Blog de Airton Sousa: Seleção feminina se classifica e masculina corre atrás

Com o time desfalcado para evitar mais cansaço e contusão, a seleção brasileira de futebol feminino, empatou ontem ontem, em 0 x 0, com a África do Sul. O time brasileiro não rendeu o esperado e justifica-se pelas ausências e até certo ponto, pela acomodação. Com o empate, o Brasil está classificado e joga as semi-finais, na cidade de Salvador, contra a seleção da Austrália, considerada uma das favoritas para o ouro. Agora é tudo ou nada,. Vencendo fica, perdendo a eliminação é fatal.

Enquanto isso, a seleção de futebol masculina joga sua última cartada decisiva contra a Dinamarca, onde só a vitória interessa. Para isso, terá que ter aplicação, garra, qualidade e determinação, caso contrário mais uma decepção pode tomar conta da torcida brasileira. Coincidência ou desespero? Esta é a questão porque o técnico Tite também estará junto com o grupo, para ver se a reação acontece, esta noite, na Arena Fonte Nova, em Salvador. Classificando-se, a seleção enfrentará nas semi-finais

Blog de Airton Sousa: Dois opostos – garra e descaso

Mais uma vez vimos a seleção feminina de futebol entrar em campo com garra. Um jogo que encantou ao torcedor, com um espetáculo de um time que esteve muito bem técnica e taticamente, sem vacilar, fazendo o que tem que ser feito. Um jogo que teve uma equipe entrosada, coma participação de todas, desde a defesa, o meio de campo e ataque. E o mais importante, dando ao torcedor aquilo que ele mais gosta de ver: gol! E foi um show de bonitos gols, com um placar elástico de 5 x 1, onde o Brasil venceu a Suécia, uma das favoritas ao título. A seleção feminina tem sido a alegria da torcida no país do futebol, com suas competentes apresentações, onde as atletas jogam por amor ao esporte, com garra e respeito ao torcedor.

Foto: Internet

Foto: Internet

Já a seleção masculina de futebol chegou ao seu estado mais crítico. Enfrentando adversários sem nenhuma tradição no futebol, não  passou de 0 x 0, tanto na estreia contra a África do Sul, quanto jogando contra o Iraque, nesse domingo (07/08). Além disso apresentou um futebol de baixo nível, sem vibração, demonstrando total descaso com a competição e com a torcida brasileira. O que pensam esses atletas, que estão no seleto grupo da seleção brasileira? São de fato atletas da seleção ou dos seus salários milionários,dos seus clubes e dos seus patrocinadores? O que esses atletas e também a CBF têm feito para reverter a crise que se instalou, sobretudo com a deprimente derrota da Cpoa de 2014?  Toda imprensa brasileira e internacional grita apelos para resolver tamanha decepção com o futebol da seleção brasileira.

A torcida vaiou, com razão, a seleção masculina e aplaudiu merecidamente a seleção feminina. Essa é a grande diferença entre as duas seleções. A feminina tem garra, a outra tem descaso e pouco interesse de fazer o Brasil reencontrar o seu verdadeiro futebol.

Foto: Internet

Foto: Internet