Blog de Airton Sousa: Futebol Nacional e Internacional

 10163040218-t480x280

Tivemos uma terça-feira (14), recheada de jogos para todos os gostos. Desde vários amistosos com Seleções em preparativos para a Copa de 2018, até o Campeonato Brasileiro da série-B, com as equipes na briga para o acesso a primeira divisão, até aquelas que tentam se manter na série-B e outras que já caíram ou tentam escapar do rebaixamento.

Começando pelos amistosos, a Seleção Brasileira empatou na Inglaterra contra a seleção local, com o placar de 0 x 0.Um jogo forte, com muitas faltas, pouca produçõe e sem gols. De um lado os Brasileiros com jogadas individuais e de pouca criatividade, do outro lado os donos da casa que estavam desfalcados de sete titulares, limitando-se apenas a marcação segura.

No final, o treinador Tite tirou as suas conclusões, inclusive fazendo modificações no segundo tempo, criando expectativa na mudança do plano tático, visando as dificuldades que poderão surgir na Copa do Mundo. O goleiro e a zaga com boa atuação, a meia cancha apenas destruindo jogadas e o ataque que não funcionou. Foi  razoável a impressão que a seleção deixou, no final do amistoso.

Outros resultados: Polônia 0 x l México, Coréia do Sul l x l Sérvia, China 0 x 4 Colômbia, Argentina 2 x 4 Nigéria, Rússia 3 x 3 Espanha, Romênia 0 x 3 Holanda, Alemanha 2 x 2 França, Bélgica 1 x 0 Japão, Áustria 2 x 1 Uruguai, Portugal 1 x 1 Estados Unidos. Além disso, ficou a decepção pela desclassificação da Itália para a Copa da Rússia.

Falando agora do Campeonato Brasileiro, tivemos o Náutico jogando e enfrentando ao Criciúma em Santa Catarina. O resultado foi 0 x 0, com um futebol pobre de técnica, com pouca criatividade e desmotivação do time pernambucano, já rebaixado antecipadamente. Pouca foi a motivação no  jogo, mesmo pelo time do Criciúma, já garantido na série-B em 2018.

O fato que chamou a atenção na manhã dessa terça-feira (14), foram as declarações do atacante William Batoré, acusando o treinador Roberto Fernandes de estúpido, sem modos de tratar os subordinados. Como todos sabem, o jogador no intervalo do jogo no sábado passado, pediu para deixar o clube, o que foi atendido. O grupo de jogadores não quis se manifestar, deixado a briga entre as duas partes e a diretoria do clube. O Náutico volta a jogar neste final de semana no Arruda, contra o Vila Nova.

Ainda com relação a série-B, o Santa Cruz voltou a campo, jogando no Estádio do Arruda contra o Paraná, uma equipe que briga para subir a série-A. Porém, nada motivou a torcida, um público quase inexistente deixando vazio o Estádio  o que é lamentável, além da expectativa de pagamento aos jogadores e comissão técnica. Prometeram pagar antes do jogo, e não foi cumprida a promessa.

Com respeito ao jogo, um Santa Cruz sem interesse , pouca correria e uma lentidão a todo instante. Quanto ao Paraná brigando pela posse da bola e tentando atrair o Santa Cruz para construir as jogadas de contra ataques. Mesmo assim sem atingir o seu objetivo, pela marcação antecipada da zaga tricolor. Até vinte e cinco minutos poucas foram as jogadas que merecessem destaque na partida, e foi assim até o final do primeiro tempo.

No segundo tempo, o Santa Cruz aproveitou o desacerto do Paraná, avançou a marcação, passou a jogar no campo paranaense e mesmo com a expulsão de João Paulo os comandados de Martelotti, foram melhores no segundo tempo de jogo. Final  0 x 0 foi o placar e o Santa Cruz joga neste sábado (18), em Belém do Pará contra o Paysandu.

Declarações de muita revolta, por parte de alguns jogadores do Santa Cruz, em razão do não cumprimento da palavra dos dirigentes  e da Federação. Adiado o pagamento e a dúvida, o time entra ou não em campo no sábado contra o Paysandu? Isso é posto, pelo fato de tudo que foi dito depois do jogo, onde observou-se a insatisfação dos jogadores.

Blog de Airton Sousa: O Santa Cruz perde mais uma vez

Se o Santa Cruz terminou mal a primeira etapa do Brasileiro da série-B, nada mudou na fase  que começou nessa terça-feira (08), perdendo no Arruda pelo placar de 2 x 1 para o Criciúma. Foram dois tempos distintos, no primeiro tempo o tricolor fez uma partida de razoável para boa, enquanto que fez o oposto no segundo tempo.

santa cruz

Primeiro tempo, com um Santa Cruz pegador, jogando no campo do adversário e dominando a equipe do Criciúma, marcando o gol aos 29 minutos com André Luiz, e perdendo várias chances, inclusive uma bola de Ricardo Bueno, que se concretizada mudaria a história do jogo, e talvez dificultasse a reação do time adversário, merecendo vencer o primeiro tempo.

No segundo tempo, foi um outro time. E Não sabemos realmente a quem atribuir: Limitação do grupo, condição física, má vontade, salário atrasado, enfim alguma coisa existe, no entanto não somos nós que iremos encontrar o caminho, e sim a diretoria e comissão técnica com a obrigação de descobrir a verdadeira causa.

O gol do Criciúma aconteceu aos 2 minutos do segundo tempo, e a partir daí o domínio foi do time de Santa Catarina, que  teve bem em  todos os setores, enquanto que o Santa Cruz limitou-se a chutar uma bola através do jogador Ricardo Bueno, e isso é muito pouco para quem jogava em casa e vinha de um bom comportamento no primeiro tempo.

Aos 31 minutos aconteceu o gol da vitória do Criciúma, com Alex Maranhão sem qualquer combate da zaga tricolor, e ali estava mais uma derrota do Santa Cruz, o que não é novidade, baseando-se nos últimos resultados negativos do time. Beirando a zona de rebaixamento, o time joga na próxima semana em Campinas, contra a boa equipe do Guarani.

Como se não bastasse a preocupação com a situação do Náutico, lanterna da competição e ameaçado de rebaixamento, agora a preocupação também é com o Santa Cruz, em razão de que  com o jogo dessa terça-feira (08), o time completa a sua quinta partida sem vencer, só acumulando derrotas, sem somar pontos para melhorar a classificação.

Blog de Airton Sousa: O Santa Cruz joga buscando a recuperação

santa cruz

O Santa Cruz fechou a primeira etapa do Campeonato Brasileiro da série-B, somando apenas 23 pontos e ocupando a décima sexta posição, com um rendimento abaixo da critica, e demonstrando ao longo da primeira fase atuações cheias de altos e baixos. Tudo isso trouxe para a torcida muita inquietação.

São muitas as questões discutidas pelo fraco desempenho do time, com atribuições as mais diversas, no entanto entendemos que três pontos foram os principais. A limitação técnica do grupo, a carência em alguns setores e o mais agravante, o lado financeiro. Hoje, o clube deve aos jogadores dois meses de salários, o que tem trazido  muito desgaste.

Porém, como começa   nesta terça-feira (08) uma nova fase da competição, e surge em meio aos tricolores a esperança de uma recuperação. É necessário que o time comece essa fase com um novo comportamento.  Para que isso aconteça, é preciso dá uma  guinada em todos os sentidos, começando pela diretoria na atualização dos pagamentos, contratação de jogadores para as posições carentes do time e mais condição de trabalho para o treinador.

O Criciúma, adversário do Santa Cruz nesta terça-feira (08), está na décima segunda colocação com 26 pontos, e na abertura do turno anterior terminou perdendo para o Santa Cruz, pelo placar de 2 x 1. Agora, a história é outra. As duas equipes mudaram os seus elencos, um turno foi embora e o mando de campo é tricolor. Vejamos então quem vai recomeçar melhor, o Santa Cruz, ou o Criciúma?

Blog de Airton Sousa: Santa Cruz estreia com vitória

Importante resultado o Santa Cruz obteve na tarde desse sábado (13), em Santa Catarina, contra o Criciúma, ao vencer o jogo pelo placar de 2 x 1. Foi uma partida em que o adversário esteve melhor em campo. Porém, as finalizações muito falhas, permitiram que o Criciúma vencesse pelo placar de 1 x 0, no primeiro tempo, enquanto que o time tricolor, soube aproveitar as chances surgidas e saiu de campo com 3 pontos. Júlio César foi o destaque da partida, quando defendeu bolas realmente milagrosas. Aos 15 minutos com Silvinho, aos 29 com Giaretta, aos 41 outra vez com Silvinho e finalmente, com uma falha de Vitor, o jogador Diego Mateus, aproveita a sobra da bola na frente da área e chuta indefensável marcando 1 x 0.

Inegavelmente, só deu Criciúma no primeiro tempo, enquanto que o Santa Cruz apenas se defendeu. Porém, futebol é aproveitamento. E foi o que aconteceu aos 6 minutos do segundo tempo. Uma falha do jogador Douglas, Vitor aproveitou e empatou o jogo. O Criciúma insistia com as bolas aéreas na área, contudo não atingia o objetivo.

Com o jogo empatado vieram as modificações. Barbio no lugar de Tomás, Alex Maranhão no lugar de Douglas e  Fabinho no lugar de James, sendo todas estas modificações aos 20 minutos. Porém, já no primeiro tempo, aos 30 minutos, o jogador Sheik saiu contundido entrando Primão. Todas as substituições corresponderam, principalmente os dois jogadores do Santa Cruz que entraram. Aos 27 minutos o jogador Vitor sofreu uma contusão séria, entrando Nininho, muito limitado tecnicamente.

Após 40 minutos, quando se pensava que o jogo terminaria empatado, André Luiz perdeu uma chance real de gol. Porém 1 minuto após, é o jogador Barbio que aproveita e chuta, marcando o gol da vitória do time pernambucano, que inicia a competição, mesmo com um time limitado, vencendo fora de casa. O próximo jogo do Santa Cruz, pelo Campeonato Brasileiro, será sábado (20), contra o Guarany de Campinas, no Arruda. Porém na terça-feira (16), tem a decisão da terceira vaga da Copa do Nordeste, contra o Náutico, também no Arruda.

Blog de Airton Sousa: Sport e Náutico jogam mal e perdem

Abrindo a segunda fase do Brasileiro série B, o Náutico jogou na Arena Pernambuco e perdeu para o Criciúma pelo placar de 1 x 0. Um jogo em que nada deu certo, com todos os setores do time jogando mal, errando passes e finalizações. O técnico Alexandre Galo viu a derrota acontecer, sem qualquer condição pelo menos para empatar o jogo. No final, as explicações não convincentes e as justificativas que não tem qualquer sentido. Com essa derrota, o Náutico se afastou mais ainda do G4 e vem a preocupação, porque nessa fase, será imprescindível que a vitória em casa aconteça, além de jogando fora, ocorram empates ou vitórias, para que se tenha uma boa classificação na série B. O próximo adversário do time alvi rubro será o Vila Nova em Goiás, onde o Náutico tem que recuperar pontos, em razão da derrota em casa.

O Sport também perdeu, e perdeu de goleada para o Botafogo. Até então na zona de rebaixamento, com essa vitória, o time carioca aproximou-se dos dez primeiros colocados, respirando na competição e partindo para uma recuperação total. Por outro lado o técnico Oswaldo de Oliveira, saiu revoltado com o futebol que o time jogou, não quis dar entrevista e prometeu mudanças durante a semana, para o jogo contra o Internacional em Recife. A facilidade com que os gols do Botafogo aconteceram, foi algo impressionante. O primeiro gol, aos 47 minutos da primeira fase, uma falha individual do jogador Paulo Roberto e o goleiro Magrão, entregando de presente, ao jogador Sassá . O segundo gol, já no segundo tempo, também uma falha, desta feita de Magrão que largou a bola nos pés do atacante Sassá, que só fez empurrar para as redes. Quando se esperava mais empenho e correções do time leonino, aí veio o terceiro gol, também uma bola largada pelo goleiro Magrão nos pés do jogador Camilo. O técnico do Botafogo Jair Ventura, descobriu ao longo do jogo, que o mapa da mina era em cima de Renê, que voltou a jogar e jogar muito mal. Esperar para ver o que vai acontecer contra o time gaúcho no próximo final de semana.

Santa Cruz: Tricolor se mantém no meio da tabela, mas se afasta do grupo dos quatro melhores

Neste sábado (25), o Criciúma recebeu o Santa Cruz, pela décima quarta rodada do Campeonato Brasileiro Série B. Os Times estavam bem próximos na tabela, uma vitória aproximaria o Santa do A-4, mas com o empate, o Tricolor ficou quase estável na tabela, em nono lugar e agora soma dezenove pontos. Enquanto isso a distância para o grupo dos quatro melhores só aumenta.

01

No primeiro tempo, as equipes criaram pouco, essa deficiência contribuiu para o fraco desempenho dos times. O sistema de marcação estava afiado, sobrava poucos espaços e ninguém conseguia jogar solto. O Santa ainda teve uma chance com Anderson Aquino, o Tigre não ameaçou no primeiro tempo inteiro.

02

No segundo tempo, o Criciúma atacou mais, e teve boas chances de abrir o placar. Todas desperdiçadas. O Santa não conseguia criar jogadas que pudessem resultar em gol. O Tigre foi mais ofensivo em toda segunda etapa. Com o passar do tempo, o Tricolor tentava apenas se defender. O time da casa, conseguia armar jogadas e até levar perigo, mas não conseguiu êxito no ataque.

03

E terminou assim, Santa Cruz mesmo não fazendo um bom jogo segurou o seu adversário, continuou na mesma posição, somou mais um ponto, porém o C-4 ficou mais distante. O que antes era seis pontos agora são sete de diferença.

04

Agora o Santa Cruz joga contra o Bahia próxima terça-feira (28), às 19h30, em casa, pelo Campeonato Brasileiro Série B. Já o Criciúma joga contra o Botafogo também na terça (28), às 21h50, fora de casa, também pelo Campeonato Brasileiro.

04

Ficha do Jogo: 

Criciúma: Luiz; Jonas (Maicon Silva), Wanderson, Adalberto e Cristiano; Paulinho, Wellington e Natan (Roger Guedes); Juba, Neto Baiano e Lucca (Maurinho). Técnico: Petkovic.

Santa Cruz: Tiago Cardoso; Bileu, Neris, Danny Morais e Marlon (Lúcio); Moradei, Wellington César, Daniel Costa (Luisinho) e Renatinho; Lelê e Anderson Aquino (Waldison). Técnico: Marcelo Martelotte.

Arbitro: Alinor Silva da Paixão. Assistentes: Paulo César Silva Faria e Marcelo Grando. Cartões Amarelos:  Natan, Tiago Cardoso e Renatinho.

TV Replay, o que é bom se repete!