Gravatá-PE: Irregularidades de mais de R$ 4 milhões foram identificadas pelo TCE em licitações na gestão de Bruno Martiniano

De acordo com o relatório técnico, a prefeitura realizou seis dispensas sucessivas de licitação, desrespeitando o período legalmente permitido e transformando em regra a exceção emergencial

O ex-prefeito de Gravatá Bruno Martiniano Lins foi condenado a devolver R$ 4,5 milhões por irregularidades no contrato de recolhimento do lixo da cidade nos anos de 2013 e 2014, quando exerceu o mandato. Uma auditoria especial realizada pelo Tribunal de Contas na prefeitura apontou uma série de irregularidades em licitações. No decorrer das investigações, ele foi afastado preventivamente do cargo, a pedido do Ministério Público de Contas, e, na última terça-feira, o voto da relatora foi aprovado por unanimidade pela Primeira Câmara do TCE.

Prefeitura de Gravatá. Foto: Ministério Público de Contas/Divulgação

Prefeitura de Gravatá. Foto: Ministério Público de Contas/Divulgação

A fiscalização decorreu da necessidade de acompanhamento dos procedimentos licitatórios, tendo em vista uma série de irregularidades encontradas no edital nº 001/2014, que resultaram na expedição de uma Medida Cautelar determinando a suspensão de qualquer ato decorrente da referida Concorrência, até pronunciamento final do Tribunal.

Diante dos indícios de que os serviços de limpeza urbana do município vinham sendo contratados por meio de sucessivas dispensas de licitação, a relatora do processo (nº 1404448-1), conselheira Teresa Duere, determinou então a instauração da Auditoria Especial.

IRREGULARIDADES – De acordo com o relatório técnico, a prefeitura realizou seis dispensas sucessivas de licitação, desrespeitando o período legalmente permitido e transformando em regra a exceção emergencial, prevista na lei 8.666/93. Também foram encontrados sobrepreço de 44% na contratação de serviços, deficiências no acompanhamento e na fiscalização dos contratos, descumprimento de obrigações contratuais e superfaturamento de preços no valor de R$ 4.570.226,94.

Em seu voto, baseado no parecer do Ministério Público de Contas, a conselheira Teresa Duere decidiu julgar irregular o objeto da auditoria e imputar débito solidário ao ex-prefeito Bruno Martiniano Lins, ao fiscal do contrato, Carlos Frederico Fonseca Rodrigues Costa, aos ex-secretários de Infraestrutura do município, Dirceu Bezerra de Souza e Marcus Tulius de Barros Souza e à empresa CONSERV Construções e Serviços Ltda., no valor de R$ 2.763.435,54, referente a 2013 e de R$ 1.806.791,40 referente a 2014.

A relatora determinou também aplicação de multa individual no valor de R$ 22.000,00 ao prefeito e secretários, e de R$ 14.000,00 aos participantes da comissão de licitação do município, Aglaine de Fátima Vilar Oliveira, Sabrina Ramos Vieira da Silva, Ilo Tenório de Albuquerque II e André Luiz Ramos Araújo de Lima.

O voto da relatora foi aprovado por unanimidade pela Primeira Câmara do TCE, em sessão realizada nesta terça-feira (29).

Cachoeirinha-PE: Prefeito Ivaldo avalia início de sua gestão e fala de prioridades administrativas

Em busca de conhecer o trabalho executado no início da gestão do prefeito da cidade de Cachoeirinha, situada no Agreste de Pernambuco, a TV Replay esteve na última quarta-feira (15) com o Sr. Ivaldo Almeida, que relatou como foram os 45 dias de governo e os desafios que tem a seguir.

prefeito

Durante entrevista, o prefeito mencionou quais são as prioridades da sua gestão, bem como as obras que estão sendo reparadas e construídas, a exemplo das carregadeiras do curral do gado e a pavimentação das ruas 17 de Dezembro e Valeriano Alves do Couto, que era reinvindicação dos moradores da referida localidade

  • Carregadeiras do curral do gado:

_DSC0095 _DSC0101 _DSC0103 _DSC0106

  • Pavimentação da rua 17 de Dezembro:

_DSC0081 _DSC0091 _DSC0092

  • Rua Valeriano Alves do Couto em 2014:

2014 01 2014 02 2014 03 2014

  • Rua Valeriano Alves do Couto em 2015:

2015 01 2015 02 2015

  • Rua Valeriano Alves do Couto em 2017:

rua rua 1 rua 3 rua 4

Segundo o gestor, os artesãos da feira do Couro e do Aço serão beneficiados com sanitários (feminino e masculino) para uma melhor higienização e conforto tanto para os comerciantes, como para os turistas e compradores que visitam a feira.

Em relação à conclusão da obra do prédio da Secretaria de Educação, Ivaldo falou que não tem previsão para a entrega, mas que segue em andamento.

“… eu não posso acelerar ela (a obra) sem ter o recurso; eu preciso ter o compromisso e a consciência de pagar por aquilo que eu produzi.” – afirmou o prefeito do município.

_DSC0118

sec 1 sec 2 sec 3 sec 4 sec

O prefeito falou também acerca dos PSF’s (Programa Saúde da Família) localizados na Vila Lacasa e na Vila Pombos, que aparentemente montram-se concluídos, apenas faltando alguns detalhes para serem inaugurados e disponibilizados para a população.

  • PSF Vila Pombos

_DSC0130 _DSC0134 _DSC0139

  • Vila Lacasa

_DSC0151 _DSC0153 _DSC0159 _DSC0163

Em relação à limpeza pública, Ivaldo afirmou que as ruas estão sendo limpas constantemente e pediu a colaboração da população em relação ao lixo e metralhas que são despejadas em lugares indevidos, provocando problemas de higienização e dificultando a garantia de uma cidade limpa e organizada.

limp 1 limp 2 limp 5 limp 6 limp 7 limpeza

Outro fator que foi citado pelo gestor foi a poda das árvores. Recentemente, um cidadão cachoeirinhense divulgou nas redes sociais algumas fotos de uma podagem indevida em um árvore que fica em frente a sua casa. A postagem gerou polêmica, visto que uma vez mencionava a prefeitura como culpada pelo incidente, porém, segundo o prefeito, as providências já foram tomadas e que é totalmente contra esse tipo de atitude.

“Eu sou defensor da poda, pricipalmente neste momento de seca, de muito calor e nós precisamos podar, mas cortar a árvore é crime ambiental.” – acrescentou Ivaldo Almeida.

_DSC0048 _DSC0050 _DSC0052

Sobre a vila de Cabanas, a população local foi beneficiada com uma ambulância 24h, que já foi disponibilizada e com a ativação de um poço que encontrava-se desativado.

IMG-20170217-WA0088 IMG-20170217-WA0089 IMG-20170217-WA0090 IMG-20170217-WA0091 IMG-20170217-WA0092 IMG-20170217-WA0093 IMG-20170217-WA0094 IMG-20170217-WA0096 IMG-20170217-WA0098

Sobre o Açude Novo, este que por muitos anos beneficiou não só a cidade de Cachoeirinha, mas também os municípios de Altinho, Ibirajuba e São Caetano, o prefeito disponibilizou máquinas para limpar todo o terreno, na esperança de que em breve, chuvas tragam de volta a vida para todos aqueles que um dia dependeram das águas daquele lugar.

_DSC0165 _DSC0166 _DSC0171 _DSC0175 _DSC0176 _DSC0181

Brejo da Madre de Deus-PE: Ações de combate às viroses são intensificadas no município

A Secretaria Municipal de Saúde da cidade de Brejo da Madre de Deus-PE juntamente com as Secretarias de Obras e Urbanismo e Educação estão trabalhando em conjunto para intensificar a Campanha de Combate e Prevenção às viroses, Dengue, Zica e Chikungunya.

Durante toda esta semana estão sendo realizados no Distrito de São Domingos ações para combater a proliferação do mosquito que transmite o vírus; coletas intensivas de lixo em todo distrito, orientação aos moradores e visitas dos agentes de endemias as residências com os larvicidas, campanha de educação e conscientização nas escolas.

Nesta quinta-feira (26) será o “dia D” de combate. Um grande mutirão será realizado em todo o Distrito e é importante que todos os cidadãos colaborem e façam sua parte. Todo material que possa servir de foco para o mosquito deve ser jogado fora e os carros coletores de lixo sairão recolhendo.

Façamos a nossa parte, por uma saúde melhor para todos.

Texto: Reprodução/ Ascom Brejo

Nova Replay, o que é bom se repete!

Cachoeirinha-PE: DENUNCIE – As muriçocas acabaram e isso é reflexo de limpeza, agora cabe à população garantir que esta situação permaneça no município

A cidade de Cachoeirinha continua com ruas e canteiros, muitas vezes repletos de lixo e resíduos orgânicos descartados irregularmente, sem contar no Rio Una, que é utilizado como lixão. A prefeitura tem se mobilizado através de ações educativas, como exemplo as placas espalhadas por pontos da cidade, pedindo para não depositar lixo nestes locais. Além da coleta de lixo que semanalmente acontece, e a distribuição de caçambas em certos locais.

No entanto, o resultado que se tem visto é que os princípios de organização e limpeza da cidade não estão sendo respeitados, muitos menos o apelo feito pelas autoridades do município.

11667159_1017208551645656_2002245870_n-670x376 11692985_1017208578312320_513986459_n-670x376 IMG_20150731_144354920_HDR-670x376 IMG_20150731_144410206_HDR-670x376

Será que estas pessoas que sujam a cidade gostariam de ser identificadas? Caso fossem, será que haveria mudança neste quadro?

Para isso, lançamos um desafio para você, internauta. Caso haja a oportunidade de você presenciar a ação destas pessoas, de jogar lixo na rua ou em lugares impróprios, registre e nos envie a foto, identificando data e local do ocorrido, através dos contatos abaixo:

  • E-MAIL: tvreplay@tvreplay.com.br
  • TELEFONE : (81) 99512-8114

Assim, mostrando o ato e a pessoa que comete tal infração, talvez haja a colaboração destes munícipes que desvalorizam o território de sua cidade e não respeitam as leis que regem uma cidade limpa e organizada.

A secretaria de saúde em conjunto com as demais, realizaram recentemente a limpeza do Rio Una. Lixos e mais lixos foram retirados das laterais e de dentro do rio, juntamente com a vegetação, que estava sendo foco de muriçocas. Algumas semanas após a limpeza, foi possível notar a diminuição da infestação destes mosquitos que perturbam o dia e a noite dos cachoeirinhenses.

IMG_20150930_082529974-670x376 IMG_20150930_082550267-670x376 IMG_20150930_082652996-670x376 IMG_20150930_082751563-670x376 IMG_20150930_082846515-670x376 IMG_20150930_082948542-670x376 IMG_20150930_083023969-670x376 IMG_20150930_083106771-670x376 IMG_20150930_083132170-670x376

Seja um cidadão consciente, faça com que a cidade tenha um ambiente agradável; permita que a limpeza faça parte da história deste município, onde as pessoas possam considerar que a população se auto educou a partir do momento em que se conscientizou de que foi através dela que a mudança começou. Além de jogar o lixo no lixo, garanta que a água do nosso rio não seja poluída, que as ruas da cidade estejam sempre limpas e que o ar esteja sempre puro, promovendo uma vida agradável para toda a população.

TV REPLAY, O QUE É BOM SE REPETE!

Cachoeirinha-PE: Coordenadora da Vigilância Sanitária esclarece caso de denúncia sobre casa que acumulava lixo e água exposta

Na manhã desta terça-feira (29), estivemos na Secretaria de Saúde da cidade de Cachoeirinha, situada no Agreste Pernambucano, e na ocasião, entrevistamos a Coordenadora da Vigilância Sanitária do município, a jovem Emannuela Sobral.

Durante entrevista, a coordenadora foi questionada acerca da residência que foi denunciada por uma internauta através de matéria veiculada pela TV Replay, onde a mesma por ter seu estabelecimento comercial ao lado da casa, havendo no seu interior lixo acumulado e uma cisterna com água exposta, ficou preocupada quando à proliferação de doenças e dengue, baratas, devido à presença do lixo.

Em resposta, a coordenadora Emannuela afirmou que funcionários da vigilância sanitária foram encaminhados para a citada residência, no objetivo de averiguar o caso e tomar as medidas cabíveis. O(a) proprietário(a) da casa abriu suas portas gentilmente para que a vigilância pudesse realizar seu trabalho e o mesmo(a) foi informado(a) que teria um prazo para esvaziar a cisterna e retirar todo o material em desuso do local.

ANTES:

11 12

De forma responsável e no período determinado pela secretaria de saúde, o(a) proprietário(a) da referida casa atendeu a solicitação, retirando todo o lixo acumulado, provando que cidadania se faz da melhor forma possível, ajudando e reconhecendo que sempre há algo de melhor a fazer.

DEPOIS:

20151002_083826 20151002_084044 20151002_084151

Seja um colaborador do bem estar de todos, sempre converse com seu vizinho, pois é desta forma que os problemas vêm à tona e são resolvidos.

04 02

TV Replay, nós estamos onde a notícia está!

Cachoeirinha-PE: Denúncia – Acúmulo de lixo e água parada exposta em residência

A equipe da TV Replay da cidade de Cachoeirinha, recebeu uma denúncia via e-mail, onde foi relatado no mesmo, sobre uma residência que encontra-se com um acúmulo de lixo e uma cisterna com parte descoberta, facilitando assim o foco de mosquitos, que consequentemente pode causar doenças como a dengue e dentre outras referente à falta de prevenção e cuidados higiênicos, bem como o lixo acumulado no local, conforme fotos enviadas a nossa redação.

20150922_084818 (1)

A residência citada fica localizada na Rua Siqueira Campos, próximo da Igreja Matriz de Santo Antônio

20150922_084818 20150922_084918 20150922_084929 20150922_084947 20150922_085159 20150922_085209 20150922_085307

Após denúncia, na última quarta-feira (25), entramos em contato com a vigilância sanitária da cidade, na pessoa do secretário de saúde do município, Sílvio Romero, que nos informou que enviaria um agente da vigilância para o local e desta forma, tomar as medidas necessárias.

Ao entrar em contato com a internauta que fez a denúncia e informados que um agente seria enviado para averiguar o fato na residência, a mesma enviou algumas fotografias mostrando que realmente o agente da vigilância foi até o local, no entanto, segundo o que mostram as fotos, o mesmo apenas preencheu os espaços vazios que havia na cobertura da cisterna e o lixo ainda permanece.

20150922_085355 20150924_093323 20150925_084942 20150925_084959 20150925_085424

Na próxima terça-feira (29), estaremos com o secretário de Saúde do município, Silvio Romero, e na ocasião, iremos questioná-lo sobre quais medidas ainda serão tomadas, visto que há lixo entulhado na residência e se o(a) morador(a), será alertado(a) sobre os perigos ou se será multado caso não faça a limpeza. Os moradores da vizinhança da referente casa estão preocupados, pois este problema pode causar certos transtornos, a exemplo de doenças como a leptospirose, oriunda do rato, a dengue, devido a água parada na cisterna que talvez possa não estar sendo tratada.

Estaremos aguardando respostas dos responsáveis pela vigilância sanitária e acompanhado todo o trabalho de limpeza, dedetização ou qualquer outra ação que resolva este problema. Vale ressaltar que há pessoas que se preocupam com o meio em que vivem, pois além do benefício ser proporcionado, por meio da limpeza do local, para quem denunciou, também será para quem mora na referida casa e consequentemente para toda a vizinhança.

Seria bom que todo morador de nossa cidade usasse de consciência e sempre fiscalizando a vida do vizinho, pudesse denunciar qualquer irregularidade, pois a denúncia faz com que as autoridades tomem conhecimento de fatos que são obscuros ou ocultos aos olhos do restante da população. Esse é um dever que é saudável. Faça o bem a todos!

TV Replay, o que é bom se repete!

Cachoeirinha-PE: Prefeitura espalha placas educativas na cidade

Na manhã desta segunda-feira (20), a prefeitura de Cachoeirinha esteve espalhando placas educativas nos principais pontos da cidade, no intuito de alertar moradores para não despejar indevidamente lixo em locais impróprios.

Mylena Macêdo, correspondente da TV Replay na cidade, esteve acompanhando o trabalho de colocação das placas. Na ocasião, o Fiscal Geral do município, Jailson Leite, ressaltou a importância da população em colaborar com a limpeza da cidade:

“Estamos colocando as placas nos locais onde a população despeja lixo e esperamos que todos cumpram com seu dever de não despejar lixo nos lugares indevidos e respeitem principalmente onde colocamos as placas, pois a prefeitura faz sua parte, só falta o povo cumprir com a sua.” - afirmou Jailson

IMG_20150720_114036412 IMG_20150720_114044071 IMG_20150720_114431023 IMG_20150720_114517917 IMG_20150720_114527120 IMG_20150720_115705991_HDR IMG_20150720_115713883 IMG_20150720_115717731 IMG_20150720_115825062 IMG_20150720_121040972 IMG_20150720_121133294 IMG_20150720_121533178_HDR IMG_20150720_121557531 IMG_20150720_121904769 IMG_20150720_122244350 IMG_20150720_122254064 IMG_20150720_122312740 IMG_20150720_122524198 IMG_20150720_122544601 IMG_20150720_122758915 IMG_20150720_122803614_HDRDurante a colocação das placas, pelas imagens, podemos notar que havia lixo em todos os pontos. Na ocasião, a Prefeitura, através da secretaria de obras, fez toda a remoção do lixo depositado nos locais.

Diversas matérias já foram veiculadas na TV Replay, se tratando do lixo contido na cidade; por vezes, estivemos cobrando ações do poder público, o qual tem cumprido seu papel; basta apenas que a população, esta que também é responsável pela colaboração que garante a limpeza pública, respeitar a si mesma e ao próximo, para que se tenha uma cidade limpa e conservada, longe de doenças e com uma melhor aparência.

Uma cidade com uma população consciente, gera limpeza e bons modos. A coleta de lixo é realizada semanalmente, e com placas educativas espalhadas pelas ruas, caçambas localizadas em alguns pontos da cidade, não haverá motivo para que lixo seja despejado em locais indevidos.

A obrigação não é apenas dos responsáveis pelo poder público, mas também dos munícipes, que ao cometerem o erro de desrespeitar as leis que regem um cidade para que a mesma se torne organizada, ferem a si próprio.

TV REPLAY, O QUE É BOM SE REPETE!

Caruaru-PE: Prefeitura ou população, de quem é a culpa pela sujeira na cidade?

Um dos principais problemas que a maioria das cidades tem, é o lixo sólido, resultado de uma sociedade que a cada dia consome mais. Ao andarmos pela cidade, nos damos conta do quão suja ela se encontra. O que não falta é lixo, principalmente se você está no centro da cidade. Na tarde desta quinta-feira(12/03), registrei algumas fotos e conversei com um morador Caruaruense que reside no bairro Indianópolis, que nos mostrou um terreno ao lado do seu prédio, com bastante acumulo de lixo e isso contribui para a pulverização de insetos. O morador Gustavo Marques nos afirmou que quem joga o lixo no terreno são os próprios moradores do prédio, assim causando revolta a toda vizinhança.E ainda acrescentou ‘’Eu acho que é uma grande falta de educação e conscientização de alguns moradores, logo eles se prejudicam também. Entretanto esse problema não vai ser só resolvido com mais fiscalização, mas também com atitude de cada um.’’

O lixo acumulado produz um líquido denominado de chorume, esse possui coloração escura com cheiro desagradável; a substância gerada atinge as águas subterrâneas, além disso, existe a contaminação dos solos e das pessoas que mantêm contato com os detritos. A cidade deveria seguir o modelo de várias outras, que já vem investindo em contêineres espalhados pelos bairros de toda cidade, assim facilitando a coleta e deixando as ruas mais limpas. Precisamos tomar consciência de todo risco que o lixo trás a população.

Em alguns estados Brasileiros, já tem lei aprovada para o cidadão que jogar lixo nas ruas, ser multado.  Mas o que falta para morarmos numa cidade limpa?

Imagem Internet.

Imagem Internet.

Centro da cidade

Centro da cidade

Lixo no Pátio de Eventos.

Lixo no Pátio de Eventos.

Lixo na calçada do centro

Lixo na calçada do centro

Acumulo de lixo no terreno,

Acumulo de lixo no terreno,

Lixeiro quebrado no centro.

Lixeiro quebrado no centro.

TV Replay, o que é bom se repete!

Jornalista

Jornalista

Reportagem: Gabriela Ramos

Gameleira-PE: Avenida limpa, problema solucionado!

Na tarde desta terça-feira (10/02), a TV Replay esteve na Avenida José Mariano, localizada no Centro de Gameleira, cidade Mata Sul de Pernambuco, onde foi averiguado a situação do lixo que tinha sido mostrado em matérias anteriores.

IMG10268IMG10269IMG10270IMG10271IMG10272IMG10274IMG10275Depois do fechamento da matéria anterior, publicada em 05/02, onde mostrávamos lixo espalhado na rua, e para alívio da população da referida localidade e de todos que ali trafegam, foi observado a retirada do lixo, o qual agora não encontra-se no lugar visto anteriormente, pois foi feito a limpeza.

ANTES

ANTES

2 3

A prefeitura juntamente com a secretaria responsável, realizou a limpeza do ambiente que encontrava-se sujo, ou seja, foram tomadas as devidas providências onde de fato, houve empenho para resolver o problema.

Uma cidade limpa reflete saúde para todos e satisfação em se viver bem.

Assista, comente, curta, comente e divulgue. Mande sugestões e denúncias. Nossos contatos:

Facebook: CENTRAL GAMELEIRA

Email:jornalismo@tvreplay.com.br

Portal:www.tvreplay.com.br

Watssapp: (81) 9931-7525

Reportagem e imagens: Patrícia Silva

TV Replay, o que é bom se repete!

 

 

Ribeirão-PE: Você sabe quantas toneladas tinham de santinhos nas ruas do município?

Ontem (05/10), nossa equipe flagrou, às ruas da cidade completamente tomadas por panfletos, santinhos e todo tipo de material gráfico referentes as campanhas políticas de vários candidatos.

20141005_102131 20141005_102155 20141005_073713

Hoje o dia amanheceu chuvoso na cidade, e como consequência de todo este material gráfico politico, (santinhos, panfletos, sacolas, cartazes dentre outros), consequência das ações de cabos eleitorais, vários bueiros ficarão entupidos.

20141006_085241

20141006_100617

Por tudo isso, quem mais sofre além da população, que nada tem haver com esse lixo eleitoral, são os garis, só hoje foram recolhidas mais de uma tonelada de material eleitoral, que se torna mais difícil para ser removido com as chuva, pois muitos ficam grudados no asfalto.
20141006_092850

Reportagem: Alex Magno

Imagens: Yuri Raphael

TV Replay,o que é bom se repete!

Altinho-PE: Lixo do município jogado e queimado em via pública

Na manhã  desta sexta-feira, dia 13/12,  funcionários da Prefeitura Municipal de Altinho jogaram uma Caçamba de Lixo na entrada do Sítio Espinho Branco, as margens da PE-149, depois tocaram fogo. O lixo que deveria ser depositado no Aterro Sanitário administrado pelo Consórcio dos Municípios do Agreste e Mata Sul – COMAGSUL, foi colocado jogado próximo a parada de Ônibus e residências. O fato foi testemunhado por passageiros da Lotação Altinho/Caruaru e da Coletivo.

No dia 11 de maio de 2013, os Vereadores da oposição denunciaram o Poder Executivo por fazer do Matadouro Abandonado um depósito de lixo.

Fogo Botijão lixo 2 lixo 5 lixo1 Lixo3 lixo4

Matéria de: Gustavo Andrade

TV Replay, o que é bom se repete!

Projeto São Francisco adota alternativas socioambientais para tratamento do lixo

O reaproveitamento de resíduos e a coleta seletiva são exemplos das ações praticadas nos canteiros das obras. O empreendimento investe cerca de R$ 1 bilhão em programas ambientais. 

O que muitas vezes é tratado como lixo tem sido separado e reaproveitado nos canteiros das obras do Projeto de Integração do Rio São Francisco. Restos de construção, equipamentos sem uso, materiais recicláveis e até resíduos de difícil tratamento encontram destino apropriado ao longo das intervenções que vão levar água a 12 milhões de nordestinos. 

1

Uma das áreas com o maior índice de reaproveitamento está instalada em São José de Piranhas, na Paraíba, cidade onde o Projeto constrói o maior túnel para transporte de água da América Latina. No local, uma trituradora transforma restos de obras em material para pavimentação de vias e revestimento de outras estruturas, como os canais. Há também uma central de triagem para depósito de materiais recicláveis e acondicionamento de resíduos como pilhas, lâmpadas e demais produtos que não podem ser reciclados. 

Além da importância para o meio ambiente, o reaproveitamento gera outras consequências positivas. A utilização de restos de construção reduz custos na compra de produtos e na contratação de empresas para o descarte do lixo. A separação de recicláveis, por exemplo, representa um relevante fator social ao beneficiar associações de catadores e famílias que recebem doações de papelão, metal, plástico, vidro, roupas e outros materiais sem uso no empreendimento. 

Educação sustentável - A conscientização ambiental dos cerca de seis mil trabalhadores envolvidos no Projeto de Integração do Rio São Francisco também é uma preocupação. São promovidos encontros periódicos nos canteiros para orientar os operários sobre segurança e sustentabilidade. “Falamos de temas ligados ao meio ambiente e conversamos a respeito da coleta seletiva. Nossa intenção é fazer com que nossos colaboradores levem para suas casas a prática de separar o lixo, realizada todos os dias nas obras”, explica José Amilton, auxiliar de Controle de Meio Ambiente em São José de Piranhas (PA). 

Investimentos ambientais – Orçado em R$ 8,2 bilhões, o empreendimento prevê investimentos de quase R$ 1 bilhão para programas ambientais, o que representa cerca 11,8% do valor total. O montante é considerado o mais significativo volume de recursos destinado a questões socioambientais e arqueológicas do semiárido setentrional. 

Atualmente, são desenvolvidos 38 programas básicos na área, que visam à minimização, compensação e controle dos impactos ambientais provocados pela implantação e operação do Projeto. A reutilização e o reaproveitamento dos resíduos produzidos é uma das condicionantes ambientais exigidas às empreiteiras com o objetivo de diminuir os danos à natureza e estimular a sustentabilidade. 

Olinda/PE: Descaso da Prefeitura com o lixo gera protesto em Peixinhos

Cerca de 50 pessoas realizaram um protesto na Avenida Presidente Kennedy, no bairro de Peixinhos, em Olinda, na noite de ontem (14). Eles interditaram uma das faixas da via, no sentido subúrbio/cidade, na altura da entrada para Jardim Brasil.

 

 

O fluxo de veículos na via, tomada por pneus e plásticos em chamas, ficou lento. Além disso, outras duas vias, as ruas da Azeitona e a Armindo Costa Moura, também foram interditadas pelos manifestantes.

 

A comunidade reclama do acúmulo de lixo na região, que ocorre há dois anos e vem se agravando desde dezembro de 2012. Segundo a dona de casa Rosilene Maria de Santana, a Rua da Azeitona se tornou um depósito de detritos da própria prefeitura. “A gente já reclamou muito, mas dizem que não tem máquina para retirar. Ao contrário, eles vêm e jogam mais lixo de outros lugares”, denuncia. E promete: “Se ele (o prefeito) não der jeito aqui, vamos queimar tudo de novo”.

A aposentada Maria da Silva Gomes, 77 anos, diz que o problema já afeta a saúde dos moradores. “Os meninos daqui são cheios de feridas; criança que passa mal todo dia. É muito bicho no meio do lixo.”

 

Jussara Silva Rodrigues, 37, autônoma, concorda com Maria Gomes. “Eu quero trabalhar em paz, mas passo o dia preocupada com meus filhos, que estão aqui expostos à leptospirose e a tudo que é doença.” E conclui, cobrando: “na época das eleições, ‘seu’ Renildo esteve aqui, cheio de cabos eleitorais, pedindo voto, prometendo pintar isso, melhorar aquilo. A gente ouve isso faz tempo e nada. Cansamos!”.

 

Viaturas da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros estiveram no local. O fogo foi apagado por volta das 21h, quando o trânsito foi liberado. Enquanto assistiam à extinção das chamas, moradores cantavam “o povo unido jamais será vencido”.

Lixo recebe toneladas de ouro e prata por ano !

Ouro e prata utilizados em equipamentos eletrônicos somam mais de US$ 20 bilhões

O lixo eletrônico é um problema importante e também valioso. Segundo instituições ligadas à Organização das Nações Unidas (ONU), cerca de 320 toneladas de ouro e 7,5 mil toneladas de prata são utilizadas anualmente para a produção de aparelhos eletrônicos como computadores, tablets e celulares.

O valor dos metais empregados soma cerca de US$ 21 bilhões – US$ 16 bilhões em ouro e US$ 4 bilhões em prata – a cada ano e, quando os aparelhos são descartados, menos de 15% do ouro e da prata são recuperados.

O resultado do acúmulo constante é que o lixo eletrônico mundial contém “depósitos” de metais preciosos de 40 a 50 vezes mais ricos do que os contidos no subsolo, de acordo com dados apresentados na semana passada em reunião organizada pela Universidade das Nações Unidas e pela Global e-Sustainability Initiative (GeSI) em Gana, África.

As quantidades de ouro e prata que vão parar no lixo aumentam à medida que crescem as vendas de aparelhos como os tabletes, cujas vendas em 2012 deverão chegar a 100 milhões de unidades em todo o mundo, número que deverá dobrar até 2014.

“Em vez de olharmos para o lixo eletrônico como um fardo, precisamos encará-lo como uma oportunidade”.