Garanhuns-PE: Cidade promove ações voltadas para as mulheres

Respeito à Diversidade é o nome do projeto que vem sendo realizado pela Secretaria da Mulher em Garanhuns, o qual promoveu ontem 08, uma palestra na Escola São José, localizada na avenida Rui Barbosa, no bairro Heliópolis. O momento contou com a participação de 140 alunos da instituição.

Na ocasião, foi lançado um concurso de melhor redação sobre o tema “Raça, Etnia e Gênero” e instituído pela Secretaria da Mulher de Garanhuns, o “Prêmio Amélia Maria”, em homenagem a professora Amélia Maria, falecida em 2004, que deu importante contribuição ao município e até hoje é lembrada como exemplo de grande mulher e profissional. A premiação será em dezembro.

Amanhã 10, haverá uma roda de conversa com o tema “Conhecendo a rede de enfrentamento da violência contra a mulher”, e uma palestra com a psicóloga Juliana Coelho, que falará sobre saúde integral. O momento será realizado no conjunto residencial Castainho, localizado no bairro Francisco Figueira (Cohab II), voltado para os moradores do conjunto.

A secretária da Mulher, Eliane Vilar, afirma que ações como essas, são indispensáveis ao nosso município. “Encontros assim, são de fundamental importância para Garanhuns, pois buscam empoderar as mulheres como sujeitos de direito, na condução de suas histórias de vida e reorganização do ciclo da convivência familiar”, comentou.

Foto: imagem da internet

Foto: imagem da internet

TV Replay, o que é bom se repete!

Garanhuns-PE: Secretaria da Mulher lança projeto sobre diversidade

Em continuidade ao programa Maria da Penha vai à Escola, realizado pela Secretaria da Mulher de Garanhuns, será lançado, na próxima sexta-feira (05), o projeto “Respeitando a Diversidade”, que abordará temas relacionados a gênero, raça e etnia. A proposta é levar estudantes da rede pública e privada, para os prédios da Secretaria da Mulher, Delegacia da Mulher, Fórum e Ministério Público, para que eles conheçam a rede de serviços, prestados à mulher, no município, e saibam a quem recorrer diante de situações em que se sintam ameaçados.

A primeira instituição que participará do projeto será a escola São José, no dia 05 de setembro, a partir das 8h. A secretária da Mulher, Eliane Vilar, fala sobre o objetivo do projeto. “A finalidade é discutir as questões de gênero e diversidade social, na busca da mudança cultural da violência, para a cultura de paz”, esclareceu.

O projeto faz parte da dinâmica da Secretaria da Mulher na busca pela conscientização da igualdade de direitos, de caráter redistributivo, direcionado para a redução das desigualdades de gênero, raça e etnia, envolvendo agentes públicos e privados, valorizando a informação e assim incrementando uma série de intervenções que buscam o fortalecimento da mulher.

unnamed (4)

TV Replay, o que é bom se repete!

Garanhuns-PE: Secretaria da Mulher oferece oficina de qualificação e empreendedorismo

O Governo Municipal, por meio da Secretaria da Mulher, em parceria com a Secretaria da Mulher do Estado, abriu vagas para uma oficina sobre qualificação e empreendedorismo. Voltada para o público feminino, a oficina será realizada no dia 26 de agosto. Serão oferecidas vagas paras duas turmas, distribuídas entre os turnos da manhã e tarde.

A primeira será das 9h às 11h e a segunda das 13h às 15h, no auditório da Secretaria de Educação de Garanhuns, localizada na rua Siqueira Campos, nº 77, no centro da cidade. Graduada em Pedagogia, com mestrado em Sociologia do Trabalho e doutoranda em Políticas Públicas, Tereza Jacinta, será a ministrante. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas na Secretaria da Mulher de Garanhuns, localizada na avenida Frei Caneca, nº 344, bairro Heliópolis, ou por meio do telefone (87) 3762-9115. As vagas são limitadas.

A secretária da Mulher de Garanhuns, Eliane Vilar, fala sobre a finalidade da iniciativa. “Essa oficina tem o objetivo de qualificar nossas munícipes para o ingresso no mercado de trabalho. O mercado está cada dia mais exigente, o que torna ainda mais necessário”, comenta. Ao final da oficina, as participantes receberão certificados de participação confeccionados pela Secretaria Estadual [alunas de cursos universitários receberão hora/aula de 5h].

unnamed

TV Replay, o que é bom se repete!

Garanhuns-PE: Alunas do Pronatec participam de palestra sobre políticas públicas de combate à violência contra a mulher

A ação de disseminação de informação da Secretaria da Mulher de Garanhuns segue sendo executada no município. Desta vez, será a vez das alunas dos cursos profissionalizantes do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) participarem de uma palestra sobre políticas públicas de combate à violência doméstica e familiar contra a mulher oferecidas em Garanhuns.

Será nesta sexta-feira (22), no prédio Centro de Apoio e Integração da Criança (Caic). A palestra foi dividida em dois momentos. O primeiro deles será a partir das 19h e o segundo inicia às 20h30min.

unnamed (1)

TV Replay, o que é bom se repete!

Pernambuco: Lei Maria da Penha completou oito anos

Uma das principais conquistas da mulher na luta contra a violência doméstica completou oito anos, nesta quinta-feira (7/8). Sancionada em 7 de agosto de  2006, a Lei no 11.340/2006, mais conhecida como Lei Maria da Penha, pune com rigor as agressões contra as mulheres. No aniversário da lei, o número de mulheres assassinadas no Estado caiu 8,3%. A queda foi registrada no período de janeiro a junho de 2013 em comparação com o mesmo período de 2014.

O número de vítimas caiu de 133 para 122 mulheres mortas. Os dados são do Sistema Estadual de Informação sobre as Mulheres (SEIMULHERES) da Secretaria da Mulher de Pernambuco (SecMulher-PE). Para a Diretora Geral de Enfrentamento à Violência de Gênero da SecMulher-PE, Fábia Lopes, a queda é resultado das ações de políticas públicas que vêm sendo desenvolvidas pela secretaria desde 2007. Segundo Fábia Lopes, o reforço dado pelo programa Justiça para as Mulheres: Agora e Sempre, veio apoiar a Lei Maria da Penha no plano estadual para prevenir, punir e erradicar a violência contra as mulheres.

Outra ação que deu certo é a criação do Centro Integrado de Operações de Defesa Social (CIODS). “De dezembro de 2013 a julho de 2014, o CIODS cadastrou 103 mulheres vítimas de violência na Região Metropolitana do Recife”, contabiliza a diretora de enfrentamento à violência. O cadastro é feito através de dados fornecidos pela Patrulha Maria da Penha, Ouvidoria da Mulher, Núcleo de Abrigamento, além dos Centros de Referência da Mulher.

Este último se destaca pelo trabalho de fortalecimento psicológico e social que realiza com as mulheres para que elas possam fazer a denúncia e terem a certeza de que estão sendo monitoradas.

A presença do estado no acompanhamento às mulheres também é feita através da Patrulha Maria da Penha que já realizou mais de três mil visitas entre setembro de 2013 e julho de 2014. Outra iniciativa da SecMulher-PE é o trabalho de abrigamento às vitimadas. Foram abrigadas 1.169 mulheres e crianças que corriam risco de morte por conta da violência doméstica, no período de janeiro de 2007 a julho de 2014.

O acompanhamento às vítimas de violência também é feito através do Monitoramento Eletrônico. A Justiça de Pernambuco realizou 53 deferimentos a mulheres entre dezembro de 2013 e julho deste ano. Com a decisão, os agressores são vigiados através de tornozeleira eletrônica. “Hoje existem 26 mulheres monitoradas no estado”, completa Fábia Lopes.

“Todas essas ações vieram reforçar a Lei Maria da Penha que apesar de ser uma lei eficaz e vir dando resultados, ainda falta mais consciência de toda a sociedade para que ela seja respeitada”, desabafa Fábia Lopes. Ela informa que, às vezes, falta conhecimento para que a lei seja aplicada e que também existem aqueles que não querem implementá-la por machismo.

Para evitar o desconhecimento à lei, a Secretaria Estadual da Mulher já realizou mais de cinco mil capacitações de toda a rede de profissionais envolvidos no enfrentamento à violência contra a mulher. Entre os capacitados estão: advogados, policiais, promotores, trabalhadores da saúde e de centros de referência.

Pernambuco conta hoje com:

15 Centros de Referência de Atendimento à Mulher

10 Delegacias da Mulher

07 Varas de Violência Doméstica Familiar para Mulheres

04 Casas Abrigo para Mulheres

01 Núcleo de Abrigamento

01 Defensoria Pública

01 Núcleo de Apoio à Mulher do MPPE

Serviço: As mulheres vítimas de violência podem receber orientações e fazer denúncia através do – 0800 281.8187

unnamed

Reprodução da Internet

Reprodução da Internet

TV Replay, o que é bom se repete!

Garanhuns-PE: Acontece XV Fórum de Gestoras de Organismos Municipais de Políticas para as Mulheres

Será realizado, nesta quinta-feira (31), no plenário da Casa Raimundo de Moraes, sede do Poder Legislativo Municipal, das 08h às 17h, o XV Fórum de Gestoras de Organismos Municipais de Políticas para as Mulheres da região metropolitana do Recife e dos municípios de Goiana, Caruaru, Garanhuns e Petrolina.

A secretária da Mulher de Garanhuns, que na ocasião irá apresentar as linhas de ação da pasta, comenta essa iniciativa. “Esse encontro define exatamente todas as Políticas Públicas para as mulheres no Estado. A partir desse momento, todas essas iniciativas serão difundidas para as outras cidades. Sem dúvida, esse é o ápice de todas as discussões relacionadas ao tema em Pernambuco”, destacou a secretária.

Durante o evento, será abordado o tema: “A comunicação como aliada das Políticas Públicas para as mulheres”, ministrada pela secretária de Comunicação Social de Garanhuns, Jacqueline Menezes, e pela assessora de Imprensa da Secretaria da Mulher de Pernambuco, Jocleia Coelho. Além disso, o momento contará com debate, conduzido pela secretária da Mulher de Pernambuco em exercício, Bárbara Kreuzig, e a coordenadora do Fórum e secretária da Mulher do Recife, Sílvia Cordeiro.

unnamedTV Replay, o que é bom se repete!

Garanhuns-PE: Secretaria da Mulher passa a funcionar em novo endereço

O Governo Municipal, por meio da Secretaria da Mulher de Garanhuns, informa o endereço da sua nova sede, que anteriormente se localizava na Avenida Simôa Gomes, bairro Heliópolis, no mesmo prédio da base do SAMU, e agora está funcionando na Avenida Frei Caneca, 344, ao lado do Instituto Presbiteriano de Heliópolis (IPH). Os serviços de assistência à mulher funcionam de segunda a sexta-feira, das 8h00 às 17h00. Outras informações pelo telefone: (87) 3762 9115.

Reprodução da Internet

Reprodução da Internet

TV Replay, o que é bom se repete!

Garanhuns-PE: Secretaria da Mulher e Grupo “Ishtar e Gestar” realizou o I Encontro de Humanização do Parto e Nascimento

Foi realizado, na manhã do último sábado (31), no plenário da Casa Raimundo de Moraes – sede do Poder Legislativo Municipal, o I Encontro de Humanização do Parto e Nascimento de Garanhuns. O evento foi uma realização do grupo “Ishtar e Gestar”, em parceria com a Secretaria da Mulher.

O encontro debateu questões voltadas a violência obstétrica e do direito de escolha da mulher sobre o seu próprio corpo. Na oportunidade, os participantes puderam conferir o documentário “O Renascimento do Parto”, que abordou os mitos criados a respeito do parto natural. O momento também foi de conscientização e conversa sobre o tema, com o debate ministrado pela obstetra Leila Katz.

A secretária da Mulher, Eliane Simões, falou do incentivo de ações voltadas a esse tema. “O Governo Municipal abre um novo momento para o município ao criar a Secretaria da Mulher, voltada ao enfrentamento da violência contra o sexo feminino e esse encontro, especificamente, teve o objetivo de quebrar alguns mitos a respeito do parto humanizado e proporcionar a reflexão sobre o direito que toda mulher têm de escolher a forma que mais lhe convém de dar a luz ao seu filho”, destacou.

unnamed (1)

Fotos: Samara Pontes

unnamed (2)

unnamed (3)

unnamed (4)

unnamed

TV Replay, o que é bom se repete!

Garanhuns-PE: Secretaria da Mulher apoia I Encontro de Humanização do Parto e Nascimento

O Governo Municipal, por meio da Secretaria da Mulher, é parceiro do “Grupo Istar e Gestar” na realização do I Encontro de Humanização do Parto e Nascimento de Garanhuns. A ocasião, que acontecerá no dia 31 deste mês, oportunizará uma palestra, de 9h às 13h, no plenário da Casa Raimundo de Moraes – sede do Poder Legislativo Municipal. O evento é aberto ao público em geral, tendo o foco principal nos profissionais de saúde.

No dia, será veiculado o documentário “O Renascimento do Parto”. Os participantes também poderão acompanhar uma palestra com a obstetra Leila Katz. A convidada concluiu Medicina pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) em 1996, fez residência em Ginecologia e Obstetrícia no Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira (IMIP), com término em 1999. Tem mestrado em Saúde Materno-Infantil pelo IMIP (2002) e doutorado em Tocoginecologia pela Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP (2007). Atualmente é coordenadora da UTI obstétrica do IMIP e professora da pós-graduação (mestrado e doutorado) em Saúde Materno-Infantil do IMIP. Tem experiência em condução de ensaios clínicos e os seus principais interesses são: terapia intensiva em obstetrícia, humanização do parto e nascimento, medicina baseada em evidências e gravidez de alto-risco.

O momento também tem o objetivo de conscientizar sobre a violência que acomete diversas gestantes na hora do parto. Para participar, o interessado pode se inscrever gratuitamente na Secretaria da Mulher, localizada na Avenida Simôa Gomes, bairro Heliópolis, no mesmo prédio da base do SAMU, das 9h às 13h. Os participantes receberão certificado.

unnamed (1)TV Replay, o que é bom se repete!

Caruaru-PE: População LGBT terá tratamento igualitário durante revista no Parque de Eventos

Na manhã desta quinta-feira, 15, a Secretária da Mulher e Direitos Humanos, Elba Ravane, esteve reunida com o Capitão Edmilson, do 4º Batalhão, e ficou acordado que será assegurado à população trans, um tratamento igualitário no momento da revista que ocorre nas entradas de acesso ao Pátio de Eventos Luiz Gonzaga.

A PM utilizará detector de metais para fazer a revista, assim, as mulheres trans e homens trans terão acesso pelas filas que escolherem, garantindo a sua identidade de gênero.

A Secretaria Especial da Mulher e Direitos Humanos encaminhará, via oficio para PM, um manual de recomendação do Ministério da Justiça e da Secretaria Segurança Pública que dispõe sobre a abordagem para cidadãs/cidadãos trans e também sugestões por escrito de forma sucinta e didática, para as equipes da Polícia que atuarão nesse período. “Não haverá qualquer distinção para com a população LGBT. Inclusive, o acesso aos banheiros será conforme sua identidade de gênero”, explicou Elba Ravane, Secretária da Mulher e Direitos Humanos.

Foto da Internet

Foto da Internet

TV Replay, o que é bom se repete!

Caruaru-PE: Instituições promovem diálogo sobre a violência contra mulher

A secretária especial da Mulher e de Direitos Humanos, Elba Ravane, e a assessora de Enfrentamento a Violência, Joselma França, receberam, no Centro Administrativo da Prefeitura de Caruaru, integrantes do Núcleo da Mulher do Ministério Público de Pernambuco, ontem (23).

Na ocasião, foram discutidas estratégias de fortalecimento das ações de enfrentamento à violência doméstica e/ou sexista no município. Outras reuniões serão agendadas para que o grupo continue o diálogo, na perspectiva de romper com as desigualdades de gênero. Para a secretária municipal Elba Ravane, “a interiorização da atuação do Núcleo Estadual da Mulher do Ministério Público de Pernambuco fortalece a articulação da rede de enfrentamento à violência contra mulher em Caruaru. A ação no Ministério Público é fundamental para por um fim a esta violência que todos os dias viola os Direitos Humanos das Mulheres”, finalizou.

749-360-42662525

TV Replay, o que é bom se repete!

Vitória de Santo Antão-PE: Prefeitura, através da Secretaria da Mulher e em parceria com o Estado, inaugura Centro de Referência para mulheres vítimas de violência

capa10-620x300Vitória de Santo Antão vai ganhar, a partir desta quinta-feira (15), o Centro de Referência Especializado no Atendimento à Mulher em Situação de Violência (CRAN). O centro funcionará ao lado da Secretaria Executiva da Mulher da Vitória, na Rua Capitão Mateus Ricardo, 51 (rua da sede do Clube ETsão), no bairro do Livramento.

Viabilizado através da parceria Estado/Município, o CRAN oferecerá, diariamente, o atendimento às mulheres vitimas de violência doméstica. Uma equipe multidisciplinar composta por advogada, assistente social e psicóloga, além de uma educadora social, encarregada da recreação das crianças vai atuar no centro.

Segundo a Secretária da Mulher da Vitória, Maria das Graças, o Centro de Referência é uma conquista importantíssima para o município que já conta com uma delegacia Especializada da Mulher, desde março deste ano. “Com esse centro vamos fortalecer ainda mais a autoestima da mulher para que elas se tornem protagonistas do seu próprio direito. Estamos ampliando o nível de entendimento sobre a relação de gêneros a todos elas”, disse a secretária.