para o vestiário, e começa tudo de novo. Dois minutos e a expulsão de André Luiz, por simulação de pênalti. O jogador já tinha cartão amarelo, tomou o vermelho e deixou o Santa Cruz em uma situação ainda mais complicada, porque estava na desvantagem no placar e com uma peça a menos.

Mais surpresa, o Sport dominando, o Santa Cruz tentando organizar contra-ataque, e aparece o artilheiro. Uma bola cruzada da direita, cochilo da zaga leonina e aos 14 minutos Aleff Pitbull deixa a sua marca, empatando o jogo e surpreendendo a todos. A partir daí o jogo voltou a ser equilibrado, os jogadores esqueceram a violência, e passaram a jogar  bola, com o Santa Cruz inteligentemente, aplicando duas linhas de quatro, e evitando a aproximação do Sport na sua área.

Tentando reverter a situação taticamente, o técnico Daniel Paulista, faz algumas modificações. Entre elas: André, Rodrigo e  Lenis, saindo respectivamente Leandro Pereira, Ronaldo e Everton Filipe. Nada adiantou, porque os jogadores que entraram não contribuíram tecnicamente, em razão do sistema de marcação do Santa Cruz. O técnico Vinícius Eutrópio, também mexeu no time, porém a intenção era garantir o placar do jogo, pela desvantagem numérica dentro de campo.

O Sport com o empate, assumiu a liderança com 8 pontos, enquanto que o Santa Cruz está com 6 pontos, na terceira colocação, podendo perder essa colocação, caso o Náutico venha  vencer segunda-feira, ao time do Belo Jardim. O árbitro Sebastião Rufino Filho, com uma arbitragem insegura, não conseguiu agradar nenhuma das duas equipes. Pelos momentos de pressão do Sport no jogo, Julio César, goleiro do Santa Cruz, foi escolhido o melhor jogador em campo.

Blog de Airton Sousa: Falta de pagamento tricolor não deu em nada

Era grande a expectativa, para o julgamento no STJD, da questão de atraso de pagamento do Santa Cruz Futebol Clube, com a maioria dos jogadores que defenderam o clube e 2016. Falava-se em punição financeira, perda de mando de campo e ainda perda de pontos, no Campeonato Brasileiro, porém tudo ficou na expectativa e nada deu para o clube.

Os membros do STJD entenderam que a questão em andamento, não cabia a denúncia pelos meios que aconteceram, e resolveram arquivar a referida denúncia, sem se quer se reunirem, para fazer o julgamento. Tanto carnaval, para nenhum resultado. Um fato lamentável, não pelo fato do Santa Cruz não ter sido punido, porém, pela maneira como a notícia do possível julgamento vazou para a imprensa.

Alertados pelas notícias, Dirigentes do Santa Cruz, contrataram um contador, para a efetivação do cálculo individual de cada atleta envolvido na questão dos pagamentos. Tudo será calculado conforme a lei. Porém, a maioria dos casos, será resolvido em comum acordo, conforme o anunciado. No entanto, interessante é saber onde a Diretoria tricolor irá arrumar tanto dinheiro, para resolver todas essas pendências. Essa é a questão.

Blog de Airton Sousa: Pernambucanos estreiam bem na Copa do Nordeste

Os três clubes de Pernambuco, começaram com o pé direito a Copa do Nordeste, neste meio de semana. O Náutico que jogou na Arena de Pernambuco, contra o Uniclinic e venceu bem pelo placar de 4 x 0, não tomando conhecimento do time cearense e tendo o que nós podemos considerar uma excelente estreia.

Enquanto isso o Sport Clube do Recife, estreou jogando na Ilha do Retiro, contra o Sampaio Correia. Um jogo difícil para o rubro-negro, que não contou com a presença do jogador Diego Sousa, que estava a serviço da Seleção Brasileira, no Engenhão contra a seleção da Colômbia. O placar foi apertado de 1 x 0, porém também o time leonino começou a competição com o pé direito, somando três pontos.

Dos pernambucanos, apenas o Santa Cruz jogou fora de casa, em Campina Grande, contra a boa equipe do Campinense e não conseguiu vencer. O Placar de 1 x 1 foi o resultado final entre pernambucanos e paraibanos. Apesar de não ter vencido, temos que levar em consideração, que o tricolor pernambucano, é o único dos três que sofreu maior número de baixa pela quantidade de jogadores dispensados no final de 2016.

Blog de Airton Sousa: Futebol de Pernambuco em 2016

Está na hora de avaliarmos o que foi o futebol Pernambuco em 2016. Faremos um retrospecto da participação do Sport, Santa Cruz, Náutico e Central nessa temporada esportiva, onde aconteceram muito mais erros do que acertos, nas mais diversas participações que tivemos durante o ano. Entendemos que alguns dos principais erros cometidos pelos Dirigentes dos três clubes da capital, foi a mudança frequente dos treinadores e a contratação de muitos jogadores, a maioria sem qualidade, tornando assim o time impraticável de formação.

Começando pelo Santa Cruz, que vinha de acesso para a primeira divisão, aproveitando a estrutura anterior e começando o ano. Coincidência ou não, em razão do desmonte dos concorrentes, consegue ser Campeão Pernambucano, e avançando na Copa do Nordeste, até chegar a conquista da competição. Além do mais, na própria Sul-Americana, podemos dizer que foi boa a participação. Também na Copa do Brasil, o tricolor foi convincente, deixando o seu torcedor satisfeito. Ou seja, além das duas conquistas, o Santa Cruz também não decepcionou nas demais competições aqui evidenciadas.

Agora, tratando-se de Campeonato Brasileiro, foi um desastre, chegando ao rebaixamento, por razões diversas: troca de técnicos, contratações de baixa qualidade, um elenco inchado e a desorganização financeira. Porém, de todas as competições que participou,  exceção o rebaixamento 2016,  foi um ano positivo para o Santa Cruz. Como nota para o tricolor, seria 7, sobretudo porque, apesar do rebaixamento, foi o único clube que conquistou duas competições.

Com relação ao Náutico, mais uma vez nada de conquista, nada de acesso. Um ano em que o timbu passou pelos Campeonatos Pernambucano e Brasileiro, sem nada crescer, e na Copa do Brasil, uma participação extremamente discreta. Ressaltando-se também, que a mudança de treinador, as contratações em grande quantidade e sem tanta qualidade, foram os principais erros.  O lado mais positivo, foi a contratação do técnico Givanildo Oliveira e o trabalho da Diretoria no campo financeiro, ao contrário de anos anteriores. Se fosse para dar uma nota ao Náutico em 2016, essa nota seria 6.

O Sport, em contra partida, foi outro clube Pernambuco que apenas gastou, e gastou muito, sem os resultados devidos. Uma folha de pagamento em torno de quatro milhões, jogadores que chegaram a ganhar até 350 mil reais por mês. E nada veio em retorno, pelo contrário, uma participação pífia nos Campeonatos Pernambucano e Brasileiro, nas Copas do Nordeste, do Brasil e Sul-Americana, sendo também uma vergonha, sem dar um bom resultado à sua torcida.

A exemplo do Náutico e Santa Cruz, o Sport pisou na bola, com a contratação de treinadores. Esperar que a nova Diretoria rubro negra, possa errar menos que a atual e traga conquistas para o clube, o que não aconteceu este ano. Quer saber a nota que o Sport merece, para a sua temporada em 2016? Apenas uma nota 5.

Para  falar de um clube do interior, escolhemos o Central, que a exemplo dos três grandes, teve uma participação extremamente negativa na fase importante do Campeonato Pernambucano, e ao chegar no Campeonato Brasileiro da série D, não foi diferente, ficando apenas na primeira fase, ao contrário dos anos anteriores, onde conseguia avançar no Brasileiro. O que justificar dessa participação negativa? Uma parceria que não deu certo em nada, a desorganização financeira, a falta de senso administrativo  dos Dirigentes, o descrédito junto ao empresariado e a torcida, além da maneira amadora de administrar.

Como será 2017 para o Central, é uma pergunta de difícil resposta, porque não se vê muita perspectiva, há não ser acreditar que o técnico Laelcio Lima, possa aproveitar alguns jogadores da base, juntando-se aos poucos contratados e fazer o milagre da reprodução técnica. Para não falar apenas de coisas negativas, temos um fato positivo do alvi-negro, que foi a participação pela primeira vez, na Taça São Paulo de Futebol Júnior, fato aliás que tem como mérito principal, o esforço e qualidade dos técnicos Laelcio e Elivelton.

Agora, é esperar que o complemento de mandato da atual Diretoria, possa trazer algo de positivo para o clube, porque até agora, poucos ou quase nenhum fato positivo podemos veicular do presidente Licius Cavalcanti. Sim, devemos registrar, em torno de 7 a 8 meses de atraso de salário, com os funcionários do clube, e esse é também um fato extremamente lamentável. A nota para a Diretoria, é nota 4; se melhorar a gestão do clube no próximo ano, talvez essa nota possa subir um pouco.

Que venha 2017 com melhores resultados para o futebol pernambucano!

Blog de Airton Sousa: Santa Cruz confirma novo técnico

Será que a solução tricolor é a contratação de um novo técnico? Será que agora tudo vei ser diferente? Será que o time do Arruda, não precisava mais de organização interna, e de pagar parte dos compromissos com os jogadores e funcionários? Pelo visto esse não é o pensamento da Diretoria, ao contratar um treinador, desacreditando no trabalho de Adriano Teixeira que demonstrou competência e conhecimento, após assumir o comando do time, quando da saída de  Doriva.

Bem, o  técnico Vinícius Eutrópio chega, e com certeza enfrentará um clima não muito otimista, saída de grande parte do elenco, falta de pagamento e a necessidade de remontar um time em menos de 40 dias, porque o Santa Cruz, tem na segunda quinzena de janeiro, a estréia em duas competições: Copa do Nordeste e Campeonato Brasileiro, dentro um espaço de tempo em que a Comissão Técnica terá que indicar jogadores, fazer pré temporada e estrear nas duas competições.

Lamentavelmente, só em Pernambuco o profissional local não é valorizado, pelo menos no Santa Cruz e no Náutico. O Sport, nesse sentido, faz diferente, e em menos de oito anos, revelou para o Brasil três treinadores: Mazola Junior, Eduardo Batista e agora Daniel Paulista. Infelizmente esse exemplo não é seguido pelos outros dois grandes times, que estão frequentemente quebrando a cara, na contratação de nomes famosos, sem tantos resultados.

Esperar para ver o que vai acontecer de diferente no time tricolor, com a chegada do técnico Vinícius Eutrópio. Que milagre vai acontecer para aparecer dinheiro, e que condições serão dadas para que Vinicíus Eutrópio possa realizar um bom trabalho e fazer do tricolor um time ganhador e competente, o que não aconteceu, em parte do Campeonato Brasileiro de 2016. É uma interrogação muito grande, a situação tricolor no novo ano.

Blog de Airton Sousa: Santa Cruz em fase de desmonte

O Santa Cruz encerrou a sua temporada no Campeonato Brasileiro 2016, perdendo de uma maneira vergonhosa para o São Paulo, pelo placar de 5 x 0. Não poderia ser diferente. Do time titular, que já não era grande coisa, restaram apenas 3 jogadores para aquele jogo contra o São Paulo. O restante dos atletas eram reservas ou da base tricolor. Aliás, é bom lembrar que, só em uma hora dessa, é que os jogadores das outras divisões dos clubes são lembrados.

A vitória do São Paulo foi muito mais do que justa, diante de uma Santa Cruz esfacelado pelas saídas dos principais jogadores, inclusive Grafite que jurou amores pelo tricolor, e na primeira oferta, se balançou e está quase acertado com o Atlético Paranaense. O restante do grupo, com contratos encerrados, vários meses de atraso nos pagamentos e convites de outras equipes, a exemplo de João Paulo para o Botafogo, Keno para o Palmeiras, entre outros.

Agora é juntar os cacos, definir com o novo técnico, que ainda não está definido, se reestruturar financeiramente, colocar em prática o planejamento, e tentar recuperar a imagem extremamente desgastada, deixada em 2016. Não vai ser fácil recomeçar, diante das dificuldades, principalmente financeiras. No entanto, esse é um caminho para um clube de tanta tradição, e que paga muito caro, pelas inconsequências de alguns Dirigentes.

Blog de Airton Sousa: Santa Cruz fica fora da Sul-Americana

Pelo fato de ter sido campeão da Copa do Nordeste 2016, de conformidade com a Confederação Brasileira de Futebol, o Santa Cruz havia ganho o direito de participar da Sul-Americana, no próximo ano. Acreditava-se que tudo estaria confirmado, e assim o tricolor teria mais uma competição para participar em 2017. Nada disso existe mais. Agora a entidade do futebol na América do Sul, acaba de informar que diminuirão as vagas da competição, e em contra partida, serão acrescentadas mais duas vagas na Libertadores, indo para seis vagas.

E agora, a Diretoria tricolor está  apelando para tudo, afim de tentar reverter essa decisão, o que acreditamos, não será  possível, trazendo um prejuízo moral, financeiro e técnico para o representante de Pernambuco, que já contava com a sua participação, e agora terá mais esse prejuízo. Não acreditamos que o caso seja revertido. No entanto, quem sabe, a Sul-Americana possa indenizar financeiramente, o tricolor pernambucano, pelos prejuízos causados ao clube.

Cabe a interferência da Confederação Brasileira de Futebol. o que não acreditamos no seu poder de influência, principalmente pelo abalo moral que teve a CBF nos últimos tempos, tendo os seus representantes envolvidos em escândalos e mais escândalos. Agora, é esperar para ver o que vai acontecer, cabendo à Diretoria tricolor remontar estrutura para o ano que vem, independentemente das competições que o time irá participar.

Blog de Airton Sousa: Santa fecha penúltima rodada com goleada

Uma coisa não faltou ao longo do Campeonato Brasileiro, ao Santa Cruz, garra e determinação, apesar do rebaixamento que era anunciado há bastante tempo. Desta feita o jogo do time tricolor em casa, foi simplesmente espetacular, principalmente nos momentos finais do segundo tempo, onde três gols aconteceram em menos de cinco minutos, transformando o final da partida em uma verdadeira festa de gols.

Pouco importa se o time gaúcho estava com reservas, focado na decisão da Copa do Brasil ou não, para a próxima quarta-feira, contra o Atlético Mineiro. O que interessa é que o tricolor fechou com chave de ouro, em casa, a sua última partida com o seu mando de campo. O placar de 5 x 1, construído com méritos do Santa Cruz, e com falhas no planejamento tático do time gremista, que partiu para cima, se abriu e facilitou a criação de três gols, nos cinco minutos finais do jogo.

Agora, é encerrar contra o São Paulo com dignidade, de cabeça erguida, apesar do rebaixamento e com o desmonte de grande parte do elenco. Inegavelmente, o time do Arruda, teve altos e baixos, e o resultados todos já sabiam antecipadamente, a dificuldade de se manter na primeira divisão. João Paulo, Keno, Léo Moura, entre outros nomes, sairão do time tricolor, e agora é pensar no que pode ser feito para reestruturar o time para as competições de 2017, além da preocupação principal, a falta de dinheiro e os compromissos a serem resolvidos. Grafite se aproxima da artilharia da competição, com 13 gols, tendo ao seu lado mais um jogador que atua em Pernambuco, Diego Sousa com 14 gols, provando a qualidade ofensiva do Santa Cruz e do Sport com esses dois jogadores.

Blog de Airton Sousa: Resultados de Pernambuco na série A

Um jogo eletrizante, com seis gols e uma partida disputada do começo ao fim. Foi esse o resultado do encontro deste domingo às 18:30 h,  no Estádio José do Rego Maciel, envolvendo Santa Cruz e Atlético Mineiro. No final, o placar de 3 x 3, com gols que surgiam a cada momento, tornando o jogo extremamente gostoso de ser assistido.

No primeiro tempo o tricolor venceu parcialmente pelo placar de 2 x 1, com Fred marcando aos 5 minutos, Grafite aos 13 minutos, e Keno aos 30 minutos. O técnico Marcelo Oliveira, do Atlético, contou com Fred, Marcos Rocha, Rafael Carioca e Cazares. Os demais titulares foram poupados, em razão da primeira partida decisiva, que acontecerá quarta-feira(23), contra o Grêmio, na decisão da Copa do Brasil.

Na segunda etapa, mais gols e emoções. Clayton empatou aos 9 minutos, Vitor desempatou aos 13 minutos e finalmente Hyuri fechou o placar aos 34 minutos. O time mineiro com o empate, continuou no quarto lugar com 62 pontos, enquanto que o Santa Cruz continua na décima nona, com 28 pontos. O próximo jogo do tricolor Pernambucano será contra o Grêmio no Arruda.

Por sua vez, o Sport perdeu para o Atlético Paranaense pelo placar de 2 x 0, em um jogo em que o rubro negro, voltou a jogar mal, entre eles Diego Sousa, com um futebol lento e improdutivo, sendo na sequência, duas derrotas consecutivas. Passes errados, meio de campo dominado pelo meio de campo adversário, e o goleiro Ueverton, do Atlético, sem nenhum trabalho. André Lima marcou aos 22 minutos, enquanto que Tiago Heleno, de pênalti, fez o segundo gol, tudo isso no primeiro tempo.

No segundo tempo, o Sport melhora um pouco, tem oportunidade de gols com Diego Sousa, aos 7 minutos e Ritchely,  aos 14 minutos. Depois disso, o time paranaense voltou a dominar o jogo, mesmo com as entradas de Apodí, Túlio de Melo e Gabriel Xavier, que não influenciaram em nada, para evolução do time Pernambucano.

Com essa derrota, o Sport continua na décima quinta posição, com 43 pontos, porém com o resultado do Vitória, contra o Figueirense pelo placar de 4 x 0, a situação do time da Ilha do Retiro, agora fica complicada, visto que apenas um ponto, separa o rubro negro Pernambucano, do rubro negro Baiano. O próximo jogo do Sport, é contra o já rebaixado América Mineiro, em Minas Gerais.

Blog de Airton Sousa: Santa Cruz deixa a lanterna

Não há como iniciar essa matéria, sem dar ênfase e rasgar elogios a torcida tricolor. Poucos são os times no Brasil, que podem ter uma torcida tão fiel. O time já rebaixado, uma campanha decepcionante, depois de 8 anos ganha o acesso para à primeira divisão, e no ano seguinte volta a cair. Mesmo assim, o destaque maior do jogo contra o América(MG), neste domingo(06), foi o número de torcedores presentes no  Estádio José do Rego Maciel, que foi de 7.632. Pelo menos foi o público anunciando, dando a impressão, a princípio, que tinha um número maior. Porém isso não importa, o que importa mesmo é a solidariedade desse torcedor, que terá outra vez, a resignação de esperar para  2017, com a esperança de subir para a primeira divisão, outra vez.

Agora, com a permissão do torcedor tricolor, vamos falar do jogo. Um jogo tenso, nervoso, com as equipes limitadas tecnicamente, e não precisa ir muito longe, a posição dos dois times são o retrato dessa colocação. Com a mudança de Léo Moura para o meio, trocando figurinhas com Vitor, João Paulo com liberdade para avançar, Derley como primeiro volante, Roberto garantindo a titularidade e jogando bem, Grafite se mexendo com mais facilidade, e apenas Kêno, sem produzir o futebol de sempre. Assim, o tricolor foi melhor, marcou o gol aos 33 minutos e venceu parcialmente o primeiro tempo.

Na volta do segundo tempo, o América esteve melhor, corrigiu alguns setores  e obrigou o Santa Cruz a recuar. No entanto, a pressão do América era apenas no meio de campo, sem chegar ao gol  de Tiago Cardoso. Pelo Santa Cruz, João Paulo teve duas chances de gol, aos 23 e 42 minutos, com dois chutes fortes para a meta do bom goleiro João Ricardo. Com a vitória o Santa Cruz foi a 27 pontos, igual pontuação do time do América, porém pela campanha, o tricolor é o 19º colocado, e a lanterna fica, temporariamente, com o time mineiro. Pelo menos isso é um consolo para a torcida tricolor, que aguarda  a próxima partida, fora de casa, contra o Coritiba.

Blog de Airton Sousa: Santa Cruz complica o Inter no Beira Rio

Depois de sete derrotas seguidas, o Santa Cruz conseguiu empatar no sábado(29), contra o Internacional, em Porto Alegre. Muito embora, a situação tricolor seja irremediável, de qualquer maneira, o empate moralmente não deixa de ser um bom resultado. É que o elenco tricolor está tão desacreditado, que um resultado de empate fora de casa, não chega a empolgar o seu torcedor. Enquanto isso, os 40 mil torcedores presentes, saíram decepcionados e insatisfeitos com o futebol do time gaúcho, chegando em algum momento vaiar o time.

Um primeiro tempo, em que o Internacional marcou 1 x 0 através de Vitinho, teve a expulsão de Eduardo Henrique e criou poucas oportunidades. Mesmo perdendo, o Santa Cruz foi algumas vezes no ataque, sem concluir com sucesso. No segundo tempo, empatou com Léo Moura, teve várias chances, mais esbarrou na má pontaria dos seus atacantes. Com o empate, o Santa passou a somar 24 pontos e tem no América mineiro, o seu próximo adversário, no Arruda, para a disputa de quem encerra a competição, sem o decepcionante título de lanterna.

A Diretoria tricolor, para esse jogo, necessitando fazer caixa, e buscar apoio para o time, reduziu totalmente o preço do ingresso, tentado com isso, diminuir o prejuízo moral e tecnicamente. Já se fala no Arruda, a possibilidade de sair uma relação dos jogadores que não interessam para 2017. Essa providência visa também economizar, já que a situação financeira, como sempre, é a pior possível.

Blog de Airton Sousa: Santa Cruz – quantidade sem qualidade

Falta da execução de planejamento, eis o problema maior dos clubes brasileiros. Todo final de temporada, os Dirigentes aproveitam os microfones, de forma irracional e esbravejam de que já iniciaram a elaboração de um planejamento para o ano seguinte. Só que tudo fica no papel, quando ficam, a grande maioria se deixa levar por empresários, ofertas vantajosas, e no final nada acontece, a não ser prejuízos desregrados, perdas de títulos e descréditos.

Um exemplo bem prático e bem próximo. O Santa Cruz teve ao longo desse ano, 49 jogadores no elenco, vejamos por posição, o nome das pérolas:

Goleiros -Tiago Cardoso, Edson Kolln, Fred e Miler;

Laterais - Tiago Costa, Vitor, Allan Vieira, Lucas Ramon, Léo Moura, Roberto, Mário Sergio;

Zagueiros - Alemão, Danny Morais, Everton Sena, Néris, Leonardo, Walter Guimarães, Luan Peres, Wellington Silva;

Volantes - Wellington César, Dedé, Marcílio, Lucas Gomes, Willian Correia, Alex Bolaños, Derley, Jadson, Danilo Pires;

Meias - Daniel Costa, Fernando Gabriel, João Paulo, Pedrinho Botelho, Renatinho, Raniel, Leandrinho, Marcinho, Matias Pisano, Mazinho;

Atacantes- Lelê, Grafite, Bruno Morais, Arthur, Wallyson, Keno, Ítalo Borges, Everaldo, Willams Luz, Marion, Wagner.

 É impossível, com uma quantidade de jogadores desse porte, a comissão técnica chegar a montar um grupo, principalmente, quando se trata de muita quantidade sem qualidade. Daí o retrato do erro, o rebaixamento no Campeonato Brasileiro para a segunda divisão. Se os Dirigentes irão aprender, não sabemos, agora o prejuízo é muito grande para o time tricolor.

Blog de Airton Sousa: Os problemas se avolumam no Arruda

Como se não bastassem os resultados negativos, agora surgem problemas e mais problemas no Arruda, começando pela vitória do América Mineiro pelo placar de 1 x 0, contra o Atlético Paranaense, deixando o título de lanterna do Campeonato Brasileiro da série A, para o Santa Cruz. O América com a vitória foi a 24 pontos, 19º colocado e o Santa Cruz, com 23 pontos, assume a lanterna da competição, muito embora pela campanha tricolor, não faz muita diferença essa ou aquela posição, ao final dessa rodada.

Outro assunto também grave, é que o bom jogador William Correia, foi flagrado no exame antidoping, por ocasião do jogo do dia sete de setembro na Arena Pernambuco, contra a Chapecoense. A notificação chegou no dia 20 desse mês, e o jogador está suspenso de maneira preventiva. Caso seja condenado, o atleta pode pegar até 4 anos de suspensão, o que seria praticamente o fim da carreira profissional do jogador, o que é lamentável.

E ainda com relação ao Santa Cruz, tem assunto ainda  mais grave. Um leilão anunciado para o dia sete de novembro próximo. A questão é a seguinte, em 2007, o jogador César Baiano, teve uma rápida passagem pelo Arruda. Ao deixar o clube, não houve os acertos trabalhistas devidos e o jogador acionou a justiça, totalizando um débito hoje, no valor aproximado de R$ 200 mil reais. Por essa razão o estádio está sendo levado a leilão.  O conselheiro e desembargador Bartolomeu Bueno, pretende entrar com o embargo, evitando assim, caso a justiça aceite, a suspensão do leilão. Detalhe, o jogador César Baiano, faleceu em 2013 na Bahia, vítima de enfarte.

É ou não é para dizer: tudo acontece com o Santa Cruz. Quando se esperava que fosse só  o rebaixamento, surgem essas notícias, que deixarão mais ainda preocupados, os torcedores do mais querido.

Blog de Airton Sousa: Continua o calvário do Santa Cruz

Para quem vinha perdendo de goleada, perder em casa por 1 x 0, já foi um progresso. Isso é o que deve pensar o torcedor tricolor mais otimista. A questão é que foi mais uma derrota, aumentando o descrédito e diminuindo cada vez mais os argumentos e a vontade do elenco de terminar a competição com uma recuperação, mesmo sem a perspectiva de se manter na primeira divisão do Campeonato Brasileiro. No jogo contra o Botafogo, nessa quarta-feira(19), tivemos um primeiro tempo que  terminou 0 x 0, e até a metade do segundo, o time aguentou a pressão do Botafogo. No entanto, terminou cedendo, e ao final, perdeu por 1 x 0.

Um público pífio, e não podia ser diferente, pois a tendência é a diminuição cada vez mais, para os três jogos restante em casa, já que o tricolor, tem fora do Arruda, outros três jogos, para aumentar mais ainda o sofrimento do torcedor. Mais importante do que preocupar-se com o restante dos jogos, é saber o que está pensando a Diretoria, com relação a estruturação para 2017, caso contrário,  poderemos ter  novos desastres, se os dirigentes não começarem a preparar um planejamento e execução de trabalho, através da seleção de jogadores, da manutenção ou não do técnico Doriva, as questões salariais, no sentido de se manterem atualizados. Enfim, tem que começar mesmo, antes que tenha o encerramento do Brasileiro da série A de 2016. E mais um detalhe, torcedores e dirigentes, não podem se enganar com os resultados de competições regionais, porque elas não medem nada, a exemplo do que aconteceu esse ano.

Blog de Airton Sousa: Incerteza na tabela da Copa do Nordeste 2017

Os clubes Nordestinos em reunião festiva, tomaram conhecimento ontem(04), da tabela e novidades da Copa do Nordeste 2017. O fato que chamou a atenção de todos, foi o anúncio por parte de três clubes cearenses, da desistência de participarem da competição. A razão explicada e não convincente, foi de que os referidos clubes não teriam suporte financeiro. Uniclínic, Guarani de Juazeiro e o Guarani de Sobral, através dos seus representantes, comunicaram tal desistência. Em contrapartida, o argumento dos que fazem a competição, é de que custos maiores esses clubes terão, participando do Campeonato Estadual do Ceará.

Com uma vaga pendente no grupo A, ficou assim a formação dos grupos:

GRUPO A

Náutico – Santa Cruz – Campinense  e possivelmente o Ceará (ainda incerto).

GRUPO B

Bahia – Fortaleza – Moto Clube – Altos do Piauí

GRUPO  C

Sport – Sampaio Correia – River – Juazeirense.

GRUPO  D

ABC – CRB – CSA – Itabaiana.

GRUPO  E

Vitória – América – Botafogo(PB) – Sergipe.

Só como detalhe, as Federações de Pernambuco e Alagoas, estão com dois representantes no mesmo grupo, casos de Santa Cruz e Náutico,  CRB e CSA, respectivamente.

Agora, esperar a decisão com relação ao Ceará, em razão do protesto dos Dirigentes de Náutico e Santa Cruz, da inclusão do time cearense, porque não teve critério, cujo caminho, seria através de sorteio.

Blog de Airton Sousa: Santa Cruz joga bem, mas perde outra vez

Com um futebol de razoável para bom, principalmente no segundo tempo, o Santa Cruz perdeu mais uma vez, desta feita para o time do Palmeiras pelo  placar de 3 x 2. Algumas contestações em cima da arbitragem, na não marcação de um pênalti em Grafite, porém a verdade é que o tricolor caminha cada vez mais para voltar em 2017, à segunda divisão. O primeiro gol do jogo foi do Palmeiras, aos 32 minutos, com uma linda jogada do experiente jogador Zé Roberto. E mesmo perdendo, o tricolor não saiu para o jogo, esperando o tempo todo, o alvi verde paulista, no campo defensivo. Permaneceu chamando o Palmeiras para cima, durante a primeira etapa, o que tornou o adversário um time totalmente superior, encerrando desta maneira, com o placar de 1 x 0, o primeiro tempo.

Na volta para o segundo tempo, o tricolor jogou mais aberto e ofensivo, daí com jogadas pela esquerda, com Keno e Alan Vieira, e depois de insistir, chega ao gol de empate com uma jogada individual de Artur, aos 6 minutos. No entanto aos 20 minutos, com o jogador Leandro Pereira, o Palmeiras vira o jogo. Mais uma vez, o Santa Cruz não se entregou e aos 26 minutos empatava, através de um pênalti cometido pelo jogador Jean, no atacante Artur.  Grafite cobra e empata.

Aí, o time do Palmeiras predominou, passou a mandar no jogo e a fragilidade do Santa Cruz  apareceu, sem forças para reagir até que Roger Guedes, fecha o placar aos 34 minutos.  Assim,  3 x 2  foi  o  placar  final,   para  um público de 7.189  e  uma  renda  de   R$ 102.040,00. Com a derrota o time Pernambucano continua na 19a. posição e terá como próximo adversário, o time do Flamengo. É certo que o Santa Cruz, há muito tempo, já se garante na segunda divisão do próximo ano.

Blog de Airton Sousa: Santa dá adeus a Sul-Americana

Uma noite de muita emoção, surpresa e decepção, foi o que passou o torcedor tricolor, por ocasião do jogo contra o Independiente. O mais difícil,e quase impossível, foi construído, ou seja, o Santa Cruz chegar ao placar de 3 x 0. Um primeiro tempo onde o tricolor teve mais domínio, mais chances de gol e um melhor futebol, marcando o primeiro gol aos 13 minutos, após a cobrança de falta por João Paulo e o complemento de Grafite, que há quase três meses, não conseguia marcar. Ainda teve mais duas chances, aos 20 e 25 minutos, também com Grafite, até chegar ao segundo gol, aos 31 minutos, marcado por Grafite. Em contra-partida, o Independiente teve uma chance aos 21 minutos, com o jogador Caicedo, com uma boa defesa do goleiro Edson Koel. Terminando o primeiro tempo com a vantagem de 2 x 0.

No segundo tempo o time Pernambucano continuou melhor, marcando com Grafite, outra vez, aos 26 minutos. Tinha então 3 x 0, e a expectativa do que poderia acontecer, já que um gol do time do Independiente mudaria toda condição tricolor de passar para as quartas de finais. E foi exatamente o que aconteceu, graças a uma falha do goleiro do Santa Cruz, que saiu errado do gol, aos 32 minutos, e o Santa Cruz dava adeus à competição, frustando o seu torcedor, porque só restava para salvar o semestre a chance de passar para a outra fase, já que no Brasileirão da série A, a situação é cada vez mais complicada. Além de estar fora da Sul-Americana, o Santa Cruz perdeu a premiação de passagem de fase, o que também complica porque todos sabem a real situação das finanças do time do Arruda.

Blog de Airton Sousa: Santa Cruz continua sem vencer

E para o torcedor tricolor, já se tornou uma rotina, o Santa Cruz jogar e perder. Foi assim mais uma vez neste domingo(25), quando o time foi derrotado pelo Figueirense, pelo placar de 3 x 1. Uma defesa que falhou, como sempre, inclusive contando  com a colaboração do goleiro Tiago Cardoso. Para completar, tentando consertar o trabalho de meio de campo, o técnico Doriva tirou Derley aos 30 minutos, colocando o jogador Mazinho, acabando de contribuir para maior domínio do adversário.

O Santa Cruz parecia uma pessoa de uma perna só, jogava apenas pelo lado esquerdo, com a única opção de qualidade, o jogador Keno. João Paulo, sem produzir e Grafite isolado na frente, sofrendo uma marcação precisa e antecipada da zaga do Figueirense.

Os gols aconteceram na seguinte sequência – no primeiro tempo: aos 29 segundos com o jogador Lins, depois de uma falha de Dani Morais; aos 37 minutos, com a falha de Tiago Cardoso, que saiu do gol precipitadamente e novamente, Lins marcou, terminando o primeiro tempo com o placar de 2 x 0. No segundo tempo, os mesmos erros repetidos, a fragilidade tricolor plenamente demonstrada em campo, e aos 29 minutos, o  jogador Airton marcou o terceiro gol para o Figueirense.

Com 3 x 0 no placar, uma certa acomodação do time do Figueirense, e Keno marcou aos 19 minutos o único gol tricolor. Com esse gol, Keno totaliza oito gols, mesma quantidade marcada pelo jogador Grafite para o Santa Cruz. O pior, o América Mineiro venceu mais uma e pode, na próxima rodada, se vencer e o Santa Cruz perder, ceder a lanterna da série A ao time tricolor, que tem como adversário no próximo final de semana, o time do Palmeiras, o que não precisa dizer, o alvi verde paulista, é franco favorito.

Blog de Airton Sousa: Santa Cruz joga bem e perde

Um jogo de cinco gols, uma partida disputada no primeiro e no segundo tempo, é o que podemos dizer do jogo desse domingo(18/09), no Pacaembu, entre Santa Cruz e Santos. Um jogo que teve de tudo, inclusive a falta de energia por duas vezes, no intervalo do primeiro para o segundo tempo e aos 19 minutos também do segundo tempo. Na primeira fase, o Santa Cruz apenas se defendeu, tomando um gol aos 4 minutos através do jogador Copete, em uma falha individual do jogador Tiago Cardoso. Apesar da boa aplicação tática,  o tricolor pernambucano encontrava  nos jogadores Lucas Lima, Vitor Bueno, Vitor Ferraz e Ricardo Lima, a qualidade que fazia a diferença a favor do time Santista. Além do mais, o jogador Derley indicado para marcar Lucas Lima, não tinha condições de evitar o domínio do jogador do Santos, principal articulador das jogadas ofensivas, além do que o peixe encontrou nos laterais do Santa Cruz, um espaço para jogar nas costas de Léo Moura e Alan Vieira. Placar do primeiro tempo 1 x 0 a favor do Santos.

No segundo tempo, o técnico Doriva consertou as falhas de marcação, o Santa Cruz melhorou e aos 10 minutos através de Keno, com uma troca de passe com Bruno Morais, chegava ao empate. O tricolor pressionava, porém a qualidade de Lucas Lima, em um lançamento para Ricardo Oliveira, quase chegava ao segundo gol. No entanto aos 27 minutos, era inevitável o gol do Santos através de Jean Mota, colocando o peixe na frente do placar. Porém, com a entrada de Grafite, o Santa Cruz reagia e em uma troca de passes do atacante tricolor com Keno, acontecia o empate, aliás o segundo gol de Keno no jogo. Estava empatada a partida, o Santa procurava desempatar o jogo, no entanto era o time santista que chegava ao terceiro gol, através de Vitor Bueno. Fechando o placar em 3 x 2.

Um público muito bom, totalizou 28.763 e uma renda de R$ 884.560,00. Agora o Santa Cruz tem nessa quarta-feira(21/09), sua primeira partida na segunda fase da Sul Americana, em Medelim(Colômbia), contra o Independiente. Após esse jogo volta para enfrentar o Figueirense em Recife. No entanto com mais essa derrota, mesmo evoluindo no Brasileiro, a situação fica cada vez mais complicada para o time do Arruda, apesar do otimismo dos jogadores e do técnico Doriva, que não cansa de motivar os seus comandados, o que não poderia ser diferente.

Blog de Airton Sousa: Finalmente uma vitória do Santa Cruz

Depois do desespero da torcida, ao longo de quase dez jogos, finalmente o Santa Cruz surpreende e vence pelo placar de 1 x 0 ao Atlético do Paraná, no Arruda, na noite dessa quarta-feira(14). O time Atleticano jogou o tempo todo na retaguarda, esperando sempre o Santa Cruz,  daí o tricolor atuou mais ofensivamente, porém, poucas foram as chances de gol, principalmente no primeiro tempo de jogo. No entanto já no primeiro tempo o Santa Cruz teve mais domínio no jogo. Sem Grafite e colocando a esperança de gol no atacante Bruno Morais, as jogadas para o ataque foram se sucedendo e a retaguarda do Atlético também colaborando para que os atletas do Santa Cruz tivessem condição de finalizar algumas bolas contra a meta do time Paranaense.

No segundo tempo não foi diferente, o Santa Cruz se impondo, dominando o jogo pelo meio, devido a limitação dos seus laterais, principalmente Tiago Costa, porque sabemos da qualidade técnica de Léo Moura. No entanto, a condição física e a idade, já não permitem que o jogador mantenha uma regularidade de um jogo para o outro. As chances iam surgindo e sendo desperdiçadas.  Quando o torcedor, na sua maioria, já havia deixado o Arruda,  eis que surge a bola salvadora de Bruno Morais, indefensável para o bom goleiro atleticano, e aí depois de muito tempo, a vitória de 1 x 0 para o time do Arruda, encontrando apesar das dificuldades, uma merecida vitória. Agora o Santa Cruz enfrenta ao Santos na baixada santista, em mais um jogo complicado e difícil, o que aliás, tem sido uma rotina no time do Arruda.

Blog de Airton Sousa: Santa Cruz empata e cai mais ainda

Cometendo muitos erros, principalmente no primeiro tempo, o Santa Cruz apenas empatou na Arena de Pernambuco por  2 x 2, contra o bom time da Chapecoense. Deixou fugir a chance de vencer, pelo fato que tomou o primeiro gol aos 27 minutos ainda no primeiro tempo, perdendo por 1 x 0. É interessante  lembrar que o técnico Doriva, que não pode contar com Keno, Derley e Neris, não teve nos substitutos Jadson, Alan Vieira e Danilo Pires, a qualidade suficiente para manter a regularidade do time. E daí, no intervalo de jogo, consertar alguns detalhes, principalmente passando a jogar mais aberto, com o jogador Léo Moura, descendo sempre para o apoio.

Todos esperavam que após os dois jogos contra o Sport, onde o Santa Cruz empatou o primeiro, e venceu o segundo, conseguindo a classificação para a próxima fase da Sul Americana, o time conseguisse se superar emocionalmente. Porém tudo voltou a zero, porque a matemática para os três jogos da sequência Chapecoense, Sport e Atlético Paranaense, era a soma de no mínimo 7 pontos. Agora o Santa Cruz se obriga a vencer os dois futuros adversários, a começar domingo(11), onde pelo Sport Clube do Recife, que não vai querer perder nessa sequência de partidas contra o tricolor. Para esse compromisso, o Santa Cruz tem de volta  Keno, Derley e Neris. E será que esses atletas terão toda essa influência para o Santa se recuperar um pouco na classificação?

A sequência dos gols foi a seguinte: Kempes aos 27 do primeiro tempo pela Chapecoense; Artur empatou aos 11 do segundo tempo; Bruno Morais, que entrou no lugar de Grafite, virou aos 18 minutos;  finalmente no erro de arbitragem, entendendo que Danilo Pires cometeu  falta,  Kempes  empatava aos 41 minutos,  fechando  o  placar  em 2 x 2.

O torcedor tricolor compareceu e prestigiou a sua equipe, com um público de 12.265, e uma renda de R$ 230.510,00, o que entende-se uma boa renda e um bom público. O Santa Cruz joga nesse domingo(11), contra o Sport Clube do Recife.

Para complicar mais ainda a situação, os times que estavam próximos do Santa Cruz, conseguiram pontuar, exceção do América Mineiro. Isso fez o tricolor afundar mais ainda nesta rodada, tornando-se insustentável, por mais otimista que seja o torcedor, a chance do time se manter na primeira divisão ao final do campeonato.

Blog de Airton Sousa: Deu Santa Cruz no clássico

Na noite dessa quarta-feira (31), um clássico com um público pequeno, envolvendo Sport e Santa Cruz, terminou dando o time tricolor que venceu pelo placar de 1 x 0. Foi mais uma vez um jogo duro de se ver, com um público apenas de 6.570 pagantes e uma renda de R$ 102.840,00, provando mais uma vez, o desinteresse e descrédito das torcidas, para com as duas equipes. A exemplo do primeiro jogo, o tricolor teve melhor atuação, principalmente no primeiro tempo, tendo duas oportunidades concretas de marcar através de Grafite, em uma falha de Ronaldo Alves aos 6 minutos e uma outra chance com o jogador Pisano, aos 19 minutos, cabendo ao Sport duas oportunidades, aos 13 minutos com Gonzalez, e aos 27 minutos com Edmilson. No entanto, as chances foram muito poucas pela importância do jogo.

No segundo tempo, o jogo caiu mais ainda de qualidade, baixando o nível técnico, onde nem mesmo o principal jogador do Sport, Diego Sousa conseguia dá destaque a sua atuação. Porém, era o Santa Cruz que tinha as primeiras oportunidades de gol, 5 minutos com Keno, 7 minutos com Grafite e aos 37 minutos o  gol da classificação através de Bruno Morais, que houvera entrado no lugar de Grafite, que saiu machucado. As equipes sofreram várias alterações, contudo o futebol era do nível do primeiro tempo, ou seja, fraco. Com a vitória o Santa Cruz espera o seu adversário para a próxima fase. Pela classificação, o tricolor receberá  um valor superior a R$ 1.100.000,00 (hum milhão e cem mil reais), o que consideramos uma boa premiação. É a primeira vez que o clube participa de uma competição internacional, o que podemos dizer é um consolo, em razão da ameaçada posição que o time está no Brasileiro da série A.

Blog de Airton Sousa: Santa Cruz afunda cada vez mais

Neste domingo (28) deu Cruzeiro pelo placar de 2 x 0, diante do Santa Cruz. O time pernambucano fez um bom primeiro tempo, criou oportunidades de gol, porém mais uma vez a finalização não funcionou com qualidade, mesmo porque existe um detalhe no time tricolor, obrigatoriamente o jogador Grafite é quem tem que finalizar, caso contrário, os outros jogadores não tem a qualidade suficiente, e como Grafite vem mal nos últimos jogos,  o gol não sai. Jogadas foram criadas, o time pernambucano esteve melhor em campo, porém 0 x 0, foi o placar na primeira fase.

No inicio do segundo tempo, o Cruzeiro marcou o primeiro gol, o Santa Cruz sentiu e logo em seguida tomou o segundo, e a partir daí o emocional do time do Arruda foi para baixo e ficou impossível, oferecer alguma reação até  o final do jogo. Com mais essa derrota, o tricolor fica cada vez mais próximo do rebaixamento, como nós  afirmamos já no final do primeiro turno, diante da sucessão de resultados negativos. Há quem diga, que o melhor caminho é tentar aprimorar a participação na Copa Sul-Americana, tentando a classificação na segunda partida contra o Sport. O técnico Doriva, após o jogo demonstrava pessimismo, chegando a dizer que a situação era quase irremediável. Agora o Santa Cruz joga na quarta-feira, com o Sport pela Sul-Americana, e no final de semana, o adversário é a boa equipe da Chapecoense, em Recife, que por sinal vem muito bem no Brasileiro da série A, o que podemos dizer um adversário muito difícil de ser batido, diante da situação do time pernambucano na competição.

Blog de Airton Sousa: Santa e Sport empatam

Não passou de 0 x 0, a primeira partida pela Sul Americana, envolvendo o Santa Cruz e Sport na noite dessa quarta-feira(24/08), na Arena Pernambuco. Um jogo sem graça, onde os dois times pouco se empenharam, principalmente o Sport, que sentiu a ausência de Diego Sousa mais uma vez. No primeiro tempo foram maiores as chances do tricolor, aos 17 minutos Derley, aos 22 Léo Moura, aos 23 Keno, aos 25  Pisano e aos 38  Grafite, enquanto que o Sport teve concretamente apenas uma chance através do atacante Rogério. No segundo tempo, mesmo com as alterações feitas pelos dois treinadores, a chances foram menores e o jogo ainda mais fraco tecnicamente, sobrando para o torcedor, apenas a imagem de um jogo violento por parte dois dois times. O Sport buscou mais o gol, teve chance aos 10 minutos com Rogério, aos 20 minutos uma cabeçada de Ronaldo Alves, enquanto que concretamente o tricolor teve uma chance aos 39 minutos com o meio campista William Correia.

Se no primeiro o torcedor reclamou da falta de interesse dos dois times, imagem com a qualidade que o jogo se apresentou no segundo tempo? Tivemos como destaque pelo Santa Cruz as atuações de Luan Peres, Derley, William Correia e Keno; No Sport destacaram-se, Rodney, Ronaldo Alves, Paulo Roberto e Rogério. Um pequeno público, apenas 5.517, para uma renda de R$ 71.085,00, demonstrando o desinteresse das torcidas pelo jogo, e principalmente pelos últimos resultados dos tricolores e rubro negros.

A arbitragem foi do chileno Julio Bascunan, com um bom trabalho. Na próxima partida, se for 0 x 0, o Sport se classifica. Qualquer empate com gol, a classificação é do Santa Cruz. A verdade é que ficou uma interrogação para a próxima fase, que já será internacional, com a qualidade apresentada ontem, qual será o destino do nosso representante?

Blog de Airton Sousa: Santa e Sport estreiam na Sul Americana

A Arena Pernambuco recebe esta noite(24/08), o Santa Cruz e o Sport, para a primeira partida válida pelo torneio Sul Americano. O time tricolor participa pela primeira vez da competição, daí uma ansiedade maior da sua torcida, também pela fase negativa que o time vem tendo no Campeonato Brasileiro, sendo hoje o décimo nono colocado da competição e ameaçado de rebaixamento. Além do mais tem um elenco nivelado tecnicamente por baixo, onde o seu torcedor deverá comparecer em pequeno número, já que a participação da torcida, vem diminuído a cada jogo no Arruda.

Enquanto isso, o Sport já tem a experiência de outras participações no torneio, se bem que também sem sucesso. Porém, o time leonino atravessa melhor fase do que o  tricolor, e tem um elenco muitas vezes melhor, além das opções que o treinador Oswaldo de Oliveira possui no banco. Levando em consideração o quadro atual dos dois times, podemos dizer que o Sport tem mais chances do que o seu oponente de passar para a segunda fase, essa sim, a nível internacional. Também o torcedor leonino deverá comparecer em pequeno número, por uma série de inconveniências, principalmente o horário do jogo, às 21:50 h e a dificuldade de locomoção.

Portanto, hoje à noite na Arena Pernambuco, a primeira partida de uma série de duas, entre Santa Cruz e Sport, valendo a vaga para a próxima fase da Sul Americana.

Blog de Airton Sousa: Cai Milton Mendes

Finalmente houve uma decisão sensata, Milton Mendes sai do Santa Cruz, depois de vários aspectos a serem analisados. Conquistou respectivamente o Campeonato Pernambucano 2016 e, pela primeira vez, a Copa do Nordeste, levando o time com essa conquista, a participar da Copa Sul Americana.

Aí, começa o Campeonato Brasileiro da série A, bons resultados no início, time limitado, enganando a todos e finalmente a realidade do elenco, com derrotas, fracasso e decepção, chegando a zona de rebaixamento, sem demonstrar reação, perdendo e empatando jogos em casa e fora de casa, demonstrando ser um elenco de segunda e tenho a impressão, um técnico também da mesma categoria. Tornou-se insustentável a situação do treinador e a essa altura, a rescisão teria que acontecer. Por ocasião da derrota contra a Ponte Preta, onde o técnico se propôs a entregar o cargo, os jogadores fecharam questão a favor do mesmo, só aumentando o desgaste entre eles e talvez, naquele momento, a sua saída, teria trazido menos prejuízo para o clube.

Quem será o novo treinador? Que condições serão dadas ao mesmo? Terá tempo suficiente para recuperar a equipe e evitar o rebaixamento? Teremos que aguardar para ver o que vai acontecer com o Santa Cruz, depois da contratação do novo técnico.

Blog de Airton Sousa: Sport empata e Santa perde

Pernambuco encerrou a sua participação na primeira etapa do Campeonato Brasileiro da série A. Em casa, o tricolor mais uma vez decepcionou e perdeu para o São Paulo, pelo placar de 2 x 1, com direito a perda de um pênalti através do jogador Grafite, ainda quando o jogo estava 2 x 0. Talvez se marcado esse pênalti com sucesso, o rumo do jogo tivesse mudado para melhor. Depois o jogador kêno fez o gol tricolor e a partir daí o Santa Cruz pressionou, porém com total desespero. O Santa encerra  a fase com 18 pontos, e volta a jogar no próximo final de semana, em Salvador, contra o Vitória, abrindo a segunda fase do brasileirão série A.

Enquanto isso o Sport jogando mal e reclamando muito da arbitragem, empatou em 1 x 1 contra o Figueirense. O primeiro tempo terminou em 0 x 0, com um jogo fraco tecnicamente por parte das duas equipes. Na segunda etapa, com menos de dois minutos, saía o gol do Figueirense e o time leonino chegou a marcar através de um pênalti, cobrado por Túlio de Melo. As duas equipes praticando um futebol pobre de técnica e acima de tudo aéreo, não conseguiram mudar o placar, que chegou ao final em 1 x 1. A ausência de Diego Sousa pesou, para um melhor rendimento da equipe. O Sport fecha essa etapa com 23 pontos e abre a próxima  jogando na Arena Pernambuco contra o Flamengo.

Blog de Airton Sousa: Santa Cruz mais próximo da série B

No confronto de dois adversários, havia um frágil e outro forte. A principio esse adversário frágil começa a atacar para impressionar e aos poucos vai cedendo diante da sua fraqueza e consequentemente da superação do mais forte. Foi exatamente o que aconteceu nesse sábado(30/07), no jogo entre Atlético Mineiro e Santa Cruz. O time pernambucano até quinze minutos do primeiro tempo, parecia dominar e querer mandar no jogo, porém foi apenas no início, porque aos poucos foi faltando folego, futebol, qualidade técnica e o Atlético logo tomou conta, marcando o primeiro gol e dominando toda primeira etapa, vencendo pelo placar de 1 x 0, sem  corresponder, de fato, ao que  o time mineiro merecia. Na volta da segunda etapa, o Santa Cruz com o mesmo comportamento do início do primeiro tempo, jogou bem até os quinze minutos, e de novo, a coincidência aconteceu, o Atlético voltou a dominar, inclusive marcando o segundo gol através de Robinho, considerado um gol de placa, e também o terceiro gol, chegando a vitória de 3 x 0, a favor do galo.

Com a derrota contra o Atlético, e  Figueirense vencendo ao vitoria, o Santa Cruz voltou novamente a zona de rebaixamento, complicando ainda maia a sua situação. Agora o tricolor tem pela frente o time do Grêmio em Porto Alegre, um adversário igual ou mais difícil do que o galo, daí ficar cada vez mais complicada a situação na tabela do campeonato da série A. Sinal de alerta, essa é a situação, porque os matemáticos afirmam que para não ter ameaça de rebaixamento, o time tem que virar a primeira fase, com  no mínimo entre 24 e 26 pontos, e hoje o tricolor tem apenas 17, com dois jogos restantes, ou seja,  Grêmio e São Paulo respectivamente, será preciso muito otimismo para acreditar que no restante da fase o time vai ganhar as duas partidas e fechar com 23 pontos, mesmo assim, insuficientes para os percentuais exigidos. Sem exagero de pessimismo, porém com a realidade dos números, lamentamos dizer a torcida tricolor, que o time  está cada vez mais próximo de voltar a série B.

Blog de Airton Sousa: Notícias do Sport e Santa Cruz

Depois de dois resultados altamente positivos, o Sport joga neste sábado (30), na Ilha do Retiro contra o Atlético do Paraná. O time rubro negro vem de uma vitória em casa contra o Grêmio pelo placar de 4 x 2 e outra vitória fora de casa contra o Cruzeiro por  1 x 0. Foram seis pontos tão importantes que afastaram o time leonino da zona de rebaixamento.  O melhor desses pontos conquistados é que, se conseguir uma vitória esta noite, contra o time paranaense, a equipe pernambucana aproxima-se dos dez melhores colocados, o que será um ponto muito positivo para virar essa primeira fase do Brasileiro da série A.

A volta de Durval, trás mais otimismo ainda,  enquanto que o time do Atlético tem ausências interessantes, a exemplo do atacante Walter, o que pode beneficiar o rubro negro pernambucano. O técnico Oswaldo de Oliveira está otimista, principalmente pelo momento que passa o seu time. Depois do jogo de hoje, o Sport continua em casa para jogar contra o lanterna da competição, América Mineiro, o que se espera que serão mais três pontos a serem somados.

Enquanto isso, também esta noite às 21.00 horas, em Porto Alegre, o Santa Cruz tem um jogo difícil contra o Grêmio, terceiro colocado com 30 pontos, e uma campanha quase irretocável na competição. Em contra partida, o tricolor encontra-se numa posição complicada, perdendo jogos sucessivos, inclusive em casa, deixando preocupados, dirigentes, comissão técnica e torcida.  O tricolor tem uma sequência de jogos difíceis. Após o jogo desta noite, jogará contra o Atlético em Minas, e em casa contra o São Paulo, fechando sua participação nessa primeira fase do Brasileiro da  série A. Com João Paulo e Neris de fora, o técnico Milton Mendes tem perdido noites de sono, para repor essas e outras ausências. No entanto, é pensar primeiro no Grêmio, depois ver o que é possível fazer nas partidas restantes dessa fase.

Blog de Airton Sousa: Santa Cruz pode devolver a Z 4 ao Sport

O time tricolor que joga nesta quinta-feira (30) no Arruda contra a Ponte Preta e poderá sair da zona de rebaixamento, caso vença o jogo. O Santa Cruz com o resultado anterior contra o Corinthians entrou pela primeira vez no Z 4. O torcedor está preocupado com a queda de rendimento do time, as deficiências e a limitação. Dispensas e novas contratações deverão acontecer, e todos estão conscientes da atual situação. Uma sobrecarga colocada nas costas do jogador Grafite, artilheiro do campeonato, porém se estivesse ao seu lado, um companheiro de qualidade ofensiva, estaria rendendo muito mais. O treinador  tem perdido noites e mais noites de sono, para fazer a equipe jogar como no início  do campeonato e não tem conseguido, graças a ineficiência da maioria dos seus comandados.

Para a partida desta quinta-feira (30), todos esperam que o time entre consciente da necessidade de vencer, para sair da  zona de rebaixamento e terá pela frente um adversário complicado de ser batido. O fato de jogar no seu campo, aumenta mais ainda a responsabilidade do tricolor. O técnico Milton Mendes faz alterações verdadeiramente necessárias, para testar o rendimento e buscar uma vitória contra a Ponte, que a exemplo da equipe tricolor, também caiu na classificação e vem em busca de recuperação, com o prenúncio de um jogo bastante disputado. Portanto, esperar que a vitória fique com o Santa Cruz e  que o time possa reiniciar a sua recuperação no Campeonato Brasileiro, mesmo porque o próximo jogo  é fora, contra o Botafogo.

Blog de Airton Sousa: Empate e derrota – Confira o resultado dos pernambucanos

Foto: Internet

Foto: Internet

Um jogo de 8 gools como nos velhos tempos, com duas fases distintas, foi o que o tivemos nesse domingo (05), na Ilha do Retiro, no jogo entre Sport e Atlético Mineiro. No primeiro tempo,  domínio total do time mineiro; na segunda etapa, uma  acomodação do Atlético, fez o Sport crescer e chegar ao empate de 4 x 4.

Com um futebol totalmente diferente, no tempo inicial, dos jogadores Samuel Xavier, Durval, Renê, Rithely, Serginho, Diego Sousa e os demais, que arrasaram contra o Santa, na quarta (01), o Sport foi um time que sofreu com a marcação implacável do Atlético, voltando a apresentar as mesmas deficiências dos jogos anteriores ao do Santa Cruz.

Em contra partida, o Atlético, mesmo desfalcado de 8 titulares, que já vem acontecendo há tres jogos anteriores, foi muito bem armado pelo técnico Marcelo Oliveira, que impôs velocidade na transição da bola, para chegar ao jogador Robinho, que foi o melhor em campo, ao lado de Júnior Urso, enquanto tiveram condição física.

No segundo tempo, com a acomodação do Atlético na vantagem do placar, e com a saída dos principais jogadores, o Sport, após 25 minutos, cresceu no jogo e diminuiu o placar através de Edmilson, que fez o terceiro gol do Sport. Em seguida, com o Atlético ainda mais recuado, Diego  Sousa, numa bela cobrança de falta, fecha o placar em 4 x 4.

O Sport, na sequência da competição, tem dois jogos fora, contra o Coritiba, no Paraná, e contra o Santos, na baixada santista.

Muitas críticas da torcida contra o árbitro Rodrigo Nunes, principalmente pela marcação do segundo pênalti contra o time leonino. Porém, as imagens mostram claramente, que a arbitragem estava correta, inclusive com a aplicação de um cartão amarelo ao jogador Serginho, por reclamação da marcação desse pênalti.

Foto: Internet

Foto: Internet

Para quem não  entrou em campo contra o Sport, na última quarta (01), e se deixou intimidar pelo time rubro negro, podemos dizer que, mesmo perdendo, o Santa Cruz voltou a produzir um bom futebol, exceção a sua peça ofensiva.

Porém, após a sua derrota para o Sport, muitos fatos vieram à tona: insatisfação de alguns jogadores, com a programação do técnico nos treinos; substituições que foram feitas com menos de 30 minutos, nos jogos; tratamento diferenciado com alguns jogadores; e outras queixas mais. A Diretoria tricolor, se antecipou em negar esses fatos. Mas,  a verdade é que algumas insatisfações internas, estão de fato acontecendo.

Após a derrota para o Atlético Paranaense, os jogadores ganharam dois dias de folga, já que o próximo jogo do tricolor será domingo (12), no Arruda, contra o Santos. Diante dos resultados dos últimos tres jogos, é preciso o Santa Cruz voltar a vencer, já que vem de um empate e duas derrotas, caindo muito na tabela de classificação.