Blog de Airton Sousa: Náutico vence o clássico

No clássico da Arena de Pernambuco, neste domingo(12/03), o Náutico venceu pelo placar de 1 x 0. Foi um jogo nivelado por baixo tecnicamente, no entanto o Náutico entrou com mais volume, ocupando os principais espaços do campo e anulando com uma boa marcação, as principais peças do Santa Cruz.

Enquanto isso, o time tricolor entrou acomodado, sem alma, com pouco interesse, além da lentidão que o time se apresentou na maioria do tempo de jogo. As peças de decisão do Santa Cruz, não tiveram como jogar, e na verdade, o Náutico mereceu a vitória, inclusive com um placar mais elástico.

Aos 17 minutos do primeiro tempo, o técnico Milton Cruz faz uma substituição colocando o jogador Nirley, estreante no timbu. E o futebol tem dessas coisas, porque bastaram apenas 15 segundos em campo, para o jogador aproveitar um cruzamento, cabecear e colocar a bola nas redes de Júlio César, colocando o time alvi-rubro na vantagem do placar.  E ao final do jogo, a vitória foi do Náutico, pelo placar de 1 x 0.

Por outro lado, o Campinense, já classificado, goleou por 4 x 0 ao Uniclinic, e assumiu a liderança do grupo com 11 pontos. O Santa Cruz, para não ter a sua situação complicada, soma 10 pontos, e com apenas um empate, no último jogo (22/03), no Arruda, contra o Campinense, passa para a segunda fase da Copa do Nordeste. O Náutico com 7 pontos, ainda tem sua situação complicada, com remotas possibilidades, tendo que golear ao Uniclinic em Fortaleza, torcer por uma derrota do Santa Cruz, além da combinação de outros resultados, dos outros grupos.

Blog de Airton Sousa: Sport vence com traquilidade

Esperava-se que com as ausências de Rithely e Diego Sousa o Sport Clube do Recife, enfrentasse dificuldades, para vencer da maneira que venceu, ao time do Juazeirense. Com a fraca campanha do time baiano na competição, e pelo placar do primeiro jogo na Bahia, a expectativa era de que tivéssemos uma vitória pernambucana. No entanto, o time se superou e fugiu de qualquer projeção.

Já aos 8 minutos, Ronaldo Alves abre o placar, na cobrança de pênalti. André ampliou aos 24 minutos também de pênalti, e desta vez ele não desperdiçou, fechando o placar de 2 x 0 no primeiro tempo, com o Sport sendo absoluto, e Magrão não tendo trabalho nenhum.

No segundo tempo, diante das dificuldades, o Juazeirense apenas se defendia e para complicar mais ainda, teve a expulsão de Patrik. O técnico Daniel Paulista aproveitou a vantagem numérica, colocou Rogério para fortalecer o ataque rubro-negro.  Aos 22 minutos do segundo tempo, André faz o terceiro gol do jogo, demonstrando com a marcação de mais 2 gols, que a sua recuperação começa a acontecer, mesmo contra um adversário frágil.

Quando tudo parecia definido, brilha a estrela do atacante Rogério, que marcou dois gols relâmpagos, aos 43 e 46 minutos, fechando o placar de 5 x 0, a favor do leão, e colocando o time na próxima fase da Copa do Nordeste, com 13 pontos, porém ainda sem garantir a primeira colocação do grupo.

O Sport joga contra o Sampaio Correia, necessitando apenas de um empate, considerando de que o time do River venceu o seu jogo, foi a 10 pontos. Daí a necessidade do rubro-negro  jogar apenas por um empate, o último jogo dessa fase.

Blog de Airton Sousa: Começa a 3ª fase da Copa do Brasil

O Sport Clube do Recife, entra em campo nessa quarta-feira (08/03), à noite, para jogar a primeira partida da terceira fase da Copa do Brasil, contra o Boa Vista de Joel Santana. O time leonino na competição estadual, vem de dois resultados negativos, quando de um empate e uma derrota para o Náutico.

Neste jogo contra o Boa Vista, o time leonino tem a obrigação de valorizar o investimento da Diretoria, para ter o elenco que tem, e que até agora, não tem convencido ao seu torcedor. Problema no sistema defensivo, agora sem Rithely, afastado por contusão, sem ter um substituto a altura, para o meio campista, além da carência de um atacante de referência, que venha resolver os gols perdidos pelo rubro-negro.

Quanto ao Boa Vista, comandado tecnicamente pelo experiente Joel Santana, é uma equipe sem grandes destaques. No entanto, a exemplo do Sport, também avançou para a terceira fase, impondo ao time pernambucano, no mínimo, respeito. Daí o técnico Daniel Paulista ter muito cuidado, da escalação ao esquema, para enfrentar ao adversário, mesmo porque nos últimos jogos, o treinador vem errando taticamente e sendo  criticado por parte da imprensa e também pela torcida.

Agora, só resta esperar que o rubro-negro jogue o suficiente para obter um bom resultado e terminar de jogar  a  classificação na  Ilha do Retiro. Quanto a Diego Sousa, a principal estrela do time, espera-se também, que ele venha a atuar de uma maneira que possa contribuir para o grupo, fato que não aconteceu no jogo contra o Náutico, onde o atleta além de jogar fora de posição, na maioria do tempo, praticamente se escondeu durante o tempo todo.

Blog de Airton Sousa: Nova classificação na 6ª rodada do Hexagonal

Tivemos na tarde deste domingo (05/03), o início dos jogos de volta do Hexagonal do título, com o Náutico na Arena de Pernambuco vencendo ao Sport por 2 x 1, o Santa Cruz se impondo e vencendo ao Salgueiro por 1 x 0 e o Central conseguindo a sua primeira vitória, vencendo ao Belo Jardim por 4 x 1.

O clássico teve o Náutico supremo nos dois tempos do jogo, anulando principalmente, a criatividade do Sport, que não teve espaço para jogar com o sistema tático aplicado pelo técnico Milton Cruz, que obteve a primeira vitória sob o seu comando. O Náutico marcou 2 x 0, com uma certa tranquilidade, e mesmo tomando o gol do Sport, o time não se abalou, aproximou mais a marcação e administrou a partida até o final. Com o resultado, o Náutico foi a 11 pontos e agora é o segundo colocado no Hexagonal.

O torcedor do Sport, que viu desta feita o time titular não se encontrar em campo, porque na quarta-feira (01/03), na Ilha, o time que jogou foi o reserva, ao contrário do time deste domingo, e mesmo assim, o técnico Daniel Paulista, não encontrou uma maneira de superar a qualidade do time timbu.

O Santa Cruz depois de seis jogos sem vencer ao Salgueiro, lá no sertão, conseguiu vencer por 1 x 0, com gol marcado no início do primeiro tempo, onde o técnico Vinícius Eutrópio, reconheceu que tres pontos, favoreceu muito ao desempenho do seu time neste jogo:  a garra, a força e a superação do grupo.  Mais um detalhe do Santa no jogo contra o Salgueiro, foi a maneira como o time aproximou a marcação, não permitindo que o adversário soltasse a bola e impusesse velocidade ao jogo, pontos fortes do time do sertão. Porém, mesmo perdendo, o Salgueiro continua na liderança com 13 pontos, com 2 a mais que o Náutico. Enquanto isso, o tricolor soma 9 pontos, é o quarto colocado, mas sem a ameaça do Belo Jardim, que perdeu para o Central.

No estádio Antonio Inácio de Sousa, o Central, depois de perder as cinco partidas da primeira fase, aplicou uma goleada de 4 x 1 no time do Belo Jardim. Coincidência ou não, a primeira vitória aconteceu, justamente depois da saída do ex técnico Laelcio Lima. O Central continua na lanterna com apenas 3 pontos. No entanto, houve a motivação, da primeira vitória no Hexagonal.

O Belo Jardim que tem como ponto forte a bola parada, não teve tantas chances, pela boa presença do goleiro Gleidson, do Central. Ao final da partida, observava-se um misto de decepção do Belo Jardim, enquanto que no Central, havia a comemoração da primeira vitória.

Somente no dia 19/03, é que teremos a sétima rodada do hexagonal.

Blog de Airton Sousa: Santa Cruz e Central perdem na 5ª rodada do Hexagonal

Fechando a quinta rodada do Hexagonal, nesta quinta-feira(02), o Central teve sua quinta derrota, e o Santa Cruz, jogando no Arruda, também perdeu, desta feita para o Salgueiro, líder absoluto do Hexagonal, com 13 pontos. O placar em Vitória de Santo Antão foi 2 x 0 para o time do Belo Jardim, enquanto que, em pleno Arruda, o Santa Cruz, perdeu por 2 x 1.

A vitória do time da terra do Bitury, foi através de dois pênaltis, o primeiro aos 33 minutos do primeiro tempo, com a cobrança do jogador Bruno Sacomam, enquanto que o segundo pênalti, foi marcado aos 46 minutos da segunda etapa. O time de Caruaru, em nenhum momento do jogo, teve poder de reação, mesmo com algumas modificações feitas pelo técnico Laelcio Lima, que após o jogo entregava o cargo. Até o final desta matéria, ainda não havia tido a confirmação oficial da saída do treinador.

O Belo Jardim com a importante vitória, agora briga por uma vaga nas semi-finais do Campeonato, já que soma quatro pontos, tendo com esse resultado e a derrota do Santa Cruz para o Salgueiro, se aproximado do time tricolor, com apenas dois pontos de diferença. O Próximo jogo do time do Belo Jardim, será no Estádio Antonio Inácio, contra o próprio Central. Caso vença e o Santa Cruz venha a perder para o Salgueiro, no sertão, o time do Belo Jardim, assume a quarta posição no Hexagonal.

Por outro lado, mais de cinco mil torcedores, assistiram a derrota do Santa Cruz, para o Salgueiro pelo placar de 2 x 1. Essa foi a primeira derrota do tricolor esse ano, já que o time vinha há oito jogos sem perder. Agora, o técnico do time do Arruda, repensa a escalação para o jogo de domingo, contra o próprio Salgueiro, já que a princípio, o pensamento era jogar com o time misto outra vez.

Agora o tricolor vê a necessidade de uma vitória, além de torcer que o Central, também no domingo, no Estádio Antonio Inácio, consiga vencer ao Belo Jardim. Se acontecer um empate ou uma derrota do Santa Cruz, e uma vitória do Belo Jardim sobre o Central, pela primeira vez, o tricolor poderá sair do Hexagonal. Daí, uma rodada importante para o Santa Cruz e para o time do Belo Jardim.

Blog de Airton Sousa: Clássico na Ilha nessa quarta-feira

Terminava o jogo no Ceará e logo o técnico Daniel Paulista, na coletiva, já adiantava que para o clássico contra o Náutico, pelo Hexagonal, iria colocar o  time misto, deixando os jogadores da Copa do Nordeste de fora. Nenhuma novidade, porque tem sido esse, o critério do treinador, para as duas competições.

Sendo assim, o time rubro-negro para enfrentar o Náutico nessa quarta-feira(01/03), será basicamente um misto com poucos titulares e a maioria de jogadores que o treinador pretende utilizar em um futuro não muito distante. Esse time vem jogando, vencendo, porém ainda não conseguiu conquistar a confiança da torcida.

Enquanto isso, o Náutico que vem de um empate pela Copa do Nordeste, na Arena de Pernambuco, contra o Campinense, pretende tirar proveito da escalação do adversário e tentar vencer o clássico, para levantar a confiança da torcida, em razão de que o alvi-rubro, dificilmente passa para a outra fase da Copa do Nordeste, e no Hexagonal, também não vem convencendo.

O técnico Milton Cruz, teve um tempo mais longo para conhecer e trabalhar o grupo. Pretende dar um novo sentido tático ao time, que vem falhando em todos os setores. Como o adversário, tecnicamente não vai colocar em campo o que tem de melhor, nos Aflitos, todos estão esperançosos de uma vitória.

Fica meio confuso para as duas torcidas. De um lado o Sport com o time misto ou reserva, deixando entender que não está ligando muito para o Estadual. Do outro lado, o Náutico que ainda não conseguiu a credibilidade da sua torcida e também quer mostrar a cara de um elenco com qualidade técnica. É aguardar para ver, quem erra menos nesse jogo que ainda pode ser chamado de ” Clássico em Pernambuco ” .

Blog de Airton Sousa: Pernambucanos vencem na Copa do Nordeste

Duas vitórias importantes, aconteceram neste sábado(25/02), com os clubes de Pernambuco, pela Copa do Nordeste. A coincidência é que os dois times jogaram fora do Estado.

O Sport foi ao Piauí e teve um jogo apertado. No primeiro tempo venceu pelo placar de 2 x 0. Voltou no mesmo ritmo no segundo tempo, porém a partir dos 20 minutos, se acomodou no jogo, e o River cresceu, chegando a marcar um gol, e partir daí, quase chagava ao empate, porém não conseguiu. Foi extremamente importante a vitória, porque o River estava na liderança do grupo, com a mesma pontuação do time leonino.

Com este resultado, o rubro-negro assumiu a liderança e deixou para trás o adversário mais próximo. Nada ainda está definido, porém, os três pontos deram ao rubro-negro 80% de caminhada nessa fase.

Enquanto isso, os tricolores também comemoram o resultado no Ceará, contra o Uniclínic, por 2 x 0 . O Santa Cruz continua disparado na liderança, vindo na sequência o  Campinense, com a diferença de dois pontos. O time do Arruda, com 10 pontos, chega a 80% da fase. Com esses percentuais, o grupo de atletas e o técnico Vinícius Eutrópio, começam a trabalhar mais tranquilos.

Entende-se,  com mais essa vitória e na sequência de resultados positivos, que a torcida já começa a confiar no grupo, mesmo porque é um segredo do futebol, time bom, é aquele que a torcida sabe decorado, e isso está acontecendo com o tricolor Pernambucano. Depois de desmontar o time na temporada de 2016 e começar praticamente do zero, a Diretoria está sendo competente, pelo menos nas competições regionais, com resultados satisfatórios.

Blog de Airton Sousa: Náutico se complica na Copa do Nordeste

Esperava-se que o time de Milton Cruz, apresentasse um futebol pelo menos diferente e criativo, no entanto, foi o mesmo time medíocre de sempre. Enquanto isso, o técnico Sergio China, estudou o time timbu e anulou na marcação, as principais peças do Náutico, principalmente Marco Antonio, que é um jogador diferenciado e não teve espaço para jogar, complicando dessa maneira, o sistema que seria responsável pela criatividade e transição para o ataque.

Poucas foram as oportunidades do time pernambucano, e o Campinense, pela orientação do seu treinador, passou a jogar por uma única bola. No entanto, os dois times pouco criaram e chutaram no primeiro tempo. Porém, para o visitante, o empate era um bom resultado, e foi assim que o time campineiro se comportou no primeiro tempo, que terminou em 0 x 0.

Na segunda fase, o Campinense se fechou mais ainda, mesmo assim, obrigou o goleiro Tiago Cardoso a fazer duas grandes defesas, enquanto que o Náutico somente aos 45 minutos do segundo tempo, teve a melhor chance através do jogador Everton Páscoa, que no desespero e na falta de capacidade de finalização, desperdiçou a grande chance, deixando a pequena torcida presente na Arena de Pernambuco, desesperada.

Com o empate, o Campinense assumiu a liderança do grupo, com oito pontos e um jogo a mais, enquanto que o Náutico tem complicada a sua situação, com apenas quatro pontos, e tendo pela frente, o clássico contra o Santa Cruz e o Uniclinic, no Ceará. Quanto ao técnico Milton Cruz, saiu decepcionado com o que viu e está consciente das dificuldades que virão. Fora da Copa do Brasil, e com remotas possibilidades de continuar no Nordestão, o Náutico agora pensa no Estadual, e em breve, também começam os preparativos para o Brasileiro da Série B.

Blog de Airton Sousa: Times pernambucanos na Copa do NE

O Náutico, de técnico novo, agora sob o comando de Milton Cruz, joga nesta quinta-feira(23), na Arena de Pernambuco, contra o Campinense. Esse mesmo Campinense que na primeira partida, no Estádio Amigão em Campina Grande, venceu pelo placar de 2 x 0, derrota que ocasionou a queda do técnico Dado Cavalcanti. Hoje, obrigatoriamente, o time timbu terá que vencer, caso contrário, se distancia cada vez mais da oportunidade de avançar na Copa do Nordeste.

A presença do técnico Milton Cruz, deve influenciar emocionalmente no grupo, mesmo entendendo-se que é muito cedo para efetuarmos cobranças. Porém, sempre é bom lembrar que um novo comando, dá ao grupo perspectivas de reação, é o que espera a torcida timbu. Quanto ao jogador Mailson, foi reintegrado ao grupo. No entanto, não consta na relação de hoje, em razão de estar fora de forma.

Outro que volta a campo, desta feita no próximo sábado(25), à tarde, é o Santa Cruz, que está bem colocado no seu grupo. Enfrenta ao lanterna Uniclinic, que até agora não conseguiu nem uma vitória. Daí espera-se que o tricolor pernambucano, possa voltar do Ceará com três pontos, que poderão manter o time na cabeça do grupo.

Finalmente, depois de jogar pela Copa do  Brasil, e vencer por 3 x 0 ao time do Sete de Dourados, na quarta-feira(22), o Sport Clube do Recife, enfrenta nesse sábado(25), à noite, ao time do River do Maranhão. Este mesmo River que veio a Capital Pernambucana, e saiu com um empate de 2 x 2, frustrando naquela oportunidade, a torcida rubro-negra.

Este jogo é um divisor de águas, em razão de que os dois times dividem a liderança do grupo, sendo que pela campanha, o River é o primeiro colocado, e o Sport é o segundo. O técnico Daniel Paulista, confirmou a presença do time titular, porque entende a importância do time voltar do Maranhão com uma vitória.

Blog de Airton Sousa: Sport avança na Copa do Brasil

Jogando nessa quarta-feira(22), na Ilha do Retiro, o Sport Clube do Recife, não encontrou dificuldade para vencer a frágil equipe do Sete de Dourados, pelo placar de 3 x 0. Aos dez minutos do primeiro, Leandro Pereira abriu o marcador, o mesmo Leandro Pereira ampliou aos 24 minutos, colocando o Sport na vantagem e dando a tranquilidade que o grupo necessitava, para administrar a partida.

Ressalte-se, que foi a primeira vez que o atacante rubro-negro teve bem em um jogo, desde que chegou. E não resta dúvida da importância da sua participação na classificação leonina, mesmo reconhecendo a fragilidade do adversário. Outras chances aconteceram, porém não foram concretizadas, a exemplo de Rogério, aos 7 minutos; Diego Sousa, aos 27 , 29 e 38 minutos; além de Leandro Pereira aos 40 minutos.

No segundo tempo, sem reação, o Sete de Dourados tomou o terceiro com, aos 3 minutos, através de Rogério, que teve ao lado de Leandro Pereira e Ronaldo, uma atuação de destaque. O ponto negativo do jogo foi as atuações de Diego Sousa, Everton Filipe e Samuel Xavier. Quanto ao adversário leonino, pouco incomodou ao goleiro Magrão, exceção  um chute de Gustavo aos 34 minutos do primeiro tempo. Aliás o único jogador a destacar no time do Mato Grosso. O Sport enfrenta na terceira fase, ao time do Boa Vista do Rio de Janeiro, treinado pelo Joel Santana.

Blog de Airton Sousa: Sport enfrenta ao Sete de Dourados pela Copa do Brasil

Começa para o Sport Clube do Recife, nesta quarta-feira(22), a segunda fase da Copa do Brasil. O time leonino enfrenta ao Sete de Dourados do Mato Grosso, na Ilha do Retiro, às 21:45 h. Nesta fase, os critérios são outros, já que na primeira fase era necessário apenas um jogo, com a vantagem do time visitante, de jogar por um empate, ou qualquer resultado  de vitória.

Nesta segunda fase, caso o jogo termine empatado, os times irão para cobrança de pênalti, para poder se conhecer o time classificado para a terceira fase da competição. No entanto, prega-se uma vantagem técnica para o time Pernambucano, principalmente pelo elenco que possui o clube da Ilha do Retiro. No entanto, todo cuidado é  pouco, porque se observarmos as vitórias  que estão acontecendo, não há um futebol convincente,  para que tenha tanta certeza da classificação do time da Ilha.

Porém o fato de jogar na Ilha, com a participação e apoio do  seu torcedor, também leva a crer que o Sport, passe para a outra fase, o que será muito importante, em todos os aspectos, principalmente no financeiro. O técnico Daniel Batista, sem maiores problemas, apenas poupou dos treinos dessa semana,  os jogadores Durval e Diego Sousa, porém os jogadores deverão compor o time para o jogo desta quarta-feira(22), contra o Sete de Dourados.

Blog de Airton Sousa: Central perde pela quarta vez

E o Central continua sem vencer. No Hexagonal, perdeu neste domingo(19), para o Salgueiro, pelo placar de 2 x 1. Um jogo corrido, disputado, com as equipes se empenhando em campo, nos dois tempos de jogo.

Com o domínio do Salgueiro, saiu aos 23 minutos do primeiro tempo, o primeiro gol da partida, através de Ranieri, de cabeça, em uma falha da zaga do Central. O Central não se abalou, e aos 35 minutos, também de cabeça, Anderson Lessa empatou o jogo. A partir do empate, o jogo passou a ser equilibrado já que, até então, a meia cancha do Salgueiro mandava no jogo, com os espaços dado pelo time do Central.

No segundo tempo, o jogo continuou muito disputado, o técnico Laelson Lima consertou taticamente o seu time e aos 7 minutos, também de cabeça, Artur perdia a chance de desempatar o jogo para o Central. O principal acerto do treinador do Central, foi aproximar mais a marcação ao time do Salgueiro.

Houveram várias modificações no decorrer do segundo tempo e quando todos esperávamos que o placar final fosse um empate, Valdeir, aos 40 minutos, de cabeça, fazia o segundo gol do time da casa, fechando o placar em  2 x 1. Com a vitória, o Salgueiro assume a liderança isolada do Hexagonal, com 10 pontos.

O Central continua sem vencer e tem o próximo jogo, quinta-feira (02/03), em Vitória de Santo Antão. A arbitragem do jogo foi de Débora Cecília, com um público de 1.722 torcedores e uma renda de R$ 5.802,00.

Blog de Airton Sousa: Faltou gol e sobrou pancadaria no clássico pernambucano

Provocações entre os jogadores, dias antes do jogo, apedrejamento do ônibus que conduzia o time leonino da lha do Retiro para o Arruda. No jogo, muitos cartões amarelos e um vermelho, além de uma arbitragem insegura, passando a todo instante do jogo, a intranquilidade de um árbitro que apesar de veterano, limitou-se ao longo do tempo a ser  apenas considerado razoável.

Isso foi  um lado do jogo com resultado de 1 x 1 para Santa Cruz e Sport. A partida começou com os jogadores tensos e nervosos, principalmente os atletas do time tricolor, que se deixaram levar pelas provocações dos adversários. Aos 15 minutos do primeiro tempo, Elicarlos deixa o campo contundido, e a opção do técnico era colocar um atleta com características de marcação, e entra Wellington César. Aí, o time tricolor sentiu a substituição e o Sport passou a ter espaços para jogar, aproveitando as deficiências do adversário, até que aos 40 minutos, Diego Sousa, que estava desaparecido no jogo, chuta de longe e faz um belo de gol, terminando o primeiro tempo com a vitória do Leão pelo placar de 1 x 0.

Início do segundo tempo, e o árbitro Sebastião Rufino Filho manda os dois treinadores para o vestiário, e começa tudo de novo. Dois minutos e a expulsão de André Luiz, por simulação de pênalti. O jogador já tinha cartão amarelo, tomou o vermelho e deixou o Santa Cruz em uma situação ainda mais complicada, porque estava na desvantagem no placar e com uma peça a menos.

Mais surpresa, o Sport dominando, o Santa Cruz tentando organizar contra-ataque, e aparece o artilheiro. Uma bola cruzada da direita, cochilo da zaga leonina e aos 14 minutos Aleff Pitbull deixa a sua marca, empatando o jogo e surpreendendo a todos. A partir daí o jogo voltou a ser equilibrado, os jogadores esqueceram a violência, e passaram a jogar  bola, com o Santa Cruz inteligentemente, aplicando duas linhas de quatro, e evitando a aproximação do Sport na sua área.

Tentando reverter a situação taticamente, o técnico Daniel Paulista, faz algumas modificações. Entre elas: André, Rodrigo e  Lenis, saindo respectivamente Leandro Pereira, Ronaldo e Everton Filipe. Nada adiantou, porque os jogadores que entraram não contribuíram tecnicamente, em razão do sistema de marcação do Santa Cruz. O técnico Vinícius Eutrópio, também mexeu no time, porém a intenção era garantir o placar do jogo, pela desvantagem numérica dentro de campo.

O Sport com o empate, assumiu a liderança com 8 pontos, enquanto que o Santa Cruz está com 6 pontos, na terceira colocação, podendo perder essa colocação, caso o Náutico venha  vencer segunda-feira, ao time do Belo Jardim. O árbitro Sebastião Rufino Filho, com uma arbitragem insegura, não conseguiu agradar nenhuma das duas equipes. Pelos momentos de pressão do Sport no jogo, Julio César, goleiro do Santa Cruz, foi escolhido o melhor jogador em campo.

Blog de Airton Sousa: Notícias do Náutico e do Sport

Geralmente as vitórias trazem união, tranquilidade e faz até esquecer os possíveis problemas existentes. No Náutico, o ambiente não é bom, pelas três derrotas consecutivas e pela indisciplina criada entre o atleta Mailson e um membro da Comissão Técnica. Tenta-se a todo custo, colocar à margem do grupo esses acontecimentos. Porém é inevitável, porque a imprensa tomou conhecimento e passou a explorar os fatos.

Deixando tudo isso de lado e tentando não levar para dentro de campo, o técnico Dado Cavalcanti tenta arrumar o time para um bom resultado nessa quarta-feira(15) à noite, em Juazeiro, contra a equipe do Guarany. Uma vitória classifica o time timbu, ou até o empate, pelo novo regulamento da Copa do Brasil.

O time cearense, em casa é muito difícil de ser batido. Por isso o time de Dado Cavalcanti, tem que está bem montado, principalmente no sistema defensivo, onde os alas e os zagueiros, estiveram falhando muito no jogo contra o Campinense. Se por acaso a classificação do Náutico não acontecer, fica fácil prever o que vai acontecer com a Comissão Técnica.

Enquanto isso, o Sport com o chamado time alternativo, joga na Ilha do Retiro contra o Belo Jardim, que jogando contra o Santa Cruz, terminou surpreendendo ao time do Arruda. Sendo assim, vai um alerta para o técnico Daniel Paulista, que também começa a ser cobrado, em razão da maneira como o time vem jogando.

A vantagem é do time rubro negro, por diversas razões, até porque o grupo não pode reclamar cansaço, em razão de que, mesmo participando do Hexagonal, das Copas do Nordeste e do Brasil, o técnico se dá ao direito de trabalhar dois grupos, para as competições. O torcedor leonino espera que não aconteça contra o Belo Jardim o que aconteceu contra o River, quando o time principal fez um papelão e não conseguiu vencer.

Só como última notícia, a Federação Pernambucana de Futebol, resolveu atender a um pedido da Diretoria do Santa Cruz e antecipou o clássico entre tricolores e rubro-negros, para o sábado(18), às 20:30 horas. Com isso facilitará o trabalho do policiamento e poderá ter uma melhor arrecadação.

Blog de Airton Sousa: Falta de pagamento tricolor não deu em nada

Era grande a expectativa, para o julgamento no STJD, da questão de atraso de pagamento do Santa Cruz Futebol Clube, com a maioria dos jogadores que defenderam o clube e 2016. Falava-se em punição financeira, perda de mando de campo e ainda perda de pontos, no Campeonato Brasileiro, porém tudo ficou na expectativa e nada deu para o clube.

Os membros do STJD entenderam que a questão em andamento, não cabia a denúncia pelos meios que aconteceram, e resolveram arquivar a referida denúncia, sem se quer se reunirem, para fazer o julgamento. Tanto carnaval, para nenhum resultado. Um fato lamentável, não pelo fato do Santa Cruz não ter sido punido, porém, pela maneira como a notícia do possível julgamento vazou para a imprensa.

Alertados pelas notícias, Dirigentes do Santa Cruz, contrataram um contador, para a efetivação do cálculo individual de cada atleta envolvido na questão dos pagamentos. Tudo será calculado conforme a lei. Porém, a maioria dos casos, será resolvido em comum acordo, conforme o anunciado. No entanto, interessante é saber onde a Diretoria tricolor irá arrumar tanto dinheiro, para resolver todas essas pendências. Essa é a questão.

Blog de Airton Sousa: Vitória e derrota para Santa e Náutico

Dois resultados totalmente diferentes, foi o que tivemos neste domingo(12), pela Copa do Nordeste, envolvendo Santa Cruz e Náutico. O time tricolor marcou a terceira vitória consecutiva, vencendo de goleada, pelo placar de 4 x 0, ao Uniclinic, no Estádio José do Rego Maciel, com o atacante Alef Pitibú marcando três gols e começando a fazer a torcida esquecer Grafite. O Náutico, outra vez não jogou bem, teve a terceira derrota consecutiva, perdendo para o Campinense, no Estádio Amigão por 2 x 0.

A torcida tricolor eufórica com mais uma vitória, e de goleada, onde o Santa Cruz assumiu a liderança do grupo, com sete pontos, mesma pontuação do Campinense, porém com melhor saldo de gols. Tudo é calmaria no Arruda, dando a tranquilidade ao treinador e ao seu grupo, para começar com mais otimismo, a preparação para a próxima partida, desta feita, pelo Hexagonal do Título, no clássico do Arruda, contra o Sport Clube do Recife.

Agora, é esperar o retorno e o incentivo do torcedor, para as próximas partidas, e que a Diretoria comece arrumar maneiras de saldar os compromissos com a Comissão Técnica e os jogadores. Não resta dúvida, que o crescimento tricolor, deve-se também, a qualidade do seu treinador.

Enquanto tudo é festa no Arruda, no Náutico acontece o oposto. Com a derrota para o Campinense, o time completa a sua terceira derrota consecutiva. Não fez um bom jogo, muito desencontro do time dentro de campo, escalação e modificações erradas, além da fragilidade técnica da maioria dos jogadores.

No primeiro tempo, as melhores chances foram do Campinense, aos 14 e 17 minutos, com Tiago Cardoso evitando que os gols acontecessem, com o time preso na defesa, sem saída de bola, com os alas atuando muito mal, e os atacantes isolados, sem a transição dos jogadores de meio de campo.

No segundo tempo, o Náutico  cresceu um pouco, no entanto, nada que viesse a evoluir o suficiente para vencer. Erick perdeu uma chance aos 4 minutos. Léo Ceará também perdeu, desta feita para o Campinense, e a partir daí muitas modificações. A expulsão de Rodrigo Sousa, e a entrada de Renatinho mudou a história do jogo para o Campinense.

Aos 44 minutos, é Renatinho quem faz um bonito gol, e aos 49 Léo Ceará fecha o placar, finalizando Campinense 2 x 0 Náutico . Com a vitória, o time Paraibano divide a liderança com o Santa Cruz, enquanto que o Náutico, é o terceiro do grupo. Não sabemos até quando a situação vai perdurar, e o técnico Dado Cavalcanti ficará no comando do time timbú.

Blog de Airton Sousa: Central faz bom teste contra o Campinense

O torcedor patativa, que vive mais uma vez um fim de ano cheio de expectativas, acompanhou com muita curiosidade o amistoso contra o time do Campinense na tarde deste domingo(18/12), no Lacerdão. Amistoso é amistoso, porém, a depender do adversário vale a pena o teste, mesmo porque o time paraibano prepara-se para diversas competições em 1017, e não deixa de ser um adversário considerável.

No primeiro tempo,  a desenvoltura maior foi do time de Campina Grande, deixando o time patativa acuado. O placar foi iniciado pelo Campinense, posteriormente ampliado para 2 x 0, e aos poucos as modificações iam acontecendo. O Central, aproveitando essas alterações, partiu para cima, cresceu no jogo, fez o primeiro gol através do veterano Ailton. A partir do primeiro gol, o time patativa cresceu e chegou ao empate com o jogador Anderson Lessa. Final do amistoso o empate de 2 x 2.

A nota dada para o time patativa foi sete, mesmo porque muitas coisas precisam ser ajustadas, principalmente no seu sistema defensivo, que apresentou falhas no sentido conjuntivo. O técnico Laelcio Lima, demonstrou satisfação com o rendimento do grupo, vai trabalhar a semana inteira, para o jogo de volta em Campina Grande, na próxima quarta-feira(21/12). Os destaques do Central foram: Ailton, Tiaguinho e Anderson Lessa.

Blog de Airton Sousa: Sport com novo Presidente

No início da noite desta sexta-feira, 16/12, o torcedor pernambucano tomou conhecimento do resultado das eleições do Sport Club do Recife. Um total de 4.072 sócios foram às urnas, com um percentual de 62% votando em Dr. Arnaldo Barros, 56 anos, advogado e tradicional torcedor do Sport, recebendo ao seu favor 2.509 votos, contra 1.554 votos do seu opositor, Wanderson Lacerda, correspondente a um percentual de 38%.

Durante o dia, o clima foi de harmonia, diferente do período pré-eleitoral, onde muitas agressões verbais foram proferidas. Deveremos ter muitas mudanças, a começar pela contratação de um novo técnico, ficando Daniel Paulista como assistente, pelo menos a princípio. Espera-se ainda modificações na filosofia dos contratados e na montagem do novo elenco.

O torcedor rubro-negro espera que esta gestão seja modernizada e traga conquistas para o clube, fato que nos últimos anos não tem acontecido. Outro ponto cobrado pelo torcedor, é a manutenção do patrimônio físico do clube, que na gestão do Presidente Martorelli, não teve uma atenção mais cuidadora.

Agora é aguardar que, na prática, as promessas efetuadas durante a campanha, venham a acontecer de verdade.

Blog de Airton Sousa: Uma decisão inconsequente

Após a derrota para o Oeste, e a manutenção do time na série B, vários comentários foram veiculados sobre a saída de Givanildo Oliveira, do comando técnico do Clube Náutico Capibaribe. No entanto, esperava-se que o bom senso prevalecesse, mesmo porque o melhor caminho seria, no mínimo, a manutenção do treinador, a seleção dos jogadores que iriam ficar e os reforços para 2017. Porém, nesta sexta-feira(02), a Diretoria do clube anunciou a saída de Givanildo Oliveira e automaticamente a contratação do Pernambucano Dado Cavalcanti, que estava recentemente no Paysandu e  volta ao timbu, consolidando a sua segunda passagem no time.

A saída ou chegada de um profissional, é um fato de rotina, mesmo porque o imediatismo sempre prevalece no futebol Brasileiro. Sempre que acontece uma decisão, observa-se que além da precipitação, uma decisão injusta e humilhante, em razão da maneira como Givanildo chegou no clube, com um time limitado, precedido de resultados negativos e com uma perspectiva de rebaixamento.

Givanildo remontou o time, sem condições nem reforços substanciais, que teve, de início, uma sequência de sete vitórias. Algumas derrotas aconteceram, principalmente fora de casa, exemplo a que aconteceu com a Luverdense,  o Clube de Regatas Brasil, o Avaí sofrendo uma goleada, e o estopim de tudo, que foi a derrota na última rodada para o Oeste, que provocou a ausência do time na primeira divisão do próximo ano. Reafirmo e vejo como precipitadas e injustas tais decisões, a dispensa do treinador, que não tem nada a ver com a falta de dinheiro para as contratações e a manutenção de peças que dariam um suporte estrutural, para o início das competições em 2017.

Acho até que Dado Cavalcanti, poderá fazer um bom trabalho, desde que seja dada condições para isso, com reforços, pagamento em dia e outros aspectos importantes para bons resultados. Entretanto, a saída de Givanildo é que não foi bem explicada. Porém, quando se trata de dirigente de futebol e suas decisões, sempre entendemos como mais um fato inconsequente e pouco convincente. Givanildo segue seu trabalho para onde for, e com muita dignidade, e Dado Cavalcanti com certeza terá muita dor de cabeça para remontar o time em 2017.

Foto: INternet

Foto: INternet

Blog de Airton Sousa: Reta final da Copa do Brasil

Começa nesta quarta-feira(23), a decisão em 180 minutos envolvendo o Grêmio e o Atlético Mineiro. Duas escolas de um futebol diferente, de um lado o futebol forte e rigoroso do Rio Grande do Sul, do outro lado, um futebol mais cadenciado e técnico das Minas Gerais. A pergunta é a seguinte: Quem tem mais qualidade para ser campeão? É uma resposta difícil de ser colocada, em face de que pela tradição e experiência nas decisões nacionais e internacionais dessas equipes, sem dúvida teremos um jogo estudado, e quem sabe truncado e muito disputado.

De uma coisa nós temos certeza, se o título ficar com o Grêmio estará em boas mãos. E a mesma colocação podemos dizer se ficar com o time do Atlético Mineiro. Uma boa disputa também no comando técnico, o experiente Marcelo Oliveira e o agitado Renato Gaúcho. Quanto aos jogadores, no Atlético a qualidade de Robinho, que apavora qualquer defesa, do outro lado o time do Grêmio, que tem na garra do grupo, um ponto extremamente forte.

O resultado de hoje, poderá ser o retrato do que vai acontecer na segunda partida. Porém se tivermos um bom saldo de gol, para qualquer dos times, com certeza essa vantagem será transportada para a última partida. É difícil apontarmos um favorito, por todos esses detalhes. No entanto, poderemos ter uma decisão baseada em um lance ou em um erro. Só nos resta esperar, que a competência outra vez, possa ser o norte dessa primeira decisão, entre duas partidas finais da Copa do Brasil 2016. Só para lembrar, o campeão automaticamente, já tem vaga na Libertadores de 2017..

Blog de Airton Sousa: Resultados de Pernambuco na série A

Um jogo eletrizante, com seis gols e uma partida disputada do começo ao fim. Foi esse o resultado do encontro deste domingo às 18:30 h,  no Estádio José do Rego Maciel, envolvendo Santa Cruz e Atlético Mineiro. No final, o placar de 3 x 3, com gols que surgiam a cada momento, tornando o jogo extremamente gostoso de ser assistido.

No primeiro tempo o tricolor venceu parcialmente pelo placar de 2 x 1, com Fred marcando aos 5 minutos, Grafite aos 13 minutos, e Keno aos 30 minutos. O técnico Marcelo Oliveira, do Atlético, contou com Fred, Marcos Rocha, Rafael Carioca e Cazares. Os demais titulares foram poupados, em razão da primeira partida decisiva, que acontecerá quarta-feira(23), contra o Grêmio, na decisão da Copa do Brasil.

Na segunda etapa, mais gols e emoções. Clayton empatou aos 9 minutos, Vitor desempatou aos 13 minutos e finalmente Hyuri fechou o placar aos 34 minutos. O time mineiro com o empate, continuou no quarto lugar com 62 pontos, enquanto que o Santa Cruz continua na décima nona, com 28 pontos. O próximo jogo do tricolor Pernambucano será contra o Grêmio no Arruda.

Por sua vez, o Sport perdeu para o Atlético Paranaense pelo placar de 2 x 0, em um jogo em que o rubro negro, voltou a jogar mal, entre eles Diego Sousa, com um futebol lento e improdutivo, sendo na sequência, duas derrotas consecutivas. Passes errados, meio de campo dominado pelo meio de campo adversário, e o goleiro Ueverton, do Atlético, sem nenhum trabalho. André Lima marcou aos 22 minutos, enquanto que Tiago Heleno, de pênalti, fez o segundo gol, tudo isso no primeiro tempo.

No segundo tempo, o Sport melhora um pouco, tem oportunidade de gols com Diego Sousa, aos 7 minutos e Ritchely,  aos 14 minutos. Depois disso, o time paranaense voltou a dominar o jogo, mesmo com as entradas de Apodí, Túlio de Melo e Gabriel Xavier, que não influenciaram em nada, para evolução do time Pernambucano.

Com essa derrota, o Sport continua na décima quinta posição, com 43 pontos, porém com o resultado do Vitória, contra o Figueirense pelo placar de 4 x 0, a situação do time da Ilha do Retiro, agora fica complicada, visto que apenas um ponto, separa o rubro negro Pernambucano, do rubro negro Baiano. O próximo jogo do Sport, é contra o já rebaixado América Mineiro, em Minas Gerais.

Blog de Airton Sousa: Brasil classificado para Rússia em 2018

O técnico Tite e o seu grupo, fecharam a participação da seleção brasileira este ano, com mais uma vitória, completando a sexta, sob o comando do treinador. No início do jogo, os Peruanos ameaçaram com algumas jogadas ofensivas. Porém, aos poucos, os brasileiros foram mandando no jogo e  fazendo com que o adversário recuasse e passasse a jogar no seu campo defensivo. Uma marcação precisa, e muitas vezes violenta, a seleção do Peru terminou se rendendo aos poucos, ainda na primeira fase.

A vitória é um fato que merece atenção, porque são seis jogos sem perder, e evoluindo a cada partida. O que acontecia antes de Tite, era um desinteresse total dos brasileiros. Depois de Tite, todos se interessaram, ao ponto de varar a madrugada dessa quarta feira, para assistir ao jogo e torcer por mais uma vitória. Jogadores, a exemplo de Renato Augusto, Philippe Coutinho, Neymar e Gabriel Jesus, demonstraram uma superação fora de série, mesmo entendendo a diferença entre o futebol sul-americano e o futebol europeu. Porém, temos tempo suficiente, para uma melhor adaptação. O crescimento da seleção já começa chamar a atenção de alguns treinadores, inclusive do técnico da seleção da Alemanha.

Gabriel Jesus marcou aos 12 minutos, Renato Augusto ampliou aos 33 minutos, porém outras chances aconteceram, no entanto o que valeu mesmo, foi a superação do grupo, diante de um adversário que valorizou a nossa vitória. Agora, é descansar porque em março de 2017  a competição recomeça. No entanto, o clima é diferente da época em que poucos acreditavam que a seleção fosse para a copa da Rússia em 2018.

Blog de Airton Sousa: CRB sem chances de entrar no G4

Um obstáculo foi derrubado a favor do Náutico nessa sexta-feira(11), no Estádio Rei Pelé, por ocasião do jogo entre o Clube de Ro egatas Brasil e Payssandu. Um jogo em que interessava de perto ao time timbu, pelo fato de que o time alagoano é o sexto colocado com 55 pontos, apenas 2 a menos que o timbu. Uma vitória do Regatas, complicava mais ainda a situação do Náutico, que cairia uma posição, até o jogo deste  sábado, contra o Avaí.

A verdade é que, dominando o jogo no primeiro tempo, e no segundo tempo, até tomar um gol surpreendente, o Clube de Regatas Brasil, não teve competência ofensiva, mesmo contando com a participação do artilheiro Zé Carlos, que saiu machucado no meio do segundo tempo. O time de Dado Cavalcanti, se defendeu o tempo todo, bateu muito e jogou por uma bola, tendo a competência de faturar no tempo certo.

Após o gol, o desânimo abateu o time do Clube de Regatas Brasil, que se entregou ao resultado e aos desespero. Com a derrota, as chances diminuíram, parou com 55 pontos, e só chega no máximo a 61 pontos, sendo quase impossível a chance de chegar ao G4. Esse resultado favoreceu diretamente ao time de Givanildo Oliveira, desde que consiga vencer ao Avaí neste sábado(12), onde a vitória é fundamental. O empate complica, e a derrota, afasta mais ainda o time Pernambucano do G4 do Campeonato Brasileiro da série B . É aguardar para ver o que acontece neste sábado, entre o Avaí e o Náutico.

Blog de Airton Sousa: Náutico perde e continua fora do G4

Num jogo, em que a torcida timbu fez o seu papel, indo a capital alagoana, incentivando o time, e saindo decepcionada, o Náutico terminou perdendo para o desesperado Clube de Regatas Brasil, pelo placar de 1 x 0. O time alagoano jogava uma cartada decisiva, porque se não conseguisse vencer, teria afastada de uma vez por todas, as chances de brigar por uma das vagas no G 4.

Tivemos um primeiro tempo com os goleiros trabalhando muito, as defesas superando os ataques e as finalizações erradas, foi esse o padrão da primeira fase, com o Náutico encontrando dificuldades na transmissão e também sentindo a falta de um jogador com presença de área, enquanto que o adversário tentava a todo custo, principalmente com o artilheiro Zé Carlos, que não fez um bom jogo. Daí o 0 x 0 do primeiro tempo.

No segundo tempo, o Clube de Regatas Brasil, voltou mais agudo e ofensivo, principalmente com o jogador Wellington Junior, que apavorou o sistema defensivo timbu, pela direita, onde o Náutico sentiu a ausência do jogador Gaston Filgueira, entre outros jogadores. A transição do time alvi-rubro foi complicada, e a verdade é que o time alagoano foi dono absoluto do segundo tempo. De tanto insistir e diante das facilidades, terminou marcando o gol da vitória aos 35 minutos, com Matheus Galdezani, após uma troca de passe errada entre os jogadores Marco Antonio e Igor Rabelo.

Se o Náutico estava mal, piorou muito mais,depois do gol sofrido, sem encontrar a capacidade suficiente de reagir. A derrota complicou a situação do Náutico, principalmente pelos resultados dos concorrentes diretos: Avaí, Bahia, e o próprio Regatas. O Náutico continua fora do G4, agora com uma diferença de 2 pontos para o Bahia e 3 pontos para o Avaí, que venceram os seus jogos. O próximo jogo do timbu, será terça-feira(08), na Arena de Pernambuco contra o Goiás, que perdeu o clássico para o Atlético por 4 x 2.

Se quiser continuar na disputa por uma vaga no G4, o time timbu terá que vencer ao Goiás, e partir para outra vitória contra o Avaí, em Santa Catarina, no próximo final de semana. O ponto negativo do jogo de hoje, além da derrota do Náutico, foi a arbitragem de Alinor Silva da Paixão, que anulou um gol legítimo do Náutico, e deixou de marcar um pênalti claro, a favor do Clube de Regatas Brasil. Ou seja, uma arbitragem que terminou influenciando no resultado do jogo, mais uma vez.

Blog de Airton Sousa: Náutico sai do G4

Nessa reta importante e final da série B do Campeonato Brasileiro, continua bastante acirrada a disputa pelas quatro vagas à primeira divisão. Nesse instante, estão praticamente garantidas duas vagas, Atlético de Goiás com 61 pontos e o Vasco da Gama com 58 pontos. A disputa está entre o Bahia, com 56 pontos, após vencer nesta sexta-feira(04), o time do Vila Nova em Goiás; o Avaí com 55 pontos, que  joga em Santa Catarina, contra o Londrina, que tem  54 pontos; o Náutico que está também com 54 pontos e que joga neste sábado(05), no Estádio Rei Pelé, contra o Clube de Regatas Brasil, que tem 49 pontos, e que também tem chances, se vencer ao Náutico,  de entrar na disputa do G4.

Observa-se principalmente agora, quando a competição chega na reta final, como faz falta as vitórias que não acontecem em casa, além de derrotas para times inferiores fora de casa. O Náutico tem hoje o jogo da vida, contra o Clube de Regatas Brasil, se vence avança e faz a diferença, se perde tem complicada sua situação, principalmente se o Avaí que joga em casa, vencer ao Londrina, que tem a mesma pontuação do time timbu.

O alvi-rubro tem depois do jogo deste sábado(05), os seguintes adversários: Goiás na Arena de Pernambuco;  o Avaí em Santa Catarina(confronto direto); o Tupi em Minas Gerais e finalmente o Oeste na Arena de Pernambuco. Ou seja, dois jogos em casa, dois jogos fora. Porém, antes de tudo, é vencer neste sábado(05), ao Clube de Regatas Brasil, uma missão muito difícil.

Blog de Airton Sousa: Pena leve para Diego Sousa e Rithely

Surpreendendo a tudo e a todos, aconteceu nessa quinta-feira(03/11), o julgamento dos jogadores Diego Sousa e Rithely, do Sport Clube do Recife. Os atletas foram acusados de agressões verbais ao árbitro do jogo contra o Palmeiras. Todos esperavam que os mesmos  fossem punidos, principalmente pela reincidência de Diego Sousa e as palavras agressivas de Rithely. Porém, tudo ficou como se fosse uma brincadeira, ou seja, não deu praticamente em nada, incentivando desta maneira,  novas e futuras agressões, mesmo entendendo que muitas vezes, os árbitros cometem erros absurdos, pretensiosamente, ou não.

Diego Sousa sofreu apenas uma advertência, podendo ser escalado para o jogo dessa segunda-feira(07), contra o Grêmio, em Porto Alegre, enquanto que Rithely, teve apenas uma partida de punição, ou seja, suspensão automática. Bom para o Sport, melhor para os jogadores.  Para o futebol, a vergonha da impunidade, e o incentivo para novos fatos, principalmente em uma fase importante e decisiva da competição, para quem está nas posições de cima, ou quem luta pelo não rebaixamento. Fazer o quê? Concordar ou discordar, apenas isso e esperar que no mínimo, os Dirigentes possam orientar aos seus jogadores, que no caso de possíveis erros dos árbitros, os jogadores após o encerramento da partida, se recolham as vestiários, sem conceder entrevistas. Seria pelo menos uma orientação sensata, evitando com isso, que novos incidentes venham acontecer.

Blog de Airton Sousa: Diego Sousa e Rithely aguardam julgamento

Com muita expectativa, os rubro-negros aguardam nesta quinta-feira (03), o julgamento dos jogadores Rithely e Diego Sousa. O problema das críticas dos dois jogadores, após o jogo contra o Palmeiras, pode custar muito caro, principalmente para o clube, onde a média de punição para casos idênticos, é de um a seis jogos, com a inclusão de determinado valor em multa. Enquanto Rithely disse palavras mais ásperas contra a arbitragem. Diego Sousa, tem o agravante de ser reincidente, não no caso de agressões aos árbitros, porém por reclamações e jogadas violentas, o que torna a sua situação muito mais complicada.

A direção do Sport Clube do Recife, através do seu departamento jurídico, providenciou a defesa dos atletas, e já se prepara para uma liminar suspensiva, condicionando os jogadores a atuarem, principalmente contra o Grêmio na próxima segunda-feira(07), em Porto Alegre. Desta maneira, é grande a expectativa para o julgamento, até porque os jogadores são titulares absolutos, e ainda há possibilidade de algumas ausências para os próximos compromissos.

A exemplo de agressões e críticas aos árbitros, um fato internacional, chamou atenção. Pela Liga Inglesa, o conhecido técnico Mourinho fez um comentário sobre determinado árbitro, dizendo o seguinte: “O árbitro  é de uma excelente qualidade, porém a pressão externa pode influenciar na sua atuação “.  Só por isso, teve uma punição de 50 mil libras, correspondente a R$ 200 mil reais, e suspensão automática. Imaginem se as questões de arbitragem que acontecem no Brasil, fossem na Europa, como seriam as punições. No mínimo, a maioria dos condenados seria banido do futebol. Porém, aqui tudo pode, quase nada acontece e o futebol brasileiro vai vivendo esse momento de decadência, no campo e fora de campo.

Agora, o que interessa, é que Rithely e Diego Sousa serão julgados e os rubro-negros vão aguardar o que pode e deve acontecer, esperando-se que fique o exemplo. Na próxima vez, os jogadores deixem os comentários para a imprensa, e as críticas para os dirigentes.

Blog de Airton Sousa: Santa Cruz complica o Inter no Beira Rio

Depois de sete derrotas seguidas, o Santa Cruz conseguiu empatar no sábado(29), contra o Internacional, em Porto Alegre. Muito embora, a situação tricolor seja irremediável, de qualquer maneira, o empate moralmente não deixa de ser um bom resultado. É que o elenco tricolor está tão desacreditado, que um resultado de empate fora de casa, não chega a empolgar o seu torcedor. Enquanto isso, os 40 mil torcedores presentes, saíram decepcionados e insatisfeitos com o futebol do time gaúcho, chegando em algum momento vaiar o time.

Um primeiro tempo, em que o Internacional marcou 1 x 0 através de Vitinho, teve a expulsão de Eduardo Henrique e criou poucas oportunidades. Mesmo perdendo, o Santa Cruz foi algumas vezes no ataque, sem concluir com sucesso. No segundo tempo, empatou com Léo Moura, teve várias chances, mais esbarrou na má pontaria dos seus atacantes. Com o empate, o Santa passou a somar 24 pontos e tem no América mineiro, o seu próximo adversário, no Arruda, para a disputa de quem encerra a competição, sem o decepcionante título de lanterna.

A Diretoria tricolor, para esse jogo, necessitando fazer caixa, e buscar apoio para o time, reduziu totalmente o preço do ingresso, tentado com isso, diminuir o prejuízo moral e tecnicamente. Já se fala no Arruda, a possibilidade de sair uma relação dos jogadores que não interessam para 2017. Essa providência visa também economizar, já que a situação financeira, como sempre, é a pior possível.

Blog de Airton Sousa: Náutico volta ao G4

Beneficiado com a vitória de 2 x 1, diante do Atlético de Goiás, o Náutico está de volta ao G4 do Campeonato Brasileiro da série B. Um jogo que teve o placar de  0 x 0 no primeiro tempo, com o time goiano, muito bem projetado taticamente, e dificultando o trabalho de transição do alvi-rubro, daí as dificuldades entradas pelos comandados do técnico Givanildo Oliveira. Basicamente, o Náutico teve uma chance concreta de gol, com o jogador Bergson, com uma bola na trave , enquanto que o time do Atleticano teve também uma excelente oportunidade aos 15 minutos com o jogador Michell. Ou seja, um jogo muito bem disputado na linha intermediária, sem tanto trabalho para os dois goleiros.

No segundo tempo, o Náutico surpreende e marca com Rony no início, há um minuto de jogo. O gol deu uma certa tranquilidade emocional ao alvi-rubro, que passou a predominar, com mais jogadas ofensivas, ampliando aos 15 minutos, e chegando ao placar de 2 x 0. Depois do segundo gol, o Atlético que até então equilibrava o jogo, passou a ser dominado e o Náutico predominou, diante de 15.239 torcedores, que incentivando, levavam o alvi-rubro a uma tranquilidade maior no jogo. Quando tudo parecia definido no placar, o Atlético surpreende e marca o gol de honra, através do jogador Magno Cruz, porém tarde, porque a história do jogo estava desenhada, a favor do time de Givanildo Oliveira.

A vitória deixa o Náutico com 54 pontos, inclusive sendo favorecido com com o empate do Avaí, que chegou aos 55 pontos e não avançou. Agora, esperar a reação do Londrina, Bahia, C R B, Ceará, Luverdense e Criciúma. Contudo, nesse instante o Náutico depende exclusivamente dele, onde não pode cometer erros, a exemplo do que aconteceu contra a Luverdense., em Lucas do Rio Verde. O próximo jogo do time timbu, será fora de casa, contra o C R B, no dia 06 de novembro em Maceió. A renda de ontem na Arena de Pernambuco, somou R$ 275.090,00. O governo de Pernambuco, encontrou uma maneira de ajudar o time do Náutico, abrindo mão dos 25% que lhe cabe, creditando o valor total da arrecadação a favor do alvi – rubro, o que não deixa de ser um estímulo a excelente participação do time no Campeonato Brasileiro.

Blog de Airton Sousa: Santa Cruz – quantidade sem qualidade

Falta da execução de planejamento, eis o problema maior dos clubes brasileiros. Todo final de temporada, os Dirigentes aproveitam os microfones, de forma irracional e esbravejam de que já iniciaram a elaboração de um planejamento para o ano seguinte. Só que tudo fica no papel, quando ficam, a grande maioria se deixa levar por empresários, ofertas vantajosas, e no final nada acontece, a não ser prejuízos desregrados, perdas de títulos e descréditos.

Um exemplo bem prático e bem próximo. O Santa Cruz teve ao longo desse ano, 49 jogadores no elenco, vejamos por posição, o nome das pérolas:

Goleiros -Tiago Cardoso, Edson Kolln, Fred e Miler;

Laterais - Tiago Costa, Vitor, Allan Vieira, Lucas Ramon, Léo Moura, Roberto, Mário Sergio;

Zagueiros - Alemão, Danny Morais, Everton Sena, Néris, Leonardo, Walter Guimarães, Luan Peres, Wellington Silva;

Volantes - Wellington César, Dedé, Marcílio, Lucas Gomes, Willian Correia, Alex Bolaños, Derley, Jadson, Danilo Pires;

Meias - Daniel Costa, Fernando Gabriel, João Paulo, Pedrinho Botelho, Renatinho, Raniel, Leandrinho, Marcinho, Matias Pisano, Mazinho;

Atacantes- Lelê, Grafite, Bruno Morais, Arthur, Wallyson, Keno, Ítalo Borges, Everaldo, Willams Luz, Marion, Wagner.

 É impossível, com uma quantidade de jogadores desse porte, a comissão técnica chegar a montar um grupo, principalmente, quando se trata de muita quantidade sem qualidade. Daí o retrato do erro, o rebaixamento no Campeonato Brasileiro para a segunda divisão. Se os Dirigentes irão aprender, não sabemos, agora o prejuízo é muito grande para o time tricolor.

Blog de Airton Sousa: Sport consegue distanciar-se do Z4

Um jogo de vida ou morte para o Sport Clube do Recife, contra a Ponte Preta, era assim que prenunciava-se a partida desta quinta-feira(27), na Ilha do Retiro. A Diretoria rubro-negra fez promoções nos preços dos ingressos, e conseguiu o seu intento, quando 24.324 torcedores marcaram presença, incentivando o time para conseguir os três pontos, e foi exatamente o que aconteceu, em um jogo fraco tecnicamente, pautado pelo nervosismo, principalmente por parte do time leonino.

Primeiro tempo, 0 x 0. Poucos chutes, atacantes isolados e um duelo dos laterais contra os laterais, e dos jogadores de meio de campo, onde prevaleceu o sistema defensivo, contra os atacantes. Na segunda etapa, Daniel Paulista, já  volta com duas alterações, colocando Ruiz, no lugar de Éverton Felipe; Neto Moura, no lugar de Paulo Roberto. A Ponte voltou com o mesmo plano tático, porém aos oito minutos, pegando a defesa de surpresa, Rogério marcou, fazendo Sport 1 x 0. Outras alterações aconteceram, principalmente na Ponte Preta, porém com o passar do tempo, o jogo caía de qualidade, mesmo com o Sport tendo mais volume do que o adversário.

 A vitória levou o Sport a 14a posição. No entanto,  essa posição poderá ou não, sofrer alterações, em  razão  dos  jogos  Botafogo  x  Coritiba;  Fluminense x  Vitória;  Internacional x Santa Cruz. Porém, o resultado contra a Ponte Preta, deu um descanso emocional ao time rubro-negro, que só voltará a jogar no dia 06/11, contra o Grêmio, em Porto Alegre. É inegável, que a vitória trouxe um alívio para o técnico Daniel Paulista e seus comandados.

Blog de Airton Sousa: Os problemas se avolumam no Arruda

Como se não bastassem os resultados negativos, agora surgem problemas e mais problemas no Arruda, começando pela vitória do América Mineiro pelo placar de 1 x 0, contra o Atlético Paranaense, deixando o título de lanterna do Campeonato Brasileiro da série A, para o Santa Cruz. O América com a vitória foi a 24 pontos, 19º colocado e o Santa Cruz, com 23 pontos, assume a lanterna da competição, muito embora pela campanha tricolor, não faz muita diferença essa ou aquela posição, ao final dessa rodada.

Outro assunto também grave, é que o bom jogador William Correia, foi flagrado no exame antidoping, por ocasião do jogo do dia sete de setembro na Arena Pernambuco, contra a Chapecoense. A notificação chegou no dia 20 desse mês, e o jogador está suspenso de maneira preventiva. Caso seja condenado, o atleta pode pegar até 4 anos de suspensão, o que seria praticamente o fim da carreira profissional do jogador, o que é lamentável.

E ainda com relação ao Santa Cruz, tem assunto ainda  mais grave. Um leilão anunciado para o dia sete de novembro próximo. A questão é a seguinte, em 2007, o jogador César Baiano, teve uma rápida passagem pelo Arruda. Ao deixar o clube, não houve os acertos trabalhistas devidos e o jogador acionou a justiça, totalizando um débito hoje, no valor aproximado de R$ 200 mil reais. Por essa razão o estádio está sendo levado a leilão.  O conselheiro e desembargador Bartolomeu Bueno, pretende entrar com o embargo, evitando assim, caso a justiça aceite, a suspensão do leilão. Detalhe, o jogador César Baiano, faleceu em 2013 na Bahia, vítima de enfarte.

É ou não é para dizer: tudo acontece com o Santa Cruz. Quando se esperava que fosse só  o rebaixamento, surgem essas notícias, que deixarão mais ainda preocupados, os torcedores do mais querido.

Blog de Airton Sousa: Continua o calvário do Santa Cruz

Para quem vinha perdendo de goleada, perder em casa por 1 x 0, já foi um progresso. Isso é o que deve pensar o torcedor tricolor mais otimista. A questão é que foi mais uma derrota, aumentando o descrédito e diminuindo cada vez mais os argumentos e a vontade do elenco de terminar a competição com uma recuperação, mesmo sem a perspectiva de se manter na primeira divisão do Campeonato Brasileiro. No jogo contra o Botafogo, nessa quarta-feira(19), tivemos um primeiro tempo que  terminou 0 x 0, e até a metade do segundo, o time aguentou a pressão do Botafogo. No entanto, terminou cedendo, e ao final, perdeu por 1 x 0.

Um público pífio, e não podia ser diferente, pois a tendência é a diminuição cada vez mais, para os três jogos restante em casa, já que o tricolor, tem fora do Arruda, outros três jogos, para aumentar mais ainda o sofrimento do torcedor. Mais importante do que preocupar-se com o restante dos jogos, é saber o que está pensando a Diretoria, com relação a estruturação para 2017, caso contrário,  poderemos ter  novos desastres, se os dirigentes não começarem a preparar um planejamento e execução de trabalho, através da seleção de jogadores, da manutenção ou não do técnico Doriva, as questões salariais, no sentido de se manterem atualizados. Enfim, tem que começar mesmo, antes que tenha o encerramento do Brasileiro da série A de 2016. E mais um detalhe, torcedores e dirigentes, não podem se enganar com os resultados de competições regionais, porque elas não medem nada, a exemplo do que aconteceu esse ano.

Blog de Airton Sousa: Sport aposta em quem já está em casa

Depois de perder o técnico Oswaldo de Oliveira para o Corinthians, a Diretoria leonina tentou a contratação de vários profissionais para comandar o time, no restante do campeonato. A decepção foi tamanha, porque vários nomes foram contactados e nenhum deles aceitou, exceção o equilibrado técnico Lisca, que disse ser uma honra treinar o Sport Clube do Recife, em qualquer circunstância. Pelo menos desta vez, a Diretoria do time da Praça da Bandeira, teve equilíbrio e descartou o nome de Lisca.

Esgotadas as tentativas, a Diretoria através do Sr. Arnaldo Barros, resolveu encontrar uma solução caseira, efetivando o assistente Daniel Paulista, que há muito presta serviços ao clube rubro negro. Interessante no entanto, é lembrar o seguinte, se queriam efetivar Daniel Paulista, por que tanta manchete em torno dos nomes contactados? Espera-se no entanto, que se tivermos alguns reveses a partir de agora, não demitam Daniel Paulista, e busquem outra vez um outro treinador.

No momento, o time leonino tem 34 pontos, e os seguintes jogos a cumprir:

Em casa – Vitória, Ponte Preta, Cruzeiro, Figueirense, ou seja 4 jogos.

Fora de casa – Palmeiras, Grêmio, Atlético Paranaense e América Mineiro, total de 4 jogos.

Na soma geral, o time leonino tem 8 jogos a cumprir, com a obrigação de somar mais 13 pontos, totalizando 47, para escapar do rebaixamento. Esperar para ver o que vai acontecer nessa nova fase do time rubro negro, agora sob o comando técnico de Daniel Paulista.