Garanhuns-PE: Reginaldo Rossi – Último show foi no Festival de Inverno

Em Garanhuns, seu último show foi no Festival de Inverno do ano passado, onde reuniu uma multidão de fãs cantando seus sucessos.

Nessa sexta–feira, o Brasil recebeu a triste notícia da morte do cantor e compositor Reginaldo Rodrigues dos Santos Rossi, também conhecido como Rei do Brega. Ele nasceu na cidade de Recife e faleceu aos 69 anos.

reg 1

reg 2

Marca registrada, a sua irreverência, a forma de brincar e tratar seus fãs, tendo sua careira de grandes sucessos. Dentre eles,  “garçom” que em pouco tempo virou hit dos bailes, sendo a mais solicitada  pelos fãs em seus shows.

E como diz a letra da música:

“E pra matar a tristeza
Só mesa de bar
Quero tomar todas
Vou me embriagar
Se eu pegar no sono
Me deite no chão.”

     Artista  Reginaldo Rossi

         (  Rei Do Brega)

Rossi  será sempre  lembrando por  seus fãs, hoje a música popular brasileira chora a morte de uma artista talentoso  que conseguiu  trazer  a historia de Brega e chique,  e não perdendo o  foco do que é simples e real em sua canções.

reg 4 (1)

TV Replay, o que é bom se repete!

Reportagem: Ivan Lucena

Morre o Rei do Brega, Reginaldo Rossi aos 69 anos

Artista estava internado na UTI do Hospital Memorial São José.
Ele tratava de um câncer no pulmão desde o dia 27 de novembro.

Morreu na manhã desta sexta-feira (20), aos 69 anos, o cantor e compositor Reginaldo Rossi. Conhecido como o “Rei do Brega” e autor do sucesso “Garçom”, ele estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Memorial São José, na área central do Recife, desde 27 de novembro. Na quinta-feira (19), sofreu uma piora no quadro clínico.

Reginaldo Rossi durante apresentação em 2009, em São Paulo. (Foto: Flávio Moraes/Foto :arena/Estadão Conteúdo)

Reginaldo Rossi durante apresentação em 2009, em São
Paulo. (Foto: Flávio Moraes/Foto: arena/Estadão Conteúdo)

Durante o tempo em que ficou internado, Reginaldo Rossi foi submetido a uma cirurgia para retirada de um nódulo na axila direita. A biópsia confirmou o diagnóstico de câncer. Ele também passou por um procedimento chamado de toracocentese, para drenar líquido acumulado entre a pleura e o pulmão.

Rei do Brega
Reginaldo Rossi ganhou o título de “Rei do Brega” graças a músicas como “Garçom”, nas quais cantava sobre temas como amor e traições. Compositor de linguagem popular, ele também é autor de sucessos como “A raposa e as uvas”, “Leviana” e “Recife minha cidade”. Ele dizia que foi o primeiro na cidade  a usar calça sem pregas. “Passava na rua e os caras gritavam: ‘Wanderléa! Olha a Wanderléa!’ E depois todo mundo usava.”

Apesar do jeito extrovertido nas entrevistas e apresentações, se dizia avesso à fama. “Eu sou muito tímido. Essa coisa que eu faço, que requebro no palco, canto ‘Garçom’, o corno e tudo mais, é para enganar minha timidez”, afirmou recentemente em entrevista ao programa Bom Dia Pernambuco.

Nascido no Recife, o cantor e compositor conhecido faria 70 anos em fevereiro. Começou a carreira pelo rock e foi crooner em boates, mas foi no brega que se consagrou.

Entre seus maiores sucessos estão, além de “Garçom”, “A raposa e as uvas”, “Em plena lua de mel” e “Leviana”. Ele continuava fazendo shows pelo Brasil, apresentando o mais recente álbum, “Cabaret do Rossi”. Nos dias 21 e 22 de novembro, Reginaldo Rossi tocou no Manhattan Café Teatro, na capital pernambucana.

Fonte: http://g1.globo.com/pernambuco/musica/noticia/2013/12/reginaldo-rossi-morre-aos-69-anos-de-cancer-no-pulmao.html