Agrestina-PE: Desafios da saúde mental coletiva foram discutidos em II Fórum no município

Na manhã desta quinta-feira (06) a Secretaria de Saúde da cidade de Agrestina promoveu o II Fórum de Saúde Mental do município. O evento contou com uma roda de conversas que teve como a temática: “Desafios atuais da saúde mental coletiva.”

II Fórum saúde

II Fórum saúde 15Palestraram durante o encontro a coordenadora de Saúde Mental de Caruaru, Rita Acioli, estagiários do curso de psicologia da Unifavip/DeVry, o coordenador de Saúde Mental de Agrestina, Júlio César de Espíndola e a psiquiatra Danielle Angelle.

II Fórum saúde 03

O evento contou com diversas autoridades locais como o Secretário de Saúde de Agrestina, Roberval Maciel, o Secretário de Assistência e Desenvolvimento Social, Marciano Filho, a coordenadora da Atenção Básica, Thadyma Siqueira, o Vereador Zito da Barra, entre outros.

II Fórum saúde 06

II Fórum saúde 04

II Fórum saúde 05

II Fórum saúde 07

Durante o Fórum, o Secretário Roberval Maciel falou das dificuldades pelas quais o nosso país está passando.

“Agrestina permanece oferecendo atendimento de qualidade em todas as esferas da Saúde.” – afirmou o secretário.

Roberval ainda ressaltou ainda que a equipe que vai atender a população no PSF de Campo Novo já está definida e a previsão é de que ainda este mês os serviços de saúde comecem a ser oferecidos, beneficiando centenas de pessoas. Cerca de dez profissionais vão trabalhar no PSF, que recebeu o nome de Pedro Mendes da Silva (Pedro Mena).

II Fórum saúde 09

Como convidados, estavam presentes enfermeiros e técnicos de enfermagem do município, as equipes do NASF e do CAPS de Agrestina e estudantes do curso de Psicologia da Unifavip/DeVry. Durante o Fórum, foi realizada uma exposição com peças feitas pelas pessoas atendidas pelo Caps durante as oficinas que acontecem diariamente na unidade.

II Fórum saúde 10

II Fórum saúde 12

II Fórum saúde 13

Foram apresentados também, em números relativos, a média anual de atendimentos do CAPS Agrestina, onde pode-se destacar: 180 visitas domiciliares em Saúde Mental, 900 atendimento ambulatorial psiquiátrico, 350 consultas psiquiátricas,  1500 consultas de enfermagem e 250 oficinas terapêuticas.

II Fórum saúde 14

TV REPLAY, O QUE É BOM SE REPETE!

Surubim-PE: Policiais civis apreenderam veículos roubados

Policiais Civis da cidade de Surubim-PE, prenderam em flagrante delito Luis Fábio Souza de Lima, conhecido por “Lulinha”, em sua oficina no Bairro do Salgado na mesma cidade.

Fábio tinha em sua posse dois veículos roubados, bem como inúmeras peças de veículos que eram usadas em desmanches. Ele foi autuado em flagrante pelo crime de Receptação, pagou fiança e foi liberado.

unnamed

unnamed (1)

unnamed (2)

unnamed (3)

TV Replay, o que é bom se repete!

Caruaru-PE: Festival Agreste in Rock terá shows, oficinas, filmes e exposição

La Cambada é uma das atrações locais do Agreste In Rock (Foto: Priscilla Fontinelle/Divulgação)

La Cambada é uma das atrações locais do Agreste
in Rock (Foto: Priscilla Fontinelle/Divulgação)

Sepultura, Ratos de Porão e Lobão deverão transformar Caruaru, no Agreste de Pernambuco, na “capital do rock” no final de agosto. O festival Agreste in Rock acontece nos dias 30 e 31, levando 15 expoentes do gênero ao palco do Palladium.

Lobão, com o show “Lino, Sexy & Brutal” no dia 30, e as bandas Sepultura, Ratos de Porão e Devotos, no encerramento, são os grandes destaques.

A partir de segunda-feira (12), o público começará a entrar no clima do evento, curtindo uma exposição com 100 capas de vinis emblemáticos – como os da banda Ratos de Porão, do forrozeiro Azulão e do caruaruense Herbert Lucena – que está montada no Shopping Difusora. A Associação Caruaruense de Ensino Superior (Asces) abriga as oficinas e o Teatro Rui Limeira Rosal (Sesc), a mostra de cinema.

Apresentação do cantor Lobão neste domingo na Praça do Mercado Municipal (Foto: Fabio Rodrigues/G1)

Lobão fará apresentação e lançará livro (Foto:
Fabio Rodrigues/G1)

O cantor Lobão aproveita a visita a Pernambuco para lançar seu polêmico livro “Manifesto do Nada na Terra do Nunca”. A noite de autógrafos será na Livraria Imperatriz, dia 29, das 19h às 22h. Os detalhes da programação especial estão disponíveis no site do festival.

Os ingressos para os shows custam R$ 20 (meia) e R$ 40 (inteira) e os camarotes saem por R$ 700 e R$ 800, ambos com capacidade para dez pessoas. O evento tem incentivo do Funcultura.

Confira a programação completa dos shows do Agreste in Rock:

30 de agosto, a partir das 19h30
Dentes Azuis (Caruaru)
La Cambada (Caruaru)
Rhudia (Recife)
Rosa de Pedra (Natal – RN)
Dr. Sin (São Paulo – SP)
Casa das Máquinas (São Paulo – SP)
Lobão (São Paulo – SP)

31 de agosto, a partir das 18h30
Psych Acid (Caruaru)
Sertão Sangrento (Caicó – RN)
Warcursed (Campina Grande – PB)
Kriver (Recife)
Suprema (São Paulo – SP)
Devotos (Recife)
Ratos de Porão (São Paulo – SP)
Sepultura (Belo Horizonte – MG)

SERVIÇO:
Festival Agreste in Rock
30 e 31 de agosto, no Palladium, em Caruaru
Ingressos:- pista: R$ 20 (meia) e R$ 40 (inteira); camarotes: R$ 700 e R$ 800 (para 10 pessoas)
Vendas: Livraria Imperatriz e Banca Terceiro Mundo (Caruaru); O Gramophone e Shopping Recife (no Recife)
Ingressos via web: www.portalingressos.com.br

FONTE: G1

Operação tira-manchas: primeiros socorros

Veja como eliminar marcas de ferrugem, molhos, vinho, chocolate, entre outras…

1

Com algumas técnicas e truques é possível eliminar manchas difíceis nas roupas. A primeira lição contra qualquer tipo de mancha diz respeito ao molho antes da lavagem. “Para amolecê-la e até mesmo eliminá-la, deixar a roupa de molho é essencial”, garante Rejane Nascimento, gerente de treinamento da lavanderia 5 à Sec. Mas, atenção! “A roupa deve ficar de molho por mais ou menos 40 minutos. Prolongar o tempo não funciona, porque o efeito acaba”, esclarece. Para misturar na água, você tem duas opções: pode usar um alvejante de peróxido, geralmente utilizado nas lavanderias e indicado para tecidos de cor, ou alvejante de base clorada, que só pode ser utilizado em roupas brancas.

Além disso, quanto mais depressa uma mancha for tratada, mais facilmente vai sair. No entanto, não entre em desespero e saia jogando qualquer coisa em cima da roupa! Siga sempre as recomendações escritas nas etiquetas e nas embalagens de detergentes e removedores. E, mesmo sabendo direitinho como agir e qual produto usar naquela mancha, naquele tecido, não deixe de fazer um teste numa pontinha escondida da roupa para ver como vai reagir (se não vai manchar, desbotar etc).

Coloque um pano grosso, limpo e seco, do outro lado do tecido, não deixando a mancha escorrer para outras partes da peça. Aí é só limpar a mancha das bordas para o centro, esfregando delicadamente para não espalhar nem aprofundar a sujeira. Finalmente, não se esqueça de remover completamente o produto utilizado. E se nada do que você tentou até hoje resolveu o problema das manchas, conheça, agora, algumas receitinhas infalíveis contra as mais comuns.

Gordura (manteiga, óleo etc): éter, benzina, gasolina e querosene são ótimos removedores de gordura. É só embeber uma escova em uma das substâncias e esfregar delicadamente sobre a mancha. A benzina, por exemplo, serve para os tecidos não laváveis, como couro, e para os muito delicados. Manchas de gordura em tecidos de seda também podem ser retiradas com magnésia, esfregando-a na região e expondo-a ao calor do fogo, tomando cuidado para não queimar o tecido. Roupas coloridas, porém, não podem receber nenhuma dessas substâncias. Prefira, então, lavar a região manchada com sabão e água quente ou polvilhar um pouco de talco ou farinha sobre a mancha.

Você pode, ainda, recorrer a um removedor caseiro. Anota aí a receita: dissolva uma xícara de sabão em pó em amônia líquida até ficar com uma consistência espessa, adicione uma solução composta de quatro colheres de sopa de vinagre branco, quatro colheres de sopa de álcool retificado e uma colher de sal de cozinha e voi là. Mas, atenção: “Gordura quente não costuma ser removível, porque geralmente já queimou a fibra do tecido”, alerta a gerente de treinamento da lavanderia 5 à Sec.

Molhosem geral, pode-se aplicar no local uma colher de sopa de detergente dissolvida em três colheres de sopa de água morna. Se a mancha for de ketchup ou mostarda, você pode combinar detergente com vinagre branco e esfregar até que ela suma. Já o molho de tomate pode ser retirado de duas formas: primeiro, tente detergente com água quente. Se não der certo, umedeça um pano em uma mistura de suco de limão e álcool e esfregue sobre a mancha. Depois, passe sabão e deixe a peça de molho com sabão de coco antes de enxaguar.

Chocolateque mulher resiste a um chocolate? Mas, na mesma proporção do prazer, ele pode causar pânico ao manchar a roupa. No entanto, não se preocupe. Manchas de chocolate em lã podem ser retiradas com um algodão ou pano embebido em glicerina. Em tecido de algodão de cores firmes, passe álcool e, com água quente (mais algumas gotas de amoníaco), lave. Seda, náilon, fibra sintética ou lã fina também podem ficar livres das manchas de chocolate. Basta umedecer a região com tetracloreto de carbono e enxugar com uma toalha fazendo pressão, mas sem esfregar para não alterar as cores ou a textura do tecido. Repita a operação até que a mancha saia por completo.

Vinho: derramar vinho em roupa branquinha só vale em comercial de TV. Mas se aconteceu na vida real, não se desespere. Para o vinho for tinto, tente usar sal, farinha de mandioca ou polvilho – eles absorvem a mancha. Leite, segundo Cyntia Margarete da Silva, advogada, também dá resultado. “Deixe a peça de molho no leite puro e a mancha some!”, garante. Para manchas de vinho branco, você pode tentar o mesmo procedimento ou então mergulhar a peça em uma solução de ácido sulfúrico. Tecidos delicados, como lã e seda brancos, podem ser alvejados com uma solução de água oxigenada. Em tecidos de cor, tire a mancha de vinho com vinagre branco dissolvido em água. A solução também elimina manchas de cerveja e demais bebidas alcoólicas.

Café ou chá: passe um cubinho de gelo sobre a mancha e lave em seguida. Para manchas antigas, um pouco de glicerina líquida na parte afetada funciona. Água oxigenada 20 volumes também é um bom removedor desse tipo de mancha, inclusive para ser aplicado em sedas de cor firme. Já para remover manchas de tecidos de cores não firmes, passe sobre a região uma solução composta de álcool etílico e sabão, lavando com água fria. Mas se a mancha for de café com leite, aí a estratégia muda um pouco, porque essa mancha é mais insistente devido à gordura do leite. Para removê-la, passe água oxigenada ou benzina e lave.

Caneta esferográfica: de repente, você percebe que está toda riscada de caneta ou, pior, o tubo de tinta estourou e respingou na roupa. Calma! Passe um cotonete embebido em álcool ou sabão sobre a mancha. A professora Maria Lucia Alves Cavalieri recomenda, também, o leite morno. “É só ir despejando sobre a mancha de tempos em tempos até que ela suma. Geralmente leva uma hora”, diz. Caso ainda não tenha conseguido removê-la, tente aplicar um pouco de suco de limão.

Maquiagema gente leva um tempão se produzindo para perceber que, no final do processo, manchamos a roupa. Mas, para tudo dá-se um jeito. Se a mancha for de blush, espalhe sobre ela um pouco de álcool. Outra solução é colocar vaselina líquida e depois lavar. Também é possível remover esse tipo de mancha com um algodão embebido em éter. Se a mancha for de base de rosto, molhe-a com vinagre branco se a peça for de algodão. Se for de seda, o melhor a fazer é passar uma solução de água fria e água oxigenada de 20 volumes. No entanto, se o que borrou a roupa foi o batom, Rejane Nascimento, da 5 à Sec, recomenda utilizar acetona (somente em peças brancas!). “Nas coloridas, passe um cubinho de gelo para as fibras se abrirem e um pouco de detergente de cozinha”, diz. Você também pode usar vaselina ou um cotonete embebido em éter para retirar as manchas de malhas e algodão.

Perfume: linda, cheirosa e… manchada! Nada disso! Remova a mancha de perfume passando na região afetada uma solução de 4g de sulfato de sódio para cada 100ml de água. A tática serve para qualquer tecido, menos os sintéticos.

Mofo e bolor: as fibras sintéticas resistem ao bolor porque não são fontes de alimento para os fungos, mas os demais tecidos continuam sendo vítima deles. Se as suas roupas foram atacadas pelo mofo, tome muito cuidado, porque, ao tentar remover a mancha, o tecido pode ficar desbotado. “A solução é tentar retirar os fungos com um pano ou algodão embebido em sabão de pH neutro”, ensina Rejane Nascimento. Outra medida é aplicar vinagre branco e suco de limão para neutralizá-los. Deixe a peça ao sol por algumas horas e lave-a separadamente do resto das roupas. Se a mancha for antiga, coloque a peça em um balde de alumínio cheio de água com um pedaço de bacalhau cru. Deixe a mistura ferver até a mancha desaparecer. Mas, se a peça manchada for branca, você pode utilizar, ainda, outro artifício: duas colheres de sopa de água sanitária mais duas colheres de sopa de detergente ou duas colheres de sopa de vinagre num balde de água.

Mancha de guardado: para clarear tecidos brancos de algodão ou linho, que, ao longo do tempo, adquiriram uma coloração amarelada, ferva-os por meia hora com uma colher se sopa de sal e uma de bicarbonato de sódio. Depois, enxágüe com água limpa diversas vezes. Para retirar o amarelado de Lycra branca, lave a peça com sabão líquido e, na última enxaguada, misture em um balde cheio de água uma colher de chá de fermento em pó. Aí é só espremer e deixar secar na sombra. Mas se o tecido manchado pelo tempo for seda, você pode deixá-lo novinho em folha despejando sobre a peça leite cru. Posteriormente, é só lavar com sabão líquido e deixar secando à sombra.

Ferrugem: a maneira mais comum de eliminar manchas de ferrugem é colocar suco de limão com sal sobre a área manchada e estender a roupa ao sol, repetindo o procedimento até a mancha desaparecer. Você pode tentar, ainda, colocar algumas rodelas de limão sobre a área afetada e, em seguida, passar a roupa com um ferro bem quente. Seguindo a dica do livro Sebastiana quebra-galho(Editora Record), também é possível passar leite azedo para eliminar a mancha.

Sangue: a mancha de sangue sai facilmente com uma solução de água mais água oxigenada 20 volumes.

Fonte: http://www.bolsademulher.com

Oficina de incentivo ao esporte está sendo encerrada hoje em Caruaru

Foto: Internet

Está acontecendo agora pela manhã, o encerramento da oficina de incentivo ao esporte educacional seguro e inclusivo.  O evento é idealizado pela Secretaria Estadual da Criança e da Juventude e foi sediado o Cenip de Caruaru.

Nesse encontro, estão presentes técnicos da Funase,  educadores físicos , além de profissionais da área que são das cidades de Timbaúba, Garanhuns, Arcoverde e Caruaru. O Evento teve inicio na última Segunda-Feira (29).

No encerramento que está acontecendo, os profisisonais vão receber certificados asunidades que participam desse projeto irão receber kits esportivos com material para poderem realizar as atividades esportivas com os jovens.

Oficina da Palavra

Com o Teólogo Rosimael Losasi.