Blog de Airton Sousa: Hexagonal chega ao fim

Finalmente, o Hexagonal do Título do Pernambucano 2017, tem a última rodada neste domingo (09), e na segunda-feira (10). No Arruda, o Central com todos os seus problemas, enfrenta ao Sport Clube do Recife. Em Salgueiro, o Carcará joga contra o Belo Jardim. Ambos os jogos no domingo à tarde. Já o clássico entre Santa Cruz e Náutico, será na segunda-feira à noite.

Pouca coisa a dizer da última rodada, principalmente dos jogos do central e do Belo Jardim, que apenas cumprem tabela, depois de fazerem um Hexagonal decepcionante, perderem o direito de jogarem no seus domínios, em razão da péssima condição dos seus gramados. Quanto ao Sport, o jogo interessa para determinar posição nas semi-finais, enquanto que o Salgueiro, independentemente dos resultados, termina na primeira posição da tabela.

Para a segunda-feira à noite, um clássico onde o Santa Cruz, com 16 pontos,  o segundo colocado, enfrenta ao Náutico com 15 pontos, que está na terceira colocação. Daí a disputa pra saber como fica a posição dos dois times na rodada final, a fim de se conhecer quem enfrenta quem. A única posição inalterável é do Salgueiro, que joga a partida de volta das semi-finais em casa, e possivelmente, se for decidir o título, também a última partida em casa.

Podemos dizer que o desfecho do Hexagonal é melancólico, decepcionante, pelo nível técnico, pela audiência de público, e pelo baixo percentual de arrecadação, além da própria desvalorização que os clubes grandes deram, por jogarem algumas partidas sem colocar em campo, as suas equipes tradicionais e até mesmo desconsiderarem o Pernambucano, em detrimento de outras competições.

Blog de Airton Sousa: Rodada de muitos gols e pouco público

No primeiro tempo, até que o Central se segurou. Porém na segunda etapa, quando as condições físicas começaram a refletir, o Náutico aproveitou e goleou o time patativa, fechando o placar em 5 x 0.

Muitas coisas foram evidenciadas após o jogo, principalmente por parte de alguns jogadores do time de Caruaru, desabafando uma situação delicada: faltou lanche, faltou jantar, faltou até água. Imagine esses jogadores inexperientes, com uma média de faixa etária de 20 anos, chagarem a uma situação dessas.

Ainda bem que a competição termina para o Central, nesse domingo(09). Caso contrário, não sabemos que desfecho teríamos, diante de uma situação degradante dessas. A verdade, eu prefiro acreditar que esteja com os jogadores, já que o Presidente, por tudo que fez de negativo até agora, durante a sua funesta gestão, só tem provocado decepção à frente do alvi-negro.

Domingo (09), o compromisso do Central será com o Sport. Com quantos gols voltaremos para Caruaru? Pedir ao Presidente, que o mínimo ele possa fazer, alimentar os jogadores, para que a fraqueza física não venha tomar conta dos atletas. Após o jogo de domingo, os atletas voltem para suas casas e possam pelo menos, se alimentarem do básico: feijão, farinha, arroz, macarrão, carne, pão, ovos. E a partir de domingo aprendam, que com o atual Presidente, o Central é disso a pior.

Por outro lado, o Santa Cruz passeou em campo e não teve trabalho, goleando ao Belo Jardim por 4 x 0. Realmente foi uma noite de decepção para o futebol do interior. Agora, é esperar que nos jogos semi-finais, a competição melhore tecnicamente e que venha despertar o interesse do público, porque foi realmente uma decepção o Hexagonal do Título 2017, sem público e com um futebol abaixo da crítica.

A ideia da rodada dupla foi muito infeliz por parte da Federação Pernambucana de Futebol, que tem se atrapalhado a cada Campeonato. É preciso repensar urgentemente o ano de 2018. Caso contrário, a tendência do Campeonato Estadual é chegar ao fim, o que será lamentável, porque muitos profissionais dependem dessa competição.

Blog de Airton Sousa: Empate no clássico e vitória do Salgueiro

Na Ilha do Retiro, o Sport, com o time principal, empatou contra o time alternativo do Santa Cruz em 1 x 1. O time leonino, não se encontrou no primeiro tempo, permitindo ao Santa Cruz, apresentar um melhor futebol. Entretanto, a primeira etapa não passou de 0 x 0.

O Sport que houvera perdido na quarta-feira(22), em São Luiz do Maranhão, para o Sampaio Correia, outra vez deixou a sua torcida preocupada, mesmo tendo melhorado no segundo tempo e marcado primeiro, para depois permitir o empate da equipe tricolor.

O que dava a entender, era de que os times estavam se segurando, para guardar fisicamente os seus elencos, para os compromissos das próximas quarta (29)  e quinta-feira(30), respectivamente em Sergipe e na Paraíba. O jogo do Santa Cruz contra o Itabaiana, é na quarta-feira, e o jogo do Sport contra o Campinense, é na quinta-feira. Nesses jogos, os nossos representantes terão que fazer um bom placar, para garantirem, em casa, a classificação.

O outro jogo que complementou a oitava rodada, foi no Estádio Antonio Inácio de Sousa, envolvendo o Central e o Salgueiro. Enquanto no Salgueiro o clima era de liderança e tranquilidade no Hexagonal, no Central aconteceu o oposto. Alguns jogadores se nagaram a jogar, pelo fato de salários atrasados, e a Diretoria resolveu apelar para os jogadores que haviam atuado na Taça São Paulo de Futebol Junior.  Aí não deu outra, o Salgueiro venceu pelo placar de 2 x 0.

Com a vitória, o Salgueiro avançou líder no Hexagonal, agora com seis pontos a mais que o Sport e Santa Cruz, enquanto o Central, vive a pior crise da sua história, sem time, sem credibilidade, sem perspectiva, vivendo à base de esmolas e esperando  o Campeonato Brasileiro chegar, para participar de que maneira, nós não sabemos.

Blog de Airton Sousa: Náutico apenas empata com o Belo Jardim

Com as notícias do Náutico, tendo como foco principal outra vez, o atraso de salários e a insatisfação dos jogadores, tivemos na tarde deste sábado(25), o time timbu empatando com o Belo Jardim em 1 x 1.

No primeiro tempo, mesmo com os erros nas finalizações, o alvi-rubro conseguiu jogar um pouco melhor do que o time da terra do bitury. Mesmo assim, o jogo não passou de 0 x 0, e podemos classificar como um primeiro tempo de nível apenas razoável.

Já no segundo tempo, o Náutico marcou primeiro, aos 3 minutos, com um lance complicado pela arbitragem, anulando a principio o gol, depois confirmando o gol de Manoel, onde o árbitro confundiu o lance com a participação do jogador Erick, o que foi uma precipitação, porque em seguida, após consultar o auxiliar, veio a confirmação, porque realmente Manoel estava em condição de jogo e Erick, não teve participação no lance.

Muitas reclamações do time do Belo Jardim, no entanto, houve a confirmação. Depois de tomar o gol, o time do Belo Jardim reagiu e através do  jogador Bruno Sacomani, com  lançamento  de  Raniel, acontecia o empate, aos 39 minutos, terminando o jogo com o placar  de 1 x 1.

Só no dia 05 de abril, é que teremos a nona rodada do Hexagonal, onde o Náutico,  o Belo Jardim e as demais equipes estarão de volta nessa competição.

A Arena de Pernambuco, recebeu um público de 1.507 torcedores, com uma renda de R$ 7.115,00.

Blog de Airton Sousa: Pernambucano sem público – por que?

Tenho a impressão, pelo tempo que tenho como cronista esportivo, há muito tempo não se tem em Pernambuco, um público tão fraco nos jogos realizados no Estado. Não falamos apenas do Campeonato Estadual, também na Copa do Nordeste e do Brasil, e a pergunta também é a seguinte, será que no Campeonato Brasileiro, esses percentuais serão repetidos?

Procuram-se muitas justificativas para o que está acontecendo, entre elas: horário dos jogos, transmissão pela televisão, quantidade de competições ao mesmo tempo, qualidade técnica dos nossos clubes, falta de dinheiro por parte do torcedor. O certo, é que os estudiosos obrigatoriamente terão que encontrar um denominador, para a atual situação, com a ausência do público e poucas arrecadações.

Nós sabemos que os principais clubes do Estado não estão sentindo, mesmo porque os patrocinadores, a televisão e os promotores dos eventos, antes de tudo, dão o suporte financeiro aos participantes, daí não termos ouvido reclamação por parte dos Dirigentes.

Entretanto, apenas como detalhe para chamar à atenção dos Dirigentes dos clubes de Pernambuco, aconteceu no domingo(19), no Estádio Amigão de Campina Grande(PB), o clássico entre Treze e Campinense, e acreditem, tivemos um público superior a 7.000 pessoas. Por que será?

Blog de Airton Sousa: Sport vence com dificuldade

Foi encerrada na tarde deste domingo(19), a sétima rodada do Hexagonal do Título. No estádio do Arruda, o Belo Jardim perdeu para o Sport pelo placar de 1 x 0, repetindo o mesmo resultado da primeira fase do Hexagonal. O gol rubro-negro foi marcado aos 13 minutos do segundo tempo, através do jogador Paulo Henrique, que abusou de perder gol já no primeiro tempo do jogo.

O time do Belo Jardim,  teve folego até 15 minutos da primeira etapa, quando teve uma chance com um minuto de jogo, e foi apenas isso no primeiro tempo. Enquanto o time leonino, a partir dos 20 minutos, dominou o jogo, mesmo com desespero e ansiedade dos seus jogadores.

Aos 22 minutos, de calcanhar, Talison teve chance de gol; também aos 40, 42 e 44 minutos, Paulo Henrique perdeu concretamente várias oportunidades de marcar. Pelas chances perdidas, no mínimo, o Sport poderia ter vencido no primeiro tempo, pelo placar de 3 x 0. Na segunda etapa de jogo não foi diferente, o Belo Jardim jogando atrás, esperando o time leonino e as chances sendo repetidas.  Com 2 minutos de jogo, Talison desperdiça uma chance de gol; aos 8 minutos é a vez de Paulo Henrique. Mas, aos 13 minutos, finalmente Paulo Henrique, de cabeça, aproveitando o rebote do goleiro Andrei, abre o placar colocando o Sport na frente.

A partir daí, nova oportunidade com Fábio de cabeça aos 27 minutos, enquanto o Belo Jardim desperdiça a única chance de empatar no segundo tempo, com Raniel aos 38 minutos. Uma coisa ficou constatada no jogo por parte do sport: é preciso o técnico Daniel Paulista treinar mais o passe de bola e as finalizações. O placar final foi 1 x 0 para o Sport, onde o jogador Mena foi o destaque do time rubro-negro.

Com a vitória o Sport foi a 12 pontos, mesma pontuação do Santa Cruz, porém o time tricolor é o segundo colocado no Hexagonal, pelo saldo de gols. O Salgueiro lidera om 16 pontos e o Náutico é o quarto colocado com 11 pontos.

O público do jogo foi um dos menores do campeonato. Apenas 437 pessoas e uma renda de R$ 4.485,00. Emerson Sobral fez uma boa arbitragem.

A próxima rodada do Hexagonal terá os seguintes jogos: Sport x Santa Cruz;  Náutico x Belo Jardim. Todos domingo, dia 26/03, às 16 horas.

Blog de Airton Sousa: Situação crítica do Central de hoje

O Central com quase cem anos de existência, tem tido Dirigentes e Dirigentes, passando por fases muito mais negativas, do que positivas, e a história está aí para comprovar o que estamos escrevendo. O torcedor da patativa, está muito bem convencido das dificuldades, dos problemas, dos descasos, do abandono e da falta de credibilidade.

O atual Presidente do Central, no auge da sua vaidade e orgulho, sepulta de uma maneira rápida e emergente, o nome e a tradição esportiva que o clube com muito sacrifício construiu,  através de Dirigentes que mereciam respeito e se faziam impor, o que não é o caso do atual Presidente, que em razão da falta de transparência, deixa o clube na atual situação.

Tenho escrito e comentado muito pouco a respeito do alvi-negro, porque são tantas coisas negativas, tantos erros, que não vale a pena perder tempo, porque temos espaços importantes no rádio e também nesse blog, para levar notícias merecedoras da ocupação de espaços.

O atual Presidente, falou recentemente a uma emissora de rádio, que esse cronista, comentava conforme a conveniência do ex-presidente do Central, Sivaldo Oliveira. Puro engano, porque os espaços que ocupo, são espaços com assuntos analisados de maneira profissional e imparcial desse cronista, e sempre foi assim desde o início da minha vida no rádio e na televisão.

Para que a cidade julgue o atual Presidente, basta citarmos alguns fatos para apreciação. A Campanha do Central o ano passado, nos campeonatos Estadual e Brasileiro; a campanha até agora no atual Hexagonal; a situação financeira do clube junto aos seus funcionários; além de uma perspectiva de tudo ser repetido como em 2016, lamentavelmente.

O torcedor do Central que faça o seu julgamento. Será que a atual gestão patativa, está correspondendo? Será que o trabalho do Presidente tem sido um trabalho cheio de apoio e credibilidade? A situação financeira, o abandono do Lacerdão e outros itens merecem o apoio, ou a rejeição do sócio?

Infelizmente é o Central que sofre, que agoniza, que já passou do fundo do poço, é de novo vitima da inconsequência daquele é o pior presidente da história da patativa do Agreste. Triste resumo de uma tradição, que causou ao longo da sua existência, tanto desencanto a sua torcida. É bom pedir ao Presidente Licius Cavalcante, respeito ao nome do Central, e a história de 35 anos desse cronista, que já passou por prefixos famosos e importantes, no rádio e na televisão, e que tem um marco na crônica esportiva.

Blog de Airton Sousa: Finalmente confirmados jogos do Pernambucano

Depois de mudanças e mudanças, finalmente a confirmação das datas, horários e locais dos jogos deste sábado(18), domingo(19), e segunda-feira(20). Como se não bastassem os problemas do Campeonato, a Federação Pernambucana resolve promover uma confusão, levando a todos um clima de incerteza, e prejudicando a programação das Comissões Técnicas, principalmente dos clubes que participam de mais de uma competição. Porém, novidade seria se o Campeonato tivesse pelo menos, um pequeno percentual de organização.

Para sábado(18) às 16.30 no Estádio José do Rego Maciel, o clássico entre o Santa Cruz e o Sport. Agressões verbais dos dois lados, provocações e outros adjetivos. O que nós esperamos, é que em campo, os provocadores pratiquem um bom futebol e que apresentem um bom jogo tecnicamente, apesar da limitação dos dois clubes. No entanto, como trata-se de um clássico, é bom que a rivalidade venha dar qualidade ao jogo.

No domingo(19), às 20 horas, atendendo uma solicitação do time sertanejo, o jogo entre Salgueiro e Central. O Salgueiro é vice-líder, tendo a sua frente o Sport Clube do Recife. Enquanto isso, o time patativa, não ganhou um único jogo. É o lanterna e teve problemas técnicos e disciplinares durante esta semana, inclusive o afastamento de cinco jogadores do elenco.

O técnico Laelcio Lima, já tem um grupo limitado, muito mais terá  a partir de agora, com essas dispensas. A situação do alvi-negro é complicada no Hexagonal, e a tendência é piorar cada vez mais, a não ser que o milagre da vitória aconteça contra o Salgueiro, que vem de uma viagem cansativa, após jogar na quinta-feira(16), contra o Sinope, pela Copa do Brasil.

Completando as mudanças recentes, o Belo Jardim joga outra vez fora dos seus domínios, desta feita contra o Náutico, no Estádio José do Rego Maciel. O time da terra do Bitury empatou contra o Santa Cruz em 0 x 0, e perdeu pelo placar de 1 x 0 para o Sport, ambos os jogos na capital pernambucana. O time do Belo é muito bem treinado pelo Luciano Veloso Filho, que vem faz um trabalho elogiável.

Para a segubda-feira(20), temos o Náutico, com 4 derrotas consecutivas. Uma para o Santa Cruz, para o Salgueiro, para o Campinense e também para o Guarani de Juazeiro. Essas derrotas, provocaram a queda do ex-técnico Dado Cavalcanti, que não suportou as cobranças, os desacertos e as indisciplinas. Quem sabe, o time do Belo Jardim, não venha a aproveitar o momento complicado que vive o alvi-rubro pernambucano.

Só uma colocação a ser refletida: será que a FPF, ao elaborar o calendário dos jogos do Campeonato Pernambucano, não lembrou que Recife e Olinda comandam um dos maiores carnavais do país? Pois é, todos esses transtornos, em razão de que a mentora máxima do nosso futebol, ainda não aprendeu a ver o calendário anual, para evitar que aconteça mais uma imagem negativa do futebol pernambucano.

Blog de Airton Sousa: Lacerdão pode ter gramado sintético

Os clubes do interior, estão vivendo este ano, no Campeonato Pernambucano, um verdadeiro bombardeio de transferência de jogos. Tal fato vem sendo dado, em razão da situação precária dos gramados, em razão da seca, da falta de condição financeira, principalmente no atual momento econômico do país. Central e Belo Jardim, especificamente, ainda não tiveram o direito de jogar nos seus estádios, em razão da situação do campo de jogo. Apenas o Salgueiro, dos times do interior, é que ainda está mandando os jogos para o seu estádio.

Visando mudar esta situação para 2018, o Presidente da FPF, começa a buscar condição necessária com os órgãos do Governo Fstadual, no sentido de encontrar uma solução. E muito nos surpreendeu quando Dr. Evandro Carvalho, anunciou a possibilidade de implantar um gramado sintético no estádio Lacerdão, que serviria de suporte para os clubes do interior, que participarem do Campeonato, e não ganharem condição de jogo nas suas cidades.

Com isso, chamaria para Caruaru as torcidas, também porque teria uma distância muito menor, do que ir jogar na cidade do Recife. Além dessa ideia, também há condição de outros melhoramentos  para o estádio do Central. Caso esse fato aconteça, ganharão todos, os clubes intermediários, os torcedores, o futebol Pernambucano e a imagem da competição, vale ressaltar, esse ano manchada também, pela condição dos nossos campos, como se não bastasse a fórmula do Campeonato, e a  baixa condição técnica dos clubes.

Blog de Airton Sousa: Santa vence Central de virada

Aumenta a cada rodada, o prejuízo do Central no Hexagonal do Título. Jogando na Arena de Pernambuco, o time alvi-negro voltou a perder. Aliás, no Hexagonal, o time Caruaruense não conseguiu nem chegar a um empate. São derrotas e mais derrotas, tornando cada vez mais crítica a situação da patativa.

No primeiro tempo, o Santa Cruz teve um domínio maior, marcou o primeiro gol aos 16 minutos com Everton Santos e a partir daí o time patativa sentiu ainda mais, com a pressão do time tricolor. No entanto, aos 43 minutos,  Anderson Lessa empata, dando a entender que voltaria diferente no segundo tempo.

No segundo tempo, outra vez, o Central demonstrou cansaço.  Entretanto aproveitou um pênalti cometido pela zaga tricolor, e Altemar, cobrando com maestria, fez 2 x 1.  O time alvi-negro com a virada no jogo, se empenhou e aguentou a pressão tricolor até 40 minutos, quando numa cobrança de falta, Anderson Sales empatou o jogo e o Central voltou a negligenciar com a falta de fôlego de alguns jogadores.

Aos 45 Everton Santos faz o terceiro gol e William Barbio fechou o placar aos 48 minutos, daí o placar de 4 x 2 para o time do Arruda, que assumiu a vice-liderança do Hexagonal, enquanto que o Central sustenta a lanterna, sem somar um ponto se quer. O próximo jogo do Santa Cruz pelo Hexagonal é no dia 19/02, contra o Sport Clube do Recife.  O jogo do Central que seria também no dia 19, passou para a segunda-feira(20), contra o Salgueiro, no sertão de Pernambuco.