Blog de Airton Sousa: Situação crítica do Central de hoje

O Central com quase cem anos de existência, tem tido Dirigentes e Dirigentes, passando por fases muito mais negativas, do que positivas, e a história está aí para comprovar o que estamos escrevendo. O torcedor da patativa, está muito bem convencido das dificuldades, dos problemas, dos descasos, do abandono e da falta de credibilidade.

O atual Presidente do Central, no auge da sua vaidade e orgulho, sepulta de uma maneira rápida e emergente, o nome e a tradição esportiva que o clube com muito sacrifício construiu,  através de Dirigentes que mereciam respeito e se faziam impor, o que não é o caso do atual Presidente, que em razão da falta de transparência, deixa o clube na atual situação.

Tenho escrito e comentado muito pouco a respeito do alvi-negro, porque são tantas coisas negativas, tantos erros, que não vale a pena perder tempo, porque temos espaços importantes no rádio e também nesse blog, para levar notícias merecedoras da ocupação de espaços.

O atual Presidente, falou recentemente a uma emissora de rádio, que esse cronista, comentava conforme a conveniência do ex-presidente do Central, Sivaldo Oliveira. Puro engano, porque os espaços que ocupo, são espaços com assuntos analisados de maneira profissional e imparcial desse cronista, e sempre foi assim desde o início da minha vida no rádio e na televisão.

Para que a cidade julgue o atual Presidente, basta citarmos alguns fatos para apreciação. A Campanha do Central o ano passado, nos campeonatos Estadual e Brasileiro; a campanha até agora no atual Hexagonal; a situação financeira do clube junto aos seus funcionários; além de uma perspectiva de tudo ser repetido como em 2016, lamentavelmente.

O torcedor do Central que faça o seu julgamento. Será que a atual gestão patativa, está correspondendo? Será que o trabalho do Presidente tem sido um trabalho cheio de apoio e credibilidade? A situação financeira, o abandono do Lacerdão e outros itens merecem o apoio, ou a rejeição do sócio?

Infelizmente é o Central que sofre, que agoniza, que já passou do fundo do poço, é de novo vitima da inconsequência daquele é o pior presidente da história da patativa do Agreste. Triste resumo de uma tradição, que causou ao longo da sua existência, tanto desencanto a sua torcida. É bom pedir ao Presidente Licius Cavalcante, respeito ao nome do Central, e a história de 35 anos desse cronista, que já passou por prefixos famosos e importantes, no rádio e na televisão, e que tem um marco na crônica esportiva.

Blog de Airton Sousa: Eleição do Central poderá ter surpresa

O Central, ao longo da sua história, tem sofrido com os gestores, em vários aspectos, dentro e fora de campo. São questões trabalhistas sem solução, dívidas diversas, falta de conservação do Estádio, abandono no que poderia ser o CT, salários em atraso, a questão dos aluguéis das lojas, o gramado que está parecendo mais um campo de pastagem, prestação de contas sem o devido esclarecimento, grupo de conselheiro e sócios sem o mínimo interesse pelas questões do clube, e o mais importante, a falta de transparência.

Baseado nesses  e em outros pontos, e em um bate papo amistoso, o Presidente do Sismuc Regional, Eduardo Mendonça, afirmou o seu interesse em formar um grupo, do qual ele poderá ser o candidato a Presidência do Central, tentando mudar esses e outros pontos negativos.  Com isso, trazer de volta ao Central Sport Clube, tradicionais caruaruenses, dos mais diversos segmentos, porque no momento, o problema maior do Central, é a falta de credibilidade.

Ampliação do quadro de sócios, transparência na prestação de contas, reunião com as principais entidades de Caruaru, levando a esses órgãos, a probabilidade de uma nova filosofia de trabalho no Central, que lamentavelmente irá completar 100 anos, e até hoje, não houve nenhuma conquista positiva, a não ser descrédito e desgaste, junto à sociedade.

Vamos esperar novidades a respeito desse assunto, e torcer que o Presidente do Sismuc Regional, Eduardo Mendonça, siga com esse pensamento, e que a sociedade possa dar as mãos, com a finalidade de evitar que o Central venha sucumbir, por falta de seriedade de quem está à frente do clube.

Blog de Airton Sousa: Santa Cruz e Central perdem na 5ª rodada do Hexagonal

Fechando a quinta rodada do Hexagonal, nesta quinta-feira(02), o Central teve sua quinta derrota, e o Santa Cruz, jogando no Arruda, também perdeu, desta feita para o Salgueiro, líder absoluto do Hexagonal, com 13 pontos. O placar em Vitória de Santo Antão foi 2 x 0 para o time do Belo Jardim, enquanto que, em pleno Arruda, o Santa Cruz, perdeu por 2 x 1.

A vitória do time da terra do Bitury, foi através de dois pênaltis, o primeiro aos 33 minutos do primeiro tempo, com a cobrança do jogador Bruno Sacomam, enquanto que o segundo pênalti, foi marcado aos 46 minutos da segunda etapa. O time de Caruaru, em nenhum momento do jogo, teve poder de reação, mesmo com algumas modificações feitas pelo técnico Laelcio Lima, que após o jogo entregava o cargo. Até o final desta matéria, ainda não havia tido a confirmação oficial da saída do treinador.

O Belo Jardim com a importante vitória, agora briga por uma vaga nas semi-finais do Campeonato, já que soma quatro pontos, tendo com esse resultado e a derrota do Santa Cruz para o Salgueiro, se aproximado do time tricolor, com apenas dois pontos de diferença. O Próximo jogo do time do Belo Jardim, será no Estádio Antonio Inácio, contra o próprio Central. Caso vença e o Santa Cruz venha a perder para o Salgueiro, no sertão, o time do Belo Jardim, assume a quarta posição no Hexagonal.

Por outro lado, mais de cinco mil torcedores, assistiram a derrota do Santa Cruz, para o Salgueiro pelo placar de 2 x 1. Essa foi a primeira derrota do tricolor esse ano, já que o time vinha há oito jogos sem perder. Agora, o técnico do time do Arruda, repensa a escalação para o jogo de domingo, contra o próprio Salgueiro, já que a princípio, o pensamento era jogar com o time misto outra vez.

Agora o tricolor vê a necessidade de uma vitória, além de torcer que o Central, também no domingo, no Estádio Antonio Inácio, consiga vencer ao Belo Jardim. Se acontecer um empate ou uma derrota do Santa Cruz, e uma vitória do Belo Jardim sobre o Central, pela primeira vez, o tricolor poderá sair do Hexagonal. Daí, uma rodada importante para o Santa Cruz e para o time do Belo Jardim.

Blog de Airton Sousa: Santa Cruz e Central jogam pelo Hexagonal nessa quinta-feira

Só a Direção da Federação Pernambucana de Futebol para entender, porque até agora, a Diretoria do Central e a imprensa, estão buscando justificativa para a realização do jogo contra o Belo Jardim, em plena quinta-feira à tarde, na cidade de Vitória de Santo Antão.

Um Campeonato deficitário técnica e financeiramente, desmotivado pelo nível e pela ausência do torcedor. Mesmo assim, a Federação entende que os clubes do interior estão bem sob o ponto de vista financeiro, ganhando dinheiro com a participação no Hexagonal e com o público se fazendo presente.

Fazer o quê? É a velha história, manda quem pode, obedece quem é doido. Nesse clima de desmotivação, o Central que até agora não somou um único ponto, enfrenta ao Belo Jardim, que pelo menos tem um ponto. Aí já faz a diferença.

À noite, pelo menos à noite, também dessa quinta-feira(02/03), o Santa Cruz quarto colocado do Hexagonal, enfrenta ao Salgueiro. Um jogo complicado e difícil para os dois times. Muito embora, dos três clubes da capital, o tricolor é o que mais evoluiu tecnicamente.

Não dá para apontar favorito, mesmo entendendo que jogando no Arruda, crescendo como está, o tricolor leva uma pequena vantagem sobre o Carcará. Porém, não é de causar surpresa, se o time Salgueirense vier  pregar um susto em pleno Arruda, aos comandados de Vinicius Eutrópio.

Blog de Airton Sousa: Mais uma rodada do Pernambucano

Teremos nessa quarta-feira(11), a sequência do Campeonato Pernambucano de Futebol, na sua 3a rodada da primeira fase, com a realização dos seguintes jogos: Flamengo x Vitória; Afogados x Salgueiro; Central x Atlético. O que vem chamando a atenção dos torcedores, é que as equipes, mesmo com modestas contratações, vem fazendo boas partidas, e com um bom saldo de gols nas duas primeiras rodadas.

A classificação da fase, por grupo, é a seguinte:

GRUPO  A – Belo Jardim com 3 pontos; Salgueiro com 3 pontos; Atlético PE com 2 pontos;

GRUPO  B – Flamengo de Arcoverde com 4 pontos; Serra Talhada com 1 ponto; América com 0 ponto;

GRUPO  C – Central com 3 pontos; Vitória com 3 pontos; Afogados com 2 pontos.

Importante lembrar, que o regulamento da competição, determina que estarão classificados para o hexagonal, os primeiros colocados de cada grupo. Exemplo: se a fase terminasse hoje, estariam classificados: Belo Jardim (Grupo-A); Flamengo de Arcoverde (Grupo-B)  e Central (Grupo-C).

Aguardar para ver o que acontece nessa 3a rodada, principalmente com os times que jogam em casa, que são Flamengo, Afogados e Central. Desses, dois lideram os seus grupos, daí a importância de uma vitória, em razão de ser uma competição muito curta, tendo apenas sete rodadas, não permitindo que o time venha a cometer o erro de não aproveitar o mando de campo.

Blog de Airton Sousa: Central em situações opostas

O time alvi-negro, conseguiu sua primeira vitória no Campeonato Pernambucano, ao vencer na cidade de Paulista ao América pelo placar de 3 x 1. Foi realmente uma boa estreia, em razão de que o jogo foi fora do Lacerdão, e a equipe adversária vinha de uma goleada pelo placar de 3 x 0.  Esperava-se uma reação do time esmeraldino e isso não aconteceu, em razão da forma como o técnico Laelcio Lima armou o seu time, de uma maneira ofensiva, principalmente na segunda etapa de jogo, onde a meia cancha trabalhou muito bem para o ataque patativa.

Alguns atletas apareceram bem no jogo, a exemplo de David Manteiga, Ailton, Anderson Lessa entre outros jogadores, que contribuíram para o bom resultado patativa, na tarde desse domingo(08/01). Agora é esperar que em casa, na próxima quarta-feira(11), contra o Atlético Pernambucano, o time possa superar as dificuldades do piso de jogo e a própria qualidade do adversário. Que o torcedor faça a sua parte e que o elenco possa repetir  o futebol jogado no segundo tempo contra o América na cidade de Paulista, já que o primeiro tempo do alvi-negro não foi bom.

Enquanto isso, a decepção foi a participação do time do Central, na Taça São Paulo de Futebol Júnior. Esteve no banco de reservas apenas três jogadores, com um total desrespeito ao nome do clube. Como se não bastasse, a delegação foi apenas com as passagens de ida, sem a confirmação da compra das passagens de volta, que dependiam da boa vontade de um empresário. Apesar do susto, a delegação tem confirmada a sua volta na quarta-feira(11). É incrível e inacreditável, porém com o Central tudo acontece, e não poderia ser diferente. Além de três derrotas, inclusive uma goleada na estreia, por 5 x 0, para o Flamengo, a delegação passou o susto de ficar em São Paulo, sem dia de voltar e sem lugar certo para hospedagem, após a desclassificação na competição. É bom que os Dirigentes respeitem mais, principalmente os garotos que podem ser a garantia do futuro alvi-negro.

Blog de Airton Sousa: Campeonato Pernambucano inicia nesta quarta-feira

Sem a participação dos três principais clubes do futebol Pernambucano, a competição tem início nesta quarta-feira (04/01), com a realização dos seguintes jogos: Flamengo de Arcoverde x Belo Jardim; Vitória x América; Salgueiro x Serra Talhada; Atlético Pernambucano x Afogados da Ingazeira.

Observa-se um destaque na estreia de duas equipes: o Flamengo que já houvera participado, tempos atrás do Campeonato Pernambucano da primeira divisão; enquanto que o Afogados, é realmente a primeira vez que irá participar.

Com certeza, a presença desses novos times, haverá de motivar as cidades de Arcoverde e Afogados, respectivamente, visto que a população interiorana, curte muito bem o futebol, tratando-se agora com a presença em uma competição oficial do Estado. Espera-se que os dois estreantes possam ter montado bons elencos, com a finalidade de fazer bonito na competição.

Um fato questionável, é a condição dos gramados no interior, em razão da ausência de chuvas e as dificuldades de manutenção do campo de jogo, também pelos custos do trabalho de conservação.

A novidade, nessa primeira fase, é a presença do Salgueiro, em face de não ter ganho o direito de participar da Copa Nordeste, o que trouxe um prejuízo considerável para o time sertanejo.

Quanto ao Central, que folga na primeira rodada, terá um tempo maior para aprimorar o seu elenco, visto que só estreia na segunda rodada, ou seja, no domingo (08/01), na cidade de Paulista, contra o América. Sendo assim, o técnico Laelcio Lima ganhará mais um tempo para definir o seu  grupo, esperando-se que o time possa começar com o pé direito, porque como se sabe, classificam-se no final da primeira fase, 03 clubes, sendo um de cada grupo, e esperamos que o alvi-negro, possa ganhar o direito de estar presente do hexagonal, e participar de uma maneira positiva, e não decepcionante, como foi no campeonato de 2016.

Blog de Airton Sousa: Futebol de Pernambuco em 2016

Está na hora de avaliarmos o que foi o futebol Pernambuco em 2016. Faremos um retrospecto da participação do Sport, Santa Cruz, Náutico e Central nessa temporada esportiva, onde aconteceram muito mais erros do que acertos, nas mais diversas participações que tivemos durante o ano. Entendemos que alguns dos principais erros cometidos pelos Dirigentes dos três clubes da capital, foi a mudança frequente dos treinadores e a contratação de muitos jogadores, a maioria sem qualidade, tornando assim o time impraticável de formação.

Começando pelo Santa Cruz, que vinha de acesso para a primeira divisão, aproveitando a estrutura anterior e começando o ano. Coincidência ou não, em razão do desmonte dos concorrentes, consegue ser Campeão Pernambucano, e avançando na Copa do Nordeste, até chegar a conquista da competição. Além do mais, na própria Sul-Americana, podemos dizer que foi boa a participação. Também na Copa do Brasil, o tricolor foi convincente, deixando o seu torcedor satisfeito. Ou seja, além das duas conquistas, o Santa Cruz também não decepcionou nas demais competições aqui evidenciadas.

Agora, tratando-se de Campeonato Brasileiro, foi um desastre, chegando ao rebaixamento, por razões diversas: troca de técnicos, contratações de baixa qualidade, um elenco inchado e a desorganização financeira. Porém, de todas as competições que participou,  exceção o rebaixamento 2016,  foi um ano positivo para o Santa Cruz. Como nota para o tricolor, seria 7, sobretudo porque, apesar do rebaixamento, foi o único clube que conquistou duas competições.

Com relação ao Náutico, mais uma vez nada de conquista, nada de acesso. Um ano em que o timbu passou pelos Campeonatos Pernambucano e Brasileiro, sem nada crescer, e na Copa do Brasil, uma participação extremamente discreta. Ressaltando-se também, que a mudança de treinador, as contratações em grande quantidade e sem tanta qualidade, foram os principais erros.  O lado mais positivo, foi a contratação do técnico Givanildo Oliveira e o trabalho da Diretoria no campo financeiro, ao contrário de anos anteriores. Se fosse para dar uma nota ao Náutico em 2016, essa nota seria 6.

O Sport, em contra partida, foi outro clube Pernambuco que apenas gastou, e gastou muito, sem os resultados devidos. Uma folha de pagamento em torno de quatro milhões, jogadores que chegaram a ganhar até 350 mil reais por mês. E nada veio em retorno, pelo contrário, uma participação pífia nos Campeonatos Pernambucano e Brasileiro, nas Copas do Nordeste, do Brasil e Sul-Americana, sendo também uma vergonha, sem dar um bom resultado à sua torcida.

A exemplo do Náutico e Santa Cruz, o Sport pisou na bola, com a contratação de treinadores. Esperar que a nova Diretoria rubro negra, possa errar menos que a atual e traga conquistas para o clube, o que não aconteceu este ano. Quer saber a nota que o Sport merece, para a sua temporada em 2016? Apenas uma nota 5.

Para  falar de um clube do interior, escolhemos o Central, que a exemplo dos três grandes, teve uma participação extremamente negativa na fase importante do Campeonato Pernambucano, e ao chegar no Campeonato Brasileiro da série D, não foi diferente, ficando apenas na primeira fase, ao contrário dos anos anteriores, onde conseguia avançar no Brasileiro. O que justificar dessa participação negativa? Uma parceria que não deu certo em nada, a desorganização financeira, a falta de senso administrativo  dos Dirigentes, o descrédito junto ao empresariado e a torcida, além da maneira amadora de administrar.

Como será 2017 para o Central, é uma pergunta de difícil resposta, porque não se vê muita perspectiva, há não ser acreditar que o técnico Laelcio Lima, possa aproveitar alguns jogadores da base, juntando-se aos poucos contratados e fazer o milagre da reprodução técnica. Para não falar apenas de coisas negativas, temos um fato positivo do alvi-negro, que foi a participação pela primeira vez, na Taça São Paulo de Futebol Júnior, fato aliás que tem como mérito principal, o esforço e qualidade dos técnicos Laelcio e Elivelton.

Agora, é esperar que o complemento de mandato da atual Diretoria, possa trazer algo de positivo para o clube, porque até agora, poucos ou quase nenhum fato positivo podemos veicular do presidente Licius Cavalcanti. Sim, devemos registrar, em torno de 7 a 8 meses de atraso de salário, com os funcionários do clube, e esse é também um fato extremamente lamentável. A nota para a Diretoria, é nota 4; se melhorar a gestão do clube no próximo ano, talvez essa nota possa subir um pouco.

Que venha 2017 com melhores resultados para o futebol pernambucano!

Blog de Airton Sousa: Central é goleado na Paraíba

Confesso, que fiquei acreditando após o primeiro jogo entre o Central e o Campinense, no Lacerdão no dia(18/12), que faltava pouco para o técnico Laelson Lima, fechar o grupo. Puro engano, porque bastou não jogar duas peças que foram destaque naquela partida, para que tudo desabasse. O time de Campina Grande deu um verdadeiro nó no alvi-negro, fechou com o placar de 3 x 0, colocou o pé no freio, porque caso contrário, a patativa teria voltado para casa, sem asa, embalada por uma goleada maior, e o desencanto do seu torcedor.

No jogo do Amigão, ninguém no alvi-negro jogou nada. A defesa foi um desastre, o meio de campo, também nada criou, e o ataque, não  cardíaco, sem qualquer condição de incomodar a defesa e o goleiro adversários. Foi realmente um time medíocre, deixando para a sua torcida, muita preocupação, porque faltam apenas 15 dias para a estréia do time, em Paulista, contra o América. Agora, é recomeçar novamente, com a tentativa de dar esperança à torcida, de que nem tudo está perdido.

Agora, de uma coisa temos certeza, após o jogo de ontem com as deficiências apresentadas, a Diretoria e o técnico, terão de correr atrás de jogadores, com melhor qualidade, para encontrar as peças de reposição necessárias para o time, em razão de que, quando esperava-se que os contratados tivessem o mínimo de qualidade, após a apresentação em Campina Grande, temos certeza de que, para uma boa qualidade, os jogadores que atuaram ontem, falta muito a percorrer.

Blog de Airton Sousa: Central realiza amistosos

A Diretoria patativa, dentro da sua limitação financeira, e após contratar o técnico Laelson Lima, o que já era esperado, volta-se agora para os preparativos visando inicialmente a primeira fase do Campeonato Pernambucano de 2017. Alguns nomes conhecidos, outros não, irão compor o elenco para a próxima temporada, a exemplo do meia Ailton, do volante Everton e outros que estiveram no clube este ano, além de alguns jogadores da base.

A estréia do Central no Campeonato Pernambucano, primeira fase, será na segunda rodada da competição, contra o América, no Ademir Cunha em Paulista, no dia 08 de janeiro, já que o time folga na primeira rodada da competição, que será realizada no dia 04 de janeiro, tendo aí a Comissão Técnica, mais tempo para preparar o time física e tecnicamente.

Dessa maneira, a Diretoria resolveu acertar dois amistosos, contra o Campinense da Paraíba, sendo o primeiro no Estádio Lacerdão, nesse domingo 18 de dezembro, e o segundo amistoso em Campina Grande, em 21 desse mês. Será um bom teste para o grupo, afim de que a Comissão Técnica possa avaliar a condição do grupo, com um adversário de qualidade, que está se preparando também, para as competições do próximo ano.

Blog de Airton Sousa: Que venha um novo Central em 2017

Todo ano a mesma coisa, vai começar a temporada e o torcedor do Central Sport Clube, se enche de esperança e imagina que tudo vai dar certo´e que o clube terá uma participação diferente. No final, sempre uma decepção, o time não chega a lugar nenhum. Seja no Campeonato Pernambucano, seja no Campeonato Brasileiro, a torcida ver a esperança ir desaparecendo e o time não chega a lugar nenhum, como foi mais uma vez este ano, nas duas competições.

Agora, tudo volta à tona, a Diretoria que errou em tudo que fez no início da gestão, anunciou parte do elenco para o próximo ano, mesclando com jogadores veteranos, fora do mercado, e como sempre, uma parte da base, que aliás, como em qualquer outro clube, só é convocada ou valorizada, quando o clube está na estaca zero, sem condições de contratar, nem tão pouco fazer outros investimentos.

A lista começou pelo técnico Laélcio Lima, já conhecido pelo fato de ter treinado o Central há dois anos atrás, e que vinha fazendo um bom trabalho na base, chegando a classificar o clube para a Taça São Paulo de Futebol Júnior, que irá acontecer em janeiro 2017.

Confira a relação dos atletas contratados, com a inclusão de jogadores de outros clubes e jogadores formadas na base:

Goleiro: Murilo, Dênis (da base);  Zagueiros: Everton Moura, Marlon, Sanny Rodrigues, Paulinho, Wellington (base) e Tomás (base);  Laterais: Diogo, Altemar, Japa (base), Fernando (base), e Daniel (base);  Volantes: Éverton, Liniker, David Manteiga, e Bruno (base);  Meio-Campo: Hugo Sabota, Luiz Mateus (base), Marcelinho, Ailton, Artur (base), e Idervan (base);  Atacantes: Yerien, Daniel Pessoa, Sillas, Gildo (base), Daniel Passira (base), e Luiz Carlos (base).