Blog de Airton Sousa: Brasil encanta e se classifica para Copa de 2018

Mais uma vez, o Brasil parou para acompanhar um jogo da seleção brasileira. Depois de vencer, golear e mostrar um belo futebol, a seleção voltou a campo, desta feita contra a seleção do Paraguai, tida como uma das maiores rivais dos brasileiros, principalmente na marcação e no futebol agressivo.

A seleção brasileira porém, não temeu, partiu para cima, dentro do estilo do técnico Tite, venceu o primeiro tempo, por 1 x 0, gol marcado por Philippe Coutinho. Depois do gol, a seleção desperdiçou outras grandes oportunidades de gol. No entanto, a apresentação segura, fazia crer que no segundo tempo, o placar seria ampliado.

Neymar perdeu um pênalti, em seguida recuperou-se marcando o segundo gol, aos 18 minutos. O Paraguai pouco incomodou, e quando se esperava que o placar estaria definido, Marcelo marca aos 40 minutos, definindo o resultado de 3 x 0 para o Brasil.

Agora classificado, para a Copa do Mundo da Rússia, a seleção terá mais tranquilidade para o restante dos jogos. Estreou na lateral direita o jogador Fagner, com uma apresentação segura, e de chamar a atenção. O técnico Tite, outra vez, foi o mais elogiado, representando a confiança que a torcida deposita no profissional.

Blog de Airton Sousa: Náutico apenas empata com o Belo Jardim

Com as notícias do Náutico, tendo como foco principal outra vez, o atraso de salários e a insatisfação dos jogadores, tivemos na tarde deste sábado(25), o time timbu empatando com o Belo Jardim em 1 x 1.

No primeiro tempo, mesmo com os erros nas finalizações, o alvi-rubro conseguiu jogar um pouco melhor do que o time da terra do bitury. Mesmo assim, o jogo não passou de 0 x 0, e podemos classificar como um primeiro tempo de nível apenas razoável.

Já no segundo tempo, o Náutico marcou primeiro, aos 3 minutos, com um lance complicado pela arbitragem, anulando a principio o gol, depois confirmando o gol de Manoel, onde o árbitro confundiu o lance com a participação do jogador Erick, o que foi uma precipitação, porque em seguida, após consultar o auxiliar, veio a confirmação, porque realmente Manoel estava em condição de jogo e Erick, não teve participação no lance.

Muitas reclamações do time do Belo Jardim, no entanto, houve a confirmação. Depois de tomar o gol, o time do Belo Jardim reagiu e através do  jogador Bruno Sacomani, com  lançamento  de  Raniel, acontecia o empate, aos 39 minutos, terminando o jogo com o placar  de 1 x 1.

Só no dia 05 de abril, é que teremos a nona rodada do Hexagonal, onde o Náutico,  o Belo Jardim e as demais equipes estarão de volta nessa competição.

A Arena de Pernambuco, recebeu um público de 1.507 torcedores, com uma renda de R$ 7.115,00.

Blog de Airton Sousa: Sport se classifica mesmo jogando mal

Foi de fazer vergonha, o futebol jogado pelo time do Sport, nessa quarta-feira(15), na Ilha do Retiro, contra o fraco time do Boa Vista. Poucos foram os momentos de destaque, exceção aos 32 minutos do primeiro, com o gol de Diego Sousa. O restante, passes errados, futebol aéreo, dificuldade para o time rubro negro sair jogando, além de um jogo com muitas faltas. Como se não bastasse, o árbitro amazonense com pouco domínio disciplinar na partida, deixando a pancadaria tomar conta por parte das duas equipes.

A intenção do treinador Daniel Paulista, em escalar o time principal, não surtiu efeito, porque a maioria dos jogadores passearam em campo, além de alguns, a exemplo de Samuel Xavier, Rogério, Leandro Pereira, e os jogadores que entraram com a bola rolando, também não apresentaram muito interesse pelo jogo. Aos 18 minutos entrou Everton Felipe e aos 27 minutos entraram respectivamente Paulo Henrique e Fábio, que pouco contribuíram positivamente na partida, todos no segundo tempo.

Enquanto isso, o técnico Joel Santana, escalou um time totalmente diferente do primeiro jogo, aplicando um sistema diferente. Marcação precisa, saídas rápidas para o contra-ataque, anulação dos principais jogadores rubro-negros, e evitando dar pernambucano, que não teve criatividade, ou interesse de mudar a história do jogo.

Porém, mesmo jogando mal, o Sport venceu pelo placar de 1 x 0, passando para a quarta fase a Copa do Brasil, o que é interessante. Agora é esperar o sorteio dos jogos, para ver quem será o adversário leonino, sabendo-se que as dificuldades deverão aumentar, em razão da seleção das equipes classificadas. Aí sim, começam novos testes, onde os times deverão mostrar uma qualidade mais diferenciada.

Blog de Airton Sousa: Começa a 3ª fase da Copa do Brasil

O Sport Clube do Recife, entra em campo nessa quarta-feira (08/03), à noite, para jogar a primeira partida da terceira fase da Copa do Brasil, contra o Boa Vista de Joel Santana. O time leonino na competição estadual, vem de dois resultados negativos, quando de um empate e uma derrota para o Náutico.

Neste jogo contra o Boa Vista, o time leonino tem a obrigação de valorizar o investimento da Diretoria, para ter o elenco que tem, e que até agora, não tem convencido ao seu torcedor. Problema no sistema defensivo, agora sem Rithely, afastado por contusão, sem ter um substituto a altura, para o meio campista, além da carência de um atacante de referência, que venha resolver os gols perdidos pelo rubro-negro.

Quanto ao Boa Vista, comandado tecnicamente pelo experiente Joel Santana, é uma equipe sem grandes destaques. No entanto, a exemplo do Sport, também avançou para a terceira fase, impondo ao time pernambucano, no mínimo, respeito. Daí o técnico Daniel Paulista ter muito cuidado, da escalação ao esquema, para enfrentar ao adversário, mesmo porque nos últimos jogos, o treinador vem errando taticamente e sendo  criticado por parte da imprensa e também pela torcida.

Agora, só resta esperar que o rubro-negro jogue o suficiente para obter um bom resultado e terminar de jogar  a  classificação na  Ilha do Retiro. Quanto a Diego Sousa, a principal estrela do time, espera-se também, que ele venha a atuar de uma maneira que possa contribuir para o grupo, fato que não aconteceu no jogo contra o Náutico, onde o atleta além de jogar fora de posição, na maioria do tempo, praticamente se escondeu durante o tempo todo.

Blog de Airton Sousa: Começam os jogos de volta do Hexagonal

Nesse domingo(05), à tarde, começam os jogos de volta do Hexagonal decisivo do Campeonato Pernambucano de Futebol, com a realização de três jogos, sendo dois no interior e um na capital pernambucana.

O Salgueiro defendendo a liderança na competição, enfrente ao Santa Cruz, quarto colocado. Mesmo perdendo o time salgueirense não deixa a liderança, pela distância que tem de 4 pontos para o Sport Clube do Recife. Enquanto que o tricolor, terá que vencer e torcer que o time do Belo Jardim, não vença ao Central em Caruaru.

Enquanto isso na Arena de Pernambuco, o Náutico joga contra o Sport. Na última quarta-feira(01), na Ilha, as duas equipes não passaram de um empate, resultado que não foi positivo para nenhum dos dois times. Naquela oportunidade, o time rubro-negro jogou com o time reserva, ou alternativo. Para o jogo desse domingo, o treinador Daniel Paulista, resolver colocar em campo todos os titulares.

O Náutico, por sua vez, praticamente repete o time da quarta-feira, porque apesar dos gols perdidos, o treinador Milton Cruz, gostou da atuação do time, fazendo restrições apenas às finalizações do ataque, além do mais, sabe o treinador, que não pode deixar de pontuar nessa partida.

O Sport tenta uma vitória  para ir a 12 pontos e encostar no Salgueiro, que joga contra o Santa Cruz no sertão pernambucano. Muitas críticas foram feitas ao elenco rubro- negro, principalmente aos homens de meio campo e ataque. Espera-se um bom público, também um bom jogo tecnicamente, fatos que não vem acontecendo, no momento, no Hexagonal.

No Estádio Antonio Inácio de Sousa, o Central que perdeu o técnico Laelcio Lima, após a quinta derrota, na quarta-feira(01), em Vitória de Santo Antão, tenta se recuperar, mesmo dentro das limitações e dos problemas que atravessa. Enfrentando ao Central, o time da terra do Bitury, que soma 4 pontos, vai em busca de mais uma vitória, para encostar no Santa Cruz.

Blog de Airton Sousa: Santa Cruz e Central perdem na 5ª rodada do Hexagonal

Fechando a quinta rodada do Hexagonal, nesta quinta-feira(02), o Central teve sua quinta derrota, e o Santa Cruz, jogando no Arruda, também perdeu, desta feita para o Salgueiro, líder absoluto do Hexagonal, com 13 pontos. O placar em Vitória de Santo Antão foi 2 x 0 para o time do Belo Jardim, enquanto que, em pleno Arruda, o Santa Cruz, perdeu por 2 x 1.

A vitória do time da terra do Bitury, foi através de dois pênaltis, o primeiro aos 33 minutos do primeiro tempo, com a cobrança do jogador Bruno Sacomam, enquanto que o segundo pênalti, foi marcado aos 46 minutos da segunda etapa. O time de Caruaru, em nenhum momento do jogo, teve poder de reação, mesmo com algumas modificações feitas pelo técnico Laelcio Lima, que após o jogo entregava o cargo. Até o final desta matéria, ainda não havia tido a confirmação oficial da saída do treinador.

O Belo Jardim com a importante vitória, agora briga por uma vaga nas semi-finais do Campeonato, já que soma quatro pontos, tendo com esse resultado e a derrota do Santa Cruz para o Salgueiro, se aproximado do time tricolor, com apenas dois pontos de diferença. O Próximo jogo do time do Belo Jardim, será no Estádio Antonio Inácio, contra o próprio Central. Caso vença e o Santa Cruz venha a perder para o Salgueiro, no sertão, o time do Belo Jardim, assume a quarta posição no Hexagonal.

Por outro lado, mais de cinco mil torcedores, assistiram a derrota do Santa Cruz, para o Salgueiro pelo placar de 2 x 1. Essa foi a primeira derrota do tricolor esse ano, já que o time vinha há oito jogos sem perder. Agora, o técnico do time do Arruda, repensa a escalação para o jogo de domingo, contra o próprio Salgueiro, já que a princípio, o pensamento era jogar com o time misto outra vez.

Agora o tricolor vê a necessidade de uma vitória, além de torcer que o Central, também no domingo, no Estádio Antonio Inácio, consiga vencer ao Belo Jardim. Se acontecer um empate ou uma derrota do Santa Cruz, e uma vitória do Belo Jardim sobre o Central, pela primeira vez, o tricolor poderá sair do Hexagonal. Daí, uma rodada importante para o Santa Cruz e para o time do Belo Jardim.

Blog de Airton Sousa: Náutico se complica na Copa do Nordeste

Esperava-se que o time de Milton Cruz, apresentasse um futebol pelo menos diferente e criativo, no entanto, foi o mesmo time medíocre de sempre. Enquanto isso, o técnico Sergio China, estudou o time timbu e anulou na marcação, as principais peças do Náutico, principalmente Marco Antonio, que é um jogador diferenciado e não teve espaço para jogar, complicando dessa maneira, o sistema que seria responsável pela criatividade e transição para o ataque.

Poucas foram as oportunidades do time pernambucano, e o Campinense, pela orientação do seu treinador, passou a jogar por uma única bola. No entanto, os dois times pouco criaram e chutaram no primeiro tempo. Porém, para o visitante, o empate era um bom resultado, e foi assim que o time campineiro se comportou no primeiro tempo, que terminou em 0 x 0.

Na segunda fase, o Campinense se fechou mais ainda, mesmo assim, obrigou o goleiro Tiago Cardoso a fazer duas grandes defesas, enquanto que o Náutico somente aos 45 minutos do segundo tempo, teve a melhor chance através do jogador Everton Páscoa, que no desespero e na falta de capacidade de finalização, desperdiçou a grande chance, deixando a pequena torcida presente na Arena de Pernambuco, desesperada.

Com o empate, o Campinense assumiu a liderança do grupo, com oito pontos e um jogo a mais, enquanto que o Náutico tem complicada a sua situação, com apenas quatro pontos, e tendo pela frente, o clássico contra o Santa Cruz e o Uniclinic, no Ceará. Quanto ao técnico Milton Cruz, saiu decepcionado com o que viu e está consciente das dificuldades que virão. Fora da Copa do Brasil, e com remotas possibilidades de continuar no Nordestão, o Náutico agora pensa no Estadual, e em breve, também começam os preparativos para o Brasileiro da Série B.

Blog de Airton Sousa: Times pernambucanos na Copa do NE

O Náutico, de técnico novo, agora sob o comando de Milton Cruz, joga nesta quinta-feira(23), na Arena de Pernambuco, contra o Campinense. Esse mesmo Campinense que na primeira partida, no Estádio Amigão em Campina Grande, venceu pelo placar de 2 x 0, derrota que ocasionou a queda do técnico Dado Cavalcanti. Hoje, obrigatoriamente, o time timbu terá que vencer, caso contrário, se distancia cada vez mais da oportunidade de avançar na Copa do Nordeste.

A presença do técnico Milton Cruz, deve influenciar emocionalmente no grupo, mesmo entendendo-se que é muito cedo para efetuarmos cobranças. Porém, sempre é bom lembrar que um novo comando, dá ao grupo perspectivas de reação, é o que espera a torcida timbu. Quanto ao jogador Mailson, foi reintegrado ao grupo. No entanto, não consta na relação de hoje, em razão de estar fora de forma.

Outro que volta a campo, desta feita no próximo sábado(25), à tarde, é o Santa Cruz, que está bem colocado no seu grupo. Enfrenta ao lanterna Uniclinic, que até agora não conseguiu nem uma vitória. Daí espera-se que o tricolor pernambucano, possa voltar do Ceará com três pontos, que poderão manter o time na cabeça do grupo.

Finalmente, depois de jogar pela Copa do  Brasil, e vencer por 3 x 0 ao time do Sete de Dourados, na quarta-feira(22), o Sport Clube do Recife, enfrenta nesse sábado(25), à noite, ao time do River do Maranhão. Este mesmo River que veio a Capital Pernambucana, e saiu com um empate de 2 x 2, frustrando naquela oportunidade, a torcida rubro-negra.

Este jogo é um divisor de águas, em razão de que os dois times dividem a liderança do grupo, sendo que pela campanha, o River é o primeiro colocado, e o Sport é o segundo. O técnico Daniel Paulista, confirmou a presença do time titular, porque entende a importância do time voltar do Maranhão com uma vitória.

Blog de Airton Sousa: Sport avança na Copa do Brasil

Jogando nessa quarta-feira(22), na Ilha do Retiro, o Sport Clube do Recife, não encontrou dificuldade para vencer a frágil equipe do Sete de Dourados, pelo placar de 3 x 0. Aos dez minutos do primeiro, Leandro Pereira abriu o marcador, o mesmo Leandro Pereira ampliou aos 24 minutos, colocando o Sport na vantagem e dando a tranquilidade que o grupo necessitava, para administrar a partida.

Ressalte-se, que foi a primeira vez que o atacante rubro-negro teve bem em um jogo, desde que chegou. E não resta dúvida da importância da sua participação na classificação leonina, mesmo reconhecendo a fragilidade do adversário. Outras chances aconteceram, porém não foram concretizadas, a exemplo de Rogério, aos 7 minutos; Diego Sousa, aos 27 , 29 e 38 minutos; além de Leandro Pereira aos 40 minutos.

No segundo tempo, sem reação, o Sete de Dourados tomou o terceiro com, aos 3 minutos, através de Rogério, que teve ao lado de Leandro Pereira e Ronaldo, uma atuação de destaque. O ponto negativo do jogo foi as atuações de Diego Sousa, Everton Filipe e Samuel Xavier. Quanto ao adversário leonino, pouco incomodou ao goleiro Magrão, exceção  um chute de Gustavo aos 34 minutos do primeiro tempo. Aliás o único jogador a destacar no time do Mato Grosso. O Sport enfrenta na terceira fase, ao time do Boa Vista do Rio de Janeiro, treinado pelo Joel Santana.

Blog de Airton Sousa: Atlético e Coritiba quebram barreira de monopólio

Com as torcidas presentes no estádio, na vibração e rivalidade do futebol do Paraná, todos aguardavam ansiosos a entrada dos times, e consequentemente o início da partida. De repente, entra o Atlético em campo e passados alguns minutos, o técnico Paulo Autuori, chama os jogadores para se retirarem. Ninguém entendeu nada, porque momentos após, o mesmo fato aconteceu com o Coritiba, mesmo com o trio de arbitragem presente no centro do gramado.

Posteriormente os times entraram em campo outra vez, para evitar a perda de pontos por WO. Aí começou a confusão nas explicações dos dirigentes para a imprensa. O fato é que os dois clubes não assinaram o patrocínio da transmissão, com a estação detentora dos direitos, e acordaram para transmitir o jogo pelo youtube, sem o consentimento da Federação Paranaense de Futebol.

Confusão  no gramado, nos bastidores, nas arquibancadas e a essa altura, fora do estádio e nas ruas, onde houve a intervenção do policiamento, que foi importante para evitar que fatos mais graves viessem a acontecer. Esse é um fato que demonstra mais uma vez, o poder de alguns veículos de comunicação no nosso futebol, chegando ao extremo de deixar de acontecer um jogo, com os times e as torcidas presentes em campo, em um autêntico desrespeito a história do futebol brasileiro.

A ideia com a atitude do que aconteceu no futebol do Paraná, é quebrar o monopólio de alguns canais de televisão, que, em parceria com as Federações Estaduais e a CBF, vem trazendo cada vez mais prejuízos morais e financeiros para o nosso futebol, e principalmente um tremendo desrespeito ao torcedor brasileiro. Agora, é aguardar o desdobramento do fato, através dos órgãos responsáveis, pelo lado jurídico do nosso futebol.

Blog de Airton Sousa: Central perde pela quarta vez

E o Central continua sem vencer. No Hexagonal, perdeu neste domingo(19), para o Salgueiro, pelo placar de 2 x 1. Um jogo corrido, disputado, com as equipes se empenhando em campo, nos dois tempos de jogo.

Com o domínio do Salgueiro, saiu aos 23 minutos do primeiro tempo, o primeiro gol da partida, através de Ranieri, de cabeça, em uma falha da zaga do Central. O Central não se abalou, e aos 35 minutos, também de cabeça, Anderson Lessa empatou o jogo. A partir do empate, o jogo passou a ser equilibrado já que, até então, a meia cancha do Salgueiro mandava no jogo, com os espaços dado pelo time do Central.

No segundo tempo, o jogo continuou muito disputado, o técnico Laelson Lima consertou taticamente o seu time e aos 7 minutos, também de cabeça, Artur perdia a chance de desempatar o jogo para o Central. O principal acerto do treinador do Central, foi aproximar mais a marcação ao time do Salgueiro.

Houveram várias modificações no decorrer do segundo tempo e quando todos esperávamos que o placar final fosse um empate, Valdeir, aos 40 minutos, de cabeça, fazia o segundo gol do time da casa, fechando o placar em  2 x 1. Com a vitória, o Salgueiro assume a liderança isolada do Hexagonal, com 10 pontos.

O Central continua sem vencer e tem o próximo jogo, quinta-feira (02/03), em Vitória de Santo Antão. A arbitragem do jogo foi de Débora Cecília, com um público de 1.722 torcedores e uma renda de R$ 5.802,00.

Blog de Airton Sousa: Lacerdão pode ter gramado sintético

Os clubes do interior, estão vivendo este ano, no Campeonato Pernambucano, um verdadeiro bombardeio de transferência de jogos. Tal fato vem sendo dado, em razão da situação precária dos gramados, em razão da seca, da falta de condição financeira, principalmente no atual momento econômico do país. Central e Belo Jardim, especificamente, ainda não tiveram o direito de jogar nos seus estádios, em razão da situação do campo de jogo. Apenas o Salgueiro, dos times do interior, é que ainda está mandando os jogos para o seu estádio.

Visando mudar esta situação para 2018, o Presidente da FPF, começa a buscar condição necessária com os órgãos do Governo Fstadual, no sentido de encontrar uma solução. E muito nos surpreendeu quando Dr. Evandro Carvalho, anunciou a possibilidade de implantar um gramado sintético no estádio Lacerdão, que serviria de suporte para os clubes do interior, que participarem do Campeonato, e não ganharem condição de jogo nas suas cidades.

Com isso, chamaria para Caruaru as torcidas, também porque teria uma distância muito menor, do que ir jogar na cidade do Recife. Além dessa ideia, também há condição de outros melhoramentos  para o estádio do Central. Caso esse fato aconteça, ganharão todos, os clubes intermediários, os torcedores, o futebol Pernambucano e a imagem da competição, vale ressaltar, esse ano manchada também, pela condição dos nossos campos, como se não bastasse a fórmula do Campeonato, e a  baixa condição técnica dos clubes.

Blog de Airton Sousa: Náutico sai da Copa do Brasil e Sport vence no Hexagonal

Aconteceu o que todos esperavam, após a quarta derrota, o técnico Dado Cavalcanti entra em acordo com a Diretoria timbu e deixa o Clube Náutico Capibaribe. As derrotas sucessivas, o desacerto do time em campo, algumas indisciplinas de jogadores e a personalidade do treinador, já não permitiam a sua permanência. Aguarda-se agora o nome oficial do novo treinador do Náutico.

Quanto ao jogo, em que o time Pernambucano, pelo regulamento da Copa do Brasil, bastava empatar para ir à outra fase da competição, simplesmente o Guarani de Juazeiro, foi dono total das ações ao longo dos dois tempos de jogo. Poucos foram os lances do jogo, em que o time Pernambucano incomodou ao Guarani, que aconteceu aos 10 e 27 minutos do primeiro tempo, com Jeferson Nem e aos 41 minutos do segundo tempo, com Erick.

O time do Juazeiro teve várias e importantes chances: Adenilson aos 20 minutos; Leilson aos 22; Itálo aos 25 e Adenilson aos 43, todos no primeiro tempo, com Tiago Cardoso fazendo grandes defesas e evitando que sua meta fosse vazada. No segundo tempo, permaneceu o domínio do Guarani e o gol não demorou a sair, quando em um chute de Leilson,  em uma falha de Tiago Cardoso o placar era aberto, e a partir daí o time da casa cresceu e o Náutico era todo desespero.

Logo após o jogo, o técnico Dado Cavalcanti e um Dirigente timbu, deram uma coletiva, anunciando a saída do treinador, pois era insustentável a permanência do técnico. Agora o Náutico vai lutar para passar a próxima fase da Copa do Nordeste, e ficar entre os quatro do Hexagonal.

Por outro lado, em um jogo fraco, em que o Belo Jardim apenas se defendeu, o Sport teve o tempo todo a posse da bola, porém as finalizações foram limitadas, e somente aos 43 minutos do primeiro tempo, sai o gol que deu a vitória ao time leonino, através do jogador Paulo Henrique, em meio a muitas reclamações dos jogadores do time da terra do Bitury.

 Para completar, o jogador  André que não fez uma boa partida, terminou perdendo um pênalti, colocando a bola na trave e deixando a torcida frustada. Final de jogo, tivemos Sport 1 x 0 Belo Jardim. Lembrando que faltou realmente qualidade no time rubro negro, porque em meio aos jogadores escalados, estavam: Mateus Ferraz, André, Marquinhos, Henriques, Raul Prata, Fábio, Caio, Agenor, entre outros. Atletas que Daniel Paulista pretende contar para as competições da CBF.

Blog de Airton Sousa: Falta de pagamento tricolor não deu em nada

Era grande a expectativa, para o julgamento no STJD, da questão de atraso de pagamento do Santa Cruz Futebol Clube, com a maioria dos jogadores que defenderam o clube e 2016. Falava-se em punição financeira, perda de mando de campo e ainda perda de pontos, no Campeonato Brasileiro, porém tudo ficou na expectativa e nada deu para o clube.

Os membros do STJD entenderam que a questão em andamento, não cabia a denúncia pelos meios que aconteceram, e resolveram arquivar a referida denúncia, sem se quer se reunirem, para fazer o julgamento. Tanto carnaval, para nenhum resultado. Um fato lamentável, não pelo fato do Santa Cruz não ter sido punido, porém, pela maneira como a notícia do possível julgamento vazou para a imprensa.

Alertados pelas notícias, Dirigentes do Santa Cruz, contrataram um contador, para a efetivação do cálculo individual de cada atleta envolvido na questão dos pagamentos. Tudo será calculado conforme a lei. Porém, a maioria dos casos, será resolvido em comum acordo, conforme o anunciado. No entanto, interessante é saber onde a Diretoria tricolor irá arrumar tanto dinheiro, para resolver todas essas pendências. Essa é a questão.

Blog de Airton Sousa: Vitória e derrota para Santa e Náutico

Dois resultados totalmente diferentes, foi o que tivemos neste domingo(12), pela Copa do Nordeste, envolvendo Santa Cruz e Náutico. O time tricolor marcou a terceira vitória consecutiva, vencendo de goleada, pelo placar de 4 x 0, ao Uniclinic, no Estádio José do Rego Maciel, com o atacante Alef Pitibú marcando três gols e começando a fazer a torcida esquecer Grafite. O Náutico, outra vez não jogou bem, teve a terceira derrota consecutiva, perdendo para o Campinense, no Estádio Amigão por 2 x 0.

A torcida tricolor eufórica com mais uma vitória, e de goleada, onde o Santa Cruz assumiu a liderança do grupo, com sete pontos, mesma pontuação do Campinense, porém com melhor saldo de gols. Tudo é calmaria no Arruda, dando a tranquilidade ao treinador e ao seu grupo, para começar com mais otimismo, a preparação para a próxima partida, desta feita, pelo Hexagonal do Título, no clássico do Arruda, contra o Sport Clube do Recife.

Agora, é esperar o retorno e o incentivo do torcedor, para as próximas partidas, e que a Diretoria comece arrumar maneiras de saldar os compromissos com a Comissão Técnica e os jogadores. Não resta dúvida, que o crescimento tricolor, deve-se também, a qualidade do seu treinador.

Enquanto tudo é festa no Arruda, no Náutico acontece o oposto. Com a derrota para o Campinense, o time completa a sua terceira derrota consecutiva. Não fez um bom jogo, muito desencontro do time dentro de campo, escalação e modificações erradas, além da fragilidade técnica da maioria dos jogadores.

No primeiro tempo, as melhores chances foram do Campinense, aos 14 e 17 minutos, com Tiago Cardoso evitando que os gols acontecessem, com o time preso na defesa, sem saída de bola, com os alas atuando muito mal, e os atacantes isolados, sem a transição dos jogadores de meio de campo.

No segundo tempo, o Náutico  cresceu um pouco, no entanto, nada que viesse a evoluir o suficiente para vencer. Erick perdeu uma chance aos 4 minutos. Léo Ceará também perdeu, desta feita para o Campinense, e a partir daí muitas modificações. A expulsão de Rodrigo Sousa, e a entrada de Renatinho mudou a história do jogo para o Campinense.

Aos 44 minutos, é Renatinho quem faz um bonito gol, e aos 49 Léo Ceará fecha o placar, finalizando Campinense 2 x 0 Náutico . Com a vitória, o time Paraibano divide a liderança com o Santa Cruz, enquanto que o Náutico, é o terceiro do grupo. Não sabemos até quando a situação vai perdurar, e o técnico Dado Cavalcanti ficará no comando do time timbú.

Blog de Airton Sousa: Sport se rende ao River

Talvez a falta de respeito e o espírito de superioridade, tenham feito com que o Sport não conseguisse, na Ilha do Retiro, vencer ao mediano time do River do Piauí. Com todas as suas estrelas, com a estréia de André, a partir dos 5 minutos do segundo tempo, com a participação e o incentivo do torcedor, nada disso foi suficiente para o rubro-negro somar três pontos. 2 x 2 foi o placar, deixando o torcedor rubro-negro apreensivo, com o rendimento ofensivo do time. Daniel Paulista vai ter que rever os posicionamentos a partir de agora, tanto de Diego Sousa como de André, porque no jogo contra o River, esses jogadores tiveram mal posicionados.

Bolas altas, muita distância entre os jogadores, Diego Sousa fazendo de conta que estava em campo, e  a aplicação colocada pelo técnico Waldemar Lemos, que fechou muito bem o seu time, sendo objetivo na finalização e com apenas duas chances no jogo, marcou os dois gols, entendendo-se que o técnico do River se preparou taticamente para o jogo, pegando Daniel Paulista desprevenido e sem poder reagir taticamente.

O técnico Daniel Paulista tem urgentemente, que encontrar um outro jogador para o Mansur. O atleta Caio, da base, e que teve um grande destaque na Copinha em São Paulo, pode quem sabe, aparecer no time, assim como aconteceu com o ex jogador leonino Renê. O que não pode acontecer é insistir com Mansur, facilitando em todos os jogos o caminho para os adversários, e não só isso, Samuel Xavier também não vem correspondendo, o que é uma preocupação a mais.

Para quarta-feira(15), pelo Hexagonal do Título, o técnico Daniel Paulista, já anunciou o time opcional para enfrentar ao Belo Jardim. O que vai acontecer sinceramente, não sabemos. Já para no  clássico do final de semana, contra o Santa Cruz, o técnico pode escalar o time principal, porque trata-se de  um rival direto pelo título do Pernambucano 2017.

Blog de Airton Sousa: Pernambuco na Copa do Nordeste

Sport, Santa Cruz e Náutico, entram em campo neste sábado(11), e domingo(12), pela Copa do Nordeste. No sábado à noite o rubro-negro enfrenta ao River do Piauí na Ilha do Retiro, valendo a liderança do grupo, em razão de que os dois times estão com 100% de aproveitamento, ou seja, duas vitórias. O Sport tem tudo para somar três pontos, porque além de jogar em casa, com o apoio da torcida, tecnicamente tem um time superior ao adversário. Caso aconteça a vitória, o rubro negro praticamente garante a vaga na próxima fase, em razão de que os dois próximos jogos, são com adversários teoricamente inferiores, que são o Juazeirense, cujo jogo será na Ilha do Retiro, e o Sampaio Correia, no Estádio Castelão, em São Luiz.

Por outro lado, o Santa Cruz tem 4 pontos na competição, fruto de um empate em Campina Grande contra o Campinense, e uma vitória no Arruda contra o Náutico. O adversário deste domingo(12), do time tricolor é o Uniclinic do Ceará, considerado o adversário mais fraco do grupo, que inclusive na estréia, perdeu na Arena Pernambuco, pelo placar de 4 x 0. O Santa Cruz começa tomar corpo no Campeonato Pernambuco, que também incentivará o time e a tendência é a soma de 3 pontos contra o time Cearense.

Finalmente o Náutico vai até a Rainha da Borborema para enfrentar ao time do Campinense, que na estréia empatou no Estádio Amigão, contra o Santa Cruz. A raposa possui um bom elenco, e tem como retrospecto o título de campeão e vice-campeão, respectivamente, da Copa do Nordeste, sendo dessa maneira um adversário experiente. Por outro lado, o time de Dado Cavalcanti, vem em baixa, ou seja, uma derrota para o Santa Cruz por 1 x 0 pela Copa do Nordeste, e uma derrota para o time do Salgueiro por 2 x 0, pelo Hexagonal do Campeonato Pernambucano. Portanto, um jogo em que o Náutico tem que dar a volta por cima, em todos os sentidos, inclusive livrando a pele do Técnico Dado Cavalcanti de mais um resultado negativo. Fato aliás, se acontecer, pode causar a saída desse treinador.

Blog de Airton Sousa: Santa vence Central de virada

Aumenta a cada rodada, o prejuízo do Central no Hexagonal do Título. Jogando na Arena de Pernambuco, o time alvi-negro voltou a perder. Aliás, no Hexagonal, o time Caruaruense não conseguiu nem chegar a um empate. São derrotas e mais derrotas, tornando cada vez mais crítica a situação da patativa.

No primeiro tempo, o Santa Cruz teve um domínio maior, marcou o primeiro gol aos 16 minutos com Everton Santos e a partir daí o time patativa sentiu ainda mais, com a pressão do time tricolor. No entanto, aos 43 minutos,  Anderson Lessa empata, dando a entender que voltaria diferente no segundo tempo.

No segundo tempo, outra vez, o Central demonstrou cansaço.  Entretanto aproveitou um pênalti cometido pela zaga tricolor, e Altemar, cobrando com maestria, fez 2 x 1.  O time alvi-negro com a virada no jogo, se empenhou e aguentou a pressão tricolor até 40 minutos, quando numa cobrança de falta, Anderson Sales empatou o jogo e o Central voltou a negligenciar com a falta de fôlego de alguns jogadores.

Aos 45 Everton Santos faz o terceiro gol e William Barbio fechou o placar aos 48 minutos, daí o placar de 4 x 2 para o time do Arruda, que assumiu a vice-liderança do Hexagonal, enquanto que o Central sustenta a lanterna, sem somar um ponto se quer. O próximo jogo do Santa Cruz pelo Hexagonal é no dia 19/02, contra o Sport Clube do Recife.  O jogo do Central que seria também no dia 19, passou para a segunda-feira(20), contra o Salgueiro, no sertão de Pernambuco.

Blog de Airton Sousa: Hoje tem Santa no Pernambucano

Mais uma vez o Central é envolvido em polêmica, com relação ao local de jogar. A semana passada foi a questão do jogo contra o Náutico, que terminou acontecendo no Estádio Antonio Inácio de Sousa. Agora surgiu de novo, a mesma polêmica, onde seria o jogo do Central contra o time tricolor?

Finalmente a decisão e o jogo será na Arena de Pernambuco, que abriu algumas concessões com relação às despesas, cobrando do Central a taxa de R$ 16.000,00 para a realização do jogo. Com certeza, outra vez o Central pagará um prejuízo pelo fato de não jogar no Lacerdão, além de beneficiar ao adversário, que está bastante acostumado a jogar na Arena.

Porém, tudo isso faz parte da desorganização que cerca o Central, através da sua Diretoria, que inclusive está ameaçada de ter os jogos da série D, também fora do Lacerdão, pela precariedade do estado do gramado, o que é extremamente lamentável.

Quanto ao jogo, o Central vem de uma derrota contra o Náutico, fazendo um bom primeiro tempo, e o Santa Cruz de uma vitória contra o Náutico. Daí um confronto onde, se por acaso o time patativa não conseguir um resultado positivo, afunda de vez no Hexagonal, enquanto que o Santa Cruz vencendo, dá um passo importante para chegar à reta final do Campeonato Pernambucano, principalmente depois da derrota do Náutico para o Salgueiro.

Blog de Airton Sousa: Futebol pernambucano nesta quarta-feira

Duas competições aguardam o futebol pernambucano nesta quarta-feira(08). Pelo Campeonato Pernambucano o Náutico enfrenta ao Salgueiro na Arena Pernambuco, um confronto que vale a liderança do Hexagonal. O Náutico vem de uma vitória frente ao Central no Estádio Antonio Inácio de Sousa, enquanto que o Salgueiro vem de um empate contra o Sport.

Todavia, no meio do caminho, o torcedor alvi-rubro saiu chateado de campo, depois da derrota de 1 x 0 para o Santa Cruz, principalmente pelo desacerto do time, sendo dominado, na maioria do jogo, pelo time tricolor. A esperança nesta quarta-feira, é que o Náutico dê a volta por cima, some três pontos e supere as dificuldades e a qualidade, principalmente no entrosamento do time do sertão, e esteja ´pronto para disputar a liderança do Hexagonal. Sabe-se que a briga é grande pela liderança, entre Sport, Náutico e Salgueiro.

Não resta dúvida, que será um jogo igual, e o perigo é  esse, uma derrota do time alvi-rubro, pode trazer consequências, inclusive para o técnico Dado Cavalcanti, bastante criticado, após a derrota do sábado(04), para o Santa Cruz. Por outro lado, o time do Salgueiro promete dificultar as ações do alvi-rubro. Daí se espera um bom jogo, em razão da necessidade que os dois times tem que vencer a partida, para avançar rumo a conquista do Hexagonal decisivo do título. Outra expectativa, é com relação ao público, até agora decepcionante nas duas rodadas anteriores.

Enquanto isso, o Sport estréia na Copa do Brasil contra o CSA. Como de costume, sempre quando se encontram equipes de Pernambuco, Alagoas, Rio Grande do Norte, Ceará e Sergipe, geralmente são jogos difíceis, mesmo entendendo-se que a estrutura do Futebol Pernambucano é superior. No entanto, nem sempre na prática assim acontece. A Copa do Brasil sofreu várias alterações no seu regulamento, exigindo mais, principalmente de quem joga fora de casa.

A torcida leonina, eufórica com a contratação do jogador André, espera que agora a deficiência ofensiva do time tenha sido solucionada, muito embora, para o jogo desta quarta-feira(08), o atleta não jogará, e o técnico Daniel Paulista vai ter que se arrumar com o atual elenco, e quem sabe, outra vez, colocar Fábio no comando do ataque, já que são poucas as opções, no momento, para esse setor.

Portanto, o torcedor leonino, espera que o time possa passar bem pelo CSA, e começar a pensar outra vez no Campeonato Pernambuco e na Copa do Nordeste, já que nesse final de semana, o Sport também disputa a liderança do grupo com o time do River do Piauí, fato que aliás vem chamando à atenção, porque a Comissão Técnica já demonstrou total interesse em conquistar a Copa do Nordeste, inclusive deixando o time principal para essa competição.

Porém, também é bom lembrar, que a Copa do Brasil, é uma competição interessante, em vários aspectos: financeiro, mídia e a própria competição, que reúne grandes, médios e pequenos clubes do futebol brasileiro. Aguardar para ver como o time se comporta, diante do time Alagoano, que com certeza, vai querer obter um bom resultado, para brigar para ir para a próxima fase da competição.

Blog de Airton Sousa: No clássico deu Santa Cruz

Um jogo fraco tecnicamente, para um público de cinco mil pessoas e pouco interesse dos times, principalmente do Clube Náutico Capibaribe, foi o que tivemos na tarde deste sábado(04), no Estádio José do Rêgo Maciel.  Finalmente acontece a primeira vitória tricolor este ano, depois de três empates sucessivos.

O primeiro tempo foi de igual para igual, com os ataques pouco funcionando e as defesas com boas atuações e os atacantes não chegavam a incomodar os goleiros, que foram meros expectadores na partida. No entanto, os homens de meio de campo dos dois times, tiveram ao longo da primeira fase, um confronto direto, com muito equilíbrio.

No segundo tempo, logo percebeu-se a desenvoltura tricolor, impondo velocidade no jogo e já no início, surgia o primeiro gol do jogo, numa jogada trabalhada pela esquerda, cruzada para a área e o complemento do jogador Everton Santos, aos 6 minutos. A partir daí, o tricolor cresceu mais ainda e o técnico Dado Cavalcanti tentou com algumas modificações reagir; no entanto, o Santa Cruz  se superava a cada instante, chegando a primeira vitória este ano.

Com a vitória, o Santa Cruz atingiu a primeira colocação do seu grupo, o Náutico é o segundo colocado e a depender do jogo entre Campinense e Uniclinic, os Pernambucanos podem virar a rodada na cabeça do grupo. A vitória animou os tricolores, enquanto que os alvi-rubros insatisfeitos  com a derrota, já falam em alterações para a próxima partida.

Porém, para ser extremamente realista, e mesmo entendendo que estamos em início de temporada, há de se convir que os nossos clubes estão muito aquém daquilo que necessitam, para participarem, principalmente, de competições como a Copa do Brasil, Sul-Americana e Campeonato Brasileiro. É bom que os nossos Dirigentes acordem enquanto é tempo, para não passarmos decepção, outra vez, este ano.

Blog de Airton Sousa: Pernambuco na Copa do Nordeste

Depois da rodada do meio de semana pelo Campeonato Pernambucano, os clubes da capital Pernambucana, voltam a campo neste sábado(04)  e domingo(05). Outra vez o clássico entre Santa Cruz e Náutico no Arruda no sábado à tarde, e no domingo em Juazeiro da Bahia, o Sport enfrenta a equipe do Juazeirense.

Na abertura da competição, o Sport venceu na Ilha do Retiro ao Sampaio Correia pelo placar de 1  x 0, praticando um futebol apenas razoável. Espera-se para o jogo contra o Juazeirense, mesmo fora da Ilha, que o time rubro-negro faça valer a sua diferença técnica e o investimento da Diretoria para a competição, mesmo porque foi decisão do técnico Daniel Paulista, tirar do Campeonato Pernambucano os jogadores titulares, para dar melhor condição aos atletas no Nordestão.

Por outro lado, o Santa Cruz começou empatando em Campina Grande, contra o Campinense, depois teve o clássico contra o Náutico na Arena de Pernambuco, pelo Campeonato Estadual, e ainda pela mesma competição, empatou em pleno Arruda na quarta-feira(01/02), contra o Belo Jardim. Ou seja, foram três empates seguidos que o time sofreu e nenhuma vitória ou derrota.

Quanto ao Náutico, começou a Copa do Nordeste vencendo ao Uniclínic pelo placar de 4 x 0, na Arena de Pernambuco; empatou contra o Santa pelo Campeonato Pernambucano e venceu ao Central na quarta-feira(01/02), pelo placar de 1 x 0. Notando-se aí, que ao contrário do tricolor, o alvi-rubro tem duas vitórias e um empate, trazendo  a vantagem de melhor campanha até agora, nas duas competições.

O certo é que  Pernambuco necessita classificar os três times para a próxima fase, a fim de  avançar mais ainda, na tentativa de chegar, aos poucos, à reta final da Copa do Nordeste. Sabemos que é muito cedo ainda, porém, pelos times inseridos nos grupos dos Pernambucanos, temos que reconhecer a obrigação dos nossos representantes apresentarem bons e melhores resultados.

Blog de Airton Sousa: Salgueiro e Sport não passam de 0 x 0

Fechando a segunda rodada do Hexagonal, o Salgueiro empatou com o Sport, sem abertura de placar. Foi um jogo corrido, porém de pouca qualidade técnica. O time leonino basicamente com jogadores da base, exceção do goleiro Agenor, do zagueiro Mateus Ferraz e dos meias Neto Moura e Lenis. O restante do grupo, jogadores que pouco constaram na relação do grupo, para jogos do time titular leonino.

Quanto ao Salgueiro, diferentemente do Sport, um grupo entrosado que atua junto há muito tempo, onde existem jogadores que estão no clube há quase oito anos, a exemplo de Tamandaré e Rodolfo Potiguar, entre outros, fazendo valer o conjunto do grupo e predominando em alguns momentos do jogo, além da vantagem de jogar no seu estádio, que aliás a exemplo do estádio Antonio Inácio, está com o gramado em condição razoável de jogo.

Quanto ao jogo, foi uma partida bastante ativa, corrida e disputada, com oportunidades de gol muito mais para o Salgueiro do que para o Sport, no primeiro tempo. Porém a pontaria dos jogadores não correspondeu e tanto no primeiro como no segundo tempo, muitos erros de finalizações. Com o empate, Sport e Salgueiro foram a quatro pontos, mesma pontuação do Náutico.

Quanto ao técnico Eduardo Batista, pretende manter esse trabalho durante o Campeonato Pernambucano, com a finalidade de avaliar alguns jogadores, para utilizá-los junto com o grupo, nas competições que o time rubro-negro irá participar, principalmente neste semestre, antes que comece o Campeonato Brasileiro. No entanto, achamos que a qualidade do grupo, no jogo contra o Salgueiro, não deixa tanta perspectiva positiva.

Blog de Airton Sousa: Central e Santa não vencem no Hexagonal

Uma noite com dois jogos pelo Hexagonal decisivo do título, onde no Estádio Antonio Inácio de Sousa, o Central perdeu pelo placar de 1 x 0 para o Náutico, e o Santa Cruz decepcionando a sua torcida, empatou contra o modesto Belo Jardim em 0 x 0. O que chamou a atenção nesses dois jogos, foi o pequeno público, principalmente no Arruda, pouco mais de duas mil pessoas.

O Central fez um bom primeiro tempo, surpreendendo e criando várias oportunidades. No entanto, os atacantes não tiveram qualidade na finalização. Os jogadores Ailton, Marlon, Tomás, Wagner Rosa e Paulinho, destacaram-se na primeira etapa. Três chances concretas de gol foram perdidas pelo time alvi-negro.

Enquanto isso o Náutico, na base do contra ataque e do desespero, também criou oportunidades.  Entretanto, essas foram inferiores às do Central. Foi um Náutico que correu muito e rendeu pouco, faltando principalmente quem pensasse e criasse estratégias no time timbú. Daí o primeiro tempo não ter passado de 0 x 0.

No segundo tempo, inteligentemente o técnico Dado Cavalcante, mexe no time segurando Joazi no campo timbú, enquanto que a entrada de Erick, no lugar de Giva tornou o Náutico um time que jogou com inteligência, dominando o alvi-negro e chegando ao gol da vitória, aos 38 minutos, com uma jogada trabalhada por Erick, e completada por Mailson.

O Central teve nas suas principais peças, a condição física cansando e a reação não chegou levando o time a segunda derrota na competição e tendo complicada a sua situação no Hexagonal. Em contra partida, o Náutico que vinha de um empate no clássico contra o Santa Cruz, chega agora a quatro pontos, aguardando o jogo desta quinta-feira(02), entre Salgueiro x Sport, que decidirá a liderança do Hexagonal.

A rodada será complementada nesta noite de quinta-feira no sertão, com o Salgueiro que venceu e o Sport que também venceu, na primeira rodada da competição. O fato que chamou à atenção no jogo do Central, foi a presença de oficiais de justiça, para bloquearem a arrecadação do jogo, em face de uma questão trabalhista do ex técnico Humberto, na gestão de Francisco Noé, deixando assim o presidente Lícius Cavalcanti, com uma dor de cabeça a mais.

Blog de Airton Sousa: Notícias do Campeonato Pernambucano

Com a surpresa da classificação do Belo Jardim, para o Hexagonal decisivo do Campeonato Pernambucano, tivemos ontem o encerramento da primeira fase, com os seguintes resultados:  América 2 x 0 Belo Jardim; Serra Talhada 1 x 0 Afogados;  Vitória 0 x 1 Salgueiro;  Central 0 x 0 Flamengo.

Não resta dúvida que foi uma disputa acirrada pelas três vagas para o Hexagonal decisivo, e a classificação por maior número de pontos terminou da seguinte maneira: Primeiro lugar – Salgueiro com 16 pontos; Segundo Lugar- Belo Jardim com 12 pontos; Terceiro lugar – Central  também com 12 pontos, porém com uma vitória a menos.

Depois da rodada desta quarta-feira(25/01), o Hexagonal decisivo do título, já começa no sábado(28/01), com o jogo entre Sport x Central, na Ilha do Retiro. No domingo(29/01), teremos o clássico entre Náutico x Santa Cruz, na Arena de Pernambuco e em Belo Jardim, Belo Jardim x Salgueiro.

Chegou a hora de avaliarmos as equipes do interior, porque essa fase que terminou, foi nivelada por baixo. Agora é diferente, os clubes interioranos terão que mostrar competência, diante dos considerados grandes da capital, que estão investindo para a Copa do Nordeste e as competições promovidas pela CBF.

Blog de Airton Sousa: Seleção brasileira vence amistoso da amizade

Tudo indicava que teríamos um bom público e consequentemente uma boa renda para o amistoso da amizade entre Brasil e Colômbia, tal foi a nossa decepção quando vimos as imagens do Estádio  Engenhão,  apesar da motivação dada pela grande mídia para a partida. Pouco mais de dezessete mil pessoas e uma renda inferior a hum milhão e quatrocentos mil reais.

Tenho a impressão que a lojística para o local do jogo é que foi errada. Difícil acesso para o estádio, distância e a cobrança do torcedor carioca, além da rivalidade da torcida com os jogadores convocados, que passaram pelos mais diversos clubes do Rio de Janeiro.

Conclusão, o que poderia ser um grande espetáculo em termos de público, foi uma decepção, apesar do jogo ter sido bastante acirrado e bem disputado entre as duas seleções. O técnico Tite tirou proveito do jogo e alguns atletas poderão ter chances nas novas convocações. O Brasil venceu pelo placar de 1 x 0, com gol de Dudu, no início do segundo tempo.

O que interessa, é que houve mais uma vez solidariedade com a Chapecoense, que continua firme, na intensão de se recuperar para as competições deste ano. No entanto, não temos dúvidas, se o jogo tivesse sido programado para o Sul, ou para o Nordeste, a decepção de público e renda, não teriam acontecido.

Blog de Airton Sousa: Náutico estreia da Copa do Nordeste

Começa para Pernambuco, esta semana, a Copa do Nordeste. Competição que é sucesso total a cada ano, e  desta feita, tem a participação do Náutico, Santa Cruz e Sport. O Salgueiro, pela campanha no Campeonato Pernambucano de 2016, não conseguiu a sua vaga, perdendo a grande chance de um bom faturamento.

O Náutico estreia nessa terça-feira(24), na Arena de Pernambuco, contra o Uniclinic do Ceará; o Sport  nessa quarta-feira(25), contra o Sampaio Correia na Ilha do Retiro e o Santa Cruz joga em Campina Grande, contra o Campinense. Os três clubes começam a competição em um clima de expectativa, em razão das alterações sofridas, entre o final de 2016 e início de 2017.

É indiscutível a importância dessa competição, que reúne os principais clubes do Nordeste, além de alguns de menor porte, a exemplo de Juazeirense, Uniclinic, River do Piauí, entre outros. Pernambuco é contemplado  com a presença de três clubes, e esperamos principalmente do Náutico e do Sport, que jogam em casa, para que estreiem vencendo, iniciando assim, com mais chances de chegarem à fase seguinte. O Santa Cruz sofreu uma restruturação e joga fora contra a boa equipe do Campinense, na Rainha da Borborema.

Blog de Airton Sousa: Resultados da sexta rodada do Pernambucano

Continua ainda indefinida, as duas últimas vagas para o hexagonal,  após os resultados da sexta rodada do Campeonato Pernambucano. O Flamengo avançou ainda mais com o empate contra o Central, O Central está a um empate para a classificação, e a última vaga vai ser decidida entre Belo Jardim, Afogados e Vitória.

Será uma boa briga, visto que o Central joga no Estádio Antonio Inácio de Sousa, contra o  Flamengo de Arcoverde nessa quarta-feira(25); o Belo Jardim joga em Paulista contra o América; o Afogados enfrenta ao Serra Talhada, no sertão; e o Vitória enfrenta ao Salgueiro, na terra da Pitu.

Com relação ao Central, vejam só que prejuízo a questão do desprezo do gramado do Lacerdão: peladas dos amigos, falta de manutenção, e o próprio sol que castiga a região, fazem com que que o jogo dessa quarta-feira(25), não aconteça nos seus domínios, e sim no Estádio Antonio Inácio de Sousa. A Diretoria com essa decisão, tenta ganhar condição para jogar no Lacerdão as partidas do hexagonal, caso o time se classifique, o que bem provável.

Blog de Airton Sousa: Primeira fase aproxima-se da reta final

O torcedor do interior, viverá na noite de quarta-feira (18), mais uma rodada da primeira fase do Campeonato Pernambucano de Futebol. Todos sabem, que é uma competição curta, onde ocorrerão apenas sete rodadas, que apontarão os três classificados para o hexagonal do título. Alguns times começam a tomar distância na linha de frente, enquanto que outros estão com suas situações complicadas, para quantidade de pontos somados até agora.

Teremos  nessa quarta-feira (18), os seguintes jogos: América x Salgueiro; Serra Talhada x Central; Belo Jardim x Afogados; Atlético PE x Vitória.  O Flamengo de Arcoverde estará folgando nessa 5a rodada. Dos nove times, Salgueiro e Central tiveram uma melhor estrutura, portanto com a obrigação de ter vagas garantidas. Nesse momento, o Salgueiro lidera com nove pontos e o Central, com sete pontos.

Falando especificamente do Central, o time alvi-negro terá na sequência duas partidas fora de casa. Uma nessa quarta-feira e outra no domingo(22) em Salgueiro, contra aquela equipe sertaneja. O que esperamos, é que não aconteça com a patativa o que aconteceu no ano passado, classificando-se para o hexagonal, após boa participação na primeira fase, e sendo uma decepção dentro do hexagonal. Que a lição possa servir de exemplo, porque a qualidade técnica do Sport, Santa Cruz e Náutico, com certeza, exigirá dos clubes menores, a formação de um bom grupo tecnicamente.

Blog de Airton Sousa: Classificação Pernambucano na 3a rodada

O Central na noite dessa quarta-feira, não passou de um empate contra o Atlético PE., o que consideramos um resultado desagradável, em face de que o jogo foi no Estádio Lacerdão em Caruaru. O time Caruaruense vinha de uma excelente vitória na estréia na cidade de Paulista, contra o América, e a expectativa era que o time patativa vencesse ao time do Atlético PE.

Com esse resultado o alvi-negro perdeu a chance de avançar no seu grupo, e agora terá que recuperar pontos fora dos seus domínios, muito embora ainda em casa, o time enfrenta ao Belo Jardim, com a obrigação de vencer. Na sequência, após o jogo de domingo, o alvi-negro jogará duas partidas fora de Caruaru, respectivamente contra o Serra Talhada e Salgueiro.

Por outro lado, o Flamengo de Arcoverde, não passou de um empate contra o Vitória, no sertão Pernambucano, o que também consideramos um resultado prejudicial para o time da Capital do Sertão. O único time que conseguiu ganhar na rodada, foi o Salgueiro, que venceu ao Afogados, o que podemos considerar como um excelente resultado. Portanto, dois empates e uma vitória, foi o balanço da terceira rodada, da primeira fase do Campeonato Pernambucano de Futebol.

Blog de Airton Sousa: Mais uma rodada do Pernambucano

Teremos nessa quarta-feira(11), a sequência do Campeonato Pernambucano de Futebol, na sua 3a rodada da primeira fase, com a realização dos seguintes jogos: Flamengo x Vitória; Afogados x Salgueiro; Central x Atlético. O que vem chamando a atenção dos torcedores, é que as equipes, mesmo com modestas contratações, vem fazendo boas partidas, e com um bom saldo de gols nas duas primeiras rodadas.

A classificação da fase, por grupo, é a seguinte:

GRUPO  A – Belo Jardim com 3 pontos; Salgueiro com 3 pontos; Atlético PE com 2 pontos;

GRUPO  B – Flamengo de Arcoverde com 4 pontos; Serra Talhada com 1 ponto; América com 0 ponto;

GRUPO  C – Central com 3 pontos; Vitória com 3 pontos; Afogados com 2 pontos.

Importante lembrar, que o regulamento da competição, determina que estarão classificados para o hexagonal, os primeiros colocados de cada grupo. Exemplo: se a fase terminasse hoje, estariam classificados: Belo Jardim (Grupo-A); Flamengo de Arcoverde (Grupo-B)  e Central (Grupo-C).

Aguardar para ver o que acontece nessa 3a rodada, principalmente com os times que jogam em casa, que são Flamengo, Afogados e Central. Desses, dois lideram os seus grupos, daí a importância de uma vitória, em razão de ser uma competição muito curta, tendo apenas sete rodadas, não permitindo que o time venha a cometer o erro de não aproveitar o mando de campo.

Blog de Airton Sousa: Náutico sem rumo na estreia

Vejam só o que está acontecendo com a estreia do Clube Náutico Capibaribe, na Copa do Nordeste, no dia 24 deste mês: Por ocasião do último jogo do Brasileiro, na Arena de Pernambuco, contra o Oeste, houve uma série de invasões, e a CBF, a princípio, retira do Náutico o direito de jogar algumas partidas no Recife, e coincidência ou não, o primeiro jogo do Nordestão tem o mando de campo dos Pernambucanos.

Agora, os Dirigentes estão a procura de um local para o time jogar, considerando que, na Arena não pode; os Aflitos estão impraticáveis, em razão das reformas, que aliás caminham a passos muito lentos, por falta de dinheiro. A primeira opção, de cara, pode ser o estádio Almeidão, em João Pessoa. Aí vem o principal obstáculo, além do campo, o deslocamento do torcedor, em uma noite de terça-feira, às 19 horas. É muito complicada a situação do timbu, além de difícil solução.

Tudo isso em consequência da irresponsabilidade de alguns torcedores, que por conta disso, o clube que eles dizem amar, fica em uma situação extremamente complicada, além do prejuízo financeiro e as dificuldades técnicas que o Uniclínic deverá oferecer. Agora é aguardar se existe alguma alternativa jurídica, para que possa mudar a decisão, e assim, espera-se que o Timbu vença mais essa batalha, dentro e fora de campo.

Blog de Airton Sousa: Central em situações opostas

O time alvi-negro, conseguiu sua primeira vitória no Campeonato Pernambucano, ao vencer na cidade de Paulista ao América pelo placar de 3 x 1. Foi realmente uma boa estreia, em razão de que o jogo foi fora do Lacerdão, e a equipe adversária vinha de uma goleada pelo placar de 3 x 0.  Esperava-se uma reação do time esmeraldino e isso não aconteceu, em razão da forma como o técnico Laelcio Lima armou o seu time, de uma maneira ofensiva, principalmente na segunda etapa de jogo, onde a meia cancha trabalhou muito bem para o ataque patativa.

Alguns atletas apareceram bem no jogo, a exemplo de David Manteiga, Ailton, Anderson Lessa entre outros jogadores, que contribuíram para o bom resultado patativa, na tarde desse domingo(08/01). Agora é esperar que em casa, na próxima quarta-feira(11), contra o Atlético Pernambucano, o time possa superar as dificuldades do piso de jogo e a própria qualidade do adversário. Que o torcedor faça a sua parte e que o elenco possa repetir  o futebol jogado no segundo tempo contra o América na cidade de Paulista, já que o primeiro tempo do alvi-negro não foi bom.

Enquanto isso, a decepção foi a participação do time do Central, na Taça São Paulo de Futebol Júnior. Esteve no banco de reservas apenas três jogadores, com um total desrespeito ao nome do clube. Como se não bastasse, a delegação foi apenas com as passagens de ida, sem a confirmação da compra das passagens de volta, que dependiam da boa vontade de um empresário. Apesar do susto, a delegação tem confirmada a sua volta na quarta-feira(11). É incrível e inacreditável, porém com o Central tudo acontece, e não poderia ser diferente. Além de três derrotas, inclusive uma goleada na estreia, por 5 x 0, para o Flamengo, a delegação passou o susto de ficar em São Paulo, sem dia de voltar e sem lugar certo para hospedagem, após a desclassificação na competição. É bom que os Dirigentes respeitem mais, principalmente os garotos que podem ser a garantia do futuro alvi-negro.

Blog de Airton Sousa: Resultado dos pernambucanos

Foi aberto nesta quarta-feira(04/01), o Campeonato Pernambucano de Futebol, na sua primeira fase, e a primeira rodada apresentou os seguintes resultados:

Vitória 3 x 0 no América; Atlético Pernambucano 0 x 0 com o Afogados; Flamengo de Arcoverde venceu ao Belo Jardim por 2 x 1; e finalmente no sertão, o Salgueiro venceu ao Serra Talhada por 2 x 0.  Ou seja, dos times que jogarão em casa, somente o Atlético Pernambucano não conseguiu vencer. Observando-se um total de oito gols nos quatro jogos, o que dá os percentuais de dois gols por partida, sendo uma boa média, levando-se em consideração que estamos no início de temporada e que foi a primeira rodada.

Para domingo, o fato importante da rodada, é a estréia do Central jogando em Paulista contra o América, que na primeira rodada perdeu para o time do Vitória pelo placar de 3 x 0. Os demais jogos são: Serra Talhada e Atlético Pernambucano; Afogados e Flamengo de Arcoverde; Belo Jardim e Vitória; e temos a folga, nessa rodada, do Salgueiro. Para o Central, temos o desafio de vencer fora de casa, ao América, que tentará se recuperar, em face da derrota na estreia, fora de casa.

Enquanto isso pela Copa São Paulo de Futebol Júnior, tivemos os seguintes resultados na primeira rodada : Porto 1 x 0 no Criciúma; Santa Cruz 2 x 1 no XV de Piracicaba; aliás, estes foram os únicos que venceram na estreia. Os demais resultados foram o Central que perdeu de goleada para Flamengo por 5 x 0; o Náutico perdeu de 2 x 1 para o Vila Nova e o Sport perdeu de 3 x 2 para o Batatás. O detalhe com relação ao Central, além da goleada, é que o time só tinha 3 reservas no banco, sem explicações convincentes da Diretoria de futebol, porque na competição, é permitido até cinco substituições.

O próximo jogo dos Caruaruenses será nessa sexta-feira (06/01), com o Central  enfrentado aos donos da casa, o time do São Caetano e tentando a recuperação, o que não será fácil. Enquanto isso, o Porto que estreou vencendo, joga contra o time do Santo André, esperando-se que desta feita, dois resultados positivos possam acontecer, para manter viva a esperança da passagem para a segunda fase da competição.

Blog de Airton Sousa: Campeonato Pernambucano inicia nesta quarta-feira

Sem a participação dos três principais clubes do futebol Pernambucano, a competição tem início nesta quarta-feira (04/01), com a realização dos seguintes jogos: Flamengo de Arcoverde x Belo Jardim; Vitória x América; Salgueiro x Serra Talhada; Atlético Pernambucano x Afogados da Ingazeira.

Observa-se um destaque na estreia de duas equipes: o Flamengo que já houvera participado, tempos atrás do Campeonato Pernambucano da primeira divisão; enquanto que o Afogados, é realmente a primeira vez que irá participar.

Com certeza, a presença desses novos times, haverá de motivar as cidades de Arcoverde e Afogados, respectivamente, visto que a população interiorana, curte muito bem o futebol, tratando-se agora com a presença em uma competição oficial do Estado. Espera-se que os dois estreantes possam ter montado bons elencos, com a finalidade de fazer bonito na competição.

Um fato questionável, é a condição dos gramados no interior, em razão da ausência de chuvas e as dificuldades de manutenção do campo de jogo, também pelos custos do trabalho de conservação.

A novidade, nessa primeira fase, é a presença do Salgueiro, em face de não ter ganho o direito de participar da Copa Nordeste, o que trouxe um prejuízo considerável para o time sertanejo.

Quanto ao Central, que folga na primeira rodada, terá um tempo maior para aprimorar o seu elenco, visto que só estreia na segunda rodada, ou seja, no domingo (08/01), na cidade de Paulista, contra o América. Sendo assim, o técnico Laelcio Lima ganhará mais um tempo para definir o seu  grupo, esperando-se que o time possa começar com o pé direito, porque como se sabe, classificam-se no final da primeira fase, 03 clubes, sendo um de cada grupo, e esperamos que o alvi-negro, possa ganhar o direito de estar presente do hexagonal, e participar de uma maneira positiva, e não decepcionante, como foi no campeonato de 2016.

Blog de Airton Sousa: Caruaruenses estreiam na Copa São Paulo

Um estreante, outro acostumado com a competição, em face de já ter participado por várias vezes. Essa a história do Central e do Porto, que estão incluídos na Copa São Paulo de Futebol Júnior. O Central, que participa pela primeira vez e que tem a responsabilidade de uma fazer bonito, fica em um grupo difícil e tem uma estreia mais difícil ainda, quando no primeiro jogo, enfrenta ao Flamengo do Rio de Janeiro. Não resta dúvida dos obstáculos que o alvi-negro irá enfrentar, tendo em vista a experiência dos concorrentes. No entanto, o grupo está unido, foi muito bem treinado por Laelcio Lima e Elivelton, e espera-se que os jogadores não decepcionem, tendo em vista que além do Flamengo, o time irá enfrentar pelo grupo 23 da competição,  ao São Bento e ao São Caetano, este último, os donos da casa. A estreia será nessa quarta-feira (04/01),  na cidade de São Caetano do Sul.

Por outro lado o time do Porto, que está no grupo 30, e que tem como concorrentes o Criciúma, Água Santa e Santo André, aparentemente um grupo menos difícil do que o grupo do Central. O Gavião do Agreste, que já participou várias vezes da competição, e que tem uma base muito bem formada, além do trabalho de anos, faz a sua estreia contra o Criciúma, também nessa quarta-feira (04/01). A perspectiva na estreia é de um bom resultado, em razão do Know how de outras participações na copinha.

Portanto, pela primeira vez, o futebol de Caruaru se faz representar, nessa que é a maior, mais organizada e prestigiada competição da categoria, chamando a atenção de dirigentes, empresários e pessoas do mundo do futebol, pelos talentos que já despontaram, e com certeza, haverão mais uma vez de aparecer, deixando assim a expectativa para os clubes, dirigentes e jogadores, da probabilidade de grandes e promissoras negociações. Só resta desejar boa sorte ao time alvi-negro e ao gavião do agreste, e que a garotada tenha a tranquilidade necessária, principalmente nos jogos da estreia.

Blog de Airton Sousa: Sport define treinador

A nova Diretoria do Sport, depois da citação de vários nomes e uma conversa pessoal com Adilson Batista, finalmente decidiu o nome do treinador para o início do ano. Muita conversa, vários debates, e o nome do atual treinador Daniel Paulista, foi oficializado.

Acredito ter sido o melhor caminho, técnica e financeiramente, em razão da intimidade que o treinador tem com o clube e com o elenco. Para trazer um técnico para fazer o que fizeram Falcão, Oswaldo Batista, entre outros, muitas vezes melhor foi a manutenção de Daniel Paulista, que além de tudo fez um bom trabalho, recuperou posições e salvou o Sport do rebaixamento, com a junção de união com o elenco.

Agora é ver quais os jogadores que não farão parte do elenco em 2017, onde comenta-se que, nove do atual elenco, deverão ser dispensados, principalmente pela baixa qualidade técnica. Também será necessário a contratação de reforços de qualidade, porque mesmo diante do bom trabalho de Eduardo Batista, o elenco apresentou muitas deficiências.

O torcedor rubro-negro está otimista, em razão do que foi feito pelo treinador, quando assumiu o time, após a decepcionante participação do ex treinador Oswaldo de Oliveira. Sabemos das limitações de Daniel Paulista, no entanto, a união do treinador com o grupo, e com reforços que haverão de chegar, o torcedor espera uma recuperação do clube nas competições em 2017, em razão da medíocre participação em 2016.

Blog de Airton Sousa: Futebol de Pernambuco em 2016

Está na hora de avaliarmos o que foi o futebol Pernambuco em 2016. Faremos um retrospecto da participação do Sport, Santa Cruz, Náutico e Central nessa temporada esportiva, onde aconteceram muito mais erros do que acertos, nas mais diversas participações que tivemos durante o ano. Entendemos que alguns dos principais erros cometidos pelos Dirigentes dos três clubes da capital, foi a mudança frequente dos treinadores e a contratação de muitos jogadores, a maioria sem qualidade, tornando assim o time impraticável de formação.

Começando pelo Santa Cruz, que vinha de acesso para a primeira divisão, aproveitando a estrutura anterior e começando o ano. Coincidência ou não, em razão do desmonte dos concorrentes, consegue ser Campeão Pernambucano, e avançando na Copa do Nordeste, até chegar a conquista da competição. Além do mais, na própria Sul-Americana, podemos dizer que foi boa a participação. Também na Copa do Brasil, o tricolor foi convincente, deixando o seu torcedor satisfeito. Ou seja, além das duas conquistas, o Santa Cruz também não decepcionou nas demais competições aqui evidenciadas.

Agora, tratando-se de Campeonato Brasileiro, foi um desastre, chegando ao rebaixamento, por razões diversas: troca de técnicos, contratações de baixa qualidade, um elenco inchado e a desorganização financeira. Porém, de todas as competições que participou,  exceção o rebaixamento 2016,  foi um ano positivo para o Santa Cruz. Como nota para o tricolor, seria 7, sobretudo porque, apesar do rebaixamento, foi o único clube que conquistou duas competições.

Com relação ao Náutico, mais uma vez nada de conquista, nada de acesso. Um ano em que o timbu passou pelos Campeonatos Pernambucano e Brasileiro, sem nada crescer, e na Copa do Brasil, uma participação extremamente discreta. Ressaltando-se também, que a mudança de treinador, as contratações em grande quantidade e sem tanta qualidade, foram os principais erros.  O lado mais positivo, foi a contratação do técnico Givanildo Oliveira e o trabalho da Diretoria no campo financeiro, ao contrário de anos anteriores. Se fosse para dar uma nota ao Náutico em 2016, essa nota seria 6.

O Sport, em contra partida, foi outro clube Pernambuco que apenas gastou, e gastou muito, sem os resultados devidos. Uma folha de pagamento em torno de quatro milhões, jogadores que chegaram a ganhar até 350 mil reais por mês. E nada veio em retorno, pelo contrário, uma participação pífia nos Campeonatos Pernambucano e Brasileiro, nas Copas do Nordeste, do Brasil e Sul-Americana, sendo também uma vergonha, sem dar um bom resultado à sua torcida.

A exemplo do Náutico e Santa Cruz, o Sport pisou na bola, com a contratação de treinadores. Esperar que a nova Diretoria rubro negra, possa errar menos que a atual e traga conquistas para o clube, o que não aconteceu este ano. Quer saber a nota que o Sport merece, para a sua temporada em 2016? Apenas uma nota 5.

Para  falar de um clube do interior, escolhemos o Central, que a exemplo dos três grandes, teve uma participação extremamente negativa na fase importante do Campeonato Pernambucano, e ao chegar no Campeonato Brasileiro da série D, não foi diferente, ficando apenas na primeira fase, ao contrário dos anos anteriores, onde conseguia avançar no Brasileiro. O que justificar dessa participação negativa? Uma parceria que não deu certo em nada, a desorganização financeira, a falta de senso administrativo  dos Dirigentes, o descrédito junto ao empresariado e a torcida, além da maneira amadora de administrar.

Como será 2017 para o Central, é uma pergunta de difícil resposta, porque não se vê muita perspectiva, há não ser acreditar que o técnico Laelcio Lima, possa aproveitar alguns jogadores da base, juntando-se aos poucos contratados e fazer o milagre da reprodução técnica. Para não falar apenas de coisas negativas, temos um fato positivo do alvi-negro, que foi a participação pela primeira vez, na Taça São Paulo de Futebol Júnior, fato aliás que tem como mérito principal, o esforço e qualidade dos técnicos Laelcio e Elivelton.

Agora, é esperar que o complemento de mandato da atual Diretoria, possa trazer algo de positivo para o clube, porque até agora, poucos ou quase nenhum fato positivo podemos veicular do presidente Licius Cavalcanti. Sim, devemos registrar, em torno de 7 a 8 meses de atraso de salário, com os funcionários do clube, e esse é também um fato extremamente lamentável. A nota para a Diretoria, é nota 4; se melhorar a gestão do clube no próximo ano, talvez essa nota possa subir um pouco.

Que venha 2017 com melhores resultados para o futebol pernambucano!

Blog de Airton Sousa: Nova FM mais forte em 2017

O ano está terminando, e assim como na vida das pessoas, é necessário também que as empresas executem mudanças e se fortaleçam. Apesar do momento de recessão que o país está vivendo, muitas vezes é necessário acreditar, para renovar. Dessa maneira, novas e importantes mudanças acontecerão no futebol da Rádio Nova FM 105.9.

Sendo assim, os desportistas terão já no início de 2017, mudanças interessantes na emissora. A começar pela contratação do narrador esportivo Cláudio Lopes, um nome conhecido no rádio do Nordeste, com passagens nas principais emissoras da capital pernambucana, com a sua versatilidade e voz, que impressionam e que conquistou, ao longo da sua trajetória profissional, os mais exigentes ouvintes.

Então ao lado de Cláudio Lopes, virão outros nomes que a emissora prefere não revelar por enquanto, deixando os ouvintes na expectativa. A equipe esportiva na Nova FM-105.9, já possui nomes a exemplo de Airton Sousa e Tony Arruda – Comentaristas; Guilherme Andrade e Roberto Lima – Narradores; Nildo Silva e Wagner Andrade – Repórteres.

Portanto, nada melhor do que esperar 2017, e quando a bola começar a rolar no Campeonato Pernambucano, Copa do Nordeste, Copa do Brasil, Copa Sul-Americana e Campeonato Brasileiro, é hora de acompanhar a Nova FM 105.9, sabendo tudo de futebol, com todos os detalhes, com essa que é a melhor equipe esportiva da cidade de Caruaru. Vai valer a pena esperar, porque qualidade é o que não falta nesta equipe.

Blog de Airton Sousa: Central é goleado na Paraíba

Confesso, que fiquei acreditando após o primeiro jogo entre o Central e o Campinense, no Lacerdão no dia(18/12), que faltava pouco para o técnico Laelson Lima, fechar o grupo. Puro engano, porque bastou não jogar duas peças que foram destaque naquela partida, para que tudo desabasse. O time de Campina Grande deu um verdadeiro nó no alvi-negro, fechou com o placar de 3 x 0, colocou o pé no freio, porque caso contrário, a patativa teria voltado para casa, sem asa, embalada por uma goleada maior, e o desencanto do seu torcedor.

No jogo do Amigão, ninguém no alvi-negro jogou nada. A defesa foi um desastre, o meio de campo, também nada criou, e o ataque, não  cardíaco, sem qualquer condição de incomodar a defesa e o goleiro adversários. Foi realmente um time medíocre, deixando para a sua torcida, muita preocupação, porque faltam apenas 15 dias para a estréia do time, em Paulista, contra o América. Agora, é recomeçar novamente, com a tentativa de dar esperança à torcida, de que nem tudo está perdido.

Agora, de uma coisa temos certeza, após o jogo de ontem com as deficiências apresentadas, a Diretoria e o técnico, terão de correr atrás de jogadores, com melhor qualidade, para encontrar as peças de reposição necessárias para o time, em razão de que, quando esperava-se que os contratados tivessem o mínimo de qualidade, após a apresentação em Campina Grande, temos certeza de que, para uma boa qualidade, os jogadores que atuaram ontem, falta muito a percorrer.

Blog de Airton Sousa: Central faz bom teste contra o Campinense

O torcedor patativa, que vive mais uma vez um fim de ano cheio de expectativas, acompanhou com muita curiosidade o amistoso contra o time do Campinense na tarde deste domingo(18/12), no Lacerdão. Amistoso é amistoso, porém, a depender do adversário vale a pena o teste, mesmo porque o time paraibano prepara-se para diversas competições em 1017, e não deixa de ser um adversário considerável.

No primeiro tempo,  a desenvoltura maior foi do time de Campina Grande, deixando o time patativa acuado. O placar foi iniciado pelo Campinense, posteriormente ampliado para 2 x 0, e aos poucos as modificações iam acontecendo. O Central, aproveitando essas alterações, partiu para cima, cresceu no jogo, fez o primeiro gol através do veterano Ailton. A partir do primeiro gol, o time patativa cresceu e chegou ao empate com o jogador Anderson Lessa. Final do amistoso o empate de 2 x 2.

A nota dada para o time patativa foi sete, mesmo porque muitas coisas precisam ser ajustadas, principalmente no seu sistema defensivo, que apresentou falhas no sentido conjuntivo. O técnico Laelcio Lima, demonstrou satisfação com o rendimento do grupo, vai trabalhar a semana inteira, para o jogo de volta em Campina Grande, na próxima quarta-feira(21/12). Os destaques do Central foram: Ailton, Tiaguinho e Anderson Lessa.

Blog de Airton Sousa: Sport com novo Presidente

No início da noite desta sexta-feira, 16/12, o torcedor pernambucano tomou conhecimento do resultado das eleições do Sport Club do Recife. Um total de 4.072 sócios foram às urnas, com um percentual de 62% votando em Dr. Arnaldo Barros, 56 anos, advogado e tradicional torcedor do Sport, recebendo ao seu favor 2.509 votos, contra 1.554 votos do seu opositor, Wanderson Lacerda, correspondente a um percentual de 38%.

Durante o dia, o clima foi de harmonia, diferente do período pré-eleitoral, onde muitas agressões verbais foram proferidas. Deveremos ter muitas mudanças, a começar pela contratação de um novo técnico, ficando Daniel Paulista como assistente, pelo menos a princípio. Espera-se ainda modificações na filosofia dos contratados e na montagem do novo elenco.

O torcedor rubro-negro espera que esta gestão seja modernizada e traga conquistas para o clube, fato que nos últimos anos não tem acontecido. Outro ponto cobrado pelo torcedor, é a manutenção do patrimônio físico do clube, que na gestão do Presidente Martorelli, não teve uma atenção mais cuidadora.

Agora é aguardar que, na prática, as promessas efetuadas durante a campanha, venham a acontecer de verdade.

Blog de Airton Sousa: Santa Cruz confirma novo técnico

Será que a solução tricolor é a contratação de um novo técnico? Será que agora tudo vei ser diferente? Será que o time do Arruda, não precisava mais de organização interna, e de pagar parte dos compromissos com os jogadores e funcionários? Pelo visto esse não é o pensamento da Diretoria, ao contratar um treinador, desacreditando no trabalho de Adriano Teixeira que demonstrou competência e conhecimento, após assumir o comando do time, quando da saída de  Doriva.

Bem, o  técnico Vinícius Eutrópio chega, e com certeza enfrentará um clima não muito otimista, saída de grande parte do elenco, falta de pagamento e a necessidade de remontar um time em menos de 40 dias, porque o Santa Cruz, tem na segunda quinzena de janeiro, a estréia em duas competições: Copa do Nordeste e Campeonato Brasileiro, dentro um espaço de tempo em que a Comissão Técnica terá que indicar jogadores, fazer pré temporada e estrear nas duas competições.

Lamentavelmente, só em Pernambuco o profissional local não é valorizado, pelo menos no Santa Cruz e no Náutico. O Sport, nesse sentido, faz diferente, e em menos de oito anos, revelou para o Brasil três treinadores: Mazola Junior, Eduardo Batista e agora Daniel Paulista. Infelizmente esse exemplo não é seguido pelos outros dois grandes times, que estão frequentemente quebrando a cara, na contratação de nomes famosos, sem tantos resultados.

Esperar para ver o que vai acontecer de diferente no time tricolor, com a chegada do técnico Vinícius Eutrópio. Que milagre vai acontecer para aparecer dinheiro, e que condições serão dadas para que Vinicíus Eutrópio possa realizar um bom trabalho e fazer do tricolor um time ganhador e competente, o que não aconteceu, em parte do Campeonato Brasileiro de 2016. É uma interrogação muito grande, a situação tricolor no novo ano.

Blog de Airton Sousa: Central realiza amistosos

A Diretoria patativa, dentro da sua limitação financeira, e após contratar o técnico Laelson Lima, o que já era esperado, volta-se agora para os preparativos visando inicialmente a primeira fase do Campeonato Pernambucano de 2017. Alguns nomes conhecidos, outros não, irão compor o elenco para a próxima temporada, a exemplo do meia Ailton, do volante Everton e outros que estiveram no clube este ano, além de alguns jogadores da base.

A estréia do Central no Campeonato Pernambucano, primeira fase, será na segunda rodada da competição, contra o América, no Ademir Cunha em Paulista, no dia 08 de janeiro, já que o time folga na primeira rodada da competição, que será realizada no dia 04 de janeiro, tendo aí a Comissão Técnica, mais tempo para preparar o time física e tecnicamente.

Dessa maneira, a Diretoria resolveu acertar dois amistosos, contra o Campinense da Paraíba, sendo o primeiro no Estádio Lacerdão, nesse domingo 18 de dezembro, e o segundo amistoso em Campina Grande, em 21 desse mês. Será um bom teste para o grupo, afim de que a Comissão Técnica possa avaliar a condição do grupo, com um adversário de qualidade, que está se preparando também, para as competições do próximo ano.

Blog de Airton Sousa: Santa Cruz em fase de desmonte

O Santa Cruz encerrou a sua temporada no Campeonato Brasileiro 2016, perdendo de uma maneira vergonhosa para o São Paulo, pelo placar de 5 x 0. Não poderia ser diferente. Do time titular, que já não era grande coisa, restaram apenas 3 jogadores para aquele jogo contra o São Paulo. O restante dos atletas eram reservas ou da base tricolor. Aliás, é bom lembrar que, só em uma hora dessa, é que os jogadores das outras divisões dos clubes são lembrados.

A vitória do São Paulo foi muito mais do que justa, diante de uma Santa Cruz esfacelado pelas saídas dos principais jogadores, inclusive Grafite que jurou amores pelo tricolor, e na primeira oferta, se balançou e está quase acertado com o Atlético Paranaense. O restante do grupo, com contratos encerrados, vários meses de atraso nos pagamentos e convites de outras equipes, a exemplo de João Paulo para o Botafogo, Keno para o Palmeiras, entre outros.

Agora é juntar os cacos, definir com o novo técnico, que ainda não está definido, se reestruturar financeiramente, colocar em prática o planejamento, e tentar recuperar a imagem extremamente desgastada, deixada em 2016. Não vai ser fácil recomeçar, diante das dificuldades, principalmente financeiras. No entanto, esse é um caminho para um clube de tanta tradição, e que paga muito caro, pelas inconsequências de alguns Dirigentes.

Blog de Airton Sousa: Que venha um novo Central em 2017

Todo ano a mesma coisa, vai começar a temporada e o torcedor do Central Sport Clube, se enche de esperança e imagina que tudo vai dar certo´e que o clube terá uma participação diferente. No final, sempre uma decepção, o time não chega a lugar nenhum. Seja no Campeonato Pernambucano, seja no Campeonato Brasileiro, a torcida ver a esperança ir desaparecendo e o time não chega a lugar nenhum, como foi mais uma vez este ano, nas duas competições.

Agora, tudo volta à tona, a Diretoria que errou em tudo que fez no início da gestão, anunciou parte do elenco para o próximo ano, mesclando com jogadores veteranos, fora do mercado, e como sempre, uma parte da base, que aliás, como em qualquer outro clube, só é convocada ou valorizada, quando o clube está na estaca zero, sem condições de contratar, nem tão pouco fazer outros investimentos.

A lista começou pelo técnico Laélcio Lima, já conhecido pelo fato de ter treinado o Central há dois anos atrás, e que vinha fazendo um bom trabalho na base, chegando a classificar o clube para a Taça São Paulo de Futebol Júnior, que irá acontecer em janeiro 2017.

Confira a relação dos atletas contratados, com a inclusão de jogadores de outros clubes e jogadores formadas na base:

Goleiro: Murilo, Dênis (da base);  Zagueiros: Everton Moura, Marlon, Sanny Rodrigues, Paulinho, Wellington (base) e Tomás (base);  Laterais: Diogo, Altemar, Japa (base), Fernando (base), e Daniel (base);  Volantes: Éverton, Liniker, David Manteiga, e Bruno (base);  Meio-Campo: Hugo Sabota, Luiz Mateus (base), Marcelinho, Ailton, Artur (base), e Idervan (base);  Atacantes: Yerien, Daniel Pessoa, Sillas, Gildo (base), Daniel Passira (base), e Luiz Carlos (base).

Blog de Airton Sousa: Sport em pé de guerra

Dá a impressão, que o clima das eleições no Sport, estão influenciando dentro de campo. Os dois lados, situação e oposição, trocando farpas, fazendo valer o sentimento e a vaidade pessoal, e não o bem estar do clube, que aliás está precisando de reciclagem administrativa, patrimonial e técnica. Com a aproximação do dia das eleições, os homens não economizam acusações, dúvidas no comportamento moral e fazendo recordar administrações passadas, com alguns candidatos do momento, onde o Sport passou por momentos iguais ou piores que os atuais. É uma pena, que um patrimônio social e esportivo, seja delapidado como está sendo, por uma simples razão: a vaidade sobrepujando o bom senso.

Por outro lado, alguns jogadores, entre eles Durval, se sentem no direito de cobrar titularidade, injustiça pela perda da titularidade, acusando alguns treinadores, dos quais o técnico Oswaldo de Oliveira, que o afastou da titularidade, colocando o jogador no banco. Quando escalado para o time principal, no jogo contra o Figueirense, o jogador desabafou dizendo ter ficado ” p ” da vida com a situação constrangedora que ficou durante essa fase.

Só resta esperar, que a tempestade das eleições possam passar, e que o Sport tenha, no próximo mandato, mais harmonia e organização, além de resultados, que aliás, há bastante tempo, o Sport não conquista. Enquanto isso em campo, espera-se que os jogadores tirem de letra, se superem e possam dar a torcida, o melhor presente, que é segundo o jogador Diego Sousa, a manutenção na primeira divisão. Pois é, são vaidades, acima de vaidades, tudo isso contribuindo para essa fase desgastante que o rubro-negro está passando.

Blog de Airton Sousa: Copa do Brasil fica com o Gremio

Em uma decisão de 120 minutos, o Grêmio foi mais competente e prático, vencendo a primeira partida em Belo Horizonte, pelo placar de 3 x 1, e empatando em Porto Alegre com o placar de 1 x 1. Outra vez, o técnico Renato Gaúcho jogou com inteligência, beneficiando-se pelo regulamento da competição. Em contra-partida, o time do Atlético, a exemplo da primeira partida, não teve fôlego ofensivo, com pouca criatividade e o sistema defensivo sofrendo toda pressão do time gaúcho.

Um jogo de poucos chutes, principalmente no primeiro tempo, onde valeu uma cabeçada de Junior Urso, aos 4 minutos, um chute de Lucas Prato aos 8 minutos e um outro de Luan aos 12 minutos, sendo esse o ponto ofensivo do Atlético, com uma atuação discreta de Robinho. Por outro lado, o Grêmio que teve em Douglas, o seu principal articulador, teve chances com Everton, três vezes e com Douglas duas vezes e mesmo assim, as finalizações não foram precisas.

No segundo tempo, um jogo feio, com muitas faltas e o Grêmio melhor na transição, daí aos 44 minutos, Bolanhos abre para o Grêmio e Cazaris, com um gol que o torcedor do Atlético não vai esquecer, empatando aos 47 minutos, sem nada influenciar no histórico do jogo, já que qualquer empate daria o título ao Grêmio, ou uma simples vitoria de 1 x 0.

No final, algumas discussões entre os jogadores. No entanto, nada que merecesse um registro maior,  há não ser a irreverência do técnico Renato Gaúcho, que mais uma vez foi alvo de provocações, ao desfilar com sua filha no gramado, a exemplo do que fez na primeira partida no Mineirão. O título do Grêmio, foi cheio de méritos, porque foi acima de tudo uma equipe valente, determinada e aplicada, nas duas partidas.

Blog de Airton Sousa: Uma decisão inconsequente

Após a derrota para o Oeste, e a manutenção do time na série B, vários comentários foram veiculados sobre a saída de Givanildo Oliveira, do comando técnico do Clube Náutico Capibaribe. No entanto, esperava-se que o bom senso prevalecesse, mesmo porque o melhor caminho seria, no mínimo, a manutenção do treinador, a seleção dos jogadores que iriam ficar e os reforços para 2017. Porém, nesta sexta-feira(02), a Diretoria do clube anunciou a saída de Givanildo Oliveira e automaticamente a contratação do Pernambucano Dado Cavalcanti, que estava recentemente no Paysandu e  volta ao timbu, consolidando a sua segunda passagem no time.

A saída ou chegada de um profissional, é um fato de rotina, mesmo porque o imediatismo sempre prevalece no futebol Brasileiro. Sempre que acontece uma decisão, observa-se que além da precipitação, uma decisão injusta e humilhante, em razão da maneira como Givanildo chegou no clube, com um time limitado, precedido de resultados negativos e com uma perspectiva de rebaixamento.

Givanildo remontou o time, sem condições nem reforços substanciais, que teve, de início, uma sequência de sete vitórias. Algumas derrotas aconteceram, principalmente fora de casa, exemplo a que aconteceu com a Luverdense,  o Clube de Regatas Brasil, o Avaí sofrendo uma goleada, e o estopim de tudo, que foi a derrota na última rodada para o Oeste, que provocou a ausência do time na primeira divisão do próximo ano. Reafirmo e vejo como precipitadas e injustas tais decisões, a dispensa do treinador, que não tem nada a ver com a falta de dinheiro para as contratações e a manutenção de peças que dariam um suporte estrutural, para o início das competições em 2017.

Acho até que Dado Cavalcanti, poderá fazer um bom trabalho, desde que seja dada condições para isso, com reforços, pagamento em dia e outros aspectos importantes para bons resultados. Entretanto, a saída de Givanildo é que não foi bem explicada. Porém, quando se trata de dirigente de futebol e suas decisões, sempre entendemos como mais um fato inconsequente e pouco convincente. Givanildo segue seu trabalho para onde for, e com muita dignidade, e Dado Cavalcanti com certeza terá muita dor de cabeça para remontar o time em 2017.

Foto: INternet

Foto: INternet

Blog de Airton Sousa: Santa Cruz fica fora da Sul-Americana

Pelo fato de ter sido campeão da Copa do Nordeste 2016, de conformidade com a Confederação Brasileira de Futebol, o Santa Cruz havia ganho o direito de participar da Sul-Americana, no próximo ano. Acreditava-se que tudo estaria confirmado, e assim o tricolor teria mais uma competição para participar em 2017. Nada disso existe mais. Agora a entidade do futebol na América do Sul, acaba de informar que diminuirão as vagas da competição, e em contra partida, serão acrescentadas mais duas vagas na Libertadores, indo para seis vagas.

E agora, a Diretoria tricolor está  apelando para tudo, afim de tentar reverter essa decisão, o que acreditamos, não será  possível, trazendo um prejuízo moral, financeiro e técnico para o representante de Pernambuco, que já contava com a sua participação, e agora terá mais esse prejuízo. Não acreditamos que o caso seja revertido. No entanto, quem sabe, a Sul-Americana possa indenizar financeiramente, o tricolor pernambucano, pelos prejuízos causados ao clube.

Cabe a interferência da Confederação Brasileira de Futebol. o que não acreditamos no seu poder de influência, principalmente pelo abalo moral que teve a CBF nos últimos tempos, tendo os seus representantes envolvidos em escândalos e mais escândalos. Agora, é esperar para ver o que vai acontecer, cabendo à Diretoria tricolor remontar estrutura para o ano que vem, independentemente das competições que o time irá participar.

Blog de Airton Sousa: Santa fecha penúltima rodada com goleada

Uma coisa não faltou ao longo do Campeonato Brasileiro, ao Santa Cruz, garra e determinação, apesar do rebaixamento que era anunciado há bastante tempo. Desta feita o jogo do time tricolor em casa, foi simplesmente espetacular, principalmente nos momentos finais do segundo tempo, onde três gols aconteceram em menos de cinco minutos, transformando o final da partida em uma verdadeira festa de gols.

Pouco importa se o time gaúcho estava com reservas, focado na decisão da Copa do Brasil ou não, para a próxima quarta-feira, contra o Atlético Mineiro. O que interessa é que o tricolor fechou com chave de ouro, em casa, a sua última partida com o seu mando de campo. O placar de 5 x 1, construído com méritos do Santa Cruz, e com falhas no planejamento tático do time gremista, que partiu para cima, se abriu e facilitou a criação de três gols, nos cinco minutos finais do jogo.

Agora, é encerrar contra o São Paulo com dignidade, de cabeça erguida, apesar do rebaixamento e com o desmonte de grande parte do elenco. Inegavelmente, o time do Arruda, teve altos e baixos, e o resultados todos já sabiam antecipadamente, a dificuldade de se manter na primeira divisão. João Paulo, Keno, Léo Moura, entre outros nomes, sairão do time tricolor, e agora é pensar no que pode ser feito para reestruturar o time para as competições de 2017, além da preocupação principal, a falta de dinheiro e os compromissos a serem resolvidos. Grafite se aproxima da artilharia da competição, com 13 gols, tendo ao seu lado mais um jogador que atua em Pernambuco, Diego Sousa com 14 gols, provando a qualidade ofensiva do Santa Cruz e do Sport com esses dois jogadores.

Blog de Airton Sousa: Sport ainda incerto na série A

Ainda não foi no jogo contra o América Mineiro, neste sábado(26), que o Sport se garantiu na primeira divisão do próximo ano. Um jogo pobre de técnica e de qualidade, o time leonino saindo na frente aos 11 minutos do primeiro tempo, com um gol de Rodney Wallace, dando a impressão que um placar elástico estaria para acontecer, e que o time iria sair das Minas Gerais com a manutenção na primeira divisão garantida. Mais não foi dessa vez, porque realmente o time apresentou um futebol improdutivo, devagar e sem vibração, mesmo assim venceu o primeiro tempo por 1 x 0.

No segundo tempo, o América mudou taticamente, povoando melhor os espaços, e chegou ao empate, aos 8 minutos, com um gol de Danilo, numa falha de marcação de Samuel Xavier. Depois do empate, o técnico Daniel Paulista substituiu Apodí e Ruiz, colocando Vinícius Araújo e Everton Felipe, porém o Sport continuava com as mesmas deficiências, até que Michael marcou de cabeça aos 19 minutos, em uma falha do goleiro Magrão, na desvantagem no placar, outra vez mais uma substituição, saindo Ronaldo e entrando Gabriel Xavier, aos 31  minutos.

Finalmente, com uma bonita cobrança de falta por Diego Sousa, e a cabeçada surpreendente de Ronaldo Alves, estava empatado o jogo, e não foi dessa vez que o time Pernambucano, garantiu a sua manutenção na primeira divisão, adiando para o último jogo, na Ilha, contra o Figueirense. Agora, é ficar de olho no jogo do Internacional, contra o Cruzeiro, em Porto Alegre.

Blog de Airton Sousa: Se fosse diferente não seria o Náutico

Finalmente conhecemos os quatro clubes que subiram para a primeira divisão, e mais uma vez a frustração do torcedor do Náutico, que além de não ter tido acesso a primeira divisão, terminou perdendo em plena Arena de Pernambuco, para o Oeste que há 16 jogos não conseguia vencer e que estava na 16a colocação do Campeonato Brasileiro da série B.

Subiram para a primeira divisão: Atlético de Goiás, Avaí, Vasco da Gama e Bahia. O Atlético venceu ao Bahia por 2 x 1.  O Vasco também venceu, desta  feita  ao  Ceará por 2 x 1. E o Avaí já havia garantido a sua classificação antecipada; além do Bahia que mesmo perdendo para o Atlético, foi beneficiado com a derrota do Náutico para o Oeste.

Quanto ao jogo do Náutico, uma revolta do torcedor pelo fraco futebol apresentado pelo time alvi rubro, com uma apresentação abaixo da crítica, se deixando envolver pelo adversário, principalmente no primeiro tempo, onde perdeu o jogo por 2 x 0, sem oferecer reação nenhuma  e tendo em Julio César o melhor jogador em campo. O jogador Marco Antonio sem produzir, Vinícius e Bergson, também muito mal e finalmente um time abatido e frágil, o que não foi deferente no segundo tempo, mesmo com a acomodação do time do Oeste.

Antes que terminasse o jogo, torcedores do Náutico invadiram o campo de jogo, sem que o policiamento tivesse condição de reagir, e nada justificava a apresentação do time timbu, nem tão pouco a fragilidade apresentada. Agora é repensar 2017, e ver quais as mudanças estruturais que o clube precisa, para uma melhor estrutura, dentro e fora de campo. No final uma frase que é padrão do time alvi rubro, o Náutico é assim mesmo: nada, nada e termina morrendo na beira da maré, e foi assim mais uma vez.

Blog de Airton Sousa: No Mineirão deu Grêmio

Costumamos dizer, que a última partida depende do resultado da primeira. Geralmente é assim e ontem não foi diferente com um Atlético totalmente entregue ao Grêmio, e com o time gaúcho competente do início ao fim do jogo. O time mineiro não se encontrou em campo, com uma defesa confusa e sem ter condição de evitar que um só jogador do Grêmio, Pedro Rocha, mandasse na retaguarda atleticana.

Já no final do primeiro tempo, o Grêmio foi ao vestiário, vencendo por 1 x 0 e tendo a tranquilidade de voltar com essa vantagem. E que foi  ampliada no início da segunda fase. A partir daí uma reação do Atlético, na marcação do gol, porém em seguida, outra vez, com o sistema defensivo do time de Marcelo Oliveira, permitindo a marcação do terceiro gol, e então mesmo com a expulsão de Pedro Rocha, o tricolor do Rio Grande do Sul, era mais determinado e venceu por 3 x 1, em pleno Mineirão.

Para a partida final na Arena do Grêmio no próxima quarta-feira (30), o time de Renato Gaúcho joga por qualquer resultado de empate, podendo perder por 1 x 0 e ser campeão, e até por 2 x 0 para levar a decisão para os pênaltis. Podemos dizer que o título tem 75% de chance de ficar no Rio Grande do Sul, porque na primeira partida, em casa, o Atlético não teve a competência suficiente de fazer um placar que pudesse lhe favorecer.

Blog de Airton Sousa: G4 e Z4 ainda em disputa na série A

Que América, Santa Cruz e Figueirense já estão rebaixados, já sabemos. Agora a questão é saber quem será o outro clube, a formar o Z4, e consequentemente ser rebaixado para a série B, em 2017. Uma disputa acirrada entre Sport, Vitória e Internacional. Este, inclusive, nesta segunda-feira(21/11), perdeu para o Corinthians, de uma maneira duvidosa, pela marcação de um pênalti, que deu a vitória ao time Corintiano, que aproximou-se do G6, e volta a brigar por uma vaga na Libertadores.

O Sport tem 43 pontos, e entende-se que a salvação foi aquele resultado, no mínimo comprometido contra o Grêmio, porque a sequência do time rubro negro, foi duas derrotas, contra o Cruzeiro, na Ilha do Retiro e contra o Atlético, no Paraná. Porém entre os três ameaçados, o time leonino, é o que está com mais probabilidade de se manter na primeira divisão.

O Vitória, por sua vez, é o 16º colocado, tem 42 pontos e enfrenta na 37a rodada, o Coritiba, no Paraná, encerrando em casa contra o Palmeiras. Portanto também apresenta possibilidade de se manter na divisão de elite. Porque neste caso, a exemplo do Sport, o time baiano só depende dele.

Agora, complicada mesmo, é a situação do Internacional que continua na zona de rebaixamento, com 39 pontos, e que teve sua situação mais complicada, após a derrota para o Corinthians. Tem pela frente dois jogos difíceis, na 37a. rodada, na Arena Beira Rio, enfrenta o Cruzeiro, e na última rodada, tem fora de casa, o  Fluminense. A situação complica mais ainda, porque além de vencer, o clube gaúcho tem que torcer por resultados negativos do Sport ou do Vitória. Realmente, a situação do Internacional, é com certeza, a mais complicada, o que podemos dizer que o time colorado, está com o pé na segunda divisão em 2017.

Blog de Airton Sousa: Resultados de Pernambuco na série A

Um jogo eletrizante, com seis gols e uma partida disputada do começo ao fim. Foi esse o resultado do encontro deste domingo às 18:30 h,  no Estádio José do Rego Maciel, envolvendo Santa Cruz e Atlético Mineiro. No final, o placar de 3 x 3, com gols que surgiam a cada momento, tornando o jogo extremamente gostoso de ser assistido.

No primeiro tempo o tricolor venceu parcialmente pelo placar de 2 x 1, com Fred marcando aos 5 minutos, Grafite aos 13 minutos, e Keno aos 30 minutos. O técnico Marcelo Oliveira, do Atlético, contou com Fred, Marcos Rocha, Rafael Carioca e Cazares. Os demais titulares foram poupados, em razão da primeira partida decisiva, que acontecerá quarta-feira(23), contra o Grêmio, na decisão da Copa do Brasil.

Na segunda etapa, mais gols e emoções. Clayton empatou aos 9 minutos, Vitor desempatou aos 13 minutos e finalmente Hyuri fechou o placar aos 34 minutos. O time mineiro com o empate, continuou no quarto lugar com 62 pontos, enquanto que o Santa Cruz continua na décima nona, com 28 pontos. O próximo jogo do tricolor Pernambucano será contra o Grêmio no Arruda.

Por sua vez, o Sport perdeu para o Atlético Paranaense pelo placar de 2 x 0, em um jogo em que o rubro negro, voltou a jogar mal, entre eles Diego Sousa, com um futebol lento e improdutivo, sendo na sequência, duas derrotas consecutivas. Passes errados, meio de campo dominado pelo meio de campo adversário, e o goleiro Ueverton, do Atlético, sem nenhum trabalho. André Lima marcou aos 22 minutos, enquanto que Tiago Heleno, de pênalti, fez o segundo gol, tudo isso no primeiro tempo.

No segundo tempo, o Sport melhora um pouco, tem oportunidade de gols com Diego Sousa, aos 7 minutos e Ritchely,  aos 14 minutos. Depois disso, o time paranaense voltou a dominar o jogo, mesmo com as entradas de Apodí, Túlio de Melo e Gabriel Xavier, que não influenciaram em nada, para evolução do time Pernambucano.

Com essa derrota, o Sport continua na décima quinta posição, com 43 pontos, porém com o resultado do Vitória, contra o Figueirense pelo placar de 4 x 0, a situação do time da Ilha do Retiro, agora fica complicada, visto que apenas um ponto, separa o rubro negro Pernambucano, do rubro negro Baiano. O próximo jogo do Sport, é contra o já rebaixado América Mineiro, em Minas Gerais.

Blog de Airton Sousa: Disputa acirrada pelas últimas vagas do G4

Depois dos resultados da 37ª rodada da série B, o G4 tem uma definição dos dois primeiros classificados e uma disputa pelas duas últimas vagas,  para o complemento dos clubes que estarão na primeira divisão do próximo ano. Atlético de Goiás e  Avaí já  estão na primeira divisão em 2017. Probabilidades maiores para Bahia e Vasco da Gama também terem acesso. Porém o  Náutico corre por fora, porque depende de uma vitória na última rodada, contra o Oeste, na Arena de Pernambuco, que luta para não ser rebaixado. Além da vitória contra o Oeste, o Náutico depende dos resultados do Vasco da Gama contra o Ceará, e do Bahia que joga fora contra o Atlético de Goiás. Portanto, a situação timbu, comparando os três clubes que buscam o acesso, é a mais difícil.

Quanto ao jogo contra o já rebaixado Tupi, mesmo com as dificuldades iniciais, o Náutico conseguiu uma vitoria folgada por 4 x 1, chegando a somar agora  60 pontos, 3 a menos que o Bahia e 2 a menos que o Vasco da Gama. Observa-se nessa reta final da competição, a falta que faz perder pontos para clubes de menor porte, a exemplo dos jogos do Náutico contra Luverdense, Clube de Regatas Brasil, entre outros. Jogando contra times inferiores, quem quer ter o acesso ao G4, tem que vencer, a exemplo do que aconteceu ontem contra o Tupi, muito embora temos que reconhecer que foi um pouco tarde, considerando  a posição dos quatro times que estão à frente do timbu.

Contra o Oeste, o importante é o time não se entregar, a torcida fazer o seu papel mais uma vez, e torcer que os correntes possam errar, e com isso, contribuir para o  acesso do Náutico. Sinceramente, acho complicada a situação do time de Pernambuco, e se fosse preciso colocar percentuais de credibilidade, daria apenas 10% de chances para o alvi-rubro Pernambucano. Se acontecer o acesso, para mim será uma surpresa, mais só resta aguardar.

Blog de Airton Sousa: Rodada de derrotas para Pernambuco

Uma rodada, que não trouxe resultados positivos para o futebol Pernambucano, na primeira divisão. Só faltava essa derrota para matematicamente o Santa Cruz ser declarado rebaixado, e foi isso que aconteceu, quando o time enfrentou ao Coritiba na noite dessa quarta-feira(16), pelo placar de 1 x 0. Outra vez o tricolor não jogou mal, porém, não conseguiu marcar nenhum gol, e saiu de campo derrotado. Agora sim, oficialmente o Santa Cruz é segunda divisão em 2017. No entanto, desde o jogo contra o Atlético Mineiro, em 11 de julho, que nós afirmávamos as chances do time ser rebaixado, pelo mal futebol praticado e pela limitação do elenco. Agora, o Santa Cruz tem três partidas, para encerrar a sua participação no Nacional de primeira divisão.

Enquanto isso, a torcida do Sport tem que agradecer de joelhos ao Grêmio, pela maneira como jogou e perdeu pelo placar de 3 x 0, salvando o Sport de estar mais próximo ainda da zona de rebaixamento. Quanto ao jogo contra o Cruzeiro, novamente o rubro negro foi um time desencontrado, com um futebol confuso, desde os alas até os atacantes. Além disso, para culminar a fraca atuação do time leonino, Diego Sousa, quando jogo ainda estava 0 x 0, com excesso de confiança, e embalado pela torcida, desperdiçou um pênalti, aos 39 minutos do primeiro tempo. Coincidência ou não, em seguida, poucos minutos após, o Cruzeiro monta um contra ataque e consegue marcar com o jogador Henrique, aos 43 minutos.

No segundo o tempo, com todas as tentativas, o técnico Daniel Paulista não conseguiu ajustar o seu time, e aos poucos, o Cruzeiro foi  consolidando a sua vitória, para tristeza e preocupação da torcida rubro negra. O Cruzeiro agora, soma 47 pontos e se distancia da zona de rebaixamento, para tranquilidade do técnico Mano Meneses. Por outro lado, com a derrota e consequentemente a vitória do  Coritiba, o Sport desceu mais um degrau. Agora é o 15º colocado, e fica torcendo que, Internacional e Vitória, que jogam nesta quinta-feira(17), não vençam os seus adversários, caso contrário, as coisas podem complicar para o time leonino, aproximando-o da zona de rebaixamento. O público foi de 25.477 foi torcedores, para uma renda de R$ 124.790,00.

Blog de Airton Sousa: Náutico diminui chances do G4

Com um futebol fraco, produzindo muito pouco, o Náutico perdeu neste sábado(12), para o Avaí em Santa Catarina pelo placar de 3 x 0. Opinião unânime, inclusive do treinador Givanildo Oliveira, afirmando que o time teve uma fraca produção, observado-se que do grupo todo, poucos foram os jogadores que se destacaram na partida, a começar pelos dois alas, os zagueiros, os meias e o isolamento dos atacantes. Além do mais, o Avaí com  mais posse de bola, finalizando com mais qualidade, ficava difícil para o timbu esboçar reação. O primeiro gol, de pênalti duvidoso, aos 25 minutos, cobrado por Marquinhos; o segundo gol, também de Marquinhos, aos 48 minutos, fechando o placar de 2 x 0.

Se no primeiro tempo, o grupo não se encontrou, pior foi na segunda etapa, com o Avaí fazendo o terceiro gol aos 7 minutos, através do jogador Rômulo.  As modificações feitas pelo treinador Givanildo Oliveira  não corresponderam e a principal peça do Náutico, o jogador Marco Antonio, não esteve bem e terminou sendo substituído, além da expulsão de Mailson. Vamos esperar pra ver o que vai acontecer na próxima rodada, onde o Náutico continua fora, contra o Tupi, e depois encerra em casa, contra o Oeste.

Diminui a possibilidade do Náutico de entrar no G4, pela posição dos demais concorrentes e porque dá para sentir que o grupo está perdendo fôlego, nessa reta final da competição. Os mais críticos, já começam a ensaiar o chavão que tem caracterizado a participação do Náutico, em momentos importantes das competições, “o Náutico nada, nada, e termina morrendo na beira da praia”. Não é ser pessimista, é simplesmente vivenciar a situação do time timbu, também no atual momento do Campeonato Brasileiro da série B.

Blog de Airton Sousa: CRB sem chances de entrar no G4

Um obstáculo foi derrubado a favor do Náutico nessa sexta-feira(11), no Estádio Rei Pelé, por ocasião do jogo entre o Clube de Ro egatas Brasil e Payssandu. Um jogo em que interessava de perto ao time timbu, pelo fato de que o time alagoano é o sexto colocado com 55 pontos, apenas 2 a menos que o timbu. Uma vitória do Regatas, complicava mais ainda a situação do Náutico, que cairia uma posição, até o jogo deste  sábado, contra o Avaí.

A verdade é que, dominando o jogo no primeiro tempo, e no segundo tempo, até tomar um gol surpreendente, o Clube de Regatas Brasil, não teve competência ofensiva, mesmo contando com a participação do artilheiro Zé Carlos, que saiu machucado no meio do segundo tempo. O time de Dado Cavalcanti, se defendeu o tempo todo, bateu muito e jogou por uma bola, tendo a competência de faturar no tempo certo.

Após o gol, o desânimo abateu o time do Clube de Regatas Brasil, que se entregou ao resultado e aos desespero. Com a derrota, as chances diminuíram, parou com 55 pontos, e só chega no máximo a 61 pontos, sendo quase impossível a chance de chegar ao G4. Esse resultado favoreceu diretamente ao time de Givanildo Oliveira, desde que consiga vencer ao Avaí neste sábado(12), onde a vitória é fundamental. O empate complica, e a derrota, afasta mais ainda o time Pernambucano do G4 do Campeonato Brasileiro da série B . É aguardar para ver o que acontece neste sábado, entre o Avaí e o Náutico.

Blog de Airton Sousa: Brasil massacra a Argentina

A princípio a preocupação, como a seleção brasileira reagiria emocionalmente, ao pisar no gramado do Mineirão, para o jogo contra os argentinos. Porém, não passou de um momento de lembranças, tudo foi embora a partir do instante em que a bola começou a rolar. E tudo parecia um sonho, na proporção que o jogo ia acontecendo, em um 0 x 0 eletrizante, com os adversários melhores, mais tranquilos, e colocando os brasileiro acuados no campo defensivo. É tanto que chegou um momento em que a Argentina teve 63% de posse de bola, contra 37% do Brasil, demonstrando o domínio técnico do adversário.

Porém, continua aquela máxima no futebol, onde quem não faz, leva. E foi o que aconteceu. De repente a surpresa, onde Felipe Coutinho, em uma jogada surpreendente e de muita qualidade, chuta indefensável para o goleiro da Argentina, aos 25 minutos, e o Brasil explodia de emoção. A partir daí, os argentinos impactados com o gol, baixaram a cabeça e se renderam. Ainda no primeiro tempo, também de uma maneira surpreendente, Neymar, com uma troca de passe com Gabriel Jesus, aproveita, penetra, e faz 2 x 0, aos 45 minutos, finalizando o placar na primeira fase.

Para a volta do segundo tempo, tudo estava mais tranquilo, mesmo porque os dois gols abalaram a todos os jogadores da Argentina, até os mais qualificados e experientes. Um segundo tempo, que mudou muito pouco as características  das seleções. O Brasil mais solto, e a Argentina mais nervosa e intranquila, tentando e sem conseguir reagir o suficiente. O desespero dos argentinos aumenta, a seleção brasileira aproveita para tocar bola e irritar, até que aos 14 minutos, com Paulinho, que houvera entrado no jogo, acontecia o terceiro gol, matando mesmo cedo, qualquer reação do time de Messi.

Com a vitória, o técnico Tite festeja sua quinta vitória junto com os jogadores, os brasileiros voltam a vibrar e confiar na seleção, que continua firme e forte rumo a classificação nas eliminatórias. E o melhor, na liderança do grupo sul americano. Agora que venham os Peruanos, que ontem surpreenderam a seleção do Paraguai, em Assunção, pelo placar de 4 x 1. No entanto, vamos analisar, quem faz três gols na Argentina, com um futebol show, tem que respeitar os peruanos, nunca temer. Acredito, que desta maneira, Tite volta do Peru com mais uma vitória, e uma invencibilidade que dá inveja às demais seleções.

Blog de Airton Sousa: Campeonato Pernambucano 2017

Na última segunda-feira(07), a Federação Pernambucana de Futebol, através da sua Diretoria, esteve reunida com os clubes profissionais de Pernambuco, para a discussão da fórmula do Campeonato de 2017.

Depois de alguns debates e sugestões, a princípio, foi aprovado assim, o modelo da competição, conforme expomos abaixo:

a) O Campeonato será iniciado no dia 04 de janeiro de 2017, com a participação de nove clubes: Salgueiro, Central, Vitória, Atlético Pernambucano, Belo Jardim, América, Serra Talhada, Campeão da A 2 e Vice;

b) Teremos 03 grupos de 03 equipes, com Central Salgueiro e América como cabeça de chave;

c) A formatação da tabela terá a seguinte distribuição:

Grupo A - Salgueiro, Atlético Pernambucano e Belo Jardim;

Grupo B - América, Serra Talhada e o Campeão da A 2;

Grupo C - Central, Vitória e Vice campeão da A 2.

Os três melhores colocados, independentemente do grupo, avançam para o segundo turno e garantem vaga na série D de 2017. Cada grupo, jogará contra os outros grupos.Também como novidade, poderemos ter o chamado ” árbitro de vídeo “, que ficará em uma cabine do estádio e auxiliará o árbitro de campo, em lances duvidosos.

d) Por fim, no dia 29 de janeiro, juntam-se aos três melhores do primeiro turno, os considerados grandes: Sport,  Náutico e Santa Cruz, que disputarão com jogos de ida e volta, com os quatro melhores avançando para a semi final e final do Campeonato;

Críticas já foram iniciadas, pelo fato que o segundo turno, já começa  com o clássico entre Náutico e Santa Cruz. É esperar para ver como será a disputa do Estadual 2017.

Blog de Airton Sousa: Duelo sul-americano pelas eliminatórias da Copa

Além da expectativa do jogo dentro da rivalidade característica dos confrontos entre Brasil e Argentina, existe a lembrança que o Mineirão trás, da goleada de 7 x 1 para a Alemanha, pela Copa do Mundo de 2014. Quem voltar ao Mineirão nesta quinta-feira(10), dificilmente não lembrará a humilhação que a seleção passou, por ocasião daquele jogo. O técnico Tite, e não poderia ser diferente, tentou desde a apresentação do grupo, não lembrar o resultado, nem tão pouco detalhes daquele fatídico dia. Deixando de lado esses detalhes e falando do jogo contra a Argentina, o treinador fez questão de ressaltar, que lançará um time ofensivo, com Felipe Coutinho pela direita, Neymar pela esquerda, ambos abertos, e Gabriel Jesus jogando mais centralizado.

Sendo assim, com o time já definido, o treinador faz questão de respeitar ao adversário, que não vem bem nas eliminatórias, porém, tradicionalmente sempre é imprevisível. O Brasil terá a seguinte escalação: Alisson, Daniel Alves, Marquinhos, Miranda e Marcelo; Fernandinho, Paulinho e Renato Augusto; Philipe Coutinho, Gabriel Jesus e Neymar. Observando-se desta forma, que o treinador vai colocar em campo, um time leve tecnicamente, além de ofensivo pela versatilidade dos atacantes.

Com relação aos argentinos, que não estão bem nas eliminatórias, repito, não resta dúvida que o nome de mais destaque é o de Messi, companheiro de Neymar no Barcelona. O jogador da seleção da Argentina, mesmo com toda qualidade técnica no clube espanhol, não tem se destacado na sua seleção, desde a sua primeira convocação. Porém, não deixa de ser uma preocupação a mais, mesmo porque, mais uma derrota, pode colocar os portenhos, em uma situação ainda mais complicada nas eliminatórias.

Blog de Airton Sousa: Náutico vence mas permanece fora do G4

Vejam só, que prejuízo o time do Náutico sofreu, por ocasião da derrota para o Clube de Regatas Brasil, no momento, e após o jogo. Com a vitória o time alagoano, voltou para a briga pelo G4, somando 52 pontos; como se não bastasse e com o resultado contra o Tupy, em Juiz de Fora, foi a 55 pontos e fechou a rodada na 6ª posição. Quanto ao Náutico, mesmo vencendo em casa pelo placar de 1 x 0 ao time do Goiás, não entrou no G4, em razão da vitória do Bahia, pelo placar de 1 x 0, contra o Sampaio Correia, no final do segundo tempo. A briga pela primeira divisão, aumenta cada vez mais. O Atlético com 67 pontos, em primeiro lugar. O Bahia, com 59 pontos é o segundo colocado. O Vasco, após o empate em São Januário, fica na terceira posição, com 59 pontos. E finalmente, o  Avaí fecha o G4, somando 58 pontos, na quarta posição.

Na sequência, o Náutico tem 57 pontos, sendo  o  quinto  colocado, e é perseguido  pelo C R B e Londrina, ambos  com 55 pontos. A disputa promete muito mais, nessa reta final do  Campeonato Brasileiro da segundo divisão.

Quanto ao jogo dessa terça-feira, na Arena de Pernambuco, o Náutico fez um jogo apenas sofrível, diante de um adversário que possui um bom conjunto técnico e jogadores de valores indiscutíveis, para um time de segunda divisão. Um primeiro tempo, em que o time do Goiás predominou do meio de campo para frente, e o Náutico em raros momentos, tentou chegar ao gol do time Goiano. Terminando em 0 x 0, a primeira fase, onde o goleiro Julio César trabalhou bastante, e evitou uma derrota do seu time.

No segundo tempo, muita disposição do time de Gilson Kleina, buscando sempre o atacante Walter, que preocupou muito a zaga timbu. De repente, o técnico Givanildo Oliveira, faz Mailson entrar em campo, e como que um capricho da sorte, é o Mailson que em uma jogada individual, envolve a zaga do  Goiás e chuta para marcar o gol da vitória timbu.

Agora o Náutico parte para um compromisso difícil e direto, contra o time do Avaí, em Santa Catarina, nesse sábado. Só a vitória interessa ao time de Givanildo, porque o adversário tem dois pontos a mais, portanto se beneficiaria com o empate, ao contrário do time Pernambucano. Agora, é tudo ou nada. Um erro é fatal, e pode diminuir as chances do time que errar, principalmente em casa.

Blog de Airton Sousa: Sport distancia-se do Z4

Como sempre, o futebol apresenta surpresas. Por mais que fosse otimista, tenho certeza de que o torcedor do Sport, não esperava uma goleada de 3 x 0 no Grêmio, mesmo porque na história dos confrontos entre os dois times, o rubro negro nunca havia vencido ao Grêmio, no Rio Grande do Sul. Uma vitória surpreendente, e que deixa o Sport a 4 pontos de se livrar do rebaixamento para a segunda divisão.

Pouco importa nesse instante, se o Grêmio perdeu para o Sport, com a finalidade de prejudicar ao Internacional. Sinceramente, seria tirar o mérito da bonita vitória do time Pernambucano. O que realmente aconteceu no jogo, é que o Grêmio só jogou até 35 minutos do primeiro tempo, onde a princípio, o Sport sentiu a ausência dos dois volantes titulares, Rithelly e Paulo Roberto e do lateral Samuel Xavier, também porque não havia nos jogadores Neto Moura e Ronaldo, uma cobertura suficiente para evitar a facilidade dos jogadores do Grêmio pelo meio, e a liberdade que Douglas encontrava para dominar a meia cancha rubro negra.

Além de tudo, o Sport teve durante os 35 minutos iniciais, uma quantidade inexplicável de passes errados. A reação do Sport, após os 35 minutos surpreendeu ao  time gaúcho, que passou a demonstrar muita ansiedade por que o gol não saía. Aí veio a surpresa com um belo chute de Diego Sousa, aos 44 minutos, dando a vitória de 1 x 0 para o  time de Daniel Paulista, no primeiro tempo.

Quando se esperava um Grêmio mais tranquilo, eis que o Sport surpreende e marca com Rogério aos 2 minutos, o segundo gol, com um belo cruzamento de Ruiz. A partir daí, o time leonino passou a jogar com inteligência, irritando ao adversário, que se rendia a cada instante, principalmente com o cansaço apresentado pelo pulmão gremista, o jogador Douglas. Outras chances surgiram para o time Pernambucano, a exemplo de uma bola na trave de Diego Sousa, aos 30 minutos.

Porém, a noite era de Pernambuco, e aos 45 minutos, outra vez, Diego Sousa marca,  fechando o placar de 3 x 0.  Como detalhe, a última vitória do Sport no Brasileiro deste ano, foi na 16ª rodada, contra o Cruzeiro em Belo Horizonte,  no dia 24 de julho. Daí, podermos dizer que a vitória contra o Grêmio, teve vários pontos importantes. Entre eles, o fato de a partir de agora, o time estar necessitando de 4 pontos, entre os 12 que serão disputados, para se manter na primeira divisão. Não resta dúvida, que o técnico Daniel Paulista, os jogadores e a torcida, estão mais otimistas pela manutenção do time rubro negro na primeira divisão. Contudo, a acomodação não pode e nem deve acontecer.

Blog de Airton Sousa: Santa Cruz deixa a lanterna

Não há como iniciar essa matéria, sem dar ênfase e rasgar elogios a torcida tricolor. Poucos são os times no Brasil, que podem ter uma torcida tão fiel. O time já rebaixado, uma campanha decepcionante, depois de 8 anos ganha o acesso para à primeira divisão, e no ano seguinte volta a cair. Mesmo assim, o destaque maior do jogo contra o América(MG), neste domingo(06), foi o número de torcedores presentes no  Estádio José do Rego Maciel, que foi de 7.632. Pelo menos foi o público anunciando, dando a impressão, a princípio, que tinha um número maior. Porém isso não importa, o que importa mesmo é a solidariedade desse torcedor, que terá outra vez, a resignação de esperar para  2017, com a esperança de subir para a primeira divisão, outra vez.

Agora, com a permissão do torcedor tricolor, vamos falar do jogo. Um jogo tenso, nervoso, com as equipes limitadas tecnicamente, e não precisa ir muito longe, a posição dos dois times são o retrato dessa colocação. Com a mudança de Léo Moura para o meio, trocando figurinhas com Vitor, João Paulo com liberdade para avançar, Derley como primeiro volante, Roberto garantindo a titularidade e jogando bem, Grafite se mexendo com mais facilidade, e apenas Kêno, sem produzir o futebol de sempre. Assim, o tricolor foi melhor, marcou o gol aos 33 minutos e venceu parcialmente o primeiro tempo.

Na volta do segundo tempo, o América esteve melhor, corrigiu alguns setores  e obrigou o Santa Cruz a recuar. No entanto, a pressão do América era apenas no meio de campo, sem chegar ao gol  de Tiago Cardoso. Pelo Santa Cruz, João Paulo teve duas chances de gol, aos 23 e 42 minutos, com dois chutes fortes para a meta do bom goleiro João Ricardo. Com a vitória o Santa Cruz foi a 27 pontos, igual pontuação do time do América, porém pela campanha, o tricolor é o 19º colocado, e a lanterna fica, temporariamente, com o time mineiro. Pelo menos isso é um consolo para a torcida tricolor, que aguarda  a próxima partida, fora de casa, contra o Coritiba.

Blog de Airton Sousa: Náutico perde e continua fora do G4

Num jogo, em que a torcida timbu fez o seu papel, indo a capital alagoana, incentivando o time, e saindo decepcionada, o Náutico terminou perdendo para o desesperado Clube de Regatas Brasil, pelo placar de 1 x 0. O time alagoano jogava uma cartada decisiva, porque se não conseguisse vencer, teria afastada de uma vez por todas, as chances de brigar por uma das vagas no G 4.

Tivemos um primeiro tempo com os goleiros trabalhando muito, as defesas superando os ataques e as finalizações erradas, foi esse o padrão da primeira fase, com o Náutico encontrando dificuldades na transmissão e também sentindo a falta de um jogador com presença de área, enquanto que o adversário tentava a todo custo, principalmente com o artilheiro Zé Carlos, que não fez um bom jogo. Daí o 0 x 0 do primeiro tempo.

No segundo tempo, o Clube de Regatas Brasil, voltou mais agudo e ofensivo, principalmente com o jogador Wellington Junior, que apavorou o sistema defensivo timbu, pela direita, onde o Náutico sentiu a ausência do jogador Gaston Filgueira, entre outros jogadores. A transição do time alvi-rubro foi complicada, e a verdade é que o time alagoano foi dono absoluto do segundo tempo. De tanto insistir e diante das facilidades, terminou marcando o gol da vitória aos 35 minutos, com Matheus Galdezani, após uma troca de passe errada entre os jogadores Marco Antonio e Igor Rabelo.

Se o Náutico estava mal, piorou muito mais,depois do gol sofrido, sem encontrar a capacidade suficiente de reagir. A derrota complicou a situação do Náutico, principalmente pelos resultados dos concorrentes diretos: Avaí, Bahia, e o próprio Regatas. O Náutico continua fora do G4, agora com uma diferença de 2 pontos para o Bahia e 3 pontos para o Avaí, que venceram os seus jogos. O próximo jogo do timbu, será terça-feira(08), na Arena de Pernambuco contra o Goiás, que perdeu o clássico para o Atlético por 4 x 2.

Se quiser continuar na disputa por uma vaga no G4, o time timbu terá que vencer ao Goiás, e partir para outra vitória contra o Avaí, em Santa Catarina, no próximo final de semana. O ponto negativo do jogo de hoje, além da derrota do Náutico, foi a arbitragem de Alinor Silva da Paixão, que anulou um gol legítimo do Náutico, e deixou de marcar um pênalti claro, a favor do Clube de Regatas Brasil. Ou seja, uma arbitragem que terminou influenciando no resultado do jogo, mais uma vez.

Blog de Airton Sousa: Náutico sai do G4

Nessa reta importante e final da série B do Campeonato Brasileiro, continua bastante acirrada a disputa pelas quatro vagas à primeira divisão. Nesse instante, estão praticamente garantidas duas vagas, Atlético de Goiás com 61 pontos e o Vasco da Gama com 58 pontos. A disputa está entre o Bahia, com 56 pontos, após vencer nesta sexta-feira(04), o time do Vila Nova em Goiás; o Avaí com 55 pontos, que  joga em Santa Catarina, contra o Londrina, que tem  54 pontos; o Náutico que está também com 54 pontos e que joga neste sábado(05), no Estádio Rei Pelé, contra o Clube de Regatas Brasil, que tem 49 pontos, e que também tem chances, se vencer ao Náutico,  de entrar na disputa do G4.

Observa-se principalmente agora, quando a competição chega na reta final, como faz falta as vitórias que não acontecem em casa, além de derrotas para times inferiores fora de casa. O Náutico tem hoje o jogo da vida, contra o Clube de Regatas Brasil, se vence avança e faz a diferença, se perde tem complicada sua situação, principalmente se o Avaí que joga em casa, vencer ao Londrina, que tem a mesma pontuação do time timbu.

O alvi-rubro tem depois do jogo deste sábado(05), os seguintes adversários: Goiás na Arena de Pernambuco;  o Avaí em Santa Catarina(confronto direto); o Tupi em Minas Gerais e finalmente o Oeste na Arena de Pernambuco. Ou seja, dois jogos em casa, dois jogos fora. Porém, antes de tudo, é vencer neste sábado(05), ao Clube de Regatas Brasil, uma missão muito difícil.

Blog de Airton Sousa: Pena leve para Diego Sousa e Rithely

Surpreendendo a tudo e a todos, aconteceu nessa quinta-feira(03/11), o julgamento dos jogadores Diego Sousa e Rithely, do Sport Clube do Recife. Os atletas foram acusados de agressões verbais ao árbitro do jogo contra o Palmeiras. Todos esperavam que os mesmos  fossem punidos, principalmente pela reincidência de Diego Sousa e as palavras agressivas de Rithely. Porém, tudo ficou como se fosse uma brincadeira, ou seja, não deu praticamente em nada, incentivando desta maneira,  novas e futuras agressões, mesmo entendendo que muitas vezes, os árbitros cometem erros absurdos, pretensiosamente, ou não.

Diego Sousa sofreu apenas uma advertência, podendo ser escalado para o jogo dessa segunda-feira(07), contra o Grêmio, em Porto Alegre, enquanto que Rithely, teve apenas uma partida de punição, ou seja, suspensão automática. Bom para o Sport, melhor para os jogadores.  Para o futebol, a vergonha da impunidade, e o incentivo para novos fatos, principalmente em uma fase importante e decisiva da competição, para quem está nas posições de cima, ou quem luta pelo não rebaixamento. Fazer o quê? Concordar ou discordar, apenas isso e esperar que no mínimo, os Dirigentes possam orientar aos seus jogadores, que no caso de possíveis erros dos árbitros, os jogadores após o encerramento da partida, se recolham as vestiários, sem conceder entrevistas. Seria pelo menos uma orientação sensata, evitando com isso, que novos incidentes venham acontecer.

Blog de Airton Sousa: Copa do Brasil – gaúchos e mineiros na final

Grêmio e Atlético Mineiro, decidem agora o título de campeão da Copa do Brasil. Na primeira partida entre Internacional e Atlético em Porto Alegre, aconteceu a vitória do time mineiro por 2 x 1, na segunda partida, com um futebol surpreendente, o Internacional obteve um honroso empate em 2 x 2. No entanto, pela derrota em casa, deixou a competição. Enquanto isso, por ter perdido no Mineirão no primeiro  jogo por 2 x 0, o Cruzeiro não conseguiu reverter. Portanto, estão fora da decisão Cruzeiro e Internacional.

A final será em dois jogos, levando o campeão  da Copa do Brasil, para uma vaga direta na Libertadores, o que torna a competição nacional, mais atrativa e rentável financeiramente. É impossível nesse momento, prognosticar quem será o campeão, pela qualidade técnica e individual das duas equipes. Enquanto o Atlético tem mais valores individuais, o Grêmio tem muita força e garra, daí o equilíbrio entre os dois times. Apenas um detalhe nos chama a atenção. A depender do primeiro jogo, e se houver um placar diferenciado, consequentemente o vendedor leva a vantagem de ter feito um placar maior para a casa do adversário. Portanto, nessa igualdade das duas equipes, serão dois jogos que terão como termômetro, principalmente, o placar do primeiro jogo.

Blog de Airton Sousa: Diego Sousa e Rithely aguardam julgamento

Com muita expectativa, os rubro-negros aguardam nesta quinta-feira (03), o julgamento dos jogadores Rithely e Diego Sousa. O problema das críticas dos dois jogadores, após o jogo contra o Palmeiras, pode custar muito caro, principalmente para o clube, onde a média de punição para casos idênticos, é de um a seis jogos, com a inclusão de determinado valor em multa. Enquanto Rithely disse palavras mais ásperas contra a arbitragem. Diego Sousa, tem o agravante de ser reincidente, não no caso de agressões aos árbitros, porém por reclamações e jogadas violentas, o que torna a sua situação muito mais complicada.

A direção do Sport Clube do Recife, através do seu departamento jurídico, providenciou a defesa dos atletas, e já se prepara para uma liminar suspensiva, condicionando os jogadores a atuarem, principalmente contra o Grêmio na próxima segunda-feira(07), em Porto Alegre. Desta maneira, é grande a expectativa para o julgamento, até porque os jogadores são titulares absolutos, e ainda há possibilidade de algumas ausências para os próximos compromissos.

A exemplo de agressões e críticas aos árbitros, um fato internacional, chamou atenção. Pela Liga Inglesa, o conhecido técnico Mourinho fez um comentário sobre determinado árbitro, dizendo o seguinte: “O árbitro  é de uma excelente qualidade, porém a pressão externa pode influenciar na sua atuação “.  Só por isso, teve uma punição de 50 mil libras, correspondente a R$ 200 mil reais, e suspensão automática. Imaginem se as questões de arbitragem que acontecem no Brasil, fossem na Europa, como seriam as punições. No mínimo, a maioria dos condenados seria banido do futebol. Porém, aqui tudo pode, quase nada acontece e o futebol brasileiro vai vivendo esse momento de decadência, no campo e fora de campo.

Agora, o que interessa, é que Rithely e Diego Sousa serão julgados e os rubro-negros vão aguardar o que pode e deve acontecer, esperando-se que fique o exemplo. Na próxima vez, os jogadores deixem os comentários para a imprensa, e as críticas para os dirigentes.

Blog de Airton Sousa: Náutico volta ao G4

Beneficiado com a vitória de 2 x 1, diante do Atlético de Goiás, o Náutico está de volta ao G4 do Campeonato Brasileiro da série B. Um jogo que teve o placar de  0 x 0 no primeiro tempo, com o time goiano, muito bem projetado taticamente, e dificultando o trabalho de transição do alvi-rubro, daí as dificuldades entradas pelos comandados do técnico Givanildo Oliveira. Basicamente, o Náutico teve uma chance concreta de gol, com o jogador Bergson, com uma bola na trave , enquanto que o time do Atleticano teve também uma excelente oportunidade aos 15 minutos com o jogador Michell. Ou seja, um jogo muito bem disputado na linha intermediária, sem tanto trabalho para os dois goleiros.

No segundo tempo, o Náutico surpreende e marca com Rony no início, há um minuto de jogo. O gol deu uma certa tranquilidade emocional ao alvi-rubro, que passou a predominar, com mais jogadas ofensivas, ampliando aos 15 minutos, e chegando ao placar de 2 x 0. Depois do segundo gol, o Atlético que até então equilibrava o jogo, passou a ser dominado e o Náutico predominou, diante de 15.239 torcedores, que incentivando, levavam o alvi-rubro a uma tranquilidade maior no jogo. Quando tudo parecia definido no placar, o Atlético surpreende e marca o gol de honra, através do jogador Magno Cruz, porém tarde, porque a história do jogo estava desenhada, a favor do time de Givanildo Oliveira.

A vitória deixa o Náutico com 54 pontos, inclusive sendo favorecido com com o empate do Avaí, que chegou aos 55 pontos e não avançou. Agora, esperar a reação do Londrina, Bahia, C R B, Ceará, Luverdense e Criciúma. Contudo, nesse instante o Náutico depende exclusivamente dele, onde não pode cometer erros, a exemplo do que aconteceu contra a Luverdense., em Lucas do Rio Verde. O próximo jogo do time timbu, será fora de casa, contra o C R B, no dia 06 de novembro em Maceió. A renda de ontem na Arena de Pernambuco, somou R$ 275.090,00. O governo de Pernambuco, encontrou uma maneira de ajudar o time do Náutico, abrindo mão dos 25% que lhe cabe, creditando o valor total da arrecadação a favor do alvi – rubro, o que não deixa de ser um estímulo a excelente participação do time no Campeonato Brasileiro.

Blog de Airton Sousa: Santa Cruz – quantidade sem qualidade

Falta da execução de planejamento, eis o problema maior dos clubes brasileiros. Todo final de temporada, os Dirigentes aproveitam os microfones, de forma irracional e esbravejam de que já iniciaram a elaboração de um planejamento para o ano seguinte. Só que tudo fica no papel, quando ficam, a grande maioria se deixa levar por empresários, ofertas vantajosas, e no final nada acontece, a não ser prejuízos desregrados, perdas de títulos e descréditos.

Um exemplo bem prático e bem próximo. O Santa Cruz teve ao longo desse ano, 49 jogadores no elenco, vejamos por posição, o nome das pérolas:

Goleiros -Tiago Cardoso, Edson Kolln, Fred e Miler;

Laterais - Tiago Costa, Vitor, Allan Vieira, Lucas Ramon, Léo Moura, Roberto, Mário Sergio;

Zagueiros - Alemão, Danny Morais, Everton Sena, Néris, Leonardo, Walter Guimarães, Luan Peres, Wellington Silva;

Volantes - Wellington César, Dedé, Marcílio, Lucas Gomes, Willian Correia, Alex Bolaños, Derley, Jadson, Danilo Pires;

Meias - Daniel Costa, Fernando Gabriel, João Paulo, Pedrinho Botelho, Renatinho, Raniel, Leandrinho, Marcinho, Matias Pisano, Mazinho;

Atacantes- Lelê, Grafite, Bruno Morais, Arthur, Wallyson, Keno, Ítalo Borges, Everaldo, Willams Luz, Marion, Wagner.

 É impossível, com uma quantidade de jogadores desse porte, a comissão técnica chegar a montar um grupo, principalmente, quando se trata de muita quantidade sem qualidade. Daí o retrato do erro, o rebaixamento no Campeonato Brasileiro para a segunda divisão. Se os Dirigentes irão aprender, não sabemos, agora o prejuízo é muito grande para o time tricolor.

Blog de Airton Sousa: Comissão de Arbitragem criticada

Nem diante de tantos erros dos árbitros, ao longo do Campeonato Brasileiro, a Comissão de Arbitragem da CBF evitou a indicação de árbitros de dois estados concorrentes para apitar o jogo do Sport e o jogo do Vitória. O Sport com 37 pontos, na 16a  posição, e o Vitória com 35 pontos, na 17a  posição. Qual a reclamação dos Dirigentes dos dois clubes? É que o árbitro do jogo do Sport é o baiano Jailson Macedo de Freitas, e o árbitro do jogo do Vitória é o pernambucano Nielson Nogueira Dias.

Imaginem vocês, o clima de tensão que os árbitros irão entrar em campo. Se cometem qualquer falha, automaticamente irão causar insatisfação, para o lado prejudicado. O Vice Presidente do leão, Arnaldo Barros, não poupou críticas pela indicação dos dois árbitros, e com razão, em função de que o Sport, ao lado dos demais clubes,  foram prejudicados em determinados jogos.

A verdade, é que está faltando sensibilidade aos membros da Comissão de Arbitragem da CBF, pois ao que tudo indica, estão pouco se importando com as reclamações dos clubes. E com um detalhe, clubes grandes e intermediários, todos eles reclamam do que está acontecendo no Campeonato Brasileiro das séries A e B, no que diz respeito às arbitragens. Só resta torcer que Jailson Macedo de Freitas e Nielson Nogueira Dias, tenham um trabalho imparcial, não cometam erros e que os resultados aconteçam de maneira limpa, sem intercessão do apito.

Blog de Airton Sousa: Os problemas se avolumam no Arruda

Como se não bastassem os resultados negativos, agora surgem problemas e mais problemas no Arruda, começando pela vitória do América Mineiro pelo placar de 1 x 0, contra o Atlético Paranaense, deixando o título de lanterna do Campeonato Brasileiro da série A, para o Santa Cruz. O América com a vitória foi a 24 pontos, 19º colocado e o Santa Cruz, com 23 pontos, assume a lanterna da competição, muito embora pela campanha tricolor, não faz muita diferença essa ou aquela posição, ao final dessa rodada.

Outro assunto também grave, é que o bom jogador William Correia, foi flagrado no exame antidoping, por ocasião do jogo do dia sete de setembro na Arena Pernambuco, contra a Chapecoense. A notificação chegou no dia 20 desse mês, e o jogador está suspenso de maneira preventiva. Caso seja condenado, o atleta pode pegar até 4 anos de suspensão, o que seria praticamente o fim da carreira profissional do jogador, o que é lamentável.

E ainda com relação ao Santa Cruz, tem assunto ainda  mais grave. Um leilão anunciado para o dia sete de novembro próximo. A questão é a seguinte, em 2007, o jogador César Baiano, teve uma rápida passagem pelo Arruda. Ao deixar o clube, não houve os acertos trabalhistas devidos e o jogador acionou a justiça, totalizando um débito hoje, no valor aproximado de R$ 200 mil reais. Por essa razão o estádio está sendo levado a leilão.  O conselheiro e desembargador Bartolomeu Bueno, pretende entrar com o embargo, evitando assim, caso a justiça aceite, a suspensão do leilão. Detalhe, o jogador César Baiano, faleceu em 2013 na Bahia, vítima de enfarte.

É ou não é para dizer: tudo acontece com o Santa Cruz. Quando se esperava que fosse só  o rebaixamento, surgem essas notícias, que deixarão mais ainda preocupados, os torcedores do mais querido.

Blog de Airton Sousa: Náutico sai do G4

Foi quebrada nessa sexta-feira(21), a invencibilidade do Náutico sob o comando do técnico Givanildo Oliveira, onde o time vinha de dois empates e seis vitórias. Uma maratona de jogos,  mesmo sem jogar bem contra alguns adversários, o resultado positivo acontecia, graças a determinação de alguns jogadores, entre eles, Marco Antonio, Rony e Vinícius. Na partida contra a Luverdense, as ausências de Júlio César, Rony e Vinícius, influenciaram muito, inclusive no rendimento do jogador Marco Antonio, que terminou sendo substituído no segundo tempo de jogo. O time pernambucano, encontrou muitas dificuldades, também pela aplicação do  adversário.

O time de Givanildo Oliveira abriu o placar através de um pênalti, cobrado por Bergson, aos 10 minutos do primeiro tempo, terminando com o placar parcial de 1 x 0, a favor do alvi rubro, apesar de não estar jogando bem, em todos os setores. No segundo tempo, a pressão da Luverdense aumentou mais ainda, e aos 9 minutos, através do jogador Alfredo, o empate acontecia, coincidência também, na cobrança de um pênalti. A partir daí, o time da Luverdense, passou a predominar e logo se percebia que o segundo gol, não demoraria a acontecer, pelo desespero do time alvi rubro. Sem render um bom futebol, Marco Antonio é substituído, e nem assim, o time de Givanildo, melhorava a produção. Com a supremacia da Luverdense, não demorou muito e aos 37 minutos, saía o gol da vitória, também através  do jogador Alfredo, quebrada assim, uma invencibilidade de 8 jogos.

Para o próximo compromisso, o Náutico tem os retornos de Julio César, Rony e Vinícius, onde espera-se que o time volte a praticar um bom futebol, mesmo contra o líder da série B. A derrota trouxe algumas consequências para o time timbu:  saída do G4 e a obrigação de vencer ao Atlético de Goiás, na Arena de Pernambuco. No mínimo empatar contra o  C R B,  no Rei Pelé, além de outras dificuldades que o time terá pela frente. Lembrando da importância de não tomar distância do G 4. Sabemos que invencibilidade, não é para sempre, porém a derrota e a maneira como o time jogou, causa preocupação.

Blog de Airton Sousa: Continua o calvário do Santa Cruz

Para quem vinha perdendo de goleada, perder em casa por 1 x 0, já foi um progresso. Isso é o que deve pensar o torcedor tricolor mais otimista. A questão é que foi mais uma derrota, aumentando o descrédito e diminuindo cada vez mais os argumentos e a vontade do elenco de terminar a competição com uma recuperação, mesmo sem a perspectiva de se manter na primeira divisão do Campeonato Brasileiro. No jogo contra o Botafogo, nessa quarta-feira(19), tivemos um primeiro tempo que  terminou 0 x 0, e até a metade do segundo, o time aguentou a pressão do Botafogo. No entanto, terminou cedendo, e ao final, perdeu por 1 x 0.

Um público pífio, e não podia ser diferente, pois a tendência é a diminuição cada vez mais, para os três jogos restante em casa, já que o tricolor, tem fora do Arruda, outros três jogos, para aumentar mais ainda o sofrimento do torcedor. Mais importante do que preocupar-se com o restante dos jogos, é saber o que está pensando a Diretoria, com relação a estruturação para 2017, caso contrário,  poderemos ter  novos desastres, se os dirigentes não começarem a preparar um planejamento e execução de trabalho, através da seleção de jogadores, da manutenção ou não do técnico Doriva, as questões salariais, no sentido de se manterem atualizados. Enfim, tem que começar mesmo, antes que tenha o encerramento do Brasileiro da série A de 2016. E mais um detalhe, torcedores e dirigentes, não podem se enganar com os resultados de competições regionais, porque elas não medem nada, a exemplo do que aconteceu esse ano.

Blog de Airton Sousa: Erros e fragilidades na arbitragem brasileira

Antes de ser torcedor e cronista esportivo, já vimos ao longo da história do futebol, muitas falhas dos árbitros e auxiliares, algumas falhas e erros propositais, na sua maioria, e muitas vezes, erros tão graves, que não dá para pensar que foram imparciais. O tempo passou, pouca coisa mudou, mesmo com o advento da tecnologia e outros auxílios. Quantas vezes os times intermediários de Pernambuco, no campeonato estadual, tiveram seus jogos tomados pelos árbitros? Não adiantava reclamar dentro ou após o jogo, porque prevalecia sempre a supremacia dos considerados grandes da capital.

Hoje o que se vê, com uma sequência muito grande de jogos e competições, é que dificilmente acontece uma rodada, sem que os erros dos árbitros deixem de acontecer. Bem recentemente o Sport foi vítima, o Náutico e o Santa Cruz também. Como se trata de equipes do Nordeste, e de médio porte, os fatos vão acontecendo e sendo repetidos. Agora a história mudou, erros contra o Palmeiras,  Internacional,  Corinthians, e agora o erro mais absurdo cometido pelo árbitro Sandro Meira Ricci, no jogo entre Flamengo e Fluminense.

Passados alguns dias, depois da repercussão nacional e internacional, o time do Fluminense acionou os órgãos maiores do futebol Brasileiro, e a verdade é  que o jogo e o resultado estão sub judice, causando uma enorme confusão, principalmente porque os três pontos retirados do Flamengo, colocam uma distância de sete pontos para o Palmeiras, primeiro colocado da competição.

O árbitro em questão, juntamente com os auxiliares, estão apitando jogos na Índia e logo que cheguem, serão notificados da punição de afastamento temporário do quadro de árbitros da CBF.

A solução seria inegavelmente, o recurso da tecnologia, para dissipar qualquer dúvida, além da profissionalização da arbitragem, onde com certeza, qualificaria os profissionais do apito, evitando que os mesmos exerçam outras atividades, e não tenham o repouso emocional suficiente para apitar as competições, sem trazer os transtornos que vivem os técnicos, jogadores, dirigentes e principalmente os torcedores.

É aguardar para ver o que pode e vai acontecer, porém, a verdade é que providências mais drásticas obrigatoriamente todos esperam, para evitar que novos fatos sejam repetidos, principalmente nessa reta final do Campeonato Brasileiro, das séries A e B, onde um ponto, vai ter uma importância muito grande e pode trazer consequências irreparáveis.

Foto: Internet

Foto: Internet

Blog de Airton Sousa: A sorte favoreceu ao Sport

Com a Ilha recebendo mais de 24.000 torcedores, todos na expectativa da recuperação do time, e a estréia do técnico Daniel Paulista, o time do Sport Clube do Recife, venceu com um  gol  de  Diego Sousa, aos seis minutos do primeiro  tempo, o seu arqui rival por 1 x 0. Foi um jogo tenso, com o time do Vitória marcando por setor e o Sport não encontrando uma maneira de executar a transição.

Para aumentar mais ainda a tensão, aos 12 minutos Matheus Ferraz comete um pênalti. Muita reclamação e o jogador Zé Love cobrou, dando oportunidade ao goleiro Magrão de evitar o gol dos baianos. Quando se esperava que as surpresas parassem, novamente Matheus Ferraz, coloca a mão na bola e o árbitro André Luiz Freitas marca novamente outro pênalti. Muito tumulto e reclamações, no entanto ficou confirmada a marcação do pênalti. O jogador Kieza foi o encarregado da cobrança, e novamente a sorte favorece ao time leonino, a bola vai ao encontro da trave, evitando o empate a favor do time baiano.

O jogo continuou bastante disputado, porém as finalizações não eram perfeitas, terminando o primeiro tempo com o placar de 1 x 0, a favor do Sport. No segundo tempo, o técnico Argel Fucks substituiu Cárdenas por Alípio, tentando fortalecer a transição do time do Vitória. Aos 17 minutos o jogador Marcelo perdeu a oportunidade de empatar o jogo; em seguida entra Apodí no lugar de Everton Felipe; e houve também a entrada de Wander no lugar de Tiago Real. No entanto, o jogo era apenas sofrível por parte das duas equipes. Na sequência, Apodí chuta forte aos 30 minutos; Rithely perde a chance de aumentar aos 32 minutos; Vinicius que havia entrado aos 27 minutos, também perde a oportunidade de fazer 2 x 0. Em seguida pelo Sport entra Neto Moura, no lugar de Rodney Wallace; e pelo Vitória, entra Serginho no lugar de Cárdenas, ambos aos 36 minutos.

Para complicar o vitória, aos 38 minutos, por jogada violenta, o jogador Marcelo, comete uma falta e toma o cartão vermelho. No entanto, mesmo com um homem há mais, o Sport não teve folego para aproveitar e ampliar o placar, que ficou mesmo em 1 x 0. Com essa vitória, o time leonino saiu da zona de rebaixamento, somando 37 pontos e ficando na 13ª posição, enquanto que o Vitória entrou na zona de rebaixamento, estando na 17ª posição. Quanto ao técnico Daniel Paulista, começou com o pé direito, pela importância da vitória. O time leonino, folga durante toda semana, e no domingo, enfrenta ao líder Palmeiras, em São Paulo.

Blog de Airton Sousa: Doriva entrega os pontos

Finalmente o treinador do Santa Cruz, Doriva,  reconhece que já não tem mais jeito. Um tanto tarde, porém dentro da realidade, porque sabemos que há muito o Santa Cruz é perseguido pelo rebaixamento na série A, do Campeonato Brasileiro. Desta feita, o algoz foi o time da Ponte Preta, na cidade de Campinas(SP). O primeiro tempo até que foi razoável para o time Pernambucano, terminando 0 x 0, deixando o torcedor tricolor com um pouco de esperança, mais era só o primeiro tempo. Faltava ainda os 45 minutos do segundo tempo, e aí a história seria outra.

Já no início do segundo tempo, aos 6 minutos, o atacante Roger, aproveita a falha de marcação, e abre o placar para a macaca campineira e então, o Santa Cruz se entrega ao adversário a cada minuto, impotente, sem reação. Aí, não demora e sai o segundo gol, através do jogador Maycon, aos 24 minutos, de novo com um apagão geral do tricolor, em razão da limitação do time. O terceiro gol veio em seguida, o jogador William Pottker, sai do campo da Ponte Preta, abre espaço, avança, penetra e faz o terceiro gol, aos 28 minutos, fechando o placar de 3 x 0, a favor da Ponte Preta.

Inalterável a posição do Santa Cruz na tabela, décima nova, a exemplo do que vem acontecendo há muito tempo, e observe-se que o América também perdeu, se não o tricolor fecharia a rodada, na lanterna mesmo. O técnico Doriva jogou o chapéu, um pouco tarde, porém jogou, e agora a curiosidade é a seguinte: Que argumento ele vai usar, nas preleções? Quarta-feira o time joga contra o Botafogo, no Arruda. Fique imaginando, caro torcedor, o que pode acontecer nesse jogo.