Blog de Airton Sousa: Eleição do Central poderá ter surpresa

O Central, ao longo da sua história, tem sofrido com os gestores, em vários aspectos, dentro e fora de campo. São questões trabalhistas sem solução, dívidas diversas, falta de conservação do Estádio, abandono no que poderia ser o CT, salários em atraso, a questão dos aluguéis das lojas, o gramado que está parecendo mais um campo de pastagem, prestação de contas sem o devido esclarecimento, grupo de conselheiro e sócios sem o mínimo interesse pelas questões do clube, e o mais importante, a falta de transparência.

Baseado nesses  e em outros pontos, e em um bate papo amistoso, o Presidente do Sismuc Regional, Eduardo Mendonça, afirmou o seu interesse em formar um grupo, do qual ele poderá ser o candidato a Presidência do Central, tentando mudar esses e outros pontos negativos.  Com isso, trazer de volta ao Central Sport Clube, tradicionais caruaruenses, dos mais diversos segmentos, porque no momento, o problema maior do Central, é a falta de credibilidade.

Ampliação do quadro de sócios, transparência na prestação de contas, reunião com as principais entidades de Caruaru, levando a esses órgãos, a probabilidade de uma nova filosofia de trabalho no Central, que lamentavelmente irá completar 100 anos, e até hoje, não houve nenhuma conquista positiva, a não ser descrédito e desgaste, junto à sociedade.

Vamos esperar novidades a respeito desse assunto, e torcer que o Presidente do Sismuc Regional, Eduardo Mendonça, siga com esse pensamento, e que a sociedade possa dar as mãos, com a finalidade de evitar que o Central venha sucumbir, por falta de seriedade de quem está à frente do clube.