MEC libera R$ 1,2 bi para universidades e institutos federais

O Ministério da Educação (MEC) autorizou hoje (5) a liberação de R$ 1,2 bilhão para universidades e institutos federais em todo o país, com aumento de 5 pontos percentuais no limite de empenho do Orçamento para custeio e de 10 pontos percentuais para investimento. Dessa forma, o limite para empenho liberado de custeio aumenta de 80% para 85% e de investimento passa de 50% para 60%.

Fotos produzidas pelo Senado

As universidades federais receberão R$ 925,12 milhões, dos quais R$ 413,32 milhões são de recursos financeiros discricionários e R$ 511,8 milhões, referentes a um orçamento extra, sendo R$ 397,6 milhões para custeio e R$ 114,2 milhões para investimento.

Já os institutos federais serão contemplados com R$ 366,3 milhões, dos quais R$ 164,2 milhões de recursos financeiros discricionários e R$ 202,1 milhões a mais de limite para empenho. Para a assistência estudantil, o MEC liberou R$ 275,1 milhões de limite para empenho – R$ 190,2 milhões para as universidades e R$ 84,9 mi para os institutos. O valor corresponde à liberação de 100% do limite para empenho e assistência estudantil.

Desde o início do ano, o MEC repassou R$ 5,8 bilhões em recursos financeiros e R$ 7,8 bilhões de limite para empenho, ambos discricionários, para as instituições federais vinculadas à pasta. O MEC também já liberou para as universidades e institutos federais R$ 43,51 bilhões para o custeio da folha de pagamento de pessoal.

Por Agência Brasil

FBC articula novos empreendimentos para Pernambuco

O ex-ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho (PSB), está em Lisboa onde busca novos investimentos para Pernambuco. Ele teve reunião com o presidente da Galp para o Brasil, Ricardo Peixoto, e com o CEO mundial da empresa, o engenheiro Ferreira de Oliveira. A Galp é uma das mais importantes empresas de energia da Europa e atua na exploração, desenvolvimento e produção de petróleo e gás natural. A Galp está presente em 15 países, distribuídos por 4 continentes. Fernando Bezerra conheceu os diretores da companhia durante o período em que esteve à frente da secretaria de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, entre 2007 e 2010. Mesmo não fazendo mais parte da gestão, ele é considerado um interlocutor entre o Estado e a Galp.

1

Fernando Bezerra discutiu com os executivos da multinacional a possibilidade de utilizar o porto de Suape como ponto de transbordo para o óleo cru produzido na bacia de Santos. O transbordo é a técnica de transferência direta de mercadoria de uma embarcação para outra, posicionadas lado a lado. Atualmente esta operação é feita no Uruguai. Outro interesse da Galp é com o gás natural. Os portugueses mantêm negócios com o continente africano e estão em busca de um terminal que possa servir como apoio para a exportação do produto.

“É uma oportunidade importante para Pernambuco que precisamos aproveitar. São investidores com presença praticamente no mundo inteiro, que já demonstraram interesse em Suape. Sempre que eu puder colaborar para trazer mais recursos para nosso Estado estarei pronto para ajudar”, disse o ex-ministro.

Fonte: Blog do Mário Flávio

Caruaru-PE: Participe, desenvolva… é o SEBRAE trazendo recursos que pode mudar sua vida!

3 1 2