Blog de Airton Sousa: Terça-feira negativa para Pernambuco

 brasileirao-serie-b-300x182

Como já era esperado, a noite da terça-feira (7) tinha uma perspectiva de resultado negativo outra vez para  o futebol pernambucano. E não foi diferente, o Santa Cruz empatou e o Náutico perdeu. Com os resultados, se a situação era complicada  tornou-se mais complicada ainda, e agora é só esperar o encerramento da competição.

Em Goiás, o Santa Cruz até que não jogou tão mal, principalmente no primeiro tempo, porém esbarrou na sua limitação ofensiva, porque o meio de campo trabalhou as jogadas, no entanto as finalizações não correspondiam, inclusive com Ricardo Bueno que desperdiçou três oportunidades de gol, no primeiro tempo.

O primeiro gol do jogo foi através do  Giovane  para o Vila Nova, e o Santa Cruz tentava a todo instante um diálogo entre o meio de campo e o ataque , sem contudo acontecer o esperando, ou seja o gol de empate. Muitos passes errados por parte do Santa Cruz, enquanto que o Vila Nova acomodava o jogo com uma vitoria parcial no primeiro tempo.

Na segunda fase, Grafite fatura aos 10 minutos, no entanto estava em posição irregular, daí o árbitro anular o gol tricolor. O Vila Nova voltou mais ofensivo e aí foi a vez de Julio César evitar que o segundo gol acontecesse. Porém aos 14 minutos, finalmente Ricardo Bueno aproveita uma falha de marcação, penetra na área e empate o jogo.

A partir do empate, o Santa Cruz demonstrou cansaço e acomodação, recuando na tentativa de montar contra-ataques para buscar o segundo gol. Depois dos 30 minutos o jogo ficou bastante lento, até que tivemos o encerramento , e o placar de 1 x 1 puxando mais ainda o Santa Cruz para a série-C. O próximo jogo do tricolor será contra a equipe do Boa Esporte, fora da Capital Pernambucana.

Na Arena de Pernambuco, o Náutico esbarrou na sua limitação e perdeu para o Paysandu pelo placar de 3 x 1. Um jogo que começou com os dois times buscando  e já aos 10 minutos, com uma falha de Diego Miranda,  Bergson faz o gol do time de Belém do Pará. O gol não impactou a equipe  timbu, e  com um recuo errado para o goleiro, o jogador Perema mandou contra suas próprias redes, empatando a partida aos 13 minutos.

A partir do empate, o jogo ficou nervoso. O Náutico recuou e o time adversário insistiu tentando fazer o segundo gol, e quase fazia aos 40 minutos com o jogador Guilherme Santos. No segundo tempo, o Paysandu voltou mais ofensivo aproveitado o recuo do Náutico, já no começo do jogo.

Aos 19.30 minutos, Caiou recebeu um passe perfeito de Fábio e desempatou o jogo, levando-se em consideração que o Náutico sentiu e começou a perder forças para reagir. Diego Miranda que sempre é um destaque no time alvi-rubro, fez uma péssima partida e contribui para a derrota timbu, ele que é sempre  uma peça importante na meia cancha.

Finalmente, quando se esperava  uma reação timbu, aconteceu o contrário. Um contra-ataque, e o jogador Caiou em impedimento marcou o terceiro gol, sem que a arbitragem observasse a posição irregular do jogador do Paysandu. Fim de jogo, Náutico 1×3  Paysandu.Próximo jogo timbu será na Arena de Pernambuco, neste fim de semana contra o Londrina.

Blog de Airton Sousa: Santa Cruz aproxima-se do G-4 e o Náutico afunda mais ainda

Tivemos na noite dessa terça-feira (18), os dois representantes de Pernambuco jogando na série B, do Campeonato Brasileiro. O Santa Cruz jogou na Arena de Pernambuco, com um público de 6.731 torcedores e no final do jogo o tricolor venceu pelo placar de 1 x 0,  aproximando-se do G-4, com a distancia de apenas  dois pontos do quarto colocado. O Náutico tem sua situação complicada, após a derrota de 1 x 0 para o Payssandu.

Foi um jogo nivelado por baixo tecnicamente, onde no primeiro tempo tivemos apenas dois chutes perigosos, que merecerão registro. Tiago Costa aos dois minutos para o Santa Cruz, e Alan Mineiro aos 32 minutos, para o Vila Nova. Muitos passes errados, marcação precisa do time goiano e muitas faltas, sem que o Santa Cruz tivesse oportunidade de sair para o jogo.

No segundo tempo, com a entrada de Bruno Paulo, o Santa Cruz cresceu e marcou o gol da vitória aos 10 minutos, através de uma jogada pela esquerda de João Paulo, a antecipação de André Luiz, e o gol  tricolor .  Pitibul perdeu duas oportunidades de gol , aos 32 e 44 minutos.

Com o resultado, o Santa Cruz passou a somar 22 pontos e joga nesta sexta-feira(21), na Arena de Pernambuco, contra a equipe do Boa Esporte. O técnico Givanildo Oliveira, demonstrou preocupação no final do jogo, com a quantidade de gols perdidos. A vitória na sexta-feira, é fundamental, porque a próxima partida será fora de casa contra o Paraná.

Quanto ao Náutico, pouca coisa a registrar, a não ser mais uma derrota, e  muita reclamação do grupo com o gol do time Paraense. No entanto, foi mais um resultado negativo, a situação se complica a cada rodada, e a recuperação de pontos não acontece. O próximo jogo do Náutico é fora de casa, contra a equipe do Londrina, neste sábado à tarde.

rodada15-b

Blog de Airton Sousa: Náutico sai do G4

Nessa reta importante e final da série B do Campeonato Brasileiro, continua bastante acirrada a disputa pelas quatro vagas à primeira divisão. Nesse instante, estão praticamente garantidas duas vagas, Atlético de Goiás com 61 pontos e o Vasco da Gama com 58 pontos. A disputa está entre o Bahia, com 56 pontos, após vencer nesta sexta-feira(04), o time do Vila Nova em Goiás; o Avaí com 55 pontos, que  joga em Santa Catarina, contra o Londrina, que tem  54 pontos; o Náutico que está também com 54 pontos e que joga neste sábado(05), no Estádio Rei Pelé, contra o Clube de Regatas Brasil, que tem 49 pontos, e que também tem chances, se vencer ao Náutico,  de entrar na disputa do G4.

Observa-se principalmente agora, quando a competição chega na reta final, como faz falta as vitórias que não acontecem em casa, além de derrotas para times inferiores fora de casa. O Náutico tem hoje o jogo da vida, contra o Clube de Regatas Brasil, se vence avança e faz a diferença, se perde tem complicada sua situação, principalmente se o Avaí que joga em casa, vencer ao Londrina, que tem a mesma pontuação do time timbu.

O alvi-rubro tem depois do jogo deste sábado(05), os seguintes adversários: Goiás na Arena de Pernambuco;  o Avaí em Santa Catarina(confronto direto); o Tupi em Minas Gerais e finalmente o Oeste na Arena de Pernambuco. Ou seja, dois jogos em casa, dois jogos fora. Porém, antes de tudo, é vencer neste sábado(05), ao Clube de Regatas Brasil, uma missão muito difícil.

Blog de Airton Sousa: Náutico surpreende e vence

Demonstrando mais uma vez, a inconstância dos nossos times, o Náutico na tarde desse sábado (27), surpreendeu vencendo ao Vila Nova em Goiás pelo placar de 2 x 0. Esse tem sido o ritual dos times pernambucanos, quando ninguém espera vencem, quando tem a vantagem de jogar em casa, perdem, a exemplo do que aconteceu com o próprio Náutico no jogo anterior, na Arena Pernambuco perdendo para o Criciúma, deixando o técnico Galo e a torcida insatisfeitos.

No caso desse sábado, o time do Vila Nova era favorito, principalmente pelo fato de jogar nos seus domínios. Se não foi um grande jogo, pelo menos as equipes lutaram, em busca da marcação de gols. O Náutico alterado, trabalhando bem sua peça de criação, e os atacantes desperdiçando as oportunidades, enquanto o Vila Nova, fragilizado com poucas finalizações e encontrando no goleiro Júlio César, uma barreira quase intransponível. Os gols do Náutico surgiram de jogadas trabalhadas, envolvendo a defensiva do time goiano, e se tornando impossível para o goleiro do Vila Nova, evitar que a bola entrasse.

Com a vitória, o Náutico voltou a se aproximar do G4, joga na Arena nesta terça-feira (30), contra o Londrina, onde espera-se que o time pernambucano, empolgado com a vitoria contra o Vila Nova, possa encontrar o caminho do gol e vencer ao time do Paraná. Se acontece a vitória, o que é uma obrigação do time timbu, a condição na tabela fica cada vez melhor. Se porventura o resultado não for negativo, de nada valeu a vitória contra o Vila Nova. Espera-se que depois desta vitória, o time possa adquirir mais confiança e tenha uma sequência de bons resultados. Quanto ao torcedor, essa é a grande questão, a aversão que a torcida do Náutico tem a Arena Pernambuco, por uma série de razões. No entanto há a expectativa de uma presença, pelo menos razoável, do torcedor timbu. A diretoria iniciou uma campanha junto aos associados, para angariar fundos, com a finalidade de iniciar o projeto da reforma dos Aflitos, com a condição de em 2017, o Náutico  voltar a jogar no seu estádio.

Blog de Airton Sousa: Times pernambucanos no Brasileirão – o que esperar?

Diante dos últimos resultados, esperar o que do Náutico, Santa Cruz e Sport , na rodada desse final de semana. Parece até que o mal futebol de um, tem contagiado os três. A decadência começou com o Santa Cruz, na sequência atingiu o Sport e ultimamente o time do Náutico. Nessa condição, teremos uma rodada pela série A e B, envolvendo os três representantes, onde apenas o Sport joga em Recife, o Santa Cruz joga em Belo Horizonte e o Náutico em Goiás. No sábado à tarde, às dezesseis horas, o time do Náutico enfrente ao Vila Nova, tradicionalmente um adversário que sempre complicou os clubes pernambucanos, e nesse momento, se o timbu não consegue um resultado positivo,  com certeza cai ainda mais na tabela da série B. O técnico Alexandre Galo tem tentado de várias maneiras dá a sua cara ao time e passada a primeira etapa da competição e já a caminho da segunda rodada, o treinador não conseguiu dá um sentido de conjunto ao time, mesmo justificando-se com uma série de contusões que vem atingindo o elenco.

Enquanto isso, também fora do Recife, o Santa Cruz enfrenta ao  Cruzeiro às onze horas da manhã, onde as equipes vem fazendo um péssimo campeonato, e a cada rodada, a situação se complica cada vez mais. Portanto,  uma vitória é  fundamental para as duas equipes. Vantagem do Cruzeiro que joga nos seus domínios e que tem um elenco mais qualificado. Portanto, podemos dizer que esse encontro , é verdadeiramente um encontro de desesperados. Podemos dizer que principalmente o Santa Cruz escapa do rebaixamento, principalmente pela fragilidade do time e pelas derrotas sucessivas em casa e fora de casa.

Quanto ao Sport, que há quatro jogos pelo Campeonato Brasileiro, e um pela Copa Sul Americana, não consegue vencer, tem a obrigação, diante da fraca equipe do Internacional,  de somar três pontos, além de jogar um bom futebol e trazer de volta a confiança do seu torcedor. Os últimos resultados do time leonino, tem deixado um ar de preocupação na sua torcida, porque realmente o time teve uma queda impressionante nas últimas cinco partidas, inclusive despencando na classificação do Brasileiro da série A. O técnico Oswaldo de Oliveira, demonstrando muita irritação, procura outra vez alterar a equipe para o jogo desse domingo(28) às 18.30 em casa, contra o Internacional.