Blog de Airton Sousa: Futebol Nacional e Internacional

 10163040218-t480x280

Tivemos uma terça-feira (14), recheada de jogos para todos os gostos. Desde vários amistosos com Seleções em preparativos para a Copa de 2018, até o Campeonato Brasileiro da série-B, com as equipes na briga para o acesso a primeira divisão, até aquelas que tentam se manter na série-B e outras que já caíram ou tentam escapar do rebaixamento.

Começando pelos amistosos, a Seleção Brasileira empatou na Inglaterra contra a seleção local, com o placar de 0 x 0.Um jogo forte, com muitas faltas, pouca produçõe e sem gols. De um lado os Brasileiros com jogadas individuais e de pouca criatividade, do outro lado os donos da casa que estavam desfalcados de sete titulares, limitando-se apenas a marcação segura.

No final, o treinador Tite tirou as suas conclusões, inclusive fazendo modificações no segundo tempo, criando expectativa na mudança do plano tático, visando as dificuldades que poderão surgir na Copa do Mundo. O goleiro e a zaga com boa atuação, a meia cancha apenas destruindo jogadas e o ataque que não funcionou. Foi  razoável a impressão que a seleção deixou, no final do amistoso.

Outros resultados: Polônia 0 x l México, Coréia do Sul l x l Sérvia, China 0 x 4 Colômbia, Argentina 2 x 4 Nigéria, Rússia 3 x 3 Espanha, Romênia 0 x 3 Holanda, Alemanha 2 x 2 França, Bélgica 1 x 0 Japão, Áustria 2 x 1 Uruguai, Portugal 1 x 1 Estados Unidos. Além disso, ficou a decepção pela desclassificação da Itália para a Copa da Rússia.

Falando agora do Campeonato Brasileiro, tivemos o Náutico jogando e enfrentando ao Criciúma em Santa Catarina. O resultado foi 0 x 0, com um futebol pobre de técnica, com pouca criatividade e desmotivação do time pernambucano, já rebaixado antecipadamente. Pouca foi a motivação no  jogo, mesmo pelo time do Criciúma, já garantido na série-B em 2018.

O fato que chamou a atenção na manhã dessa terça-feira (14), foram as declarações do atacante William Batoré, acusando o treinador Roberto Fernandes de estúpido, sem modos de tratar os subordinados. Como todos sabem, o jogador no intervalo do jogo no sábado passado, pediu para deixar o clube, o que foi atendido. O grupo de jogadores não quis se manifestar, deixado a briga entre as duas partes e a diretoria do clube. O Náutico volta a jogar neste final de semana no Arruda, contra o Vila Nova.

Ainda com relação a série-B, o Santa Cruz voltou a campo, jogando no Estádio do Arruda contra o Paraná, uma equipe que briga para subir a série-A. Porém, nada motivou a torcida, um público quase inexistente deixando vazio o Estádio  o que é lamentável, além da expectativa de pagamento aos jogadores e comissão técnica. Prometeram pagar antes do jogo, e não foi cumprida a promessa.

Com respeito ao jogo, um Santa Cruz sem interesse , pouca correria e uma lentidão a todo instante. Quanto ao Paraná brigando pela posse da bola e tentando atrair o Santa Cruz para construir as jogadas de contra ataques. Mesmo assim sem atingir o seu objetivo, pela marcação antecipada da zaga tricolor. Até vinte e cinco minutos poucas foram as jogadas que merecessem destaque na partida, e foi assim até o final do primeiro tempo.

No segundo tempo, o Santa Cruz aproveitou o desacerto do Paraná, avançou a marcação, passou a jogar no campo paranaense e mesmo com a expulsão de João Paulo os comandados de Martelotti, foram melhores no segundo tempo de jogo. Final  0 x 0 foi o placar e o Santa Cruz joga neste sábado (18), em Belém do Pará contra o Paysandu.

Declarações de muita revolta, por parte de alguns jogadores do Santa Cruz, em razão do não cumprimento da palavra dos dirigentes  e da Federação. Adiado o pagamento e a dúvida, o time entra ou não em campo no sábado contra o Paysandu? Isso é posto, pelo fato de tudo que foi dito depois do jogo, onde observou-se a insatisfação dos jogadores.

Blog de Airton Sousa: Futebol de Pernambuco sem vitória nessa terça-feira

20150310131319_0

Os dois pernambucanos da série-B,  jogaram nessa terça-feira (26) e não conseguiram resultados positivos. O Santa Cruz no Arruda empatou em 0 x 0 com o Ceará, e o Náutico foi goleado pelo Paraná pelo placar de 3 x 0. Ficando assim cada vez mais difícil para o Náutico, porque agora só restam doze jogos para terminar a competição, onde o alvi-rubro terá que vencer oito partidas para escapar do rebaixamento.

Já sabíamos das dificuldades no Náutico, porque o adversário é o melhor mandante, somando dez vitórias em casa, daí pouca esperança de um resultado positivo, em razão da limitação do time timbu, que conseguiu sustentar o adversário no primeiro tempo, arrancando um empate sem gol, o que a principio foi um bom resultado, muito embora o Paraná se apresentou melhor do que o time pernambucano.

Na segunda etapa, as coisas começaram a complicar tomando um gol com  1 minuto através do jogador Alemão, onde a pretensão do Náutico seria sair para o jogo. No entanto com o gol tomado veio o impacto, e logo em seguida sai o segundo gol aos 11 minutos através do jogador Maidana. O time desabou sem condição de reação e a tendência era surgir o terceiro gol, que saiu aos 23 minutos com o jogador Robson, aproveitando um rebote da zaga. Final de jogo 3 x 0 para o Paraná. O Náutico joga neste sábado (30), no Lacerdão contra o Boa Esporte.

No Arruda, um clássico nordestino entre Santa Cruz e Ceará. Um jogo caracterizado por várias bolas na trave, por parte das duas equipe e lances de extremo perigo para os dois times. 0 x 0 foi o placar do primeiro tempo, esperando-se que na segunda fase, os atacantes acertassem mais os chutes, no entanto pouco ou quase mudou.

Com o empate o Santa Cruz se manteve na décima sexta posição com 29 pontos, graças a derrota do Goiás para o time do Boa Esporte em Varginha  pelo placar de 2 x 0, o que empurrou o time de Goiás para a zona de  rebaixamento com 28 pontos e a décima oitava colocação. Também o Santa Cruz foi ajudado pelo resultado do Figueirense que empatou em 1 x 1, contra o Criciúma.

O próximo jogo do time tricolor será sábado, contra o Internacional em Porto Alegre. Continua ameaçada a situação  na série-B, porque após o jogo de sábado, o time enfrenta exatamente ao América no Arruda. O Santa Cruz precisa urgentemente vencer, é preciso ser extremamente otimista para pensar que os dois próximos jogos podem trazer vitória ou vitórias para o tricolor do Arruda.

Blog de Airton Sousa: Santa Cruz se recupera e o Náutico cai mais uma vez

Teve sequência na noite dessa terça-feira (13), o Campeonato Brasileiro da série B. O Náutico jogou na Arena de Pernambuco, contra o Paraná e terminou perdendo de virada, enquanto que o Santa Cruz, se superou e  venceu de virada ao  Ceará em plena Arena Castelão, com uma boa estreia do técnico Adriano Teixeira.

O Náutico fez um razoável primeiro tempo, porém, o setor defensivo esteve falho o tempo quase todo, no entanto, não conseguiu segurar o ataque do time do Paraná, e terminou cedendo a derrota, já no final do segundo tempo. Se o empate não era um bom resultado, imagine a derrota, que enterra o time timbu ainda mais.

A lanterna continua nos Aflitos, e não se sabe até quando Waldemar Lemos vai agüentar, ou até quando a diretoria vai sustentar o treinador, com esse time fraco, que recebe a cada semana, um caminhão de jogadores fracos tecnicamente, que não tem somado nada, e deixando o seu torcedor cada vez mais preocupado com a campanha. O próximo jogo será fora de casa, contra o Boa.

Por sua vez, o Santa Cruz se superou, tomando o primeiro gol do Ceará, com uma falha do sistema defensivo, que não era o titular. Porém no decorrer do jogo, o técnico Adriano Teixeira, conseguiu equilibrar principalmente o meio de campo. O Santa Cruz chegou ao empate, impactou o time Cearense, e a partir daí, chegou ao segundo e terceiro gols.

A vitória demonstrou o poder de superação do time, que jogou ofensivo, independentemente do andamento do jogo, e conseguiu envolver o time de Givanildo Oliveira, que sofreu dentro de casa um revés que não era esperado pela torcida e pelo treinador. A vitória de 3 x 1 foi importante, porque com o resultado o time do Arruda, voltou a compor o G-4.

O Santa Cruz joga a próxima partida em casa neste final de semana contra o Internacional, que vem ao Recife com desfalques importantes, inclusive o jogador D”Alessandro, o que torna o time gaúcho um pouco fragilizado. Se o Santa Cruz repetir o futebol do segundo tempo contra o Ceará, tem amplas possibilidades de somar mais três pontos, mesmo reconhecendo a experiência do Internacional.