Petrolina-PE: Ecogincana da Compesa ajuda a preservar o meio ambiente

Mais de duas mil latinhas de refrigerante, 100 litros de óleo de cozinha, 176 kg de papelão, 422 pilhas, 206 baterias, 804 pneus e 2.408 garrafas PET. Tudo isso poderia ter ido parar diretamente na natureza, sem nenhum tratamento prévio, não fosse uma ação da Compesa realizada em Petrolina, no Sertão do estado. Todos esses materiais foram recolhidos por 150 alunos da Escola Estadual Poeta José Raulino Sampaio durante a realização do Projeto Socioambiental Ecogincana H2O. Foram dois meses de atividades, que se encerraram na última sexta-feira (29). O material coletado pelos estudantes foi destinado à ONG Ecovale, que se dedica à reciclagem no município.

Além de troféu, a  equipe vencedora ganhou  um passeio de barco pelo Rio São Francisco, com direito a brincadeiras e muito aprendizado. Segundo a coordenadora do Núcleo de Assistência Social da gerência de Negócios do São Francisco, Lucy Calazans, a gincana foi muito produtiva e garantiu, de uma maneira lúdica, o aprendizado para crianças e adolescentes. “Ficamos muito felizes com o resultado, pois vimos o engajamento de todos. Envolvemos uma grande equipe e, a partir de um tema importante que é a reciclagem, conseguimos incentivar a criatividade e a desenvoltura das crianças e adolescentes. Agora, estão mais conscientes sobre a correta destinação dos resíduos sólidos e a reciclagem desses materiais”, avaliou Lucy, destacando que já estuda a possibilidade de lançar a proposta da gincana em outras escolas da cidade.

COLETA SELETIVA - De acordo com Lucy Calazans, apesar da importância da coleta seletiva, grande parte da população ainda não faz a separação do lixo produzido em casa. De acordo com informações da Central de Tratamento de Resíduos do município, mais de 300 toneladas de lixo chegam diariamente ao aterro sanitário da cidade. “As pessoas ainda agem com um certo distanciamento com relação ao lixo que produzem, o que é preocupante. É preciso que cada morador faça sua parte ainda em casa, separando os materiais secos dos molhados, pois este primeiro trabalho é de nossa responsabilidade enquanto cidadão”, comentou.

Para garantir esta conscientização, a Compesa, através do Núcleo de Responsabilidade Social, vem sensibilizando a população por meio de reuniões e palestras sobre a importância do tratamento desses materiais e os cuidados com a rede de esgoto e de água. 

Um dos temas abordados nestas ações é a destinação do óleo de cozinha usado, que é um dos maiores contribuintes do entupimento da rede coletora de esgoto, bem como a importância da implantação da caixa de gordura. A construção deste equipamento dentro dos parâmetros técnicos é de responsabilidade dos donos de restaurantes. Além disso, a limpeza deve ser realizada periodicamente para garantir o funcionamento eficiente da rede coletora de esgoto.

Para saber como proceder com a instalação da caixa de gordura,  os interessados podem obter essas informações no Núcleo de Responsabilidade Social da Compesa, localizado na sede da gerência, na Avenida Presidente Dutra, S/N, Centro de  Petrolina, de segunda a sexta-feira, no horário das 8h às 17h30.

unnamed (1) unnamed (2) unnamed

TV Replay, o que é bom se repete!

Salgueiro-PE: Mais de 4 mil pessoas conheceram os Centros de Referência em 2013

images

Salgueiro (PE), 23/12/2013 – Para garantir que estudantes e a população local tenham acesso às informações sobre o Projeto de Integração do Rio São Francisco, o Ministério da Integração Nacional implantou, em pontos estratégicos do semiárido, três Centros de Referência em Comunicação Social (CRCS). Localizados nos municípios de Brejo Santo (CE), Salgueiro (PE) e Custódia (PE), somente neste ano, os centros receberam mais de quatro mil visitantes para conhecer as ações e atividades desenvolvidas nas obras do São Francisco.

Com recursos audiovisuais, os centros promovem palestras dinâmicas e interativas, e distribuem materiais informativos. Entre os assuntos estão informações sobre o empreendimento, andamento das obras, além de detalhes sobre as estruturas em construção para garantir que a água chegue para 12 milhões de pessoas. Além disso, os interessados conhecem também os resultados da implantação dos 38 Programas Ambientais em execução no âmbito do projeto. Nesse contexto são transmitidas noções de meio ambiente, recursos hídricos disponíveis na região Nordeste, bioma caatinga, entre outras.

A educadora, Soraia Martins, utilizou as informações dos materiais impressos distribuídos durante visita para organizar as atividades com seus alunos. “Percebia que o Projeto São Francisco é muito discutido no restante do Brasil e nós que moramos na área do projeto muitas vezes não tínhamos as informações suficientes. Com isso, nós levamos os alunos para aprender mais sobre a logística de integração do Eixo Norte das obras, onde o município de Brejo Santo está inserido. Tudo isso foi fascinante e serviu de base para muitas atividades curriculares”, ressaltou.

O Centro de Referência de Salgueiro promoveu uma atividade em comemoração ao mês da Consciência Negra, no último mês. Decorado com fotografias, artesanatos e outras produções, resultantes dos dois anos de capacitações realizadas nas 12 comunidades quilombolas que vivem na região.  A abordagem da atividade, com foco na riqueza da cultura negra sob a égide do Projeto São Francisco, impressionou a professora Juliana Sá, responsável pelos grupos de estudantes do ensino fundamental que visitaram o centro de Salgueiro. “Muitos alunos nem sabiam que existiam comunidades quilombolas na região, nem que o Projeto São Francisco atuava em outras ações além das obras de engenharia. Eles aprenderam e gostaram muito”, explicou.

Informação e Disciplina Curricular – A estudante do ensino fundamental Letícia Cruz, após participar de uma atividade no Centro de Referência de Brejo Santo, nesta semana, se sentiu motivada a visitar uma das estruturas do Projeto que está sendo construída perto da sua casa, na zona rural do município, a Vila Produtiva Rural de Vassouras, a 15 quilômetros da zona urbana. Segundo ela, a qualidade de vida das famílias que vão habitar a vila é impressionante. “O Projeto São Francisco está ajudando muita gente e isso é muito bom. Além das pessoas terem conseguido as casas, a qualidade destas moradias, da escola e do posto de saúde são impressionantes”, afirmou.

Tendo como base um calendário de datas comemorativas, as atividades nos centros priorizam as ações que promovam a valorização da cultura local, a preservação do Meio Ambiente, à conscientização sobre os recursos hídricos e o bioma Caatinga.

SERVIÇO – Acompanhe o calendário das atividades realizadas por meio do telefone 0800-610021 ou visite os centros:

- Centro de Referência em Comunicação Social em Salgueiro, localizado na Rua João Veras de Siqueira, 2113, Primavera. Telefone: (87) 3871-3181.

 - Centro de Referência em Comunicação Social em Brejo Santo, localizado na Rua Manoel Inácio de Lucena, 933 – Centro. Telefone: (88) 3531-1729.

 - Centro de Referência em Comunicação Social em Custódia, Rua Esperidião de Sá, 91 – Centro. Telefone: (87) 3848-1080.

TV Replay, o que é bom se repete!

Fonte: Imprensa Ministerio da Integração

325 comunidades serão beneficiadas pelo Projeto São Francisco que vai implantar sistemas de abastecimentos

O Projeto de Integração do Rio São Francisco, vai levar abastecimento de água tratada para quase 20 mil famílias que vivem próximas aos Eixos Leste e Norte do empreendimento. A licitação para a elaboração dos projetos executivos desses sistemas de abastecimento, que contemplarão 325 comunidades nos estados da Bahia, Ceará, Paraíba e Pernambuco, foi publicada nesta semana, no Diário Oficial da União (DOU). O estudo receberá investimentos de aproximadamente R$ 15 milhões e deverá ser iniciado em 90 dias, sob a supervisão do Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (DNOCS), do Ministério da Integração Nacional.

 1

A empresa vencedora da licitação será responsável pelo desenvolvimento de projetos para construção de sistemas de abastecimento de água nas comunidades localizadas até cinco quilômetros dos Eixos Norte e Leste dos canais do Projeto de Integração do São Francisco. São povoados rurais, comunidades quilombolas, indígenas e assentamentos do Incra ao longo de 25 cidades do semiárido nordestino. Essa ação faz parte dos 38 programas ambientais desenvolvidos pelo Ministério da Integração Nacional.

 

O Programa de Implantação de Infraestrutura de Abastecimento de Água vai garantir o acesso à água tratada para 19,6 mil famílias. A licitação ainda prevê a realização de um diagnóstico socioeconômico desses povoados. Com base nesse levantamento, o DNOCS definirá as localidades que, além de receber os sistemas de abastecimento de água, serão contempladas com um reservatório de água bruta para dessedentação de animais e irrigação de pequenas hortas em sua volta. “O projeto identificará as áreas que permitirão a instalação de um ponto verde. Isso vai beneficiar os pequenos produtores rurais”, explica a coordenadora do DNOCS em Pernambuco, Rosana Bezerra.

 

A expectativa é que a construção dos sistemas de abastecimento seja iniciada no segundo semestre de 2014. Rosana Bezerra conta que algumas dessas localidades poderão ter a data de entrega antecipada. “Elaboramos um plano de trabalho pelo qual serão entregues os projetos executivos por trechos. À medida que os estudos forem concluídos nas primeiras comunidades visitadas, iniciaremos as obras o mais rápido possível”, prevê a coordenadora do DNOCS em Pernambuco.

Projeto São Francisco – Empreendimento do Governo Federal, com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), o Projeto São Francisco vai garantir a segurança hídrica para 12 milhões de pessoas que vivem em 390 municípios do agreste e do sertão dos estados de Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte.

 

O Ministério da Integração Nacional tem intensificado o ritmo dos trabalhos do empreendimento. Desde dezembro do ano passado, foram emitidas sete ordens de serviço, sendo cinco para o Eixo Norte (duas para a Meta 2N; uma para a Meta 1N; duas para supervisão das obras de todo o Eixo Norte) e duas para o Eixo Leste (supervisão das obras de todo o Eixo Leste; e para as metas 1L e 2L). Com isso, em seis meses, mais 1.300 pessoas foram contratadas para trabalharem nas obras do São Francisco. Ao todo, mais de 5.350 trabalhadores estão empregados.

 Municípios que terão comunidades beneficiadas pelos sistemas de abastecimento:

 Bahia – Curaçá e Abaré;

Ceará – Barro, Mauriti, Brejo Santo, Jati, Penaforte;

Paraíba – Monteiro, Cajazeiras, Monte Horebe e São José de Piranhas;

Pernambuco – Sertânia, Cabrobó, Custódia, Betânia, Floresta, Inajá, Ibimirim, Petrolândia, Verdejante, Parnamirim, Mirandiba, Terra Nova e Salgueiro.

Integração Nacional promove encontros sobre meio ambiente para estudantes de municípios da área do Projeto São Francisco

Escolas podem agendar por telefone a participação de alunos e professores nas atividades até o dia 28 de junho. 

Brasília (DF), 6/6/2013 – Em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente (5/6), o Ministério da Integração Nacional promove neste mês de junho um ciclo de palestras para estudantes e professores de escolas municipais da área de abrangência do Projeto de Integração do Rio São Francisco. As atividades são realizadas nos Centros de Referência em Comunicação Social do Projeto São Francisco, nos municípios de Brejo Santo, no Ceará, e Custódia e Salgueiro, em Pernambuco. As visitas podem ser agendadas até o dia 28 de junho e a expectativa do Ministério da Integração Nacional é receber pelo menos 60 pessoas por dia. 

Uso consciente da água, prevenção à dengue, saneamento básico, técnicas de arborização e tráfico de animais silvestres estão entre os temas mais procurados pelos estudantes e professores. As palestras são ministradas por profissionais que atuam no Projeto São Francisco, como biólogos, engenheiros ambientais, ecólogos e engenheiros agrônomos. Nas visitas aos centros, os participantes também podem entender melhor o andamento da maior obra de infraestrutura hídrica do país, de forma interativa, a partir de equipamentos audiovisuais.

Para Francisca Hélia, coordenadora pedagógica da Escola João Teles, em Brejo Santo (CE), a iniciativa do Ministério da Integração Nacional só reforça o compromisso com os municípios diretamente impactados pelas obras da transposição. “É muito importante envolver a comunidade escolar com o Projeto São Francisco. É bom saber que temos disponível um espaço como este para discutir questões ambientais com os estudantes”, afirma. 

Atualmente, mais de 5 mil trabalhadores estão mobilizados nas obras do Projeto de Integração do Rio São Francisco. O empreendimento vai garantir a segurança hídrica de mais de 12 milhões de pessoas nos estados de Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte. 

 3 1 2

Serviço:

Visita aos Centros de Referência em Comunicação Social do Projeto São Francisco, em Brejo Santo (CE), Salgueiro e Custódia (PE).

Agendamento por telefone: 0800 610021 ou (87) 3871-3181.

Período de visita: até 28/6/2013

Pernambuco: Agreste terá a maior adutora da América Latina

Nesta terça-feira (04), às 15h, o governador Eduardo Campos assina a ordem de serviço para início das obras da primeira etapa da Adutora do Agreste, um dos maiores sistemas de abastecimento de água integrados do Mundo e o maior do Brasil e da América Latina, segundo o governo do estado. Ao todo, serão 1,3 mil quilômetros de tubulações, atendendo a 68 municípios e 80 distritos e povoados no trajeto da água, saindo do distrito de Ipojuca, em Arcoverde, até o município de Gravatá. A expectativa é que a iniciativa beneficie dois milhões de pessoas.

A assinatura acontece  durante a cerimônia de instalação da I Conferência Estadual de Políticas Públicas para a Convivência com o Semiárido, no Hotel Estação Cruzeiro, em Pesqueira. A adutora irá transportar água do Rio São Francisco por meio do Eixo Leste do Ramal do Agreste, um braço do projeto da Transposição, que também será construído pelo Governo de Pernambuco, através da Compesa.
1
O Sistema Integrado da Adutora do Agreste será executado em três etapas, com investimentos previstos de R$ 2,3 bilhões, provenientes de recursos dos governos federal e estadual, além da própria Compesa. O sistema adutor do Agreste vai tratar e distribuir 4 mil litros de água por segundo.

Com informações do governo do estado

Integração Nacional vai revitalizar 21 açudes no Nordeste

Reservatórios serão abastecidos com água dos dois principais eixos do Projeto de Integração do Rio São Francisco.

O Ministério da Integração Nacional, por meio do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS), vai revitalizar 21 açudes que receberão as águas do Projeto de Integração do Rio São Francisco. O aviso do edital de licitação para viabilizar os estudos e projetos executivos foi publicado, nesta terça-feira (28/5), no Diário Oficial da União.

1

Serão recuperados cinco açudes no Eixo Leste e 16 no Eixo Norte do Projeto São Francisco. Sete reservatórios estão localizados na Paraíba (Acauã, Boqueirão, Curemas, Lagoa do Arroz, Mãe d´água, Poções e São Gonçalo); quatro no Rio Grande do Norte (Açú, Arapuá, Pau dos Ferros e Santa Cruz); seis no Ceará (Banabuiú, Castanhão, Lima Campos, Orós, Prazeres e Quixabinha); e quatro em Pernambuco (Barra do Juá, Chapéu, Poço da Cruz e Entremontes).

Projeto São Francisco – Considerada a maior obra de infraestrutura hídrica do país, o Projeto de Integração do Rio São Francisco faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do Governo Federal. As obras do empreendimento estão em andamento e empregam, atualmente, mais de 5 mil trabalhadores. O empreendimento vai propiciar a oferta d’água e a garantia hídrica para mais de 12 milhões de pessoas nos estados do Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte.

Além do Projeto São Francisco, o Governo Federal, em parceria com os governos estaduais, financia outras centenas de empreendimentos que estão gerando soluções definitivas para a falta d’água na região do semiárido. A cada R$ 1 investido na integração do rio São Francisco, outros R$ 2 são aplicados em obras estruturantes para garantir a segurança hídrica no Nordeste.

Pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), os investimentos em infraestrutura hídrica mais que triplicaram, passando de R$ 7,2 bilhões no PAC 1 para R$ 26 bilhões no PAC 2, nos eixos Oferta de Água, Seca, Irrigação, Drenagem e Revitalização. São obras como barragens, adutoras e canais, que já estão transformando o semiárido brasileiro.

 

 

Galo da madrugada anuncia detalhes do 36º desfile

O 36º desfile do Galo da Madrugada, no próximo dia 9 de fevereiro, terá como tema “O Rio São Francisco deságua no mar do frevo”. Este ano,  as quatro alegorias vão homenagear as embarcações, as lendas e as riquezas encontradas nas águas do velho Chico. O desfile terá 4,5 km de percurso e 25 trios. Uma das novidades desse ano é a presença de Carlinhos Brown, que virá ao Recife a convite do Maestro Spok para cantar no Camarote Oficial. O violinista pernambucano Israel de França fará a união do frevo com a música clássica em um dos trios. Os anúncios foram feitos na manhã de desta quarta-feira (9), durante coletiva de imprensa.

Além deles, estarão presentes nomes já consagrados do carnaval como Almir Rouche, André Rio, Ed Carlos, Maestro Forró e Gustavo Travassos. As peças alegóricas serão produzidas pelo cenógrafo Ary Nóbrega e vão contar com carrancas, elementos tropicais e peças em alusão à energia. O Galo terá como principal corredor a Avenida Dantas Barreto.

Concurso - Nesta quinta-feira (10), será divulgado o resultado do concurso para escolher o frevo-canção oficial do desfile do Galo da Madrugada. Concorrem ao troféu “Enéas Freire” Ed Carlos, Josildo Sá e Rogério Rangel, com músicas compostas em homenagem ao Rio São Francisco. A música foi escolhida por um júri técnico e também pelo voto popular. A festa de premiação ocorrerá na sede do bloco, a partir das 18h, e terá show do maestro Lima Neto e a Orquestra Metais, além de grupos de maracatu, caboclinho e grupos de dança.

Prévia – A prévia do Galo da Madrugada, o “Galo ao Contrário”, será realizada no dia 7 de fevereiro e será comandada por Gustavo Travassos, Maestro Lima Neto e a Orquestra Metais e pela Banda da Polícia Militar. No próximo dia 12, a cantora Luiza Possi fará show na sede do Galo, durante os projetos de Ensaio do Carnaval. Os ingressos são vendidos a R$ 30 (individual) e R$ 140 (mesa para quatro pessoas).

Fonte: diariodepernambuco.com