Blog de Airton Sousa: Vitória do Náutico no último jogo do Hexagonal

Com o resultado dessa segunda-feira (10), quando o Náutico venceu ao Santa Cruz, no Arruda, pelo placar de 2 x 1, encerrou-se o Hexagonal decisivo do Campeonato. As semi-finais ficaram formadas da seguinte maneira: Salgueiro x Santa Cruz; Náutico x Sport, observando-se que as primeiras partidas serão respectivamente, no Arruda e na Ilha do Retiro.

Consequentemente, os jogos de volta serão em Salgueiro e na Arena de Pernambuco. A pergunta é a seguinte: Quem leva vantagem sobre quem?  Sinceramente, o único ponto que pode alterar, é um placar elástico no primeiro jogo, caso contrário, ninguém leva vantagem.

Quanto ao jogo dessa segunda-feira (10), foi uma partida em que as ausências do Santa Cruz e do Náutico, influenciaram para que tivéssemos uma partida pobre tecnicamente. No entanto, o time timbu saiu na frente no placar, com um gol de Erick, aos 18 minutos do primeiro tempo, e só na segunda fase, é que o Santa Cruz empatou aos 7 minutos com Everton Santos.

Um jogo disputado, onde pelo Santa Cruz se destacaram Pereira e William Barbio, e pelo Náutico, tiveram destaque os jogadores Erick, Dudu e Rodrigo Sousa. O gol da vitória do Náutico, foi através da cobrança de pênalti de Dudu, onde o goleiro Jackson defendeu, e no rebote, Dudu complementou, fazendo Náutico 2 x 1 Santa Cruz.

Agora, é aguardar as decisões da Federação Pernambucana de Futebol, inclusive com relação às arbitragens, onde o Sport Clube do Recife, através da sua Direção, oficializou o seu desejo de ter nos seus jogos, árbitros de outras Federações. Só faltava essa agora no Campeonato, que teve de tudo, principalmente no aspecto negativo.

Blog de Airton Sousa: Alvi-negro está agonizando

Terminada a decepcionante participação do Central Sport Clube, no Campeonato Pernambucano de 2017, a pergunta é a seguinte: Que futuro terá o alvi-negro, a partir de agora? Sem time, sem crédito, cheio de compromissos a cumprir, dezenas de causas na Justiça do Trabalho, e tendo pela frente o Campeonato Brasileiro da Série D, que começará em meados de maio.

O ano passado, a situação era mais ou menos como essa. Foi feita uma parceria, e o time não passou da primeira fase, ficando no início da competição. Agora, o espaço para resolver todos os problemas emergenciais, é de apenas 40 dias, porque tudo vai começar do zero. Podemos dizer que a situação Centralina agora, é pior do que a do ano passado.

Tem que contratar, organizar um grupo, correr atrás de dinheiro, que será o princípio fundamental, e não será fácil, principalmente pelo descrédito do atual Presidente. No entanto, surge agora uma luz no fundo do túnel: Jandoval Bezerra, Sivaldo Oliveira, Alexandre do Carrancão e outros Centralinos, se dispõem iniciar um trabalho emergencial, para recuperar o gramado, contratar um treinador, visando o Brasileiro da série D.

O impecilho nesse instante, é um só: a saída do atual Presidente, porque com ele as providências e ajudas, ficam inviáveis. Será uma semana decisiva, pela emergência que os fatos reúnem. Daí esperar que o bom senso aconteça, e o Central Sport Clube, possa escapar mais uma vez da guilhotina.

Blog de Airton Sousa: Jogo melancólico entre Central x Sport

Não existe outro termo, para aplicarmos ao jogo deste domingo (09), entre Central e Sport Clube do Recife. Uma tarde, em que não havia motivação para o torcedor leonino ir ao Estádio, mesmo depois de dois excelentes jogos pelas Copas do Nordeste e Sul-Americana. Uma vergonha, apenas 616 torcedores, e tem sido assim, na maioria das partidas.

Um primeiro tempo, sem criatividade, lento, fraco e com o Sport sem vontade de jogar. Quanto ao Central, a limitação de sempre, com a falta de motivação, em razão dos problemas surgidos ultimamente, principalmente no Hexagonal. Apenas o jogador Altemar, foi o destaque do alvi-negro, nos dois tempos de jogo, recebendo elogios da crônica presente ao Estádio.

Na segunda etapa de competição, os gols saíram na seguinte sequência: 25 minutos Juninho abriu o placar; 29 minutos Altemar cobrou uma falta e Gabriel complementou, empatando o jogo; 39 minutos Leandro Pereira desempatava; e aos 47 minutos, de pênalti, Lênis fez o terceiro gol e fechou o placar em 3 x 1 para o Sport.

Com o resultado, o Sport foi a 17 pontos e escapa do confronto direto com  o Salgueiro nas semi-finais. Enquanto isso, o Salgueiro que também venceu por 3 x 1 ao time do Belo Jardim, fechou o Hexagonal com 23 pontos e 7 vitórias. Agora, e esperar o jogo desta segunda-feira(10), no Arruda, entre Santa Cruz e Náutico, para ver como fica a combinação dos jogos nas semi-finais.

Para uma reflexão do torcedor e dos nossos Dirigentes, na Arena Fonte Nova, neste domingo (09), à tarde, no clássico entre Bahia x Vitória, tivemos 33 mil torcedores e uma renda de R$ 1.129.000,00 (Hum milhão, cento e vinte e nove mil reais). Explicar de que maneira essa disparidade? Estamos aquém de Estados como Bahia, Ceará, entre outros. Os Dirigentes, terão que encontrar uma maneira de recuperar o futebol Pernambucano e trazer a torcida de volta aos Estádios.

Blog de Airton Sousa: Hexagonal chega ao fim

Finalmente, o Hexagonal do Título do Pernambucano 2017, tem a última rodada neste domingo (09), e na segunda-feira (10). No Arruda, o Central com todos os seus problemas, enfrenta ao Sport Clube do Recife. Em Salgueiro, o Carcará joga contra o Belo Jardim. Ambos os jogos no domingo à tarde. Já o clássico entre Santa Cruz e Náutico, será na segunda-feira à noite.

Pouca coisa a dizer da última rodada, principalmente dos jogos do central e do Belo Jardim, que apenas cumprem tabela, depois de fazerem um Hexagonal decepcionante, perderem o direito de jogarem no seus domínios, em razão da péssima condição dos seus gramados. Quanto ao Sport, o jogo interessa para determinar posição nas semi-finais, enquanto que o Salgueiro, independentemente dos resultados, termina na primeira posição da tabela.

Para a segunda-feira à noite, um clássico onde o Santa Cruz, com 16 pontos,  o segundo colocado, enfrenta ao Náutico com 15 pontos, que está na terceira colocação. Daí a disputa pra saber como fica a posição dos dois times na rodada final, a fim de se conhecer quem enfrenta quem. A única posição inalterável é do Salgueiro, que joga a partida de volta das semi-finais em casa, e possivelmente, se for decidir o título, também a última partida em casa.

Podemos dizer que o desfecho do Hexagonal é melancólico, decepcionante, pelo nível técnico, pela audiência de público, e pelo baixo percentual de arrecadação, além da própria desvalorização que os clubes grandes deram, por jogarem algumas partidas sem colocar em campo, as suas equipes tradicionais e até mesmo desconsiderarem o Pernambucano, em detrimento de outras competições.

Blog de Airton Sousa: Sport enfrenta ao Salgueiro pelo Hexagonal

O Hexagonal do título, extremamente desmotivado pelo regulamento e por sabermos faltando apenas duas rodadas, quais as quatro equipes classificadas para as  semi-finais da competição, tem sequência nessa segunda-feira, com o jogo na Ilha do Retiro, envolvendo o Sport contra o líder Salgueiro.

Pelo fato de ter jogado na tarde deste domingo(02), pela Copa do Nordeste, com o time principal, o técnico Ney Franco, coloca em campo a equipe reserva do Sport, mesclada com alguns sub vinte, pelo fato do Hexagonal ter passado a desinteressar ao time rubro-negro.

Agora, é só saber quem será o primeiro, segundo, terceiro ou quarto colocado, para a determinação dos confrontos. No entanto, a distância do Salgueiro é de seis pontos para o Santa Cruz e Sport, entendendo-se que o time do sertão fará o jogo de volta nas semi-finais em casa, e se conseguir a classificação, também a segunda partida da final, nos seus domínios.

Blog de Airton Sousa: Sport tem novo técnico

Coisas de Dirigentes sem planejamento e com mentalidade amadora. Com uma campanha de razoável para boa, onde em 18 jogos, venceu 10, empatou 6 e perdeu 2, Daniel Paulista foi afastado após o empate contra os reservas do Santa Cruz em 1 x 1, neste domingo(26), na Ilha do Retiro.

Levando-se em consideração que a maioria dos adversários foi de um nível regular, exceção os clássicos contra o Náutico e Santa Cruz, mesmo assim, dentro do propósito dos Dirigentes, de não valorizarem o Campeonato Estadual, fazendo um trabalho com os jogadores da base, nada foi avaliado para decidir pelo afastamento de Daniel Paulista.

Volta para dirigir as Divisões de Base do Sport, fato que sinceramente eu não concordo. Acho que a decisão da Diretoria foi humilhante, e o melhor caminho para Daniel Paulista, era tentar treinar um time inferior, para iniciar a sua carreira, como um técnico verdadeiramente. Porém, Daniel Paulista não teve esse entendimento e é de novo rebaixado para a base do clube da praça da bandeira.

Já anunciado Ney Franco como o novo treinador, namoro agora concretizado, pois várias vezes os Dirigentes tentaram a vinda do treinador, que exigiu a companhia do preparador físico e um assistente técnico, inflacionando mais ainda a sua contratação.

Porém, a partir do jogo contra o Campinense, passaremos a observar se a falha era do Daniel Paulista, da fragilidade técnica do elenco, ou de alguns jogadores se escondendo em campo. A verdade é que, fica provado mais uma vez, que a prata de casa não tem valor. Assim também aconteceu com Daniel Paulista, para os Dirigentes, foi o verdadeiro culpado do futebol pequeno que o time está jogando.

Blog de Airton Sousa: Náutico apenas empata com o Belo Jardim

Com as notícias do Náutico, tendo como foco principal outra vez, o atraso de salários e a insatisfação dos jogadores, tivemos na tarde deste sábado(25), o time timbu empatando com o Belo Jardim em 1 x 1.

No primeiro tempo, mesmo com os erros nas finalizações, o alvi-rubro conseguiu jogar um pouco melhor do que o time da terra do bitury. Mesmo assim, o jogo não passou de 0 x 0, e podemos classificar como um primeiro tempo de nível apenas razoável.

Já no segundo tempo, o Náutico marcou primeiro, aos 3 minutos, com um lance complicado pela arbitragem, anulando a principio o gol, depois confirmando o gol de Manoel, onde o árbitro confundiu o lance com a participação do jogador Erick, o que foi uma precipitação, porque em seguida, após consultar o auxiliar, veio a confirmação, porque realmente Manoel estava em condição de jogo e Erick, não teve participação no lance.

Muitas reclamações do time do Belo Jardim, no entanto, houve a confirmação. Depois de tomar o gol, o time do Belo Jardim reagiu e através do  jogador Bruno Sacomani, com  lançamento  de  Raniel, acontecia o empate, aos 39 minutos, terminando o jogo com o placar  de 1 x 1.

Só no dia 05 de abril, é que teremos a nona rodada do Hexagonal, onde o Náutico,  o Belo Jardim e as demais equipes estarão de volta nessa competição.

A Arena de Pernambuco, recebeu um público de 1.507 torcedores, com uma renda de R$ 7.115,00.

Blog de Airton Sousa: Nova classificação na 6ª rodada do Hexagonal

Tivemos na tarde deste domingo (05/03), o início dos jogos de volta do Hexagonal do título, com o Náutico na Arena de Pernambuco vencendo ao Sport por 2 x 1, o Santa Cruz se impondo e vencendo ao Salgueiro por 1 x 0 e o Central conseguindo a sua primeira vitória, vencendo ao Belo Jardim por 4 x 1.

O clássico teve o Náutico supremo nos dois tempos do jogo, anulando principalmente, a criatividade do Sport, que não teve espaço para jogar com o sistema tático aplicado pelo técnico Milton Cruz, que obteve a primeira vitória sob o seu comando. O Náutico marcou 2 x 0, com uma certa tranquilidade, e mesmo tomando o gol do Sport, o time não se abalou, aproximou mais a marcação e administrou a partida até o final. Com o resultado, o Náutico foi a 11 pontos e agora é o segundo colocado no Hexagonal.

O torcedor do Sport, que viu desta feita o time titular não se encontrar em campo, porque na quarta-feira (01/03), na Ilha, o time que jogou foi o reserva, ao contrário do time deste domingo, e mesmo assim, o técnico Daniel Paulista, não encontrou uma maneira de superar a qualidade do time timbu.

O Santa Cruz depois de seis jogos sem vencer ao Salgueiro, lá no sertão, conseguiu vencer por 1 x 0, com gol marcado no início do primeiro tempo, onde o técnico Vinícius Eutrópio, reconheceu que tres pontos, favoreceu muito ao desempenho do seu time neste jogo:  a garra, a força e a superação do grupo.  Mais um detalhe do Santa no jogo contra o Salgueiro, foi a maneira como o time aproximou a marcação, não permitindo que o adversário soltasse a bola e impusesse velocidade ao jogo, pontos fortes do time do sertão. Porém, mesmo perdendo, o Salgueiro continua na liderança com 13 pontos, com 2 a mais que o Náutico. Enquanto isso, o tricolor soma 9 pontos, é o quarto colocado, mas sem a ameaça do Belo Jardim, que perdeu para o Central.

No estádio Antonio Inácio de Sousa, o Central, depois de perder as cinco partidas da primeira fase, aplicou uma goleada de 4 x 1 no time do Belo Jardim. Coincidência ou não, a primeira vitória aconteceu, justamente depois da saída do ex técnico Laelcio Lima. O Central continua na lanterna com apenas 3 pontos. No entanto, houve a motivação, da primeira vitória no Hexagonal.

O Belo Jardim que tem como ponto forte a bola parada, não teve tantas chances, pela boa presença do goleiro Gleidson, do Central. Ao final da partida, observava-se um misto de decepção do Belo Jardim, enquanto que no Central, havia a comemoração da primeira vitória.

Somente no dia 19/03, é que teremos a sétima rodada do hexagonal.

Blog de Airton Sousa: Começam os jogos de volta do Hexagonal

Nesse domingo(05), à tarde, começam os jogos de volta do Hexagonal decisivo do Campeonato Pernambucano de Futebol, com a realização de três jogos, sendo dois no interior e um na capital pernambucana.

O Salgueiro defendendo a liderança na competição, enfrente ao Santa Cruz, quarto colocado. Mesmo perdendo o time salgueirense não deixa a liderança, pela distância que tem de 4 pontos para o Sport Clube do Recife. Enquanto que o tricolor, terá que vencer e torcer que o time do Belo Jardim, não vença ao Central em Caruaru.

Enquanto isso na Arena de Pernambuco, o Náutico joga contra o Sport. Na última quarta-feira(01), na Ilha, as duas equipes não passaram de um empate, resultado que não foi positivo para nenhum dos dois times. Naquela oportunidade, o time rubro-negro jogou com o time reserva, ou alternativo. Para o jogo desse domingo, o treinador Daniel Paulista, resolver colocar em campo todos os titulares.

O Náutico, por sua vez, praticamente repete o time da quarta-feira, porque apesar dos gols perdidos, o treinador Milton Cruz, gostou da atuação do time, fazendo restrições apenas às finalizações do ataque, além do mais, sabe o treinador, que não pode deixar de pontuar nessa partida.

O Sport tenta uma vitória  para ir a 12 pontos e encostar no Salgueiro, que joga contra o Santa Cruz no sertão pernambucano. Muitas críticas foram feitas ao elenco rubro- negro, principalmente aos homens de meio campo e ataque. Espera-se um bom público, também um bom jogo tecnicamente, fatos que não vem acontecendo, no momento, no Hexagonal.

No Estádio Antonio Inácio de Sousa, o Central que perdeu o técnico Laelcio Lima, após a quinta derrota, na quarta-feira(01), em Vitória de Santo Antão, tenta se recuperar, mesmo dentro das limitações e dos problemas que atravessa. Enfrentando ao Central, o time da terra do Bitury, que soma 4 pontos, vai em busca de mais uma vitória, para encostar no Santa Cruz.

Blog de Airton Sousa: Santa Cruz e Central perdem na 5ª rodada do Hexagonal

Fechando a quinta rodada do Hexagonal, nesta quinta-feira(02), o Central teve sua quinta derrota, e o Santa Cruz, jogando no Arruda, também perdeu, desta feita para o Salgueiro, líder absoluto do Hexagonal, com 13 pontos. O placar em Vitória de Santo Antão foi 2 x 0 para o time do Belo Jardim, enquanto que, em pleno Arruda, o Santa Cruz, perdeu por 2 x 1.

A vitória do time da terra do Bitury, foi através de dois pênaltis, o primeiro aos 33 minutos do primeiro tempo, com a cobrança do jogador Bruno Sacomam, enquanto que o segundo pênalti, foi marcado aos 46 minutos da segunda etapa. O time de Caruaru, em nenhum momento do jogo, teve poder de reação, mesmo com algumas modificações feitas pelo técnico Laelcio Lima, que após o jogo entregava o cargo. Até o final desta matéria, ainda não havia tido a confirmação oficial da saída do treinador.

O Belo Jardim com a importante vitória, agora briga por uma vaga nas semi-finais do Campeonato, já que soma quatro pontos, tendo com esse resultado e a derrota do Santa Cruz para o Salgueiro, se aproximado do time tricolor, com apenas dois pontos de diferença. O Próximo jogo do time do Belo Jardim, será no Estádio Antonio Inácio, contra o próprio Central. Caso vença e o Santa Cruz venha a perder para o Salgueiro, no sertão, o time do Belo Jardim, assume a quarta posição no Hexagonal.

Por outro lado, mais de cinco mil torcedores, assistiram a derrota do Santa Cruz, para o Salgueiro pelo placar de 2 x 1. Essa foi a primeira derrota do tricolor esse ano, já que o time vinha há oito jogos sem perder. Agora, o técnico do time do Arruda, repensa a escalação para o jogo de domingo, contra o próprio Salgueiro, já que a princípio, o pensamento era jogar com o time misto outra vez.

Agora o tricolor vê a necessidade de uma vitória, além de torcer que o Central, também no domingo, no Estádio Antonio Inácio, consiga vencer ao Belo Jardim. Se acontecer um empate ou uma derrota do Santa Cruz, e uma vitória do Belo Jardim sobre o Central, pela primeira vez, o tricolor poderá sair do Hexagonal. Daí, uma rodada importante para o Santa Cruz e para o time do Belo Jardim.

Blog de Airton Sousa: Faltou gol e sobrou pancadaria no clássico pernambucano

Provocações entre os jogadores, dias antes do jogo, apedrejamento do ônibus que conduzia o time leonino da lha do Retiro para o Arruda. No jogo, muitos cartões amarelos e um vermelho, além de uma arbitragem insegura, passando a todo instante do jogo, a intranquilidade de um árbitro que apesar de veterano, limitou-se ao longo do tempo a ser  apenas considerado razoável.

Isso foi  um lado do jogo com resultado de 1 x 1 para Santa Cruz e Sport. A partida começou com os jogadores tensos e nervosos, principalmente os atletas do time tricolor, que se deixaram levar pelas provocações dos adversários. Aos 15 minutos do primeiro tempo, Elicarlos deixa o campo contundido, e a opção do técnico era colocar um atleta com características de marcação, e entra Wellington César. Aí, o time tricolor sentiu a substituição e o Sport passou a ter espaços para jogar, aproveitando as deficiências do adversário, até que aos 40 minutos, Diego Sousa, que estava desaparecido no jogo, chuta de longe e faz um belo de gol, terminando o primeiro tempo com a vitória do Leão pelo placar de 1 x 0.

Início do segundo tempo, e o árbitro Sebastião Rufino Filho manda os dois treinadores para o vestiário, e começa tudo de novo. Dois minutos e a expulsão de André Luiz, por simulação de pênalti. O jogador já tinha cartão amarelo, tomou o vermelho e deixou o Santa Cruz em uma situação ainda mais complicada, porque estava na desvantagem no placar e com uma peça a menos.

Mais surpresa, o Sport dominando, o Santa Cruz tentando organizar contra-ataque, e aparece o artilheiro. Uma bola cruzada da direita, cochilo da zaga leonina e aos 14 minutos Aleff Pitbull deixa a sua marca, empatando o jogo e surpreendendo a todos. A partir daí o jogo voltou a ser equilibrado, os jogadores esqueceram a violência, e passaram a jogar  bola, com o Santa Cruz inteligentemente, aplicando duas linhas de quatro, e evitando a aproximação do Sport na sua área.

Tentando reverter a situação taticamente, o técnico Daniel Paulista, faz algumas modificações. Entre elas: André, Rodrigo e  Lenis, saindo respectivamente Leandro Pereira, Ronaldo e Everton Filipe. Nada adiantou, porque os jogadores que entraram não contribuíram tecnicamente, em razão do sistema de marcação do Santa Cruz. O técnico Vinícius Eutrópio, também mexeu no time, porém a intenção era garantir o placar do jogo, pela desvantagem numérica dentro de campo.

O Sport com o empate, assumiu a liderança com 8 pontos, enquanto que o Santa Cruz está com 6 pontos, na terceira colocação, podendo perder essa colocação, caso o Náutico venha  vencer segunda-feira, ao time do Belo Jardim. O árbitro Sebastião Rufino Filho, com uma arbitragem insegura, não conseguiu agradar nenhuma das duas equipes. Pelos momentos de pressão do Sport no jogo, Julio César, goleiro do Santa Cruz, foi escolhido o melhor jogador em campo.

Blog de Airton Sousa: Lacerdão pode ter gramado sintético

Os clubes do interior, estão vivendo este ano, no Campeonato Pernambucano, um verdadeiro bombardeio de transferência de jogos. Tal fato vem sendo dado, em razão da situação precária dos gramados, em razão da seca, da falta de condição financeira, principalmente no atual momento econômico do país. Central e Belo Jardim, especificamente, ainda não tiveram o direito de jogar nos seus estádios, em razão da situação do campo de jogo. Apenas o Salgueiro, dos times do interior, é que ainda está mandando os jogos para o seu estádio.

Visando mudar esta situação para 2018, o Presidente da FPF, começa a buscar condição necessária com os órgãos do Governo Fstadual, no sentido de encontrar uma solução. E muito nos surpreendeu quando Dr. Evandro Carvalho, anunciou a possibilidade de implantar um gramado sintético no estádio Lacerdão, que serviria de suporte para os clubes do interior, que participarem do Campeonato, e não ganharem condição de jogo nas suas cidades.

Com isso, chamaria para Caruaru as torcidas, também porque teria uma distância muito menor, do que ir jogar na cidade do Recife. Além dessa ideia, também há condição de outros melhoramentos  para o estádio do Central. Caso esse fato aconteça, ganharão todos, os clubes intermediários, os torcedores, o futebol Pernambucano e a imagem da competição, vale ressaltar, esse ano manchada também, pela condição dos nossos campos, como se não bastasse a fórmula do Campeonato, e a  baixa condição técnica dos clubes.

Blog de Airton Sousa: Santa vence Central de virada

Aumenta a cada rodada, o prejuízo do Central no Hexagonal do Título. Jogando na Arena de Pernambuco, o time alvi-negro voltou a perder. Aliás, no Hexagonal, o time Caruaruense não conseguiu nem chegar a um empate. São derrotas e mais derrotas, tornando cada vez mais crítica a situação da patativa.

No primeiro tempo, o Santa Cruz teve um domínio maior, marcou o primeiro gol aos 16 minutos com Everton Santos e a partir daí o time patativa sentiu ainda mais, com a pressão do time tricolor. No entanto, aos 43 minutos,  Anderson Lessa empata, dando a entender que voltaria diferente no segundo tempo.

No segundo tempo, outra vez, o Central demonstrou cansaço.  Entretanto aproveitou um pênalti cometido pela zaga tricolor, e Altemar, cobrando com maestria, fez 2 x 1.  O time alvi-negro com a virada no jogo, se empenhou e aguentou a pressão tricolor até 40 minutos, quando numa cobrança de falta, Anderson Sales empatou o jogo e o Central voltou a negligenciar com a falta de fôlego de alguns jogadores.

Aos 45 Everton Santos faz o terceiro gol e William Barbio fechou o placar aos 48 minutos, daí o placar de 4 x 2 para o time do Arruda, que assumiu a vice-liderança do Hexagonal, enquanto que o Central sustenta a lanterna, sem somar um ponto se quer. O próximo jogo do Santa Cruz pelo Hexagonal é no dia 19/02, contra o Sport Clube do Recife.  O jogo do Central que seria também no dia 19, passou para a segunda-feira(20), contra o Salgueiro, no sertão de Pernambuco.

Blog de Airton Sousa: Salgueiro e Sport não passam de 0 x 0

Fechando a segunda rodada do Hexagonal, o Salgueiro empatou com o Sport, sem abertura de placar. Foi um jogo corrido, porém de pouca qualidade técnica. O time leonino basicamente com jogadores da base, exceção do goleiro Agenor, do zagueiro Mateus Ferraz e dos meias Neto Moura e Lenis. O restante do grupo, jogadores que pouco constaram na relação do grupo, para jogos do time titular leonino.

Quanto ao Salgueiro, diferentemente do Sport, um grupo entrosado que atua junto há muito tempo, onde existem jogadores que estão no clube há quase oito anos, a exemplo de Tamandaré e Rodolfo Potiguar, entre outros, fazendo valer o conjunto do grupo e predominando em alguns momentos do jogo, além da vantagem de jogar no seu estádio, que aliás a exemplo do estádio Antonio Inácio, está com o gramado em condição razoável de jogo.

Quanto ao jogo, foi uma partida bastante ativa, corrida e disputada, com oportunidades de gol muito mais para o Salgueiro do que para o Sport, no primeiro tempo. Porém a pontaria dos jogadores não correspondeu e tanto no primeiro como no segundo tempo, muitos erros de finalizações. Com o empate, Sport e Salgueiro foram a quatro pontos, mesma pontuação do Náutico.

Quanto ao técnico Eduardo Batista, pretende manter esse trabalho durante o Campeonato Pernambucano, com a finalidade de avaliar alguns jogadores, para utilizá-los junto com o grupo, nas competições que o time rubro-negro irá participar, principalmente neste semestre, antes que comece o Campeonato Brasileiro. No entanto, achamos que a qualidade do grupo, no jogo contra o Salgueiro, não deixa tanta perspectiva positiva.

Blog de Airton Sousa: Central e Santa não vencem no Hexagonal

Uma noite com dois jogos pelo Hexagonal decisivo do título, onde no Estádio Antonio Inácio de Sousa, o Central perdeu pelo placar de 1 x 0 para o Náutico, e o Santa Cruz decepcionando a sua torcida, empatou contra o modesto Belo Jardim em 0 x 0. O que chamou a atenção nesses dois jogos, foi o pequeno público, principalmente no Arruda, pouco mais de duas mil pessoas.

O Central fez um bom primeiro tempo, surpreendendo e criando várias oportunidades. No entanto, os atacantes não tiveram qualidade na finalização. Os jogadores Ailton, Marlon, Tomás, Wagner Rosa e Paulinho, destacaram-se na primeira etapa. Três chances concretas de gol foram perdidas pelo time alvi-negro.

Enquanto isso o Náutico, na base do contra ataque e do desespero, também criou oportunidades.  Entretanto, essas foram inferiores às do Central. Foi um Náutico que correu muito e rendeu pouco, faltando principalmente quem pensasse e criasse estratégias no time timbú. Daí o primeiro tempo não ter passado de 0 x 0.

No segundo tempo, inteligentemente o técnico Dado Cavalcante, mexe no time segurando Joazi no campo timbú, enquanto que a entrada de Erick, no lugar de Giva tornou o Náutico um time que jogou com inteligência, dominando o alvi-negro e chegando ao gol da vitória, aos 38 minutos, com uma jogada trabalhada por Erick, e completada por Mailson.

O Central teve nas suas principais peças, a condição física cansando e a reação não chegou levando o time a segunda derrota na competição e tendo complicada a sua situação no Hexagonal. Em contra partida, o Náutico que vinha de um empate no clássico contra o Santa Cruz, chega agora a quatro pontos, aguardando o jogo desta quinta-feira(02), entre Salgueiro x Sport, que decidirá a liderança do Hexagonal.

A rodada será complementada nesta noite de quinta-feira no sertão, com o Salgueiro que venceu e o Sport que também venceu, na primeira rodada da competição. O fato que chamou à atenção no jogo do Central, foi a presença de oficiais de justiça, para bloquearem a arrecadação do jogo, em face de uma questão trabalhista do ex técnico Humberto, na gestão de Francisco Noé, deixando assim o presidente Lícius Cavalcanti, com uma dor de cabeça a mais.

Blog de Airton Sousa: Pernambucano continua desorganizado

Esse Campeonato Pernambucano é mesmo incrível. Os clubes que participam da Copa do Nordeste, resolvem a partir da segunda rodada, principalmente o Sport, atuarem com o time reserva,  num total desrespeito ao seu torcedor. Como se não bastasse, a própria Federação tentou tumultuar mais ainda, com relação ao local do jogo Central e Náutico. No Lacerdão impossível, em razão da condição do campo de jogo. Marca a partida para a Ilha, o Central protesta e o jogo vem para o Estádio Antonio Inácio de Sousa. Pensa que acabou? Nada disso, a mesma Federação proíbe a venda de ingresso para a torcida alvi-rubra. A Diretoria apela, e finalmente, os ingressos são liberados também para o torcedor timbú.

A Diretoria do Central nesse sentido achou bom, porque se fosse um jogo de uma torcida só, não teríamos mais de 1.200 ingressos vendidos. Agora é esperar que as torcidas compareçam, que o espetáculo seja bom, e no final toda essa desorganização acabe virando em um bom espetáculo, dentro de campo.

O Central, com um time fraco tecnicamente, saiu perdendo para o Sport, de goleada, no sábado(28), na Ilha do Retiro. O Náutico, jogando na Arena de Pernambuco, não passou de um empate contra o Santa Cruz. Daí os dois times necessitarem de uma vitória, principalmente o time de Caruaru, que vem de uma derrota  e joga em casa. O que vai acontecer, ainda não sabemos. A única alternativa é esperar.

Enquanto isso, ainda nessa quarta feira à noite(01/02), O Santa Cruz recebe no Arruda, o time do Belo Jardim. O tricolor na primeira rodada empatou contra o Náutico, e o Belo Jardim, perdeu jogando no Lacerdão, para o Salgueiro, pelo placar de 2 x 0. A perspectiva é que se não reagirem, Belo Jardim e Central, podem ser o saco de pancadas no hexagonal.

Para essa quinta-feira(02/02), o Sport vai ao sertão, e desta feita com o time da base, entendo a comissão técnica, que o time titular será guardado para a Copa do Nordeste. O jogo é contra o Salgueiro, aliás, as únicas equipes que estrearam vencendo na primeira rodada. Será um jogo equilibrado. Pelas circunstâncias, o Salgueiro é favorito para esse jogo.