Cachoeirinha-PE: No Dia do Jovem Trabalhador, jovens da cidade relatam o motivo de pegarem cedo no batente

O Dia Internacional do Jovem Trabalhador é comemorado no dia 24 de Abril. Estes jovens estão iniciando a carreira profissional através da ocupação em empresas comerciais ou até mesmo como profissionais liberais.

Há uma lei que foi promulgada pelo Governo Federal em 2010, a Lei da Aprendizagem Profissional, que consiste em inserir os jovens brasileiros no mercado de trabalho através da aquisição de experiência profissional. Segundo a Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE/PE), no estado de Pernambuco, por exemplo, existe uma média de 40 mil vagas para aprendizes. No entanto, apenas 14 mil delas estão preenchidas. Esta lei é pouco divulgada e talvez seja por isso que muitas empresas não a respeita e não dão oportunidades para estes jovens aprendizes.

Em entrevista com alguns jovens trabalhadores de Cachoeirinha, descobrimos o principal motivo destes jovens estarem inseridos no mercado de trabalho e qual é a opinião deles em ser um jovem trabalhador. Veja a seguir o que eles nos disseram.

IMG_20150424_132258930

Erivânia de Melo é auxiliar de professor na escola Alegria do Saber, e em entrevista falou:

“Eu tenho 23 anos e comecei a trabalhar com 17 anos. Pra mim, ser um jovem trabalhador é além do aprendizado, enfrentar dificuldades, pois é preciso começar a trabalhar cedo para então adquirir um futuro melhor.”

IMG_20150424_154702762 IMG_20150424_154817246Maria Fernanda tem 18 anos, é manicure e nos contou como ela começou a trabalhar e de que forma, hoje, ela usufrui do seu trabalho.

“Comecei a trabalhar no salão da minha mãe quando eu tinha 14 anos. Hoje eu tenho meus fregueses e com o fruto do meu salário pago minha faculdade, compro meus pertences e quando é necessário, ajudo minha família no que for preciso. Pra mim, ser um jovem trabalhador é ser independente, é poder ter o seu próprio dinheiro.”

IMG_20150424_160156899 IMG_20150424_160227551_HDRThaís Costa trabalha na CDL da cidade, e nos contou sobre sua carreira de trabalho.

“Tenho 22 anos e comecei a trabalhar com 19 anos. O fruto do meu trabalho está na minha independência, pois posso comprar minhas coisas sem depender dos meus pais.”

IMG_20150424_160910201_HDR

Mirelly e Deisy trabalham na loja J. Alves, situada no centro da cidade, e nos contaram sobre como iniciaram no mercado de trabalho.

“Eu tenho 18 anos, comecei a trabalhar com 15 anos e desde então não parei. Pra mim, ser um jovem trabalhador é ser independente e poder desfrutar do meu próprio suor podendo comprar minhas coisas.” – Disse Mirelly.

 

“Desde os meus 16 anos estou no mercado de trabalho. Hoje tenho 24 anos e sou independente. Ser um jovem trabalhador é ser um jovem com responsabilidade, pois adquirimos através do trabalho que exercemos.” – Disse Deisy.

Não são todos os jovens que nascem em “berço de ouro”, onde não se é preciso trabalhar, pois são sustentados pelos pais ou responsáveis. Os jovens trabalhadores estão em busca de crescimento profissional e independência, crendo que no futuro serão grandes homens e mulheres que lutaram na vida para merecerem estar onde estão.

Parabéns aos jovens trabalhadores, pelo esforço e dedicação.

TV REPLAY, O QUE É BOM SE REPETE! 

 

 

 

Ribeirão-PE: Você sabe qual o grande diferencial hoje no mercado de trabalho?

Nos dias de hoje, o grande diferencial no mercado de trabalho, é saber falar, ler e escrever inglês. Estamos cercados de produtos e serviços estrangeiros, assim, o leque de oportunidades que é aberto, para as pessoas que sabem outra língua, é muito amplo, do que para aqueles que não sabem.

Com o objetivo de facilitar a comunicação entre os executivos de diversas nacionalidades, o inglês, foi instituído a língua padrão utilizada para conversas e negócios. Por isso, esse idioma, é de suma importância para a sua carreira profissional.

diretor do ciesp vasconcelos conversa com empresarios1

Em entrevista a nossa equipe de jornalismo,  a professora de inglês, da Microlima Cursos, Rayara Francine, falou sobre a importância de se conhecer a língua inglesa, e do diferencial no mercado de trabalho, para quem tem conhecimento na hora de buscar uma vaga no trabalho:

20141027_160857 20141027_155303

“Eu como professora de inglês, vejo muita carência ainda, no que diz respeito à formação da língua inglesa. Uma das primeiras perguntas, a serem feitas numa entrevista de emprego é: Você fala inglês?

Hoje quem domina mais de uma língua, no mercado de trabalho, tem um grande diferencial nas mãos; cada ano que se passa, as exigências do mercado, se tornam mais rigorosas e para acompanhar o ritmo, é necessário que as pessoas sempre se atualizem, sempre procurem aprender coisas novas, principalmente, novas línguas.

Professional success, if you are truly looking for a better quality of life will come only if you are able to perform a good job.
All multinationals are seeking professionals with a basic level in English, if you can not read, write or even speak the language, most likely, this will not be your job.”

Com novas  tecnologias, sendo descobertas e o mercado de trabalho precisando cada vez mais de pessoas capacitadas e qualificadas, é necessário que haja uma renovação no pensamento de quem busca uma melhor colocação no mercado de trabalho.

Se caso você ficou com alguma dúvida, a Professora  Rayara Francine, ensina na Microlima Cursos, e disponibilizou um telefone para contato: 81 –  3671-2465.

Assista, comente, curta, compartilhe e divulgue. Mande sugestões . Nossos contatos:

Facebook: www.facebook.com/centralcidades01

Email: jornalismo@tvreplay.com.br

Portal: www.tvreplay.com.br

Whatsapp: (81)86584586

Reportagem: Marcondes Oliveira

Imagens: Yuri Raphael

TV Replay, o que é bom se repete!

Escada-PE: Empreendedorismo e mercado de trabalho

Nesta sexta-feira (24/10), nossa equipe foi á uma das mais conceituadas entidades de cursos profissionalizantes na cidade de Escada, Zona da Mata Sul de Pernambuco, saber um pouco mais sobre empreendedorismo e mercado de trabalho para toda população.

20141025_152930

Em entrevista, o Sr. Silas Carvalho, divulgador, esclareceu que:

20141022_090845

“O empreendedorismo é fundamental para aqueles que buscam uma vaga no mercado de trabalho, seja esse o primeiro emprego, ou até mesmo aquele profissional com experiência. Hoje já existe no mercado diversos cursos de qualificação profissional, em diversas áreas, pois é através destes cursos que estamos conseguindo qualificar a maior parte da população, para conseguir ingressar no mercado de trabalho, e buscar a melhoria continua de vida, pois sabemos que o mercado de trabalho, esta cada vez mais difícil de se conseguir uma vaga, e poder se sentir mais aliviado em termos de compromissos e despesas do dia a dia.”

20141025_153212 20141025_153013

O mercado de trabalho está cada vez mais competitivo, a ausência de capacitação profissional e o aprendizado prático, se torna cada vez mais, um divisor de águas entre o sucesso na carreira escolhida e o fracasso por não conseguir uma colocação no mercado.

Portanto, qualificar-se, mesmo que você não seja mais jovem, faz com que algumas oportunidades possam aparecer na sua vida.

Procurar um empresa séria, com professores competentes e que tenha visão de futuro, é um bom começo para uma pessoa que busca mudar sua vida através de uma profissão.

Assista, comente, curta, compartilhe e divulgue. Mande sugestões e denúncias. Nossos contatos:

  • Facebook: TV REPLAY/ESCADA
  • Email: jornalismo@tvreplay.com.br
  • Portalwww.tvreplay.com.br
  • WhatssApp./ Vibe:  81- 9171-0274/81-8889-1915

Reportagem : Alison Lima

Imagens:  Henrique Sena

TV Replay, o que é bom se repete!

Caruaru-PE: Acic seleciona Agentes de Mercado

A Associação Comercial e Empresarial de Caruaru, Acic, está com vagas abertas para Agente de Mercado. Os interessados devem enviar currículo para o e-mail rh@acic-caruaru.com.br até o dia 11/02. Confira os pré-requisitos:

  • Os candidatos devem ser graduados em qualquer área, mas, preferencialmente em administração, Marketing, Design, Design de moda, Engenharia de produção e Contabilidade;
  • Disponibilidade para viajar, inclusive para fora do país;
  • Habilitação;          
  • Conhecimento básico em informática; 
  • Língua estrangeira desejável (inglês ou espanhol);
  • Ambos os sexos.
  •  Preferencialmente candidatos das cidades de Caruaru, Toritama, Surubim, e Santa Cruz do Capibaribe.

3

Fonte: Jornalismo Oficina Comunicação