Dia de rebelião e de muita fúria dos detentos

O clima ficou tenso ontem em Caruaru. No começo da tarde, os internos fizeram um princípio de motim, queimaram colchões, abriram buracos na parede e deixaram dois agentes feridos.

Os agentes foram feridos a pedradas. Essas pedras foram atiradas pelos internos.

Um agente foi atingido na cabeça e o outro na perna; eles foram atendidos no Hospital Regional do Agreste e em seguida foram liberados.

A unidade da FUNASE de caruaru tem capacidade para 100 internos, mas no momento abriga mais de 170. Alguns são de outro estado.