Blog de Airton Sousa: Brasil é destaque nos jogos paralímpicos

O mundo viveu nesses trinta últimos dias, uma integração de todos os povos, quando da realização dos jogos olímpicos e paralímpicos, onde não existiu diferença de cor, raça, nem condição financeira. Um verdadeiro sonho para a humanidade que vive conflitos em todos os sentidos. No entanto, passaram as olimpíadas e os jogos paralímpicos, onde o nosso país teve a honrosa oitava colocação. A melhor de todos os jogos paralímpicos. Esperar que sirva de aprendizado para os órgãos responsáveis e também um estímulo aos patrocinadores desses brilhantes atletas.

Eis como ficou o quadro de medalhas :

1º lugar China:  Ouro 107 – Prata 81  - Bronze 51 – Total 239

2º lugar Grã-Bretanha:  Outo 64 – Prata 39 – Bronze 44 – Total 147

3º lugar Ucrânia:  Ouro 41 – Prata 37 – Bronze 39 – Total 117

4º lugar Estados Unidos:  Ouro 40 – Prata 44 – Bronze 31 – Total 115

5º lugar Austrália:  Ouro  22 – Prata 30 – Bronze 29 – Total 81

6º lugar Alemanha:  Ouro 18 – Prata 25 – Bronze 14 – Total 57

7º lugar Holanda: Ouro 17 –  Prata 19 –  Bronze 26 – Total 62

8o. Brasil:  Ouro 14, Prata 29, Bronze 29 – Total 72

9º lugar Itália:  Ouro 10 –  Prata 14 – Bronze 15 – Total 39

10º lugar Polônia:  Ouro 9 – Prata 18  - Bronze 12 – Total 39

Blog de Airton Sousa: Seleção Masculina surpreende e se classifica

O inesperado aconteceu, a seleção brasileira de futebol masculino, desacreditada e jogando mal nas duas primeiras partidas da fase classificatória, dá a volta por cima e surpreende vencendo de goleada a seleção de Honduras por 6 x 0, com o crescimento de alguns jogadores a exemplo de Neymar e Gabriel Jesus, entre outros. Esperava-se muito mais dos adversários, que inclusive haviam vencido aos Argentinos. De repente tomaram um gol com menos de 1 minuto do primeiro tempo, e não tiveram controle emocional, para superar o gol tomado, mesmo porque a principal arma dos Hondurenhos era a velocidade e o jogo duro. No entanto, com a sequência inesperada de gols a favor da seleção brasileira, não tiveram chances de recuperação e terminaram se rendendo ao maior volume do time brasileiro.

O ouro agora está mais perto, os adversários da seleção nacional, será a Alemanha que venceu nas semi finais a seleção da Nigéria por 2 x 0. Um fato não deixa de aparecer na mente dos brasileiras, aquele momento terrível que passamos há 2 anos atrás, quando perdemos na Copa do Mundo pelo alarmante placar de 7 x 1. É um outro time, um outro momento, outra competição> No entanto o emocional vai pesar muito contra os brasileiros, pelo vexame que passamos na Copa do Mundo de 2014.

Conquistar o ouro, será um grande feito, já que nunca conseguimos na historia das olimpíadas, sermos campeões de futebol masculino. Brasil e Alemanha decidem o ouro nesse sábado às 17.30. Vamos torcer e esperar que os brasileiros façam bonito, dentro de campo.

Blog de Airton Sousa: Seleção Feminina de Futebol em busca do ouro

Passados cinco dias do início dos jogos olímpicos, alguns países começam liderar a conquista dos mais variados tipos de medalhas, a exemplo dos Estados Unidos e da China. O Brasil ainda com uma participação modesta e poucas conquistas de medalhas.

Hoje volta a campo a seleção feminina de futebol, que está orgulhando a torcida, com duas vitórias obtidas, 3 x 0 e 5 x 1, tendo um saldo absolutamente positivo. Brasil e África do Sul, jogam às 22h desta terça-feira (09/08), com a probabilidade de mais uma vitória, principalmente pela garra demonstrada nos dois jogos anteriores e a vontade de conquistar o ouro olímpico, pela primeira vez.

Vamos torcer por essas meninas que estão dando um show de futebol.

Blog de Airton Sousa: Dois opostos – garra e descaso

Mais uma vez vimos a seleção feminina de futebol entrar em campo com garra. Um jogo que encantou ao torcedor, com um espetáculo de um time que esteve muito bem técnica e taticamente, sem vacilar, fazendo o que tem que ser feito. Um jogo que teve uma equipe entrosada, coma participação de todas, desde a defesa, o meio de campo e ataque. E o mais importante, dando ao torcedor aquilo que ele mais gosta de ver: gol! E foi um show de bonitos gols, com um placar elástico de 5 x 1, onde o Brasil venceu a Suécia, uma das favoritas ao título. A seleção feminina tem sido a alegria da torcida no país do futebol, com suas competentes apresentações, onde as atletas jogam por amor ao esporte, com garra e respeito ao torcedor.

Foto: Internet

Foto: Internet

Já a seleção masculina de futebol chegou ao seu estado mais crítico. Enfrentando adversários sem nenhuma tradição no futebol, não  passou de 0 x 0, tanto na estreia contra a África do Sul, quanto jogando contra o Iraque, nesse domingo (07/08). Além disso apresentou um futebol de baixo nível, sem vibração, demonstrando total descaso com a competição e com a torcida brasileira. O que pensam esses atletas, que estão no seleto grupo da seleção brasileira? São de fato atletas da seleção ou dos seus salários milionários,dos seus clubes e dos seus patrocinadores? O que esses atletas e também a CBF têm feito para reverter a crise que se instalou, sobretudo com a deprimente derrota da Cpoa de 2014?  Toda imprensa brasileira e internacional grita apelos para resolver tamanha decepção com o futebol da seleção brasileira.

A torcida vaiou, com razão, a seleção masculina e aplaudiu merecidamente a seleção feminina. Essa é a grande diferença entre as duas seleções. A feminina tem garra, a outra tem descaso e pouco interesse de fazer o Brasil reencontrar o seu verdadeiro futebol.

Foto: Internet

Foto: Internet

Blog de Airton Sousa: Seleção feminina encanta e masculina decepciona

O Brasil parou para ver o bom espetáculo apresentado pela Seleção Feminina de Futebol, na sua estreia das Olimpíadas. Um placar elástico, construído com qualidade e categoria, não dando espaço para nenhuma reação da boa seleção China. O placar final de 3 x 0, foi o resultado da estreia, com muita união e competência das garotas brasileiras.

Uma seleção perfeita, da goleira até a última atacante, todas distribuindo um verdadeiro espetáculo para a torcida. Agora vem a seleção da Suécia e que as meninas sejam outra vez superiores, para irmos rumo a conquista do ouro olímpico, pela primeira vez.

Enquanto isso a Seleção Masculina estreou contra a África do Sul e não passou de 0 x 0, mesmo com toda responsabilidade imposta ao jogador Neymar. Tivemos lances ofensivos, criamos oportunidades, mas o importante não aconteceu, o gol. A África do Sul nossa adversária, sem muito qualidade técnica e sem tradição olímpica, A verdade é que começamos mal mais uma vez, e não sabemos qual será a reação do Brasil, domingo à noite contra a fraca seleção do Iraque. Será preciso muita calma a partir do instante em que a bola rolar, porque um outro resultado negativo, poderá representar complicações nas próximas etapas das Olimpíadas.