Blog de Airton Sousa: Clássico pelo Pernambucano e Mudanças no Sport

                                        a1

Em meio a uma provável reação do Santa Cruz depois de vários jogos, teremos neste sábado à noite (17) o jogo entre tricolores e alvi-rubros. O time timbu vive um momento que há muito não vivia, técnica e financeiramente. Daí esperar-se um jogo bem disputado, pela fase que estão passando  os dois clubes.

A liderança do Campeonato está com o Náutico que soma 11 pontos, enquanto que pela Copa do Brasil o clube já ganhou a condição de jogar a terceira fase, tendo uma premiação até agora de R$ 2 milhões de quinhentos mil reais. O técnico Roberto Fernandes está começando a dá a sua cara ao time, inclusive com reforços liberados essa semana.

Ainda com relação ao Náutico, a torcida vive um momento de graça e paz em razão do inesperado acerto nas competições que está participando até agora, e a tranquilidade que a diretoria está tendo para trabalhar esse grupo, se dando ao luxo inclusive de efetuar algumas contratações. Por esse lado o Náutico passa a ser  favorito para o clássico.

Enquanto isso, o Santa Cruz não vive a tranquilidade que o adversário está vivendo, no entanto a apresentação do grupo nos dois últimos jogos, respectivamente contra o Salgueiro e Afogados , no entanto tratando-se de um clássico, esses dois resultados não servem de parâmetros, porém não se descarta a possibilidade de vitória também do Santa Cruz.

O jogo será às 18.30, portanto um horário diferente. Porém, com o Recife vivendo ainda o encerramento das festividades do carnaval, tirando uma parte do publico do jogo.  Ainda serve de argumento principalmente para um publico pequeno, a decepção da torcida tricolor.No entanto, é melhor esperar o resultado, o público e a arrecadação, para vê o que vai acontecer.

Com relação ao Sport, foi preciso a decepção do resultado e a desclassificação na Copa do Brasil, para que fossem tomadas medidas drásticas, antes que o barco afundasse de vez. Não adianta procurar os culpados, desde os jogadores, o técnico Nelsinho Batista e a diretoria. Cada um tem uma parcela de culpa em meio a decorrada leonina.

Para o Sport agora, só resta o Campeonato Pernambucano, com a obrigação de ser campeão e tentar  segurar a primeira divisão este ano, no Brasileiro.  Depois de uma reunião extremamente nervosa, pediram afastamento o vice de futebol Arnaldo Carrero(que acumulava a função), os diretores Aluisio Maluf, Augusto Carreras e Rodrigo Barros.

Ainda não foi anunciada a nova diretoria de futebol, enquanto que o  coronel Adelson Vanderlei  atual gerente de futebol, ficará responsável pelo setor de forma interina. Será uma decisão a ser muito bem pensada, portanto sem que haja necessidade de uma decisão rápida e apressada. Esperar que a calmaria volta a reinar na Ilha do Retiro.