Blog de Airton Sousa – Copa do Nordeste e Campeonato Pernambucano neste fim de semana

DzEJDWqX4AAtZ3K

A movimentação dos clubes de Pernambuco neste fim de semana é a seguinte: Pela Copa do Nordeste, valendo pela sétima rodada Náutico e Altos do Piauí, Ceará e Santa Cruz, Bahia e Salgueiro, esta será a penúltima rodada da primeira fase. Pelas quartas de final do Campeonato Pernambucano, teremos o jogo do Sport contra o Petrolina.

O Náutico que tem onze pontos sendo o quarto colocado do grupo A, jogará nos Aflitos contra o Altos do Piauí , sétimo colocado do grupo B com apenas dois pontos, o jogo será no sábado a tarde.  Para o Náutico  garantir a classificação para a fase seguinte, é preciso vencer porque o ultimo jogo será fora de casa, contra o Vitória na Bahia.

Outro jogo também pela Copa do Nordeste será Ceará e Santa Cruz. O jogo será em Fortaleza, no sábado a tarde. O Ceará é o segundo colocado do grupo A com doze pontos, enquanto o Santa Cruz está na segunda colocação do grupo A, com nove pontos. É importante no mínimo que o time tricolor volte com um empate, para brigar pela sua classificação.

Também pela Copa do Nordeste, teremos o jogo entre o Bahia e  Salgueiro. O time do Bahia está em uma situação complicada, tem apenas nove pontos  é o sexto colocado, necessitando de uma vitória. Enquanto isso, o Salgueiro tem seis pontos e está na terceira posição do grupo A, sendo importante também pelo menos um empate, jogo marcado para o domingo.

Pelo Campeonato Pernambucano, valendo a vaga para as semifinais, o Sport joga na Ilha do Retiro, contra o fraco time do Petrolina. O time rubro negro tem tudo para passar de fase, e já sabe o adversário caso isso venha a acontecer. Será o time do Salgueiro o adversário leonino nas semifinais, o jogo será no domingo a tarde.

Blog de Airton Sousa – Sport envergonha mais uma vez o futebol de Pernambuco

bahia-x-sport-23-rodada-campeonato-brasileiro-2018-600x400

Foi uma noite triste, vergonhosa e de decepção que o Sport fez perante a sua torcida. Uma derrota de 2 x 0 para o Bahia, onde o time teve um primeiro tempo apenas razoável e caiu totalmente no segundo tempo. Com a derrota o Leão se manteve  ainda mais na zona de rebaixamento.

Quanto ao jogo tivemos o Bahia dominando até 15 minutos, inclusive com uma grande chance de gol, através do jogador Zé Rafael o melhor atleta em campo. Daí com essa chance, o time baiano ter dominado até 15 minutos. A partir desse tempo de jogo, o Sport adiantou a marcação e continuou bem até o fim do primeiro tempo.

O Sport teve chances com Andrigo aos 24 minutos,  Rogério aos 26, Claudio Wink aos 30 minutos,deixando transparecer que abria o placar primeiro do que o adversário. Só aos 46 minutos o garoto Ramirez chutou uma bola perigosa na trave, no entanto a chance antes de terminar o primeiro tempo foi uma bola perigosa de Gabriel, terminando em 0 x 0.

No segundo tempo de jogo, foi  outra vez o Bahia que procurou abrir o placar com Gilberto aos 5 minutos, enquanto que aos 7 minutos o mesmo Gilberto abriu o placar fazendo 1 x 0. Outras chances foram criadas pelo Bahia: Marco Antonio aos 10 e Gilberto aos 13 minutos. A partir daí muitas modificações nos dois times.

Aos 14 e 16 minutos, entram Rafael Marques e Felipe Bastos respectivamente, enquanto que Cleiton entrou aos 20 minutos. O time baiano bem aplicado em campo, aproveitou o cansaço do Sport  e  voltou a domina. Aos 25 minutos um chute perigoso de Zé Rafael, a partir daí outras modificações.

Mateus Gonçalves entrou aos 27 minutos, também neste tempo o jogador Flávio, e aos 34 minutos Everson.  Aos 37 minutos falta perigosa cobrada por Elton e aos 40 minutos o segundo gol  com o zagueiro Tiago, aproveitando uma falha na saída de Magrão. No final, 49 minutos e Zé Rafael perdeu outra grande oportunidade de gol.

Com a derrota, o Sport se manteve dentro da zona de rebaixamento com 23 pontos, enquanto que o Bahia subiu para 28 pontos, entrando na zona da sul-americana. O próximo jogo do Sport será contra o Cruzeiro na Ilha do Retiro. Enquanto que o Bahia enfrenta ao São Paulo no Morumbí.

Blog de Airton Sousa: Náutico perde e se complica

 e71c13d9e91f701bbf52cce539b32687

Na noite dessa quinta-feira (23), jogando em Salvador o Clube Náutico Capibaribe perdeu para o Bahia pelo placar de 2 x 1. A derrota complicou a situação do time na Copa do Nordeste, pois o Náutico necessitava voltar para Pernambuco, pelo menos com um empate, para continuar sonhando com a classificação.

Com a vitória o Bahia passou a somar 6 pontos, enquanto que o Náutico permanece apenas com um ponto, tendo a sua situação complicada, em razão da pontuação do próprio Bahia e do Botafogo. Classificam-se duas equipes para a fase seguinte, e nesse momento a distancia timbu para os dois primeiros colocados passa a ser muito grande.

Quanto ao jogo, o Náutico fez um péssimo primeiro tempo, sendo dominado pelo time Baiano e não acertando os principais setores do time, diferente do ultimo jogo  quando venceu ao Afogados e deixou uma boa impressão ao longo da partida, animando a sua torcida, que via perspectiva de mais um resultado positivo desta feita, contra o Bahia.

Mesmo perdendo pelo placar de 1 x 0, na volta do segundo tempo, o técnico Roberto Fernandes, fez algumas modificações táticas e com substituições, porém logo tomou o segundo gol, tendo a situação complicada no jogo, mesmo tendo feito o primeiro gol, porém se tornava impotente para evoluir mais e marcar pelo menos o empate.

O técnico Roberto Fernandes como sempre, saiu de campo reclamando o rendimento de algumas peças, no entanto sabemos a limitação do grupo técnica e fisicamente. Agora a atenção do Náutico se volta para o Campeonato Pernambucano e principalmente para a Copa do Brasil, onde joga na próxima semana a primeira partida na Arena de Pernambuco.

Blog de Airton Sousa: Sport continua na luta pelo não rebaixamento

                                                sousa vs regis

Tivemos na tarde desse domingo (19) na Ilha do Retiro, o Sport vencendo o Bahia pelo placar de 1 x 0. Um jogo difícil, bem disputado e acima de tudo valendo a rivalidade entre essas duas equipes. O Bahia brigando para entrar na zona de Libertadores e o Sport lutando com todas as forças para se manter na primeira divisão.

Depois de muito tempo, o time de Daniel Paulista repete a mesma escalação e isso deu uma certa força ao elenco, que ao contrário do que aconteceu contra o Palmeiras, foi um time que brigou dentro de campo, do começo ao fim, na tentativa de conseguir a vitória e aproximar-se mais daquelas equipes que estão fora da zona de rebaixamento.

O Bahia entrou muito bem aplicado, antecipando a marcação e jogando no campo do Sport, dificultando a saída do time rubro-negro. Muitas faltas, disputas das duas equipes, e gols perdidos pelos dois times, muito embora Magrão e Jean não tiveram muitas dificuldades durante o jogo.

O gol do Sport foi aos 39 minutos do primeiro tempo, através Marquinhos. Porém a arbitragem cometeu uma falha, em não marcar um pênalti aos 42 minutos, de Durval no jogador Edgar Júnior, para desespero do time do Bahia. Terminando a primeira fase com a vitória parcial do Sport, por 1 x 0.

No segundo tempo, o Bahia entrou com Regis no lugar de Alione, tentando com isso agredir ofensivamente o time pernambucano. Pressão do Bahia e na cobrança de falta pelo goleiro Jean, na trave quase o Bahia empatava. Outras chances surgiram para o Bahia, inclusive com o jogador Mendonza, com uma grande defesa de Magrão.

Várias modificações nas duas equipes: Rogério, Richely pelo Sport, Ernane pelo Bahia. Porém as modificações do Sport surtiram mais efeito, e o Sport ainda teve chance com um rebote de Durval e uma cabeçada de André, além da pressão até o final do jogo. No entanto foi importante a vitória, que deixou o time Leonino com 39 pontos, na décima oitava posição.

O Sport agora aguarda o resultado do jogo desta segunda-feira (20), entre Fluminense e Ponte Preta, onde a torcida rubro-negra tem que secar o time de Campinas. Próximo jogo do time Leonino no sábado, contra o Fluminense. A situação do time rubro-negro é muito difícil, no entanto ninguém pode deixar de reconhecer a importância da vitória contra o Bahia.

Blog de Airton Sousa: Se fosse diferente não seria o Náutico

Finalmente conhecemos os quatro clubes que subiram para a primeira divisão, e mais uma vez a frustração do torcedor do Náutico, que além de não ter tido acesso a primeira divisão, terminou perdendo em plena Arena de Pernambuco, para o Oeste que há 16 jogos não conseguia vencer e que estava na 16a colocação do Campeonato Brasileiro da série B.

Subiram para a primeira divisão: Atlético de Goiás, Avaí, Vasco da Gama e Bahia. O Atlético venceu ao Bahia por 2 x 1.  O Vasco também venceu, desta  feita  ao  Ceará por 2 x 1. E o Avaí já havia garantido a sua classificação antecipada; além do Bahia que mesmo perdendo para o Atlético, foi beneficiado com a derrota do Náutico para o Oeste.

Quanto ao jogo do Náutico, uma revolta do torcedor pelo fraco futebol apresentado pelo time alvi rubro, com uma apresentação abaixo da crítica, se deixando envolver pelo adversário, principalmente no primeiro tempo, onde perdeu o jogo por 2 x 0, sem oferecer reação nenhuma  e tendo em Julio César o melhor jogador em campo. O jogador Marco Antonio sem produzir, Vinícius e Bergson, também muito mal e finalmente um time abatido e frágil, o que não foi deferente no segundo tempo, mesmo com a acomodação do time do Oeste.

Antes que terminasse o jogo, torcedores do Náutico invadiram o campo de jogo, sem que o policiamento tivesse condição de reagir, e nada justificava a apresentação do time timbu, nem tão pouco a fragilidade apresentada. Agora é repensar 2017, e ver quais as mudanças estruturais que o clube precisa, para uma melhor estrutura, dentro e fora de campo. No final uma frase que é padrão do time alvi rubro, o Náutico é assim mesmo: nada, nada e termina morrendo na beira da maré, e foi assim mais uma vez.

Blog de Airton Sousa: Nem Givanildo fez o Náutico vencer

Com um primeiro tempo em que as equipes tiveram mais poder defensivo do que ofensivo, poucas foram as chances de gols dos dois times. Náutico e Bahia jogaram o tempo todo pelo meio, esquecendo as laterais do campo, e isso tornou o jogo muito tumultuado, com uma disputa extremamente individual. Só no final do primeiro tempo, o Bahia teve uma oportunidade pontual de gol, com o jogador Moisés, enquanto que o Náutico teve uma bola na trave com Renan Oliveira,  jogador que no esquema do técnico Givanildo, atuou mais avançado.

No segundo tempo, as equipes voltaram sem alterações, e a exemplo do primeiro tempo, pouca criatividade e também poucas finalizações. Aos 19 minutos, Bergson e Rony perderam uma boa oportunidade, com uma troca de passes. O erro maior do time timbu, era a insistência das bolas rifadas, passando a trabalhar com um futebol aéreo, principalmente após a entrada de Vinícius. O jogo e o empate só beneficiou o Bahia, que mesmo com a expulsão de Moisés, valorizou cada minuto, porque o empate favorecia ao time baiano. Após 35 minutos, os jogadores começaram a sentir o desgaste físico, e o jogo ficou mais ainda lento.

No final, só deu mesmo o 0 x 0, que só favoreceu ao Bahia. E o Náutico vira mais uma rodada sem vencer, mesmo com a estreia do técnico Givanildo, acostumado a promover a ascensão dos times que dirigiu, de uma série para outra. O público de 4.859 torcedores, e uma renda de R$ 65.970,00. Na coletiva após o jogo, o treinador do Náutico afirmou a necessidade urgente de um camisa nove, autêntico. O próximo jogo do timbu, é fora de casa, contra o Joinville. Hoje o Náutico soma 32 pontos.

Santa Cruz: Tricolor venceu, diminuiu a distância para o grupo dos quatro melhores, e manteve a boa fase

Terça-feira (29), o Santa Cruz recebeu o Bahia em casa pela decima quinta rodada do Campeonato Brasileiro Série B. O jogo foi intenso do início ao fim, os times não ficaram na defensiva, buscaram sempre o ataque. Com a vitória do Santa por 3 x 1, o time chegou a 22 pontos, mas continuou em 9º na tabela. Os gols foram feitos por Anderson Aquino e Luisinho para o Santa Cruz e Thales para o Bahia.

01

No primeiro tempo, o Bahia começou exigindo boas defesas de Thiago Cardoso, o Santa Cruz dava resposta no contra-ataque. A partida ficava movimentada. Anderson Aquino chegou a perder uma chance de frente para o gol, mas, depois se redimiu. Aos trinta e sete minutos, depois de um cruzamento, Aquino sozinho mandou para o gol. Porém não durou muito a alegria do Tricolor do Arruda. Perto do fim da primeira etapa o Bahia empatou o jogo.

02

Depois de um escanteio Thales, subiu mais que a zaga e testou para as redes. Jogo empatado 1 x 1.

03

No segundo tempo, os times continuaram com a mesma pegada, o Bahia chegou a pressionar mais, começou melhor no segundo tempo. Portanto foi o Santa quem ampliou. Anderson Aquino tocou para Luisinho da entrada da área, ele chutou e fez o segundo dos Corais. Com o segundo gol o Santa Cruz recuou um pouco e não deixou o time baiano criar jogadas. Quando o Bahia tentava pressionar para chegar ao gol de empate, foi o Tricolor do Arruda que ampliou. Renatinho cruzou para Luisinho novamente marcar. Santa Cruz 3 x 1 no Bahia.

04

Agora o Santa Cruz joga contra o Oeste próximo sábado (01), às 16h30, fora de casa, pelo Campeonato Brasileiro Série B. Já o Bahia joga contra o ABC próxima sexta-feira (31), às 21h50, fora de casa, também pelo Campeonato Brasileiro.

05

Ficha do Jogo: 

Santa Cruz: Tiago Cardoso; Bileu, Neris, Danny Morais e Lúcio (Marlon); Wellington Cézar, Moradei, Lelê (Pedro Castro) e João Paulo (Renatinho); Luisinho e Anderson Aquino. Técnico: Marcelo Martelotte.

Bahia: Douglas Pires; Adriano Silva (Tony), Thales, Jailton e Marlon; Yuri, Souza (Alexandro), Eduardo (João Paulo) e Tiago Real; Maxi Biancucchi e Kieza. Técnico: Sérgio Soares.

Arbitro:  Rafael Traci. Assistentes: Ivan Carlos Bohn, Diogo Morais. Gols: Anderson Aquino (37′ do primeiro tempo); Thales (39′ do primeiro tempo); Luisinho (17′, 41′ do segundo tempo). Cartões Amarelos: Jailton, Marlon, Max, Wellington Cézar.

TV Replay, o que é bom se repete!