Paranatama-PE: Nosso Olhar… – “Diante da crise geral que o país está passando, estamos lutando pela segurança da cidade e criamos uma guarda municipal legalizada”, afirmou o Prefeito José Teixeira

O repórter Rosimael Losasi esteve recebendo para participar de um dos quadros da TV Replay por nome de “Nosso Olhar…”, José Teixeira, Prefeito do Município de Paranatama, cidade próxima de Garanhuns. Neste programa, gestores municipais são convidados para apresentarem e debaterem os assuntos mais polêmicos que envolvem o município em questão.

Iniciando a entrevista, o prefeito José Teixeira foi questionado sobre a origem do nome de seu município, onde surgiu de outros dois nomes, sendo eles Itaquoatiara e Serrinha de Catimbal, que devido a localidade geográfica da cidade ser dotada de serras e próximo a uma delas havia um sítio chamado Catimbal. Desta forma,  esta passou a ser a referência para o nome do município. Após a emancipação, recebeu o nome de origem indígena, Paranatama, que significa “lugar com muitos rios”.

Com um clima agradável, a cidade de Paranatama fica a 900 m acima do nível do mar, onde o ambiente é ainda mais frio do que Garanhuns, cidade próxima.

Estando no seu segundo mandato como prefeito, João está engajado no setor da administração pública há muitos anos. Começou como vereador, depois assumiu o cargo de vice-prefeito por dois mandatos, e em 2008, passou a ser prefeito do município. Antes de trabalhar neste setor político, José Teixeira era comerciante e agricultor, vendia a famosa  “rapadura” nas feiras livres, um produto oriundo da cana-de-açúcar.

Sobre as festas tradicionais do município, estão a emancipação política, festa do padroeiro São Luiz, que é comemorada dias próximos às festas Juninas, época esta vivenciada com as competições de quadrilhas tradicionais e estilizadas, onde várias cidades da região agreste de Pernambuco participam. A cidade carrega consigo o contexto histórico de Lampião, o rei do cangaço, que durante sua trajetória pelo sertão pernambucano, passou pela cidade de Paranatama. A corrida de Jericos, cavalgadas e vaquejadas também fazem parte das festas tradicionais. Um dos pontos turísticos da cidade é a Pedra do Navio, um lugar agradável que recebe os moradores para fazerem piqueniques nos finais de semana.

Em relação à saúde na cidade de Paranatama não é diferente das demais do estado de Pernambuco, que está passando por dificuldades. Segundo o prefeito José, o hospital público tem se mantido com recursos próprios; os programas do governo estadual e federal tem sido frequentemente cortado e a prefeitura que tem que arcar com as despesas para não retirar da população este auxílio. A situação de emprego também está passando por dificuldades, mas segundo o gestor, tem lutado para que os funcionários do município não sejam prejudicados.

“Eu fiz uma promessa para que o povo de Paranatama receba o seu salário em dia e graças a Deus eu tenho cumprido…” – afirmou o prefeito José Teixeira.

Como o Brasil está passando pela pior crise dos últimos tempos, há um problema ainda maior em todas as cidades do país: a falta de segurança. O prefeito falou que há pouco efetivo em seu município, mas a prefeitura vem realizando ações de segurança como instalações de câmeras de monitoramento nas principais ruas da cidade e a criação de uma guarda municipal legalizada, onde a equipe foi preparada com um curso especializado e hoje há quatro turmas que fazem monitoria 24h, onde os policiais se comunicam através de celulares, pelo aplicativo Whatsapp, facilitando o acesso às informações entre as guardas municipal e estadual.

O prefeito José Teixeira finalizou suas palavra agradecendo a presença da TV Replay em sua cidade e também à sua equipe de governo, onde afirmou que não faria nada sem seus companheiros de administração.

José Teixeira e Rosimael Losasi José teixeira Prefeito de Paranatama-pe José Teixeira Rosimael Losasi

TV REPLAY, O QUE É BOM SE REPETE!

Lajedo-PE: Nosso Olhar… “Esse é um desafio para mim como pessoa, como delegado e como gestor, vamos lutar por segurança até conseguirmos melhores condições de vida para nosso povo!” – Afirmou Rossine Blesmany, Prefeito do município

O repórter Rosimael Losasi esteve recebendo para participar de um dos quadros da TV Replay por nome de “Nosso Olhar…”, Rossine Blesmany, Prefeito do Município de Lajedo, cidade localizada a 36 km de Garanhuns e a 196 km de Recife, capital do estado; Neste programa, gestores municipais são convidados para apresentarem e debaterem os assuntos mais polêmicos que envolvem o município em questão.

O prefeito Rossine contou um pouco sobre sua história, desde sua infância até os dias de hoje. Sendo natural da cidade de Pesqueira-PE e filho de índios, Rossine cresceu na Reserva indígena da Tribo Xucurús e lá ficou até os 10 anos, após esse período foi morar na cidade, onde estudou Direito e passou a ser um advogado. Trabalhou durante 7 anos no Tribunal Regional de Trabalho, em Pernambuco e logo em seguida, passou em um concurso para delegado e assim foi seu primeiro contato com a cidade de Lajedo, quando em 2003 estava em uma reunião, momento em que recebeu um convite para trabalhar no município. Após o contato como delegado, Rossine recebeu um convite de partido político para participar do setor administrativo do município e mesmo não tendo nenhum vínculo com este setor, Rossine se candidatou a vereador e venceu. Terminado seu mandato como vereador, ele se candidatou a prefeito e ganhou.

Sobre as festas tradicionais do município, o gestor ressaltou a emancipação política, vivenciada no dia 19 de Maio e a festa de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em novembro, sendo esta a mais popular no meio religioso.

Lajedo é uma cidade rica em águas presentes no subsolo e devido a isso, cidades vizinhas são abastecidas por este município. O nome da cidade é explícito no seu significado: Lajedo, que corresponde à laje, lugar plano. O prefeito Rossine utilizou do termo do espaço geográfico da cidade, lugar plano, para ressaltar que seu município é propício para grandes desenvolvimentos, pois ela pode crescer de todos os lados.

Diante da maior crise dos últimos tempos que o país tem vivenciado, e questionado sobre a saúde do município, Rossine ressaltou que até o momento, a prefeitura de Lajedo tem se desenvolvido bem neste setor.

“Eu costumo dizer que nós podemos economizar em tudo, mas em saúde não, pois saúde é vida!” – afirmou o gestor do município.

Segundo o gestor, o SAMU da cidade é mantido com recursos próprios do município há mais de 01 ano; no hospital há 02 médicos plantonistas por dia, 08 PSF’s, programa Saúde em Casa, onde a equipe médica atende os pacientes em suas residências. Estes são os recursos que, segundo o prefeito, são cruciais para a qualidade de vida do morador lajedense.

Em relação a educação, Rossine falou sobre a passagem do ex-governador Eduardo Campos em sua cidade, momento de inauguração de uma escola municipal e ressaltou que os alunos são beneficiados com transporte escolar, fardamentos, kits escolares, merenda de qualidade e água mineral em todas as escolas. Estudantes universitários que estudam em outros municípios nos 03 turnos (manhã/tarde/noite) tem transportes públicos totalmente gratuitos todos os dias.

Para sobressair à crise econômica que está afetando a questão de emprego na cidade, a prefeitura está investindo na geração de renda dentro do município. Antes das realizações das obras públicas, a equipe administrativa do município conversa com as empresas que vão trabalhar na cidade pedindo que a mão de obra seja de pessoas do município. Para isso, a prefeitura através de apoio com SENAI, SENAC, tem qualificado os profissionais lajedenses para que eles se desenvolvam economicamente na cidade. Para o homem do campo, Rossine afirmou que tem melhorado as condições de trabalho dos agricultores locais a partir de manutenções das estradas e recentemente realizou a maior campanha de aração de terra da história de Lajedo.

O prefeito enfatizou que antes mesmo de administrar a cidade, buscou lutar pela segurança de Lajedo. Como delegado, ele esteve engajado no fim da criminalidade e como prefeito só não fez mais por falta de recursos por parte do governo estadual.

“Só se combate o crime com polícia na rua e a educação é importante para a formação do ser humano.” – declarou Rossine Blesmany.

Rossine Blesmany finalizou sua entrevista afirmando que o município precisa de um batalhão militar, de melhores condições nas delegacias, para que assim, essa grande onda de violência e criminalidade que acontece não só em Lajedo, mas também nas demais cidades, seja anulada, trazendo paz e segurança para a população. Câmeras de vigilância foram implantadas nos principais pontos da cidade em prol da facilidade no trabalho da equipe policial nos momentos que for necessário a busca por elementos.

CONFIRA!

Rosimael Losasi e Rossine Blesmany Rosimael Losasi Tv Replay Rosimael Losasi Rossine Blesmany Prefeito de Lajedo-pe Rossine Blesmany

TV REPLAY, O QUE É BOM SE REPETE!

Lagoa dos Gatos-PE: Nosso Olhar… Viagem no túnel do tempo – Em entrevista, Prefeita Verônica Soares e Secretário Adeilson contaram e mostraram as belezas e o contexto histórico do município – Confira!

O repórter Rosimael Losasi esteve recebendo para participar de um dos quadros da TV Replay por nome de “Nosso Olhar…”, Verônica Soares, Prefeita do Município de Lagoa dos Gatos e Adeilson Soares, Secretário de Cultura e Turismo, que juntos, estiveram compartilhando das características de seu município; Neste programa, gestores municipais são convidados para apresentarem e debaterem os assuntos mais polêmicos que envolvem o município em questão.

O secretário Adeilson deu início à entrevista contando sobre a origem do nome do município, onde a reportagem contou com uma bela paisagem, pois foi realizada às margens da Lagoa dos Gatos, ponto turístico da cidade. Seguindo contexto histórico, durante a guerra da Província contra os Quilombos dos Palmares, quando os combatentes passavam pelo lago em questão, eles encontravam uma grande quantidade de Gatos Maracajás, ou Jaguatirica, sendo este um ponto de referência para eles. Os soldados tanto se beneficiavam com a água da lagoa quanto com a pele dos gatos, que fazia parte da renda comercial da época. Devido a isso, com o crescimento populacional do local, a cidade passou a se chamar Lagoa dos Gatos.

O carnaval da cidade é uma das principais atrações, no que diz respeito às festas tradicionais, de toda a região. A prefeita Verônica contou que cerca de 80 mil pessoas são encontradas no município durante período carnavalesco, que se caracteriza por conter artistas renomados nos dias das festas.

A reserva ecológica de Pedra Dantas faz parte do patrimônio particular estrangeiro, onde uma ONG inglesa comprou o local com o intuito de preservar da água da lagoa. Mesmo que o local tenha como representante uma empresa estrangeira, há também um vínculo com a secretaria de Turismo e Cultura do município. O secretário Adeilson ressaltou que Lagoa dos Gatos tem o privilégio de receber turistas à nível internacional, onde pessoas da Europa e da América do Norte vão até Pedra Dantas para fotografar aves, que comporta 257 espécies delas, sendo duas encontradas apenas no município.

O secretário tentou esconder o outro lado de sua profissão, sendo esta de professor de História, mas a prefeita desvendou o seu segredo, onde questionado sobre a quem a cidade de Lagoa dos Gatos pertenceu um dia, ele explicou, com seu vasto conhecimento histórico, que antigamente havia uma sesmaria naquela localidade, que se desenvolveu com o município de Bonito, que depois passou a ser distrito de Caruaru, logo após, de Panelas e em 1928 se tornou independente, na sua emancipação política.

Saindo das margens da Lagoa dos Gatos, a equipe de reportagem da TV Replay, juntamente com a prefeita e o secretário, seguiram para o Espaço Cultural do município, para dar continuidade a entrevista. A casa onde se encontra o espaço cultural, guarda todo o contexto histórico do município e é também considerado um museu, por conter todos os registros que comprovam a verdadeira história de Lagoa dos Gatos. Inclusive, no dia 05 de Setembro do corrente ano, será lançado um livro que contará toda esta história.

Na ocasião, diferentemente de todas as matérias do Programa Nosso Olhar, foi realizada no espaço cultural, uma viagem no tempo, onde pudemos observar detalhadamente cada característica da cidade. Logo na chegada, um filhote de Gato Maracajá que está empalhado, representa a verdadeira origem do município. Fotografias antigas, fardamentos, aparelhos de época como disco de vinil, câmeras fotográficas, rádios, televisores, lousa; peças de quarto e cozinha, como panelas de barro, fogo à lenha, tudo para trazer a tona a história tanto da cidade quanto da realidade vivenciada nos séculos antigos.

“Vindo ao espaço cultural, você passeia pela história; é gratificante conhecer e visitar o Espaço Cultural de Lagoa dos Gatos.” – declarou Adeilson Soares.

Então este foi o Nosso Olhar direcionado para a cidade de Lagoa dos Gatos, um passeio recheado com turismo e história. Parabenizamos à gestora Verônica Soares, por valorizar o contexto histórico de sua cidade e fazer este resgate às peculiaridades de seu município e ao secretário Adelison Soares, um homem dotado de tal conhecimento, que o compartilhou com a nossa equipe.

CONFIRA!

Adeilson Soares espaço cultural lagoa dos gatos gato maracajá igreja de lagoa dos gatos-pe Lagoa dos Gatos-PE Nosso Olhar... Prefeita Verônica e Sec Adeilson Nosso Olhar... nosso olhar Rosimael Losasi Verônica soares

TV REPLAY, O QUE É BOM SE REPETE!

Bonito-PE: Nosso Olhar… “Educação e saúde são bases para o desenvolvimento de um país e fim da violência” – Destacou o Prefeito Rui Barbosa ao dizer que tem intensificado o trabalho nesses setores no município

O repórter Rosimael Losasi esteve recebendo para participar de um dos quadros da TV Replay por nome de “Nosso Olhar…”, Rui Barbosa, Prefeito do Município de Bonito; Neste programa, gestores municipais são convidados para apresentarem e debaterem os assuntos mais polêmicos que envolvem o município em questão.

O prefeito Rui Barbosa deu início às suas palavras contanto um pouco sobre sua carreira política, que diferentemente da maioria dos gestores, Rui Barbosa é Médico Veterinário e Empresário na área de Avicultura. Devido o fato de antigamente Rui ter negócios na cidade de Bonito e sempre estar viajando para a cidade, ele acabou criando laços no município até o dia em que passou a residir no lugar. Por não estar satisfeito com as gestões da época, Rui Barbosa começou a se interessar por política, até o momento em que se candidatou à prefeito. Não ganhando pela primeira vez, voltou a tentar e hoje ele assume seu segundo mandato, sendo este um relato histórico para cidade, pois nunca houve reeleição de prefeito em Bonito.

Questionado sobre a renda econômica do município, o prefeito ressaltou que Bonito tem uma atração turística muito forte, que consequentemente promove uma circulação de renda no comércio da cidade. A agricultura do inhame, garante muitas vagas de emprego durante safra, a avicultura e bovinocultura também participam deste setor, bem como pequenas fábricas instaladas na cidade.

Sobre as festas tradicionais do município, Rui Barbosa relatou a comemoração à São Sebastião como um orgulho para a população de Bonito, pois os costumes desta festa foram resgatados e atualmente, ela é a 3ª maior festa do estado de Pernambuco.

Em relação aos desafios que o prefeito vem enfrentando na sua gestão, onde a crise brasileira tem afetado todo o país, Rui enfatizou que diante de todos problemas, o seu município tem se desenvolvido, de forma lenta, mas surtindo efeito. Quadras estão sendo cobertas, ruas pavimentadas, hospitais recebendo reformas, projetos de implantação de universidade na cidade, fazem parte do crescimento de Bonito.

Questionado sobre o quadro de violência do seu município, Rui Barbosa considerou que os problemas enfrentados pela cidade são os mais comuns vivenciados no país, onde o uso do crack é o motivo principal de preocupação por parte da polícia militar que tem realizado ações em escolas apresentando palestras de conscientização contra o uso desta droga e das demais. Sobre a questão da diminuição da maioridade penal, Rui Barbosa afirmou que o governo deve trabalhar de forma mais séria no que diz respeito às questões ligadas à educação, e não se preocupar com determinação de idade para punir infratores.

“Educação e saúde são a base para o desenvolvimento de um país e fim da violência; a China cresceu assim, com educação” – afirmou o prefeito Rui Barbosa.

Segundo Rui Barbosa, a educação é a base do crescimento de uma nação. Desta forma, o prefeito tem investido em creches, para que as crianças tenham acesso desde cedo ao vínculo escolar, aos professores, aos bons comportamentos. Em relação a esportes, Rui ressaltou que a população de Bonito gosta de jogar futebol, onde há torneios e campeonatos apenas na região do município.

O prefeito finalizou suas palavras falando sobre a origem de seu nome, que carrega um contexto tanto histórico brasileiro quanto familiar e afirmou que mesmo diante de tanta crise, de tantos problemas administrativos, ele está preocupado com o que pode acontecer no futuro, mas disse que está disposto a enfrentar qualquer adversidade em prol do benefício da população de Bonito.

CONFIRA!

Rosimael Losasi e Rui Barbosa Rosimael losasi tv replay Rosimael Losasi Rui Barbosa tv replay Rui BarbosaTV REPLAY, O QUE É BOM SE REPETE! 

Bezerros-PE: Nosso Olhar… – “Tudo o que conquistei na vida eu devo ao povo desta cidade…” Afirmou o Prefeito Branquinho ao falar sobre sua carreira política

O repórter Rosimael Losasi esteve recebendo para participar de um dos quadros da TV Replay por nome de “Nosso Olhar…”, o Sr. Branquinho, Prefeito do Município de Bezerros; a cidade fica próxima a Caruaru, a apenas 20 km e a cerca de 100 km de Recife, capital Pernambucana. Neste programa, gestores municipais são convidados para apresentarem e debaterem os assuntos mais polêmicos que envolvem o município em questão.

A princípio, o prefeito Branquinho compartilhou de seu prazer em estar falando sobre sua cidade, que é sua paixão. Na ocasião, o repórter levantou algumas questões que deixam dúvidas para as pessoas, ligadas ao município de Bezerros. Entre elas, Branquinho foi questionado se Caruaru, cidade próxima, já pertenceu ao seu município. O prefeito relatou que estas dúvidas não passam de interpretações equivocadas, pois a única coisa em comum entre estas duas cidades é que a Paróquia Nossa Senhora das Dores (Caruaru) já pertenceu à Paróquia de São José dos Bezerros, mas isto não interfere na questão de emancipação dos municípios em questão.

Sobre a origem do nome da cidade de Bezerros, o prefeito Branquinho ressaltou que existem muitas histórias relacionadas à sua formação, no entanto, a população do município adotou uma delas; antigamente havia uma família que morava das localidade da cidade, por nome de Família Bezerra, que certa feita o filho mais novo se perdeu na mata. Diante disso, uma promessa foi feita à São José, que seria construída uma capela no lugar onde a criança fosse encontrada. Desta forma, às margens no Rio Ipojuca, a capela foi levantada e hoje representa o contexto histórico de Bezerros.

O Prefeito contou sobre sua carreira política, onde se iniciou devido o fato de sua família estar engajada neste setor. Branquinho foi vereador, logo após foi eleito prefeito de Bezerros, em 1972. Ao término do seu mandato, se candidatou à deputado, onde assumiu este cargo por 8 anos e depois foi convocado pelo governador Roberto Magalhães, para trabalhar no Tribunal de Contas. Passados 24 anos, Branquinho venceu mais uma eleição no município, onde marcou a história política da cidade por ter sido eleito por mais da maioria da população.

“Não trabalho com a administração dos meus sonhos, mas faço o possível para o bem da população com muita transparência e dedicação…” relatou o prefeito.

Segundo o gestor, a industrialização foi o foco de sua campanha. Garantir emprego para a população e o ciclo da economia da cidade é uma preocupação do prefeito, que afirmou que Bezerros tem se desenvolvido comercialmente, mesmo diante da crise. Várias empresas estão sendo abertas na cidade, uma nova indústria está prestes a ser instalada e tudo isso é sinônimo de novas vagas de emprego e de crescimento do município. O prefeito aproveitou o ensejo para agradecer o apoio da Câmara dos Vereadores neste sistema de industrialização presente na cidade, onde todos os edis tem se disponibilizado realização destes empreendimentos.

Em relação às datas festivas vivenciada pela população de Bezerros, o prefeito Branquinho ressaltou que o carnaval é a festa que causa maior custo financeiro, maior fluxo de turistas, onde há a necessidade de mais efetivos policiais militares para garantir a segurança da sociedade. O São João é comemorado de forma mais tradicional, respeitando a cultura que ela carrega na sua história, onde Serra Negra é ponto turístico nesta época na cidade de Bezerros.

É possível notar que durante o programa “Nosso Olhar…”, todos os prefeitos já entrevistados compartilharam da mesma situação precária de educação, saúde e segurança e na cidade de Bezerros não foi diferente. Nem chegou a ser questionado, que o prefeito Branquinho tocou no assunto “EDUCAÇÃO” e disse que como todos os outros prefeitos ressaltaram, os recursos liberados pelo governo federal são insuficientes para suprir as necessidades do povo; merenda e transporte escolar são mantidos praticamente por recursos da prefeitura, bem como salários de especialistas da saúde, professores e agentes da segurança pública.

Ao fim da entrevista, o prefeito Branquinho agradeceu à equipe da TV Replay pela oportunidade de mostrar os encantos e desencantos do seu município, não deixando de lado as dificuldades vivenciadas por elas. O prefeito fez questão de relembrar a gestão do ex-governador Eduardo Campos, que sempre esteve presente no carnaval da cidade e ajudou nas necessidades do município.

CONFIRA!

Branquinho Bezerros-PE (1) Branquinho e Rosimael Losasi TV Replay (1) Branquinho e Rosimael Losasi Branquinho Tv Replay Rosimael Losasi 1 Rosimael Losasi

TV REPLAY, O QUE É BOM SE REPETE!

Rio Formoso-PE: Nosso Olhar… Prefeito Dr. Hely ressalta as dificuldades enfrentadas em seu município e afirma: “Eu não fui eleito para reclamar, mas sim para trabalhar e buscar soluções…”

O repórter Rosimael Losasi esteve recebendo para participar de um dos quadros da TV Replay por nome de “Nosso Olhar…”, Dr. Hely, Prefeito do Município de Rio Formoso, cidade da Zona da Mata de Pernambucano, próxima a cidade litorânea de Tamandaré. Neste programa, gestores municipais são convidados para apresentarem e debaterem os assuntos mais polêmicos que envolvem o município em questão.

A entrevista foi iniciada com a explicação da origem do nome da cidade, Rio Formoso, pelo prefeito Dr. Hely, que também é médico ginecologista. Na ocasião, o gestor falou que este nome se deu pelo fato que haver um rio que corta o município e que é chamado de rio Formoso; com uma extensão de 500 hectares de manguezal, o rio é ecologicamente preservado e faz parte do turismo e das belezas naturais do município.

Pela cidade de Rio Formoso estar localizada na Zona da Mata do estado, onde a terra favorece a plantação de cana-de-açúcar, o prefeito Dr. Hely comentou sobre os engenhos presentes no município, mais especificamente nos distritos, que garante uma boa fonte de renda para a população e cerca de 500 vagas de emprego na época de moagem da cana. Rio Formoso fica próximo da SUAPE, complexo industrial portuário do estado de Pernambuco, que durante o segundo mandato de Hely, o mesmo conseguiu fazer com que seu município participasse do território estratégico da SUAPE e a partir disso, duas indústrias foram implantadas na cidade e em breve, outra será aberta.

Questionado sobre o início de sua carreira política, onde o mesmo não é descendente de políticos e sua outra profissão é na área da saúde, Dr. Hely explicou que pelo fato dele ter passado em concurso público para trabalhar no município de Rio Formoso como médico, no decorrer dos anos ele teve a oportunidade de assumir cargos políticos, chegando a ser prefeito do município pela segunda vez. Apesar de sua gestão municipal atrapalhar um pouco sua vida como médico, o mesmo ressaltou que se esforça para se dedicar nas duas profissões.

Sobre as festas tradicionais do município, o prefeito destacou a festa do Reduto, comemorada no mês de fevereiro e que carrega um contexto histórico pouco valorizado pelos pernambucanos; durante a invasão Holandesa no território do nosso estado, o soldado Pedro Albuquerque foi o único a sobreviver à batalha. Desta forma, o morro em que foi palco deste evento, foi contemplado patrimônio histórico e cultural do estado. O carnaval e o São João, também são prestigiados como muita alegria pela população de Rio Formoso, bem como as festas de Emancipação Política e a do padroeiro da cidade, São José.

Em relação a saúde, Dr. Hely falou que no hospital municipal há médicos plantonistas todos os dias, serviços de cirurgia ginecológica, atendimentos com fisioterapeutas, psiquiatras, distribuição de medicamentos. Há 09 PSF’s (Programa Saúde da Família) na cidade, presença do SAMU, que por 11 meses foi mantido com recursos próprios do município. O gestor deixou claro que gostaria de fazer muito mais pela saúde da população, no entanto, lhe falta recursos para manter todo o sistema que engloba este setor.

Questionado sobre emprego, o prefeito ressaltou a importância da Casa da Juventude, um órgão municipal que através da parceira com SENAI, tem oferecido cursos profissionalizantes para os jovens de Rio Formoso. Muitos desses jovens são beneficiados com vagas nas indústria de SUAPE e de empresas locais. Diante da crise nacional, algumas destas indústrias tiveram que despedir um número considerável de empregados, mas Hely ressaltou que estará persistindo no projeto Jovem Aprendiz para assim, garantir o futuro dos seus jovens.

O prefeito de Rio Formoso falou que o sistema educacional de seu município tem melhorado durante os anos de sua gestão, onde foram construídas escolas na zona rual com centro de informática em todas elas, o piso salarial dos professores estão sendo cumpridos e capacitações estão sendo realizadas com frequência para estes profissionais.

A questão das drogas é o que o prefeito Hely considera como a causa da violência do seu município, onde o sistema de segurança deixa a desejar, pois não tem delegado próprio da cidade e há poucos policiais militares; Dr. Hely ressaltou que se utiliza de meios como a educação, o esporte, entidades religiosas como forma de desviar os jovens que estão no mundo das drogas e violência, para um caminho de paz e tranquilidade.

Diante das dificuldades que o município tem enfrentado por falta de recursos, o prefeito disse:

“Eu digo sempre a minha equipe: eu não fui eleito pra reclamar, fui eleito para trabalhar e buscar soluções e é isso que faz a diferença em uma gestão” – afirmou o prefeito.

Dr. Hely finalizou a entrevista agradecendo pela presença da equipe da TV Replay e a todos que acompanham o Programa Nosso Olhar.

CONFIRA!

dr. hely 1 dr. hely e rosimael losasi 1 dr. hely e rosimael losasi dr. hely

TV REPLAY, O QUE É BOM SE REPETE!

Angelim-PE: Nosso Olhar… – “Nós elegemos Educação e Saúde como os dois pontos básicos da nossa administração…”, Afirmou Prefeito Marco Calado

O repórter Rosimael Losasi esteve recebendo para participar de um dos quadros da TV Replay por nome de “Nosso Olhar…”, Marco Calado, Prefeito do Município de Angelim, cidade do Agreste Pernambucano, localizada a 22 km de Garanhuns e a 220 km de Recife, capital do estado. Neste programa, gestores municipais são convidados para apresentarem e debaterem os assuntos mais polêmicos que envolvem o município em questão.

O prefeito Marco Calado, que está no seu 4º mandato, falou sobre os benefícios que o mesmo vem recebendo durante este tempo que ele está administrando o município de Angelim. O prefeito mencionou que se sente muito feliz por ser gestor de sua terra e de conviver com a população da cidade, que participa efetivamente de sua vida política e social.

Sobre a origem da cidade de Angelim, o prefeito explicou o contexto histórico, onde na localidade da cidade, havia uma estação de trem que ligava as cidade de Palmares e Garanhuns. Desde então, as pessoas começaram a construir armazéns e residências, e devido a isso, foi crescendo o número populacional no local e posteriormente, tornou-se cidade. Por o nome da cidade ser um tipo de vegetação, o prefeito ressaltou que nos tempos atuais não há muitas destas plantas, só as que foram plantadas há 50 anos.

O prefeito Marco Calado falou sobre a festa de emancipação política de Angelim e aproveitou o ensejo para explicar que antigamente, mais especificamente em 1931, diante do contexto histórico, Angelim passou a ser sede do distrito de Palmerina, que anteriormente era distrito de Garanhuns e devido a falta de espaço territorial, passou a ser distrito de Angelim. Desta forma, segundo o gestor, o dia da emancipação é comemorado com muito júbilo, honrando as tradições de seus antepassados. O dia de São José também é uma tradição, sendo esta religiosa e vivenciada pelos munícipes.

Por ser a cidade que tem o “milho” como representante agrícola, o prefeito mencionou que devido à falta de chuva, as plantações este ano foram um pouco mais tardia do que o tradicional. Questionado sobre o mês de março ser o tempo de plantio do milho, que consequentemente garante que a colheita seja exatamente 3 meses depois, no mês de junho, Marco concordou e ressaltou que sua região tem este grão como predominante e São José como o marcador do bom inverno, garantindo que a variedade de comidas típicas estejam nas mesas de sua população.

Em relação a saúde, o prefeito Marco Calado afirmou que Angelim está com bons índices, onde há 05 PSF’s (Programa Saúde da Família) espalhados pelas zonas rural e urbana da cidade, unidade mista com profissionais plantonistas, clínicas especializadas e campanhas de vacinações constantes.

Sobre a questão de emprego, Marco relatou que sua cidade tem um diferencial das demais, pois mesmo diante da crise nacional, a empresa Chesf (Companhia Hidro Elétrica do São Francisco) tem garantido mão de obra para os moradores de Angelim, no entanto, há pessoas que vão para as grandes cidades, como Garanhuns e Caruaru, em busca de oportunidades de emprego. Questionado sobre o Bolsa Família garantir renda para a população, o prefeito afirmou que sim e disse que durante período de recebimento, o comércio sente um crescimento favorável à economia do município.

Em relação a educação, o gestor de Angelim ressaltou que este ponto foi um dos focos de sua administração, bem como a saúde. Falou sobre o FUNDEPE, um plano educacional que está garantindo um bom desenvolvimento para a educação da cidade e ressaltou que a política salarial dos professores está sendo satisfatória.

A falta de impunidade foi o que o prefeito Marco Calado usou como causa de violência em todos os termos, não só a armada, mas também aquela que engana o povo brasileiro, tirando dele os seus direitos constitucionais. Sobre segurança, o prefeito falou que o município depende dos recursos do governo, onde o mesmo deixa a desejar. Segundo o gestor, está faltando polícia militar, polícia investigativa para prever e tentar combater a violência que assola não só seu município, mas o Brasil e o mundo.

Para finalizar, o prefeito Marco foi desafiado a falar sobre a quantidade de policiais militares que Angelim tinha no seu primeiro mandato e a resposta foi a mesma para todos os 4 mandatos.

“O número de policiais é o mesmo, quando na verdade deveria ter crescido, pois a população se multiplica no decorrer dos anos.”

O prefeito falou que este é a um problema do governo no estado, que não presa o bastante para garantir a segurança da população.

O prefeito Marco Calado agradeceu a presença da TV Replay e convidou a todos para visitar sua cidade, deixando claro que ele e o município estão aguardando de braços abertos todo visitante.

CONFIRA!

Marco Calado marco calado e rosimael losasi rosimael losasi (2)

TV REPLAY, O QUE É BOM SE REPETE!

Angelim-PE: Prefeito Marco Calado será o entrevistado do Programa “Nosso Olhar…” nesta segunda-feira (27)

O Programa Nosso Olhar é um projeto da TV Replay que busca conhecer os municípios do estado de Pernambuco. Para isso, o Repórter Rosimael Losasi visita as cidades e entrevista os seus respectivos gestores, onde na ocasião, os mesmos são questionados sobre todos os setores de administração e desenvolvimento de suas cidades.

Nesta segunda-feira (27), será a vez da cidade de Angelim. O Prefeito Marco Calado esteve com a equipe da TV Replay e relatou tudo o que vem acontecendo no seu município, desde sua história ao seu desenvolvimento dos últimos anos. A partir desta segunda-feira, você poderá acompanhar toda a entrevista.

marco calado e rosimael losasi

TV REPLAY, O QUE É BOM SE REPETE!

Belo Jardim-PE: Nosso Olhar… Prefeito João Mendonça faz balanço do seu terceiro mandato e diz: “Me orgulho de fazer parte da história dessa cidade e farei o melhor para que o povo tenha qualidade de vida!”

O repórter Rosimael Losasi esteve recebendo para participar de um dos quadros da TV Replay por nome de “Nosso Olhar…”, João Mendonça, Prefeito do Município de Belo Jardim, cidade localizada a aproximadamente 186 km da capital Pernambucana. Neste programa, gestores municipais são convidados para apresentarem e debaterem os assuntos mais polêmicos que envolvem o município em questão.

A princípio, o prefeito João Mendonça falou sobre a origem do nome da cidade, onde durante sua formação, a cidade era distrito de Brejo da Madre de Deus. Segundo o gestor, neste tempo, havia um padre que admirava a vasta vegetação que o local apresentava e começou a chamá-lo de Belo Jardim. Desde então, este passou a ser o nome da cidade. O prefeito também ressaltou as belezas do município e as vocações que ela comporta em artesanato, indústria, armazenamento de água, política, dentre outras.

Na ocasião, o prefeito João falou sobre as barragens da cidade, Bituri e Ipojuca, que abastecem a população de Belo Jardim e redondeza, que estão passando pelo problema regional de racionamento devido a seca.

Em razão do município estar localizado as margens da BR 232, caminho importante que liga o Sertão e o Agreste pernambucano, João Mendonça mencionou os benefícios proporcionados ao mesmo, sendo um deles, a presença das indústrias Baterias Moura e a Palmeiron, grandes empresas localizadas próximo à cidade e que segundo o prefeito, garantem um suporte econômico industrial para a cidade.

Questionado sobre sua carreira política, o prefeito João Mendonça falou que desde criança esteve engajado nesta área por causa de sua família e ressaltou que é preciso ter vocação e dedicação para se tornar um representante político competente.

Sobre as festividades tradicionais da cidade de Belo Jardim, o prefeito falou sobre a festa de São Sebastião, que mesmo não sendo tão valorizada como antigamente, hoje ela ainda é comemorada, bem como a festa das Marocas. O Jardim Cultural também faz parte da tradição do município e é uma festividade criada pelo prefeito João Mendonça; o mesmo falou que o intuito destas festas é, além de garantir a alegria do povo, fortalecer o comércio.

Em relação à saúde, João Mendonça, que está no seu terceiro mandato, mencionou que recebeu o hospital fechado por duas vezes, em 2000 e em 2013, durante dois mandatos. O prefeito falou sobre a construção do hospital público que será inaugurado ainda este ano e fez questão de dizer que será da melhor qualidade, com equipamentos modernos e com segurança. Além do hospital, estão sendo construídas 05 UBS’s (Unidade Básica de Saúde) e 02 policlínicas.

Questionado sobre a segurança na cidade de Belo Jardim e sobre o quadro de violência, o prefeito João declarou que é preciso primeiro investir na educação, pois é através dela que pode ensinar desde criança, o caminho que não leva às drogas, ao crime. Em relação à maioridade penal, João ressaltou que o governo precisa ter um norte e refletir sobre todos os pontos necessários para poder chegar a uma conclusão clara e objetiva.

“O governo corre do investimento na educação no país; ele cobra do município, mas fornece pouca ajuda… prender ou soltar um elemento, não importa, é preciso investir no combate à violência…” – afirmou João.

Sobre esportes, o prefeito João mencionou que a população de Belo Jardim gosta das modalidade mais conhecidas como futebol, voleibol, handebol. Na cidade, há uma vila olímpica do SESC utilizada para jogos, que inclusive será ampliada em breve, relatou o Prefeito. O futebol é o foco do município, onde há o time Belo Jardim Futebol Clube.

Em relação à educação, o prefeito ressaltou que Belo Jardim tem sido exemplo neste setor. Há ônibus escolares, materiais didáticos de qualidade, escola técnica que será inaugurada até o final do corrente ano, convênio com institutos; João ressaltou que durante seu mandato, o índice de educação no estado passou de uma colocação que estava acima de 100º lugar para um dos 30ª primeiros. Segundo o prefeito, o seu objetivo é garantir uma educação de qualidade para os moradores de Belo Jardim.

Com um clima agradável, com pássaros cantando e vento frio refrescando o ambiente, a entrevista foi finalizada com o prefeito João Mendonça expressando o seu orgulho de ser nordestino e de ser gestor de um município com uma cultura artesanal valorizada pelos moradores.

Confira!

João Mendonça 1 João Mendonça e Rosimael Losasi João Mendonça Rosimael Losasi 1 Rosimael Losasi

TV REPLAY, O QUE É BOM SE REPETE!

São João-PE: Nosso Olhar… Em entrevista, Prefeito Genaldi Zumba retrata o setor educacional da cidade como exemplar, fato este que resultou medalha de ouro conquistada por aluno em olimpíada nacional de matemática

O repórter Rosimael Losasi esteve recebendo para participar de um dos quadros da TV Replay por nome de “Nosso Olhar…”, Genaldi Zumba, Prefeito do Município de São João, cidade localizada a 250 km da capital Pernambucana e a 16 km da cidade de Garanhuns. O município encontra-se a mais de 700 m do nível do mar e contém belas paisagens. Neste programa, gestores municipais são convidados para apresentarem e debaterem os assuntos mais polêmicos que envolvem o município em questão.

O prefeito Genaldi Zumba deu início as suas palavras falando sobre seu primeiro mandato e contou que sua carreira política começou como vereador do município. Por ter crescido no meio rural, o prefeito comentou que começou a trabalhar na agricultura muito cedo e que quando passou a morar na cidade, trabalhou no setor de saúde, mas deixou claro que nunca abandonou sua origem, de cuidar do campo.

Pelo município ser comumente chamado de São João de Garanhuns, o prefeito explicou que sua cidade foi desmembrada de Garanhuns e fica localizada muito próximo dela, por isso que as pessoas a chamam desta forma. Na ocasião, o prefeito também mencionou o contexto histórico do início de São João, onde deste o ano de 1958 houve o primeiro prefeito nomeado no município.

Ainda sobre a origem da cidade, Genaldi contou que o município faz parte de um processo histórico desde os tempos que aconteciam as sesmarias, onde no território da cidade havia uma fazenda pertencente à família Burgos e que tinha por nome Fazenda São João. Devido ao crescimento populacional na fazenda, o local passou a ser distrito de Garanhuns e em 1962 recebeu sua emancipação, sendo governada pelo primeiro prefeito eleito pelo voto direto.

O nome da cidade também remete ao padroeiro do município, São João Batista e o prefeito Genaldi falou sobre a igreja matriz que é um ponto turístico, onde no seu topo há uma estátua de São João Batista, sendo ela um símbolo que marca a história da cidade.

São João-PE 1 São João-PE

No momento de entrevista, o fundo utilizado foi o famoso açude conhecido como Fossão, segundo explicou o gestor. Questionado sobre a forma que a população utilizaria este açude, Genaldi comentou que no início de seu mandato, foi preciso fazer um trabalho de urbanização no local, pois nele havia despejo de esgoto. Pelo açude estar localizado no centro da cidade, o prefeito ressaltou que seria importante que ele fosse bem cuidado, pois faz parte de um dos pontos turísticos do município. Para isso, foi construída uma passarela que liga dois bairros da cidade e ao seu redor, foi feita uma pista para que as pessoas possam caminhar sobre ela. Além de sua limpeza, a população aproveita para pescar a vontade e para consumo próprio, pois no açude há muito peixe.

São João-PE 2 São João-PE 3

Sobre as festividades tradicionais do município de São João, Genaldi destacou o carnaval, onde a cidade recebe muitos turistas, inclusive de Garanhuns, pois esta data não é comemorada na cidade; segundo o prefeito, o São João não poderia ficar de fora, pois a cidade leva consigo o nome desta data que é comemorada com muitas festas, preservando a cultura genuína da época, com realização de quadrilhas durante todo o mês de junho, se estendendo até julho. A emancipação política também foi ressaltada pelo prefeito, onde a cidade comemora seu aniversário que inclusive, coincide com o dia que o prefeito Genaldi completa mais um ano de vida.

Em relação a saúde, o prefeito falou que este foi um dos pontos que lhe foi entregue com muitas dificuldades, mas que ele vem trabalhando para melhor a qualidade de vida dos moradores. Para isso, os PSF’s (Programa Saúde da Família) estão sendo reformados e outros estão sendo construídos, bem como o hospital comporta uma vasta equipe médica qualificada com profissionais especialistas e com realização de cirurgias gerais de pequeno e grande porte. O prefeito também falou sobre o TFD (Tratamento Fora do Domicílio) que atende as pessoas que precisam de tratamentos que são disponíveis na capital pernambucana e precisam de deslocar para o local. A prefeitura disponibiliza transporte de segunda a sexta para que as necessidades dessas pessoas possam ser atendidas.

Questionado sobre a situação de emprego na cidade de São João, Genaldi Zumba falou sobre a instalação de uma rede de energia eólica que está sendo implantada na região próxima ao município, onde garantiu 500 vagas de empregos direto para a população, além das oportunidades que são oferecidas indiretamente, como para donos de restaurantes, pessoas que transportam os trabalhadores da estação de energia, entre outras. O prefeito falou sobre as ocupações nas secretarias da cidade, que muitas vezes é necessário empregar mais pessoas. O terreno que uma vez foi usado como lixão, foi limpo e doado para uma empresa que está sendo construída e o prefeito mencionou que um dos critérios para a instalação da empresa, é que 70% das vagas oferecidas deveriam ser direcionadas para a população de São João.

Em relação a segurança e educação, o prefeito Genaldi falou primeiro sobre como a secretaria de educação tem desenvolvido o trabalho na cidade. Os estudantes do municípios tem acesso à transporte escolar em todos os pontos da cidade, onde segundo o prefeito, nenhum aluno anda 500 m a pé; em relação a merenda escolar, todo o cardápio é alternativo durante a semana, ou seja, as refeições não são repetitivas; no município há uma creche com uma estrutura ampla que atende crianças de 1 ano e 6 meses, até 4 anos. O prefeito fez questão de comentar sobre um aluno do 9º ano da rede municipal, Luiz Felipe, que recebeu medalha de ouro na OBMEP (Olimpíada de matemática das Escolas Públicas).

Sobre segurança, o prefeito ressaltou a presença de um guarnição efetiva no município disponibilizada pelo governo do estado. Devido a ocorrência de alguns homicídios na cidade, inclusive de um vereador, a prefeitura pediu reforços na segurança para a secretaria responsável por este setor através de audiências públicas, para que haja uma melhor atuação de policiais no município. A polícia militar também é parceira dos funcionários da cidade, onde foi disponibilizado para eles, aparelhos celulares que ajuda na comunicação entre todos e para que haja agilidade no trabalho de segurança.

Finalizando suas palavras, o prefeito Genaldi falou ao som do sino que tocava na igreja Matriz de São João, sobre uma promessa feita durante período eleitoral, onde Genaldi e toda sua equipe prometeram que se fossem eleitos, a porta da prefeitura seria aberta para toda a população, pois durante o mandato dos prefeitos anteriores, havia uma dificuldade com o contato da população de São João com seu gestor. Devido a isso, como uma forma de garantir a inclusão do povo com o prefeito, Genaldi fez essa promessa e a cumpriu assim que recebeu sua posse e hoje pode-se constatar que de fato não há porta no gabinete do prefeito Genaldi.

CONFIRA!

Genaldi Zumba Prefeito de São João-PE Prefeito Genaldi Zumba e Rosimael Losasi Prefeito Genaldi Zumba Rosimael losasi

TV REPLAY, O QUE É BOM SE REPETE!

Belo Jardim-PE: Prefeito João Mendonça será o entrevistado do Programa “Nosso Olhar…” nesta quinta (23)

O Programa Nosso Olhar é um projeto da TV Replay que busca conhecer os municípios do estado de Pernambuco. Para isso, o Repórter Rosimael Losasi visita as cidades e entrevista os seus respectivos gestores, onde na ocasião, os mesmos são questionados sobre todos os setores de administração e desenvolvimento de suas cidades.

Nesta quinta-feira (23), será a vez da cidade de Belo Jardim. O Prefeito João Mendonça esteve com a equipe da TV Replay e relatou tudo o que vem acontecendo no município de Belo Jardim, desde sua história ao seu desenvolvimento dos últimos anos. A partir desta quinta-feira (23), você poderá acompanhar toda a entrevista.

João Mendonça e Rosimael Losasi

TV REPLAY, O QUE É BOM SE REPETE!

São João-PE: Prefeito Genaldi Zumba será o entrevistado do Programa “Nosso Olhar…” nesta segunda (20)

O Programa Nosso Olhar é um projeto da TV Replay que busca conhecer os municípios do estado de Pernambuco. Para isso, o Repórter Rosimael Losasi visita as cidades e entrevista os seus respectivos gestores, onde na ocasião, os mesmos são questionados sobre todos os setores de administração e desenvolvimento de suas cidades.

Nesta segunda-feira (20), será a vez da cidade de São João. O Prefeito Genaldi Zumba esteve com a equipe da TV Replay e relatou tudo o que vem acontecendo no município de São João, desde sua história ao seu desenvolvimento dos últimos anos. A partir desta segunda-feira (20), você poderá acompanhar toda a entrevista.

Prefeito Genaldi Zumba e Rosimael Losasi

TV REPLAY, O QUE É BOM SE REPETE!

Moreno-PE: Nosso Olhar… Em entrevista, Dilsinho Gomes fala sobre segurança pública e diz: “Procuro fazer o que nos cabe, para garantir lazer a população e gerar opções para que nossos jovens não andem em maus caminhos…”

O repórter Rosimael Losasi esteve recebendo para participar de um dos quadros da TV Replay por nome de “Nosso Olhar…”, Dilsinho Gomes, Prefeito do Município de Moreno, cidade localizada na região metropolitana do Recife, capital do estado; neste programa, gestores municipais são convidados para apresentarem e debaterem os assuntos mais polêmicos que envolvem o município em questão.

Com o clima um pouco frio e agradável, o Prefeito Dilsinho Gomes recebeu a equipe da TV Replay para compartilhar das informações referentes à cidade de Moreno, onde o prefeito cumpre seu primeiro mandato.

Por nome de Adilson Gomes Filho, o prefeito nos contou que é comumente chamado de Dilsinho Gomes, devido à sua carreira política ter começado desde sua adolescência. Aos 16 anos, Dilsinho se filiou ao Partido Socialista Brasileiro e afirmou que sempre acompanhou o seu pai, Adilson Gomes, que foi vereador da cidade, nas campanhas e viagens políticas. Por gostar do ramo político e assumir cargos desde jovem, inclusive trabalhando ao lado do deputado Miguel Arraes, as pessoas começaram a chamá-lo de Dilsinho, até os dias de hoje.

O prefeito frisou que a característica da cidade é da Zona da Mata, que consequentemente há muita vegetação. Com solo propício para a plantação de cana de açúcar, Dilsinho comentou que há 39 engenhos no município, espalhados pelos distritos e pela zona rural.

Sobre a origem do nome do cidade ser Moreno, Dilsinho contou a história que caracteriza este nome; dois irmãos, Baltazar e Gonçalves Moreno, chegaram na região da cidade há 399 anos e construíram um casarão com engenho, onde recebeu o nome de Engenhos Morenos. Após o falecimento dos irmãos, o local deixou de ser chamado Engenhos Morenos, no plural,  e passou a ser chamado apenas de Moreno.

A região geográfica da cidade de Moreno, é caracterizada por conter muitas montanhas, e o prefeito Dilsinho Gomes falou sobre a famosa montanha de 400m localizada em Buscaú, próximo ao povoado de Massaranduba, que do seu topo, é possível avistar o território da região do Recife e de Jaboatão, podendo constatar partes da orla da praia. Pela topografia da cidade ser irregular, ou seja, ela é composta por morros, montes, há uma variedade climática em determinadas regiões, como por exemplo no tempo de inverno, na zona rural próximo às montanhas, a temperatura é mais baixa, diferentemente da sede da cidade, onde a temperatura é mais elevada, explicou o prefeito.

Referente aos pontos turísticos da cidade, o prefeito mencionou que Moreno é rodeado pelas belezas naturais, pois nela há passagem de rio, presença de mananciais, reservas ecológicas, além nos marcos históricos em arquitetura, como o casarão dos irmãos Morenos.

Questionado sobre na cidade ter algum time de futebol, Dilsinho afirmou que nestes ultimos anos, está resgatando as tradições relacionadas ao futebol, como a Liga de Moreno, onde os clubes dos bairros participam de torneios. A Copa Rural também faz parte deste resgate e o prefeito espera que através do empenho dos moradores neste esporte, eles possam chegar a competir em um campeonato estadual.

Dentre as festividades vivenciadas na cidade de Moreno, Dilsinho mencionou a festa dos Santos Reis, comemorada no início do ano no distrito de Bonança; festa de São Sebastião; o Carnaval que é comemorado com blocos que se concentram na sede; na quarta-feira de cinzas não pode faltar o famoso bacalhau do Beto, que já é tradição há mais de 30 anos. As encenações da Paixão de Cristo, também fazem parte do calendário festivo de Moreno, onde os alunos da rede municipal são os protagonistas da história; o São João, segundo Dilsinho, é comemorado seguindo o modelo cultural desta data, onde os morenenses valorizam as suas raízes; festa de emancipação política, no mês de setembro e por fim, o ciclo natalino.

Sobre a saúde pública de Moreno, Dilsinho afirmou que a policlínica da cidade está sendo ampliada,  uma UPA de porte 1 está sendo construída e algumas UBS’s (Unidade básica de Saúde) estão recebendo reformas. O prefeito mencionou que a policlínica de Moreno é de grande importância, pois além atender a sua população, moradores das cidades vizinhas fazem consultas no local, além de conter especialistas em cirurgias ortopédicas e de traumatologia, atendendo pessoas de todo o estado. O prefeito afirmou que mesmo diante das dificuldades da saúde do Brasil, ele tem trabalho ao máximo para garantir a assistência básica aos moradores do município e utilizou-se do ditado popular que diz:

“melhor preservar a saúde, do que cuidar da doença.”

Em relação a educação, sobre o que a secretaria de educação tem feito para garantir crescimento educacional dos moradores de Moreno, Dilsinho afirmou:

“A educação é primordial, para se ter uma cidade desenvolvida, é preciso que o povo tenha acesso à educação de qualidade. Ao comandarmos o município, encontramos uma dificuldade no setor educacional, com folhas salariais atrasadas, dívidas com banco, bloqueio de recursos como o PDE e levamos 2 anos para poder desbloquear este recurso.”

Ainda sobre educação, o prefeito falou que atualmente o salário dos professores está regularizado, a cidade tem recebido recursos do governo para investir na educação, está sendo realizadas reformas em algumas escolas e compra constantes de materiais escolares, de fardamentos e de merendas quando necessário. O prefeito garantiu que tem trabalhado muito em prol da educação, para recuperar o tempo que a cidade passou sem ter acesso à educação de qualidade.

Questionado sobre a questão de empregos, visto que o Brasil tem passado por dificuldade econômicas que também afeta os municípios, o prefeito disse que diante destes problemas nacionais, a cidade de Moreno tem se diferenciado, pois nela há industrias, inclusive recentemente foi implantado um novo distrito industrial na cidade, que consequentemente são portas abertas para novos empregos. Mesmo diante da crise econômica que o país está vivendo, o prefeito tem um perspectiva positiva pra cidade devido às industrias localizadas no município, que tem gerado empregos como a muito tempo a cidade não via.

Sobre segurança,  o prefeito afirmou que ao iniciar seu mandato, foi criada na cidade uma secretaria de segurança municipal, que antes não existia. Para que haja segurança de qualidade, Dilsinho considera a educação, o lazer, uma boa iluminação pública, pontos essenciais para que a população sinta-se segura. A polícia Militar, a polícia civil e o corpo de bombeiros trabalham juntos neste setor na cidade e o resultado está na diminuição do número de homicídios, que vem caindo a cada ano. O prefeito afirmou que tudo isso é fruto do empenho destes órgãos e das patrulhas rurais e dos bairros, que sempre fazem vistorias.

“Nosso objetivo é melhorar a segurança pública , com garantia de lazer para a população e para e ajudar os jovens.”, afirmou o Prefeito

O prefeito finalizou suas palavras agradecendo pela oportunidade da entrevista e convidou à todos para visitar a cidade de Moreno, que é dotada de belezas naturais, histórias e arquitetônicas. Dilsinho garantiu que o povo morenense irá receber os visitantes com muito prazer.

CONFIRA!

Dilsinho Gomes e Rosimael Losasi Dilsinho Gomes Prefeito de Moreno-PE Rosimael Losasi

TV REPLAY, O QUE É BOM SE REPETE!

Moreno-PE: Prefeito Dilsinho Gomes será o entrevistado do Programa “Nosso Olhar…” nesta quinta (16)

O Programa Nosso Olhar é um projeto da TV Replay que busca conhecer os municípios do estado de Pernambuco. Para isso, o Repórter Rosimael Losasi visita as cidades e entrevista os seus respectivos gestores, onde na ocasião, os mesmos são questionados sobre todos os setores de administração e desenvolvimento de suas cidades.

Nesta quinta-feira (16), será a vez da cidade de Moreno. O Prefeito Dilsinho Gomes esteve com a equipe da TV Replay e relatou tudo o que vem acontecendo no município de Moreno, desde sua história ao seu desenvolvimento dos últimos anos. A partir da próxima quinta (16), você poderá acompanhar toda a entrevista.

Dilsinho Gomes e Rosimael Losasi

TV REPLAY, O QUE É BOM SE REPETE!

Canhotinho-PE: Nosso olhar… – Em entrevista, Felipe Porto fala sobre economia da cidade que é voltada para agricultura e pecuária e diz: “A minha gestão não é apenas em uma área, eu foco em todo o município: no homem do campo, da cidade e do distrito…”

O repórter Rosimael Losasi esteve recebendo para participar de um dos quadros da TV Replay por nome de “Nosso Olhar…”, Felipe Porto, Prefeito do Município de Canhotinho, cidade localizada no Agreste Pernambucano à 30 km de Garanhuns, à 210 km da Capital do estado, se for por Palmares, e 220 km se for por Caruaru; neste programa gestores municipais são convidados para apresentarem e debaterem os assuntos mais polêmicos que envolvem o município em questão.

Recebendo a equipe da TV Replay em sua própria residência, Felipe Porto iniciou suas palavras falando sobre seu mandato na cidade de Canhotinho, sendo este o primeiro, e ressaltou que seu antecessor, seu tio, Álvaro Porto, foi o gestor da cidade durante 08 anos.

Na ocasião, Felipe Porto falou sobre a situação em que a cidade lhe foi entregue e afirmou que foi de forma organizada e que está trabalhando para melhorar o desenvolvimento cada vez mais.

Questionado sobre a fonte de renda da sua cidade, o prefeito explicou que a agricultura e a pecuária são os principais meios produtivos do município e mencionou que devido a seca presente na região nordeste, há alguns anos, as plantações e a produção de leite têm passado por dificuldades. Felipe fez uma ressalva quanto à importância do desenvolvimento da zona rural, como fator crucial para o movimento econômico de Canhotinho.

A origem do nome da cidade é contada de várias maneiras, entre elas, conta-se a história que antigamente na cidade haviam dois irmãos de nomes Canhoto e Canhotinho, que por algum motivo, deu-se este nome para a cidade. O município completará 125 anos de emancipação política neste ano de 2015, no dia 02 de outubro, com festividades celebrada tradicionalmente todos os anos.

Dentre as festas tradicionais vivenciadas em Canhotinho, Felipe Porto falou sobre as comemorações marcantes da cidade, à começar pela festa de São Sebastião que é realizada do final do mês de Janeiro para o início de Fevereiro, o carnaval e o São João que são considerados os melhores da região, a Missa do Vaqueiro e os eventos esportivos como trilhas de Jeep e de Motocross.

Sobre educação, Felipe afirmou que os índices tem sido crescentes, sem contar na importância para o desenvolvimento intelectual da população de Canhotinho. O prefeito ressaltou como ‘indispensável’ o trabalho dos professores, sendo o melhor aliado para a educação e garantiu que o que a gestão tem feito por este setor, ainda é pouco, porém, a cada dia, ele busca melhorar a qualidade de vida do professor e do estudante canhotinhense.

Em relação à saúde, o prefeito considerou este ponto como um dos focos de sua campanha eleitoral e que através de sua gestão, tem trabalhado rigorosamente para melhorar cada dia mais a situação de saúde pública do município. Felipe afirmou que tem ampliado e reformado grande parte das UBS’s (Unidade Básica de Saúde), substituindo a casa de Apoio situada na Capital do estado por uma maior que venha acolher um bom número de pessoas e aproveitou a oportunidade para agradecer o serviço prestado pelos funcionários da saúde da cidade, que tem trabalhado muito em prol da qualidade de vida dos moradores de Canhotinho.

Questionado sobre a segurança da cidade e aproveitando o ensejo das discussões nacionais relacionadas à maioridade penal, Felipe respondeu:

“Questões como falta efetiva de policiais, falta de estrutura, desorganização de cota de gasolina das viaturas, dificultam a garantia de segurança da cidade, bem como das demais que sofrem com violência. É preciso analisar todos os fatores para poder designar a maioridade, pois se um garoto de 16 anos já pode votar, ele não pode responder por seus atos? “

Para melhorar a segurança do município, Felipe falou que está aplicando câmeras espalhadas por toda a cidade, visando garantir o conforto da população, dificultando assim as ações dos vândalos que tentam impedir o crescimento e desenvolvimento de Canhotinho.

Sobre emprego, o prefeito Felipe Porto utilizou-se do âmbito nacional para se basear na dificuldade que a população brasileira vem passando nos últimos meses com a inflação. Levando para a realidade da cidade de Canhotinho, a crise da seca também afeta a questão de emprego do comércio da cidade, visto que a economia do município é voltada também para a agricultura. Felipe considerou que se houvessem mais indústrias no município, fornecidas pelo governo federal, seriam portas abertas para novos empregos.

Ao final da entrevista, o prefeito Felipe agradeceu à toda população de Canhotinho pelo apoio e pelas preces feitas à Deus em prol de bênçãos para sua vida, e garantiu que a cada dia estará lutando para melhorar as questões direcionadas ao município.

CONFIRA!

Felipe Porto Canhotinho Felipe Porto e Rosimael Losasi Felipe Porto rosimael losasi

TV REPLAY, O QUE É BOM SE REPETE!

Canhotinho-PE: Prefeito Felipe Porto será o entrevistado do Programa “Nosso Olhar…” nesta segunda (13)

O Programa Nosso Olhar é um projeto da TV Replay que busca conhecer os municípios do estado de Pernambuco. Para isso, o Repórter Rosimael Losasi visita as cidades e entrevista os seus respectivos gestores, onde na ocasião, os mesmos são questionados sobre todos os setores de administração e desenvolvimento de suas cidades.

Nesta segunda-feira (13), será a vez da cidade de Canhotinho. O Prefeito Felipe Porto recebeu a equipe da TV Replay em sua residência e relatou tudo o que vem acontecendo no município de Canhotinho, desde sua história ao seu desenvolvimento dos últimos anos. A partir da próxima segunda (13), você poderá acompanhar toda a entrevista.

Felipe Porto e Rosimael Losasi

 TV REPLAY, O QUE É BOM SE REPETE!

 

Palmares-PE: Nosso Olhar… – Com 6 polos educacionais, município se destaca como um dos mais importantes da Mata Sul e do Norte das Alagoas

O repórter Rosimael Losasi esteve recebendo para participar de um dos quadros da TV Replay por nome de “Nosso Olhar…”, João Bezerra, Prefeito do Município de Palmares, cidade localizada na região da Mata Sul do Estado de Pernambuco, conhecida como Terra dos Poetas, ou Atenas Pernambucana, por ter sido berço de renomados e ilustres poetas, romancistas, teatrólogos e jornalistas pernambucanos que ajudaram a projetar Palmares no restante do País.

Trata-se de uma cidade bastante tradicional e muito importante na história do Estado de Pernambuco. Seu nome é também uma homenagem ao Quilombo dos Palmares, que se instalou na região e resistiu durante muito tempo.

Neste programa gestores municipais são convidados para apresentarem e debaterem os assuntos mais polêmicos que envolvem o município em questão.

A entrevista iniciou com o Prefeito João Bezerra falando sobre a reconstrução da cidade, visto que o município no ano de 2010 e 2011 esteve em estado de calamidade pública e em situação de emergência, em virtude das enchentes que basicamente destruiu o comércio inteiro da cidade.

Exaltou a cidade como uma das mais importantes da Mata Sul e do Norte das Alagoas, onde as cidades circunvizinhas vem em busca de melhores condições educacionais, uma vez que a cidade dispõe de seis faculdades, inclusive uma autarquia municipal e também pelo fato do município proporcionar um Polo médico com um hospital regional e dois hospitais particulares conveniados ao SUS, e demais clínicas especializadas em exames laboratoriais.

O prefeito fez um breve histórico de sua trajetória política; João Bezerra que é professor de matemática e de história por formação, concursado pela rede estadual e municipal de ensino da cidade de Palmares, no ano de 2004, segundo ele, por livre e espontânea pressão de um grupo de alunos, professores e amigos, e que mesmo retrucando, acabou entrando na política, foi eleito como vereador. Em 2008 foi vice-prefeito e 2012 eleito como prefeito da terra dos poetas.

Dentre os assuntos abordados na entrevista, o prefeito retratou as festas culturais existentes no calendário do município como a semana pré carnavalesca (Premares) e o Forromares, onde neste forró fora de época realizado no pátio de eventos, em quatro dias de festas, cerca de 50 mil pessoas por dia passam pelo evento, relembrando o período junino com a presença de artistas regionais e nacionais.

Quando questionado sobre como estaria a educação no município o prefeito de imediato afirmou:

“O melhor IDEB da Mata Sul de Pernambuco é o de Palmares, e estamos entre os 10 maiores IDEB’s do estado de Pernambuco.”

Sobre como anda a saúde no município, João Bezerra afirmou que hoje esta área em todo âmbito nacional tem sofrido por falta de recursos e é um problema para todo gestor público. Porém, enfatizou o trabalho pleno que vem sendo desenvolvido na cidade, onde 22 municípios da Mata Sul se dirigem ao município, trazendo ônibus cheios de pacientes para serem atendidos pelas clínicas e hospitais de Palmares.

Em relação ao setor de emprego, o Prefeito disse ser o maior problema vivido pelo município, uma vez que a monocultura da cana de açúcar é a atividade principal desenvolvida na região, e o fechamento das usinas que existiam, onde das 25, hoje só 4 estão funcionando, tem sido a causa do alto índice de desemprego. No entanto, o gestor afirmou parcerias com o governo do estado e que breve estará construindo um polo industrial para que os munícipes tenham mais oportunidades, melhorando assim a qualidade de vida de toda população.

Priorizou a educação como um aliado na segurança, destacando condições de vida ao jovem infrator para que não sigam pelo caminho mais árduo. Disse não ser a favor da maioridade penal que tramita pela câmara de deputados.

CONFIRA!

joão bezerra prefeito de palmares-pe joão bezerra rosimael e joão bezerra rosimael losasi

TV REPLAY, O QUE É BOM SE REPETE!

Brejo da Madre de Deus-PE: Nosso Olhar… – Em entrevista, Dr. Edson Souza fala dos problemas enfrentados pelo município com as transições dos últimos dois anos e diz: “Até os documentos públicos estavam desaparecidos quando eu retomei o cargo…”

O repórter Rosimael Losasi esteve recebendo para participar de um dos quadros da TV Replay por nome de “Nosso Olhar…”, Dr. Edson de Souza, Prefeito do Município de Brejo da Madre de Deus, cidade localizada a cerca de 190 km da capital do estado de Pernambuco, Recife, onde neste programa gestores municipais são convidados para apresentarem e debaterem os assuntos mais polêmicos que envolvem o município em questão.

A entrevista iniciou abordando o tema das grandes transições vividas pelo município nos últimos dois anos, quando Dr. José Edson de Souza (PTB) reassumiu o cargo de prefeito em Brejo da Madre de Deus.

Dr. Edson havia sido eleito prefeito em 2012, mas teve o diploma cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE), em 16 de abril de 2013. Ele foi condenado por utilizar veículos da prefeitura para o transporte de pessoas a uma festa junina, onde também havia estandes que exibiam a logomarca do executivo municipal. O evento foi realizado em período eleitoral, ainda durante a primeira gestão do ex-prefeito.

Quem estava no poder executivo era Roberto Asfora (PSDB), após uma eleição suplementar realizada em 7 de julho de 2013.

Dr. Edson relatou os problemas encontrados quando reassumiu o cargo de Prefeito, onde destacou o sumiço dos documentos licitatórios e demais documentação pública, onde na ocasião, foi entrado com um processo judicial onde a referida documentação foi devolvida para o município.

Retratou que no período em que Roberto Asfora esteve como gestor, ao reassumir a prefeitura existia um excesso de funcionários contratados, o que o obrigou a demitir 1000 destes para não exceder a Lei de Responsabilidade Fiscal, o que segundo ele, aconteceu positivamente.

O município tem como seus principais distritos o distrito Sede, São Domingos e Fazenda Nova. É em Fazenda Nova que está localizado o icônico Teatro de Nova Jerusalém, onde se realiza anualmente a popular encenação “Paixão de Cristo de Nova Jerusalém“.

Questionado de como o espetáculo influencia na renda e na atratividade do município, Dr. Edson afirmou:

“Melhora a economia do município, com certeza, agora é uma melhoria indireta e não diretamente aos cofres municipais.”

Retratou os pontos turísticos ainda não muito explorado na cidade, até mesmo pela própria população, como a Furna do Estrago; o projeto da reativação do museu, que segundo Dr. Edson está em ebulição; a casa da cultura, onde junto da FUNDARPE estão tentando suerguer essas ações turísticas dentro do município, afirmou o gestor.

Sobre segurança, o gestor disse que do ano passado para este ano, houve uma redução considerável na violência, e enfatizou a parceria entre governo executo e Polícias Civis e Militares.

Em relação a educação, destacou as ações na recuperação das escolas, a continuidade em promover capacitações para melhorar o ensino dos professores e pela aquisição e distribuição de materiais e equipamentos para as escolas.

Falou sobre a situação da saúde no município, exaltando o SUS como um serviço sem igual, mas retratou a dificuldade de funcionamento do mesmo. Recuperação e ampliação de unidades básicas, inauguração da UPA, Policlínica e o hospital restaurado, são ações retratadas pelos gestor.

Dr. Edson frisou a questão da falta de recursos para contratação de profissionais, estando o município com sua rede de saúde bem estruturada e organizada, faltando apenas o material humano para aperfeiçoá-la.

CONFIRA!

foto 1 nosso olhar foto 2 nosso olhar foto 3 nosso olhar foto 4 nosso olhar

TV REPLAY, O QUE É BOM SE REPETE!