Caruaru-PE: Todos os dez Vereadores presos na operação Ponto Final, já estão em liberdade

Os dois últimos vereadores a deixar o Presídio Juiz Plácido de Souza, foram Pastor Jadiel e Diogo Cantarelli, que saíram agora há pouco, por volta das 22.30h e vão poder juntamente com os demais passar o final do ano em casa.

Eles responderão em liberdade as acusações e segundo os advogados vão lutar para retornar aos cargos.

Muita gente foi até a Penitenciária Juiz Plácido de Souza para acompanhar a soltura dos vereadores Jadiel Nascimento (PROS) e Eduardo Cantarelli (SDD), últimos a terem direito ao habeas corpus. Na saída dois sentimentos e posições diferentes dos edis. Assim como os outros vereadores envolvidos na Operação Ponto Final, Eduardo deixou a unidade prisional sem falar com a imprensa. Ele entrou num veículo e apenas acenou que estava tudo bem.

Já o vereador Jadiel fez questão de falar com os jornalistas e disse que acredita na justiça. “Agradeço a Deus e saio de cabeça erguida. Confio num Deus que sabe como eu sou e por isso, glorifico o nome dele”, disse. Na saída dezenas de membros da Igreja Adventista saudaram o vereador, que é conhecido como Pastor Jadiel e aos gritos de inocente, levantaram ele nos braços.

Após deixar a unidade ao lado dos parentes, uma mini-carreata foi formada para acompanhar o edil até a residência dele.

NO CONTEXTO - Os vereadores Jadiel Nascimento (PROS), Sivaldo Oliveira (PP), Val das Rendeiras (PROS), Cecílio Pedro (PTB), Val (DEM), Louro do Juá (DEM), Eduardo Cantarelli (SDD), Neto (PMN), Evandro Silva (PMDB) e Jajá (PPS) foram presos na última quarta durante uma operação da Polícia Civil.

Segundo o delegado responsável pelas investigações, Salustiano Albuquerque, eles estavam exigindo vantagens indevidas da prefeitura para aprovar determinados projetos do Executivo. Foram cumpridos dez mandados de prisão preventiva, quatro mandados de condução coercitiva para ouvir três vereadores e um secretário executivo do município e ainda 13 mandados de busca e apreensão domiciliar. Os mandados foram expedidos pelo juiz Francisco de Assis Júnior, da 4ª Vara Criminal de Caruaru, e todos foram cumpridos.

Participaram da operação 120 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães. A ação foi coordenada pela Chefia da Polícia Civil. As investigações foram efetuadas pela Gerência de Controle Operacional do Interior I.

1

Foto: Mário Flávio

Foto: Mário Flávio

Foto: Mário Flávio

TV Replay, o que é bom se repete!

Fonte: em conjunto com o blog do Mário Flávio

http://blogdomarioflavio.com.br/vs1/

Igreja promove ato para doação de sangue em Caruaru

Neste sábado 29, o ato de doar sangue será colocado em evidência em Caruaru. Isso porque ocorrerá mais uma etapa do Projeto Vida por Vidas, da Igreja Adventista do Sétimo Dia (IASD). A proposta tem o objetivo de construir uma cultura de solidariedade na população. Das 8h às 16h, o ônibus do Instituto de Hematologia do Nordeste (Ihene) estará defronte ao Colégio Adventista de Caruaru, onde especialistas executarão a captação do sangue. Tanto membros da igreja quanto populares em geral podem participar do ato. Lembrando que para doar, o interessado tem que estar bem alimentado, gozando de boa saúde e deverá apresentar um documento de identificação com foto.

A ação faz parte do Congresso da Primavera 2012, que reunirá cerca de 500 jovens da denominação religiosa.

Vida por vidas

O coordenador sul-americano do Projeto Vida por Vidas, Areli Barbosa, explica que existe o intuito de criar uma conscientização da necessidade de doação de sangue, medula óssea e plaquetas. Além disso, planifica-se manter uma rede de doadores em todo o país capaz de ser acionada rapidamente em caso de necessidade dos hemocentros e instituições hospitalares.

O Projeto Vida por Vidas foi reconhecido internacionalmente, como “campanha destaque que incentiva a doação de sangue”, pela Organização Mundial da Saúde (OMS), agência fundada em 7 de abril de 1948, especializada em saúde, e subordinada à Organização das Nações Unidas.

Esse tipo de ação não acontece somente em Caruaru, mas trata-se de uma mobilização internacional, que ocorre em oito países da América do Sul: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Equador, Paraguai, Peru e Uruguai. Os números mostram que o incentivo às doações tem surtido efeito. Em 2010, por influência do projeto Vida por Vidas, 33.750 pessoas doaram sangue no Brasil. A ação ultrapassou as fronteiras e, em países como Argentina, Bolívia, Chile, Equador, Paraguai, Peru e Uruguai, o número de doadores influenciados pela ação foi de 22.420 no ano passado. Outras informações estão disponíveis no site oficial do projeto, a saber: www.vidaporvidas.com.

Outras informações e matéria:

Alex Oliveira, coordenador de Jovens Adventistas - Fone: 81. 9759-3221