Caruaru-PE: Destino das drilhas será decidido nesta terça-feira

O futuro das famosas drilhas de Caruaru será decidido nesta terça-feira (06) em debate no Ministério Público do município. A promotora Gilka Miranda estará reunida com representantes das dirlhas, Destra, Fundação de Cultura, Vigilância Sanitária, Polícias Civil e Militar, Conselho Tutelar e Corpo de Bombeiros para tentar acordo sobre realização do evento.

O encontro ocorre em decorrência do posicionamento da prefeitura de Caruaru que sugeriu a mudança dos desfiles da Avenida Agamenon Magalhães para outros locais. A proposta não agradou responsáveis pelas drilhas. “Se não for na Agamenon não tem como a gente desfilar. A gente não visualiza o evento acontecendo nos locais que foram oferecidos por conta que não tem condições do trio elétrico desfilar por conta de fiação e ruas estreitas”, enfatiza Fred Gomes, representante da TFM Promoções.

Para a prefeitura, o evento atrapalha a mobilidade no centro. Foram indicadas as vias Visconde Inhaúma e Rui Barbosa. A partir desse ponto, outros eventos como desfiles de 7 de Setembro, eventos políticos, Parada Gay e até a caminha do ICIA poderá ser suspensa. “Como só é um dia de drilhas, acho que tem sim como ser na Agamenon”, relata Fred Gomes.

A reunião será nesta tarde. Aproveitando a ocasião, a Fundação de Cultura lançará as estratégias para o São João 2014.

131cccf8c9721b4eb9c3a9d3257b66b8

TV Repay, o que é bom se repete!