Para Fred, já passou da hora do Santa Cruz vencer longe do Recife

O Santa Cruz ainda venceu uma partida fora de casa nesta Série C. Até o momento, foram seis partidas longe do Arruda, com três empates como melhores resultados. Não é de hoje que os jogadores demonstram incômodo com o retrospecto desfavorável e o goleiro Fred deu o veredicto: contra o Paysandu, é o momento de o Tricolor conquistar seus primeiros três pontos sem atuar em Pernambuco.

Apesar de o time estar pressionado para conquistar a todo o custo o resultado, Fred comentou que a cobrança tem um lado positivo.Fred falou sobre a cobrança das arquibancadas do Arruda pelo seu desempenho dentro de campo, muitas vezes comparado com o do ídolo Tiago Cardoso, que ainda não reuniu condições de atuar nesta Série C. Para o jogador, a pressão é distribuída com o restante do time.

Zagueiro Vágner lembra que time estava desacreditado no Estadual e se tornou campeão

O Santa Cruz vive uma gangorra na Série C e no atual momento ocupa a incômoda parte de “baixo” da tabela de classificação. Entretanto, nada tira a confiança dos jogadores tricolores em conquistarem o acesso à Segunda Divisão. Cotado para ser titular do time na partida decisiva contra o Paysandu, no sábado (em Belém, às 16h), o zagueiro Vágner fala sobre o empenho do grupo em dar a volta por cima na competição.

O zagueiro afirmou que está pronto para ajudar o Santa Cruz na fase classificatória e no mata-mata. Vágner sabe que não terá vida fácil diante do Paysandu, caso esteja nas quatro linhas. Ex-jogador do Papão, Vágner fala como o Santa Cruz pode se aproveitar para sair de Belém com os três pontos.

Tricolor com quatro mudanças no time e alteração do esquema

Um Santa Cruz repleto de mudanças durante o treino da tarde desta quarta-feira, no Arruda. O técnico Zé Teodoro promoveu quatro alterações em relação ao time escalado contra o Treze e modificou o esquema tático do 3-5-2 para o 4-4-2. Com o zagueiro Édson Borges poupado por se queixar de dores musculares, o treinador armou uma nova zaga e um meio-campo cheio de peças diferentes. Oportunidade para atletas como Vágner, Memo, Weslley e Leozinho.

Entre os suplentes, as surpresas foram as presenças do zagueiro William Alves e do meia Leandro Oliveira, até então titulares absolutos do Tricolor. Eis a equipe titular do treino desta quarta-feira: Fred; Diogo, Vágner, Everton Sena e Renatinho; Memo, Chicão, Weslley e Leozinho; Flávio Caça-Rato e Dênis Marques.

Ao longo da movimentação, Zé Teodoro promoveu algumas substituições, como as entradas de Luciano Henrique e Fabrício Ceará nas respectivas vagas de Leozinho e Caça-Rato. Fabrício reclamou de contusão durante o treino, recebeu atendimento médico, mas voltou aos trabalhos.

Exame de imagem confirma rompimento dos ligamentos do joelho de Maizena

O resultado do exame de imagem feito no joelho direito do lateral Maizena constatou o pior: rompimento dos ligamentos cruzados. A lesão, dessa maneira, deve deixar o atleta de fora dos campos por pelo menos seis meses. O imprevisto aconteceu quando a atleta enfrentava o Salgueiro, na semana passada, em mais uma partida decisiva pela Série C. Era o momento em que o jogador começava a ganhar a confiança do técnico Zé Teodoro depois de um período de ostracismo no Campeonato Pernambucano.

De acordo com o médico José Carlos Cordeiro Júnior, a cirurgia ainda não tem data definida. Isso porque ainda se aguarda a diminuição do edema no joelho do atleta. Algo que deve levar mais 15 dias. Recomposto do inchaço, Maizena passará pelo procedimento cirúrgico no Hospital de Ortopedia, o mesmo que tratou dos casos de Leandro Souza e Anderson Pedra.

Zé Teodoro se diz surpreso com notícia de demissão e se defende das críticas

O técnico Zé Teodoro se disse surpreso com a notícia da demissão dele, que surgiu na manha desta segunda-feira, após a derrota para o Treze/PB, no domingo. Após comandar um treino para os jogadores que não atuaram na partida, ele falou com a imprensa e aproveitou para, mais uma vez, se defender das críticas que vem recebendo.

Zé Teodoro garantiu que tem “a confiança das pessoas lque o trouxeram para o Santa Cruz”, referindo-se ao presidente Antônio Luiz Neto, ao diretor de futebol Constantino Junior e o auxiliar dele Sandro Barbosa. “Fui pego de surpresa, porque sei que aqui as coisas são decididas pelo presidente. Eles me chamaram para conversar agora à tarde as coisas normais que discutimos e em nenhum momento falaram sobre a minha saída”, assegurou o treinador.

Pelas palavras do treinador, o incômodo maior foi com o surgimento da noticia da sua demissão, informação que surgiu dentro da própria direção do Santa Cruz. “Fico triste porque são coisas que surgem de pessoas que querem desestabilizar o nosso ambiente aqui no Santa Cruz”, comentou Zé Teodoro.

Zagueiro William diz que a vitória do Santa só depende do próprio time

Há três jogos sem vencer, o Santa Cruz está na descendente na reta final da Série C. Ocupando a sexta colocação, com 15 pontos, a um do G4 do Grupo A, os tricolores estão com o sinal de alerta mais do que ligado. Restando seis rodadas para o término da primeira fase, os jogadores procuram evitar o desespero. É o caso do zagueiro William, que após a derrota para o Treze procurou transmitir confiança à torcida.

De acordo com o zagueiro, a derrota se deu por conta de deslizes da equipe. Ele procurou destacar que a situação a qual o time se encontra na tabela é reversível e depende apenas dos próprios atletas Corais:

Com a derrota, o desapontamento do torcedor é algo iminente. Para frear esse sentimento das arquibancadas, o zagueiro admitiu que a equipe está em débito com o torcedor e pediu um voto de confiança.

Técnico coral espera, pelo menos, 40 mil torcedores na partida contra o Salgueiro

Na hora de convocar a torcida para apoiar o time em momentos decisivos, o técnico Zé Teodoro não pensa duas vezes. E para o embate contra o Salgueiro, às 20h30, desta quinta-feira, o treinador fez questão de cobrar a presença dos torcedores para lotar o Arruda. De acordo com o comandante, a expectativa é de que o público supere o do jogo da seleção brasileira no amistoso contra a China, na última segunda.

A convocação para a torcida tem dois motivos. Um deles é por conta da arrecadação do clube, que depende em boa parte dos públicos nos jogos no Arruda. Apesar do momento financeiro delicado, Zé Teodoro garantiu que o grupo está focado nos objetivos do campeonato. Para o técnico, o momento é de superação no Santa Cruz.

Com Fabrício Ceará impedido de atuar por questões contratuais, Paulista será titular hoje

A oportunidade apareceu e o atacante Paulista quer fazer de tudo para não deixá-la passar. Confirmado por Zé Teodoro na equipe titular do Santa Cruz contra o Salgueiro, nesta quinta-feira, no Arruda, o jogador terá pela primeira vez nesta Série C a chance de estar entre os onze e comentou que o esforço agora é para não sair mais.

Disposto a realizar uma função de mais movimentação, pedido do próprio treinador Zé Teodoro, o atacante confirmou que seu propósito é se doar pela equipe nas quatro linhas. E, por ser adepto do discurso de que “jogo bom é jogo ganho”, ele confirmou que a preocupação da equipe será com os três pontos.

Sobre a necessidade de vencer o Salgueiro dentro de casa para se firmar no G-4, o jogador despachou qualquer tipo de pressão no elenco. Para ele, vale mais a cobrança dos próprios jogadores.

Santa Cruz e Salgueiro se enfrentam hoje no Arruda

Duas torcidas fiéis, sempre presentes no estádio, reencontros frequentes, jogos decisivos, polêmicas e rivalidade em campo, são algumas coisas que definem um clássico. Requisitos que Santa Cruz x Salgueiro vem preenchendo nas últimas temporadas. Hoje à noite, os dois clubes se enfrentam pela sexta vez no ano. Será no Arruda, às 20h30. Uma partida decisiva, que vale o sono tranquilo no G4 do Grupo A da Série C.

No caso do Santa, o empate é suficiente até mesmo para ultrapassar o Paysandu, terceiro colocado. Mas incorrerá em blasfêmia o tricolor definir como bom resultado a conquista de apenas um ponto na noite de hoje. Com uma campanha decepcionante fora de casa, sem uma vitória sequer, o time só está no G4 por conta dos resultados no Arruda. Que, observando bem, deixam a desejar. São três vitórias e dois empates. Na matemática coral, quatro pontos perdidos.

Vencer, portanto, é uma obrigação para o Santa Cruz. Que entrará em campo com uma novidade no ataque. Sem contar com Fabrício Ceará, jogador vinculado ao Salgueiro e impedido de atuar por cláusula contratual, o técnico Zé Teodoro escolheu Paulista para formar dupla com Dênis Marques. E confirmou a escalação. Adepto das surpresas nos clássicos e impossibilitado de realizar treinos secretos durante a semana, a escolha pode ter sido uma estratégia de Zé. A entrada de Flávio Caça-Rato com a camisa 11 não deve ser descartada.

Nas outras posições, não há mistério. A única possível dúvida foi dissipada antes mesmo do treino de ontem. Na mesma entrevista que anunciou Paulista no ataque, o treinador confirmou a escalação de Memo, poupado do treino da terça-feira porque estava com sintomas de virose. Sem Chicão, suspenso por acumular três cartões amarelos, Zé Teodoro optou por Sandro Manoel. E vai promover o retorno do meia Leozinho, recuperado de contusão.

Time do Santa deve ter novidades na escalação

Dois jogadores tidos como cartas praticamente fora do baralho de Zé Teodoro para a disputa da Série C podem voltar para a manga do treinador coral. Bastante disciplinados e dedicados à recuperação, o zagueiro Leandro Souza e o volante Anderson Pedra tiveram recuperação antes do período planejado e deixaram o departamento médico. Durante a tarde desta terça-feira, os poucos torcedores presentes nas arquibancadas do Arruda mataram a saudade da dupla, afastada desde o fim do Estadual.

Anderson Pedra está em fase de transição do departamento médico ao físico. O volante teve uma cicatrização rápida da cirurgia nas cartilagens do joelho direito. Deve estar plenamente recuperado para as últimas rodadas da primeira fase. O mesmo deve ocorrer com Leandro Souza. O zagueiro passou direto para o departamento físico, sem necessidade da fase de transição. Afinal, o atleta sofreu uma cirurgia para tratar de uma luxação no ombro esquerdo.

O meia Weslley continua entregue ao departamento médico. Após sofrer duas entorses no tornozelo direito em um intervalo de uma semana, o jogador deve passar ainda mais sete dias em tratamento. Outro meio-campista, Natan segue em rotina de reforço muscular e recondicionamento físico. O volante Memo não participou do treino desta terça-feira, por apresentar sintomas de virose. O atleta realizou atividades de musculação na academia do clube e não preocupa
para o duelo contra o Salgueiro.

Tricolor estreia terceiro uniforme contra o Salgueiro

Nada de Fita Azul. O novo terceiro uniforme do Santa Cruz, cujo lançamento vai ocorrer às 18h da próxima quinta-feira, pouco antes do jogo contra o Salgueiro, vai resgatar uma época vencedora do clube. Qual? O diretor de marketing, Luiz Henrique Vieira, despista: “Se eu disser a época, eu digo a camisa. Não é por mistério, mas sim, uma preocupação. A pirataria é muito rápida. Se vazar, na quinta-feira, vão ter mais camisas nos varais dos ambulantes do que na loja (Santa Cruz Store)”, justificou. O time vai estrear o padrão já no duelo frente ao Carcará.

O dirigente, entretanto, deu alguns detalhes da nova camisa. “Ela é totalmente tricolor. Não é retrô. Tem cortes modernos, bem para frente. Baseada em um pedido antigo dos torcedores”, adiantou. Mil padrões vão ser comercializados nesta quinta-feira. Dois atletas não relacionados para a partida (suspensos ou entregues ao departamento médico) devem ser convocados para fazer um breve desfile. Os lançamentos – camisa, short e meião – são da Penalty/Cavalera. O preço ainda está sob avaliação. Na próxima semana, o mercado vai ser abastecido com os materiais.

“Demos uma fugida da história do azul. Camisa de futebol que não entra em campo, não é camisa. Claro que uniforme não ganha jogo, mas o torcedor criou uma cisma com o azul, pois estreamos ele contra o Santa Cruz-RN e perdemos. Daí, fica aquele sentimento no público de que deu azar”, explicou Luiz Henrique.

Zé Teodoro dá pistas da escalação contra o Icasa

Apesar de ter repetido a escalação ao longo dos dois últimos coletivos, o técnico Zé Teodoro garante ainda não ter definido o time para a partida do próximo sábado, contra o Icasa, no Arruda.
Mesmo assim, o comandante coral deu pistas sobre o provável time titular. Pelo que foi realizado até o momento nos treinos, é muito provável que Tiago Costa e Leandro Oliveira sejam as novidades na escalação. O time está praticamente definido. Eis a provável escalação: Fred; Memo, Édson Borges, William Alves e Tiago Costa; Chicão, Weslley, Leandro Oliveira e Renatinho; Fabrício Ceará e Dênis Marques.

Thiago Costa está animado com a possibilidade de estreia. Faltava apenas a regularização. Agora, está tudo preparado para a estreia.

Zé Teodoro aproveitou a entrevista coletiva desta quinta-feira (02/08/2012) para convocar a torcida. Contamos com o apoio que sempre tivemos das arquibancadas. Precisamos de incentivo. Falta apenas voltar a vencer em casa, estamos no rumo certo. Nosso grupo é forte e vai conquistar  o acesso, independentemente das adversidades.

Santa cai na classificação após a derrota do fim de semana

Mesmo sem conseguir grandes resultados nas últimas rodadas, o Santa Cruz acabou sendo beneficiado diversas vezes pelos resultados dos adversários, que ajudaram o time coral a se manter entre os quatro melhores do Grupo A da Série C.

Na rodada deste final de semana o Tricolor não teve a mesma sorte e, além de perder para o Treze/PB, acabou vendo seus adversários diretos por uma vaga na próxima fase do Brasileirão ultrapassando-o na tabela.

Com os placares finais da décima segunda rodada, o Santa Cruz acabou caindo da terceira para a sexta colocação na tabela de classificação e agora precisa recuperar os pontos perdidos na partida do próximo sábado, diante do Paysandu/PA.

Tricolor enfrenta Salgueiro nesta quinta no Arruda

Tricolor enfrenta Salgueiro nesta quinta no Arruda, palco onde o Brasil goleou a China por 8 a 0 na última segunda-feira

Fazer uma boa partida dentro do Arruda e conquistar a vitória a todo custo são consideradas obrigações para os jogadores do Santa Cruz nesta Série C do Brasileirão. Para o zagueiro William Alves, o Tricolor tem que se inspirar na Seleção Brasileira para enfrentar os adversários nesta Terceirona, começando pelo Salgueiro, nesta quinta-feira.

Apesar de cobrar uma postura mais incisiva, o zagueiro analisou como perigoso o confronto com o Carcará. Tudo porque basta uma vitória da equipe sertaneja e o Santa Cruz deixa o G-4 do Grupo A da Série C.

O jogo do Santa Cruz contra o Salgueiro será às 20h30 desta quinta-feira, no Arruda.

Leandro Oliveira está regularizado

A diretoria do Santa Cruz passou a quinta-feira atualizando a página do Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). A expectativa era relativa à regularização do meia Leandro Oliveira. Afinal, o técnico Zé Teodoro tem escalado o atleta durante os recentes coletivos. Eis que, no fim da tarde, surge  registro do jogador, provável estreante do duelo contra o Icasa.

O jogador não esconde a ansiedade de entrar em campo neste sábado. “Quero muito me encontrar com a torcida no Arruda”, declarou Leandro Oliveira, satisfeito com a chegada ao time. “O ambiente daqui é excelente e isso favorece bastante aos novatos. Já estou me entrosando com os companheiros e, definitivamente, eu me sinto jogador do Santa Cruz.”

Leandro é uma das maiores esperanças dos tricolores para dar mais velocidade ao setor de criação. O atleta, inclusive, deve atuar ao lado de Renatinho, que pode voltar à posição de origem, após vários meses improvisado como lateral esquerdo. O “maestro” Weslley tende a atuar mais recuado, como um segundo volante.