Blog de Airton Sousa – Fortaleza será o adversário do Santa Cruz nas semi-finais

                                     semis 2019

Após vencer na noite desta segunda-feira (08), ao time do Vitória da Bahia por 4 x 0, o Fortaleza  será o adversário tricolor nas semifinais da Copa do Nordeste. Foi  uma vitória massacrante do time cearense, que agora espera o jogo contra o tricolor para dividir a vaga as finais da competição.

Foi um verdadeiro massacre o jogo  nos dois tempos de partida, qualificando o time do Fortaleza como um dos favoritos para conquistar o titulo do Nordestão . Ficou assim cada grupo: Botafogo da Paraíba e Náutico em João Pessoa, Fortaleza e Santa Cruz em Fortaleza, para daí se conhecer os dois finalistas.

Pela campanha ao longo das fases anteriores, pelos valores individuais e pelo conjunto do grupo, além do fato de jogarem em casa, coloca-se Botafogo e Fortaleza como favoritos para chegarem as finais da Copa do Nordeste. Se porventura acontecer outro resultado, podemos considerar surpresa.

Enquanto aguarda o jogo contra o Fortaleza, o Santa Cruz prepara-se para jogar contra o ABC, pela Copa do Brasil no  Arruda na noite desta quarta-feira (10). No primeiro jogo em Natal a vitória foi do time do Rio Grande do Norte pelo placar de 1 x 0, o que implica que o Santa Cruz terá de marcar no mínimo dois gols para a classificação. O empate favorece ao time do ABC.

 

Blog de Airton Sousa: Sport volta à zona de rebaixamento

                               sig

O Sport dormiu por uma noite, fora da zona de rebaixamento. Bastou acontecer o complemento da rodada, e tudo voltou ao que era antes. O time Leonino compondo a zona de rebaixamento, em razão dos resultados das equipes que a exemplo do Sport, também brigam para escapar da degola.

Os resultados deste domingo (26), nada ajudaram as pretensões do time Pernambucano. O Avaí que corre por fora, venceu ao Atlético do Paraná, pelo placar de 1 x 0, somando agora 42 pontos. O Vitória conseguiu um resultado surpreendente e espetacular. Estava perdendo por 2 x 0, com uma peça a menos, chegou ao empate e a virada, vencendo por 3 x 2,e chegando aos 43 pontos.

Como se não bastasse, o Coritiba perdeu para o São Paulo por 2 x 1, e parou nos 43 pontos, levando para a última rodada a sua manutenção na série A. Somente a Ponte Preta e Atlético de Goiás é que estão fora de qualquer chance de se manterem na divisão principal, em razão dos resultados do domingo (27).

Em Campinas, além da derrota e da chance de se manter na primeira divisão. A Ponte Preta deverá ser punida, em razão dos desmandos que aconteceram, o jogo foi paralisado aos 47 minutos do segundo tempo, por invasão de campo, do quebra- quebra dentro e fora de campo, ficando por medida de segurança, a partida foi  encerrada  pelo àrbitro.

Agora, ficou tudo para se decidir na última rodada, chegando ao ponto dos critérios além das vitórias, poderem decidir as duas vagas restante da competição. Falando do Sport, o time tem que vencer e ainda esperar por combinação de resultados dos concorrentes, no caso o Vitória e o Coritiba. Não dependendo apenas dele, o que é uma situação no mínimo preocupante e vexatoria.

Blog de Airton Sousa: Jogo de vida ou morte para o Sport

1355

O time de Wanderlei  Luxemburgo entra em campo nesta quinta-feira (12), para enfrentar no Barradão a equipe do Vitória, comandada pelo técnico Wagner Mancini. O time baiano tem um saldo negativo jogando nos seus domínios,  com a pior defesa entre os mandantes, e em 13 jogos disputados foi vazado vinte vezes.

Porém com todos esses detalhes negativos jogando em casa, o time baiano está na décima primeira posição da tabela, com 32 pontos e a intenção do treinador Wagner Mancini é começar a recuperar percentuais quando dos  jogos no Barradão, o que implica dizer que será mais um obstáculo para o time de Wanderley Luxemburgo, sem se falar nos atropelos sofridos pelo time leonino principalmente no segundo turno da competição.

Por outro lado o rubro-negro da Ilha do Retiro, que tem um sistema ofensivo ineficaz, com um gol marcado em sete jogos, na média de 0,15 por partida, o que é um percentual abaixo da crítica, comparando-se com as primeiras rodadas da competição, quando o Sport chegou e figurar por várias rodadas no G-6.

É inexplicável o que vem acontecendo com o Sport. Salários altos e em dia, condição de trabalho dentro dos melhores padrões, treinador top  a nível dos grandes clubes e um histórico inclusive de seleção brasileira, entre outras prerrogativas que obrigam o time está em outra posição, e não a que está no presente momento, estando na zona de rebaixamento com 30 pontos, na décima sétima posição.

É um jogo em que o empate é considerado um bom resultado para o Vitória, enquanto que para o Sport pelas circunstâncias não pode ser considerado como bom resultado, porque seria a décima rodada sem que a vitória acontecesse. Com certeza, se a vitória não vier, fica difícil prever como ficará o clima para o jogo de domingo (15), na Ilha do Retiro contra o Atlético Mineiro com 34 pontos, ocupando a nona posição do Campeonato Brasileiro.

Blog de Airton Sousa: Sexta rodada poderá ser decisiva para o hexagonal

Uma fase curta e perigosa, está sendo essa primeira fase do Campeonato Pernambucano de Futebol. Todos sabiam que seria dessa maneira, porque com os poucos recursos, sem incentivo da Federação, sem investimento das empresas e prefeituras e com uma participação discreta do torcedor, além da falta de qualidade técnica da maioria dos clubes, não poderíamos esperar um campeonato motivador.

No entanto, os três clubes que obtiverem a classificação para o hexagonal, ainda irão escapar do prejuízo. Enquanto isso, os seis clubes restantes da fase que serão incluídos no hexagonal da morte,  estes sim, terão um campeonato provavelmente no vermelho, e mesmo assim, a Federação não se propõe mudar o regulamento para 2018, repetindo este ano, os mesmos erros cometidos na fórmula do ano passado, onde todo mundo reclamou, e nenhuma mudança aconteceu.

As torcidas aguardam com ansiedade a rodada desse domingo(22), principalmente dos clubes que estão com maior perspectiva de classificação. Para a sexta rodada, teremos  os  seguintes  jogos:  Flamengo  de  Arcoverde  x  Atlético  PE;   Afogados x América;  Belo Jardim x Serra Talhada; Salgueiro x Central. Destes, o Salgueiro já está classificado. Os quatro clubes que brigam pelas outras duas vagas são: o Vitória, que folga nesta rodada; o Central, o Belo Jardim e o Flamengo de Arcoverde.

Blog de Airton Sousa: Mais uma rodada do Pernambucano

Teremos nessa quarta-feira(11), a sequência do Campeonato Pernambucano de Futebol, na sua 3a rodada da primeira fase, com a realização dos seguintes jogos: Flamengo x Vitória; Afogados x Salgueiro; Central x Atlético. O que vem chamando a atenção dos torcedores, é que as equipes, mesmo com modestas contratações, vem fazendo boas partidas, e com um bom saldo de gols nas duas primeiras rodadas.

A classificação da fase, por grupo, é a seguinte:

GRUPO  A – Belo Jardim com 3 pontos; Salgueiro com 3 pontos; Atlético PE com 2 pontos;

GRUPO  B – Flamengo de Arcoverde com 4 pontos; Serra Talhada com 1 ponto; América com 0 ponto;

GRUPO  C – Central com 3 pontos; Vitória com 3 pontos; Afogados com 2 pontos.

Importante lembrar, que o regulamento da competição, determina que estarão classificados para o hexagonal, os primeiros colocados de cada grupo. Exemplo: se a fase terminasse hoje, estariam classificados: Belo Jardim (Grupo-A); Flamengo de Arcoverde (Grupo-B)  e Central (Grupo-C).

Aguardar para ver o que acontece nessa 3a rodada, principalmente com os times que jogam em casa, que são Flamengo, Afogados e Central. Desses, dois lideram os seus grupos, daí a importância de uma vitória, em razão de ser uma competição muito curta, tendo apenas sete rodadas, não permitindo que o time venha a cometer o erro de não aproveitar o mando de campo.

Blog de Airton Sousa: G4 e Z4 ainda em disputa na série A

Que América, Santa Cruz e Figueirense já estão rebaixados, já sabemos. Agora a questão é saber quem será o outro clube, a formar o Z4, e consequentemente ser rebaixado para a série B, em 2017. Uma disputa acirrada entre Sport, Vitória e Internacional. Este, inclusive, nesta segunda-feira(21/11), perdeu para o Corinthians, de uma maneira duvidosa, pela marcação de um pênalti, que deu a vitória ao time Corintiano, que aproximou-se do G6, e volta a brigar por uma vaga na Libertadores.

O Sport tem 43 pontos, e entende-se que a salvação foi aquele resultado, no mínimo comprometido contra o Grêmio, porque a sequência do time rubro negro, foi duas derrotas, contra o Cruzeiro, na Ilha do Retiro e contra o Atlético, no Paraná. Porém entre os três ameaçados, o time leonino, é o que está com mais probabilidade de se manter na primeira divisão.

O Vitória, por sua vez, é o 16º colocado, tem 42 pontos e enfrenta na 37a rodada, o Coritiba, no Paraná, encerrando em casa contra o Palmeiras. Portanto também apresenta possibilidade de se manter na divisão de elite. Porque neste caso, a exemplo do Sport, o time baiano só depende dele.

Agora, complicada mesmo, é a situação do Internacional que continua na zona de rebaixamento, com 39 pontos, e que teve sua situação mais complicada, após a derrota para o Corinthians. Tem pela frente dois jogos difíceis, na 37a. rodada, na Arena Beira Rio, enfrenta o Cruzeiro, e na última rodada, tem fora de casa, o  Fluminense. A situação complica mais ainda, porque além de vencer, o clube gaúcho tem que torcer por resultados negativos do Sport ou do Vitória. Realmente, a situação do Internacional, é com certeza, a mais complicada, o que podemos dizer que o time colorado, está com o pé na segunda divisão em 2017.

Blog de Airton Sousa: Sport joga mal e perde para o Vitória

Separar as coisas, é esse o fato que devemos proceder, ao analisar a derrota do Sport nesta quarta-feira (29), para o Vitória, em Salvador. O time leonino foi dominado o tempo todo, jogou recuado, teve dois jogadores expulsos, Everton Felipe aos 23 do primeiro tempo e Lenis aos 21 minutos da segunda etapa, que entrou aos 16 minutos, jogando apenas 6 minutos. Nos dois casos, o árbitro Leonardo Garcia do Rio de Janeiro, procedeu corretamente, como manda a regra. No entanto, dirigentes e comissão técnica, creditaram a arbitragem a derrota, para fugirem a responsabilidade do resultado negativo, inclusive sem a dignidade profissional de prestarem explicações a imprensa, no final do jogo, num total desrespeito aos profissionais e aos torcedores.

Como se não bastasse, falhas de marcação, recuo exagerado, laterais sem a qualidade necessária, meio de campo perdido e um ataque frágil, o Sport era tudo isso e muito mais, permitindo o tempo todo que o ala do  Vitória, Diego Renan, conseguisse jogar livre e  ser o melhor jogador em campo, pela maneira ofensiva como atuou em cima de Samuel Xavier. As mudanças tardias e erradas, também contribuíram para o Sport nada produzir. Dos jogadores que entraram, apenas Rogério somou, o restante foi uma troca de seis por meia dúzia.

Com a derrota e o futebol que o time jogou, fica a pergunta: a goleada na Chapecoense foi uma zebra, ou um desses dias em que tudo dá certo, para um time inconstante e cheio de deficiências? Eu prefiro dizer que o Sport não está pronto para a competição e que o elenco apresenta muitas limitações. De tudo, ficou um fato concreto, mesmo tomando três gols, o goleiro Agenor não teve culpa nenhuma, inclusive salvando em outros lances, o Sport de tomar uma goleada.  Vem aí mais um teste  para  o  rubro  negro,  nessa segunda (04/07), que jogará contra o Palmeiras, onde o time Pernambucano, com as voltas de Rithely e Magrão, terá a obrigação de se superar.

Náutico: Timbu vence na Arena, volta ao grupo dos quatro melhores, e faz as pazes com a vitória

Neste sábado (25), o Náutico recebeu o Vitória-BA na Arena Pernambuco, pela décima quarta rodada do Campeonato Brasileiro Série B. O jogo era de extrema importância para a equipe de Lisca, já que o Vitória é um candidato direto na disputa por uma vaga na elite do futebol nacional próximo ano e ocupava a segunda colocação na tabela, uma vitória do Timbu recolocaria o time no grupo dos quatro melhores do campeonato. E deu certo para o Náutico.

01

De virada, o time alvirrubro conseguiu uma importante vitória diante do rubro negro baiano. Os gols foram feitos por Rhayner para o Vitória, Douglas e Rafael Pereira marcaram para o Náutico.

02

O jogo foi eletrizante, várias chances de gols perdidas para os dois lados, muita intensidade na partida. Três expulsões, sendo: Elton, Mansur e Gastón Filgueira.

No primeiro tempo, o Náutico teve boa movimentação e muito volume de jogo, porém pecou muito no passe. A cada chance perdida o jogo ficava mais tenso. O Vitória abriu o placar logo aos quatro minutos. O Timbu saiu errado, Escudero tocou para Rhayne que entrou na área e chutou no cantinho. O Alvirrubro continuou na mesma pegada, mas faltava melhorar nas finalizações.

03

No segundo tempo, logo no início o Náutico conseguiu chegar ao empate. Douglas cobrou pênalti no canto esquerdo e igualou o placar. O Timbu pressionava e a virada era questão de tempo, o time atacava a todo instante. A virada não tardou a chegar, após bola cruzada na área, a zaga do Vitória se atrapalhou, a bola sobrou para Rafael Pereira que girou e chutou, sem chances para o goleiro.

05

E terminou assim, Náutico venceu, voltou ao grupo dos quatro classificados e agora ocupa a terceira colocação no campeonato.

06

Próxima rodada o Náutico joga contra o Paraná, na próxima terça-feira (28), às 19h30, fora de casa pelo Campeonato Brasileiro Série B. Já o Vitória joga contra o Macaé também na terça, às 19h30, em casa, pelo Campeonato Brasileiro Série B.

04

Ficha do Jogo: 

Náutico: Júlio Cesar; Guilherme (Josimar), Ronaldo Alves, Fabiano Eller e Gastón Filguera; João Ananias, Willian Magrão, Gil Mineiro (Rafael Pereira) e Hiltinho; Rogerinho (Pedro Carmona) e Douglas. Técnico: Lisca.

Vitória-BA:  Fernando Miguel (Gatito Fernandéz), Diego Renan, Ednei, Guilherme Mattis, Mansur; Amaral, Flavio (Robert), Pedro Ken (Marcelo Matos), Escudero; Rhayner e Elton. Técnico: Vagner Mancini.

Arbitro:  Elmo Alves Resende Cunha. Assistentes: Cristhian Passos Sorence, Bruno Raphael Pires. Gols: Rhayne (4′ do primeiro tempo); Douglas (9′ do segundo tempo); Rafael Pereira (28′ do segundo tempo). Cartões Amarelos: Gastón, Elton, Diego Renan, Mansur. Expulsões: Gaston, Elton, Mansur.

TV Replay, o que é bom se repete!