Blog de Airton Sousa – Oitavo empate do Sport, Santa Cruz tem jogo difícil

WhatsApp-Image-2019-08-01-at-21.38.57-570x350

Mais uma vez a torcida rubro-negra saiu de campo decepcionada, o Sport empatou sua oitava partida, totalizando o oito empates  este ano no Campeonato Brasileiro. Um público em torno de 14 mil torcedores e uma noite de muita chuva,  outra vez o Sport deixa sua torcida frustrada com o empate de 1 x 1.

O time sentiu as ausências de Adrielson, Lazarone e Leandrinho. Com essas ausênc ias e  consequentemente  as entradas de Cleberson, Eder e Yan, o time não se acertou e terminou levando o gol aos 11 minutos do primeiro tempo, além de outros lances de gol a favor do time Paranaense.

No segundo tempo, o técnico colocou o jogador Samir acertando a meia cancha e promovendo jogadas para os atacantes. O empate aconteceu aos 15 minutos com o jogador Brocador, e a partir do empate o time leonino cresceu, mandou no jogo, porém a dificuldade nas finalizações, não permitiram que a vitória acontecesse.

Com esse, é o oitavo empate do Sport, que com certeza esses pontos perdidos farão falta na reta final da competição; O próximo jogo será no dia 11 de agosto contra o Criciúma em Santa Catarina. A torcida ficou insatisfeita, e não é para menos. O técnico Guto Ferreira terá dez dias para trabalhar o grupo.

Para a noite desta sexta-feira (02), é a vez do Santa Cruz. Desespero total da torcida tricolor. em razão da necessidade de vencer três das quatro partidas e empatar um jogo. A aflição toma conta do torcedor, porque vê a cada rodada as coisas ficarem mais complicadas ainda. O adversário do Santa Cruz é o Imperatriz que briga para se classificar no mata-mata.

Blog de Airton Sousa – Se fosse diferente, não seria o Central

                                   jacuipense

Depois de ter uma vantagem de 2 x 0 em Caruaru, o Central foi ao interior baiano e terminou perdendo a classificação para o Jacuipense pelo placar de 3 x 1 no tempo normal, e também nas penalidades o Central foi derrotado, ficando fora da próxima fase do mata-mata da série D, do Campeonato Brasileiro.

O time patativa chegou a abrir o placar ainda no primeiro tempo, cedendo no final da primeira fase o empate. No segundo tempo, o time voltou a ser o que foi durante toda competição fora de casa, um time medroso, falho, sem forças e sem brilho, terminando no final do segundo tempo perdendo por 3 x 1.

Nas penalidades  aconteceu que o  Central mais uma vez decepcionou a sua torcida. É lamentável, porém esse sempre foi o padrão do Central, parecendo até que tomou o lugar do Náutico, “ Nadou, nadou e morreu na praia “. O Central  fechou o Centenário com a desclassificação. O técnico Celso Teixeira deixou o clube e encerrou sua carreira de treinador. O Salgueiro também foi desclassificado, ao perder para o Fluminense por 1 x 0.

Enquanto isso, neste sábado teremos no Arruda, o jogo entre Santa Cruz e Náutico, pela série C do Brasileiro. O time tricolor está na terceira colocação do G4, enquanto que o Náutico é quinto colocado. A vitória tricolor garante mais ainda o time na cabeça do campeonato, enquanto se o Náutico vencer pode entrar no G4.

A Seleção Brasileira volta a jogar às 16 horas deste sábado (22), desta feita contra o Peru. Os brasileiros estão com quatro pontos, mesma pontuação dos peruanos. Um empate classifica as duas seleções, porque a Venezuela é a terceira colocada com 2 pontos e enfrenta a seleção da Bolívia.  Espera-se que o time brasileiro, não decepcione.

Blog de Airton Sousa – Central e Salgueiro classificam-se; Sport e Santa Cruz vencem

1.-LOGO-FUTEBOL-PE-FUNDO-TRASPARENTE2

Foi um domingo cheio de expectativa para os torcedores dos times intermediários que estão na série D. Em Caruaru, o Central que teve uma semana tumultuada, entrou em campo deixando de lado a falta de harmonia administrativa e partiu para vencer o invicto do grupo, o time do Atlético Cearense.

O Central teve o domínio do jogo o tempo todo, aproveitando os desfalques do adversário. Dominou o primeiro tempo, porém não conseguiu abrir o marcador. No segundo tempo, já aos quatro minutos o alvinegro abriu o placar com o jogador Paulinho Mossoró, deixando o time emocionalmente mais tranquilo.

Aos doze minutos, o goleiro André cometeu uma falta e terminou recebendo cartão vermelho, ao passar próximo ao técnico Celso Teixeira houve um confronto dos dois, e o treinador também foi expulso, criando um clima tenso dentro e fora de campo. No entanto, prevalecia o melhor futebol do time caruaruense.

No final com o placar de 1 x 0, o Central conseguiu a classificação e tem como adversário no mata-mata, o time da Jacuípense, primeiro jogo domingo (16) no Lacerdão, segundo jogo no dia 23 na casa do adversário. Agora é uma outra competição, com adversários mais qualificados e com maiores exigências.

Enquanto isso, o Salgueiro empatou em casa com o time Fluminense de Feira de Santana em 0 x 0, com a combinação de resultados o empate deu a classificação ao time do carcará, nas mesmas datas dos demais jogos. Vitória e América não conseguiram passar e agora param suas atividades até o fim do ano.

No sábado na Ilha do Retiro, o Sport conseguiu uma vitória importante ao vencer ao time do Vitória da Bahia, pelo placar de 1 x 0. Com o resultado o rubro-negro entrou no G4 com doze pontos. O próximo jogo do time leonino é o CRB na Ilha do Retiro, Após esse jogo a competição sofre paralisação, só voltando após a Copa América.

Quanto ao Santa Cruz, emplacou a terceira vitória na era Milton Mendes. O resultado de 3 x 1 para o time tricolor, colocou a equipe no G4 ocupando a  segunda colocação com doze pontos, o que torna um ambiente muito bom, após a chegada do treinador e as vitórias acontecerem. Próximo jogo do Santa Cruz, será contra o Globo no Rio Grande do Norte.

Blog de Airton Sousa – Notícias do Futebol de Pernambuco

                                       nautic

Tivemos neste sábado (01), a participação dos representantes de Pernambuco, no Campeonato Brasileiro das  séries  C e D. O Náutico jogou mal e teve um resultado péssimo, ao empatar nos Aflitos com o Globo. Enquanto isso, mesmo sem jogar um bom futebol o Santa Cruz fora de casa venceu ao Imperatriz pelo placar de 1 x 0.

O jogo do Náutico foi simplesmente desastroso, a exemplo da partida anterior onde o Náutico empatou contra o Confiança, no jogo contra o Globo o time timbu chegou a colocar 2 x 0 no primeiro tempo. No segundo tempo relaxou, terminou cedendo o empate de 2 x 2, o que podemos considerar um péssimo resultado. É o segundo jogo na sequencia sem vencer.

O Santa Cruz foi ao Maranhão e venceu mesmo jogando mal ao Imperatriz, que para ajudar perdeu um pênalti aos 44 minutos do segundo tempo. A vitória de 1 x 0 construída na primeira etapa colocou o Santa Cruz no G4, com nove pontos e na quarta colocação. É a segunda vitória após a chegada do técnico Milton Mendes.

Quanto ao Salgueiro que assumiu a liderança do grupo A-08, jogou em Alagoas contra o Coruripe e empatou em 0 x 0, o resultado colocou o carcará na primeira colocação do grupo e deu um passo importante para a passagem a outra etapa do Campeonato Brasileiro da série D, deixando muito próximo da classificação.

Pelo grupo do Central, o time do Atlético Cearense continua imbatível. Neste sábado (01) venceu mais uma, desta feita a vítima foi o Altos do Piauí que terminou perdendo pelo placar de 1 x 0. O Atlético soma 15 pontos e já está classificado. Este resultado ajudou ao Central, desde que o alvinegro consiga pontuar neste domingo (2), contra o Maranhão.

Blog de Airton Sousa – Jogos decisivos das semifinais da Copa do Nordeste

copa_do_nordeste_2019_semifinal_fortaleza_x_santa_cruz_botafogo_pb_x_nautico_700_2

Teremos na noite desta quinta-feira (09), os dois jogos das semifinais da Copa do Nordeste 2019. Uma competição que ganhou envergadura e valorização nos últimos três anos, principalmente pelo prestígio da mídia e pela compensação financeira para os clubes participantes.

Três estados tradicionais no contexto nordestino estarão em disputa: De um lado Pernambuco que enfrenta a Paraíba, do outro lado  o estado do Ceará que tem crescido nos últimos anos também no futebol, enfrentando ao estado de Pernambuco, uma luta em que é difícil se adiantar quais os favoritos.

O Botafogo da Paraíba que tem tido uma ascensão muito grande nas competições que tem participado é um concorrente direto para a vaga da final, contra o não menos tradicional e experiente time do Náutico, onde o sucesso maior é o valoroso trabalho de base que vem sendo feito pela atual diretoria.

Outro grande jogo envolve o Fortaleza muito bem treinado pelo técnico Rogério Ceni  e que recentemente subiu para a primeira divisão do Campeonato Brasileiro, além de um bom time.   Que enfrenta ao  Santa Cruz, hoje compondo a série C do Campeonato Brasileiro, muito embora bem recentemente teve uma excelente participação na Copa do Brasil.

É dificil apontar favoritos,  muito embora observamos um pouquinho de vantagem do Fortaleza sobre o Náutico e do Botafogo sobre o Santa Cruz. Esta pequena vantagem se dá, graças ao investimento que os Cearenses e Paraibanos fizeram nos seus times. Porém  há de se convir, a voluntariedade dos representantes de Pernambuco. É aguardar para ver.

Blog de Airton Sousa – Copa do Brasil com jogos para este meio de semana

                                   copa do brasil 2019

Teremos Hoje á Noite (17), a abertura da quarta fase da Copa do Brasil, enquanto isso tivemos na noite desta terça-feira (16), o fechamento da terceira fase com a vitória do Vila Nova em cima do Bragantino do Pará, por 2 x 0. Sendo assim o adversário do Juventude de Caxias na quarta fase é o time do Vila Nova.

Por outro lado, jogarão pela quarta fase da competição na noite desta quarta-feira (17): Santos x Vasco da Gama, Chapecoense x Corinthians, Fluminense e Santa Cruz, todos esses jogos nesta quarta-feira (17). Enquanto isso,  em jogo isolado na quinta-feira (18),  jogarão Bahia x Londrina. Teremos  jogos de ida e volta para  conhecermos  os finalistas desta fase.

Na próxima fase entrarão os times brasileiros da  Libertadores, os campeões das Copas Verde e do Nordeste. Uma premiação de dois milhões e quinhentos mil reais, para quem  passar da quarta fase. Nós pernambucanos estamos torcendo que o Santa Cruz faça um bom resultado no Rio de Janeiro, para tentar a classificação no  jogo de volta no  arruda.

É sem sombra de dúvida hoje no Brasil, a competição que melhor premia,  daí todo esforço possível para atravessar mais este obstáculo. Se o Santa Cruz repetir o futebol e a voluntariedade do jogo contra o ABC no  arruda, com certeza as esperanças podem ser renovadas , rumo a classificação.

Blog de Airton Sousa – Torcedor aplaude de pé o time do Central

ceará-central

Uma festa na acepção da palavra foi o que o torcedor viu na noite desta quarta-feira (6) no Estádio Lacerdão. Um público perto de 6.000 torcedores acompanhou o empate do Central diante do bom time do Ceará. No final do jogo o que chamou a atenção,  foram os aplausos da torcida, mesmo sem ter acontecido a classificação para a segunda fase.

Comprovadamente, o alvi-negro não fez um bom primeiro tempo, com o seu meio de campo se deixando envolver pelo meio de campo adversário, cedendo espaços na marcação, a maior do tempo atrás e a distância entre os  jogadores dentro de campo, sem a aproximação suficiente para equilibrar o jogo.

Tomando um gol aos 28 minutos com uma falha de marcação, mesmo com outros lances ofensivos para o time do Ceará, o Central conseguiu empatar o jogo aos 44 minutos, deixando tudo igual no placar e indo para o intervalo  com o empate, motivando o time para a volta no  segundo tempo.

Com as correções necessárias, o Central voltou dominando o jogo com várias oportunidades de gol, porém um lance influenciou  na desclassificação do time, a expulsão do jogador Dudú Gago aos 22 minutos. Com 10 homens em campo e a excelente qualidade do adversário, o Central terminou perdendo forças para chegar a vitória.

Um público de 5.964 torcedores e uma renda de R$ 159.495,00. O ponto crítico do jogo foi o árbitro Leandro Marinho de São Paulo, deixando de marcar um pênalti duvidoso contra o Ceará, além na rigorosidade na expulsão do jogador do Central. Ceará classificado, e o Central fora da segunda fase da competição.

Pelo Campeonato Pernambucano e valendo pela quarta rodada, o Náutico venceu por 2 x 0 ao Vitória, o Salgueiro empatou em 2 x 2 com o Afogados e o Santa Cruz com o time reserva venceu ao Petrolina por 2 x 1, assumindo a liderança da competição. Essa rodada será complementada no dia 13 com o Flamengo enfrentando ao Central.

Blog de Airton Sousa – Resultados do fim de semana para os clubes de Pernambuco

Tivemos a participação dos clubes do nosso estado no Campeonato Pernambucano e na Copa do Nordeste. Pelo campeonato estadual aconteceu o clássico entre Sport e Náutico; a vitória foi muito fácil para o rubro-negro pelo placar de 3 x 1. Enquanto isso ainda pelo campeonato estadual, aconteceu o empate de 0 x 0 entre Petrolina e América.

No clássico, já aos cinco minutos do primeiro tempo o rubro-negro vencia por 1 x 0, o Náutico apenas marcando e se defendendo, foi incapaz de reagir aceitando o comando do jogo do adversário, e aos poucos o Sport fez mais dois gols, o gol alvi-rubro foi no final do  segundo tempo, fechando o placar de 3 x 1,

Com a vitória e com um melhor saldo de gol, o Sport assumiu a liderança da competição, tendo o Central também com seis pontos na segunda colocação, o resultado deixou o treinador do Sport bastante otimista, enquanto que o treinador alvi-rubro depois do jogo, demonstrou muita preocupação, principalmente com um meia armador de maior qualidade.

Por sua vez, pela Copa do Nordeste no sábado o Santa Cruz demonstrou toda sua fragilidade defensiva e terminou perdendo fácil para o time do Bahia, pelo placar de 3 x 1. A demonstração da superioridade do time baiano foi aos poucos encolhendo o time tricolor, sem qualquer poder de reação. O Santa Cruz continua sem vencer na Copa do Nordeste.

Por outro lado, o clássico entre Sport e Náutico foi uma demonstração das carências do time alvi-rubro, que demonstrou fragilidade em todos os setores, inclusive reconhecido pelo treinador Marcio Goiano. O Náutico esse ano em cinco jogos, ganhou apenas um o que é um percentual bastante negativo.

Para finalizar a participação do nosso estado no Nordestão, o time do Salgueiro empatou em casa com o Botafogo da Paraíba, pelo placar de 1 x 1. A torcida salgueirense estava esperando uma vitória porque no primeiro jogo, fora de casa o time havia vencido ao Confiança em Aracajú.  Com o resultados desses dois jogos, o carcará assumiu a liderança do grupo.

Blog de Airton Sousa – Náutico vence na Copa do Nordeste, e nesta quarta tem Pernambucano

Depois de quatro derrotas seguidas e diante de muitas críticas, finalmente o time alvirubro venceu sua primeira partida. O adversário foi o time do Sergipe, que perdeu nos seus domínios pelo placar de 2 x 0.

Foto: Léo Lemos/Náutico

Foto: Léo Lemos/Náutico

Foi um primeiro tempo apenas razoável, onde o Sergipe esteve todo na defesa, ajudando os contra ataques do time pernambucano, finalmente aos 27 minutos, e diante da fraca zaga sergipana, Wallace Pernambuco aproveitou e abriu o placar para o time timbu.

No segundo tempo, e com a vantagem no jogo, o Náutico voltou menos afobado, tocando mais a bola e aproveitando a fragilidade adversária, que a rigor tinha apenas o jogador Ramalho como destaque.

Não demorou muito, e diante da graça zaga sergipana, o Náutico fez o segundo gol, através do jogador Mailson aos sete minutos de jogo. Com 2 x 0 no placar e já demonstrando cansaço, o Náutico foi se acomodando, até que a arbitragem encerrou a partida, com o Náutico vencendo seu primeiro jogo.

Blog de Airton Sousa – Começa a Copa do Nordeste para Pernambuco

                                    lampions

Uma competição que é sucesso total de público e de mídia, é o que podemos dizer da Copa do Nordeste, uma das melhores competições do país. Excelentes patrocinadores, um público que prestigia e a rivalidade crescendo a cada ano, agora principalmente com a evolução de algumas equipes no Campeonato Brasileiro.

Não resta dúvida, que o crescimento de equipes como o CSA, Fortaleza, a própria campanha do Ceará e do Bahia, além da manutenção do CRB na série B, tudo isso juntos é transferido para a Copa do Nordeste, motivando os times e chamando a torcida para uma participação mais efetiva nos jogos.

Pernambuco infelizmente, não está nesse patamar pela queda do Sport para a série B, e pela manutenção do Santa Cruz e Náutico na série C, quando todos esperavam pelo menos a manutenção do Sport no Brasileiro da série A, e a volta do Náutico e Santa Cruz para a série B, o que  não aconteceu trazendo prejuízos para o nosso futebol.

Dentro desse clima, tricolores e alvi rubros  entram em campo nesta terça-feira (15), na expectativa no mínimo, que haja a repetição do que fizeram o ano passado. O Náutico de volta aos Aflitos, esperando-se casa cheia pela motivação da competição e pela qualidade do Fortaleza, que subiu para a primeira divisão, com o comando de Rogério Ceni.

Será um jogo difícil para o Náutico, porque o Fortaleza está bastante entrosado pela estrutura do ano passado, enquanto que o time timbu está em formação e pode inclusive não ter todos os contratados, no entanto como o jogo é nos Aflitos, temos que acreditar que o time timbu possa abrir a sua participação com um bom resultado.

Enquanto isso, o Santa Cruz que fez um bom amistoso contra o Treze em Campina Grande, obtendo um empate de 1 x 1, que manteve uma base do ano passado e que realizou contratações pontuais, possa fora de casa parar o bom time do Botafogo e voltar da Paraíba pelo menos com um empate, que seria um bom resultado.

Por sua vez na quarta-feira (16), o Salgueiro faz a sua estreia fora de casa contra o Confiança, o time do sertão pernambucano sofreu várias consequências técnica e financeira o ano passado, tendo uma participação razoável no estadual e sendo rebaixado para a série D do Brasileiro. No entanto o Salgueiro sempre surpreende, e quem sabe outra vez possa repetir.

 

Blog de Airton Sousa – Equipes profissionais de Pernambuco, já começaram a trabalhar

1.-LOGO-FUTEBOL-PE-FUNDO-TRASPARENTE

Visando as competições de 2019, a maioria das equipes profissionais do futebol Pernambucano, já iniciaram suas pré-temporadas, com a realização de pequenos amistosos e amistosos de maior valor, algumas com times de um certo nível, como é o caso do Clube Náutico Capibaribe.

É bem verdade que nem todas, estão com seus elencos completos, em razão de alguns clubes ainda estarem em período de férias, dando folga aos seus profissionais, dificultando algumas transções, no sentido de facilitarem as negociações, no entanto a grande maioria em Pernambuco, mesmo ainda faltando a realização de contratações, já estão em pleno andamento.

O Náutico por exemplo, mesmo estando a procura de alguns jogadores para completarem o elenco, e cobrirem as lacunas de outros que foram devolvidos aos seus clubes de origem, ou por essa ou aquela razão não quiseram continuar no clube. Mesmo assim o time já realizou dois importantes amistosos, um na inauguração do seu estádio, outro na cidade de Campina Grande.

Quando ao Santa Cruz, que está encontrando dificuldade para completar o elenco, o seu treinador Leston Junior, preferiu não fazer programação de amistosos, em razão dos desfalques que o time se encontra, dando um tempo para a contratação de alguns jogadores e finalmente ter condição de fazer amistosos para tirar melhor aproveitamento.

Enquanto isso, com o CT em ponto de ser entregue para os trabalhos preparatórios, o clima é de muita euforia, pelo fato de que o clube na sua vida profissional, nunca houvera tido um CT de sua propriedade, sendo esse feito um fato de muito otimismo para a torcida e os dirigentes, visando a revelação de jogadores jovens.

O Central por sua vez, já tem alguns amistosos programados para o mês de janeiro, na Paraíba e em Alagoas, visando a principio a Copa do Brasil e Campeonato Estadual, muito otimismo por parte da comissão técnica, torcida e dirigentes em razão da manutenção de parte dos jogadores deste ano e os nome contratados para 2019.

Muita expectativa nas hostes alvi-negras, pelo investimento da diretoria, por alguns nomes contratados, e principalmente pela qualidade da comissão técnica. Quanto ao Lacerdão está de roupagem nova, empolgando a todos pela maneira como está sendo tratado, deixando no coração da torcida, muito otimismo para o ano do Centenário.

As equipes intermediárias também dentro das suas possibilidades, começaram   os seus preparativos, dando a entender que teremos um campeonato movimentado, disputado e com uma qualidade  superior ao desse ano. Do Sport ainda não podemos falar nada, a não ser os problemas financeiros, no entanto espera-se que a diretoria após a posse agilize as contratações, e administre a enorme quantidade de problemas.

Blog de Airton Sousa – Sport tem nova direção

                                       milton bivar

 O Sport Clube do Recife, tem nova diretoria. Duas chapas concorreram as eleições do clube da Praça da Bandeira: Milton Bivar e Eduardo Carvalho, ambos pela oposição  em razão do candidato da situação Augusto Carreras, ter desistido de concorrer dias antes que acontecessem as eleições.

Foi uma vitória massacrante do grupo de Bivar, que conseguiu a nível de percentuais de votos 85%, contra 15 % da chapa adversária, numa prova inconteste do prestígio de Milton Bivar junto ao associado, mesmo porque quando presidente do Sport muitos títulos foram conquistados, inclusive a  Copa do Brasil.

O candidato opositor a Bivar, teve um comportamento elogiável aceitando a derrota massacrante, ele que inclusive na conquista da Copa do Brasil, também era diretor ao lado de Luciano Bivar. Uma eleição tranquila, inclusive sem a presença do presidente Arnaldo Barros, cuja notícia é de que o mesmo está no Rio de Janeiro, tratando assuntos do clube.

Após o resultado das urnas, Milton Bivar referendou o nome de Milton Cruz para técnico do Sport, fato aliás já anunciando extra oficialmente antes das eleições. O treinador chega para se adaptar a situação do clube, inclusive no campo salarial, já que o teto do Sport para pagamento a um técnico é de R$ 60 mil reais.

Problema é o que não falta para a diretoria eleita, começando  com a questão dos jogadores Jair, Sander e Fabrício, que reclamam na justiça trabalhista o recebimento de quatro meses atrasados, fora outros acertos, inclusive o não depósito do FGTS, fato aliás contestado pela atual diretoria que disse está depositando os referidos valores.

A verdade, é que treinador e dirigentes chegam diante de inúmeros problemas, nos mais diversos setores. Com as competições se aproximando será necessário que as providencias sejam tomadas urgentemente, antes que as coisas se compliquem ainda mais. O Sport tem pela frente o Campeonato Estadual, a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro.

Com relação a Copa do Nordeste, os novos dirigentes do clube já anunciaram o desejo de participarem em 2020, sendo necessário uma reaproximação com os mandatários da competição  na tentativa do retorno , cujo prejuízo foi notório estes dois anos em que o clube não participou.

Blog de Airton Sousa – Sport paga tributo caro pelos erros cometidos

                                       rebaixamento leonino

Finalmente aconteceu o que estava previsto: O Sport rebaixado para a série B em 2019. A esta altura não adianta procurar os culpados, afinal de contas todos tiveram um pouquinho de culpa nesse rebaixamento. Uma coisa era depender de uma vitória contra o time B do Santos, outra coisa era depender também dos concorrentes.

Foi uma sucessão de erros desde o início do ano, quando os dirigentes não aceitaram participar da Copa do Nordeste, coisa que ninguém entendeu, no entanto passou. Vieram os erros do Campeonato  Estadual, Copa do Brasil, e por incrível que pareça uma boa primeira fase do Brasileirão, surpreendendo a todos.

A troca de treinadores, cada um com a sua filosofia e seus preferidos, salários incompatíveis com a condição do clube, jogadores velhos e viciados, e o pior: Quando todos pensavam que a estrutura do Sport estava de pé, tudo começou a desmanchar, com as cobranças e os problemas vindo à tona.

Foi o estopim para que a casa caísse, a crise aumentasse e os resultados fossem desaparecendo, após a Copa do Mundo. Quase no fundo do poço, a diretoria contratou o técnico Milton Mendes, para evitar o naufrágio, e quase que era evitado, porém o time na última partida dependia dele e da combinação de resultados.

A Ilha lotada, o torcedor fez o seu papel como sempre, no entanto a classificação do Sport dependia de uma vitória contra o reserva do Santos, e uma combinação de resultados dos jogos da Chapecoense, Fluminense, Vasco e América, e não deu outra: O Sport venceu, mais os concorrentes direto atrapalharam e deixaram o Sport fora da série A.

Aquela velha história, não há mal só pelo mal. Quem sabe esse rebaixamento possa fazer os novos dirigentes vestirem o manto da humildade, trabalharem um elenco mais barato, darem qualidade a esse elenco, trazendo um treinador que consiga acertar dentro de um patamar mais econômico.

Agora é tentar se organizar, arrumar a casa, que aliás está muito desarrumada, se organizar financeiramente e preparar um time para a série B, sem contudo querer começar de sapato alto. Não vai ser fácil, as verbas vão diminuir em média 50%, a mídia será inferior e os adversários duros onde vale mais a garra e a raça, do que a condição técnica. É pagar para vêr.

Blog de Airton Sousa – Ultima rodada da série A, agora é tudo ou nada

serie a

Neste fim de semana, chega ao final o Campeonato Brasileiro da série A, para alguns clubes um ano excelente, para outros apenas razoável, e para os menos preparados um ano de rebaixamento, prejuízo e descrédito. Podemos considerar uma competição de um bom nível, muito embora a disparidade financeira foi evidente.

O Palmeiras com um super time, trazendo de volta Luiz Felipe depois da decepção da copa de 2014, porém foi um risco que deu certo e a verdade é que podemos dizer que ele foi o grande articulador do time Palmeirense, merecendo um bom percentual de crédito pela conquista do décimo título do Brasileiro.

Flamengo, Internacional, Grêmio, São Paulo, Atlético Mineiro e Atlético do Paraná, os seis melhores colocados após o Palmeiras. Contudo, a diferença dos dois colocados após o Palmeiras, foi apenas uma boa pontuação, no entanto não o suficiente para amedrontarem o time Palmeirense, daí uma conquista indiscutível.

Agora, o oposto desse quadro está da décima quarta posição em diante, com total desespero do Fluminense que demitiu o técnico Marcelo Oliveira, após a desclassificação da Sul Americana e enfrenta ao América Mineiro que deu a volta por cima após a chegada do treinador Givanildo Oliveira.

Também no desespero, Vasco da Gama, Chapecoense, Sport, daí   conheceremos os dois últimos rebaixados, que irão acompanhar ao Vitória e Paraná, cujas equipes apenas irão cumprir tabela nessa rodada final. Para nós pernambucanos, o desespero da ameaça de não termos nenhum representante em 2019 na série A.

O time leonino cuja diretoria cometeu uma sequencia imperdoável de erros,  está na atual situação, faltando normalizar o salário dos jogadores, deixando de qualificar melhor o elenco, fugindo realmente da responsabilidade de um verdadeiro dirigente, e nada a admirar se o time descer  para a série B, nesse jogo contra o Santos.

O torcedor com certeza fará o seu papel, como sempre fez, no entanto a limitação do grupo, a posição e os números na tabela, além da situação dos concorrentes que ameaçam de todas as formas o Sport na primeira divisão em 2019. Por fim, só resta acreditar que o milagre de anos anteriores seja repetido e que o time venha a se salvar do rebaixamento.

Blog de Airton Sousa – Sport perde e tem situação complicada

                                 19112018

Com os resultados deste fim de semana, e aguardando o jogo de hoje entre Fluminense e Ceará, o Sport Clube do Recife após perder para o Flamengo na Ilha do Retiro, na tarde desse domingo (18), teve a sua situação complicada, principalmente se o Ceará conseguir vencer ao time do Fluminense.

Foi a terceira partida sem que o time conseguisse vencer, derrubando aquela fase positiva que parou quando da vitória na Ilha do Retiro, pelo placar de 1 x 0 contra o Ceará. Até então o time tinha uma situação menos ameaçadora, no entanto seguiram-se o empata conta o Fluminense (fora), outro empate contra o Vitória (na Ilha), e culminando com a derrota para o Flamengo na Ilha.

Nesse instante o Sport é o décimo quinto colocado com 38 pontos, o que não há de ser nada porque o Vasco da Gama tem 39 pontos é o décimo quarto, e o Ceará que joga hoje à noite contra o Fluminense. Caso o time cearense empate ou vença, faz o Sport descer mais um degrau na classificação.

Pior que tudo, é que o rubro-negro pernambucano tem na sequencia dois jogos fora de casa, inclusive nesta quinta-feira (22), um confronto direto com a Chapecoense que também está no desespero para não cair, o que torna mais difícil ainda a situação do time pernambucano na competição.

Após o jogo contra a Chapecoense, o Sport viaja para enfrentar o time do São Paulo no Morumbi, o tricolor paulista está na quinta posição com 62 pontos e ameaçado de perder a vaga da Libertadores, o que convém dizer que será um jogo bastante difícil para os comandados do técnico Milton Mendes.

Finalmente, na última partida o Sport encerra em casa contra o Santos, décimo colocado tentando brigar ainda por uma vaga na Libertadores, no momento o time do Santos está na zona da sul-americana. Observa-se que o rubro-negro, não tem vida fácil neste restante de competição.

Tudo isso se deve porque faz três jogos que o time não faz gol, nem vence seus jogos, inclusive dois em casa. Quanto a derrota para o Flamengo, foi fruto de muitos erros, fragilidade de algumas peças, limitação do grupo, mesmo com o Flamengo jogando o segundo tempo quase todo com apenas dez homens.

A torcida fez o seu papel, com a presença de mais de 26 mil torcedores na Ilha incentivando, também com uma arbitragem impecável. Deve-se a derrota apenas ao fato de que o treinador tem apenas onze jogadores titulares, com um banco que nada soma, deixando o técnico sem opção, na hora de mexer no time.

Blog de Airton Sousa – Jogos de vida ou morte na série A do Brasileiro

                                                                 1355

Teremos mais uma vez, importantes jogos neste fim de semana, na parte de cima e na parte de baixo da tabela. A partir desta rodada (trigésima terceira), faltarão apenas cinco para o encerramento da competição, e para conhecermos o campeão, os times da Libertadores, da Sul-Americana, ainda as equipes que irão permanecerão na primeira divisão do próximo ano, e as que descerão para a série B.

Neste sábado (10) teremos: Corinthians e São Paulo, onde o Corinthians em desespero inclusive a ameaça de queda do treinador Jair Ventura, América MG e Paraná, o América tentando vencer para fugir na zona de rebaixamento, Botafogo e Flamengo, importante a vitória para os dois times, o Botafogo tentando distancia da zona de rebaixamento e o Flamengo tentando diminuir a diferença para o Palmeiras.

Atlético do Paraná e Cruzeiro, os dois brigando pela vaga na sul-americana, no domingo (11), Atlético Mineiro e Palmeiras, com o Atlético tentando a vitória para ficar entre os seis, enquanto que o Palmeiras tenta emplacar mais três pontos para se garantir ainda mais na linha de frente, Grêmio e Vasco, a vitória é importante para os dois, , o Grêmio tentando ficar entre os seis e o Vasco da Gama tentando tomar distância da zona de rebaixamento.

Vitória e Bahia, um clássico baiano. O Bahia já livre do rebaixamento enquanto que o Vitória tem ameaçada a sua manutenção na primeira divisão, Ceará e Internacional, o Ceará tem a obrigação de vencer para avançar rumo a manutenção na primeira divisão, enquanto que a briga do Internacional, é para se aproximar do Palmeiras.

Fluminense e Sport, um jogo que interessa de perto aos Pernambucanos. O Fluminense vem de uma derrota para o Atlético do Paraná pela Sul-Americana, o Fluminense tenta vencer o Sport para se distanciar da zona de rebaixamento. O Sport também tem a necessidade de uma vitória, e caso aconteça começa tomar distância da zona de rebaixamento. Um jogo equilibrado, onde o Fluminense é favorito.

Finalmente na segunda-feira (12), para o encerramento da trigésima terceira rodada o jogo entre Santos e Chapecoense, o Santos em busca da vitória para melhorar a posição na tabela, enquanto que uma vitória é fundamental para a Chapecoense que está ameaçada de rebaixamento. Portanto, uma rodada que interessa de perto as vinte equipes.

Blog de Airton Sousa – Sport vence ao reserva do Grêmio e continua na zona de rebaixamento

                                    4x3

Havia muita expectativa para vê o comportamento do Grêmio e do Sport, na tarde deste sábado (27). Por parte do Sport a repetição do time anterior, por parte do Grêmio a observação no comportamento do time reserva, escalado pelo técnico Renato Gaúcho que preferiu guardar os titulares para o jogo das semifinais da Libertadores, no dia 30.

No final o resultado positivo foi para os pernambucanos, que mesmo apresentando uma defensiva fraca e falha, teve um ataque operante que levou o time a uma vitória importante fora de casa. O Grêmio levou a desvantagem na falta de entrosamento, enquanto que  no Sport prevaleceu a voluntariedade da maioria dos jogadores.

A derrota do Grêmio, nada influenciou na posição da tabela, continuando na quinta posição, em razão de alguns resultados que favoreceram ao time gaúcho, que continua garantido na zona de Libertadores, o que é bastante interessante para os comandados do técnico Renato Gaúcho.

 Por outro lado, a vitória do time rubro-negro foi importantíssima deixando o time na décima oitava posição, portanto ainda dentro da zona de rebaixamento. Dois resultados favoreceram ao time da ilha do retiro, a derrota do vitória para o time do São Paulo e a derrota do América para a Chapecoense, que subiu de classificação indo a décima sétima posição.

Por outro lado, a expectativa agora é para o jogo desta segunda-feira (29), onde o time do Ceará (décimo quinto colocado), enfrenta ao Atlético (MG) e caso vença avança na tabela e passará a somar trinta e sete pontos, indo a décima terceira posição. Só um detalhe com relação ao Ceará, o time de Lisca é o próximo adversário do Leão na Ilha do Retiro.

A história do jogo foi a seguinte: O Sport abriu o placar aos sete minutos, gol do zagueiro Jair, prevalecendo com um melhor futebol e marcando o segundo gol aos 30 minutos, com o atacante Mateus Gonçalves. A partir do segundo gol, o Sport esfriou um pouco, cedeu espaço até que o Grêmio descontou com um gol de Mateus Henrique aos trinta e oito minutos.

O primeiro tempo terminou com a vitória Leonina por 2 x 1. Na volta do segundo tempo, apenas uma alteração, com o jogador Pepê entrando pelo Grêmio. Aos seis minutos o árbitro marcou um pênalti contra o Sport, convertido pelo jogador Juninho Capixaba empatando o jogo.

Outra vez  o Sport reage imediatamente e um minuto após (oito minutos) desempata, fazendo 3 x 2. O jogo ficou eletrizante e aos quartorze minutos, o placar foi mudado com um gol  de Tony Anderson para o Grêmio. Quanto todos esperavam que o resultado estivesse definido, a surpresa: o jogador Jair de cabeça, faz o gol da vitória fechando o placar em 4 x 3.

Foram muitas as modificações no decorrer do jogo : Marinho, Pepê e Jean Pierre pelo Grêmio. Nonoca, Felipe Bastos e Rogério pelo Sport. Alterações que pouco influenciaram no crescimento das duas equipes. Porém era uma tentativa dos dois técnicos, de mudarem de alguma maneira a produção das suas equipes.

Com a vitória o Sport passou a somar trinta e três pontos, permanecendo na zona de rebaixamento e ocupando a  décima oitava posição. O próximo jogo do time leonino, será no dia cinco de novembro na Ilha do Retiro, contra o time do Ceará que jogará nesta segunda-feira (29), contra o Atlético Mineiro na Arena Castelão.

Blog de Airton Sousa – Sport envergonha mais uma vez o futebol de Pernambuco

bahia-x-sport-23-rodada-campeonato-brasileiro-2018-600x400

Foi uma noite triste, vergonhosa e de decepção que o Sport fez perante a sua torcida. Uma derrota de 2 x 0 para o Bahia, onde o time teve um primeiro tempo apenas razoável e caiu totalmente no segundo tempo. Com a derrota o Leão se manteve  ainda mais na zona de rebaixamento.

Quanto ao jogo tivemos o Bahia dominando até 15 minutos, inclusive com uma grande chance de gol, através do jogador Zé Rafael o melhor atleta em campo. Daí com essa chance, o time baiano ter dominado até 15 minutos. A partir desse tempo de jogo, o Sport adiantou a marcação e continuou bem até o fim do primeiro tempo.

O Sport teve chances com Andrigo aos 24 minutos,  Rogério aos 26, Claudio Wink aos 30 minutos,deixando transparecer que abria o placar primeiro do que o adversário. Só aos 46 minutos o garoto Ramirez chutou uma bola perigosa na trave, no entanto a chance antes de terminar o primeiro tempo foi uma bola perigosa de Gabriel, terminando em 0 x 0.

No segundo tempo de jogo, foi  outra vez o Bahia que procurou abrir o placar com Gilberto aos 5 minutos, enquanto que aos 7 minutos o mesmo Gilberto abriu o placar fazendo 1 x 0. Outras chances foram criadas pelo Bahia: Marco Antonio aos 10 e Gilberto aos 13 minutos. A partir daí muitas modificações nos dois times.

Aos 14 e 16 minutos, entram Rafael Marques e Felipe Bastos respectivamente, enquanto que Cleiton entrou aos 20 minutos. O time baiano bem aplicado em campo, aproveitou o cansaço do Sport  e  voltou a domina. Aos 25 minutos um chute perigoso de Zé Rafael, a partir daí outras modificações.

Mateus Gonçalves entrou aos 27 minutos, também neste tempo o jogador Flávio, e aos 34 minutos Everson.  Aos 37 minutos falta perigosa cobrada por Elton e aos 40 minutos o segundo gol  com o zagueiro Tiago, aproveitando uma falha na saída de Magrão. No final, 49 minutos e Zé Rafael perdeu outra grande oportunidade de gol.

Com a derrota, o Sport se manteve dentro da zona de rebaixamento com 23 pontos, enquanto que o Bahia subiu para 28 pontos, entrando na zona da sul-americana. O próximo jogo do Sport será contra o Cruzeiro na Ilha do Retiro. Enquanto que o Bahia enfrenta ao São Paulo no Morumbí.

Blog de Airton Sousa – Sport sofre mais uma derrota

sa-01-rafael-melo-fotoarena-ae

Quando todos esperavam que a recuperação começasse a acontecer, eis que o Sport outra vez decepciona e perde mais uma. Desta feita para o América Mineiro, adversário que este ano o Sport se tornou freguês, porque no inicio do campeonato perdeu para o mesmo América por 3 x 0 em Minas Gerais, agora na Ilha voltou a perder  por 2 x 0.

O torcedor compareceu em grande número, levando-se em consideração a promoção no preço do ingresso feito pela diretoria do clube, e todos esperavam que desta feita a recuperação tivesse inicio. Nada feito, o Sport voltou a perder, e só não entrou na zona de rebaixamento, porque os resultados dos adversários ajudaram.

O técnico Eduardo Batista, mesmo insistindo com alguns jogadores a exemplo dos dois homens responsáveis pelo miolo de zaga entre outros, fez algumas modificações táticas, no entanto o projeto não deu certo, o time teve apenas uma chance de perigo no primeiro tempo com Brocador, e o restante chances que não mereceram registro.

Quanto ao adversário no primeiro tempo, administrou o empate que lhe interessava, pelo fato de jogar fora de casa. Outra vez, aos dois minutos do tempo complementar o Sport sofre o gol, repetindo o mesmo erro do inicio do jogo contra o Santos. A partir daí, o time se desarrumou mais ainda e tomou o segundo gol perto dos 23 minutos.

A derrota de 2 x 0 trouxe cada vez mais pessimismo para os rubro-negros, e agora é esperar o que vai acontecer contra o Botafogo sábado a tarde, entendendo-se que as esperanças começam a desaparecer, em razão da falta de progresso do grupo dentro de campo, e nada de se questionar o técnico em razão do pouco tempo de trabalho e da limitação do time.

Infelizmente, vislumbra-se uma perspectiva  em 2019 de não termos nenhum time na série A, porque da maneira que as coisas avançam, é visível a queda do clube rubro-negro. Observando-se que no momento o time tem 20 pontos, faltando dezoito rodadas para o término da competição e obrigatoriamente  tem que somar nove vitórias, caso contrário a queda é inevitável.

sa-01-rafael-melo-fotoarena-ae

Blog de Airton Sousa – Fim de semana de emoção para a torcida do Náutico e Santa Cruz

                                  fggf

Pela primeira vez esse ano, o Santa Cruz e  Náutico se encontram na privilegiada posição de estarem no G 4 do Campeonato Brasileiro da série C. Os dois últimos resultados de tricolores e alvi-rubros  permitiram essa posição, em função de que o Santa Cruz venceu por 3 x 0 ao time do ABC  em Natal, enquanto que o Náutico derrotou na Arena de Pernambuco ao Atlético do Acre.

Foram dois resultados extremamente importantes, pelo momento em que a tabela se encontra, afinal já aconteceram 12 rodadas, faltando 6 para o término desta fase, onde em casa a obrigação é vencer, e fora de casa muito importante roubar pontos do adversário e foi exatamente isso que aconteceu com o Santa Cruz.

Neste fim de semana, o tricolor que tem 17 pontos e é o quarto colocado, enfrenta a equipe do Remo, lanterna da competição com 11 pontos. É totalmente necessário que o Santa Cruz aproveite esse embalo e consiga com o calor da sua torcida vencer ao time de Belém do Pará, que joga em total desespero.

Por sua vez, o Náutico que vem de quatro vitórias seguidas, enfrenta ao Confiança em Aracajú. O Náutico é o segundo colocado com 19 pontos, aliás a mesma pontuação do adversário. O time alvi-rubro tem de volta dois excelentes jogadores, Wallace Pernambucano e Ortigoza, peças chave no sistema ofensivo do time timbu.

Restam a contar com esses dois jogos, seis partidas onde o Santa Cruz faz em casa quatro jogos e consequentemente dois fora de casa. Enquanto isso, o Náutico tem dois jogos em casa e quatro fora de casa, o que se torna mais difícil a situação do time timbu. Porém, não tem outra saída se quer ter o acesso de volta a série B, é tornar cada jogo uma batalha.

Blog de Airton Sousa – Santa Cruz empata e se mantém no G-4

DVIGxteXUAAcPVf

Tivemos hoje a noite no sertão de Pernambuco, a ultima rodada da primeira fase do Brasileiro da série C. A partir do próximo fim de semana, tem inicio o chamado returno, onde mais nove jogos acontecerão, totalizando 18 jogos nessa etapa classificatória da competição. Criando-se uma expectativa para a chamada segunda fase.

Salgueiro e Santa Cruz fizeram um jogo apenas razoável, pobre de técnica e de qualidade, principalmente por parte do Santa Cruz onde a cada rodada, o torcedor cria a expectativa de que o time vai entrosar e se ajustar na competição. Ontem essa expectativa foi vencida e outra vez o tricolor limitou-se a sua fragilidade técnica.

O primeiro tempo, os times limitaram-se muito mais a combater, marcar e jogar pelo meio, do que buscar jogadas ofensivas pelas laterais do campo, e a bola chegar aos atacantes com bastante dificuldade. Poucos chutes, muitas faltas, muitos cartões e muito individualismo, onde cada jogador queria resolver o partida.

A estreia de Leandro Cosa foi apenas discreta, mesmo porque o jogador atuou muito mais pelo meio, do que pelas laterais do campo fugindo da sua característica. Logo com um minuto de jogo, Artur Resende perdeu a primeira chance, obrigando Mondragon a fazer uma excelente  defesa.

Aos três minutos, foi a vez de Robinho chutar para Mondragon outra vez evitar que o seu gol fosse vazado. Depois dessa pressão do Santa Cruz, houve uma certa pausa  nas equipes e o jogo ficou apenas com a disputa dos homens de meio campo, com poucos ou quase nenhuma finalização por parte dos dois times.

Várias alterações aconteceram, a exemplo de Pittibú, Bruno Morais, William e Augusto. O fato extra no jogo, foi a expulsão de Izaldo  aos 42 minutos o que mudou pouco a história do jogo, em razão do cansaço que tomava conta das duas equipes. O pecado maior dos dois times foi o individualismo, cada jogador querendo resolver a partida.

No fim do jogo o Santa Cruz se manteve no G4 com 14 pontos, enquanto que o Salgueiro permaneceu na sexta posição, com 12 pontos. Próximo jogo tricolor, o clássico contra o Naútico no Arruda, enquanto que o Salgueiro jogará fora de casa contra o Botafogo na Paraíba. Esperando-se que as equipes possam no mínimo, repetir o que fizeram nessa fase que terminou.

Blog de Airton Sousa: Vitória tricolor de virada

TELECAST_NOVO-5-590x590

A expectativa da torcida do Santa Cruz, era de que o time conseguisse três pontos, para voltar ao G 4. Foi exatamente o que aconteceu e de virada, depois de fazer um primeiro tempo sofrível e não passar de um zero a zero. No intervalo, o técnico PC Gusmão fez as correções necessárias e o time voltou com outra cara para o segundo tempo.

Acontece porém, que mesmo melhorando de produção, o sistema defensivo falhou em um lance isolado e permitiu que o Globo abrisse o placar aos 28 minutos, através do jogador Romarinho, pregando um susto na torcida e um abalo emocional aos jogadores, pela maneira como o gol aconteceu na falha da zaga.

Demorou pouco, e o Santa Cruz voltou a equilibrar a partida e aos 35 minutos Robinho empatou colocando outra vez o tricolor no jogo, fazendo o time do Globo recuar, ceder espaços e permitir a evolução do time do Arruda. Sentia-se pelas movimentações que estava prestes a acontecer o gol da virada.

E aos 37 minutos, dois após o gol de empate, o Santa Cruz surpreende, desempata e termina vencendo com um gol de Charles, virando o jogo e dando a vitória ao time Pernambucano. Com a vitória, o Santa Cruz passou a somar 9 pontos, entrou no G4, ficando na terceira colocação do grupo.

A vitória trouxe um novo ânimo ao time e também a torcida. O próximo jogo será neste fim de semana no Arruda contra o Botafogo da Paraíba, tradicional rival do futebol Pernambucano, mesmo porque o time da Paraíba está na quinta colocação com 7 pontos, e tem sido sempre que acontecem os encontros, um páreo difícil para os Pernambucanos.

Blog de Airton Sousa- Fim de semana negativo para o futebol de Pernambuco

                                                            1.-LOGO-FUTEBOL-PE-FUNDO-TRASPARENTE

Foi mais uma vez um fim de semana extremamente negativo para os clubes de Pernambuco no Campeonato Brasileiro, onde dos seis clubes que jogarão, apenas um conseguiu a vitória, o restante derrotas e empates, o que tornou um fim de semana extremamente negativo para o nosso futebol.

Vamos começar pelo único clube que conseguiu vencer, o Náutico. O time timbu que até agora não houvera conseguido uma vitória se quer, nas quatro rodadas anteriores, aproveitou o fragilidade do Salgueiro e terminou vencendo pelo placar de 3 x 0, gols construídos na primeira etapa de jogo.

Com Dudú Capixaba assumindo temporariamente o time, fazendo várias modificações e aproveitando-se da fragilidade do Salgueiro, não restou outra alternativa se não superar as dificuldades e fazer o placar logo no primeiro tempo. Com a vitória, o Náutico soma agora quatro pontos e passou o bastão da lanterna para o Salgueiro.

Enquanto a torcida timbu vibrava com a vitória, a torcida do Sport voltou a se decepcionar, após a alegria da vitória contra o Bahia. O Sport perdeu pelo placar de 2 x 0 para o Cruzeiro em Belo Horizonte, onde os vinte primeiros minutos do tempo inicial, o time conseguiu equilibrar, porém depois terminou cedendo espaço e tomou um gol aos 46 minutos.

Na segunda etapa de jogo, o time voltou desencontrado e prevaleceu o tempo todo, o domínio do time mineiro, sem que o Sport encontrasse meios para uma reação ofensiva. Para completar, aos dez minutos de jogo, o Cruzeiro fez o segundo jogo, matando qualquer possibilidade de reação do time rubro negro, que terminou perdendo pelo placar de 2 x 0.

Em Caruaru, o Central não passou de um empate de 0 x 0 com o ASA de Arapiraca. O alvi-negro voltou a jogar mal na primeira fase, sem poder de criação, aceitando o jogo do adversário, produzindo pouco ofensivamente e com um ritmo de jogo bastante lento, principalmente pela aplicação do time de Arapiraca.

No segundo tempo, com as entradas de Junior Lemos e Grafite, o time cresceu, produziu boas jogadas, Leandro Costa acompanhou o ritmo, dando velocidade e criando situações ofensivas, no entanto o gol não saiu e agora é esperar o que vai acontecer contra o Sergipe, no próximo sábado em Aracaju. O Sergipe terminou perdendo por 2 x 0 para a Jacuipense, o que tornou o grupo cada vez mas difícil de definição.

Para completar a semana negativa, o Flamengo perdeu pelo placar de 3 x 0 para o Campinense, líder do grupo e já classificado com 12 pontos. Por sua vez, o Belo Jardim também perdeu, desta feita para o time do América por 4 x 2. É difícil a situação do Flamengo e do Belo Jardim na competição.

Para esta segunda-feira, o Santa Cruz jogará no Rio Grande do Norte contra o Globo. O time tricolor soma 6 pontos, é o sexto colocado, enquanto que o Globo tem apenas quatro pontos e está na oitava colocação. Uma vitória do Santa Cruz, fará o time entrar no G 4 e ainda poderá ajudar ao Náutico na classificação

Blog de Airton Sousa: Como explicar a queda do Central?

                                                       central simpolo

Fica um tanto quanto difícil explicar para o torcedor, a queda de produção do time do Central do Campeonato Estadual para o Campeonato Brasileiro. A Diretoria manteve a mesma comissão técnica, ficou 95% do elenco, coisa aliás que há muito tempo não acontecia. Geralmente, terminava o Campeonato Pernambucano, e todos eram dispensados para começar tudo de novo.

Este ano não foi assim; os dirigentes mantiveram quase toda estrutura, reforçaram com aproximadamente seis jogadores e de repente, não vem resultado, não tem futebol, não tem garra e nem tão pouco determinação e entrega, ao contrário do que aconteceu no Campeonato Estadual.

Talvez a explicação mais coerente, seja de que o nível técnico do Campeonato Pernambucano é muito baixo, o grupo se superou e terminou enganando a crônica, a torcida e aos dirigentes. Honestamente, não vejo outra explicação diante do futebol jogado nessas três partidas, onde aconteceram dois empates fora de casa e uma derrota no Lacerdão.

E agora, qual é a situação a se colocar, para os jogos restantes? Esperar que o técnico Mauro Fernandes possa detectar o que está se passando, descobrir as questões pessoais e do grupo, dando assim um choque de cobranças e soluções, tentando com isso superar a difícil situação que o time se encontra na competição, restando dois jogos em casa e um jogo fora.

Perder a esperança, indiferença da torcida, cruzar os braços, apelar para as agressões verbais, chamar para a verdade o grupo, ou individualmente? Sinceramente, de tudo isso um pouco, para vê se acontece uma recuperação nesses três jogos que restam. Caso contrário, teremos a mesma decepção de anos anteriores, e desta feita muito maior.

Por Airton Sousa

 

Blog de Airton Sousa: Náutico perde mais uma, Santa Cruz e Belo Jardim empatam

                                                    sereie c

Começa o fim de semana, e o torcedor vê que nada mudou. O Náutico foi goleado e continua na lanterna; o Santa Cruz joga mal, é dominado mas consegue empatar; e o Belo Jardim jogando em casa conseguiu um empate contra o América. Ou seja, começamos o fim de semana sem conseguir uma vitória se quer.

A decepção maior desse sábado (5), foi sem sombra de dúvida o futebol que o Náutico não conseguiu jogar mais uma vez. O time do Náutico é o mais vazado da série C, tem apenas um empate e na sequência três derrotas, tomando em quatro jogos um total de 10 gols, com um saldo negativo de 7 gols.

No primeiro tempo do jogo contra o Confiança, o timbu tomou o gol aos 24 minutos, através do jogador Léo Ceará, uma jogada igual aos dois gols que o time sofreu no jogo contra o Botafogo da Paraíba, onde a defesa foi mais uma vez falha. Terminou o primeiro tempo, sem o time incomodar de maneira nenhuma ao goleiro sergipano.

Na volta do segundo tempo, esperava-se que o treinador Roberto Fernandes pudesse fazer algumas modificações, no entanto, o time voltou com as mesmas falhas: defesa frágil, meio de campo sem articulação, os alas pouco producentes e o ataque no sufoco sem receber bolas, além de pouca criatividade.

Com essas falhas, mesmo assim o time conseguiu empatar aos 5 minutos com um gol de Robinho de cabeça. No entanto, logo após o gol de empate as falhas voltaram a acontecer e os gols também. Léo Ceará marca o segundo gol, aos 9 minutos, Ângelo amplia aos 12 minutos e finalmente o placar é encerrado com Everton fazendo o quarto gol, aos 17 minutos.

Fabinho descontou e fez o segundo gol do Náutico, encerrando o placar em 4 x 2 a favor do time do Confiança. Além do placar elástico, várias expulsões: Aos 23 minutos Hiago, aos 26 minutos foi a vez de Ângelo ser expulso, depois vieram as expulsões do Náutico: Lelê aos 28 minutos e Breno Calisto aos 39 minutos. Somando duas expulsões para cada time.

Outro time pernambucano que também jogou e não venceu, foi o Santa Cruz que empatou em 0 x 0 contra o Remo. O time tricolor escalado errado, e alguns jogadores mal posicionados, principalmente Robert e Carlinhos Paraíba, o meio de campo sem nada produzir, os alas perdidos, e transição que é bom nada.

A sorte é que o Remo, mesmo dominando não conseguiu acertar o gol tricolor. Vários foram os lances de gol, principalmente com o jogador Isaac que desperdiçou no mínimo 6 chances reais de gol, nos dois tempos. Enquanto que o ataque tricolor a rigor, chutou uma bola perigosa aos 17 minutos do segundo tempo, o que foi muito pouco. Próximo jogo do Santa Cruz, será contra o Globo no Rio Grande do Norte.

Fechando os jogos desse sábado (5), o Belo Jardim jogando em casa terminou empatando com o time do América de Natal em 0 x 0. Dos males o menor, o time que está no grupo A 6, soma 3 pontos e no momento é o segundo colocado, o que não chega a ser de tudo decepcionante, tendo apenas 2 pontos a menos que o América, primeiro colocado com 5 pontos.

O que nós estamos tirando como lição da campanha do Náutico principalmente, é que a limitação do time já chegou ao limite, são quatro jogos sem vencer. O treinador Roberto Fernandes recuado, sem explicação lógica e vendo a perspectiva de não melhorar e o time afundar de vez. O Santa Cruz está numa situação um pouco melhor, entretanto, é preciso também ter cuidado.

Blog de Airton Sousa: Clubes de Pernambuco no Brasileirão

                                               Campeonato-brasileiro-2017

Mais uma vez teremos a participação de todos os clubes de Pernambuco no Campeonato Brasileiro 2018, nas séries A, C e D da competição, esperando-se que desta feita tenhamos melhores resultados do que na semana que passou, em razão  que foram maiores os percentuais negativos, do que positivos.

O Sport que venceu a sua primeira partida contra o Paraná a semana passada, com o comando do técnico Claudinei Oliveira, joga na Ilha do Retiro contra o Bahia, no famoso clássico nordestino. É necessário que o time vença  essa partida, porque a competição está andando e em três rodadas só tivemos uma vitória, o que é muito pouco.

O treinador rubro-negro tem vários problemas para esse jogo, sendo necessário inclusive algumas improvisações, o que torna o jogo mais difícil ainda, também pela qualidade do time baiano. A verdade é que tem que haver apoio e compreensão por parte da torcida, enquanto espera-se que o time possa corresponder dentro de campo.

Um outro time que entra em campo na pressão é o Náutico. Na parte de baixo na tabela, sem conseguir até agora em três rodadas, uma vitória se quer. O adversário timbu, é o Confiança que está muito bem posicionado na tábua de classificação, tornando o jogo mais difícil e complicado ainda. A partida é na Arena de Pernambuco, e a vitória é o caminho para o time timbu.

O técnico Roberto Fernandes desesperado, está de cabeça quente, porque além de várias contusões no elenco, não vai poder contar com o artilheiro Artigosa, que ficará fora do time por aproximadamente quinze dias, o que fará muita falta ao grupo por ser o único jogador com característica ofensiva. O Náutico tem apenas  um ponto, do empate contra o Santa Cruz.

Enquanto isso, o Santa Cruz já está em Belém do Pará. Além dos problemas para a escalação, a diretoria tem que administrar também a questão das torcidas, pois ao descer no aeroporto um grupo de torcedores, foi agredido por torcedores do Remo e muitas foram as agressões, antecipando o que pode acontecer antes, durante e depois do jogo.

Por outro lado, o treinador PC Gusmão sabe da necessidade de voltar com um resultado positivo, para se manter no G 4 do grupo. Também com problemas para escalar o grupo, e tendo pela frente o experiente treinador Givanildo Oliveira, velho conhecido dos pernambucanos. Espera-se que o tricolor possa superar as adversidades e voltar pelo menos com um empate.

Finalmente ainda pela série C, o Salgueiro mal posicionado na tabela, enfrenta o carrasco dos clubes de Pernambuco, o Atlético do Acre. O jogo será no sertão pernambucano, e o carcará vai ter que justificar o fato de ter o mando de campo ao seu favor, buscando uma vitória para melhorar a posição no grupo. Será um jogo bastante difícil para a equipe salgueirense.

Pela série D, o Central que está em queda, enfrenta ao Asa de Arapiraca nas Alagoas. O time até agora não venceu, empatando contra a Jacuipense e perdendo em casa  para o Sergipe. Soma apenas um ponto e caso não volte pelo menos com um empate, terá a sua situação mais complicada ainda. O treinador Mauro Fernandes reconhece o relaxamento do grupo e promete um futebol  diferente contra o time de Arapiraca, é o que todos esperam.

Ainda pela série D, o Flamengo que vem de uma goleada em Feira de Santana, contra o Fluminense, volta para casa para jogar contra o Campinense que está muito bem no grupo, o que torna o jogo mais difícil ainda. Por sua vez, o Belo Jardim em casa recebe o America de Natal. Uma vitória é o único resultado interessante para o time da terra do Bituri.

Blog de Airton Sousa: Nelsinho Batista sai e detona a diretoria – Daniel Paulista é demitido

010fffd490c79fa1003ba17591e0df09

Uma tarde de pegar fogo na ilha do Retiro. Terminava o jogo contra o Botafogo, e o treinador Nelsinho marcava para a tarde dessa terça-feira (24), uma coletiva. Porém, se fosse apenas para anunciar a sua saída tudo bem, mas a situação era ainda mais grave, com denúncias sérias em todos  os sentidos contra a atual Diretoria Leonina.

O mesmo falou dos problemas enfrentados em 2009, quando da sua passagem pelo Clube, dizendo que foram muitos e que saiu no silêncio, porém, afirmou que esse fato não se repetiria, que se assim agisse estaria sendo conivente com os erros e com os problemas que foram colocados embaixo do tapete.

Nelsinho trabalhou quatro meses no clube rubro-negro. 17 jogos: 7 vitórias, 7 empates e 3 derrotas, o time marcou 25 gols e sofreu 15, um aproveitamento de 55%. Recebeu apenas dois meses de salário, nenhum direito de imagem, clima de terrorismo no Centro de Treinamento, salários dos jogadores atrasados e uma crise financeira sem precedentes.

O que também inflamou, foi uma entrevista do diretor do Sport, Leonardo Lopes afirmando que se houvesse uma derrota, o técnico seria demitido, o que provocou indignação por parte do treinador. Falou ainda da hostilidade da diretoria com a comissão técnica. Após a coletiva desta tarde, houve um choque de palavras, entre Guilherme Beltrão e o treinador.

Esperar agora, o que vai acontecer com a reunião do Conselho Deliberativo, para analisar a situação do Presidente da Executiva Arnaldo Barros, além de um abaixo assinado com a assinatura de 600 sócios em dia, destinado ao Sr. Homero Lacerda, pedindo o impeachment do Presidente.

Aguardar pra ver como será o desfecho de tudo isso, inclusive a contratação de um treinador e de jogadores, em meio a crise administrativa,  financeira e técnica. Para completar, sem muitas explicações, demitiram o assistente técnico Daniel Paulista, o que foi lamentável, no entanto, só não via quem não queria que nos bastidores do Sport estava realmente pegando fogo.

Para atualizar a torcida do Náutico, a Procuradoria do STJD mandou arquivar a solicitação do Náutico contra a Ponte Preta, denunciando a irregularidade de dois atletas daquela agremiação. Então, quem joga contra o Flamengo é a Ponte Preta, e não o alvi-rubro. Finalizando: O volante Wendell decidiu pendurar as chuteiras, fato informado a Diretoria Timbu.

Blog de Airton Sousa: Santa Cruz goleia e é cabeça de chave

images

O Santa Cruz fechou na noite dessa quarta-feira (28) no Arruda, a sua participação com destaque na Copa do Nordeste  grupo-A.  Venceu pelo placar de 4 x 1 ao time do Confiança, numa noite em que empenho, garra e determinação não faltaram ao grupo tricolor. Além da goleada, a entrega dos jogadores no decorrer do jogo.

Infelizmente, o torcedor não compareceu e não tivemos se quer,  1.800 pagantes para incentivarem o time a uma vitória. Mesmo assim, nada influenciava negativamente porque havia determinação no time para levar o Santa Cruz a próxima fase do Nordestão, aguardando agora o sorteio terça-feira (3), para conhecer o seu adversário.

O jogo em sí, foi de uma vantagem substancial do tricolor pernambucano, e o próprio placar já traduzia a superioridade do time do Arruda. Importante lembrar, que aliando-se a vontade do grupo, a organização tática, o planejamento e uma folha humilde de pouco mais de R$ 250 mil reais, com a vantagem de está sendo pago religiosamente em dia.

Se o time não foi bem no Campeonato Estadual, na Copa do Nordeste acontece mais uma vez o contrário, repetindo o exemplo de outros anos na própria competição. Vê agora quem será o adversário do Santa Cruz, e esperar que a Diretoria aliada ao trabalho da comissão técnica, possam ter  reforços substanciais para o Brasileiro, onde o primeiro adversário é o Náutico no dia 14\04, na Arena de Pernambuco.

Enquanto isso, nesta quinta-feira (29), é a vez do Náutico que joga contra o Altos no Piauí. Acontece que o time alvi-rubro, tem que vencer com uma margem expressiva de gols e esperar o que vai acontecer entre Botafogo com 10 pontos e o Bahia com 9 pontos. Enquanto isso o Altos, apenas cumpre tabela com 2 pontos.

Blog de Airton Sousa: Central vence e se beneficia com os outros resultados

Central SC

Jogando na noite dessa quarta-feira (07), na cidade de Paulista, o Central Sport Clube venceu ao América pelo placar de 1 x 0. O time patativa marcou ainda no primeiro tempo e fez um jogo convincente, mesmo com os desfalques acontecidos. Porém o time se superou dentro de campo e teve uma vitória parcial.

No segundo tempo, o treinador Roberto de Jesus, fez algumas alterações no time do América, que partiu para cima pressionando o time Caruaruense pelas laterais do campo, levando vantagem em praticamente todas as jogadas, porém as finalizações não eram concretizadas e o Central garantiu a vitória de 1 x 0.

Com  o resultado, o time agora soma dez pontos, está na terceira colocação e jogará no dia 18, contra o time do Belo Jardim no Lacerdão. A perspectiva é que com doze pontos a classificação para a próxima fase estará garantida. Enquanto isso o técnico Mauro Fernandes aproveita essa fase de paralisação para aprimorar os treinamentos e recuperar alguns jogadores entregues ao Departamento Médico.

Por outro lado ainda pela sexta rodada,  tivemos resultados que favoreceram ao alvi-negro. O Vitória empatou em 2 x 2 com o Belo Jardim na cidade de Pesqueira, com o empate o Vitória passa a somar dez pontos e fica na segunda posição, enquanto o time da terra do Bitury foi a quatro pontos e encontra-se na nona posição.

Ainda no sertão, o Flamengo jogando em Arcoverde decepcionou a sua torcida e perdeu para o Pesqueira pelo placar de 1 x 0. Com a derrota o time do Flamengo permanece com três pontos  na lanterna, enquanto que o Pesqueira passou para a sétima posição, agora com cinco pontos.

A rodada será complementada na próxima quarta-feira de cinzas (14), com o jogo entre o Afogados quinto colocado com 6 pontos e o Santa Cruz, que está na décima posição com apenas três pontos. Um jogo em que não altera a parte de cima da tabela, pela posição das duas equipes.

Na noite desta quinta-feira (08), teremos dois jogos envolvendo Pernambuco, pela Copa do Nordeste. O Náutico enfrenta em João Pessoa a boa equipe do Botafogo da Paraíba, necessitando vencer. Em contra partida, o time do Salgueiro enfrenta ao time do Sampaio Correia  em São Luiz do Maranhão.

Blog de Airton Sousa: Futebol pobre e o Náutico consegue a classificação

                                      na

No segundo jogo, não tivemos muita diferença na qualidade técnica da primeira partida na decisão da vaga para a Copa do Nordeste de grupos, entre Náutico e Itabaiana, na tarde desse sábado (13), na Arena de Pernambuco. Se no primeiro jogo em Sergipe, as reclamações da qualidade do futebol  foram constantes, também no segundo jogo nada mudou.

Porém, o que interessava era a classificação, e essa aconteceu. No tempo normal zero a  zero, na cobrança de pênaltis deu o alvi-rubro pernambucano, que agora prepara-se para estreia na competição, nesta quarta-feira (15), outra vez na Arena de Pernambuco, contra o desconhecido Autos do Piauí, mais um desafio para o técnico Roberto Fernandes e seus comandados.

Voltando ao jogo contra o Itabaiana, a análise mais concreta e objetiva sobre o Náutico, é de que o time apresenta deficiências em todos os setores, principalmente na meia cancha com ligação para o ataque, e o próprio ataque de uma limitação técnica classificada como de pouca qualidade. A prova foram os dois resultados contra o Itabaiana, cento e oitenta minutos de jogo e  nenhum gol marcado.

O destaque mesmo foi o goleiro Jeferson, que a exemplo do que fez no restante do Brasileiro da série B, salvou o time timbu nas duas partidas, com a bola rolando e nas defesas quando da cobrança de pênaltis pelo time Sergipano. A pergunta agora é a seguinte: Durante noventa dias, três competições: Copa do Nordeste, Campeonato Pernambucano e Copa do Brasil, com um calendário apertado, muitas viagens e com o prazo de sessenta e seis horas, de um jogo para o outro, sem poder utilizar os mesmos jogadores, que milagre fará o treinador?

Como notícia final: O Sport realiza na tarde deste domingo(14), valendo pela Copa Ariano Suassuna, um jogo na Ilha do Retiro contra o time argentino do  Atlético do Tucunam. Algumas estreias e  também ausências. Porém, será de boa avalia para o técnico Nelsinho Batista, porque nesta quarta-feira (15), o time já estreia no Campeonato Estadual, contra o Flamengo em Arcoverde.

Blog de Airton Sousa: Náutico empata em Itabaiana

                                       nauticoe itabaiana

Jogando na noite dessa segunda-feira (08) em Sergipe, pelo seletivo da Copa do Nordeste, o Náutico empatou em zero a zero contra o Itabaiana. Um jogo fraco tecnicamente, apesar da equipe Sergipana ter começado a temporada primeiro do que o alvi-rubro. Foi um primeiro tempo em que predominou o entrosamento do Itabaiana, porém a finalização dos dois times não funcionou.

O Náutico apresentou vários erros na criatividade e o ataque quase não apareceu, prevalecendo um bom trabalho do sistema defensivo, onde mais uma vez o goleiro Jeferson fez defesas importantes. O time sergipano teve um bom trabalho na criatividade, no entanto esbarrou na marcação antecipada da defesa timbu. Daí o placar de zero a zero, na primeira etapa de partida.

No segundo tempo, pouca coisa mudou nas duas equipes, mesmo com as modificações que foram feitas. No entanto, a exemplo do primeiro tempo o Itabaiana dominou o jogo, criou varias oportunidades de gol, e desta feita Jeferson repetindo o grande trabalho que teve  o ano passado, evitou por várias vezes que o seu gol fosse vazado,  tornando-se o melhor jogador em campo, e demonstrando a sua qualidade técnica.

O jogo de volta será na próxima semana na Arena de Pernambuco, onde o time Pernambucano pela necessidade técnica e financeira, não poderá deixar escapar a classificação. No entanto já se sabe, pelo que demonstrou o time do Itabaiana não será fácil e que exigirá dos comandados de Roberto Fernandes, mais qualidade para atingir o objetivo.

Agora, a torcida com certeza fará o seu papel apoiando o time que terá que jogar com mais acertos, principalmente os homens de ataque já que no jogo dessa segunda-feira(08), pouco ou quase incomodou o sistema defensivo adversário. O treinador Roberto Fernandes terá que fazer milagre outra vez, porque pelo primeiro jogo o grupo já demonstrou pelo futebol de algumas peças muitas limitações, mesmo entendendo-se que é inicio de temporada.

Blog de Airton Sousa: Expectativa na estreia do Náutico no Nordestão

                                     nautic

Com o torcedor  timbu se perguntando o que será o Náutico esse ano, o time estreia na primeira competição de 2018 na noite desta segunda-feira(08), no interior de Sergipe, contra o time do Itabaiana. Foram muitas decepções no ano que terminou, sem conquista nenhuma e o rebaixamento de divisão no Campeonato Brasileiro, daí esse sofrimento do fiel torcedor timbu.

Ressurge agora  a esperança financeira e técnica de que novos e promissores rumos o time poderá  tomar no ano que se inicia. E nada melhor do que a classificação para o Nordestão passando pelo seletivo, para motivar o torcedor e levantar o astral do grupo de jogadores, para um ano de melhores resultados.

O técnico Roberto Fernandes, ao contrário do que açonteceu em 2017, onde chegou praticamente no final da temporada, com um elenco vindo de vários treinadores e sem condição de mudar com contratações e novos investimentos . Agora é diferente, foi o próprio treinador que montou esse grupo.

Passar pelo seletivo e participar da Copa do Nordeste será, um outro caminho para os alvi-rubros, que estão cansados de tantas decepções e apostam todas as fichas, não apenas na Copa do Nordeste mais também no Campeonato Estadual, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro, sem contudo sonhar muito porque todos sabem que não será do dia para à noite que a recuperação acontecerá.

Portanto, agora é esperar o resultado do primeiro jogo e torcer que o time volte com um placar que não venha a decepcionar a sua torcida na noite desta segunda-feira(08) em Itabaiana, e que no jogo de volta na Arena de Pernambuco , a equipe possa carimbar o passaporte que dará o direito de participar da Copa do Nordeste 2018. Além de tudo, a premiação de quinhentos mil reais que terá direito o time classificado.

Blog de Airton Sousa: Lá se foi 2017 agora é esperar o ano novo

                                    2018

São quase dois anos que o nosso blog está no ar. Informando, criticando, elogiando, passando a limpo as notícias nos mais diversos seguimentos, tudo  dentro de um critério de franqueza e imparcialidade, como sempre  foi  a linha desse cronista. Daí a credibilidade atingida durante trinta e quatro anos de profissão, mesmo entendo que não é possível agradar a todos.

Cabe nesse instante um agradecimento, sem citarmos nomes ou pessoas, afim de não incorrermos no erro de esquecer alguns. Contudo sintam-se abraçados, na expectativa de que em 2018 outra vez seremos parceiros e amigos. No rádio, na televisão e agora na mídia social através deste blog, a certeza de que estamos contribuindo de  uma maneira ou de outra, para a propagação do esporte de uma maneira geral.

Falando agora de futebol, podemos dizer especificamente que para Pernambuco não foi um ano de resultados positivos, se não vejamos: O Santa Cruz e o Náutico tiveram campanhas decepcionantes  a nível Nacional com a queda para a terceira divisão e com um desastre dos seus administradores, além de nenhuma conquista na região, também a  perda do Campeonato Estadual.

Agora é esperar que o trauma possa surtir o efeito preciso, com uma boa campanha no Estadual, na Copa do Nordeste e na Copa do Brasil. Sonhar um pouco faz bem, desde que esse sonho esteja dentro na realidade. Avançar na Copa do Nordeste, também na Copa do Brasil esse é o propósito para a próxima temporada.

Quanto ao Sport, também não foi diferente. O Campeonato Estadual conquistado contra o Salgueiro, dentro de um clima de muita dúvida na última partida. Veio a expectativa das Copas do Nordeste, Brasil e Sul-Americana também decepcionando a torcida e finalmente o décimo quinto colocado no Campeonato Brasileiro classificando-se  no último jogo.

Para 2018, a obrigação de se profissionalizar, de criar uma estrutura digna do nome, dos gastos e da sua torcida, o Sport terá o Campeonato Estadual, a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro. Muito pouco porque o que prevaleceu foi a prepotência da diretoria, não admitindo participar da Copa do Nordeste, porque tinha a certeza que teria a Sul-Americana e a Libertadores em suas mãos, puro engano o Clube só terá três competições para 2018.

Com relação aos principais clubes do interior: O Salgueiro perdeu o título injustamente para o Sport, não conseguiu avançar nas Copas do Nordeste e Brasil. Finalmente desfez parte do time e espera com novos nomes recuperar a sua imagem. Quanto ao Central, um ano desastroso técnica e financeira, no entanto a esperança com a nova diretoria e com o investimento que está acontecendo, que o time possa dá alegria ao seu torcedor no novo ano. Feliz 2018…

Blog de Airton Sousa: Nelsinho Batista de volta ao Sport

                                               nelsinhp

Depois de várias tentativas frustradas, o Sport Clube do Recife finalmente acertou com o técnico Nelsinho Batista. Foram anos e mais anos, o time da Praça da Bandeira tentando a volta do treinador, no entanto nada dava certo, mesmo porque o profissional estava militando no futebol  Japonês.

Vários nomes foram ventilados e contactados, inclusive o filho do treinador, o técnico Eduardo Batista, atualmente na Ponte Preta, além de outros profissionais que não demonstraram interesse em dirigir o time Pernambucano. Acreditamos, em face  do insucesso desse ano e dos problemas ocorridos com os treinadores que passaram.

Porém, a escolha de Nelsinho Batista foi muito bem recebida, principalmente pelo trabalho que ele realizou na sua passagem pelo clube. Agora é esperar que ele tenha a mesma sorte e competência, afim de fazer com que em 2018 a imagem do Clube não seja levada para baixo, como foi durante todo esse ano.

Não apenas uma comissão técnica, mais também um grupo de jogadores que possam contribuir para o sucesso. Contratações, dispensas, colocação da casa em ordem, tudo isso tem que ser feito pelo treinador, mesmo entendendo que há muito tempo está fora do Brasil, porém, espera-se que a sua experiência possa apontar nomes que venham trabalhar e fazer o Sport evoluir nas competições de 2018.

 

Blog de Airton Sousa: Salgueiro muda para 2018

                                                     salgueit

A mídia Pernambucana divulgou a semana passada grandes mudanças na equipe do Salgueiro. As explicações as mais diversas, inclusive medidas econômicas provocaram tal determinação por parta da Diretoria, em razão dos custos ocasionados durante esse ano, pela participação nas  competições, e por ter um calendário praticamente cheio o ano todo.

Houve mudança no comando técnico, com a contratação de Paulo Junior, um profissional de passagens nas mais diversas equipes intermediárias do estado, além de uma boa participação em trabalho de base, e recentemente campeão pela cidade de Paulista da Copa do Interior, fazendo um extraordinário trabalho e culminando com a conquista do título para aquela cidade.

Alguns atletas do atual elenco do Salgueiro permanecerão, no entanto a Diretoria resolveu em comum acordo, fazer acerto com a maioria do elenco, onde grande parte do grupo foi para o Fluminense de Feira, outros permanecem em Salgueiro e o restante, para completar o elenco para o próximo ano, está sendo garimpado, graças a um trabalho de observação, inclusive com alguns atletas que participaram da Copa do Interior.

O Carcará irá participar de quatro competições em 2018:Campeonato Pernambucano, Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro da série C. Ocupando dessa maneira praticamente todo calendário , o que não deixa de ser uma excelente oportunidade para o Clube e para os jogadores, divulgando inclusive a cidade de Salgueiro. Quanto ao nome de Paulo Junior, dispensa comentário pela experiência que o mesmo tem no futebol do nosso Estado.

Blog de Airton Sousa: Diretoria assume e começa balanço no Central

WhatsApp-Image-2017-10-02-at-23.09.41-218x150

Assumiu na última segunda-feira (02), a nova diretoria do Central Sport Clube. No comando do Deliberativo Marcio Porto,  do Executivo Clovis Lucena. Os dois mandatários estão com o compromisso de gerir os destinos do alvi-negro durante dois anos, e para isso esperam  contar com a participação e o apoio de outros autênticos centralinos.

Entre eles: Sivaldo Oliveira, Alexandre do Carrancão, Antonio Amancio, Alberto Oliveira, Jandoval Bezerra, Antonio Arruda e outros colaboradores. Apesar das dificuldades que existem, todos estão coinscientes de que com a união e apoio de todos, tudo isso será superado, porém é preciso tempo, trabalho  e paciência.

Será preciso além do mais que a cidade se uma, as entidades de classe da cidade e os políticos também possam apoiar, inclusive a prefeita do município, a câmara de vereadores porque nesse instante é preciso salvar o Central. Cabe a nova diretoria fazer projetos, colocar em execução, passando também a trabalhar a inclusão de novos sócios e outras ideias que levem numerário para a diretoria ir eliminando os problemas existentes.

Vem aí, o calendário de 2018 com a participação nos Campeonatos Pernambucano e Brasileiro. Sonhando um pouco mais com uma melhor campanha nessas duas competições, diferentemente dos últimos anos, onde o time  decepcionou, não foi muito longe, além de parcerias que só trouxeram prejuízos para o Clube.

Blog de Airton Sousa: Conheça a tabela da Copa do Nordeste 2018

                          cpdn

GRUPO – A

  • Santa Cruz (PE)
  • CRB (Al)
  • Confiança (SE)
  • Treze (PB) ou Cordino (MA)

GRUPO – B

  • Vitória (BA)
  • ABC (R.G.Norte)
  • Ferroviário (CE)
  • Globo (R.G.Norte)

GRUPO – C

  • Bahia
  • Botafogo (PB)
  • Altos (MA)
  • Náutico (PE) ou Itabaiana (SE)

GRUPO-D

  • Ceará
  • S.Correia (MA)
  • Salgueiro (PE)
  • CSA (AL)

Blog de Airton Sousa: Sport, mais um fracasso diante do Grêmio

                                        5x0

Nesse instante, muitas perguntas sem respostas estão sendo feitas, em razão da decepção que foi o time do Sport ontem diante do Grêmio. Não foi um, nem dois, foram cinco gols sem   direito de fazer um gol se quer. Durante noventa minutos, não dá para escolher um jogador entre todos  que tivesse um pequeno destaque, só   o goleiro Magrão que tomou cinco gols, e não teve culpa em nenhum.

O Grêmio não jogou, passeou em campo, marcou aos 19 e 33 minutos do primeiro tempo, teve chances concretas de gol aos 5, 10, 25 e 27 minutos, porém só marcou dois gols, diante da humilhante atuação do time leonino, em todos os setores, sendo dominado totalmente pelo  time de Renato Gaúcho.

No segundo tempo, o técnico do Sport tenta corrigir a escalação errada, colocando Patrick e Everton Felipe, que pouco alteraram no rendimento do time, em razão de que ninguém queria  nada com nada. O único chute perigoso que o Sport fez foi com Wesley aos 5 minutos do segundo tempo. Pouco, muito pouco, inclusive a atuação vergonhosa de Richele, Diego Sousa, André, Oswaldo entre outros figurões do time.

O Grêmio continuava mandando e aos 21 minutos Samuel Xavier comete um pênalti no jogador Ramiro, Fernandinho cobra e faz o terceiro gol do jogo. Em seguida, aos 25 minutos o jogador Fernandinho faz de cabeça o quarto gol, e para fechar o placar, aos 38 minutos Jonathan que houvera entrado , faz o quinto gol, fechando o placar vergonhoso de 5 x 0 para  Grêmio.

Com a derrota o Sport foi para a décima primeira posição e tem o próximo jogo na Ilha do Retiro, contra o time do Avaí. Após o jogo, nos vestiários um clima de baixaria onde o técnico Wanderley  Luxembugo, entre outras coisas ameaçou tirar do time no próximo jogo, alguns atletas, fazer mudanças radicais e a opção da diretoria de aceitar ou não o seu trabalho.  Foi realmente uma vergonha, o que o time do Sport fez, onde se esperava no mínimo um time com dignidade.

Blog de Airton Sousa: Finalmente, o bom senso!

central simpolo

Depois de várias semanas de divergências, agressões verbais, desafios e outros adjetivos, na tarde dessa terça-feira (29), houve um entendimento e teremos as eleições do Central quinta-feira (31), por aclamação sem o famoso bate chapas. É preciso lembrar que a patativa é pequena demais para ser rateada, se não somar com união, com certeza o prejuízo será muitas vezes maior.

São todos eles centralinos, pessoas de bem e de boa reputação, com atuação nos mais diversos setores da cidade, cabendo muito mais a junção do que a divisão. Felizmente após conversa vai, conversa vem, houve a definição e todos se comprometeram colaborar para o Central sair do buraco profundo que se encontra.

Apenas lembrando, todos estão coinscientes  das dificuldades, dos inúmeros débitos e dos desafios, em todos os setores do clube. Chamando a atenção também que a futura gestão irá reger o clube no seu centenário, o que é mais importante, porque apesar de tudo é um século de existência, com altos e baixos, sem nada conquistar.

Márcio Porto , Airton Junior , Clovis Lucena, Mauricio da farmácia, Mário Afonso, Antonio Amâncio, Sivaldo Oliveira, Ronaldo Lima, Alexandre do Carrancão, entres outros nomes importantes que com certeza poderão em médio e longo prazo solucionarem os problemas, com clareza, transparência e responsabilidade. Esperar também a colaboração das entidades de classe da cidade,  os políticos, os sócios e os caruaruenses. Todos podem colaborar, será uma questão de confiança e compromisso.

Já que falamos em eleições, desta feita no Clube Náutico Capibaribe, houve uma convocação de emergência através de Emerson Barbosa e o presidente em exercício Ivan Brondi, entregou uma carta de renuncia. Aguardar agora a posse da nova diretoria, Gustavo Ventura e Edno Mélo , marcada para dezembro.

Blog de Airton Sousa: Expectativa para as eleições do Central

central jog

No próximo dia 31 de agosto, a cidade de Caruaru viverá todas as emoções das eleições do Central Sport Clube. A princpio se pensava na existência de apenas uma chapa, porém há rumores que terá bate chapa, com dois grupos. Não se sabe se esse fato é positivo, ou seria melhor a união dos grupos, no fortalecimento do Clube.

O time do Central vem atravessando a pior crise da sua existência de 98 anos, no entanto, pravelece sempre a vaidade das pessoas, em detrimento dos prejuízos que o Clube pode sofrer. Débitos, questões trabalhistas, falta de um elenco pertencente ao Clube, competições que se aproximam, além das questões administrativas.

De um lado, um grupo formado por Márcio Porto, Sivaldo Oliveira, Edson Rosal, Jandoval Bezerra, Antonio Amancio, Alexandre do Carrancão, Clovis Lucena, Antonio Arruda, Caetano Neto, Warley Santos, Walter Jones, Mário Afonso, Alberto Freire, Rubens Oliveira, Junior Tecidos, Junior Veloso, entre outros.

Por sua vez, o outro grupo é formado por Airton Junior, Mauricio Neves, Ronaldo Lima, Cicero Moreira, Claudio Mendonça, Adauto Freire, Tiago Gervário, além de outras pessoas. As chapas serão divulgadas em breve para que todos tenham a opção de escolher o melhor caminho para a Patativa do Agreste.

Porém, os problemas no Clube são muitos, e para que se tenha dois grupos disputando as eleições, em vez da junção de todos, para tirarem o Central Sport Clube, da crítica situação que está vivendo. Nunca é tarde lembrar aos postulantes, que a gestão eleita, será a gestão do Centenário do Clube, e seria importante que nesse novo biênio o Clube pudesse viver melhores momentos.

Blog de Airton Sousa: O Santa Cruz joga buscando a recuperação

santa cruz

O Santa Cruz fechou a primeira etapa do Campeonato Brasileiro da série-B, somando apenas 23 pontos e ocupando a décima sexta posição, com um rendimento abaixo da critica, e demonstrando ao longo da primeira fase atuações cheias de altos e baixos. Tudo isso trouxe para a torcida muita inquietação.

São muitas as questões discutidas pelo fraco desempenho do time, com atribuições as mais diversas, no entanto entendemos que três pontos foram os principais. A limitação técnica do grupo, a carência em alguns setores e o mais agravante, o lado financeiro. Hoje, o clube deve aos jogadores dois meses de salários, o que tem trazido  muito desgaste.

Porém, como começa   nesta terça-feira (08) uma nova fase da competição, e surge em meio aos tricolores a esperança de uma recuperação. É necessário que o time comece essa fase com um novo comportamento.  Para que isso aconteça, é preciso dá uma  guinada em todos os sentidos, começando pela diretoria na atualização dos pagamentos, contratação de jogadores para as posições carentes do time e mais condição de trabalho para o treinador.

O Criciúma, adversário do Santa Cruz nesta terça-feira (08), está na décima segunda colocação com 26 pontos, e na abertura do turno anterior terminou perdendo para o Santa Cruz, pelo placar de 2 x 1. Agora, a história é outra. As duas equipes mudaram os seus elencos, um turno foi embora e o mando de campo é tricolor. Vejamos então quem vai recomeçar melhor, o Santa Cruz, ou o Criciúma?

Blog de Airton Sousa: Arena cheia e a decepção do Sport

 arena lotada

Com uma tarde de festa na Arena de Pernambuco, e um público de 42.025 torcedores, tivemos a derrota do Sport Clube do Recife, pelo placar de 2 X 0. Os comandados do técnico Wanderley Luxemburgo, não tiveram inspiração em momento algum, jogando mal e sendo dominados nos dois tempos pelo time do Palmeiras.

Taticamente o técnico Cuca montou o alvi – verde paulista, de uma maneira que não permitiu a saída de bola do rubro – negro, com uma marcação segura e precisa, além da pressão o tempo todo no campo Leonino. Ofensivamente o Palmeiras teve várias oportunidades  já no primeiro tempo, encontrando facilidade de penetrar na área adversária pelo meio e pelas laterais do campo.

Aos 33 minutos de jogo, após a cobrança de um escanteio, o jogador Bruno Henrique antecipa-se a zaga do Sport e marca o primeiro gol do jogo. Se os comandados de Cuca dominavam, passaram a predominar mais ainda após o gol, e aos 48 minutos Keno com uma bola perdida por Patrick, impôs velocidade e marcou o segundo gol, terminando o  primeiro tempo em 2 x 0.

Já na volta da segunda fase, Wanderley Luxemburgo substitui Sander por Rogério, avançou o time e melhorou de rendimento, inclusive com uma bola na trave aos 14 minutos, após a cobrança de uma falta pelo jogador Diego Sousa, que foi simplesmente decepcionante durante todo o jogo, no entanto era  vulnerável a atuação do time leonino.

A partir daí, o Sport voltou a mesma mediocridade anterior, teve várias substituições, contudo só veio a ter outra chance de gol, aos 45 minutos com o jogador André, o que foi muito pouco pelo que se esperava do time da Ilha do Retiro, principalmente porque o Palmeiras estava desfalcado de vários jogadores, entre eles: Dudu, Michel Bastos, Felipe Melo, Fabiano, William, Bona, Tchê Tchê, Tiago Matias e Aroucha.

Com a derrota, o Sport terminou a rodada na sexta posição com 24 pontos, enquanto que o Palmeiras ocupou a quinta posição com 26. O próximo jogo do time Leonino é contra o Bahia na Arena Fonte Nova, com as ausências de Diego Sousa, André e Richely. Porém, quinta-feira (27), o Sport volta a campo pela Sul-Americana na Argentina, contra o Arsenal de Sarandí. A primeira partida na Ilha do Retiro, o Sport venceu pelo placar de 2 x 0. Daí a vantagem de qualquer empate, ou uma derrota até por 1 x 0.

 

 

Blog de Airton Sousa : Para onde foi a qualidade do clássico…

bbbbb

Já sabíamos que o jogo entre Náutico e Santa Cruz, não teria uma  qualidade técnica de admirar. O momento que vive os dois clubes, a limitação dos elencos, principalmente do Náutico e os valores individuais, onde  fica difícil apontar em cada time quatro jogadores de relativa qualidade, tudo isso seria suficiente para termos um jogo limitado tecnicamente.

No entanto, a necessidade do tricolor  somar três pontos para se aproximar do G-4, e consequentemente distanciar-se da zona de rebaixamento, dava a entender que o grupo teria um empenho melhor, porém isso não aconteceu, mesmo  reconhecendo que no primeiro tempo o Santa Cruz  demonstrou um pouco mais de qualidade e teve várias oportunidades.

 A diferença do tricolor no primeiro tempo, foi a criatividade do meio de campo, e as oportunidades dos seus jogadores:  Augusto aos 20 , João Paulo aos 22 ,  André Luiz aos 25  e Derley aos 32 minutos. E a rigor, o Náutico não teve uma chance ofensiva que merecesse registro no primeiro tempo, onde apenas se defendeu e para completar, aos 33 minutos perdeu Giovani, por contusão.

Na segunda fase,  o Náutico avançou a marcação, e aos 2 minutos perdeu a primeira oportunidade com Alisson, em seguida aos 6 minutos Ávila perdeu outra oportunidade,além da chance perdida por   Léo Carioca aos 8 minutos . Ou seja,  três oportunidade de gols em menos de 10 minutos. Com isso já estava demonstrado que o alvi-rubro tinha voltado com outra disposição.

Aos 10 minutos Léo Carioca saiu e o técnico faz a estreia de Leilson que teve bem no jogo. Com isso Suelíton ganha  liberdade para o apoio. Vendo o crescimento do adversário, o técnico Givanildo Oliveira,  substitui aos 17 minutos Augusto por Barbio , muitos não concordaram. Aos 26 minutos era o Náutico outra vez que tinha oportunidade de gol com o jogador Alísson.

Aos 29 minutos entram Sheik pelo Santa Cruz e Yago pelo Náutico, e também pelo Náutico entrou Cal Rodrigues aos 34 minutos. Outra chance sem tanto perigo aconteceu com  Diego Miranda aos 36, Pitibull duas vezes, aos 45 e 47 minutos. Porém, nada mais que chances, porque o jogo terminou mesmo  zero a zero.

Com o resultado o Santa Cruz foi para décima posição, com 19 pontos e faz dois jogos na Arena de Pernambuco, Vila Nova e Boa. Daí a chance de somar seis pontos, podendo chegar até ao G-4. Enquanto isso, o Náutico continua na lanterna com 7 pontos, e tem dois jogos fora de Pernambuco, Payssandu e Londrina, tornando mais difícil a situação do time alvi-rubro.

O árbitro Elmo Resende de Goiás , teve um trabalho apenas sofrível, mesmo desempenho para os auxiliares. Público e renda decepcionantes, apenas 13.450 torcedores, para uma renda de R$ 173.680,00, quando era esperado um público acima de 25 mil torcedores. Terça-feira  tricolores e alvi-rubros voltam a campo. O Santa Cruz na Arena de Pernambuco e o Náutico em Belém do Pará.

O Salgueiro fez bonito, jogou em casa e venceu nesse sábado  (15), ao Confiança por 4×1.

Blog de Airton Sousa: Definições importantes na Copa do Nordeste 2018

 taca copa nst

Tivemos na ultima quarta –feira (12) em Salvador,  algumas definições e mudanças para a Copa do Nordeste do próximo ano. Entre elas, a saída do Sport que reclamou os critérios de distribuição das quotas, e a qualidade de alguns participantes. A diretoria leonina, esperava contar com a parceria do Santa Cruz e do Náutico, porém,  os dirigentes desses clubes voltaram atrás e irão continuar na competição.

Com a saída do Sport, o Santa Cruz ocupará a vaga rubro-negra, conforme declarou o presidente da Liga do Nordeste, aumentando inclusive a quota de participação do time tricolor, que será de  1 milhão de reais, fato que deixou satisfeito o Presidente Alirio Morais, afirmando que na atual situação é impossível deixar de lado um valor desses.

Ao lado do Santa Cruz, alguns clubes também receberão o mesmo valor, a exemplo do Bahia, Vitória e Ceará. Por outro lado,  controvérsias no que diz respeito a confirmação do Náutico. O Presidente da Executiva  Ivan Brondi,  chegou a  afirmar que seguiria o mesmo caminho do Sport, no entanto o Presidente do  Deliberativo  Gustavo Ventura,  declarou que é preciso reunir o Conselho do Clube para definir a situação.

No entanto, o Vice – Presidente da Liga, Eduardo Rocha solicitou uma definição urgente da diretoria do Náutico, para que a Liga possa tomar outras providencias técnicas e administrativas. Ainda na reunião ficou definido, que a primeira fase será composta de 16 times, divididos em  quatro grupos.

As quotas serão proporcionais de acordo com o ranking: R$ 1 milhão, R$ 875 mil, R$ 775 mil e R$ 770 mil. Um outro Pernambucano, que está com vaga garantida é o Salgueiro,  incluído no grupo dos clubes que receberão R$ 775 mil. Portanto, foi por demais importante a reunião, e algumas definições  que aconteceram.

 

 

Blog de Airton Sousa: Salgueiro vence e dá sinal de recuperação

index salgueiro

Depois de várias derrotas consecutivas, o time do Salgueiro conseguiu vencer nesse domingo (09), em Belém do Pará ao time do Remo, pelo placar de 1 x 0. A vitória do Carcará foi muito importante, porque o time vinha de uma sequência de derrotas em casa, e fora de casa, o que estava lhe dando a lanterna da competição.

Mesmo com a vitória, o Salgueiro continua na lanterna, no entanto agora diminuiu a diferença para os concorrentes e deixa o time mais otimista. Os jogadores haviam feito um pacto entre eles, para uma entrega total na competição, com a finalidade de iniciar uma nova campanha, e pelo visto o resultado foi um bom recomeço.

Com a vitória de ontem, o time sertanejo soma oito pontos e tem como próximo adversário, a equipe do Confiança,sábado (15) mais uma vez com a responsabilidade de vencer, principalmente porque o jogo é em casa, e desta maneira mais uma vitória, contribuirá para a evolução do time no Brasileiro da série C.

Quanto ao jogo, tivemos um bom primeiro tempo, com uma boa movimentação, e o time Pernambucano marcando o gol da vitória, tendo inclusive várias oportunidades, sem contudo, conseguir a ampliação do placar. No segundo tempo, as equipes diminuíram de ritmo e o jogo caiu de rendimento. Porém, o importante foi que a vitória do Salgueiro aconteceu, depois de várias partidas sem vencer.

Blog de Airton Sousa: Sport estreia sofrendo goleada

Em dois jogos, o Sport Clube do Recife sofreu sete gols. É um fato preocupante a goleada contra o Danúbio, que é o décimo primeiro colocado do Campeonato Uruguaio, entendendo-se ser um time fraco, mesmo assim o Sport  salvou-se nos pênaltis. Outra goleada aconteceu nesse domingo(14), onde tomou 4 x 0 da Ponte Preta.

Está provado mais uma vez, e nós temos insistido com isso, o Sport não tem um elenco, e sim um time, mesmo assim limitado em alguns setores. No jogo contra a Ponte Preta, o time faltou vontade, pegada e sem transição pelo meio e pelas laterais. Observa-se que foram escalados, entre outros os jogadores: Magrão, Samuel Xavier, Mateus Ferraz, Neto Moura, Lenis, Rogério,  além dos estreantes Oswaldo e Igor.

É inegável que o Sport tem que contratar no mínimo 5 jogadores de qualidade, e fica a dúvida, será que Tomás irá resolver, se for mesmo contratado? O técnico Ney Franco, preocupado com o jogo de quarta-feira(17), contra o Bahia, pede a compreensão da torcida. No entanto, o time vem de um empate contra o Salgueiro, uma derrota contra o Danúbio, e outra derrota contra a Ponte Preta. Paciência tem limite!

A partir de junho, existe a possibilidade do Sport ficar apenas com três competições, que seriam o Campeonato Brasileiro, Sul-Americana e Copa do Brasil, porque a Copa do Nordeste e o Campeonato Pernambucano, estão próximos de terminarem. Daí a esperança da recuperação física do grupo. Voltando ao jogo contra a Ponte Preta, no primeiro tempo 2 x 0, gols aos 39 e 44 minutos. No segundo tempo também 2 x 0, gols aos 27 e 46 minutos, com o placar final de 4 x 0. O Sport volta a campo nessa quarta feira (17), contra o Bahia, a primeira partida da final da Copa do Nordeste.

Blog de Airton Sousa: Waldemar Lemos de volta ao Náutico

Após a dispensa do técnico Milton Cruz, a diretoria do Náutico confirmou na manhã dessa segunda-feira(08), a contratação do treinador Waldemar Lemos, que volta a Pernambuco pela terceira vez. Será que essa é a solução? Ou seria melhor os dirigentes terem dado condição de trabalho ao ex-treinador, o que não aconteceu.

Faltou por parte da diretoria, manter o salário em dia, ter dado ao ex-técnico, melhores jogadores, condição para ele indicar, e outros itens extremamente importantes para a realização de um bom trabalho. Nada disso aconteceu, acreditamos pelo fato de Milton Cruz, não ser medalhão.

Agora é esperar que milagre irá acontecer, e se o técnico Waldemar Lemos, já muda o futebol do grupo, na estréia do Campeonato Brasileiro na Arena de Pernambuco, contra o América de Minas. É bom o torcedor esperar mais um pouco, ter calma, ser menos exigente, porque a situação do clube é difícil, principalmente no campo financeiro.

Blog de Airton Sousa: Náutico sai da Copa do Brasil e Sport vence no Hexagonal

Aconteceu o que todos esperavam, após a quarta derrota, o técnico Dado Cavalcanti entra em acordo com a Diretoria timbu e deixa o Clube Náutico Capibaribe. As derrotas sucessivas, o desacerto do time em campo, algumas indisciplinas de jogadores e a personalidade do treinador, já não permitiam a sua permanência. Aguarda-se agora o nome oficial do novo treinador do Náutico.

Quanto ao jogo, em que o time Pernambucano, pelo regulamento da Copa do Brasil, bastava empatar para ir à outra fase da competição, simplesmente o Guarani de Juazeiro, foi dono total das ações ao longo dos dois tempos de jogo. Poucos foram os lances do jogo, em que o time Pernambucano incomodou ao Guarani, que aconteceu aos 10 e 27 minutos do primeiro tempo, com Jeferson Nem e aos 41 minutos do segundo tempo, com Erick.

O time do Juazeiro teve várias e importantes chances: Adenilson aos 20 minutos; Leilson aos 22; Itálo aos 25 e Adenilson aos 43, todos no primeiro tempo, com Tiago Cardoso fazendo grandes defesas e evitando que sua meta fosse vazada. No segundo tempo, permaneceu o domínio do Guarani e o gol não demorou a sair, quando em um chute de Leilson,  em uma falha de Tiago Cardoso o placar era aberto, e a partir daí o time da casa cresceu e o Náutico era todo desespero.

Logo após o jogo, o técnico Dado Cavalcanti e um Dirigente timbu, deram uma coletiva, anunciando a saída do treinador, pois era insustentável a permanência do técnico. Agora o Náutico vai lutar para passar a próxima fase da Copa do Nordeste, e ficar entre os quatro do Hexagonal.

Por outro lado, em um jogo fraco, em que o Belo Jardim apenas se defendeu, o Sport teve o tempo todo a posse da bola, porém as finalizações foram limitadas, e somente aos 43 minutos do primeiro tempo, sai o gol que deu a vitória ao time leonino, através do jogador Paulo Henrique, em meio a muitas reclamações dos jogadores do time da terra do Bitury.

 Para completar, o jogador  André que não fez uma boa partida, terminou perdendo um pênalti, colocando a bola na trave e deixando a torcida frustada. Final de jogo, tivemos Sport 1 x 0 Belo Jardim. Lembrando que faltou realmente qualidade no time rubro negro, porque em meio aos jogadores escalados, estavam: Mateus Ferraz, André, Marquinhos, Henriques, Raul Prata, Fábio, Caio, Agenor, entre outros. Atletas que Daniel Paulista pretende contar para as competições da CBF.

Blog de Airton Sousa: Santa vence Central de virada

Aumenta a cada rodada, o prejuízo do Central no Hexagonal do Título. Jogando na Arena de Pernambuco, o time alvi-negro voltou a perder. Aliás, no Hexagonal, o time Caruaruense não conseguiu nem chegar a um empate. São derrotas e mais derrotas, tornando cada vez mais crítica a situação da patativa.

No primeiro tempo, o Santa Cruz teve um domínio maior, marcou o primeiro gol aos 16 minutos com Everton Santos e a partir daí o time patativa sentiu ainda mais, com a pressão do time tricolor. No entanto, aos 43 minutos,  Anderson Lessa empata, dando a entender que voltaria diferente no segundo tempo.

No segundo tempo, outra vez, o Central demonstrou cansaço.  Entretanto aproveitou um pênalti cometido pela zaga tricolor, e Altemar, cobrando com maestria, fez 2 x 1.  O time alvi-negro com a virada no jogo, se empenhou e aguentou a pressão tricolor até 40 minutos, quando numa cobrança de falta, Anderson Sales empatou o jogo e o Central voltou a negligenciar com a falta de fôlego de alguns jogadores.

Aos 45 Everton Santos faz o terceiro gol e William Barbio fechou o placar aos 48 minutos, daí o placar de 4 x 2 para o time do Arruda, que assumiu a vice-liderança do Hexagonal, enquanto que o Central sustenta a lanterna, sem somar um ponto se quer. O próximo jogo do Santa Cruz pelo Hexagonal é no dia 19/02, contra o Sport Clube do Recife.  O jogo do Central que seria também no dia 19, passou para a segunda-feira(20), contra o Salgueiro, no sertão de Pernambuco.

Blog de Airton Sousa: Disputa acirrada pelas últimas vagas do G4

Depois dos resultados da 37ª rodada da série B, o G4 tem uma definição dos dois primeiros classificados e uma disputa pelas duas últimas vagas,  para o complemento dos clubes que estarão na primeira divisão do próximo ano. Atlético de Goiás e  Avaí já  estão na primeira divisão em 2017. Probabilidades maiores para Bahia e Vasco da Gama também terem acesso. Porém o  Náutico corre por fora, porque depende de uma vitória na última rodada, contra o Oeste, na Arena de Pernambuco, que luta para não ser rebaixado. Além da vitória contra o Oeste, o Náutico depende dos resultados do Vasco da Gama contra o Ceará, e do Bahia que joga fora contra o Atlético de Goiás. Portanto, a situação timbu, comparando os três clubes que buscam o acesso, é a mais difícil.

Quanto ao jogo contra o já rebaixado Tupi, mesmo com as dificuldades iniciais, o Náutico conseguiu uma vitoria folgada por 4 x 1, chegando a somar agora  60 pontos, 3 a menos que o Bahia e 2 a menos que o Vasco da Gama. Observa-se nessa reta final da competição, a falta que faz perder pontos para clubes de menor porte, a exemplo dos jogos do Náutico contra Luverdense, Clube de Regatas Brasil, entre outros. Jogando contra times inferiores, quem quer ter o acesso ao G4, tem que vencer, a exemplo do que aconteceu ontem contra o Tupi, muito embora temos que reconhecer que foi um pouco tarde, considerando  a posição dos quatro times que estão à frente do timbu.

Contra o Oeste, o importante é o time não se entregar, a torcida fazer o seu papel mais uma vez, e torcer que os correntes possam errar, e com isso, contribuir para o  acesso do Náutico. Sinceramente, acho complicada a situação do time de Pernambuco, e se fosse preciso colocar percentuais de credibilidade, daria apenas 10% de chances para o alvi-rubro Pernambucano. Se acontecer o acesso, para mim será uma surpresa, mais só resta aguardar.

Blog de Airton Sousa: Santa Cruz deixa a lanterna

Não há como iniciar essa matéria, sem dar ênfase e rasgar elogios a torcida tricolor. Poucos são os times no Brasil, que podem ter uma torcida tão fiel. O time já rebaixado, uma campanha decepcionante, depois de 8 anos ganha o acesso para à primeira divisão, e no ano seguinte volta a cair. Mesmo assim, o destaque maior do jogo contra o América(MG), neste domingo(06), foi o número de torcedores presentes no  Estádio José do Rego Maciel, que foi de 7.632. Pelo menos foi o público anunciando, dando a impressão, a princípio, que tinha um número maior. Porém isso não importa, o que importa mesmo é a solidariedade desse torcedor, que terá outra vez, a resignação de esperar para  2017, com a esperança de subir para a primeira divisão, outra vez.

Agora, com a permissão do torcedor tricolor, vamos falar do jogo. Um jogo tenso, nervoso, com as equipes limitadas tecnicamente, e não precisa ir muito longe, a posição dos dois times são o retrato dessa colocação. Com a mudança de Léo Moura para o meio, trocando figurinhas com Vitor, João Paulo com liberdade para avançar, Derley como primeiro volante, Roberto garantindo a titularidade e jogando bem, Grafite se mexendo com mais facilidade, e apenas Kêno, sem produzir o futebol de sempre. Assim, o tricolor foi melhor, marcou o gol aos 33 minutos e venceu parcialmente o primeiro tempo.

Na volta do segundo tempo, o América esteve melhor, corrigiu alguns setores  e obrigou o Santa Cruz a recuar. No entanto, a pressão do América era apenas no meio de campo, sem chegar ao gol  de Tiago Cardoso. Pelo Santa Cruz, João Paulo teve duas chances de gol, aos 23 e 42 minutos, com dois chutes fortes para a meta do bom goleiro João Ricardo. Com a vitória o Santa Cruz foi a 27 pontos, igual pontuação do time do América, porém pela campanha, o tricolor é o 19º colocado, e a lanterna fica, temporariamente, com o time mineiro. Pelo menos isso é um consolo para a torcida tricolor, que aguarda  a próxima partida, fora de casa, contra o Coritiba.

Blog de Airton Sousa: Náutico decepciona outra vez

Outra vez em casa, o Náutico decepciona a sua torcida, joga um futebol abaixo da crítica e perde por 2 x 0, para o surpreendente time do Londrina, que fora de casa tem um aproveitamento de 40%, e todos sabiam das dificuldades, menos o técnico Alexandre Galo e os seus comandados. Um primeiro tempo em que o time Paranaense jogou apenas o suficiente, foi ao ataque três vezes, entre elas aos 38 minutos, onde o experiente Germano aproveitou uma falha coletiva da zaga alvi rubra, e com muito oportunismo abriu a o placar para o Londrina. Se o Náutico estava desencontrado, ficou mais ainda e a partir daí, até o final da primeira fase, foi dominado pelo adversário.

No segundo tempo, com duas alterações, o técnico Alexandre Galo, orientou o seu assistente, já que não podia estar no banco e voltou com Vinicius e Bergson, tirando Hugo e erroneamente João Ananias, fragilizando o meio de campo do time, onde o alvi rubro, que já estava mal, piorou mais ainda, porque o Londrina passou a jogar com inteligência, avançando a sua linha e não permitindo a reação necessária para o Náutico chegar ao empate. Para completar, aos 17 minutos, montando um contra ataque, o Londrina aproveitando novamente uma falha do time timbu, marcou o segundo gol, e a partir daí, aos poucos, o Náutico foi se entregando mais ainda e terminou perdendo na Arena de Pernambuco por 2 x 0, descendo mais ainda na tábua de classificação, deixando a torcida insatisfeita, e não podia ser diferente, saindo de campo em meio a muitas vaias e protestos.

Agora o Náutico sai, joga fora contra o Sampaio Correia, lanterna e a pior campanha da competição, e vem a preocupação, será que exatamente contra o time timbu, o Sampaio vai querer melhor sua posição ? E o pior: Nesse momento pela inconstância do time, não dá para confiar que mesmo contra o Sampaio Correia em São Luiz , tenha a certeza da vitória de três pontos,só resta esperar.

Blog de Airton Sousa: Náutico a caminho da recuperação

Com um saldo de dez gols tomados em três jogos e a perda dos dois zagueiros titulares, o técnico Alexandre Galo, tenta com modificações na escalação do time alvi rubro, somar três pontos, melhorar na classificação e voltar a ter a confiança do torcedor e o respeito dos adversários. É o que se espera nesta sexta-feira(22/07), no jogo entre o Náutico e a equipe do Avaí. O time Pernambucano entra em campo na décima primeira posição, enquanto que o adversário está na décima terceira. Se acontecer a vitória, os comandados do técnico Alexandre Galo podem recuperar até 4 posições na tabela.

Sem revelar oficialmente, o treinador timbu deixou transparecer que executará algumas mudanças, principalmente na frente da área e na zaga, visto que foram os setores mais falhos nos últimos jogos, levando o time a ter hoje a segunda pior defesa da série B. No momento o Náutico tem seis vitórias, três empates e sete derrotas. Em contra partida, o Avaí tem cinco vitórias, cinco empates e seis derrotas, campanhas tecnicamente muito parecidas.

Independentemente de qualquer número que seja apresentado pelas estatísticas, o time timbu se obriga a vencer o jogo contra o Avaí, se não quiser afundar mais ainda tecnicamente, na pontuação e no descrédito na competição. Vencendo o jogo, os comandados do técnico Alexandre Galo se reabilitam, mesmo porque continuam em casa, já que o próximo jogo também será na Arena Pernambuco, desta feita contra o Tupy de Minas Gerais, que está na zona de rebaixamento. É aguardar para ver, no entanto, é inconcebível que o time volte a errar como nos últimos jogos.

Blog de Airton Sousa: Santa Cruz dá adeus à Copa do Brasil

Até agora, o torcedor tricolor está sem entender a mudança do time, do primeiro para o segundo tempo. No primeiro tempo, um time organizado taticamente, administrando com qualidade o regulamento da competição, valente, marcador, jogando no campo do adversário, sem se apavorar. As chances fora iguais: Para o Santa Cruz, aos 22 minutos com Leandrinho, aos 26 com Keno e aos 38 com Bruno Morais. Enquanto que o Vasco teve chances aos 20 minutos, 30 e 41, ou seja, três oportunidades de gol para cada time, deixando a torcida tricolor bastante satisfeita com a atuação do time.

Esperava-se que no segundo tempo, fosse mantido o mesmo quadro, porém o Santa Cruz volta com uma alteração que ninguém  entendeu, nem tão pouco o técnico Milton Mendes conseguiu explicar com clareza. No tricolor entrou João Paulo no lugar de Neris, deixando assim o time vulnerável na defesa, enquanto no Vasco da Gama entrou Diguinho, saiu Marcelo Matos. Já aos seis minutos Andrezinho faz o primeiro gol, desconcertando o time Pernambucano, que a partir daí não conseguiu se encontrar. Em seguida, aos 19 minutos toma o segundo gol com Picachú. Depois do segundo gol, o treinador tricolor fez algumas modificações, chegou a marcar um gol aos 23 minutos com Keno, em seguida toma o terceiro gol através do jogador Jorge Henrique, e em seguida o tricolor faz o segundo gol, através de Artur aos 49 minutos. Porém era tarde, e o time com o placar de 3 x 2, dava adeus a Copa do Brasil.

Muitas explicações, sem convencer, e agora é preparar o time para a Sul Americana, no confronto contra o Sport, em duas partidas. Enquanto isso o Campinense lamenta, pois se o time Pernambucano, continuasse na Copa do Brasil, a Paraíba pela primeira vez teria um representante na Sul Americana. Sábado, o time do Arruda enfrenta em casa a equipe do Coritiba, com a responsabilidade de vencer, para se afastar mais ainda da zona de rebaixamento e deixar a sua torcida, com o coração mais aliviado. Deve voltar para esse jogo William Correia, enquanto que Grafite continua fora do time.

Blog de Airton Sousa: Oliveira e Mendes, até quando?

Diante de tantos resultados negativos no decorrer do Campeonato Brasileiro, a pergunta é a seguinte: Até quando os dois treinadores comandarão o tricolor e o rubro negro respectivamente? O treinador Milton Mendes ao chegar no Santa Cruz, teve momentos de conquistas e de evolução, a exemplo dos títulos no Campeonato Pernambuco e Copa do Nordeste, além de um bom começo no Brasileirão, com o mesmo elenco, com poucas alterações.

De repente, passadas algumas rodadas, mais propriamente no jogo contra o Sport e jogos posteriores, o time caiu de produção inexplicavelmente e a situação, todos sabem, é o vice lanterna do Campeonato Brasileiro, sem demonstrar a mínima capacidade de reação.

Geralmente, um treinador ao perder quatro ou cinco jogos, no máximo, é demitido ou ameaçado de demissão. No caso do técnico tricolor, lá se foram oitos jogos sem o time vencer e a diretoria de braços cruzados, aceitando a situação. Diante da preocupação de todos, também pela fragilidade do elenco, que a princípio tinha pelo menos garra, e hoje nem isso, não podemos entender a falta de atitude da diretoria.

A situação tricolor é complicada e os dirigentes são obrigados a tomarem as providências devidas, enquanto é tempo, porque caso contrário, se as coisas continuarem como estão, fica quase impossível uma recuperação. Para finalizar, colocamos a seguinte pergunta: Milton Mendes, é o único culpado, ou o material humano que ele dispõe, não é adequado para disputar a  primeira divisão?

Por outro lado, numa situação que coincide em alguns pontos com a do técnico Milton Mendes, principalmente os resultados, está o técnico do Sport, Oswaldo de Oliveira, com uma agravante, enquanto Milton Mendes teve duas conquistas, Oswaldo de Oliveira, nada conquistou.

O argumento é o seguinte: não foi o atual técnico do Sport que contratou, nem montou o atual elenco. É questionável porém que, mesmo que já se passaram quase sessenta dias e o treinador, apesar de alguns reforços, não conseguiu dar um esquema tático ao time.  Ao contrário, a cada partida escala um time diferente, sem esquema nenhum, sem estratégia de jogo, e colocando as peças que possuiu nos lugares errados. Sinceramente, não sabemos até quando isso vai acontecer, diante da insatisfação da torcida, as críticas da imprensa e o cruzamento de braços da diretoria.

O rubro negro é o décimo oitavo colocado, com uma campanha pífia e resultados desastrosos, para o time que tem uma folha de pagamento perto de três milhões e meio de reais. No caso do Sport, o culpado maior é o treinador, porque a maioria dos jogadores possuem uma boa capacitação técnica, ao contrário do Santa Cruz.

Blog de Airton Sousa: Náutico fez seu dever, e o Santa Cruz fará?

1 x 0 foi o resultado do jogo do Náutico nesta terça feira (28) na Arena Pernambuco, contra a Luverdense. E vem nesse instante a seguinte pergunta: a vitória aconteceu porque o time melhorou, porque voltou a jogar na Arena ou porque o adversário não foi tecnicamente suficiente para atrapalhar a vida timbu? Tenho a impressão que foi um pouco de cada uma dessas colocações, porque há quatro jogos que o time não vencia e de repente, mesmo com um placar mínimo, a vitória voltou a acontecer, contra um adversário valente e que valorizou sobre maneira,  a vitória Pernambucana.

Com o resultado o Náutico aproximou-se do G 4 , e vai agora para outro teste, fora de casa, contra a boa equipe do Atlético de Goiás. É mais um desafio, mesmo porque fora dos seus domínios, poucos foram  os resultados positivos que o Náutico obteve. No entanto a vitória cria uma condição psicológica positiva, no time e na torcida. Se aliarmos o emocional, a evolução técnica e a melhor produção individual de alguns jogadores, podemos pensar positivo e acreditar que iremos superar o time de Goiás.

No entanto, uma coisa é certa, o time alvi rubro, precisa  de reforços em todos os setores, a competição é longa, onde jogamos até agora apenas 13 rodadas, faltando ainda 25,  ou seja,  aproximadamente 65% para o término. Porém assim como o Náutico, a maioria das equipes estão fragilizadas, necessitando se reforçarem.  Podemos admitir que a Arena Pernambuco faz bem ao time alvi rubro. É uma pena que a sua torcida tenha verdadeira aversão aquela praça de esportes. Nesta terça feira(28),  tivemos menos de 6.000 torcedores no jogo, o que é lamentável.

Quanto ao Santa Cruz, que vem de derrotas sucessivas dentro e fora de casa, volta a campo nesta quarta-feira (29), jogando contra a Ponte Preta, que a exemplo do time tricolor,  também não está bem colocada na tábua de classificação, porém fora da zona de rebaixamento. O técnico do time do Arruda, com muitas dores de cabeça, com a deficiência do grupo, com a pouca qualidade técnica de alguns jogadores e com muita carência de um modo geral,  terá que fazer milagre outra vez, em todos os setores, porque além da limitação técnica, também existe a falta de opção para eventuais substituições.

Fora de qualquer argumento,  é imprescindível a necessidade de uma vitória nesta quarta-feira (29), em razão de estar na zona de rebaixamento. O Santa Cruz vem há várias partidas sem sentir o sabor de uma vitória, mesmo porque o jogo de hoje é no Arruda e por esse fato também, a torcida irá cobrar muito mais. Sabíamos que não ia demorar o time demonstrar essa fragilidade, porque a série A, além de ser extremamente concorrida, tem uma disparidade financeira a favor dos considerados clubes de ponta. Aguardemos então a bola rolar, para vermos o que o time tricolor fará contra a Ponte Preta.

Blog de Airton Sousa: Santa perde e Sport enfrenta o São Paulo

Para quem tem o Corinthians pela frente, a derrota de ontem em casa, aliás mais uma, podemos considerar um resultado terrível. No primeiro principalmente, o time tricolor perdeu nada menos do que sete chances de gol, repetindo os mesmos erros de jogos anteriores. Vejam só: 4 minutos Keno, 7 minutos Artur, 9 minutos Grafite, 15 minutos Artur, 30 minutos Artur, 39 minutos Grafite e finalmente aos 46 minutos novamente Grafite, de cabeça. O Flamengo que jogou apenas o futebol objetivo para vencer, teve apenas três chances, inclusive a chance do gol aos 14 minutos.

É de preocupar a queda de produção do Santa Cruz, principalmente em alguns setores, no ataque em especial, porque entende-se que Grafite está sobrecarregado para as finalizações, não tendo um parceiro nesse sentido, pela inconstância dos jogadores Artur, Lelê e Keno. Enquanto isso, o banco tricolor continua sem a mínima qualidade, sem oferecer ao treinador oportunidade de substituir para evolução do time. A dispensa de no mínimo sete jogadores é fundamental, e a contratação de outros que venham qualificar o elenco.

O segundo tempo, não foi diferente, porém sem as mesmas chances do primeiro, mesmo observando-se as modificações que o treinador fez, para tentar melhorar e chegar ao empate.  Entretanto, nada mudou, e o Santa Cruz perdeu para o Flamengo pelo placar de 1 x 0, no Arruda. Agora tem o Corinthians em São Paulo, sem qualquer pessimismo: esperar o quê?

Hoje tem mais um Pernambucano jogando, desta feita o Sport que também está mal na competição e tem um  jogo contra o São Paulo, na capital paulista. Será que com todos os problemas que está vivendo, o time rubro negro consegue salvar o nosso futebol nesse meio de semana, onde já tivemos, empate do Náutico e derrota do Santa Cruz? Vamos esperar que na véspera das homenagens a São João ele possa ajudar o time leonino, já que não teve santo que fizesse o tricolor e o alvi rubro vencerem.

Blog de Airton Sousa: Pernambuco no Brasileiro

Foto: Internet

Foto: Internet

Uma vitória, um empate e duas derrotas! Este foi o saldo do futebol pernambucano, conquistado neste fim de semana.

Começamos bem com o Náutico se aproveitando da fragilidade do Sampaio. Três pontos importantes que o levaram à oitava posição, e que faz surgir para sua torcida, a esperança do início de uma recuperação. Melhorou o astral e motivou o grupo para o jogo da terça (31), contra o Bahia. Sem exagero, vamos ver se contra a boa equipe baiana, o alvi-rubro continua crescendo. Não dá para testar a evolução do Náutico, apenas com o resultado contra o Sampaio. Lembrar também que o Bahia perdeu para o Vasco,  neste final de semana.

No sábado (28), um empate com gosto de  vitória contra a Chapecoense, onde o tricolor não fez uma boa apresentação. Grafite não esteve bem; Neris fez falta; Alemão complicou,  juntamente com os dois alas, Léo Moura e Thiago Costa. No entanto, mesmo com o empate, temos que considerar um bom resultado. Ao final da 4ª rodada, o Santa Cruz é o segundo colocado com 8 pontos. E está de bem com sua torcida pelas conquistas recentes. Próxima quarta-feita (1º), no Arruda, o clássico pernambucano Santa e Sport. Porém, num clássico, tudo é diferente.

Ainda no sábado (28), o Salgueiro que havia vencido em casa, ao Botafogo da Paraíba, por 1 x 0, foi a Natal e perdeu para o ABC por 2 x 0. O time sertanejo continua jogando fora para enfrentar ao ASA em Arapiraca.

Finalmente no domingo (29), o Sport completou sete jogos sem vencer. Perdeu na Ilha para o Corinthians, pelo placar de 2 x 0. Causou revolta mais uma vez à torcida, que acusa a Diretoria, a Comissão Técnica, e principalmente, os medalhões contratados, que até agora nada fizeram, a não ser decepcionar.  A derrota teve um efeito ainda mais negativo, porque foi na Ilha do Retiro. Agora é esperar pelo clássico contra o Santa Cruz, onde o rubro-negro não pode pensar em outra coisa, a não ser vencer.

Náutico: Mesmo com dificuldades, os torcedores confiam no Timbu

O Timbu atualmente não passa por uma boa fase. O time foi eliminado da Copa do Nordeste e do Campeonato Pernambucano. Enfrenta crises financeiras e não está em sintonia com seu torcedor, este que a poucos dias protestou no CT.

Apesar disso, existem torcedores que acreditam que o Náutico vai se recuperar, e essa volta por cima do alvirrubro pode ser no Campeonato Brasileiro Série B.

Quem falou sobre o Náutico, foi o torcedor e dono da Confraria Alvirrubra, Diego Lambreta.

CAM00141

 

TV Replay, o que é bom se repete!

Náutico: Mesmo com jogo fraco, Timbu vence, e agora decide classificação em casa

O Timbu estreou nesta quinta-feira(2), pela Copa do Brasil. O jogo aconteceu em Taguatinga-DF, contra o Brasília. O resultado foi magro, 1 x 0, mas, refletiu o que os dois times fizeram em campo. Com a vitória, o Náutico tem a vantagem do empate para o próximo jogo, que acontecerá dia 15.04, na Arena Pernambuco.

foto reprodução/Agif

foto reprodução/Agif

No primeiro tempo, jogo fraco tecnicamente; a bola, não chegava ao ataque, os times não se arriscavam e tocavam bola só de lado, sem muita objetividade na partida. Foi só aos dezenove minutos, que aconteceu uma boa jogada do Náutico. David cruzou, Pedro Carmona erra o chute, David na sobra, manda para fora. Do lado do Brasília, Índio, tem uma chance, mas, cuta pra fora. No Náutico, Bruno Alves chuta raspando a trave. O Brasília, ainda teve uma boa jogada com Héverton, que manda por cima do gol de Júlio César, a bola passa perto do travessão. Fora isso mais nada no primeiro tempo.

foto reprodução/DP

foto reprodução/DP

Na segunda parte, o Timbu volta mais aceso. E logo aos seis minutos do segundo tempo, abre o placar com Pedro Carmona. Num erro da defesa do Brasília, que sai jogando errado, Pedro Carmona aproveita, e chuta de fora da área, fazendo Náutico 1 x 0.

foto reprodução/DP

foto reprodução/DP

Depois do gol o Timbu, reduz o volume de jogo e começa a errar passes, dando oportunidade assim ao Brasília, que veio para cima do Náutico. O Alvirrubro passou a jogar apenas nos contra ataques. No finalzinho do jogo, um susto, Santos entra na área do Náutico e solta uma bomba, mas, Júlio César, foi seguro e salvou o Náutico.

Mesmo sem fazer um bom jogo, o resultado foi importante para o Náutico, que agora joga por um empate, em casa. O jogo de volta acontece dia 15.04, e quem se classificar, enfrenta ou o Paraná ou Jacuipense-BA. Na próxima fase.

Ficha técnica:

Brasília: Arthur; Paulo Ricardo, Índio, André e Makeka; Pedro Ayub (Anjinho), Héverton, William e Werick (Fernandinho); Giba e Bruno Moraes (Santos). Técnico: Luiz Carlos Souza.

Náutico: Júlio César; David, Niel, Hélder, Gastón Filguera e Piauí (Renato); João Ananias, Guilherme (Anderson Preto) e Fillipe Soutto; Bruno Alves e Pedro Carmona (Stéfano Yuri). Técnico: Lisca.

Arbitro: Eduardo Tomaz Valadão. Assistentes: Bruno Raphael Pires, Edson Antônio de Sousa. Gols: Pedro Carmona (6′ do segundo tempo). Cartões Amarelos: Bruno Alves, Guilherme, André, Weric e Paulo Ricardo. Local: Estádio Serejão.

TV Replay, o que é bom se repete!

Sport: Mesmo com a vitória, Leão falha, e não elimina o jogo da volta

O Sport estreiou nesta quarta-feira(01) pela Copa do Brasil, diante do Cene-MT, fora de casa. Apesar da vitória por 2 x 1, o time rubro negro sai com um sabor amargo da partida, porque se tivesse vencido com dois gols de diferença, teria eliminado o jogo da volta dia 16.04, na Ilha do Retiro. E isso era tudo que o Leão queria, eliminar o jogo da volta, podendo ter um descanso para as próximas decisões que terá no Pernambucano, e na Copa do Nordeste.

foto reprodução/DP

foto reprodução/DP

Na partida, o Sport confirmou sua superioridade em campo, teve domínio do jogo, um bom toque de bola e perdeu muitas chances de gols. O time não precisava de muito para chegar ao ataque. Apesar de estar com um time praticamente reserva, esses foram dando conta do recado, apesar da defesa ter dado alguns vacilos, e num desses saiu o gol do Cene.

foto: Aldemir Almeida/Futura Press

foto: Aldemir Almeida/Futura Press

Foi no primeiro tempo que saiu o gol do Sport, com Joelinton aos vinte e quatro minutos, numa jogada que após uma bela troca de passes recebeu a bola de Régis, e manda para o gol. Depois do gol do Sport o Cene tem boa chegada no ataque, mas, o goleiro do Sport foi bem.

foto reprodução/Vavel Brasil

foto reprodução/Vavel Brasil

Na segunda etapa, logo aos dois minutos de jogo, foi a vez de Régis marcar para o Leão. Ele entra na área e bate na saída do goleiro. Sport 2 x 0. Com esse resultado o Sport se classificava e eliminava o jogo da volta. Mas, aos dez minutos do segundo tempo, Marcelo Tevez, marcou para o Cene, em jogada aérea que a zaga Leonina falha, e o goleiro Danilo Fernandez não sai na bola, ele cabeceia para o fundo das redes.

Com esse resultado 2 X 1, dia 16.04, acontecerá novamente o encontro entre Sport e Cene, esse jogo decide a classificação. Agora na Ilha do Retiro, o Sport só precisa administrar a vantagem e assegurar sua vaga. Caso tivesse vencido por 2 x 0, o Leão já estaria classificado.

Ficha do Jogo:

Cene: Guilherme; Cafu, Naka, Saulo e Wesley (Igor); Buru, Pavão (Alexandre), Márcio (Coruja) e Thiaguinho; Marcelo Tevez e Prego. Técnico: Denílson Rafaine.

Sport:  Danilo Fernandes; Ronaldo (Wendel), Henrique Mattos, Oswaldo e Renê; Rithely, Rodrigo Mancha, Neto Moura e Régis (Ítalo); Samuel (Mike) e Joelinton. Técnico: Eduardo Baptista.

Arbitro: Alinor Silva da Paixão. Assistentes: Paulo Cesar Silva Faria, Fabio Rodrigo Rubinho. Gols: Joelinton (24′ do primeiro tempo); Régis (2′ minutos do segundo tempo), Marcelo Tevez (10′ minutos do segundo tempo). Local: Douradão, Mato Grosso do Sul.

TV Replay, o que é bom se repete!

Sport: Leão tem que vencer domingo, senão fica de fora da Copa do Nordeste

Depois do mal resultado obtido contra o Fortaleza pela Copa do Nordeste, quarta-feira passada, no jogo de ida das quartas de final do torneio, que o Leão perdeu por 1 x 0, o time de Eduardo Batista, neste domingo 29.03, terá agora em casa, mais uma chance para poder vencer a equipe Cearense.

foto: Edmar Soares

foto: Edmar Soares

Para classificar-se, o Sport precisa vencer por pelo menos dois gols de diferença, com esse resultado, o rubro negro passaria para a semi final do Nordestão. Para o Sport, o retrospecto de gols ajuda o time a se tranquilizar e pensar positivo para conseguir o resultado que lhe leve a semi final.

foto: Boleirosbrasil

foto: Boleirosbrasil

Porque, nessa Copa do Nordeste, as três partidas vencidas pelo Leão foram com mais de dois gols de diferença. Esses números fazem tanto o torcedor, quanto o time, ter confiança que conseguirá o resultado necessário para se classificar. Com isso, a responsabilidade de fazer gols, começa a cair sobre o artilheiro da equipe, o meio campo Élber, que tem cinco gols pelo leão.

Nessa expectativa para o jogo de domingo, o torcedor começou a comprar seu ingresso, que está sendo vendido a preços populares, para arquibancada, nas bilheterias da Ilha do Retiro. O preço vai variar de dez a vinte reais.

foto: Site oficial

foto: Site oficial

O jogo decisivo entre Sport e Fortaleza, vai acontecer neste domingo, na Ilha do Retiro, às 16h, pelo jogo de volta das quartas de final da Copa do Nordeste.

TV Replay, o que é bom se repete!