Agrestina-PE: Serro Azul será homologado e se tornará a primeira Reserva Ecológica do município

Uma equipe do CPRH (Agência Estadual de Meio Ambiente) visitou Serro Azul, na cidade de Agrestina, na manhã dessa quarta-feira (15) e realizou a última vistoria necessária para a criação da primeira reserva ecológica do município.

15.07.2015_Visita_CPRH_Serro_Azul_Fotos_Adriano_Monteiro-6384 - Cópia

15.07.2015_Visita_CPRH_Serro_Azul_Fotos_Adriano_Monteiro-6552

A Geógrafa Débora Soares e o Engenheiro Ambiental Fernando Gadelha, foram conferir o local de perto. Uma área de mais de 75 hectares, é possível observar um bioma diversificado, com algumas características de Caatinga e outras de Mata Atlântica. Estiveram presentes também profissionais da Secretaria de Meio Ambiente, entre eles a bióloga Elizandra. A visita contou com coleta de vegetação e fotografias diversas para posterior avaliação. A homologação para a criação da Reserva Particular do Patrimônio Natural Serro será iniciada e a expectativa é de que ainda este semestre a reserva seja oficializada.

15.07.2015_Visita_CPRH_Serro_Azul_Fotos_Adriano_Monteiro-6391

15.07.2015_Visita_CPRH_Serro_Azul_Fotos_Adriano_Monteiro-6616

Esta é mais uma das várias ações da Prefeitura de Agrestina por meio da Secretaria de Meio Ambiente, na promoção da conservação ambiental do município.

15.07.2015_Visita_CPRH_Serro_Azul_Fotos_Adbiano_Monteiro-6504

Uma outra área que também está em processo de se tornar uma unidade de conservação é a Serra do Jardim, que no início do mês recebeu a visita de uma equipe da Agência Pernambucana de Águas e Clima – APAC.

serra do jardim

serra do jardim 2

serra do jardim 3

TV REPLAY, O QUE É BOM SE REPETE! 

Gameleira-PE: Estádio municipal de futebol em estado de calamidade

A equipe de jornalismo da TV Replay esteve no Estádio Municipal Aviador Djalma do Rego Barros, no município de Gameleira, cidade da Mata Sul de Pernambuco, onde constatou em que condições encontra-se o patrimônio público.

11091264_796989953711515_299230571_n11079783_796990023711508_289583843_n11093294_796990110378166_1832286182_n11072242_796990223711488_344638319_n11088725_796990200378157_2127852547_n

O que percebemos foi um o campo de futebol com sua estrutura comprometida, principalmente os portões, totalmente enferrujados, muros precisando de retoques, paredes sem pintura, matos e entulhos nos arredores do patrimônio.

Até o nome do estádio está ilegível por falta de uma pintura, mas na verdade, precisa-se de uma grande reforma para que possa funcionar e atender aos esportistas da cidade.

Além das condições em que foi encontrado o prédio, não se sabe como está sendo realizada suas atividades, visto que o mesmo está sempre fechado e com péssimas características físicas deixando a desejar.

Espera-se que os responsáveis pela secretaria de esporte, juntamente com a prefeitura possa resolver o problema e devolver para os esportistas, torcedores, visitantes e comunidade em geral, um estádio reformado; que haja a prática de projetos esportivos, oportunizando a população a desempenhar seus esportes no campo, principalmente alunos da rede municipal quando precisam realizar torneios em atividades extracurriculares.

A TV Replay, agora faz parte da vida dos gameleirenses, desta forma a notícia será noticiada todos os dias e em todos os momentos, fazendo com que Gameleira possa se comunicar em tempo real e deixar assim seus moradores informados de tudo que acontece e em todos os lugares. Assista, comente, compartilhe e divulgue. Mande sugestões e denúncias. Nossos contatos:

 Facebook: Central Gameleira

 Email: jornalismo@tvreplay.com.br

Watssapp: 81- 9648-5369

Reportagem: Patrícia Silva e Maickel Douglas

TV Replay, o que é bom se repete!

Garanhuns-PE: Conhecimento e arte estão presentes no Parque Euclides Dourado

O Espaço do Artesanato e do Patrimônio, localizado no Parque Euclides Dourado, na Avenida Júlio Brasileiro, bairro Heliópolis, reúne peças variadas do artesanato pernambucano. O público que está curtindo o 24º Festival de Inverno vai ver desde as bonecas de barro de Caruaru até exposições fotográficas de outros artistas do Estado.

Em meio à diversidade de produtos colocados à venda, podem ser encontradas as blusas personalizadas do artista Caidé, vindo de Olinda (PE). Nelas, são estampadas figuras relacionadas à cultura popular. O trabalho do artista é feito manualmente, usando técnicas com tinta em alto relevo. Também é possível encontrar caricaturistas e outras opções criativas para as compras.

Fotos: Wiliane Maurício

Fotos: Wiliane Maurício

unnamed (2)

 

unnamed

TV Replay, o que é bom se repete!

Recuperação do Açougue Público

A Prefeitura de Cachoeirinha vem recuperando o Açougue Público Municipal. No entanto, faz-se necessário que a população entenda que pertence a ela a capacidade de manter o empreendimento íntegro, cuidado e fiscalizado após a execução das obras de recuperação podendo e devendo ainda ser melhorado pela ação direta ou indireta de cada morador.

 

A infraestrutura oferecida dos banheiros públicos nesta área encontra-se com obra concluída, restando ainda o açougue público por completo.

 

A Prefeitura tem que estar alerta à manutenção nessas áreas. A população tem que entender que é dever do poder público, independente de quem esteja no cargo, de cuidar e preservar o patrimônio.

A TV REPLAY que desempenhar o papel de instruir e capacitar o telespectador de como viver com cidadania.

Somente a comunidade tem condições de garantir a sustentabilidade do assentamento uma vez ele recuperado (HABITAT, 1996).

Video exposição fotográfica de Cachoeirinha celebra cinquentenário de emancipação

A exposição em Cachoeirinha conta, por meio de fotos, vídeos e palestras, a história da cidade que este ano comemora 50 anos de emancipação política. A exposição ficará até o dia 1° de julho com os seguintes horários de visitação: segunda à sábado – 08h às 12h e das 14h às 22h, e aos domingos das 14h às 18h.

Projeto de própria particularidade, o idealizador e organizador Miguel Simões de Almeida há sete anos vem colhendo material para por em prática o seu projeto. Em parceria com a Secretaria de Cultura, comerciantes locais e a população em geral, o Sr. Miguel Simões conseguiu montar um acervo com 500 fotografias e vídeos. Confira a entrevista.

1ª) Qual a importância dos cidadãos cachoeirinhenses deve ter ao conhecer esses 50 anos de história da nossa cidade?

A importância para os visitantes e moradores de nossa cidade é trazer a memória tudo que se foi preservado, homenageando as pessoas que fizeram por cachoeirinha e contribuíram para que hoje tudo isto pudesse ser lembrado.

2ª) Nesses 50 anos que a exposição representa, o que a cidade alcançou?

Se partirmos dos relatos retratados pelos antigos moradores que fizeram parte dessa história, muita coisa foi mudada, evidente que muita coisa pra melhor, isso é fato, porém, algumas coisas ficaram esquecidas, pois, Cachoeirinha não só deve ser lembrada por ser a cidade do couro e aço, queijo e carne do sol, mas também lembrar que já existiu em nossa cidade obras que hoje poderiam ter se tornado patrimônio cultural da cidade, como: o antigo cruzeiro, o centro social, o clube Rio Una, que infelizmente, só poderão ser vistos através da nossa exposição, pois, as mesmas ou não existem mais ou foram modificadas pelo tempo e pela falta de interesse de nós mesmos.

3ª) O que esperas de Cachoeirinha para o futuro com o conhecimento do passado?

Trazer a tona principalmente para os jovens à simplicidade, o respeito e a história viva de personalidades políticas, religiosas, cívicas que fizeram de nossa cachoeirinha o que ela é hoje, fixando uma história de vida que viesse nos trazer reflexão.

      

Visitem e revivam essa história :)