Blog de Airton Sousa – Ultima rodada da série A, agora é tudo ou nada

serie a

Neste fim de semana, chega ao final o Campeonato Brasileiro da série A, para alguns clubes um ano excelente, para outros apenas razoável, e para os menos preparados um ano de rebaixamento, prejuízo e descrédito. Podemos considerar uma competição de um bom nível, muito embora a disparidade financeira foi evidente.

O Palmeiras com um super time, trazendo de volta Luiz Felipe depois da decepção da copa de 2014, porém foi um risco que deu certo e a verdade é que podemos dizer que ele foi o grande articulador do time Palmeirense, merecendo um bom percentual de crédito pela conquista do décimo título do Brasileiro.

Flamengo, Internacional, Grêmio, São Paulo, Atlético Mineiro e Atlético do Paraná, os seis melhores colocados após o Palmeiras. Contudo, a diferença dos dois colocados após o Palmeiras, foi apenas uma boa pontuação, no entanto não o suficiente para amedrontarem o time Palmeirense, daí uma conquista indiscutível.

Agora, o oposto desse quadro está da décima quarta posição em diante, com total desespero do Fluminense que demitiu o técnico Marcelo Oliveira, após a desclassificação da Sul Americana e enfrenta ao América Mineiro que deu a volta por cima após a chegada do treinador Givanildo Oliveira.

Também no desespero, Vasco da Gama, Chapecoense, Sport, daí   conheceremos os dois últimos rebaixados, que irão acompanhar ao Vitória e Paraná, cujas equipes apenas irão cumprir tabela nessa rodada final. Para nós pernambucanos, o desespero da ameaça de não termos nenhum representante em 2019 na série A.

O time leonino cuja diretoria cometeu uma sequencia imperdoável de erros,  está na atual situação, faltando normalizar o salário dos jogadores, deixando de qualificar melhor o elenco, fugindo realmente da responsabilidade de um verdadeiro dirigente, e nada a admirar se o time descer  para a série B, nesse jogo contra o Santos.

O torcedor com certeza fará o seu papel, como sempre fez, no entanto a limitação do grupo, a posição e os números na tabela, além da situação dos concorrentes que ameaçam de todas as formas o Sport na primeira divisão em 2019. Por fim, só resta acreditar que o milagre de anos anteriores seja repetido e que o time venha a se salvar do rebaixamento.

Blog de Airton Sousa: Sport joga bem e só empata

6628f9951d61e559de7ab45f6ca76b05

Um jogo cheio de emoções do começo ao fim, foi o que o torcedor rubro-negro assistiu na noite dessa quinta-feira ( 19 ), na Ilha do Retiro. Duas equipes que buscaram o tempo todo marcar o gol. O Sport pela necessidade de fugir da zona de rebaixamento, e o Santos para se aproximar  do líder Corinthians, porém no final tivemos o empate de 1 x 1. O Sport finalizou 26 vezes, acertando apenas 5. Enquanto  o Santos finalizou 8 vezes, para acertar apenas 3. Provando o tempo todo a desenvoltura do time rubro-negro.

 O Santos partiu na frente, ao marcar o gol aos 3 minutos através do jogador Ricardo Oliveira, tornando a partida ainda mais disputada. O Sport teve 56% de posse de bola, o Santos esteve o tempo todo encurralado , enquanto que o Sport  procurava avançar com Richele e Patrick para apoiarem respectivamente André e Diego Sousa, nas finalizações.

O goleiro Wanderley foi o melhor jogador em campo, no primeiro e segundo tempo, evitando que o gol Leonino acontecesse. No segundo tempo tivemos alterações, saindo Wesley e Raul Prata,  pelo Santos entrou Copete. O jogo continuava no mesmo ritmo do primeiro tempo, inclusive com o Santos abusando nas faltas e o goleiro Wanderley  fechando o gol.

O técnico Wanderley Luxemburgo, efetuou a ultima alteração, entrando o jogador Rogério para aumentar a pressão e a velocidade do time. Aos 38 minutos foi Rogério, em um lance de rara felicidade,que  recebeu  uma bola de Juninho e chutou indefensável contra o gol de Wanderley, empatando a partida. Aos 41 minutos era a vez de Caíque sozinho, encontrar Magrão na sua frente e desperdiçar o gol da vitória.

O empate de tudo não foi um mal resultado, porque os resultados do Bahia, São Paulo, Vitória e Ponte Preta ajudaram o Sport pelo fato de que essas equipes não conseguiram vencer. Próximo jogo do time rubro-negro será no Paraná, contra o Atlético neste final de semana . Arbitragem bastante contestada pelos jogadores do  Sport. Renda R$ 236.458,00 e um público de 16.377.

Blog de Airton Sousa: O que aconteceu com o Futebol Pernambucano…

Todos os clubes de Pernambuco, jogaram neste final de semana, pelo Campeonato Brasileiro das Séries A, B, C e D. O Sport conseguiu sua primeira vitória, desta feita contra o Santos; o Náutico perdeu mais uma, jogando contra o Guarani; o Santa Cruz empatou no Arruda, contra o Figueirense; o Salgueiro perdeu para o Sampaio Correia; o Central perdeu para o Sousa, além da eliminação do Atlético Pernambucano e América.

A torcida rubro-negra estava ansiosa esperando a primeira vitória do time, com o comando do técnico Wanderley Luxemburgo, e essa aconteceu no sábado (24), contra o Santos, na Baixada Santista, o que foi mais importante e deu tranquilidade para o grupo trabalhar. Foi uma vitória de 1 x 0, porém trouxe novas perspectivas para o clube na série A. O próximo jogo, será no Recife, contra o Atlético Paranaense, no domingo (02/07).

Enquanto isso, o Náutico perdeu mais uma. Foi à Campinas e cedeu a derrota para o Guarani, por 2 x 1. A situação timbu é cada vez mais complicada, continua na lanterna, e mesmo de técnico novo, não se observa mudança nenhuma e afunda cada vez mais, rumo à Série C. Agora o time volta para o Recife, e joga nessa sexta-feira (30), contra o Clube de Regatas Brasil.

Por outro lado, o Santa Cruz jogou em casa e não passou de um empate contra o fraco time do Figueirense. O placar do jogo foi 1 x 1, e é mais uma rodada em que o time não consegue vencer. Havia perdido para o América Mineiro e a perspectiva era a soma de três pontos no jogo em casa, o que não aconteceu. O próximo jogo tricolor é fora de casa, nesse sábado (01/07), contra o Oeste.

O Salgueiro continua tendo  sua  situação  complicada na Série C. Perdeu pelo placar de 1 x 0 para o Sampaio Correia em São Luiz do Maranhão. Agora é esperar que após a decisão do Campeonato nessa quarta-feira (28), o time possa se recuperar.

Pela Série D, estão fora  os três times. O Central perdeu no Lacerdão por 1 x 0 para o Sousa; o América empatou com o Guarani em Juazeiro; e o  Atlético Pernambucano perdeu para o Campinense por 2 x 0.

Blog de Airton Sousa: Difícil recomeço para o futebol

Após uma semana cheia de tristeza, lembranças, perdas, homenagens e emoções, o mundo do futebol tenta voltar pouco a pouco à rotina. Como será esse recomeço, em meio a necessidade que o futebol tem de sequenciar as suas competições. O Campeonato Brasileiro deverá terminar nesse dia 11 de dezembro e o jogo que seria entre Atlético Mineiro e a Chapecoense, ainda é uma interrogação. A partida que seria entre o Atlético de Medelim e a Chapecoense, qual definição terá? Como será o reinício do time de Chapecó?

Bem, tudo isso só os dias é que poderão mostrar. Porém, em meio a palavras e gestos, com certeza, aos poucos o mundo da bola deverá girar, de uma maneira ou de outra. No entanto, alguns exemplos que merecem ser ditos, as torcidas principalmente dos grandes clubes, sempre demonstraram uma selvageria sem precedentes, marcaram encontro na Praça Charles Miller, em frente ao estádio do Pacaembu, desta feita não para se digladiarem, como sempre fizeram, mais para fazer alguns minutos de reflexão. Lá estavam os chefes das torcidas do Palmeiras, Corinthians, São Paulo e Santos. E o mais impressionante, firmaram um compromisso de paz e não de guerra. Foi preciso uma tragédia, para que essas torcidas usassem a sensibilidade de perceber que violência só gera violência. Torcer que isso possa, de fato acontecer, após o momento de toda essa comoção.

Agora, espera-se para os clubes que encerrarão, no próximo final de semana o Brasileirão, superarem todas essas emoções. De um lado a luta pela inclusão na Libertadores de 2017, dos que estão no bloco de cima; de outro lado, na parte de baixo,  a disputa entre Internacional, Vitória e o Sport Clube do Recife, para escaparem do rebaixamento. Esta é a situação da última rodada. Que os profissionais da bola, do microfone, das câmeras, possam se unir às torcidas, para fecharem o Campeonato Brasileiro, que, apesar de ser de uma maneira triste, que seja de forma digna da tradição e do conceito no nosso futebol.

Blog de Airton Sousa: G4 e Z4 ainda em disputa na série A

Que América, Santa Cruz e Figueirense já estão rebaixados, já sabemos. Agora a questão é saber quem será o outro clube, a formar o Z4, e consequentemente ser rebaixado para a série B, em 2017. Uma disputa acirrada entre Sport, Vitória e Internacional. Este, inclusive, nesta segunda-feira(21/11), perdeu para o Corinthians, de uma maneira duvidosa, pela marcação de um pênalti, que deu a vitória ao time Corintiano, que aproximou-se do G6, e volta a brigar por uma vaga na Libertadores.

O Sport tem 43 pontos, e entende-se que a salvação foi aquele resultado, no mínimo comprometido contra o Grêmio, porque a sequência do time rubro negro, foi duas derrotas, contra o Cruzeiro, na Ilha do Retiro e contra o Atlético, no Paraná. Porém entre os três ameaçados, o time leonino, é o que está com mais probabilidade de se manter na primeira divisão.

O Vitória, por sua vez, é o 16º colocado, tem 42 pontos e enfrenta na 37a rodada, o Coritiba, no Paraná, encerrando em casa contra o Palmeiras. Portanto também apresenta possibilidade de se manter na divisão de elite. Porque neste caso, a exemplo do Sport, o time baiano só depende dele.

Agora, complicada mesmo, é a situação do Internacional que continua na zona de rebaixamento, com 39 pontos, e que teve sua situação mais complicada, após a derrota para o Corinthians. Tem pela frente dois jogos difíceis, na 37a. rodada, na Arena Beira Rio, enfrenta o Cruzeiro, e na última rodada, tem fora de casa, o  Fluminense. A situação complica mais ainda, porque além de vencer, o clube gaúcho tem que torcer por resultados negativos do Sport ou do Vitória. Realmente, a situação do Internacional, é com certeza, a mais complicada, o que podemos dizer que o time colorado, está com o pé na segunda divisão em 2017.

Blog de Airton Sousa: Magrão é homenageado e o Sport vence

Uma noite em que o goleiro Magrão foi homenageado, por completar 600 jogos com a camisa leonina, o Sport conseguiu uma difícil e importante vitória contra o Santos pelo placar de 1 x 0. No primeiro tempo o domínio maior  do jogo foi do  time pernambucano, que marcou aos 10 minutos, com um gol de Rogério, conseguindo envolver o time santista, de uma maneira tal, que poucas foram as reações dos comandados do técnico Dorival Júnior, prevalecendo durante todo o primeiro tempo a posse de bola a favor do time da Ilha do Retiro.

Na segunda etapa, o Sport não repetiu a sua proposta de jogo e permitiu ao time do Santos, maior desenvoltura, obrigando o goleiro Magrão a realizar grandes defesas. Aos poucos, o lado emocional foi pesando, até  que o jogador  Elano foi expulso, permitindo assim, uma certa reação do time pernambucano.

Se o Sport não conseguiu ampliar o placar, foi em razão de algumas peças demonstrarem cansaço e jogadores como Gabriel Xavier e Neto Moura, não estarem bem. Em contra partida , dois jogadores no rubro negro foram destaque, Magrão e Rogério. Pelo time do Santos, o destaque maior foi o jogador Lucas Lima, que voltou a atuar bem, depois de toda aquela manchete que o mesmo iria se transferir para a Europa.

Com a vitória, o Sport somou mais 3 pontos e conseguiu se distanciar da zona de rebaixamento. O torcedor não atendeu ao apelo da diretoria, e apenas pouco mais de 7.500 torcedores compareceram a Ilha do Retiro. O próximo jogo do Sport será fora de casa, com o Fluminense, onde espera-se que no mínimo o time possa repetir o futebol apresentado no primeiro tempo, contra o Santos. Com o G 4 tornando-se quase impossível, resta agora ao torcedor esperar que o time tenha uma regularidade maior, ficando no final da competição entre os doze melhores colocados.

Blog de Airton Sousa: Santa Cruz joga bem e perde

Um jogo de cinco gols, uma partida disputada no primeiro e no segundo tempo, é o que podemos dizer do jogo desse domingo(18/09), no Pacaembu, entre Santa Cruz e Santos. Um jogo que teve de tudo, inclusive a falta de energia por duas vezes, no intervalo do primeiro para o segundo tempo e aos 19 minutos também do segundo tempo. Na primeira fase, o Santa Cruz apenas se defendeu, tomando um gol aos 4 minutos através do jogador Copete, em uma falha individual do jogador Tiago Cardoso. Apesar da boa aplicação tática,  o tricolor pernambucano encontrava  nos jogadores Lucas Lima, Vitor Bueno, Vitor Ferraz e Ricardo Lima, a qualidade que fazia a diferença a favor do time Santista. Além do mais, o jogador Derley indicado para marcar Lucas Lima, não tinha condições de evitar o domínio do jogador do Santos, principal articulador das jogadas ofensivas, além do que o peixe encontrou nos laterais do Santa Cruz, um espaço para jogar nas costas de Léo Moura e Alan Vieira. Placar do primeiro tempo 1 x 0 a favor do Santos.

No segundo tempo, o técnico Doriva consertou as falhas de marcação, o Santa Cruz melhorou e aos 10 minutos através de Keno, com uma troca de passe com Bruno Morais, chegava ao empate. O tricolor pressionava, porém a qualidade de Lucas Lima, em um lançamento para Ricardo Oliveira, quase chegava ao segundo gol. No entanto aos 27 minutos, era inevitável o gol do Santos através de Jean Mota, colocando o peixe na frente do placar. Porém, com a entrada de Grafite, o Santa Cruz reagia e em uma troca de passes do atacante tricolor com Keno, acontecia o empate, aliás o segundo gol de Keno no jogo. Estava empatada a partida, o Santa procurava desempatar o jogo, no entanto era o time santista que chegava ao terceiro gol, através de Vitor Bueno. Fechando o placar em 3 x 2.

Um público muito bom, totalizou 28.763 e uma renda de R$ 884.560,00. Agora o Santa Cruz tem nessa quarta-feira(21/09), sua primeira partida na segunda fase da Sul Americana, em Medelim(Colômbia), contra o Independiente. Após esse jogo volta para enfrentar o Figueirense em Recife. No entanto com mais essa derrota, mesmo evoluindo no Brasileiro, a situação fica cada vez mais complicada para o time do Arruda, apesar do otimismo dos jogadores e do técnico Doriva, que não cansa de motivar os seus comandados, o que não poderia ser diferente.

Sport: Leão é derrotado na Vila Belmiro e dá adeus a Copa do Brasil

Nesta quarta-feira (22), o Santos recebeu o Sport na Vila Belmiro pela terceira fase da Copa do Brasil. O jogo valia vaga para as oitavas de final do campeonato. Com a vitória por 3 x 1, o Santos eliminou o Sport. Geuvânio e Gabriel fizeram os gols para o Peixe. Diego Souza descontou para o Sport.

01

No primeiro tempo, o Sport veio com uma postura defensiva fraca. Logo no primeiro minuto, gol do Santos. Depois de cruzamento, Gabriel antecipou a defesa e marcou o primeiro para os donos da casa. O Peixe continuou pressionando e teve as melhores oportunidades de gol, ampliando assim o placar aos trinta e cinco minutos. Ricardo Oliveira cruzou na área, Gabriel tocou na saída de Danilo Fernandes, Santos 2 x 0.

05

Antes do fim do primeiro tempo, o Sport descontou no placar; em falta da entrada da área, Diego Souza cobrou no canto, a bola ainda desviou na defesa e foi para o gol.

03

No segundo tempo, o Peixe continuou na mesma pegada, e no início da segunda etapa fez novamente o gol. Renato lançou Geovânio, que na saída do goleiro adversário mandou para as redes, finalizando o placar da partida. Os times ainda revezaram em chances de gol, mas ninguém mais conseguiu movimentar o placar.

02

E terminou assim, 3 x 1 para o Santos. Com a derrota, o Leão deixa o sonho do Bi campeonato da Copa do Brasil para trás.

Ficha do jogo: 

Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, Werley, David Braz e Zeca; Renato, Paulo Ricardo e Marquinhos Gabriel (Elano); Geuvânio, Gabriel (Rafael Longuine) e Ricardo Oliveira (Nilson). Técnico: Dorival Júnior.

Sport: Danilo Fernandes; Ferrugem, Ewerton Páscoa, Durval e Renê; Rithely (Wendel), Rodrigo Mancha, Marlone (Samuel), Diego Souza e Elber (Régis); André. Técnico: Eduardo Baptista.

Arbitro: Paulo Henrique de Melo Salmazio. Assistentes:  Eduardo Gonçalves da Cruz, Fabiano da Silva Ramires. Gols: Gabriel (1′ e 35′ do primeiro tempo); Diego Souza (39′ do primeiro tempo); Geovânio (12′ do segundo tempo). Cartões Amarelos:  Vanderlei, Victor Ferraz, Ricardo Oliveira, Werley, Ferrugem, Renê e Rodrigo Mancha.

TV Replay, o que é bom se repete!

Sport: Leão segue invicto e refirma a boa campanha mesmo sem vencer

Neste domingo (31),  Santos e Sport fizeram um jogo matinal na Vila Belmiro. O Leão fez seu primeiro jogo no horário das onze horas neste campeonato. Com o empate por 2 x 2 o Sport vai a oito pontos e segue no G4 do Campeonato Brasileiro. Os gols da partida foram marcados por Werley e Robinho para o Santos; Samuel e Joelinton para o Sport. O rubro negro por enquanto segue invicto no campeonato, em quatro partidas venceu duas e empatou duas.

foto reprodução

foto reprodução

No primeiro tempo, o Peixe tomou a iniciativa do jogo, foi para cima com seu trio de ataque que deu muito trabalho para o Leão. O Sport esperou na defesa o Santos, e procurou jogar no conta-ataque, porém não conseguiu ser eficaz na marcação dando muito espaço para o Santos jogar.

Aos quarenta e dois minutos, Robinho abriu o placar para o Peixe depois de uma confusão na área. Depois do cruzamento Robinho cabeceia, no rebote Ricardo Oliveira mandou na trave, na volta Robinho deu um belo voleio e fez o primeiro do jogo.

foto: Ricardo Saibun/site oficial

foto: Ricardo Saibun/site oficial

No segundo tempo, o Sport voltou mais solto e aos cinco minutos empatou a partida. Rithely toca para Joelinton, que tocou na saída do goleiro para empatar a partida. O Santos começou a agredir mais e ampliou a vantagem sobre o Sport aos vinte e quatro minutos, em cobrança de escanteio Werley subiu mais que a zaga e cabeceou para o gol, Santos 2 x 1 Sport.

O Leão foi em busca do empate, logo depois de tomar o gol Rithely quase marcou para empatar. Mais foi no finalzinho do jogo que o Sport conseguiu chegar ao empate. Mike dá o passe para Samuel Xavier que fez o gol de empate.

foto reprodução

foto reprodução

E termina assim, o Sport continua invicto no campeonato saindo com um ponto da Vila Belmiro. E o próximo jogo do Sport será no campeonato Brasileiro contra o Goiás, na Ilha do Retiro, na quinta-feira (04), às 21h. Já o Santos joga o clássico contra o São Paulo, no Morumbi, quarta-feira (03) às 21h.

Ficha do Jogo: 

Santos: Vladimir, Daniel Guedes (Chiquinho), Werley, David Braz e Victor Ferraz; Lucas Otávio; Renato e Lucas Lima; Geuvânio (Gabriel), Robinho e Ricardo Oliveira (Rafael Longuine). Técnico: Marcelo Fernandes.

Sport: Danilo Fernandes, Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Durval e Renê; Rithely, Wendel, Neto Moura e Régis (Diego Souza); Maikon Leite (Élber) e Joelinton (Mike). Técnico: Eduardo Baptista.

Arbitro: Marcos Andre Gomes da Penha. Assistentes: Carlos Berkenbrock, Leonardo Mendonça. Gols: Robinho (42′ do primeiro tempo); Joelinton (5′ do segundo tempo); Werley (24′ do segundo tempo); Samuel Xavier (45′ do segundo tempo). Cartões Amarelos:  Wendel, Neto Moura, David Braz.

TV Replay, o que é bom se repete!