Morre Beto Campos, ex-técnico do Náutico

Beto Campos comandou o Náutico na Série B do ano passado e sofreu um infarto na madrugada desta segunda (23)

Morreu na madrugada desta segunda-feira (23) o ex-treinador do Náutico, Beto Campos. O profissional tinha 54 anos e sofreu um infarto enquanto dormia, em casa, em Santa Cruz do Sul/RS. O corpo será velado na terça (24), na mesma cidade, seguindo posteriormente para São Borja/RS.

Beto Campos. ex-técnico do Náutico Foto: Anderson stevens

Beto Campos. ex-técnico do Náutico
Foto: Anderson stevens

Beto Campos comandou o Náutico na Série B do ano passado, com uma passagem curta de apenas nove partidas. Antes, treinou equipes do interior do Rio Grande do Sul, como São José, Caxias e Novo Hamburgo – clube em que foi campeão gaúcho em 2016. Depois do Timbu, o treinador passou por Criciúma e novamente o Novo Hamburgo.

Por Folhape

Blog de Airton Sousa: Náutico perde e continua fora do G4

Num jogo, em que a torcida timbu fez o seu papel, indo a capital alagoana, incentivando o time, e saindo decepcionada, o Náutico terminou perdendo para o desesperado Clube de Regatas Brasil, pelo placar de 1 x 0. O time alagoano jogava uma cartada decisiva, porque se não conseguisse vencer, teria afastada de uma vez por todas, as chances de brigar por uma das vagas no G 4.

Tivemos um primeiro tempo com os goleiros trabalhando muito, as defesas superando os ataques e as finalizações erradas, foi esse o padrão da primeira fase, com o Náutico encontrando dificuldades na transmissão e também sentindo a falta de um jogador com presença de área, enquanto que o adversário tentava a todo custo, principalmente com o artilheiro Zé Carlos, que não fez um bom jogo. Daí o 0 x 0 do primeiro tempo.

No segundo tempo, o Clube de Regatas Brasil, voltou mais agudo e ofensivo, principalmente com o jogador Wellington Junior, que apavorou o sistema defensivo timbu, pela direita, onde o Náutico sentiu a ausência do jogador Gaston Filgueira, entre outros jogadores. A transição do time alvi-rubro foi complicada, e a verdade é que o time alagoano foi dono absoluto do segundo tempo. De tanto insistir e diante das facilidades, terminou marcando o gol da vitória aos 35 minutos, com Matheus Galdezani, após uma troca de passe errada entre os jogadores Marco Antonio e Igor Rabelo.

Se o Náutico estava mal, piorou muito mais,depois do gol sofrido, sem encontrar a capacidade suficiente de reagir. A derrota complicou a situação do Náutico, principalmente pelos resultados dos concorrentes diretos: Avaí, Bahia, e o próprio Regatas. O Náutico continua fora do G4, agora com uma diferença de 2 pontos para o Bahia e 3 pontos para o Avaí, que venceram os seus jogos. O próximo jogo do timbu, será terça-feira(08), na Arena de Pernambuco contra o Goiás, que perdeu o clássico para o Atlético por 4 x 2.

Se quiser continuar na disputa por uma vaga no G4, o time timbu terá que vencer ao Goiás, e partir para outra vitória contra o Avaí, em Santa Catarina, no próximo final de semana. O ponto negativo do jogo de hoje, além da derrota do Náutico, foi a arbitragem de Alinor Silva da Paixão, que anulou um gol legítimo do Náutico, e deixou de marcar um pênalti claro, a favor do Clube de Regatas Brasil. Ou seja, uma arbitragem que terminou influenciando no resultado do jogo, mais uma vez.

Blog de Airton Sousa: Náutico volta ao G4

Beneficiado com a vitória de 2 x 1, diante do Atlético de Goiás, o Náutico está de volta ao G4 do Campeonato Brasileiro da série B. Um jogo que teve o placar de  0 x 0 no primeiro tempo, com o time goiano, muito bem projetado taticamente, e dificultando o trabalho de transição do alvi-rubro, daí as dificuldades entradas pelos comandados do técnico Givanildo Oliveira. Basicamente, o Náutico teve uma chance concreta de gol, com o jogador Bergson, com uma bola na trave , enquanto que o time do Atleticano teve também uma excelente oportunidade aos 15 minutos com o jogador Michell. Ou seja, um jogo muito bem disputado na linha intermediária, sem tanto trabalho para os dois goleiros.

No segundo tempo, o Náutico surpreende e marca com Rony no início, há um minuto de jogo. O gol deu uma certa tranquilidade emocional ao alvi-rubro, que passou a predominar, com mais jogadas ofensivas, ampliando aos 15 minutos, e chegando ao placar de 2 x 0. Depois do segundo gol, o Atlético que até então equilibrava o jogo, passou a ser dominado e o Náutico predominou, diante de 15.239 torcedores, que incentivando, levavam o alvi-rubro a uma tranquilidade maior no jogo. Quando tudo parecia definido no placar, o Atlético surpreende e marca o gol de honra, através do jogador Magno Cruz, porém tarde, porque a história do jogo estava desenhada, a favor do time de Givanildo Oliveira.

A vitória deixa o Náutico com 54 pontos, inclusive sendo favorecido com com o empate do Avaí, que chegou aos 55 pontos e não avançou. Agora, esperar a reação do Londrina, Bahia, C R B, Ceará, Luverdense e Criciúma. Contudo, nesse instante o Náutico depende exclusivamente dele, onde não pode cometer erros, a exemplo do que aconteceu contra a Luverdense., em Lucas do Rio Verde. O próximo jogo do time timbu, será fora de casa, contra o C R B, no dia 06 de novembro em Maceió. A renda de ontem na Arena de Pernambuco, somou R$ 275.090,00. O governo de Pernambuco, encontrou uma maneira de ajudar o time do Náutico, abrindo mão dos 25% que lhe cabe, creditando o valor total da arrecadação a favor do alvi – rubro, o que não deixa de ser um estímulo a excelente participação do time no Campeonato Brasileiro.

Blog de Airton Sousa: Náutico joga mal, mas vence

Com a Arena de Pernambuco, recebendo um público superior a 25.000 torcedores, o Náutico conseguiu uma vitória milagrosa de 1 x 0, aos 49 minutos do segundo tempo. O time do Ceará jogou melhor o tempo todo, bem aplicado taticamente, adiantando sempre a marcação e evitando que o time Pernambucano executasse a transição. Daí as dificuldades enfrentadas pelo time alvi rubro. As oportunidades surgiam a cada instante para o time cearense, porém, a defensiva timbu, esteve bem o tempo todo, ao contrário do restante dos setores, que não se acertavam, em razão, principalmente, da aplicação do adversário. Zero a zero foi o placar do primeiro tempo, com o técnico Givanildo reconhecendo a fragilidade do seu time, comparando inclusive, com o jogo contra o Bragantino.

No segundo tempo, permaneceu a mesma superioridade do Ceará, que demonstrava estar satisfeito com o empate, a cada instante que o tempo passava, reforçando mais ainda a marcação e dificultando o toque do time da Conselheiro Rosa e Silva. O castigo estava para acontecer, e exatamente aos 49 minutos, Igor Rabelo manda de cabeça uma bola para o gol cearense,  o milagre acontece e o Náutico vence o jogo por 1 x 0. Todos reconhecem que o Ceará jogou melhor, taticamente foi mais aplicado, no entanto, futebol não tem essa, ganha quem faz, e o Náutico terminou escapando mais uma vez.

O próximo jogo do time alvi rubro, será com a boa equipe do Luverdense, que está no meio da tabela, sem condição de atingir o G 4, nem tão pouco ser rebaixada, ou seja, uma posição comoda, muito embora sabemos como é difícil enfrentar o time de Lucas do Rio Verde, inclusive a logística para chegar àquela cidade.  A competição está chegando ao final, e com certeza, um erro pode ser fatal.

Faltando sete rodadas para terminar o Campeonato Brasileiro da série B, a classificação dos 8 primeiros colocados é a seguinte: Atlético de Goias 58 pontos; Vasco da Gama 54 pontos; Náutico 51 pontos; Avaí 51 pontos; Bahia 49 pontos; Londrina 49 pontos; Criciúma 46 pontos e o CRB 46 pontos. Na zona de rebaixamento, a classificação é a seguinte: Bragantino 30 pontos; Joinville 29 pontos; Tupi 26 pontos e Sampaio Correia 26 pontos.

Blog de Airton Sousa: O Náutico acumula mais uma derrota

É a terceira derrota seguida do Náutico, com um saldo de dez gols tomados. Nessa sequência, é lamentável porque o time vinha organizado, principalmente no seu sistema defensivo. Porém, os dirigentes entenderam de perder os dois zagueiros titulares e o desastre está aí, o time tomando goleadas e descambando na classificação. O jogo contra o Goiás foi mais um, onde os erros foram repetidos. O time partiu na frente através de um pênalti marcado pela arbitragem, que foi inexistente. Mesmo assim o time  não soube aproveitar, sofreu o empate, depois virou para 2 x 1. O Goiás ainda perdeu um pênalti, também inexistente, e a partir daí veio o empate, o terceiro gol, e finalmente o quarto, que definiu o placar para o Goiás por 4 x 2.

Interessante ainda, que dois jogadores no Goiás mandaram no jogo, sem serem tomadas as providências táticas, para anular Léo Lima e Rossi, que tiveram total liberdade para jogarem, fazerem gols e dominarem o time do Náutico. Não sabemos se é culpa do técnico ou dos jogadores, que demonstraram total impotência técnica. O técnico Alexandre Galo, tem como princípio, desde que começou o Campeonato Brasileiro, reclamar,  principalmente de tempo para treinar, e essa foi uma semana em que o treinador teve folga demais para  corrigir as falhas, e isso não aconteceu, porque o time apresentou as mesmas deficiências. O Náutico joga nessa terça-feira (19/07), na Arena Pernambuco, contra o Avaí, e posteriormente também na Arena,  contra o Tupi. É a oportunidade de se recuperar na tabela, com a soma de seis pontos. Os dois adversários, a exemplo do Náutico, também não estão bem posicionados. É aguardar para ver. Quanto ao torcedor, que apoiou o time no jogo contra o CRB e não foi correspondido, outra vez deve ficar distante da Arena, até por desconfiança por tudo que o time vem fazendo de errado em campo.

Caruaru-PE: Central empresta três atletas e recebe novas notificações da Justiça Trabalhista

A diretoria do Central de Caruaru-PE emprestou três atletas, sendo eles o volante Daniel Paraíba ao Itabaiana-SE, o atacante Candinho e o lateral-esquerdo Sadrak (ambos ao Coruripe-AL). Os atletas viajam nesta terça-feira (15.03) e se apresentam aos novos clubes. A Patativa agora só tem 19 atletas para terminar o Hexagonal do Título do Campeonato Pernambucano 2016, só restam três jogos, que são contra o Salgueiro, no dia 20.03 no Lacerdão, contra o Náutico no dia 26.03 na Arena Pernambuco e contra o América, no dia 03.04 no Lacerdão.

sadrak

Imagens: Divulgação/ Internet

daniel paraiba candinho

O Central recebeu mais duas notificações da Justiça, onde os laterais-esquerdos Jean Batista e Arlem, foram as pessoas que acionaram o clube. Jean reclama que na gestão de Sivaldo Oliveira não recebeu os salários durante 8 meses e Arlem alega que durante um ano só recebeu dois meses da gestão de Chico Noé.

TV Nova Replay, o que é boms e repete!

Caruaru-PE: Elenco do Central recusa receber salários e exige pagamento de gratificação por classificação

O Central está realizando uma campanha ruim no Hexagonal do Título do Campeonato Pernambucano 2016 que até agora participou de dois jogos e perdeu ambos dentro de casa, para o Náutico na estréia por 2×0 e para o Sport por 2×1, respectivamente.

Um fato inusitado chamou a atenção de todos nesta quinta-feira (11.02), quando o presidente do clube, Lícius Cavalcante, foi pagar os salários do mês de Janeiro ao elenco alvi-negro e os atletas se recusaram a receber. Eles querem receber primeiro a gratificação de R$ 100.000,00 mil reais pela classificação para o Hexagonal do Título e consequentemente a Série D, para depois receber a folha salarial. Resultado: ficaram sem receber os salários e sem a gratificação e resolveram não entrar em campo nesta quinta-feira (11.02) para treinar.

central em campo

O técnico Flávio Barros marcou para a tarde desta sexta-feira (12), no Estádio Luiz José de Lacerda (Lacerdão), um coletivo apronto, para definir a equipe que joga domingo contra o América, às 16h no Estádio Ademir Cunha, em Paulista-PE. Na sequência do Hexagonal do Título, esta partida será válida ainda pela 1ª rodada, resta saber se o impasse será resolvido e se os atletas entrarão em campo para treinar.

central 1

Central: Diretoria contrata zagueiro experiente para Série D e time vai estrear contra Serrano/BA

O Central vai estrear no Campeonato Brasileiro da Série D 2015, contra o Serrano, em Porto Seguro/BA, no dia 12 de Julho deste ano, e continua se reforçando para a competição. Após anunciar as contratações do lateral-direito Alex Murici, zagueiro Betão, volante Felipe Araripina e meia Dunga, agora anuncia a contratação do experiente zagueiro Cris, que teve passagem por vários clubes. O zagueiro Cristiano foi revelado nas categorias de base do Vitória/BA. Logo se destacou pelo bom posicionamento, além da força e da rapidez para sair jogando. O atleta ajudou o Noroeste a voltar à elite do futebol paulista em 2005 e, no mesmo ano, conquistou a Copa Federação Paulista (atual Copa Paulista) pelo clube de Bauru.

Veja a Ficha Técnica completa do zagueiro Cristiano:

Nome: Cristiano Machado da Conceição
Nome de escalação: Cristiano
Posição: Zagueiro
Pé dominante: Direito
Data de Nascimento: 10/01/1987
Naturalidade: Salvador-BA
Peso: 88kg
Altura: 1,86m
Clubes: Vitória-BA, Noroeste-SP, Inter de Limeira-SP, São Bento-SP, Portuguesa Santista-SP, Icasa-CE, Cristal-AP, Francana-SP, Náutico, São Bernardo-SP e Ferroviária-SP

CRIS

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Mesmo sendo derrotado, o timbu sente o sabor da classificação, mas durou pouco

O Náutico precisava de apenas um ponto contra o Salgueiro para conseguir sua classificação na Copa do Nordeste, mas com a derrota por 3 x 1 quem ficou com a classificação foi o carcará. O time de Salgueiro buscou vencer o jogo desde o início, abrindo o placar aos 23 minutos em jogada oportunista de Anderson Lessa que aproveitou a bola cruzada por Lúcio, desviada por Vítor Caicó; sete minutos após esse lance, outro escanteio, desta vez cobrado por Valdeir; Lessa antecipou-se e desviou, quem empurrou para as redes foi Raniere fazendo 2 x 0.

foto: George Fernandes/DP

foto: George Fernandes/DP

O lance do segundo gol gerou muitas reclamações, o técnico do Náutico ficou enfurecido e soltou o verbo contra Marcelo de Lima Henrique,  o árbitro não teve demora e expulsou o comandante alvirrubro.

foto: Alexandre Gondim/Náuticonet

foto: Alexandre Gondim/Náuticonet

Salgueiro continua pressionando e marca novamente com Anderson Lessa aos 22 minutos do segundo tempo, levando o time do Náutico a perder suas esperanças de vencer a partida; com  3 x 0, só restava ao timbu torcer por uma vitória do Bahia, assim o Campinense não se classificaria e a vaga do terceiro melhor segundo colocado teria ficado com o alvirrubro.

foto: George Fernandes/DP

foto: George Fernandes/DP

Até que com 46 minutos do segundo tempo surge uma esperança, Josimar marca descontando para time do Náutico que vinha sofrendo, mas era tarde demais, fim de jogo 3 x 1.

Porém, o timbu ainda comemorava sua classificação ao término da partida, porque o Bahia vencia o Campinense pelo placar de 1 x 0. Só aos 49 minutos do segundo tempo o time paraibano empata o jogo em 1 x 1, e fica com a vaga para a próxima fase da competição, por ter um saldo de gols melhor, deixando o Náutico para trás.

Foto: Alexandre Gondim

Foto: Alexandre Gondim

Assim acabou a participação do time de Lisca na Copa do Nordeste, restando agora o Campeonato Pernambucano. Domingo acontece o clássico contra o Sport as 16h, no estádio Arena Pernambuco.

TV Replay, o que é bom se repete!

Reportagem: Guilherme Adriano

Náutico: Alvirrubro a um passo da felicidade, ou a um tropeço para o inferno

A vitória do timbu  conquistada sobre o Serra Talhada por 2 x 0 neste domingo(15/03) fez o time respirar mais aliviado no campeonato estadual. O Náutico entrou no G4 da competição e confirmou a boa fase do técnico Lisca à frente da equipe, conquistando seu segundo resultado positivo em três jogos pelo alvirrubro, aliviando assim, a pressão sobre o elenco que vinha sendo criticado pelos maus resultados obtidos ao longo do campeonato.

Alexandre Gondim/jc imagens

Alexandre Gondim/jc imagens

O Náutico agora muda o rótulo e todas as atenções para a Copa do Nordeste, quando enfrenta o Salgueiro no Cornélio de Barros, nesta quarta- feira(18/03), às 22h. Para se classificar como líder do grupo C, o time de Lisca precisa de apenas um ponto, um simples empate no sertão garante o Náutico na primeira posição do grupo; e resolve sua situação na competição. Pois caso o alvirrubro perca e o Moto club de São Luis, consiga um resultado positivo, a segunda colocação irá para o processo de desempate complicando a vida do Náutico.

Imagens Náutico.Net

Imagens Náutico.Net

Para esse jogo, o comandante do Náutico falou que o time precisa ser mais agressivo, tomar as rédeas, mostrar que está na partida.

técnico lisca, Imagem Náutico.Net

técnico lisca, Imagem Náutico.Net

O timbu continua no interior, na preparação para enfrentar o Salgueiro. O confronto que decidirá sua vaga acontecerá quarta às 22h. Para a arbitragem, está escalado Marcelo de Lima Henrique como auxiliares Fernanda Colombo e Ricardo Bezerra Chianca.

TV Replay, o que é bom se repete!

Reportagem: Guilherme Adriano

 

Náutico: Pra sair do momento ruim, volante diz que grupo precisa de tranquilidade

Para João Ananias o apoio da torcida também será fundamental

Para João Ananias não adianta se abater, tem que ter calma e muito trabalho

Quando se olha a tabela de classificação do pernambucano, o Náutico aparece na lanterna com sete pontos conquistados, consequentemente estaria fora da semifinal do título. Na copa do nordeste o timbu é o segundo colocado dentro do seu grupo, mas estaria fora da fase do “mata mata” do nordestão pelo regulamento da competição.

Tudo isso se traduz na fase ruim que o time alvirrubro vem passando nesse primeiro semestre, e a pressão sente-se dentro e fora dos gramados. Moacir Júnior foi demitido e em seu lugar voltou Lisca, que ainda não teve tempo de implantar sua metodologia de jogo.

E a dor de cabeça do torcedor do Náutico aumenta ainda mais ao lembrar-se da excelente oportunidade de afastar a fase ruim, ao empatar dentro da Arena com o Central por 2×2 depois de virar a partida e estar vencendo por 2×1.

Para o volante João Ananias, ele tem a receita de como afastar essa fase ruim:

João sabe o efeito positivo que uma vitória sobre o Moto Club-MA pela copa do nordeste nesta quinta-feira (12) pode trazer para o elenco:

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Com novo esquema tático, meia terá uma nova função dentro do time

Bruno Alves terá a função de ajudar Josimar no ataque

Bruno Alves terá que além de criar,  ajudar Josimar no ataque do Náutico

Com a confirmação de mudança no esquema tático do Náutico, que no jogo diante do Moto Club-MA, nessa quinta (12), pelo campeonato do nordeste, vai atuar no esquema 3-5-2, alguns jogadores vão desempenhar novas funções dentro de campo.

E um desses jogadores é o meia Bruno Alves que jogará um pouco mais a frente ajudando o atacante Josimar. Bruno Alves comentou sobre o novo esquema de jogo:

Pra muitos, o esquema com três zagueiros torna o time mais defensivo, e em defesa do técnico Lisca Bruno comentou:

“Não fica retrancado não, porque da mesma forma a gente está jogando com dois alas que praticamente viram dois meias, o time fica forte pra atacar e forte pra defender”.

Quando questinado se o grupo estava gostando do método de trabalho de Lisca, respondeu:

 

 

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Fillipe Soutto: “Jogadores têm que fazer sua auto crítica também”

Para Fillipe falta mais maturidade ao grupo do Náutico

Volante admite que  falta mais maturidade ao grupo do Náutico em determinadas situações

O empate do último domingo (08) contra o Central na Arena Pernambuco por 2×2, após a equipe do Náutico estar vencendo por 2×1, apenas confirma o que se vem discutindo há dias nos bastidores alvirrubros: o time está perdendo para ele mesmo.

Erros individuais vem fazendo a diferença negativa no time alvirrubro, transformando o cenário atual, que poderia ser totalmente diferente do apresentado, num momento complicado dentro e fora do campo. Afinal de contas, são cinco partidas que o Náutico não sabe o que é vencer.

“Falta de concentração, um pouco mais de maturidade também de nós jogadores. A questão da equipe ser nova, não na idade, mas na formação pode estar atrapalhando. A gente tem sofrido um pouco também com essa falta de resultados. Se tivesse esse resultado a nosso favor, teríamos um pouco mais de confiança”, desabafou o volante Fillipe Soutto, um dos líderes dentro de campo.

Tentando reverter essa situação ruim, o técnico Lisca falou logo após o empate contra o Central que mudaria a postura do grupo, inclusive no esquema tático. Sobre essa mudança, Fillipe opinou:

TV Replay, o que é bom se repete!

Caruaru-PE: Central se distancia dos adversários após empate com o Náutico

Náutico e Central realizaram um bom jogo na noite deste domingo (08.03) na Arena Pernambuco, pelo Hexagonal do Título do Campeonato Pernambucano 2015. O 1º tempo foi bastante equilibrado, com os dois times criando algumas boas oportunidades de marcar, porém, terminou 0×0.

No 2º tempo, o Central abriu o placar com o atacante Fabiano Tanque, quer marcou o seu 1º gol com a camisa centralina; o Náutico empatou e virou em poucos minutos, através de Renato e Josimar, mas, o Central não se entregou e chegou ao empate através do atacante Candinho. No final do jogo, o Central comemorou a conquista de um ponto fora de casa, e o Náutico lamentou a perda de dois pontos no seu reduto.

O goleiro Beto foi substituido pelo jovem Murilo no intervalo de jogo, e zagueiro Everton por Sinval no decorrer no 2º tempo, ambos machucados, foi as baixas da partida. O atacante Fabiano Tanque, recebeu o 3º cartão amarelo e está suspenso, não enfrentando o Santa Cruz, domingo no Arruda.

Pernambucano 2015, 7ª rodada: Náutico 2x2 Central. Foto: Marlon Costa/FPF

Ficha do jogo:

Náutico: Júlio César; Guilherme, Diego, Elivélton e Gastón Filgueira; João Ananias, Fillipe Soutto, Helder Ribeiro (Josimar) e Bruno Alves; Patrick Vieira (Jefferson Nem) e Renato (João Paulo). Técnico: Lisca.

Central: Beto (Murilo); Fabinho, André Lima, Everton (Sinval) e Janilson Madona; Nathan, Jucemar Gaúcho, Sóstenes (Jaílton) e Thiago Laranjeira; Candinho e Fabiano Tanque. Técnico: Laelson Lima.

Resultado de imagem para fotos do jogo náutico x central na arena pernambuco 2015

Local: Arena PE. Árbitro: Ana Karina Marques. Assistentes: Fernanda Colombo e Karla Renata Cavalcanti (o trio feminino foi homenageado no Dia Internacional das Mulheres, e realizou um bom trabalho. Antes do jogo elas receberam ramalhetes de flores de suas respectivas mães). Gols: Fabiano, aos dois; Renato, aos sete; Josimar, aos 11; Candinho, aos 25 do segundo. Cartões amarelos: Renato, André Lima, Thiago Laranjeira e Fabinho. Público: 4.383.

CLASSIFICAÇÃo: HEXAGONAL – TÍTULO

TIMES P J V E D GP GC SG VV DM
CLASSIFICATORIO
1 SPORT 18 7 6 0 1 13 3 10 3 0
2 CENTRAL 11 7 3 2 2 7 6 1 1 1
3 SALGUEIRO 8 7 2 2 3 4 7 -3 1 2
4 SERRA TALHADA 7 7 2 1 4 8 12 -4 0 1
5 SANTA CRUZ 7 7 2 1 4 4 10 -6 2 2
6 NAUTICO 7 7 1 4 2 8 6 2 0 1

Os próximos jogos são:

Sport x Salgueiro, ás 19:30h, na Arena Pernambuco, no próximo sábado (14.03)

Santa Cruz x Central, ás 16h, no Estádio José do Rego Maciel (Arruda), domingo (15.03)

Serra Talhada x Náutico, ás 16h, no Estádio Nildo Pereira (Pereirão), domingo (15.03)

 

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Timbu empata com Central e cai para a lanterna da competição

A festa ficou apenas no início do jogo, empate frustrou a torcida. Foto: Marlon Costa (FPF)

A festa ficou apenas no início do jogo, empate frustrou a torcida. Foto: Marlon Costa (FPF)

A noite tinha tudo para ser de festa, mulheres sendo homenageadas, esposas de jogadores, irmãs, filhas, mães; até a arbitragem foi composta por um trio de mulheres. Mas o que era importante não aconteceu: a vitória do Náutico. O timbu acabou pecando, mais uma vez, em erros individuais e cedeu o empate por 2×2 para o Central após estar vencendo o jogo por 2×1.

O jogo marcava a reestreia de Lisca no comando técnico alvirrubro depois de dez meses de sua primeira passagem por Recife. O time mostrou mais organização e demonstrava vontade dentro de campo, fato esse que fez com que a equipe fosse criando e desperdiçando várias oportunidades de abrir o marcador.

O Central se mostrando um time organizado, e apostando no esquema de forte marcação, aos poucos ia chegando na área do adversário, e por pouco Thiago Laranjeiras não fazia o gol, obrigando o Júlio César a realizar grande defesa.

No segundo tempo a história seria bem diferente. Fabiano Tanque, logo aos dois minutos, abria o placar após disputa com o zagueiro Elivelton, precisou chutar duas vezes para fazer o gol. Central 1×0. A resposta alvirrubra veio cinco minutos depois com Renato que aproveitou cruzamento da esquerda de Bruno Alves empatando a partida.

E quando o Central ainda se recuperava do gol de empate, Josimar, que havia entrado no lugar de Hélder Ribeiro, virava a partida após aproveitar bola por baixo de Bruno Alves. Náutico virava para 2×1. Torcida em festa!

Mas a patativa tratou de colocar água no chopp do timbu, Nathan ganhou na disputa com Gáston e cruzou para a área, Fabiano recebeu a bola e tocou para Candinho chutar e empatar a partida, contando com a falha do goleiro Júlio César. Final de jogo: Náutico 2×2 Central.

Com o resultado o Náutico agora é o lanterna do hexagonal do título com sete pontos. Empata em números de pontos com Serra Talhada e Santa Cruz, mas perde no critério de desempate.

Próximo compromisso alvirrubro será na quinta (12) contra o Moto Club-MA pela Copa do Nordeste.

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Nada de Lisca “doido”, e sim o Lisca “da paz!”

Sobre as polêmicas, treinador disse: "Ficaram no passado!"

Sobre as polêmicas, treinador disse: “Ficaram no passado!”

Quando teve seu retorno confirmado ao comando técnico do Náutico, a maioria da torcida alvirrubra comemorou. O Lisca Lorenzi, ou como era conhecido: Lisca “doido”, volta ao Recife, mas agora quer escrever outra história a frente do time alvirrubro.

Dez meses, esse foi o período exato da saída de Lisca da primeira vez que esteve no Náutico. Uma passagem complicada, desentendimentos com membros da comissão técnica, demissão de funcionários do clube, mas agora o discurso do “novo” Lisca é totalmente diferente:

Lembrado pela torcida do Náutico, principalmente do episódio que subiu no alambrado da Ilha do Retiro para comemorar junto aos torcedores a vitória por 1×0 sobre o Sport, colocando um fim num tabu que já durava anos sem vencer o rival rubro negro, Lisca respondeu se voltaria a “subir nos alambrados” novamente:

O contrato de Lisca com o Náutico é até o final da Série B desse ano. TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: De olho no G4 timbu recebe o Central na Arena

Para o timbu, só a vitória interessa

Para o timbu, só a vitória interessa

Quinto colocado na classificação geral com seis pontos, o Náutico recebe o vice-líder Central, que tem dez, na Arena Pernambuco, às 18h30, de olho no G4 do hexagonal do titulo.

Há três partidas que não sabe o que é vencer, vem de dois empates e uma derrota, o timbu tem uma motivação a mais para o confronto contra a patativa: o técnico Lisca.  O novo treinador alvirrubro foi apresentado na tarde do sábado (07), e já comandará o time contra a equipe de Caruaru.

Sobre o time que ele vai mandar a campo, respondeu:

O time do Náutico deverá entrar em campo com a seguinte formação: Júlio César. Guilherme, Elivelton, Diego e Gáston. João Ananias, Fillipi Soutto, Hélder Ribeiro e Bruno Alves. Patrick Vieira (Josimar) e Renato.

Vencendo, e contando com a combinação de alguns resultados, como por exemplo a derrota do Santa Cruz para o Salgueiro, o time alvirrubro voltará a figurar entre os quatro melhores classificados do campeonato pernambucano diminuindo um pouco a pressão pra cima do timbu.

Outra atração, com certeza, será a arbitragem. Comemorando o dia Internacional da Mulher, a Federação Pernambucana de Futebol (FPF), escalou para o jogo um quarteto feminino: Ana Karina apita e será auxiliada pela Fernanda Colombo e Karla Renata. Quarto árbitro: Deborah Cecília.

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Levi diz que nunca teve problemas com Lisca

Ex-técnico interino desmente qualquer desavença com novo treinador do Náutico

Ex-técnico interino desmente qualquer desavença com novo treinador do Náutico

Quando o nome de Lisca foi confirmado como novo treinador alvirrubro para a atual temporada, alguns problemas que resultaram em sua saída no ano passado vieram à tona.

Informações que o treinador tinha vários problemas nos bastidores surgiram; inclusive chegando a resultar em demissões de antigos funcionários do clube.

Uma dessas versões de desentendimentos internos apontavam como protagonistas o ex-técnico interino Levi Gomes, e o próprio Lisca.

Sobre essa situação Levi falou sobre o assunto:

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: O “doido” está de volta!

Treinador volta com a responsabilidade de dar a volta por cima com o time

Treinador volta com a responsabilidade de dar a volta por cima com o time

Final feliz. Assim podemos dizer que terminou, ou começou, o namoro do treinador Lisca com o Clube Náutico Capibaribe. Depois de algumas conversas o ex-treinador alvirrubro acertou o seu retorno depois de quase um ano da sua última passagem pelo timbu.

Luiz Carlos Cirne Lima de Lorenzi, ou simplesmente Lisca Doido, sempre expressou o seu desejo de voltar ao time que comandou no ano passado e que deixou saudades na torcida alvirrubra.

Quem não se lembra da épica comemoração de Lisca no alambrado da Ilha do Retiro depois de vencer o rival, e quebrar um tabu de anos que o Náutico não vencia o Sport? Imagem que ficou eternizada na memória dos torcedores da equipe.

Lisca foi o nome preferido do presidente Glauber Vasconcelos que sempre mostrou admiração pelo trabalho do treinador: “É um treinador que se identificou com o Náutico, com a torcida, e com todos. O homem é doido e chegou numa boa hora”, disse Glauber. Outros nomes que também estiveram na lista de contratações: Marcelo Martelotte e Hélio dos Anjos.

Polêmicas sempre rondaram os bastidores do Lisca Doido, discussões com jogadores também são constantes, mas o folclórico técnico está disposto a dar a volta por cima, e já comanda o time no jogo desse domingo (08) contra a equipe do Central, às 18h30, na Arena Pernambuco pelo campeonato pernambucano.

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Levi definiu o empate, “Com gosto de guarda-chuva!”

Treinador lamentou o resultado, mas elogiou postura do time

Treinador lamentou o resultado, mas elogiou postura do time

“Infelizmente aquilo que o Náutico demonstrou dentro de campo, e sair com um resultado desses, evidente que a gente sai com esse gosto de “guarda-chuva”, essa foi a primeira resposta do treinador interino do Náutico, Levi Gomes, ao ser indagado se o empate em 3×3 contra o Piauí-PI teve o sabor de derrota.

Apesar de tudo, Levi afirmou que foi a melhor partida realizada pela equipe, e que as alterações realizadas por ele surtiram efeito, principalmente o fato de ter deslocado o Patrick Vieira atuar mais a frente, e ter dado mais liberdade para jogar do Fillipe Soutto.

O empate fez com que o Náutico perdesse a oportunidade de assumir a liderança do grupo C da Copa do Nordeste. O timbu permanece na segunda colocação com cinco pontos, um a menos que o líder Salgueiro.

Levi ainda falou qual lição levará depois de empatar uma partida que já estava praticamente vencida:

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Empate com sabor de derrota

Timbu vencia por 3x1 e deixou equipe adversária empatar. Foto: Marlon Costa/FPF

Timbu vencia por 3×1 e deixou equipe adversária empatar no final. Foto: Marlon Costa/FPF

Numa noite que tinha tudo para dar certo: Salgueiro empatou seu jogo, o Náutico jogava em casa contra o time do Piauí-PI, que ainda não tinha marcado nenhum gol sequer na competição, e a empolgação de um novo treinador a beira do gramado, eram ingredientes para que a equipe alvirrubra saísse com uma vitória e a liderança do Grupo C, mas não foi bem assim, depois de estar vencendo por 3×1, o timbu vacilou e cedeu o empate em 3×3.

A postura do Náutico no primeiro tempo, levou o torcedor a acreditar que a vitória sairia até com certa tranquilidade. Principalmente pela posse de bola e as chances que o time criava. Como o gol insistia em não sair, os jogadores do clube pernambucano começaram a mostrar ansiedade e aos poucos o “enxuga rato”, como é conhecido o time do Piauí-PI, acabou crescendo no jogo e por pouco não abriu o marcador em duas oportunidades com Jorginho e Thiaguinho. O primeiro tempo terminaria mesmo em 0×0.

Na etapa complementar, o gol que traria alívio para os donos da casa. Aos cinco minutos Guilherme cobrou falta da direita para a esquerda e encontrou o meia Patrick Vieira que dominou e chutou forte para dentro da meta do goleiro David. Náutico 1×0. O segundo gol também teve a participação de Guilherme que desceu pela linha de fundo, lado direito, cruzou rasteiro, e mais uma vez Patrick aparecia para empurrar a bola para dentro das redes aos 18 minutos. 2×0 timbu.

O Piauí-PI tratou de diminuir cinco minutos depois. Thiaguinho fez boa jogada pela esquerda, cruzou e encontrou Pablo que diminuiu. 2×1. Patrick Vieira, o nome do jogo, encontrou Fillipe Soutto na entrada da grande área e num belo chute ampliava o marcador para 3×1. Tudo leva a crer numa vitória, e na conquista da liderança do grupo. Só que não foi bem assim.

João Ananias comete falha grave e Cláudio aproveita para diminuir aos 35 minutos. O time do Náutico se perdeu dentro de campo, nervoso, ansioso, e errando passes e mais passes. O castigo pela desorganização veio aos 40 minutos com Cláudio, mais uma vez, que aproveitou cruzamento e chutou sem chances para o goleiro Júlio César. Placar final: Náutico 3×3 Piauí-PI.

A equipe alvirrubra continua na segunda colocação com cinco pontos no grupo C. Quem lidera é o Salgueiro com seis. Público presente na Arena: 698 torcedores; renda: R$ 8.835.

O Náutico que volta a campo nesse domingo (08), dessa vez pelo campeonato pernambucano, recebe o Central na Arena Pernambuco.

TV Replay, o que é bom se repete!

 

Náutico: Levi Gomes confirma time com duas alterações para o jogo

Na base da conversa. É assim que o técnico interino Levi Gomes vai colocar o time em campo na noite dessa quinta-feira (05), na Arena Pernambuco, contra o time do Piauí-PI, às 22hs, em partida válida pelo Grupo C da Copa do Nordeste. Sem ter tido muito tempo para treinar, Levi precisou usar mais do diálogo para arrumar o time.

Mudanças têm o objetivo de deixar o time mais compacto

Mudanças têm o objetivo de deixar o time mais compacto

“Eu sou uma pessoa que procuro conversar com cada um individual, dar uma moral a eles. Depois eu converso coletivamente. Mas procuro ouvir todos, e com isso todas as equipes têm evoluído, é uma forma que procuro e que dá resultado. Espero que não seja diferente dessa vez”, falou.

Sobre o time que vai entrar em campo, Levi confirmou a equipe com duas modificações: Guilherme no lugar de David, e Hélder Ribeiro no lugar de Josimar. O Náutico vai com a seguinte formação: Júlio César. Guilherme, Elivélton, Diego e Gáston Filgueira. João Ananias, Fillipe Soutto, Bruno Alves e Hélder Ribeiro. Renato e Patrick Vieira.

Quando questionado sobre o que a diretoria falou da possibilidade de efetivá-lo no comando técnico do time alvirrubro, respondeu:

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Atacante desmente informação de mal relacionamento do elenco com Moacir Júnior

Renato afirmou que o time estava unido ao ex-treinador alvirrubro

Renato afirmou que o time estava unido ao ex-treinador alvirrubro

Quando foi anunciada a demissão do até então técnico do Náutico, Moacir Júnior, várias informações sobre a sua saída começaram a surgir nas redes sociais. Além da falta dos resultados, motivo alegado pela diretoria para demiti-lo, outra informação que o elenco não gostava de Moacir surgiu nos bastidores.

O que aumentou ainda mais essa especulação, foi o fato que os jogadores se negaram a falar com a imprensa na terça-feira (03), um dia após a demissão do Moacir.

Informação essa que foi de se estranhar pelo fato do ex treinador timbu ter destacado o bom relacionamento dele com todo o grupo, conforme ele mesmo afirmou nesse trecho da coletiva dada após o empate em 0×0 contra o time do Santa Cruz, no último domingo (08), antes de ser confirmada a sua saída do clube:

O atacante Renato, um dos jogadores que foi “resgatado” pelo treinador Moacir Júnior, foi indagado a respeito desse “mal relacionamento” e do fato da maioria dos jogadores não gostar do treinador, ele respondeu:

 

 

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Diretoria decide manter Levi Gomes a frente do comando técnico alvirrubro

Paulo Henrique diz que o trabalho de Levi será avaliado nos próximos jogos

Paulo Henrique diz que o trabalho de Levi será avaliado nos próximos jogos

A expectativa era que a diretoria do Náutico anunciasse o nome do novo treinador que irá substituir Moacir Júnior, na noite dessa terça-feira (03), após reunião realizada na sede do clube, nos Aflitos.

Porém o resultado da reunião não trouxe o nome de um técnico, e sim a manutenção de Levi Gomes a frente do time por, pelo menos, os dois próximos jogos do timbu: nessa quinta-feira (05) contra o Piauí-PI, pela Copa do Nordeste, e no domingo (08) contra o Central, pelo campeonato pernambucano.

“A saída do Moacir ela realmente nos pegou de surpresa, foi uma interrupção de planejamentos e até então não tínhamos planejado nada referente a um novo treinador. Mas vamos analisar tudo com calma, pra que a gente não caia na possibilidade de errar e ter que modificar novamente”, falou o diretor de futebol Paulo Henrique Guerra.

Paulo também explicou a escolha de Levi Gomes:

Essa será a décima primeira vez que Levi Gomes vai comandar o time do Náutico.

TV Replay, o que é bom se repete!

NÁUTICO: Moacir Júnior acredita que deixará para o novo treinador uma base pronta

Ex-treinador alvirrubro lamenta saída, mas sai com a certeza do trabalho realizado

Ex-treinador alvirrubro sai com a consciência tranquila referente ao trabalho realizado

Quando foi avisado na noite dessa segunda-feira (02) que não ficaria mais a frente do comando técnico do Náutico, Moacir Júnior recebeu a notícia com tranquilidade. Sabendo da pressão recebida referente aos últimos resultados, mesmo acreditando na continuidade do trabalho, era uma situação que poderia acontecer a qualquer momento. Como aconteceu.

“O momento não é pra falar muito, apenas para agradecer pelo convívio. Agradecer muito ao grupo de jogadores, pela determinação deles, pelo dia a dia, aos funcionários do clube, pela torcida. Era um projeto, um projeto longo, mas que não foi dado o tempo necessário para consolidá-lo”, lamentou Moacir.

Sobre as dificuldades encontradas no caminho, ele comentou:

A frente do Náutico ele teve nove jogos oficiais, entre campeonato pernambucano e copa do nordeste; somou apenas duas vitórias, quatro empates e três derrotas.

A diretoria espera anunciar o nome do novo treinador em até dez dias. Até a apresentação, Levi Gomes assume o cargo interinamente.

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Moacir Júnior não é mais treinador do time alvirrubro

Diretor alvirrubro diz que a saída foi por falta de resultados

Diretor alvirrubro diz que a saída de Moacir foi motivada por falta de resultados

Em entrevista coletiva após o último jogo do Náutico no domingo (01), quando o time empatou em 0×0 contra o Santa Cruz, o técnico Moacir Júnior disse a seguinte frase: “As malas não estavam prontas”, quando indagado sobre uma possível saída do clube, e dos rumores de sua demissão.

Após reunião realizada durante o fim da tarde, início da noite, desta segunda-feira (02), a diretoria  alvirrubra decidiu demitir o técnico Moacir Júnior. O motivo alegado pela direção do Náutico foi o fraco desempenho do time dentro de campo, e a falta de resultados.

“Contratamos o Moacir para realizar um trabalho principalmente com a base, mas ele não alcançou o resultado que esperávamos”, disse o diretor de futebol José Barbosa.

Sobre a saída de Moacir do comando técnico alvirrubro, ele comentou:

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Arqueiro alvirrubro não vê o time fora da semifinal do pernambucano

Goleiro alvirrubro diz que espera evolução daqui pra frente na equipe

Goleiro alvirrubro diz que espera evolução daqui pra frente na equipe do Náutico

Herói do jogo do empate em 0×0 contra o Santa Cruz, após ter defendido um pênalti cobrado pelo atacante Betinho do time coral no segundo tempo, o goleiro Júlio César não cogita nenhuma possibilidade do time do Náutico ficar de fora das finais do campeonato pernambucano e também da Copa do Nordeste do ano que vem.

Um dos líderes dentro de campo, o arqueiro que ganhou o respeito dos jogadores e também dos torcedores do time, admite que o futebol apresentado não foi dos melhores, mas acredita numa evolução de todo o time.

“Eu defendi um pênalti, fico feliz, mas eu quero sair de campo vitorioso, eu quero que a torcida fique contente não apenas comigo, mas com todo o time, não adianta só um se destacar porque o futebol é  coletivo, e espero que nas próximas rodadas tenhamos essa evolução como equipe”, disse Júlio.

Sobre se classificar a próxima fase, falou confiante:

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Moacir júnior – “As malas não estavam prontas!”

Treinador alvirrubro disse que os jogadores estão com ele e não temia ser demitido

Treinador alvirrubro disse que os jogadores estão com ele e não temia ser demitido

Antes da bolar rolar no clássico entre Santa Cruz x Náutico, os comentários nos bastidores alvirrubros diziam que se o timbu perdesse o jogo,  Moacir Júnior também perderia seu cargo de treinador do time.

Mesmo com o empate em 0×0, resultado que manteve o técnico no cargo, Moacir mostrava um semblante tranquilo referente a pressão sofrida.

“As malas não estavam prontas, elas estavam lá no hotel desfeitas. O grupo está muito fechado comigo e eu estou com o grupo. Os meninos estão cem por cento comigo, enquanto houver um olho a olho, estarei tranquilo no cargo”, desabafou Moacir quando perguntado em coletiva após o jogo se estava tranquilo.

Sobre o jogo em si, ele comentou:

O Náutico que está na quinta colocação na classificação geral com seis pontos, um a menos que o Santa Cruz que é o quarto colocado.

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Em mais um jogo fraco tecnicamente, timbu empata sem gols contra o Santa

Júlio César foi o destaque do time alvirrubro ao defender pênalti no segundo tempo. Foto: Marlon Costa/FPF

Júlio César foi  destaque do time alvirrubro ao defender pênalti. Foto: Marlon Costa/FPF

Pressionado e precisando da vitória para voltar a figurar no grupo dos quatro melhores classificados, o Náutico não conseguiu superar o Santa Cruz na tarde do domingo (01), e acabou ficando no 0×0 contra a equipe coral, com destaque para o goleiro Júlio César que defendeu uma penalidade máxima cobrada pelo atacante tricolor Betinho na etapa complementar.

A expectativa era que as duas equipes apresentassem um melhor futebol referente ao primeiro confronto na última quarta-feira (25), quando o Santa venceu o Náutico de virada por 2×1, mas o que se viu, mais uma vez, foi um futebol fraco apresentado pelas duas equipes.

No primeiro tempo, o ataque do Náutico praticamente inexistiu, chegando uma única vez com relativo perigo a meta do arqueiro coral Fred com Renato que cruzou para a grande área, mas a zaga do Santa afastou o perigo.

No segundo tempo o clube coral voltou mais organizado e foi criando oportunidades atrás de oportunidades, até que teve a grande chance do jogo aos sete minutos quando o lateral direito Moisés foi derrubado dentro da grande área: pênalti. Betinho foi para a cobrança e o goleiro Júlio César defendeu, garantindo o 0×0 no placar.

Aos poucos o Náutico acordou e criou duas boas oportunidades, aos 18 minutos Bruno Alves cruzava com perigo, o zagueiro Danny Morais afastava, mas a bola passou rente a trave direita do goleiro Fred, e aos 38, em defesa arrojada onde foi preciso pegar a bola nos pés do atacante Josimar, o arqueiro tricolor impedia o gol do adversário. Final de jogo: Santa Cruz 0×0 Náutico.

O time alvirrubro que se prepara agora para a Copa do Nordeste, onde na quinta-feira (05), recebe O Piauí-PI, às 21h50, na Arena Pernambuco.

Público presente no clássico: 14.714 Renda: R$ 379.735

TV Replay, o que é bom se repete!

Central: Patativa derrota o Sport e quebra tabu que durava 13 anos

O Central derrotou o Sport por 1×0, gol do lateral-esquerdo Madona cobrando falta no início do jogo, aos 04 minutos. Com a vitória a Patativa quebrou um tabu que durava 13 anos, sem vencer o Leão da praça da bandeira, no Estádio Luiz José Lacerda (Lacerdão).

_63cb40be0d07ddc5adf7909c19f00826

O meia Luiz Fernando deixou o campo machucado na face posterior da coxa ainda no 1º tempo, sendo substituído pelo meia Sóstenes. O goleiro, que é prata da casa, Murilo, fez duas importantes defesas ainda no 1º tempo, e uma delas foi uma cabeça a queima roupa de Wendel. Sóstenes arriscou de fora da área, e o goleiro rubro-negro Danilo defendeu. Num cruzamento na área, o atacante Fabiano Tanque não alcançou a bola.

No 2º tempo o Central recuou e deu espaços para o Sport, o volante Fernando Pires deixou o jogo cansado, sendo substituído pelo também volante Erick. O zagueiro Éverton sentiu uma contusão virilha, porém, como o técnico Laelson Lima já havia realizado as três substituições no jogo, com a entrada de Jaílton na vaga de Sóstenes, Everton ficou em campo no sacrifício.  No finalzinho da partida, o time alvinegro segurou e prendeu a bola, deixando o tempo passar com experiência.

O Central continua na vice-liderança do Hexagonal do Título do Campeonato Pernambucano 2015 e enfrenta o Náutico no próximo domingo na Arena Pernambuco.

_c99539e5e37017842d074fa2008f6280

Ficha Técnica:

Central 1×0 Sport, gol de Madona cobrando falta aos 04 minutos do 1º tempo.

Renda: 161.130,00 reais e público de 10.171 torcedores.

Árbitro: Luiz Cláudio Sobral, assistências: Clóvis Amaral e Fernanda Colombo.

Cartões amarelos: Fabinho, Éverton, Erick e Fernando Pires ( Central), Danilo, Wendel e Samuel (Sport).

Central jogou com: Murilo, Fabinho, André Lima, Éverton e Madona; Nathan, Fernando Pires (Erick), Luiz Fernando (Sóstenes e depois Jaílton) e Thiago Laranjeira; Candinho e Fabiano Tanque. Técnico: Laelson Lima.

Sport jogou de: Danilo, Ronaldo, Osvaldo, Henrique Matos e Evandro ( Victor); Danilo, Wendel, Régis e Felipe Azevedo; Samuel (Ítalo) e Elber (Maique). Técnico: Eduardo Batista.

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Jogo contra o Santa é encarado como decisão!

Em menos de cinco dias, Náutico e Santa Cruz voltam a se enfrentar Crédito da foto: FPF

Para o Náutico é o jogo do “tudo ou nada” no campeonato pernambucano Crédito da foto: FPF

Vencer ou vencer, esse é o discurso pelo lado do Náutico quando o assunto é o clássico desse domingo (01) contra o Santa Cruz na Arena Pernambuco, às 16h. A vitória será fundamental, pois o Náutico na classificação está na quinta colocação com cinco pontos, consequentemente fora dos quatro melhores classificados que irão disputar a semifinal do certame estadual.

Pressão pela vitória, pressão por voltar ao G4, e pressão pra cima do treinador Moacir Júnior que terá seu cargo de treinador ameaçado caso alcance mais um insucesso a frente do time alvirrubro. Até o presente momento, Moacir disputou dois clássicos e perdeu os dois.

“Eu não estou preocupado com isso. A minha preocupação é fazer com que o time apresente um bom futebol, vença pra retornarmos a zona de classificação, essa é a minha única preocupação no momento”, comentou Moacir.

Sobre o time titular, ele ainda não confirmou a escalação, mas que não deve fugir muito dessa formação: Júlio César. David, Elivelton, Diego e Gáston. João Ananias, Fillipe Soutto, Bruno Alves e Patrick Viera. Renato (João Paulo) e Josimar.

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Volante encara com naturalidade a pressão sofrida

João Ananias diz que as cobranças por resultados são normais

João Ananias diz que as cobranças da diretoria e torcedores por resultados são normais

Fora da zona de classificação a próxima fase do campeonato pernambucano, perdeu os dois clássicos disputados esse ano no certame estadual; só isso já são ingredientes para cobranças, e mais cobranças, por parte da diretoria e torcida alvirrubra.

Não se classificar a fase final do campeonato pernambucano pode acarretar muitos prejuízos ao clube, financeiros principalmente. Ficaria de fora da Copa do Nordeste de 2015, e ficaria arriscado de não participar da Copa do Brasil do ano que vem também, situação vivida pelo co-irmão Santa Cruz nesse ano que está esbarrando nessas dificuldades.

“Quando o time não está ganhando, existe essa pressão por parte do treinador, da diretoria, dos torcedores, mas somos sabedores do que precisamos fazer. Temos que mudar a postura, ter posse de bola, ter mais vontade para vencer o Santa Cruz no domingo”, falou o tranquilo João Ananias.

Sobre o técnico Moacir Júnior, e a possibilidade da demissão do treinador caso não consiga um resultado positivo diante do Santa Cruz no domingo (01), João comentou:

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Para volante, o Náutico tem que aprender com os erros apresentados

Para Fillipe, desatenção foi um dos fatores que atrapalhou o time

Para Fillipe, desatenção foi um dos fatores que atrapalhou o time

O discurso é único por parte dos jogadores do Náutico: não cometer os mesmos erros apresentados no primeiro confronto contra o Santa Cruz na última quarta-feira (25), quando perderam por 2×1 de virada, na Arena Pernambuco.

Afobação, falta de atenção, ansiedade, tudo isso foram fatores cruciais que ocasionaram a derrota alvirrubra, mesmo saindo na frente do marcador na Arena. E nesse domingo (01), as duas equipes voltam a se encontrar pelo campeonato pernambucano.

“Acho que a gente deve ter bastante equilíbrio nesse momento, é uma situação que não queríamos estar enfrentando, uma derrota no clássico ela traz consequências negativas, mas também traz lições que devem ser aprendidas”, disse Fillipe Soutto.

Fillipe ainda comentou sobre o último jogo:

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Diretor de futebol alvirrubro diz que Moacir Júnior está prestigiado

José Barbosa afirmou que o treinador alvirrubro está realizando um grande trabalho

José Barbosa afirmou que o treinador alvirrubro está realizando um grande trabalho

A pressão em Recife quando se perde um clássico é muito grande, e a primeira pessoa a ser cobrada é o técnico de futebol. E quem está sentindo isso nesse momento é o treinador do Náutico: Moacir Júnior.

Em dois clássicos disputados ele perdeu os dois. 1×0 para o Sport, e o último na quarta-feira (25) para o Santa Cruz, de virada, por 2×1, colocando em xeque o trabalho do comandante alvirrubro. Mesmo diante dos péssimos resultados, Moacir continua prestigiado dentro do clube.

“Moacir está realizando um grande trabalho, mesmo com tantas dificuldades, principalmente pelo fato dele não poder ainda contar com jogadores importantes como o Pedro Carmona, Rony e o Stéfano Yuri. Continua prestigiado”, afirmou o diretor de futebol do clube, José Barbosa.

Mas como futebol tudo é resultado, José Barbosa também comentou:

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Na bronca! Técnico Moacir Júnior sai reclamando da arbitragem

Treinador não poupou críticas a arbitragem e nem a Federação

Treinador não poupou críticas a arbitragem e nem a Federação Pernambucana de Futebol

Após o apito final do juiz do jogo, Gilberto Castro Júnior, os jogadores do Náutico estavam revoltados com a atuação do árbitro da partida, pois o segundo gol do Santa Cruz, o gol que deu a vitória de virada aos tricolores, teria sido originado de um lance irregular, uma falta cometida em cima do lateral direito timbu, o David.

O técnico Moacir Júnior em coletiva, expressava sua opinião referente ao jogo, em alguns momentos ironizando a atuação do juiz da partida: “Aconteceu a mesma coisa no jogo contra o Sport, foi falta no meu goleiro, e o juiz não marcou. Contra o Santa, uma falta clara em cima do David, e o juiz também não marcou”, criticou.

Sobre o lance polêmico do gol do Santa Cruz, Moacir Júnior falou:

Jogadores que se reapresentam na tarde desta quinta-feira (26), já de olho no jogo de domingo contra o mesmo Santa Cruz, na Arena Pernambuco.

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: De virada, timbu perde para o Santa Cruz e sai da zona de classificação

Apesar do placar, o clássico foi fraco tecnicamente. Crédito: Marlon Costa/FPF)

Em jogo marcado por polêmica, equipe alvirrubra perde segundo clássico no ano.                                                                         (Crédito: Marlon Costa/FPF)

Com um futebol abaixo do esperado o Náutico amargou na noite da quarta-feira (25), a sua segunda derrota em clássicos desse ano. Dessa vez perdeu para o Santa Cruz, de virada, pelo placar de 2×1. Para o Náutico marcou o atacante Renato, e para os tricolores o zagueiro Alemão e o atacante Betinho.

Tecnicamente não há muito o que comentar. O futebol das duas equipes ficou muito aquém de um futebol que o clássico do tamanho de Náutico e Santa Cruz merecem.

Com vários erros de trocas de passes, o time alvirrubro parecia nervoso dentro de campo, e contou com a sorte quando um chute despretensioso do atacante Waldson do Santa, acertava a trave esquerda do goleiro Júlio César.

O gol do Náutico saiu aos 34 minutos do primeiro tempo, quando Fillipe Soutto encontrou Renato na marca do pênalti, com o atacante alvirrubro marcando o primeiro gol da noite. Só que oito minutos depois, o Santa empatava a partida, após saída errada do goleiro Júlio César, que não afastou totalmente a bola da grande área, Guilherme Biteco pegou a bola e cruzou para Alemão estufar as redes. Final do primeiro tempo: 1×1.

Já na etapa complementar os dois times seguiram perdendo boas oportunidades, Renato perdeu um gol incrível, onde o goleiro Fred já estava totalmente fora do lance, a ansiedade do jogador alvirrubro atrapalhou, e ele chutou pra fora.

O castigo veio aos 42 minutos, num lance que gera polêmica, pois houve falta de Emerson Santos do Santa no jogador do Náutico David, mas o juiz da partida, Gilberto Castro Júnior não marcou, Renatinho cruzou e Betinho virou a partida dando números finais ao jogo: Náutico 1×2 Santa Cruz.

Com esse resultado, o timbu caiu pra quinta colocação com cinco pontos, um a menos que o Santa Cruz, e nesse momento estaria fora da semifinal do pernambucano. O próximo compromisso do Náutico será contra o mesmo Santa Cruz, no domingo (01), também na Arena Pernambuco.

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Para goleiro Júlio César não existe favoritismo por parte do Náutico

Arqueiro alvirrubro irá disputar o terceiro clássico local com a camisa do Náutico

Arqueiro alvirrubro irá disputar o terceiro clássico local com a camisa do Náutico

Quando se fala em favoritismo em clássicos o discurso é sempre o mesmo: em clássicos não há favoritos. E para não fugir ao protocolo o goleiro Júlio César, um dos líderes do grupo alvirrubro, também adotou o argumento.

Partindo para o terceiro clássico como goleiro do Náutico, até agora um empate em 0×0 contra o Santa Cruz, na Série B do ano passado, e a derrota para o Sport por 1×0, no atual campeonato pernambucano, Júlio diz que chegou a hora de vencer.

“Já foi um empate e uma derrota, agora está na hora de vencer. Desde o primeiro eu queria ter vencido, mas não tem que ter muita ansiedade, às coisas têm que surgir naturalmente”, falou.

Sobre a questão do favoritismo, ele comentou o seguinte:

TV Replay, o que é bom se repete!

NÁUTICO: Moacir Júnior escondendo o jogo para o clássico

Treinador realiza treino secreto e não revela time para o clássico diante do Santa Cruz

Treinador realiza treino secreto e não revela time para o clássico diante do Santa Cruz

A sete chaves! É assim que está sendo mantida a escalação do time do Náutico para o confronto dessa quarta-feira (25), no clássico contra o Santa Cruz, às 22hs, na Arena Pernambuco, pela quinta rodada do hexagonal do título, do campeonato pernambucano.

O time alvirrubro está na terceira colocação com cinco pontos, enquanto o tricolor do arruda está na lanterna com apenas três. Diante desse cenário, o técnico Moacir Júnior sabe da importância de um resultado positivo, pois uma derrota, dependendo da combinação de alguns resultados, poderia deixar o time fora dos quatro melhores classificados.

Tanta precaução talvez tenha sido o principal motivo para realização de um treino de portões fechados, onde a imprensa só esteve autorizada a estar no local para as coletivas, e depois foi convidada a deixar o CT Wilson Campos.

“Na verdade é um jogo de 180 minutos, mais os acréscimos. Temos que encarar com muita responsabilidade, com muita intensidade, vamos fazer cada minuto desse 180 o melhor, porque sabemos que ao final desse tempo podemos estar muito bem perto da classificação”, disse Moacir.

Quando perguntado quem estava mais pressionado, Náutico ou Santa Cruz, ele foi categórico:

Sobre o provável time: Júlio César. David, Elivelton (Diego), Flávio e Gáston. João Ananias, Fillipe Soutto, Bruno Alves e Patrick Vieira. Renato (João Paulo) e Josimar.

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Zagueiro dispensado por motivo de indisciplina

Justificativa de ausência do jogo treino não convenceu a diretoria alvirrubra

Justificativa de ausência do jogo treino não convenceu a diretoria alvirrubra

A falta ao jogo treino da manhã da última segunda-feira (23) contra o time da Cabense, no CT Wilson Campos, custou muito caro ao experiente zagueiro Leandro Euzébio: sua demissão do clube na terça (24).

A alegação que faltou ao jogo treino por motivos particulares, não convenceu muito a cúpula do Clube Náutico Capibaribe que após reunião decidiu, por unanimidade, dispensar o jogador.

Euzébio, que chegou ao timbu com o status de “xerife”, sequer chegou a estrear com a camisa do Náutico. Estava cotado para jogar o clássico contra o Santa Cruz na noite dessa quarta-feira (25). Sua rescisão contratual será tratada pelo departamento jurídico do time.

“Nós tínhamos traçado todo um objetivo de preparação para esses dois clássicos que teremos contra o Santa Cruz, planejamento que previa dedicação total ao clube. Atos de indisciplinas, como esse cometido pelo Leandro Euzébio, não serão permitidos”, avisou o diretor de futebol Paulo Henrique Guerra.

Paulo Henrique apoiou a saída do zagueiro

Paulo Henrique Guerra apoiou a saída do clube de Leandro Euzébio.

Sobre a dispensa de Euzébio, ele explicou:

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Falta de zagueiro a jogo treino teria sido ocasionada por problemas particulares

Gerente de futebol do Náutico diz que o jogador avisou que não iria participar do jogo treino

Gerente de futebol do Náutico diz que o jogador avisou que não iria participar do jogo treino

Quando o Náutico realizou o jogo treino contra a equipe da Cabense nessa segunda-feira (23), uma ausência foi sentida antes da partida: a do zagueiro Leandro Euzébio.

O próprio zagueiro havia solicitado esse treino justamente para testar suas condições físicas já visando o clássico contra o Santa Cruz na próxima quarta-feira (25), na Arena Pernambuco.

Mas Euzébio não apareceu, e as mais variadas informações que ele não teria dado nenhuma justificativa sobre a ausência começaram a surgir nos bastidores alvirrubros. O gerente de futebol do clube, Carlos Kila, comentou sobre a situação:

“Seria importante que o Leandro estivesse conosco participando desse jogo treino, mas infelizmente não está. No domingo à noite ele comunicou ao departamento de futebol que teria um problema de ordem familiar e não poderia se apresentar. Não temos muito o que fazer a não ser atender a solicitação do atleta”, explicou  Kila.

A diretoria, juntamente com a comissão técnica, aguarda a apresentação do zagueiro na tarde dessa terça-feira (24), no CT Wilson Campos, para escutar a justificativa do jogador.

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: João Paulo entra na disputa por um lugar de titular na equipe

Atacante oriundo da base marcou o gol salvador contra o Central nos acréscimos

Atacante oriundo da base marcou o gol salvador contra o Central nos acréscimos

O belo gol marcado aos 47 minutos do segundo tempo, marcava o retorno aos gramados, depois de vinte dias, do jovem atacante João Paulo. Totalmente recuperado foi o salvador da pátria alvirrubra no empate em 1×1 contra o Central no domingo (22), pelo campeonato pernambucano, com o gol no apagar das luzes.

Titular no começo do ano nos amistosos realizados pela equipe timbu, João Paulo entra na briga de vez por um lugar de titular no time, mas assegura que será uma disputa sadia, pois terá pela frente um amigo que também vem da base.

“Devo brigar com o Renato por um lugar no time, mas será uma briga sadia. Que jogue o melhor. Se for ele, vou ficar bastante feliz, mas vou continuar trabalhando forte”, disse o atacante.

Sobre o apoio que o técnico Moacir Júnior vem dando aos jogadores da base, João comentou:

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Para Moacir Júnior, o empate foi com sabor de vitória

Bastante aliviado técnico alvirrubro enalteceu poder de reação do grupo

Bastante aliviado técnico alvirrubro enalteceu poder de reação do grupo

Quando o árbitro da partida, Marcelo de Lima Henrique, assinalou o fim do jogo, o semblante do treinador Moacir Júnior era de um alívio sem igual. O gol de empate do Náutico, marcado pelo atacante João Paulo aos 47 minutos do segundo tempo, amenizou a pressão que mais uma derrota traria para o comandante timbu.

O placar final apontava um empate em 1×1 contra o Central, mas para Moacir não tinha nada de empate, pois a sensação foi de vitória diante de tudo o que aconteceu no jogo e da reação exercida por seu time que viu o primeiro tempo ser totalmente dominado pela equipe adversária, mas que mudou o cenário na etapa complementar.

Mesmo comemorando o empate, Moacir Júnior reconheceu falhas, principalmente no gol do Central logo no início do jogo: “O gol deles acabou surgindo, mais uma vez, de uma infelicidade individual. Não foi uma coisa coletiva. Tanto que o nosso goleiro, o Júlio César, trabalhou pouco no jogo. Isso significa que o coletivo funcionou”, comentou.

Sobre a mudança de atitude no segundo tempo, Moacir Júnior falou sobre o assunto:

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: No apagar das luzes, timbu arranca empate contra o Central

Gol salvador aconteceu aos 47 minutos do segundo tempo Crédito foto: Alexandre Wolkof

Gol salvador aconteceu aos 47 minutos do segundo tempo - Crédito foto: Alexandre Wolkof

Teve que ser na base da emoção. Quando tudo se encaminhava para uma derrota, aos 47 minutos do segundo tempo, o atacante João Paulo firmava seu nome no jogo quando empatava a partida em 1×1 contra o Central, no domingo (22), em Caruaru, assegurando o terceiro lugar da competição estadual. Para muitos um empate com sabor de vitória.

O resultado tem que ser comemorado, mas o futebol apresentado, principalmente no primeiro tempo, não. O Central já mostrava que seria osso duro de roer, e logo aos três minutos de jogo abria o marcador através de Jucemar.

O gol no início da partida desestabilizou o time alvirrubro que não conseguia criar e via a equipe dona da casa pressionar bastante. Na etapa complementar a história foi bem diferente com as entradas de Jefferson Nem e de João Paulo.

O Náutico acabou pressionando muito mais tendo a posse de bola, mas mesmo assim o gol insistia em não sair. Mas aos 47 minutos do segundo tempo, o atacante João Paulo recebia a bola na entrada da área e num drible que deixou os marcadores a ver navios, chutou colocado dando números finais a partida: Central 1×1 Náutico. Mostrando que uma das máximas do futebol, a que o jogo só termina quando acaba, continua prevalecendo.

O timbu permaneceu na terceira colocação com cinco pontos, enquanto a equipe de caruaru permanece como vice-líder com sete. Agora a equipe comandada por Moacir Júnior se prepara para dois compromissos seguidos contra o Santa Cruz, na próxima quarta (25), e no domingo (01), com os jogos acontecendo na Arena Pernambuco, em partidas válidas pelo campeonato pernambucano.

TV Replay, o que é bom se repete!

Caruaru-PE: Central cede empate nos acréscimos e perde dois pontos em casa

O Central deixou escapar dois pontos preciosos contra o Náutico, no Estádio Luiz José de Lacerda, neste domingo (22.02), em Caruaru, voltando a decepcionar sua torcida. A Patativa vencia o Náutico até os 47 do segundo tempo e tomou o empate. Uma falta de atenção tremenda no fim do jogo do sistema defensivo.

A patativa fez 1×0 logo com dois minutos de partida em um belíssimo gol do volante Jucemar Gaúcho. O alvinegro foi melhor no primeiro tempo e teve um gol mal anulado pelo assistente Elan Vieira, marcado pelo zagueiro Sinval de cabeça após uma cobrança de falta.

O Náutico foi melhor no segundo tempo, mas o alvinegro jogou na base dos contra-ataques e teve uma grande oportunidade perdida pelo atacante Fabiano Tanque. O gol de empate do Timbu foi marcado pelo atacante João Paulo nos acréscimos. O Central continua na vice-liderança do estadual com 07 pontos ganhos e volta a jogar na próxima quinta-feira (26.02),contra o Sport ás 19:30h na Ilha do Retiro, em Recife. Já o Náutico está com 05 pontos ganhos na 3ª colocação e enfrenta o Santa Cruz na próxima quarta-feira (25.02).

1 2 3 4 5

Ficha Técnica da partida:

Central: Beto; Fabinho, André Lima, Sinval e Jaílton; Natan, Jucemar Gaúcho, Fernando Pires e Luiz Fernando (Mattia Binatti); Fabiano Tanque (Roberto Pítio) e Juninho Silva (Thiago Laranjeira). Técnico: Laelson Lima.

Náutico: Júlio César, David, Elivelton, Flávio e Gastón Filgueira; Fillipe Soutto, João Ananias, Jefferson Renan e Bruno Alves; Renato e Josimar. Técnico: Moacir Júnior.

 Árbitro: Marcelo de Lima Henrique, assistentes: Elan Vieira ( com péssimo trabalho e interferência na resultado da partida, anulando erradamente um gol legítimo do zagueiro Sinval do Central no 1º tempo) e Karla Santana.

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Mesmo cansados, meia diz que o objetivo do grupo é vencer fora de casa

Meia reconhece o grande desgaste físico, mas assegura que time vai manter regularidade

Meia reconhece o grande desgaste físico, mas assegura que time vai manter regularidade

Um dos grandes inimigos do Náutico nesse momento é o desgaste físico. O time que vem de duas viagens consecutivas, Maranhão e Piauí, ainda encara uma outra viagem de ônibus para Caruaru, onde no domingo (22), enfrenta o Central no Lacerdão pelo campeonato pernambucano.

O desgaste físico, que acabou tirando de campo o meia Patrick Vieira, poderá tirar ainda outros jogadores do embate contra a equipe centralina. Alguns atletas que apresentaram desgaste físico nos últimos dias, vão passar por uma última avaliação antes do jogo pra saber se vão reunir condições de entrar em campo.

Mesmo com o desgaste do time, o meia Bruno Alves (foto), adota o discurso de superação para os jogos: “Sabíamos que teríamos um jogo atrás do outro, essa sequência, mas já estávamos cientes. Vamos superar descansando e com orientação do setor de fisiologia do clube”.

Sobre a postura que o time irá adotar contra o Central, o meia respondeu:

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Em jogo de seis pontos, timbu vai a Caruaru encarar o Central

Segundo e terceiro colocados frente a frente em jogo que vale vice-liderança

Segundo e terceiro colocados frente a frente

Jogo de seis pontos. É assim que toda a comissão técnica do Náutico está encarando a partida desse domingo (22), contra o Central, em Caruaru, pela quarta rodada do hexagonal do título, do campeonato pernambucano.

O Central, vice-líder com seis pontos, dois a mais que o timbu, tentará se manter na segunda colocação, enquanto o time alvirrubro vai tentar surpreender o adversário em seus domínios.

O técnico Moacir Júnior ainda não definiu a escalação oficial do time contra a patativa do Agreste. Ele que já perdeu por desgaste físico o meia Patrick Vieira, pode perder outros atletas após uma última reavaliação médica que acontecerá momentos antes da partida.

O meia Ronny, e o zagueiro Leandro Euzébio, onde se criou uma grande expectativa referente a estreia dos dois com a camisa do Náutico, sequer viajaram. O primeiro foi vetado pelo departamento médico após sentir dores no joelho esquerdo, enquanto o Euzébio vai ter que aprimorar ainda mais a questão física.

Sobre a cobrança por falta de títulos, Moacir Júnior pediu paciência e cooperação da torcida.

O provável time do Náutico: Júlio César. David (Bernardo), Elivelton, Flávio e Gáston Filgueira. João Ananias, Fillipe Soutto, Bruno Alves e Jefferson Renan. Renato e Josimar.

TV Replay, o que é bom se repete!

Caruaru-PE: Central terá Tanque no ataque para buscar reabilitação no Lacerdão contra o Náutico

O Central enfrenta o Náutico, buscando reabilitação neste domingo (22) às 16h no Estádio Luiz José de Lacerda, em Caruaru, pela 4ª rodada do Hexagonal do Título do Campeonato Pernambucano 2015.

A Patativa vem de uma derrota por 2×1 para o Santa Cruz, na quarta-feira de cinzas e quer vencer o jogo para continuar na vice-liderança da competição.

O técnico Laelson Lima, não poderá contar com o zagueiro Everton que está suspenso pelo 3ª cartão amarelo e o atacante Candinho, que se machucou no tornozelo, no treino da última sexta-feira e está vetado pelo departamento médico; já o atacante Roberto Pítio está recuperado de contusão e foi relacionado para o banco de reservas.

O time alvi-negro vai jogar com Beto, Fabinho, Sinval, André Lima e Jailton; Nathan, Jucemar Gaúcho, Fernando Pires, Luiz Fernando; Juninho Silva e Fabiano Tanque. Para o banco de reservas foram relacionados Murilo, Matia Binatti, Madona, Erick, Sóstenes, Thiago Laranjeira, Jé e Roberto Pítio. Os jogadores estão concentrados em um dos hotéis de Caruaru.

O árbitro do jogo será Marcelo de Lima Henrique, e os ingressos custam 10 reais sócios e estudantes, 20 reais arquibancada e 50 reais cadeira.

TV Replay, o que é bom se repete!

 

Náutico: Timbu pode ter duas estreias no jogo contra o Central

Atacante Rony, regularizado, pode fazer ser uma das novidades em Caruaru

Atacante Rony, regularizado, pode ser uma das novidades em Caruaru

Diante dos problemas encontrados pelo técnico Moacir Júnior, tendo em vista que alguns jogadores apresentaram desgaste físico e podem desfalcar a equipe no compromisso contra o Central, no domingo (22), pelo hexagonal final do campeonato pernambucano, ele pode ter duas estreias no jogo em Caruaru.

O atacante Rony e o experiente zagueiro Leandro Euzébio tiveram seus nomes publicados no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), e estão regularizados e a disposição do comandante alvirrubro.

“Estou a disposição para ajudar no que for preciso. Não sei se tenho condições de participar totalmente desse jogo contra o Central, pode ser até arriscado, mas quero ajudar o Náutico”, disse o zagueiro Leandro Euzébio.

Nenhum dos dois jogadores está a 100% de sua condição física, mas diante da necessidade, podem ser relacionados para a viagem com destino a capital do forró.

TV Replay, o que é bom se repete!

 

Náutico: Técnico Moacir Júnior deve poupar jogadores para a partida contra o Central

Técnico alvirrubro vai esperar pelo setor de fisiologia do clube para confirmar a equipe

Técnico alvirrubro vai esperar pelo setor de fisiologia do clube para confirmar a equipe

A sequência de jogos tem gerado críticas por parte de alguns membros da comissão técnica do Náutico, entre eles o próprio treinador Moacir Júnior que já deixou nas entrelinhas a intenção de mandar a campo um time misto contra o Central, no domingo (22), em partida válida pela quarta rodada do hexagonal final do campeonato pernambucano.

Três jogos em menos de oito dias, incluindo duas viagens, diante desse cenário alguns jogadores do timbu apresentaram alto desgaste físico e podem desfalcar o time contra a equipe de Caruaru.

“Vamos esperar o setor de fisiologia do clube avaliar as condições dos atletas. Quem tiver bem, viaja e joga. Quem não reunir condições vai ficar no Recife se recuperando. O que não posso é escalar jogadores sem nenhuma condição física”, explicou Moacir Júnior.

Sobre a difícil sequência que terá pela frente, no domingo (22) Central, e em seguida dois clássicos seguidos contra o Santa Cruz, na quarta (25), e no domingo (01), ele foi categórico:

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Para Patrick Vieira a equipe alvirrubra vai crescer ainda mais nas competições

Meia reconhece que o time irá crescer gradativamente dentro das competições

Meia reconhece que o time irá crescer gradativamente após os jogos realizados

Autor do primeiro gol da vitória por 2×0 sobre o Piauí-PI, na quinta-feira (19), em partida válida pela Copa do Nordeste, o meia Patrick Vieira reconhece que a cada jogo que passa vem melhorando de rendimento dentro do campo.

Quando perguntando se com ele o time do Náutico vem evoluindo, foi conciso na resposta: “Não só comigo, mas com todo mundo. A medida que todos vêm jogando vão adquirindo ritmo, o time precisa de cada um bem, e estamos aí pra ajudar”.

A vitória que trouxe mais tranquilidade a equipe, que agora assumiu a vice-liderança do grupo C com quatro pontos conquistados, um a menos que o líder Salgueiro.

Sobre a sequência de jogos que o time terá pela frente, Central no domingo (22), e depois dois clássicos seguidos contra o Santa Cruz, Patrick disse como se projeta esses jogos:

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Mesmo sem apresentar um bom futebol, Timbu vence e sai da lanterna do seu grupo

Com a vitória, o Náutico assumiu a vice liderança do grupo c da Copa do Nordeste. Crédito da foto: Maurício - Pokemon- Futura-Press

Com a vitória, o Náutico assumiu a vice liderança do grupo c da Copa do Nordeste.                                                           Crédito da foto: Maurício – Pokemon- Futura-Press

O futebol apresentado não foi de encher os olhos, mas a vitória por 2×0 sobre o Piauí-PI pela terceira rodada do grupo C da Copa do Nordeste, nessa quinta-feira (19), rendeu ao Náutico não apenas a saída da lanterna no seu grupo, como deixou a equipe alvirrubra na vice-liderança com quatro pontos, atrás apenas do líder Salgueiro que tem cinco.

Um primeiro tempo onde o time pernambucano não conseguia se encontrar em campo, onde o gramado também não colaborava para a boa prática do futebol, mas diante da grande fragilidade dos donos da casa, aos poucos o Náutico conseguiu colocar a bola no chão até que conseguiu marcar seu primeiro gol no jogo através de Patrick Vieira, aos 28 minutos quando arriscou um chute de fora da área e a bola entrou no canto direito do time de Teresina.

Na etapa complementar, o que já estava ruim, piorou. O time não se encontrou em campo, e por pouco o Piauí-PI não empatou a partida desperdiçando oportunidades atrás de oportunidades.

Foi quando a estrela do técnico Moacir Júnior brilhou. Ele tirou de campo o atacante Renato e colocou Jefferson Renan, que aos 27 minutos, aproveitando rebote do goleiro David do time piauiense, colocou a bola pra dentro da meta  fechando o marcador. Final de jogo: Piauí-PI 0×2 Náutico.

O timbu se prepara agora para enfrentar o Central no próximo domingo (22), pelo campeonato pernambucano.

Piauí: David; Jorginho, Bruno Ernandes, Rafael e Thiaguinho Silva; Dalton, Binha (Leís), Pablo e Darley (Dênis); Agostinho e Leto (Natan). Técnico: Marcão.

Náutico: Júlio César; David (Diego), Flávio, Elivélton e Gáston; João Ananias, Fellipe Soutto, Patrick Vieira (Piauí) e Bruno Alves; Renato (Jefferson Renan) e Josimar. Técnico: Moacir Júnior.

TV Replay, o que é bom se repete!

 

Náutico: Para treinador alvirrubro o importante é vencer, mesmo não jogando bem

Em jogo considerado decisivo, treinador alvirrubro sabe da importância da vitória

Em jogo considerado decisivo, treinador alvirrubro sabe da importância da vitória

Depois da vitória do Salgueiro por 3×0 sobre o Moto Clube-MA, na quarta-feira (18), o jogo do Náutico contra o Piauí-PI, que acontece nessa quinta (19), em Teresina, ganhou ar de decisão.

Precisando vencer a qualquer custo, pois o Salgueiro assumiu a liderança com cinco pontos, enquanto o Náutico é o lanterna com apenas um, o técnico Moacir Júnior tem três dúvidas para confirmar a equipe.  Como o setor defensivo do time alvirrubro sendo um dos mais criticados no último jogo, o retorno de Elivelton a zaga tranquiliza um pouco mais o comandante timbu.

Sobre a necessidade da vitória, o discurso do treinador Moacir Júnior é o de atenção: “Temos que encurtar o espaço deles dentro de campo, não podemos dar muito espaço ao adversário, mas o mais importante pra nossa equipe é termos atitude!”, falou.

Sobre a postura do time, ele falou que a vitória é o mais importante, nem que pra isso o time não jogue bem:

Com dúvidas para montar a zaga, o meio de campo e também o ataque, o provável time do Náutico: Júlio César. David, Elivelton, Flávio (Diego) e Gáston. João Ananias, Fillipe Soutto, Bruno Alves e Patrick Vieira (Jefferson Renan). Renato (Jefferson Nem) e Josimar.

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Recuperado, volante retorna ao time titular

Jogador se recuperou de uma amigdalite que o tirou do jogo contra o Moto Clube

Jogador se recuperou de uma amigdalite que o tirou do jogo contra o Moto Clube

Vetado pelo departamento médico momentos antes de entrar em campo contra o Moto Clube-MA, quando o Náutico foi derrotado por 3×1, o volante Fillipe Soutto, considerado peça importante no esquema tático do treinador Moacir Júnior, recuperou-se de uma amigdalite e já está confirmado no time titular que entra em campo nessa quinta-feira (19), contra o Piauí-PI pela terceira rodada da copa do nordeste.

O jogador, que acompanhou do banco de reservas a derrota do time, ressaltou que alguns erros cometidos não poderiam voltar a acontecer nesse jogo contra o Piauí-PI, considerado divisor de águas para as pretensões de todos na competição.

“Faltou um pouco mais de maturidade pra manter o resultado, conseguir cozinhar um pouco o jogo, segurar o placar, mas tendo objetividade em momentos específicos. Isso não pode voltar a acontecer nesse jogo de quinta”, ressaltou o jogador.

Sabendo da importância da vitória, Fillipe também comentou:

 

 

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Diretor garante tranquilidade, mas afirma que tudo tem limite

Argumento que tudo está no início ainda é o discurso no time alvirrubro

Argumento que tudo está no início ainda é o discurso no time alvirrubro

A campanha instável do Náutico nesse início de temporada vem chamando a atenção dos alvirrubros. Pelo campeonato pernambucano, foram três jogos: um empate, uma derrota e uma vitória; pela copa do nordeste, dois jogos: um empate e uma derrota, resultados que já estão deixando a diretoria do Náutico de alerta ligado.

Apesar do discurso ainda ser o de início de temporada, todos reconhecem que já está na hora dos resultados aparecerem, e que a cobrança, que ainda não está sendo realizada de forma direta, pode começar a acontecer.

” Nem quando estamos perdendo, está ruim. Nem quando estamos ganhando, está bom. Temos essa consciência na nossa avaliação, porque sabemos que o time está em formação, mas mesmo assim tudo tem um limite”, avisou o diretor de futebol do clube, José Barbosa.

Quando questionado se caso os resultados não aparecessem de uma forma mais rápida, e se o clube iria contratar outros jogadores, ele respondeu:

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Problemas encontrados no setor defensivo estão próximos de uma solução

Gerente de futebol do Náutico trabalhando arduamente para resolver problemas do clube

Gerente de futebol do Náutico trabalhando arduamente para resolver problemas do clube

Diante da fragilidade apresentada pelo setor defensivo do Náutico na derrota para o Moto Clube-MA por 3×1, no último sábado (14), pela Copa do Nordeste, a luz amarela foi acessa no clube.

Podendo contar com apenas garotos da base para a posição, já que o zagueiro Welton Felipe que foi contratado não está agradando nos treinamentos, o técnico Moacir Júnior vê uma luz de esperança no final do túnel: O retorno de Elivelton e a estreia de Leandro Euzébio na zaga timbu.

Quando foram contratados, o torcedor do hexacampeão pernambucano já definiu Euzébio e Elivelton como a dupla titular do time, mas problemas burocráticos e clínicos retardaram essa possibilidade.

“O caso do Leandro Euzébio não é mais médico, e sim burocrático. Já enviamos a documentação para a CBF (Confederação Brasileira de Futebol), e estamos apenas aguardando a liberação do atleta que pode acontecer a qualquer momento”, explicou o gerente de futebol Carlos Kila.

Sobre Elivelton, o médico alvirrubro, Fábio Ribas detalhou:

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Com futebol apático, timbu perde de virada e fica na lanterna do grupo C

Treinador reconheceu o péssimo futebol apresentado por sua equipe na derrota para o Moto

Treinador reconheceu o péssimo futebol apresentado por sua equipe na derrota para o Moto

Quando tudo parecia que se encaminhava para a primeira vitória dentro da Copa do Nordeste, o Náutico acabou amargando mais uma derrota. Começou vencendo o Moto Clube-MA por 1×0, mas não suportou a pressão e acabou sendo derrotado de virada por 3×1, e agora é lanterna do seu grupo.

Apenas alguns minutos de lucidez, esse foi o Náutico no confronto diante do Moto Clube-MA na tarde do sábado (14), no Castelão, em São Luís do Maranhão. Depois o que se viu foi um futebol de baixa qualidade apresentado, e um time sem vontade dentro de campo.

Quando o atacante Josimar abria o marcador aos 19 minutos do primeiro tempo, após boa jogada de Bruno Alves, a equipe pernambucana poderia trazer para Recife, além dos três pontos, a liderança do grupo C da Copa do Nordeste, mas não foi bem assim.

O Náutico não suportou a pressão e no segundo tempo voltou apático e cedeu a virada ao time do Maranhão. o placar do jogo no apito final do árbitro marcava: Moto Clube-MA 3×1 Náutico.

“Estamos preocupados. O resultado foi muito ruim, e ficou pior porque empatamos com o Salgueiro na nossa estreia dentro de casa, e num campeonato como esse do nordeste não é fácil recuperar os pontos perdidos jogando fora de casa”, reconheceu o treinador Moacir Júnior.

Com o resultado, o Náutico está na lanterna do grupo C com apenas um ponto conquistado. O timbu volta a campo na próxima quinta-feira (19) contra o Piauí, pela Copa do Nordeste, em Teresina.

TV Replay, o que é bom se repete!

 

Náutico: Diante de um Moto Clube-MA desconhecido, Náutico busca liderança do grupo

Meia admite que desconhece totalmente o adversário

Meia admite que desconhece totalmente o adversário e que cautela será fundamental nesse jogo

Em busca da liderança do grupo C da Copa do Nordeste, o Náutico entra em campo na tarde desse sábado (14), às 16h20, contra o Moto Clube-MA, no Maranhão. Mesmo com o retrospecto totalmente favorável a equipe maranhense, foram três jogos com duas vitórias do Moto e apenas um empate com jogos realizados em São Luís, a equipe alvirrubra tentará quebrar esse tabu trazendo pra Recife três pontos na bagagem.

O Náutico que ainda não tem a definição oficial do seu time, encontrará pela frente outro problema: o desconhecido time do Moto Clube-MA.

“Não conheço nada do time deles, características dos jogadores, mas o técnico deve passar alguma informação pra gente pra que a nossa equipe alcance os três pontos”, admitiu o meia Patrick Vieira.

Mesmo assim, o jogador afirma que cautela e atenção será fundamental para a vitória:

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Com time indefinido, delegação embarca para o Maranhão

Técnico vai esperar até o último momento para confirmar a equipe que entra em campo

Técnico vai esperar até o último momento para confirmar a equipe que entra em campo

Alguns fatores estão impedindo o técnico Moacir Júnior de confirmar a escalação do Náutico para o confronto desse sábado, às 16h20, contra o Moto Clube-MA, pelo grupo C da Copa do Nordeste.

Aguardando principalmente pelo setor de fisiologia do clube, e também a recuperação plena dos atletas, a confirmação oficial do time que entra em campo só deve acontecer momentos antes da partida.

“Vou escalar aqueles que estiverem bem, na plenitude de sua forma, pra fazer um bom jogo. Esperamos muitas dificuldades, conhecemos o campo de jogo, sabemos que será um jogo bem difícil, mas estamos preparados”, disse Moacir Júnior momentos antes do embarque nessa sexta-feira (13).

Uma das dúvidas do treinador alvirrubro está no meio campo: Jefferson Renan ou Patrick Vieira. Com o primeiro levando vantagem na preferência do técnico.

Moacir também aproveitou pra comentar se o empate seria um bom resultado:

 

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Para Moacir, a hora é de exaltar a vitória

Treinador alvirrubro comemorou bastante a primeira vitória no pernambucano

Treinador alvirrubro comemorou bastante a primeira vitória no pernambucano

Com certeza uma das pessoas que mais comemoraram a vitória do Náutico por 4×0 sobre o Serra Talhada, foi o seu treinador: Moacir Júnior. Mesmo sem se sentir pressionado pela falta de vitórias no pernambucano, foram dois jogos, sendo um empate e uma derrota, uma goleada é para tranquilizar qualquer ambiente de trabalho.

Moacir reconheceu que o Náutico não se portou bem no primeiro tempo, mas que depois de uma conversa no intervalo, conseguiu arrumar a casa.

“A postura do time no segundo tempo foi determinante, poderíamos ter colocado o time para trás e segurar o placar em 1×0, mas apostamos numa situação de pressionar, pressão a pressão!”, disse o técnico alvirrubro.

Sobre o bom futebol apresentado pelos garotos da base, ele também comentou:

Sem muito tempo para descanso, Moacir já trabalha na tarde dessa quinta-feira (12), de olho no próximo compromisso, sábado (14), contra o Moto Clube-MA pela Copa do Nordeste.

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Em noite de Josimar, timbu goleia Serra Talhada

Com os gols marcados sobre o Serra Talhada, artilheiro chega a três na competição

Com os gols marcados sobre o Serra Talhada, artilheiro chega a três na competição

Alívio! Com certeza foi essa a sensação de todos da comissão técnica e jogadores do Náutico, após a elástica vitória por 4×0 sobre o Serra Talhada na noite da quarta-feira (11), na Arena Pernambuco.

Mais uma vez o Náutico mostrou dificuldades no primeiro tempo, ficou preso na marcação do time sertanejo, e mesmo tendo aberto o marcador aos oito minutos da primeira etapa, com Renato, nada mais criou e por pouco não teve o marcador empatado logo após o tento sofrido se não fosse pelas intervenções do goleiro Júlio César.

No retorno do intervalo do primeiro para o segundo tempo, o treinador Moacir Júnior conseguiu organizar o time, e o Náutico voltou mais determinado  e aos poucos foi construindo o placar.

Foi quando a estrela do, até então questionado, atacante Josimar começou a brilhar. Aos 30 minutos da etapa complementar, fez um belíssimo gol num corte seco no zagueiro Andson do Serra Talhada, colocando a bola do lado direito do goleiro sertanejo Gleibson.

Logo em seguida, aos 41 minutos, aproveitando cruzamento do meia Jefferson Renan, Josimar aparecia mais uma vez e de primeira chutava pra ampliar, marcando o terceiro do Náutico, segundo dele na noite.

O garoto da base, o meia Guilherme, deu números finais a partida aos 44 minutos, também aproveitando outro cruzamento do Jefferson Renan. Placar final: Náutico 4×0 Serra Talhada.

O timbu agora está na terceira colocação da classificação geral, e se prepara para jogar no sábado (14) contra o Moto Clube-MA pela Copa do Nordeste.

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Moacir Júnior com uma única dúvida para confirmar o time

Treinador alvirrubro entre Jefferson Renan e Patric Vieira para compor o meio campo

Treinador alvirrubro entre Jefferson Renan 0u Patric Vieira para compor o meio campo

Na noite dessa quarta-feira (11), às 21h20, na Arena Pernambuco, o Náutico entra em campo pela terceira rodada do campeonato pernambucano em busca da sua primeira vitória no certame, e o adversário será o Serra Talhada. O mesmo Serra que goleou o Santa Cruz por 3 x 0 na última rodada do estadual.

Para confirmar a equipe, o técnico Moacir Júnior sinalizou uma única dúvida: Jefferson Renan ou Patrick Vieira para formar o meio de campo alvirrubro. A provável escalação: Júlio César. David, Flávio, Diego e Gáston Filgueira. João Ananias, Fillipe Soutto, Jefferson Renan (Patrick Vieira) e Bruno Alves. Josimar e Renato.

“O Jefferson (Renan) jogou bem a primeira partida, mas na segunda não rendeu o esperado. Mesmo assim ele é importante para a equipe. Eles (jogadores) têm que entender que vou escalar por produção”, esclareceu Moacir.

Sobre a postura do time, e a necessidade da vitória, ele respondeu:

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Lateral uruguaio diz que favoritismo só no papel

Lateral afirma que dentro de campo a história é totalmente diferente

Lateral afirma que dentro de campo a história é totalmente diferente

Desde setembro de 2014, que o lateral esquerdo Gáston Filgueira está no Clube Náutico Capibaribe. Um dos poucos remanescentes da temporada anterior, o lateral esquerdo uruguaio vive um bom começo de temporada.

Titular absoluto da posição no time comandado pelo treinador Moacir Júnior, Gáston não credita ao Náutico o título de favorito no jogo contra o Serra Talhada nessa quarta-feira (11), na Arena Pernambuco, às 21h20, em partida válida pela terceira rodada do estadual.

“Eles estão muito bem. Ganharam do Santa Cruz por 3×0. É um time que merece toda a atenção e de bobo não tem nada”, advertiu o jogador se referindo a equipe do sertão pernambucano.

Como todo o grupo, ele reconhece a evolução de todos, mas também está consciente que o time precisa alcançar o quanto antes uma vitória dentro da competição.

Sobre o favoritismo, ele falou:

 

 

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico tem desfalques certos para o jogo contra o Serra Talhada

Médico alvirrubro confirma que três jogadores estão fora de combate para o jogo contra o Serra Talhada

Médico alvirrubro confirma três jogadores fora de combate para o jogo contra o Serra Talhada

Se o técnico Moacir Júnior ainda tem dúvidas para escalar a equipe do Náutico para o compromisso contra o Serra Talhada, nessa quarta-feira (11), pelo campeonato pernambucano, o departamento médico alvirrubro ainda coloca água fria na expectativa do treinador.

Três jogadores foram vetados e estão fora de combate para o embate contra a equipe do sertão pernambucano: o zagueiro Elivélton, e os atacantes Stéfano Yuri e João Paulo.

“Desses três, apenas o Elivelton apresentou uma certa melhora, mas mesmo assim não reúne condição alguma de jogar contra o Serra Talhada”, explicou o Dr. Henrique Marques.

Ele também comentou sobre o processo de recuperação dos atletas e o que aconteceu com cada um:

TV Replay, o que é bom se repete!

Para o treinador do Náutico, o time fez um jogo a beira da perfeição

Treinador alvirrubro elogiou a postura do time e lamentou a derrota

Treinador alvirrubro elogiou a postura do time e lamentou a derrota

“Realizamos um jogo a beira da perfeição até os vinte primeiros minutos do primeiro tempo”, com essa frase o treinador do Náutico, Moacir Júnior, começou a sua coletiva pós jogo após a derrota para o Sport por 1×0 no último domingo (09), na Arena Pernambuco.

Apesar da derrota os jogadores do Náutico acabaram surpreendendo dentro de campo, principalmente num quesito considerado fundamental no meio do futebol: vontade! Se ao Sport restou a superioridade técnica e uma maior organização, a equipe do Náutico sobrou em superação.

Com o gol rubro negro sendo bastante questionado, alvirrubros alegaram falta de Danilo no goleiro Júlio César antes da conclusão de Samuel para o gol, os jogadores do timbu saíram de cabeça erguida e aplaudidos pela torcida.

Sobre o jogo e a postura da equipe, Moacir Júnior comentou:

 

TV Replay, o que é bom se repete!

Glauber Vasconcelos: “Vou representar contra o juiz do jogo!”

Presidente alvirrubro reclamou bastante da arbitragem do jogo contra o Sport

Presidente alvirrubro reclamou bastante da arbitragem do jogo contra o Sport

Parece que o clássico contra o Sport ainda não terminou. Após a realização da partida, o Presidente do Clube Náutico Capibaribe, Glauber Vasconcelos, foi até a sala de imprensa e visivelmente irritado, teceu críticas a arbitragem de Emerson Sobral e a atuação do auxiliar Francisco Chaves.

“Jogar bem e perder, fica da natureza do jogo, e da emoção do jogo, mas jogar bem e ser subtraído, dói muito.”, foram essas as palavras do mandatário alvirrubro, que afirmou entrar com uma representação junto a Federação Pernambucana de Futebol (FPF) contra o árbitro do jogo.

A principal reclamação do presidente é justamente da suposta falta cometida no goleiro Júlio César no momento do gol de Samuel:

 

 

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico perdeu para o Sport em jogo cercado de polêmicas

Mesmo jogando um bom futebol, o timbu não conseguiu evitar a derrota

Mesmo jogando um bom futebol, o timbu não conseguiu evitar a derrota

Numa partida cheia de polêmicas, o Náutico realizou um dos seus melhores jogos na atual temporada, mas mesmo assim, no clássico contra o Sport no domingo (08), perdeu para a equipe rubro negra por 1 x 0 com um gol marcado pela atacante Samuel ainda no primeiro tempo.

Que clássico é clássico e não existe favorito, é uma frase até meio clichê no meio do futebol, mas que pode cair perfeitamente no jogo envolvendo a equipe rubro negra e a equipe alvirrubra.

Com uma postura totalmente diferente da que vinha apresentando nos últimos jogos, o time do Náutico se postou bem durante o início do primeiro tempo, surpreendendo a todos que estiveram na Arena, inclusive o próprio adversário.

“Até os vinte primeiros minutos a equipe fez um jogo a beira da perfeição. Um time bem encaixado. Depois teve um momento de desorganização, pois queria ganhar de todo jeito, e acabamos tomando um gol polêmico”, disse o treinador Moacir Júnior.

Os alvirrubros reclamaram muito que, na disputa do volante Danilo com o goleiro Júlio César, o lance que originou o gol, o jogador do Sport atingiu o arqueiro timbu fazendo falta, o juiz do jogo, Emerson Sobral, nada marcou e a bola sobrou para Samuel abrir o marcador.

No final do jogo, já nos acréscimos, a segunda polêmica da partida: Diego marcaria o gol de empate do Náutico, porém, Patrick Vieira, em posição de impedimento, acabou cabeceando a bola, invalidando o gol. Placar final: 1 x 0 Sport.

Agora o time alvirrubro se prepara para o próximo embate que será na quarta-feira (11), contra o Serra Talhada, na Arena Pernambuco.

TV REPLAY, O QUE É BOM SE REPETE!

Náutico: Moacir afirma que a obrigação de vencer é do Sport

Técnico alvirrubro joga toda a responsabilidade para o adversário no clássico

Técnico alvirrubro joga toda a responsabilidade para o adversário no clássico

No primeiro clássico do ano para o Náutico, e também para o técnico Moacir Júnior, o adversário é o favorito, Sport. Ciente da base mantida pelo adversário, e da equipe em formação que ainda é o Náutico, o treinador alvirrubro foi logo dizendo: “A obrigação de vencer a partida, está do lado de lá”.

Sem ainda definir o time, pois aguardará até o último momento pra saber se contará com o zagueiro Elivelton, e o atacante Stéfano Yuri, ambos saíram machucados no jogo contra o Salgueiro pela Copa do Nordeste, Moacir não esconde que seria interessante tê-los no jogo, e falou também do próprio Sport:

O provável time do Náutico: Júlio César. David, Flávio, Diego (Elivelton) e Gáston Filgueira. João Ananias, Fillipe Soutto, Hélder Ribeiro e Bruno Alves. Josimar e Renato (Stéfano Yuri).

O jogo acontece às 18h30 desse domingo (08) na Arena Pernambuco.

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: João Ananias: “O Sport não é imbatível!”

Volante reconhece a superioridade do Sport, mas acredita num bom resultado

Volante reconhece a superioridade do Sport, mas acredita num bom resultado

Mesmo com o cenário totalmente favorável ao Sport no quesito favoritismo, os jogadores do Náutico adotaram o discurso que no futebol tudo pode acontecer.

O volante João Ananias foi um dos que levantaram a bandeira e, mesmo reconhecendo a superioridade do adversário, falou: “Não existe time imbatível. O Sport é um time entrosado, um time que se conhece bem, mas estudamos muito o Sport, e vimos a dificuldade deles com o time do Sampaio Corrêa”.

João que deve formar a dupla de volantes ao lado de Filipe Soutto também deu o recado sobre o que o time do Náutico tem que fazer para superar o rival rubro negro:

João Ananias

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Jogadores são dúvidas para o clássico

Médico alvirrubro vai esperar até o último instante pelos jogadores

Médico alvirrubro vai esperar até o último instante pelos jogadores

Após terem deixado o jogo machucados, ainda no primeiro tempo contra o Salgueiro,  a pergunta que surgiu durante a reapresentação alvirrubra após o empate em 2 x 2  era a seguinte: O zagueiro Elivelton e o atacante Stéfano Yuri estão fora do clássico contra o Sport?

Sobre o assunto, o médico do Náutico, Dr. Fábio Ribas, concedeu entrevista nessa sexta-feira (06) falando sobre o assunto: “Vamos esperar até o último momento para saber se eles (os jogadores) vão reunir condições ou não de entrarem em campo no domingo contra o Sport”.

Como o clássico contra o leão da ilha acontece apenas no domingo (08), o departamento médico vai aguardar até momentos antes do início do jogo pra saber se vai liberar os jogadores.

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Atacante reconhece que terá que trabalhar mais para encerrar jejum de gols

Sem marcar há quatro jogos, jogador admite pressão até dentro de casa pela falta de gols

Josimar espera balançar as redes no jogo contra o Salgueiro

Josimar espera balançar as redes no jogo contra o Salgueiro

Contratado para ser o ‘homem gol’ do Náutico na atual temporada, o atacante Josimar sabe que está devendo no quesito gols, e espera encerrar esse jejum no jogo de estreia do Náutico na noite dessa quinta-feira (05), contra o Salgueiro, pela Copa do Nordeste.

Ele que já participou de quatro partidas esse ano vestindo a camisa timbu (no amistoso contra o Decisão, no torneio da supercopa do Maranhão, e na estreia do campeonato pernambucano), ainda não balançou as redes adversárias.

“Eu me cobro bastante, tenho cobrança até da minha esposa porque está faltando os gols. Independente se é jogo amistoso, treino, ou jogo oficial, gosto de fazer gols. Sei da cobrança interna, mas estou trabalhando para reverter isso”, afirmou o atacante.

Com a chegada do atacante Stéfano Yuri, Josimar também falou da concorrência:

josimar-770

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Moacir Júnior – “Não iremos realizar mudanças bruscas na equipe…”

Treinador pretende realizar mudanças em duas posições

Treinador pretende realizar mudanças em duas posições

No último treino realizado antes da estreia do Náutico pela Copa do Nordeste, o técnico Moacir Júnior sinalizou duas dúvidas para o confronto contra o Salgueiro, às 19h45, nessa quinta-feira (05), na Arena Pernambuco.

Na movimentação dessa quarta-feira (04), Moacir realizou um coletivo e mandou a campo a seguinte formação: Júlio César. David, Elivelton, Flávio e Gáston. João Ananias, Fillipe Soutto, Jefferson Renan e Bruno Alves. Renato e Josimar.

Depois ele tirou Jefferson Renan e colocou Hélder Ribeiro, e no ataque sacou Renato colocando Stéfano Yuri. Quando perguntado se ele iria promover a estreia de Fillipe Soutto e do Stéfano Yuri no jogo contra o Carcará, foi enfático: “Não iremos mudar muito na estrutura do time, não vou realizar mudanças bruscas, já que temos uma boa base montada”.

Sobre Fillipe Soutto e Stéfano Yuri: "São excelentes opções."

Sobre Fillipe Soutto e Stéfano Yuri: “São excelentes opções.”

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Volante considerado maestro do time não esconde ansiedade pela estreia

Jogador espera estar a disposição para o jogo contra o Salgueiro

Jogador espera estar a disposição para o jogo contra o Salgueiro

Fora da estreia do Náutico pelo campeonato pernambucano de futebol no último domingo (01), contra o Salgueiro na Arena pernambucana, quando o timbu ficou no empate em 0 x 0 com o carcará, o volante Filipe Soutto não escondeu a ansiedade de jogar pela primeira vez e espera estar em campo no próximo compromisso alvirrubro, mais uma vez contra o Salgueiro, só que por outra competição: a copa do nordeste.

“Vinha treinando, jogando bem, tinha encaixado com a equipe, mas infelizmente não fui regularizado, mas para o jogo de quinta-feira. Espero estar a disposição para o jogo, quero muito jogar!”, afirmou o volante não escondendo a ansiedade.”

Sobre o fato de ser considerado o homem de confiança do treinador Moacir Júnior, ele falou:

 

TV Replay, o que é bom se repete!

Replay Esportes: Rodada sem vitórias para os Pernambucanos

nautico papel final

Imagem web

O Náutico foi a Natal enfrentar o América e acabou derrotado por um a zero. Com esse resultado o alvirrubro pernambucano permanece na 11ª colocação, com 49 pontos, três a menos que o santinha. Nenhum dos dois conseguiu o acesso, mas pelo menos se garantiram na série B .

 

santa cruz escudo

Imagem web

O Santa cruz decepcionou mais uma vez sua torcida, atuando no arruda perdeu para o Avaí por um a zero e deu adeus ao sonho do acesso a serie A do Brasileirão. Foi a terceira derrota consecutiva no Mundão do Arruda, deixando o santinha na décima colocação na série B.

 

Leão e Escudo

Imagem web

Depois de conquistar duas excelentes vitórias como visitante contra o Atlético Paranaense e o Palmeiras, o Sport cedeu o empate ao Fluminense na Arena Pernambuco. O resultado de 2 x 2 deixou o rubro negro da Ilha do Retiro na 10ª posição do Brasileirão da série A com vaga na sul americana em 2015.

Por: Mala Muniz

 

 

Caruaru-PE: Central se classifica para semi-finais do estadual e vai representar Pernambuco na Liga do Nordeste

O Central está classificado para as semi-finais do Campeonato Pernambucano de Futsal 2014, com duas rodadas de antecedência. O time centralino estreiou na 2ª fase da competição derrotando o Náutico por 2 x 1 nos Aflitos, em Recife, na 2ª rodada goleou o Santa Cruz por 5 x 1 no Sesc Caruaru, na 3ª rodada goleou o Bom Jardim por 5 x 1 fora de casa e por último goleou o Náutico por 5 x 2 no Sesc Caruaru. O próximo jogo será quarta-feira, ás 20:30h  no Arrudinha, em Recife, decidindo quem será o 1º colocado do grupo, haja vista, que o Central é o líder com 12 pontos ganhos e o Santa Cruz é o vice-líder com 09 pontos ganhos, enquanto que Náutico e Bom Jardim com 02 pontos ganhos cada um, estão desclassificados.

O Central vai disputar pela 1ª vez a Liga Nordeste de Futsal, representando o estado de Pernambuco, depois da desistência do Sport Recife. A competição será realizada de 10 a 15 de Novembro, na cidade de Luiz Eduardo Magalhães, que fica no interior da Bahia, a 1.520 km de distância de Caruaru. A delegação alvi-negra, viaja no próximo sábado para o interior baiano.

Confira!

03 11 14 Caruaru-PE.Still002

TV Replay, o que é bom se repete!

Caruaru-PE: Central goleia Náutico e se classifica para a 3ª fase do estadual

O Central goleou o Náutico, por 5 x 2, na noite deste sábado (01.11), no Ginásio do Sesc, em Caruaru, jogo válido pela 4ª rodada da 2ª fase do Campeonato Pernambucano de Futsal.

O Central fez 1 x 0 através de Wendel, ampliou para 3 x 0 ainda no 1º tempo com dois gols Romário. No 2º tempo Pilíu fez 4 x 0 para a o Central, e Ciel descontou para o Náutico 4 x 1;  Éverton fez 5×1 para a Patativa, e Alisson fez o segundo gol do Timbu de Rosa e Silva.

O Central está classificado antecipadamente para a 3ª fase do Campeonato Pernambucano de Futsal. Nesta 2ª fase foram 04 jogos, 12 pontos ganhos, 04 vitórias, 17 gols pró e 05 gols contra, saldo positivo de 12 gols.

O Central estreou na 2ª fase vencendo o Náutico, nos Aflitos, por 2 x 1, goleou o Santa Cruz, em Caruaru, por 5 x 1, goleou o Bom Jardim fora de casa por 5 x 1 e agora derrotou o Náutico por 5 x 2.

O Central vai disputar a Liga Nordeste, de 10 a 15 de Novembro, na cidade de Luiz Eduardo Magalhães, no interior da Bahia, representando o estado de Pernambuco. a delegação centralina viaja no próximo sábado (08.11) para o interior baiano.

Foto: Ilustrativa de arquivo

Foto: Ilustrativa de arquivo

TV Replay, o que é bom se repete!

Caruaru-PE: Central dispensa 05 jogadores e consegue efeito suspensivo no STJD

A diretoria do Central Sport Clube dispensou cinco (05) jogadores nesta terça-feira (19.08), foram eles: o lateral-esquerdo Jaime que veio do América-PE, o volante Jonathan emprestado pelo Santa Cruz, o volante Hélder emprestado pelo Náutico, o meia Paulo Victor que veio do CSE-AL e o atacante João Paulo que estava emprestado pelo Náutico.

central

O elenco centralino agora conta com 26 atletas, e segundo o Presidente Chico Noé, no momento nenhum jogador será contratado.

O advogado Osvaldo Sestário Filho, conseguiu um recurso com efeito suspensivo no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) no Rio de Janeiro, com isto, o Central poderá continuar jogando normalmente no Estádio Luiz José de Lacerda (Lacerdão) e com o apoio dos seus torcedores, até que o mérito da questão seja julgado no Pleno do STJD, em data que ainda será marcada.

10-08-2014 Central 3 x 1 Cururipe.Still001

O Central está disputando o Campeonato Brasileiro da Série D, e até agora empatou com o Baraúnas em Mossoró por 1×1, empatou com o Campinense também por 1×1 no Lacerdão, derrotou o Coruripe por 3×1 em Caruaru, e perdeu para o Jacuipense por 1×0 em Feira de Santana-BA no último domingo. A Patativa está na 3ª colocação com 05 pontos ganhos e joga no próximo domingo contra o Coruripe, no litoral alagoano. O líder do grupo A3 é o Jacuipense com 10 pontos e o vice-líder é o Campinense com 06 pontos.

Tv Replay, o que é bom se repete!

Caruaru-PE: Central é goleado pelo Náutico no sub-20

Neste domingo (03.08), no Estádio Luiz José de Lacerda (Lacerdão) o Central jogou mal e foi goleado pelo Náutico por 4×0. Os gols da vitória alvi-rubra de Rosa e Silva foram marcados por Túlio aos 03 minutos, Danilo aos 04 minutos e Allan aos 35 minutos, todos no 1º tempo, e no 2º tempo Kélvis fechou o placar para o Timbu.

04--08-2014 Materias Edvaldo.Still003 04--08-2014 Materias Edvaldo.Still004 04--08-2014 Materias Edvaldo.Still005 04--08-2014 Materias Edvaldo.Still006

Este foi o primeiro jogo das quartas-de-final do Campeonato Pernambucano Sub-20, o jogo da volta está marcado para o próximo domingo nos Afllitos, em Recife, onde o Náutico pode perder por 3×0 que se classifica, se o Central o vencer por 4×0 a decisão vai para os pênaltis, e para o Central se classificar direto precisa golear por 5×0.

TV Replay, o que é bom se repete!

Pernambuco: Humberto destaca reforço a time pernambucano

Líder do PT no Senado, Humberto Costa (PT), participou, hoje, do anúncio oficial do novo patrocinador do time, a Caixa Econômica Federal ao Sport. Com o novo apoio, o clube pernambucano vai receber R$ 6 milhões de reais por ano. O acordo começou a ser costurado ainda em fevereiro, em encontro que reuniu Humberto, o senador Armando Monteiro, o presidente da Caixa, Jorge Hereda, e os presidentes do Sport, Náutico e Santa Cruz.

camisa_do_sport

Na ocasião, Humberto expôs a Hereda os problemas financeiros dos times do Estado e pediu que a área de marketing da Caixa avaliasse a possibilidade de estender o apoio que já oferece a alguns clubes do país também aos pernambucanos.

“O apoio de um banco importante como a Caixa representa o fortalecimento do futebol pernambucano. Queremos que todos os times do nosso estado estejam bem porque isso significa que o futebol de Pernambuco está bem. Naútico e Santa Cruz seguem conversando sobre essa possibilidade de patrocínio”, afirmou o senador. Para patrocinar os times brasileiros, a Caixa exige a Certidão Negativa de Débitos (CND).

O presidente do Sport, João Humberto Martorelli, também fez questão de destacar a importância do apoio da Caixa ao futebol pernambucano. “Isso representa o resgate da cidadania do Sport”, afirmou Martorelli.

Reprodução da Internet

Reprodução da Internet

TV Replay, o que é bom se repete!

Pernambucano 2014: Central goleia o Porto e entra no G4

Vitória por 5 a 0 sobre o Gavião deixou a patativa com 12 pontos, dependendo das próprias forças para avançar ás semifinais do Campeonato Pernambucano 2014

Porto-PE e Central duelaram pela última vez no Campeonato Pernambucano de 2014. No confronto válido pela 9ª rodada do hexagonal do título, a Patativa venceu o rival de goleada, no Estádio Lacerdão, por 4 a 0. Com o resultado a equipe centralina conseguiu voltar à zona de classificação ocupando a 4ª colocação, com 12 pontos conquistados.

O Gavião do Agreste continua sem vencer um Clássico Matuto há três anos. No Pernambucano 2014, o tricolor caruaruense obteve três derrotas e um empate contra o time alvinegro. Nesta segunda fase o time sofreu duas derrotas.

26-03-2014.Still001

O Central encara pela última rodada a equipe do Santa Cruz, no Estádio Lacerdão, às 16h. O time alvinegro depende apenas das próprias forças e só precisa de uma vitória contra a Cobra Coral para se garantir nas semifinais da competição. O já eliminado Porto-PE enfrenta o Salgueiro pela última rodada do hexagonal, no Estádio Otávio Limeira Alves, às 16h do próximo domingo.

Vitória garantida pelo Central no primeiro tempo.

Bastou a bola rolar no Estádio Lacerdão para a Patativa tomar a iniciativa de abrir o placar. Depois de duas tentativas do time da casa, veio o prêmio aos 24 minutos em uma cobrança de falta perfeita de Danilo Pires. A bola passou por cima da barreira e foi morrer no fundo das redes.

O Gavião do Agreste sentiu o golpe e o alvinegro aproveitou as oportunidades que foram criadas. Aos 27 minutos o goleiro do Porto-PE, Tiago Régis, cortou mal a bola que ficou de graça para os centralinos. Erivelton recebeu depois da confusão e mandou no alto, sem chances de defesa. Central 2 a 0.

E quem pensou que a equipe centralina iria começar apenas a tocar bola para passar o tempo, se enganou. O time da casa foi pra cima e marcou o terceiro gol. Danilo Lins recebeu um belo cruzamento e só cumprimentou a bola para as redes. Fazendo 3 a 0 para o Central.

2ª tempo

Na volta para a segunda etapa, o time centralino manteve o ritmo forte e chegou logo ao quarto gol. Aos 19 minutos depois de uma boa troca de passes, a bola parou no pé de Jailton que estufou as redes. Danilo Lins ainda marcou o quinto gol. Em uma boa cobrança de pênalti, bola num canto goleiro no outro. Aí sim, o time alvinegro começou a tocar bola e administrar o resultado. Placar final: Porto-PE 0, Central 5.

Caruaru-PE: Central se distancia do G4 e Náutico lidera Pernambucano

Neste fim de semana, foi realizada mais uma rodada do Hexagonal do Campeonato Pernambucano de Futebol 2014. Na Arena Pernambuco, na noite deste sábado (15.03) o Santa Cruz não tomou conhecimento do Porto, e aplicou uma goleada por 4×0.  A Cobra Coral chegou aos 11 pontos ganhos. Já o Porto permanece com três pontos, no sexto lugar, e dificilmente conseguirá uma vaga no G-4.

Os quatro gols do Tricolor saíram nos momentos finais dos dois tempo. No primeiro, Leo Gamalho fez aos 37 e Luciano Sorriso aos 42 minutos. No segundo, Jefferson Maranhão marcou aos 39 e aos 43. Na próxima rodada, o Santa Cruz visita o Náutico na Arena Pernambuco e o Porto enfrenta o Sport na Ilha do Retiro.

O Náutico ganhou do Central por 2×1, na Itaipava Arena Pernambuco, neste domingo (16), pelo hexagonal do título do Campeonato Pernambucano. A vitória do Timbu fez o time assumir a liderança. O alvi-rubro chegou aos 14 pontos e ultrapassou o Sport, que perdeu do Salgueiro e permaneceu com 13.

O Central tem seis e está no quinto lugar. O Náuticos abriu o placar aos 18 minutos do primeiro tempo, com Hugo. No início da segunda etapa, o zagueiro do Central Diego Teles fez gol contra e o Náutico chegou aos 2×0. Aos 23, Jean Batista diminuiu para a Patativa. Na próxima rodada, o Náutico recebe o Santa Cruz, na Itaipava Arena Pernambuco, e o Central recebe o Salgueiro, no Estádio Luiz Lacerda, em Caruaru.

O Salgueiro conseguiu a recuperação no hexagonal do título do Campeonato Pernambucano e se consolidou no G-4. Neste domingo (16), no Estádio Cornélio de Barros, o Carcará ganhou do Sport por 2×1. Com a vitória, o Salgueiro chegou aos 11 pontos, no quarto lugar, e abriu cinco de vantagem para o Central, quinto, com seis.

Já o Sport caiu para o segundo lugar com 13 pontos. O volante Pio, de cabeça, abriu o placar para o Salgueiro, aos 28 minutos do primeiro tempo. Logo no início da segunda etapa, aos dois, Aylton Alemão ampliou num chute de primeira. No final, aos 44, Neto Baiano cobrou falta com força e diminuiu. Na próxima rodada, o Salgueiro visita o Central e pode se garantir na semifinal com um empate. Já o Sport recebe o Porto e pode assegurar a vaga no G-4 mesmo sem vencer, caso o Carcará ganhe da Patativa.

1

3

4

6

7

8

TV Replay, o que é bom se repete!