Comissão do Senado autoriza posse de arma de fogo por moradores da zona rural

O texto altera o Estatuto do Desarmamento para permitir a aquisição de armas de fogo por residentes em áreas rurais maiores de 21 anos

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado aprovou, na noite de quarta-feira (29), o projeto que autoriza a compra de arma de fogo por moradores da zona rural. Por 11 votos a cinco, a proposta segue para análise da Câmara caso não haja recurso para que seja apreciada pelo conjunto dos senadores, em plenário.

Arma Foto: Pixabay

Arma
Foto: Pixabay

O texto altera o Estatuto do Desarmamento para permitir a aquisição de armas de fogo por residentes em áreas rurais maiores de 21 anos. Para isso, os proprietários rurais devem atender a pré-requisitos como atestado de bons antecedentes e comprovante de residência em área rural.

De acordo com o autor do projeto, senador Wilder Morais (PP-GO), a intenção é garantir a segurança dos moradores de zonas rurais que, “não raro, encontram-se a centenas de quilômetros de um posto policial, o que coloca inúmeras famílias à mercê do ataque de criminosos”.

“Eu vou me ater à minha região amazônica, o Acre. Temos uma deficiência muito grande. Essas pessoas querem ter porte de arma não é para andar com arma não, é para as suas defesas. Essa população rural virou uma espécie de uma presa fácil”, avaliou o relator do projeto, senador Sérgio Petecão (PSD-AC).

Já os contrários à proposta, como o senador Lindbergh Farias (PT-RJ), criticaram a possibilidade de se aumentar a criminalidade no campo. “Uma pessoa do campo pode comprar a sua arma. Aí vai lá, na sua diversão, vai num bar beber. Briga e mata outra. O cidadão quando briga, se descontrola, vai em casa e pega a arma”, contrapôs. Os senadores argumentaram, porém, que se aprovada, a proposta permitirá apenas a posse e não o porte da arma.

Na mesma sessão, os senadores da CCJ aprovaram o projeto que torna crime o porte de arma branca, como faca, canivete e estilete. Assim como o texto anterior, este projeto não precisa passar pelo plenário do Senado e segue diretamente para análise dos deputados, se não houver pedido de senadores.

A proposição estabelece pena de detenção de um a três anos e multa para quem portar algum artefato cortante. O projeto esclarece, porém, que não entram na punição o uso desses instrumentos para uso em ofício, arte ou atividade para a qual foi fabricado.

Por Agência Brasil

Gameleira-PE: Moradores fazem protestos e cobram do Poder Público respostas

Em Gameleira, cidade Mata sul de Pernambuco, a equipe da TV Replay, recebeu a informação de um protesto feito por moradores do município reivindicando e cobrando ações e respostas do Governo Municipal, em relação ao Programa Minha Casa Minha Vida e a política de habitação no município.

10931003_318766114987788_2537246352242774697_n10933951_318765871654479_8708301550541880660_nEntrevistamos o Sr. Antônio Borges da Silva, aposentado, que falou à TV Replay:

10933894_318769538320779_3856566025427409775_n

“Moro em casa alugada, pago muito caro e preciso de ter uma casa própria. Vivo muito aperreado porque não tenho morada certa. A casa que moro hoje é sem conforto, sinto vergonha quando recebo visitas.”

A Sra. Maria da Graça Xavier, Dona de Casa, falou com a nossa equipe:

10462454_318767468320986_5963981605460633209_n

“Gostaria de saber o que a prefeita irá fazer pelo povo sofrido e carente esse ano, porque já está quase acabando seu mandato e não estou vendo a cidade evoluir. Preciso de uma casa pra morar porque moro em uma casa que está quase caindo, tenho que ir até uma cacimba buscar água pois, não temos água encanada, também não temos saneamento.”

Também falou a nossa equipe o Sr. Marcos José de Lira:

10312461_318770558320677_6139071392099392315_n

“Moro no engenho, não tenho recursos para morar na cidade, não tenho uma casa própria, fiz o cadastramento no projeto Minha Casa Minha Vida e não fui contemplado e por isso peço que a Sra. Prefeita ajude seu povo humilde e tão necessitado.”

A Sra. Jandira Maria da Silva, Trabalhadora Rural, nos relatou sobre a falta de remédios para diabetes no SESP e dos contemplados pelo Programa MCMV no loteamento Novo.

10898060_318767894987610_3710239438202407659_n
“Moro no Bairro da Fábrica em casa alugada, sem saneamento básico, a água é podre e só presta para os porcos. Não tem remédio para diabetes na unidade de saúde; fui no SESP e constatei que está faltando lá também. As casas do loteamento Novo foram dadas as pessoas que não precisam e quem realmente necessita não foi contemplado, vivem pagando aluguel ou morando de favor.”

Diante das reivindicações dos moradores, a equipe da TV Replay, irá buscar todas as informações referente ao Programa Minha Casa Minha Vida e a situação das moradias no município com a Secretaria de Habitação da Prefeitura.

A TV Replay, agora faz parte da vida dos gameleirenses, dessa forma a notícia será noticiada todos os dias e em todos os momentos, fazendo com que Gameleira possa se comunicar em tempo real e deixar assim seus moradores informados de tudo que acontece e em todos os lugares.

Assista, comente, curta, comente e divulgue. Mande sugestões e denúncias. Nossos contatos:

Facebook: CENTRAL GAMELEIRA
Email:jornalismo@tvreplay.com.br
Portal:www.tvreplay.com.br
Watssapp: 81 – 99317525

Reportagem e imagens: Patrícia Silva

TV Replay, o que é bom se repete!

Cachoeirinha-PE: Em protesto, população ateia fogo em pneus na BR 423

Na manhã desta terça-feira (28), por volta das 11h, moradores da Vila La Casa, na cidade de Cachoeirinha protestaram ateando fogo em pneus na BR 423 na altura da ponte, às margens do Rio Una, na entrada da cidade.

O motivo da manifestação segundo os moradores seria por que há cerca de 5 dias estão sem energia na localidade, e como forma de chamar a atenção das autoridades para que o órgão competente tomasse alguma providência, bloquearam a estrada.

Após a manifestação técnicos da Celpe religaram a energia.

celpe

Polícia Militar, Polícia Rodoviária e Bombeiros encontram-se no local para liberação da BR e para que as chamas sejam contidas.

Mais informações a qualquer momento!

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11

IMG-20140128-WA0003

TV Replay, informações é aqui!

Caruaru-PE: Destra corrige erro e troca placa no Bairro Maria Auxiliadora

Após varias reclamações de moradores da rua Aristides Dantas, no Bairro Maria Auxiliadora, que no início do mês de outubro de 2013, vieram a TV Replay, para alertarem sobre uma placa da rua ter sido colocada com o nome errado, sendo colocado com o nome de Adelson Francisco. Na oportunidade a reportagem da TV Replay procurou o Diretor da Destra, Cirone Rodrigues, que prometeu fazer a correção até o final do mês de novembro, o que não aconteceu.

Os moradores pacientemente esperaram, e para alegria de todos nas primeiras semanas de 2014, a rua teve de volta a sua placa com o nome de Aristides Dantas, deixando  os moradores felizes.

Agora só falta a prefeitura aproveitar o embalo de ruas calçadas no Bairro Maria Auxiliadora, e contemplar também a rua Aristides Dantas.

17 01 14 Caruaru-PE rua Aristides Dantas.Still004

Foto: Jacqueline Maiara

17 01 14 Caruaru-PE rua Aristides Dantas.Still002

17 01 14 Caruaru-PE rua Aristides Dantas.Still009

17 01 14 Caruaru-PE rua Aristides Dantas.Still010

17 01 14 Caruaru-PE rua Aristides Dantas.Still011

17 01 14 Caruaru-PE rua Aristides Dantas.Still012

17 01 14 Caruaru-PE rua Aristides Dantas.Still013

17 01 14 Caruaru-PE rua Aristides Dantas.Still016

17 01 14 Caruaru-PE rua Aristides Dantas.Still017

17 01 14 Caruaru-PE rua Aristides Dantas.Still015

TV Replay, o que é bom se repete!

Caruaru-PE: Problema foi solucionado após reclamação dos moradores

O Departamento de Infraestrutura da Prefeitura de Caruaru, solucionou um problema que os moradores do Bairro Boa Vista vinham enfrentando durante quase dois meses.

Um buraco grande no canteiro central da avenida da Boa vista, feito por uma maquina  da PMC, na hora da retirada da metralhas. Impedia os moradores de caminhar pelo passeio público, que segundo o morador Sr. Alexandre Mendonça, o condutor da máquina passou por cima do canal para diminuir o percurso, quando o correto seria ter feito o retorno após alguns metros .

E a população agradece ao Departamento de Infraestrutura por terem solucionado o problema dos moradores.

30 12 13 Caruaru-PE Rua.Still001

30 12 13 Caruaru-PE Rua.Still002

30 12 13 Caruaru-PE Rua.Still004

30 12 13 Caruaru-PE Rua.Still003

30 12 13 Caruaru-PE Rua.Still005

TV Replay, o que é bom se repete!

Caruaru-PE: Gonçalves Ferreira recebe Auto de Natal

download

Na zona rural de Caruaru o Natal ainda não acabou. A comunidade de Gonçalves Ferreira receberá nesta quinta-feira (26), às 19h, o Auto de Natal, dentro do projeto cultural apoiado pela deputada estadual Raquel Lyra. A encenação será na praça principal.

Quem dirige o espetáculo é Jô Albuquerque, com a participação de jovens do Juá, percorrendo as outras comunidades. Em cada localidade, os moradores também participam da noite festiva, através da apresentação de dança, com músicas com a mensagem de fé e esperança. As próximas encenações serão no Juá (29) e Peladas (30).

Confira!

TV Replay, o que é bom se repete!

Fonte: Hélio Júnior

Caruaru-PE: Moradores reclamam da Feira do Bairro Boa Vista

O repórter Jorge Casagrande conversou com moradores do Bairro Boa Vista, que reclamam da feira por falta de estacionamento, e os mesmos ainda falaram de como esse problema vem lhes prejudicando.

Confira!

TV Replay, o que é bom  se  repete!

Caruaru-PE: Moradores reclamam de erro da Destra

O repórter Jorge Casagrande conversou com João Santos, Técnico em Refrigeração, que falou sobre a troca de nomes feita pela Destra e que a Rua Aristides Dantas, no Bairro Maria Auxiliadora, existe desde que a localidade teve sua primeira casa. O mesmo ainda alegou que vem tendo problemas sérios com suas correspondências por conta da troca de placa, e que suas entregas em delivery tem sido prejudicadas, visto que os motoboys não encontram a localidade.

Confira!

TV Replay, o que é bom se repete!

Caruaru-PE: Moradores reclamam da rua sem infraestrutura e dizem ser esquecidos pelo poder público

O repórter Jorge Casagrande entrevistou moradores da rua José Viera de Assis, que reclamaram da falta de infraestrutura na rua onde vivem, e ainda relatam o esquecimento pelo poder público.

Confira!

TV Replay, informações é aqui!

Moradores de Pesqueira solicitam melhorias em rua da cidade

Foto: Maria Rosineide

A rua Major Candido, localizada no Bairro Prando, Loteamento São Francisco, na cidade de Pesqueira, está com problemas que vem incomodando bastante aos moradores. A rua está sem calçamento, sem saneamento e está com muito capim. Além disso, a rua não tem saída.

Outros problemas relatados são: esgotos à céu aberto, muita poeira entrando nas residências e quando chove a rua fica com várias poças de lama. Também há muitos mosquitos que incomodam a população local.

Foto: Maria Rosineide

As pessoas que residem naquela localidade solicitam que a rua seja calçada, que façam saneamento e que haja saída ao final da mesma. O problema já vem atormentando os moradores há um bom tempo e ainda não houve melhorias. A TV Replay irá ficar de olho no que as autoridades vão fazer. Os moradores de Pesqueira podem denunciar caso nenhuma medida seja tomada.

Foto: Maria Rosineide

Recuperação do Açougue Público

A Prefeitura de Cachoeirinha vem recuperando o Açougue Público Municipal. No entanto, faz-se necessário que a população entenda que pertence a ela a capacidade de manter o empreendimento íntegro, cuidado e fiscalizado após a execução das obras de recuperação podendo e devendo ainda ser melhorado pela ação direta ou indireta de cada morador.

 

A infraestrutura oferecida dos banheiros públicos nesta área encontra-se com obra concluída, restando ainda o açougue público por completo.

 

A Prefeitura tem que estar alerta à manutenção nessas áreas. A população tem que entender que é dever do poder público, independente de quem esteja no cargo, de cuidar e preservar o patrimônio.

A TV REPLAY que desempenhar o papel de instruir e capacitar o telespectador de como viver com cidadania.

Somente a comunidade tem condições de garantir a sustentabilidade do assentamento uma vez ele recuperado (HABITAT, 1996).

Som alto de carros de propaganda eleitoral incomoda a população de cachoeirinha

Por ocasião das eleições verdadeiros comboios de carros de propaganda são contratados pelas coligações que saem às ruas da cidade, a partir das 8h às 22h, para tormento dos moradores. Como se barulho e baderna rendessem votos, as disputas que deveriam ser realizadas democraticamente no ‘corpo a corpo’ e nas urnas, apelam para o ‘grito’ ou melhor, barulho, extrapolando os limites permitidos. Parece uma disputa para concorrer/eleger o mais baderneiro da cidade.

Segundo algumas pessoas, que consultadas, alguns veículos de propaganda volante ignoram não apenas o volume do som, mas o limite para circular em frente ou nas proximidades dos hospitais, postos de saúde, clínicas, escolas, e outros órgãos do poder público. Ainda que, há uma disputa onde cada um quer ter o som mais alto que o outro e não há fiscalização. É necessário ressaltar, que a propaganda sonora é uma importante forma de comunicação e deve ser inteligentemente explorada. Entretanto, se utilizada em exagero de forma apelativa, com grande volume de carros, mensagens e som altíssimo, pode causar o efeito contrário.

A população antecipadamente também espera uma atitude das autoridades nesse sentido. O povo merece respeito, atitudes e providências legais imediatas no sentido definitivamente de coibir essa poluição prejudicial à cidade e a Saúde Pública.

 

 

Academia das cidades – onde estamos colocando os pés?

Em menos de 1 ano de inauguração da academia das cidades, já é fato visualizar as condições precárias em que se encontra a mesma. Único lugar de recreação e atividades físicas de nossa cidade já encontra-se esquecida pelos gestores públicos. A falta de luz em alguns postes, outros estão desativados, a pista de cooper com desníveis e rachões em alguns pontos é o retrato deste espaço.

Consideremos que os pátios de recreação públicos, tal como as praças públicas, existem com o intuito de desempenhar relevante papel em prol da comunidade, buscando sempre trazer o lazer e o bem estar dos moradores.

Nota-se a presença constante de pessoas da terceira idade, e com a estrutura física como se encontra, sem condições básicas mínimas que possam possibilitar o tráfego destas, pois, aumenta o risco das pessoas mais idosas, como também das demais (crianças, jovens e adultos) sofrerem quedas pelos efeitos ondulados do calçamento, podendo vir a sofrer acidente mais grave.

Na inauguração a população cachoeirinhense foi bem assistida, foram apresentados trabalhos e profissionais da área de saúde, e pelo que constava nos editais do projeto das academias da cidade, estava claro que, pessoas teriam que ser envolvidas e/ou contratadas para manter tal estrutura, porém hoje só disponibiliza-se um profissional na área de nutrição que atende às quartas feiras a partir das 17h, motivo pelo qual não há tanta frequência da quantidade de pessoas que no local transitava, pois, a motivação é fator importante para desenvolver o hábito de exercitar-se e de ser bem instruido na prática das atividades.

 

Procuramos falar com o Secretário de Obras do Município Sr. Rildo Neves, mas o celular estava fora de área. Conversamos por telefone com um funcionário da secretaria,  e o mesmo disse não saber se existia previsão de reforma para Academia.

O investimento em atividades esportivas e recreativas é um modo potente de intervir nos principais riscos associados aos problemas de saúde física e mental e no processo de desmedicalização da sociedade.

 

 

Muriçocas tiram o sono dos Cachoeirinhenses

População reclama da infestação na cidade

Muriçocas, este é o nome do mosquito que vem literalmente tirando o sono e sossego dos moradores de Cachoeirinha. O comentário geral da população é que o VENENO aplicado pelo veículo fumacê serve tão somente como RAÇÃO para estes insetos, não servindo de qualquer alívio para as noites dos cachoeirinhenses.

Moradores do bairro Tancredo Neves e da Avenida Boa Vista, contaram a nossa reportagem que todas as noites são obrigadas a passar repelente ou outros paliativos para evitar ser picado pelo mosquito, mas, em razão da grande quantidade, o efeito é quase zero. Já os moradores que infelizmente não tem acesso ao uso destes produtos, ficam a mercê não somente das picadas dos mosquitos como também a todos os males que os mesmos podem causar como alergias, fazendo com que o problema acabe tomando proporções ainda maiores, especialmente para as crianças.

Diante das constantes reclamações dos moradores do município, a equipe da TV REPLAY está aqui para manifestar seu apoio à população, e cobrar dos gestores do nosso município a intensificação dos trabalhos de prevenção e maior combate aos mosquitos por parte da Vigilância Sanitária, órgão integrado a secretaria de Saúde responsável pelo combate aos vetores em Cachoeirinha, visando diminuir a incidência de muriçocas.

Na Vila Campos, em Caruaru, moradores estão a mais de 1 ano sem água

Os moradores da vila Campos, em Caruaru vivem um drama que segundo eles, já dura mais de ano, que é a falta de água na comunidade. A situação é difícil pra todo mundo, mas é pior pra quem tem crianças pequenas. Os moradores dizem que já procuraram a COMPESA, mas ainda não receberam uma proposta positiva para a solução do problema.

A água só chega através de carro pipas, que vem uma ou duas vezes por mês, e isso não da pra nada. Quando ele não vem temos que comprar água mineral para lavar as coisas. Faz um ano que vivemos nesse sofrimento, diz em tom de muita revolta parte da população que espera que tudo seja resolvido.