Blog de Airton Sousa: Notícias do Brasileiro série-B

      sere b

Nós já sabíamos que tudo podia acontecer na penúltima rodada da competição, com os dois representantes de Pernambuco na série-B, e realmente nada mudou, perderam os dois e ambos entraram em campo com diversos desfalques, por várias razões já conhecidas de todos. Se completos já estavam como estavam, imaginem desfalcados de peças importantes.

No Arruda,  o   Náutico  enfrentou  ao  time do Vila Nova, e terminou perdendo pelo placar de 2 x 1. Um jogo em que o time do Vila dominou e o  alvi-rubro esbarrou nas suas carências. Se o time completo já não vinha bem, imagine com desfalques importantes, daí a despedida do Náutico em Recife foi igual a sua campanha ao longo do Campeonato. Encerra contra a Luverdense fora de casa, e  terminou a  rodada na lanterna, como se não bastasse.

Em Belém do Pará, o Santa Cruz cheio de desfalques por várias razões, terminou perdendo para o Paysandu pelo placar de 4 x 2. O time de Belém mantido na série-B, jogou com muita seriedade até porque o ultimo jogo será fora dos seus domínios. Na partida contra o Santa Cruz  nos dois tempos foi melhor e a vitória  mais do que justa.

O tricolor Pernambuco fecha essa rodada na décima nona colocação, em razão de que o ABC venceu ao time do Oeste por 2 x 0, passou a 34 pontos e foi para a décima oitava posição, acima dos dois de Pernambuco. O Z-4 não sofrerá alteração e ficou dessa forma: Náutico-lanterna, Santa Cruz décimo nono, ABC décimo oitavo e Luverdense décimo sétimo. Teremos a ultima rodada, porém não haverá alteração nos rebaixados.

Agora, é esperar que os dirigentes encarem com responsabilidade o ano de 2018. Enfrentam a série-C e todas as suas dificuldades, porque é uma competição que está abaixo  das duas primeiras em todos os aspectos, e não será fácil pela maneira como o Náutico e o Santa Cruz, terminarão esse ano. Para finalizar, o ex-presidente do Santa Cruz e candidato Dr. Antonio Luiz Neto, na noite dessa sexta-feira ( 17), se sentiu mal e foi para São Paulo com urgência, o que implica possivelmente na não realização da sua candidatura.

Confira agora, os grupos do campeonato da Série – C em 2018:

GRUPO – A: ABC, Atlético do Acre, Botafogo da Paraíba, Remo, Globo do R.G.do Norte, Juazeirense, Náutico, Salgueiro, Santa Cruz e Confiança.

Observando-se que os três clubes de Pernambuco, estarão no mesmo grupo.

GRUPO – B: Botafogo de R.Preto, Bragantino, Cuiabá, Joinvile, Tupi, Operário, Tombense, Volta Redonda, Ipiranga e Luverdense.

Blog de Airton Sousa: Terça-feira negativa para Pernambuco

 brasileirao-serie-b-300x182

Como já era esperado, a noite da terça-feira (7) tinha uma perspectiva de resultado negativo outra vez para  o futebol pernambucano. E não foi diferente, o Santa Cruz empatou e o Náutico perdeu. Com os resultados, se a situação era complicada  tornou-se mais complicada ainda, e agora é só esperar o encerramento da competição.

Em Goiás, o Santa Cruz até que não jogou tão mal, principalmente no primeiro tempo, porém esbarrou na sua limitação ofensiva, porque o meio de campo trabalhou as jogadas, no entanto as finalizações não correspondiam, inclusive com Ricardo Bueno que desperdiçou três oportunidades de gol, no primeiro tempo.

O primeiro gol do jogo foi através do  Giovane  para o Vila Nova, e o Santa Cruz tentava a todo instante um diálogo entre o meio de campo e o ataque , sem contudo acontecer o esperando, ou seja o gol de empate. Muitos passes errados por parte do Santa Cruz, enquanto que o Vila Nova acomodava o jogo com uma vitoria parcial no primeiro tempo.

Na segunda fase, Grafite fatura aos 10 minutos, no entanto estava em posição irregular, daí o árbitro anular o gol tricolor. O Vila Nova voltou mais ofensivo e aí foi a vez de Julio César evitar que o segundo gol acontecesse. Porém aos 14 minutos, finalmente Ricardo Bueno aproveita uma falha de marcação, penetra na área e empate o jogo.

A partir do empate, o Santa Cruz demonstrou cansaço e acomodação, recuando na tentativa de montar contra-ataques para buscar o segundo gol. Depois dos 30 minutos o jogo ficou bastante lento, até que tivemos o encerramento , e o placar de 1 x 1 puxando mais ainda o Santa Cruz para a série-C. O próximo jogo do tricolor será contra a equipe do Boa Esporte, fora da Capital Pernambucana.

Na Arena de Pernambuco, o Náutico esbarrou na sua limitação e perdeu para o Paysandu pelo placar de 3 x 1. Um jogo que começou com os dois times buscando  e já aos 10 minutos, com uma falha de Diego Miranda,  Bergson faz o gol do time de Belém do Pará. O gol não impactou a equipe  timbu, e  com um recuo errado para o goleiro, o jogador Perema mandou contra suas próprias redes, empatando a partida aos 13 minutos.

A partir do empate, o jogo ficou nervoso. O Náutico recuou e o time adversário insistiu tentando fazer o segundo gol, e quase fazia aos 40 minutos com o jogador Guilherme Santos. No segundo tempo, o Paysandu voltou mais ofensivo aproveitado o recuo do Náutico, já no começo do jogo.

Aos 19.30 minutos, Caiou recebeu um passe perfeito de Fábio e desempatou o jogo, levando-se em consideração que o Náutico sentiu e começou a perder forças para reagir. Diego Miranda que sempre é um destaque no time alvi-rubro, fez uma péssima partida e contribui para a derrota timbu, ele que é sempre  uma peça importante na meia cancha.

Finalmente, quando se esperava  uma reação timbu, aconteceu o contrário. Um contra-ataque, e o jogador Caiou em impedimento marcou o terceiro gol, sem que a arbitragem observasse a posição irregular do jogador do Paysandu. Fim de jogo, Náutico 1×3  Paysandu.Próximo jogo timbu será na Arena de Pernambuco, neste fim de semana contra o Londrina.

Blog de Airton Sousa: Que venha o Paraná…

O Náutico realiza nesse sábado(11), a sua tentativa de manter uma invencibilidade de quatro jogos. Foram três vitórias e um empate, desde a goleada frente ao Sampaio Correia, que o time não sabe o que é perder. Saiu de uma classificação no final da tabela, para quarta colocação, somando treze pontos, após a vitória de virada frente ao Paysandu, em Belém do Pará.

Agora o adversário é o Paraná, que não está bem na competição, e que pode ser mais um caminho para três pontos, se o time jogar com a seriedade das partidas anteriores e o respeito que o adversário merece. O fato de jogar na Arena Pernambuco já dá ao time uma vantagem sem precedentes, mesmo entendendo que a ausência do torcedor, tem sido um fato lamentável, principalmente porque o time está bem posicionado e vem crescendo visivelmente de produção a cada jogo.

Que venha o Paraná…  E que o time Pernambucano  tenha a coinsciência de que, mais uma vitória, e com a importância de três pontos nesse momento da competição, onde criar gordura, representa para o futuro, a garantia de superar as dificuldades que porventura venham acontecer.  Que o torcedor alvi rubro, possa dar a credibilidade que o time merece, principalmente pelo fato de ter dado a volta por cima e  que os comandados do técnico Alexandre Galo possam corresponder a confiança. Contudo, não estamos afirmando que o Náutico está pronto. Pelo contrário, sabemos da longa caminhada  da série B, e das carências ainda existentes no time. Vamos aguardar a bola rolar, e ver o que os noventa minutos, reservam para os dois times.

Foto: Internet

Foto: Internet

Blog de Airton Sousa: Náutico entra no G 4

Foto: Internet

Foto: Internet

Um jogo de superação: foi o  que tivemos nesta terça-feira (07), por parte do Náutico, em Belém do Pará. O gol do Paysandu aconteceu após 40 segundos do primeiro tempo, uma verdadeira prova de fogo para os comandados do técnico Alexandre Galo. O gol provocou impacto emocional no time  alvi rubro, que teve até 20 minutos, dominado pelo time da casa. A partir daí, o time pernambucano reagiu  e marcou o gol de empate aos 25 minutos, invertendo o quadro e dominando o jogo até o final da primeira fase. Continuou criando oportunidades para marcar o segundo gol, no entanto, o jogo terminou com o empate de 1 x 1, no primeiro tempo.

Na volta, já aos 10 segundos, uma grande coincidência, porque antes de um minuto acontecia mais um gol no jogo, desta feita, a favor do clube de Conselheiro Rosa e Silva. A partir daí,  o time do Paysandu se abalou emocionalmente, modificações aconteceram, no entanto, o Náutico era dono absoluto do jogo e logo chegou ao terceiro gol, vencendo pelo placar de 3 x 1. Teve inclusive outras oportunidades de marcar o quarto gol.

A vitória coloca o Náutico na quarta posição na tabela, entrando no G 4. O próximo jogo será nesse sábado (11), no período  tarde,  na Arena Pernambuco, contra o Paraná. Dois desafios nesse instante são evidenciados: uma vitória timbu, para manter a invencibilidade em casa, e a presença do torcedor, que tem sido um fracasso, não passando de 1.500 torcedores. Quando o time está mal, perdendo e sem perspectiva, até que é aceitável a ausência do torcedor. Entretanto, o Náutico vem crescendo na competição e vencendo a cada partida. Com tudo isso, o técnico Alexandre Galo, em entrevista afirmou, temos ainda um caminho muito longo pela frente. Está certo o treinador, porque o Náutico já aprontou muita. Porém o momento é muito bom, e o torcedor tem que acreditar.

A classificação da série B, ao final da sétima rodada, é a seguinte:

  • 1º lugar – Vasco da Gama
  • 2º lugar – Atlético de Góias
  • 3 º lugar – Bahia
  • 4º lugar – Náutico

Blog de Airton Sousa: Náutico faz o dever de casa

O time alvi-rubro, consegue mais um resultado importante, depois da sequência de uma vitória e um empate.  São sete pontos somados em três jogos, contra adversários do nível da equipe pernambucana, desta feita a vítima foi o Joinville. Tecnicamente o jogo foi fraco, com o Náutico não fazendo uma boa partida, diante de um adversário que também não apresentou um bom futebol. Porém, o placar de 2 x 0, dá a credibilidade de que o time começa a despontar ofensivamente, coisa que não vinha acontecendo antes do jogo do Sampaio Correia. O G 4 continua olhando para o time timbu, que avança a cada partida e aproxima-se dos quatro melhores colocados.

Agora, é trabalhar, reforçar e esperar que essa sequência continue, porque assim o time está no caminho certo, mesmo sabendo-se que  alguns setores continuam deficitários e o técnico Alexandre Galo tem essa consciência. Além do mais, ainda faltam 32 rodadas, consequentemente mais de 80%, daí um caminho muito longo a ser percorrido, onde a competição exigirá, principalmente elenco, e elenco de qualidade.

O próximo jogo do Náutico será fora, onde o adversário é o Paysandu, terça feira(07), uma equipe organizada e difícil de ser batida nos seus domínios. Observando-se a dinâmica do Campeonato Brasileiro, da série B, com a sequência de jogos, nas terças  e nas sextas, constatamos que é mais um desafio para os comandados do técnico Alexandre Galo.

Fonte: Internet

Fonte: Internet