Blog de Airton Sousa: Finalmente o ouro para o futebol masculino

O Brasil parou neste sábado, para ver a decisão da medalha de ouro, no Maracanã, entre as seleções do Brasil e Alemanha. Um jogo difícil, como era de se esperar, duro, movimentado e bem disputado taticamente. O Brasil abriu o placar ainda no primeiro tempo, através de uma bela cobrança de falta de Neymar, terminando com a vitória parcial de 1 x 0. Na segunda etapa, a Alemanha veio com mais disposição ofensiva e marcou o gol de empate aos 13 minutos. A partir daí, o jogo se tornou mais difícil, com excesso de faltas e cartões amarelos pelas duas seleções, e finalmente o placar de 1 x 1, no tempo normal. Veio a prorrogação, e continuou o empate até o final, com as duas equipes desgastadas fisicamente, principalmente a seleção Brasileira.

Veio então a decisão nos pênaltis. Emoção a cada cobrança. Na quinta cobrança, onde a Alemanha perdeu, coube a Neymar a decisão. Tivemos então uma cobrança perfeita e a vibração do quinto gol brasileiro contra quatro da Alemanha, onde vimos a torcida enlouquecida, dentro e fora do Maracanã. É a primeira vez no futebol que o Brasil conquista a medalha de ouro, e agora é esperar que essa conquista possa moralizar o futebol Brasileiro, que vem desgastado no mínimo, há quinze anos atrás. Podemos destacar no jogo: Douglas Santos, Renato Augusto, Gabriel Jesus, Wallace e Rodrigo Caio. Neymar não esteve tão bem, porém teve uma excelente cobrança de falta, abrindo o placar e cobrando o último pênalti, dando a vitória ao Brasil. Não podemos isentar também, os elogios a paciência do técnico Rogério Micali. Vem aí a Copa de 2018, e se pergunta, o que haverá de mudança, de cima para baixo no nosso futebo? Inclusive  agora, na fase eliminatória sul americana, visando a próxima copa. A euforia é válida, porém as providências têm que ser imediatas, principalmente por parte daqueles que dirigem a CBF.

Blog de Airton Sousa: Seleção Masculina surpreende e se classifica

O inesperado aconteceu, a seleção brasileira de futebol masculino, desacreditada e jogando mal nas duas primeiras partidas da fase classificatória, dá a volta por cima e surpreende vencendo de goleada a seleção de Honduras por 6 x 0, com o crescimento de alguns jogadores a exemplo de Neymar e Gabriel Jesus, entre outros. Esperava-se muito mais dos adversários, que inclusive haviam vencido aos Argentinos. De repente tomaram um gol com menos de 1 minuto do primeiro tempo, e não tiveram controle emocional, para superar o gol tomado, mesmo porque a principal arma dos Hondurenhos era a velocidade e o jogo duro. No entanto, com a sequência inesperada de gols a favor da seleção brasileira, não tiveram chances de recuperação e terminaram se rendendo ao maior volume do time brasileiro.

O ouro agora está mais perto, os adversários da seleção nacional, será a Alemanha que venceu nas semi finais a seleção da Nigéria por 2 x 0. Um fato não deixa de aparecer na mente dos brasileiras, aquele momento terrível que passamos há 2 anos atrás, quando perdemos na Copa do Mundo pelo alarmante placar de 7 x 1. É um outro time, um outro momento, outra competição> No entanto o emocional vai pesar muito contra os brasileiros, pelo vexame que passamos na Copa do Mundo de 2014.

Conquistar o ouro, será um grande feito, já que nunca conseguimos na historia das olimpíadas, sermos campeões de futebol masculino. Brasil e Alemanha decidem o ouro nesse sábado às 17.30. Vamos torcer e esperar que os brasileiros façam bonito, dentro de campo.

Blog de Airton Sousa: Seleção feminina se classifica e masculina corre atrás

Com o time desfalcado para evitar mais cansaço e contusão, a seleção brasileira de futebol feminino, empatou ontem ontem, em 0 x 0, com a África do Sul. O time brasileiro não rendeu o esperado e justifica-se pelas ausências e até certo ponto, pela acomodação. Com o empate, o Brasil está classificado e joga as semi-finais, na cidade de Salvador, contra a seleção da Austrália, considerada uma das favoritas para o ouro. Agora é tudo ou nada,. Vencendo fica, perdendo a eliminação é fatal.

Enquanto isso, a seleção de futebol masculina joga sua última cartada decisiva contra a Dinamarca, onde só a vitória interessa. Para isso, terá que ter aplicação, garra, qualidade e determinação, caso contrário mais uma decepção pode tomar conta da torcida brasileira. Coincidência ou desespero? Esta é a questão porque o técnico Tite também estará junto com o grupo, para ver se a reação acontece, esta noite, na Arena Fonte Nova, em Salvador. Classificando-se, a seleção enfrentará nas semi-finais

Blog de Airton Sousa: Dois opostos – garra e descaso

Mais uma vez vimos a seleção feminina de futebol entrar em campo com garra. Um jogo que encantou ao torcedor, com um espetáculo de um time que esteve muito bem técnica e taticamente, sem vacilar, fazendo o que tem que ser feito. Um jogo que teve uma equipe entrosada, coma participação de todas, desde a defesa, o meio de campo e ataque. E o mais importante, dando ao torcedor aquilo que ele mais gosta de ver: gol! E foi um show de bonitos gols, com um placar elástico de 5 x 1, onde o Brasil venceu a Suécia, uma das favoritas ao título. A seleção feminina tem sido a alegria da torcida no país do futebol, com suas competentes apresentações, onde as atletas jogam por amor ao esporte, com garra e respeito ao torcedor.

Foto: Internet

Foto: Internet

Já a seleção masculina de futebol chegou ao seu estado mais crítico. Enfrentando adversários sem nenhuma tradição no futebol, não  passou de 0 x 0, tanto na estreia contra a África do Sul, quanto jogando contra o Iraque, nesse domingo (07/08). Além disso apresentou um futebol de baixo nível, sem vibração, demonstrando total descaso com a competição e com a torcida brasileira. O que pensam esses atletas, que estão no seleto grupo da seleção brasileira? São de fato atletas da seleção ou dos seus salários milionários,dos seus clubes e dos seus patrocinadores? O que esses atletas e também a CBF têm feito para reverter a crise que se instalou, sobretudo com a deprimente derrota da Cpoa de 2014?  Toda imprensa brasileira e internacional grita apelos para resolver tamanha decepção com o futebol da seleção brasileira.

A torcida vaiou, com razão, a seleção masculina e aplaudiu merecidamente a seleção feminina. Essa é a grande diferença entre as duas seleções. A feminina tem garra, a outra tem descaso e pouco interesse de fazer o Brasil reencontrar o seu verdadeiro futebol.

Foto: Internet

Foto: Internet