Blog de Airton Sousa – Náutico passa para a segunda fase e o Central joga a recuperação

WhatsApp_Image_20181213_at_20.29.46

Tivemos na noite desta terça-feira (11) o jogo do Náutico contra o Imperatriz no Maranhão, valendo a vaga para a segunda etapa da Copa do Brasil. No fim do jogo, o empate favoreceu o Náutico pelo regulamento, e o time timbu está na segunda fase da competição, com um jogo complicado e difícil.

Foi um primeiro tempo fraco tecnicamente, sem as condições do campo ajudarem, porém o importante é que o timbu aproveitou uma falha no fim do primeiro tempo e abriu o placar, aumentando o favorecimento para a volta do segundo tempo. Foi por demais importante o momento do gol timbu.

No segundo tempo, um jogo tenso e mais nervoso porque o Imperatriz buscou no desespero reverter o placar, o que demorou acontecer, e somente aos 46 minutos é que o empate aconteceu através da cobrança de um pênalti, cometido por Suelíton que terminou sendo expulso.

Acontece, que o empate aconteceu tarde demais e o timbu saiu do Maranhão com a classificação garantida, colocando nos seus cofres um valor fundamental para ajudar nas folhas e também nas contratações. O Náutico foi o primeiro de Pernambuco a garantir a sua classificação, e na noite desta quarta-feira (13) quem entra em campo é o time do Sport contra a Tombense.

Com relação ao Campeonato Pernambucano, o Central enfrenta o Flamengo de Arcoverde, fechando a  quarta rodada do campeonato. É um jogo de seis pontos para o Central, em razão dos pontos perdidos por ocasião do empate em casa contra o time do Afogados. As dificuldades do campo, podem complicar o rendimento das duas equipes.

Blog de Airton Sousa – Jogos decisivos na série A do Brasileiro

                                                         1355

Mais uma rodada terá inicio neste fim de semana, trata-se da trigésima primeira rodada, onde cada clube tem a sua necessidade e obrigação. Em cima da tabela, o Palmeiras sendo seguido pelo Flamengo e Internacional, na parte de baixo o desafio de não ser rebaixado para o próximo ano.

Do Botafogo com 35 pontos, na décima terceira posição até o Sport na trigésima posição, todos estão ameaçados do rebaixamento, uns mais, outros menos. Faltam oito rodadas, a partir dessa, daí a necessidade de errar menos e torcer que o adversário vacile e tenha a sua situação complicada.

O Paraná é que não tem mais chance de se manter, o Sport na sequencia com um percentual altíssimo de rebaixamento, acompanhado da Chapecoense com trinta e um pontos. Nessa sequencia temos o Vitória com trinta e três,  América, Vasco da Gama e Ceará com trinta e quatro, e  o Botafogo com trinta e cinco pontos.

O ponto de corte nesse instante fica entre quarenta e quatro e quarenta e seis pontos, daí o clube ter como base quarenta e cinco pontos, para ficar menos preocupado com o rebaixamento para a série B. Portanto, a rodada desse fim de semana é importante para todos, inclusive para os que estão na parte de cima da tabela.

Dentro de toda essa conjuntura, o Sport jogará neste sábado à tarde em Porto Alegre, contra o time B do Grêmio, em razão de que o time titular jogou neste meio de semana pela Libertadores, e terá  a decisão na próxima semana em Porto Alegre, valendo a classificação para as finais da competição.

O técnico Leonino deixou transparecer que irá manter a principio a mesma equipe que começou jogando contra o Vasco da Gama, levando-se em consideração o bom rendimento do grupo e principalmente a importante vitória. A questão é saber se a repetição do bom futebol irá acontecer.

Cada adversário tem a sua característica e com o Grêmio não seria diferente, pelo estilo de jogar, pelo vigor e voluntariedade do grupo, mesmo entendendo-se que o time gaúcho não jogará com a equipe titular, porém não deixa de ser um adversário perigoso, pela qualidade do elenco que  Renato Gaúcho possui. Está lançado o desafio, vamos vê quem será o vencedor.

 

Blog de Airton Sousa – Sport estreia o quarto treinador no Brasileiro

                                           28092019

 Diante de todas as dificuldades que rodeiam a Ilha do Retiro, o time volta a campo neste domingo (30), jogando em Minas Gerais contra o Atlético. Cada vez mais difícil a situação do rubro-negro, na tentativa de escapar do rebaixamento, diante de todos os erros cometidos dentro e fora de campo.

O treinador Milton Mendes tem pela frente doze jogos, diante de um rebaixamento bem próximo. Serão preciso sete vitórias para que não aconteça o pior, com o clube e com o futebol pernambucano, que se encontra em baixa em face de termos Náutico e Santa Cruz na série C, e o Sport rumo a série B.

São os seguintes os jogos restantes do Sport: Em casa- Internacional, Vasco, Ceará, Vitória, Flamengo e Santos, no total de seis jogos. Fora de Pernambuco : Atlético MG, Atlético PR, Grêmio, Fluminense,  Chapecoense e São Paulo, no total de seis jogos. Daí a necessidade de vencer sete partidas das restantes.

Para o jogo deste domingo (30), contra o Atlético (MG), além de todas as dificuldades o treinador não poderá contar com nada menos de cinco titulares, dentro das carências do elenco, tornando-se assim mais difícil para o treinador escalar o time, principalmente pela qualidade do adversário.

O jogo será às 16 horas do domingo (30), e a principal dificuldade do Sport além da fragilidade do elenco, é a qualidade do adversário que está no grupo dos seis melhores e precisa pontuar, para diminuir a distancia dos que estão na cabeça da tabela. Os percentuais são favoráveis ao time mineiro, no entanto o técnico Milton Mendes promete surpreender.

 

Blog de Airton Sousa – Decisão rumo a série B – Sport em busca da recuperação

                                     19012

Um fim de semana cheio de expectativa, para os oito clubes que buscam o acesso para a série B do Brasileiro em 2019. Todas as equipes que jogarão em casa na primeira partida conseguiram a vitória, daí uma certa vantagem nos jogos de volta, no entanto existem alguns jogos bastante equilibrados.

O Operário que joga contra o Santa Cruz em Ponta Grossa no Paraná, perdeu  no Arruda pelo placar de 1 x 0, o Santa Cruz está beneficiado pelo empate, ou vitória com qualquer placar classifica o time pernambucano. Se o Operário vencer com diferença de um gol, a partida será decidida nos pênaltis, qualquer outro placar a favor do Operário, classifica o time do Paraná.

Outro jogo reúne   Náutico e Bragantino, na primeira partida  em Bragança  o time paulista , venceu pelo placar de 3 x 1, está com a vantagem da derrota simples, o empate e se porventura perder com diferença de dois gols, leva o jogo para os pênaltis. Diferença de três gols a favor do Náutico, classifica o time timbu.

Mais um jogo envolve  Botafogo da Paraíba e Botafogo de Ribeirão Preto. Na primeira partida o time paraibano, venceu por 1 x 0, joga por um empate e se perder por 1 x 0, leva o jogo para os pênaltis. Caso tenha dois gols ou mais no jogo, o time vencedor estará classificado para o Brasileiro de 2019.

Finalmente, Atlético do Acre joga em casa contra o Cuiabá. No primeiro jogo uma boa vantagem a favor do Cuiabá, que venceu em casa por 2 x 0, podendo perder por 1 x 0 ou empatar com qualquer placar. Para se classificar, o Atlético do Acre terá que fazer dois gols,  levar para os pênaltis, ou fazer  três gols.

Observa-se com esse demonstrativo, que duas equipes estão na vantagem nos jogos do fim de semana. O Bragantino que venceu por 3 x 1, e o Cuiabá que também venceu desta feita por 2 x 0. Com certeza teremos todos os jogos cheios de muita expectativa, pela importância dos clubes para deixarem a série C.

Enquanto toda emoção é esperada, também com muita expectativa a torcida do Sport espera o jogo desse sábado, contra o Botafogo no Rio de Janeiro. Como é sabido, há dez jogos que o time leonino não consegue vencer, inclusive jogos em casa, estando na décima sexta posição, com 20 pontos.

Um resultado positivo é urgente, inclusive até um empate porque próximo ao Sport temos várias equipes com perspectivas de deixarem a zona de rebaixamento, a exemplo do Vitória, Atlético do Paraná e até o Ceará. Quanto Botafogo está na décima segunda posição, com vinte dois pontos.

O clima na Ilha do Retiro é o pior possível , onde inclusive esta semana foi concedido o direito dos conselheiros pedirem o impeachment   do presidente , o que tornou a situação mais complicada ainda. Enquanto isso, com várias modificações pelas ausências dos laterais titulares, o treinador Eduardo Batista pretende optar por outros jogadores.

 

Blog de Airton Sousa – Sport agora é tudo ou nada!

sport_recife_torcida

Com o fechamento da décima nona rodada na segunda-feira (20), o Sport aproximou-se mais ainda da zona de rebaixamento, ficando na décima sexta posição. O jogo desta quarta-feira (22), é um jogo do tudo ou nada, principalmente no aspecto confiança do elenco junto a torcida e na própria competição.

Foi um desastre a campanha rubro negra  após a Copa do Mundo, somando derrotas e empates e deixando a impressão que se não tivesse sido a gordura antes da Copa, as coisas estariam mais complicadas ainda. A expectativa é que no jogo contra o América Mineiro, o time possa acordar e se erguer na competição.

O técnico Eduardo Batista que fez modificações no jogo contra o Santos, observando que o time mesmo assim não acertou, fará outra vez novas experiências no jogo desta quarta-feira (22), visando organizar a frente de área e a zaga, setores bastante falhos na maioria dos jogos.

A diretoria rubro-negra, visando contar com o prestígio do torcedor, fez promoções no preço do ingresso, colocando inclusive alguns setores do estádio, o preço de R$ 5,00 tentando desta maneira uma presença maior de torcedores, com a finalidade de incentivar o time na tentativa de uma vitória, para começar a segunda fase com outro astral.

É bom lembrar dois aspectos: este mesmo América foi o responsável por uma goleada de 3 x 0 na estreia do Campeonato nas Minas Gerais, depois é contra América e equipes equivalentes que o Sport concorre para se manter na primeira divisão do Campeonato. Sendo assim, todos sabem das dificuldades, no entanto, existe a esperança de uma vitória.

Blog de Airton Sousa – O Arruda lotado e a vitória do Santa Cruz

                                           vitor

Com um público simplesmente sensacional, quase 50 mil torcedores  incentivando o time, o Santa Cruz terminou vencendo ao Operário, pelo placar de 1 x 0. Aliás uma pintura de gol, do veterano Victor no finalzinho do primeiro tempo, deixando a torcida com a esperança na classificação no jogo de volta.

Os times que jogaram em casa neste fim de semana, todos venceram. O Botafogo da Paraíba venceu ao Botafogo de São Paulo pelo placar de 1 x 0, o Bragantino teve um placar elástico diante do Náutico de 3 x 1, e o Santa Cruz seguiu o mesmo caminho. Resta saber qual será o comportamento nesta segunda-feira (20), do Cuiabá diante do Atlético do Acre.

No jogo de volta, o tricolor é beneficiado por um empate. Uma vitória com o mesmo placar para o Operário, leva a partida para os pênaltis, enquanto qualquer vitória com mais de um gol, classifica o vencedor. Sendo assim nada foi definido certamente com o placar mínimo, deixando as equipes com a responsabilidade da classificação.

Quanto ao jogo desse domingo (19) no Arruda, foi uma partida truncada, cheia de faltas principalmente pelo time paranaense, deixando todos preocupados com a partida de volta. Cabe a diretoria tricolor, junto com a presidência da Federação Pernambucana, pressionarem a CBF quando na indicação do árbitro para o jogo decisivo.

O Operário, além de truncar demais a partida, cometeu dezenas de faltas, tentando dificultar a ação do Santa Cruz, o que conseguiu e terminou saindo de Pernambuco com uma derrota pelo placar mínimo, o que dá condição do time paranaense  reverter a situação, hoje beneficiando o infrator.

Quanto ao Santa Cruz, cabe a tranquilidade necessária para um bom comportamento técnico e disciplinar, sabendo de antemão das dificuldades a serem enfrentadas. O técnico Roberto Fernandes, experiente em decisões de mata-mata, o que  já é bastante acostumado, bastando lembrar a sua passagem bem recente pelo Náutico.

Blog de Airton Sousa – Fim de semana vitorioso para Pernambuco

                               adcxcnc-05-298x186

Pela primeira vez Pernambuco mantém duas equipes no G 4 do Brasileiro da série C. Já na rodada anterior o Náutico e o Santa Cruz estavam bem posicionados, e com os resultados deste sábado (7) e domingo (8), ficaram mais consolidados ainda nas primeiras posições da tabela.

O Náutico venceu ao Confiança em Aracajú pelo placar de 3 x 2. Teve um primeiro tempo difícil, porém na segunda etapa aproveitou a intranquilidade do adversário e chegou a importante vitória. Até porque o Confiança vinha de seis empates e no desespero tentava a Vitória.

Foi um desastre o resultado do time Sergipano, que caiu mais ainda de posição na tabela, enquanto que o time Timbu toma cada vez mais consolidação no G4, animando todo grupo e a sua torcida. O próximo jogo será contra o Salgueiro no sertão de Pernambuco, na tentativa de somar mais 3 pontos e se garantir mais ainda no G4.

Enquanto isso, o Santa Cruz que vinha de um bom resultado fora de casa, quanto venceu ao ABC pelo placar de 3 x 0 e deixou sua torcida na expectativa, para observar o comportamento do time contra o Remo, lanterna da competição. Porém o time fez um bom primeiro tempo, vencendo pelo placar de 1 x 0.

Na segunda etapa, o tricolor recuou um pouco, não criou muitas oportunidades de gol e deu espaço para que o Remo avançasse tentando o empate que quase acontecia no final do jogo, aos 43 minutos  com a colocação de uma bola na trave, deixando a torcida tricolor com o coração na mão.

Outra vez tivemos a repetição do velho adágio popular, quem não faz, leva. E foi exatamente o que aconteceu, aos 47 minutos o tricolor montou um contra ataque e na finalização aconteceu o segundo gol, consolidando a vitória tricolor em 2 x 0. O Santa Cruz terminou a rodada na terceira posição, com 20 pontos. Próximo jogo em casa, contra o time do Globo.

Já que estamos falando dos clubes do Nordeste, é bom registrar que também no fim de semana, o Sampaio Correia que havia vencido a primeira partida na decisão da Copa do Nordeste, foi a Salvador e jogou pelo regulamento, empatando em 0 x 0 com o time do Bahia, que ficou com o título de vice-campeão. Parabéns ao futebol do Maranhão.

Blog de Airton Sousa – Brasil vence, Sport perde e o Náutico se recupera

                                          brasil x AU

A seleção brasileira, fez na manhã desse domingo o seu ultimo amistoso antes da copa. O adversário foi a seleção  australiana que a mais de um ano e meio não perdia um jogo se quer. Foram oito jogos invicta, com sete vitórias e um empate. Porém contra o Brasil finalmente a casa caiu e o Brasil venceu por 3 x 0.

Um primeiro tempo em que o adversário aplicou o sistema 4-5-1, dificultando o jogo para o Brasil, pelo ferrolho e a marcação dura. Neymar, Gabriel de Jesus e Filipe Coutinho bastante marcados, mesmo diante do esquema do técnico Tite de aproximação cada vez mais desses três jogadores, para em uma jogada individual, abrir o placar.

No entanto, a falta de habilidade dos adversários, favoreceu os brasileiros que abriram o placar aos 35 minutos do primeiro tempo, com uma jogada de Gabriel Jesus em condição irregular, porém sem a arbitragem perceber. Enquanto isso, a defesa do Brasil foi pouco incomodada, porque os Australianos tinham como filosofia se defenderem.

No segundo tempo, as seleções voltaram sem alterações, no entanto mudou um pouco o estilo defensivo de jogar dos australianos. O Brasil aproveitou, ficou mais a vontade com Coutinho e Neymar pelo lado esquerdo, enquanto que Gabriel Jesus revezava, hora pela direita, hora pelo meio entre os zagueiros.

Aos 17 minutos, Neymar aproveitava  uma falha de marcação e faz o segundo gol. Uma obra de arte. Depois do gol, a tendência  era o Brasil se soltar mais ainda, até chegar ao terceiro gol. Desta feita o premiado foi Filipe Coutinho, que aos 24 minutos fechava o placar do jogo e o Brasil venceu por 3 x 0.

A partir do terceiro gol, o Brasil passou a jogar mais a vontade e o técnico Tite fez várias modificações, privando os principais jogadores de uma possível contusão. Após o jogo, a seleção viajou para a Rússia, para trabalhar até chegar a hora da estreia domingo, contra a Suíça, 15 horas.

Falando agora do Campeonato Brasileiro, o Sport terminou perdendo a invencibilidade  para o time do Vasco da Gama que venceu pelo placar de 3 x 2. Nos últimos jogos, foi a partida de menos aproveitamento que o Sport teve. Não se acertou em todos os setores, inclusive o goleiro Magrão que falhou em um dos gols que tomou.

O jogador Picachú foi o dono do jogo, marcando dois gols. Aos 19 e 46 do primeiro tempo, enquanto que Paulão marcou contra. Terminando o primeiro tempo com o placar de 2×1. No segundo tempo o treinador Claudinei Oliveira, fez algumas substituições, porém sem surtir efeito.

Aos 30 minutos Michel Bastos empatou o jogo com um bonito gol, no entanto a  tarde era mesmo do Vasco, que marcou o gol da vitória com Ramon aos 45 minutos. O resultado fez o Sport perder algumas posições e só resta agora, a recuperação no ultimo jogo antes da copa, na próxima quarta-feira na Ilha do Retiro, contra o bom time do Gremio.

Quanto ao Náutico, depois de muito tempo sem vencer e amargando a lanterna do grupo A da Série C, venceu ao Remo pelo placar de 3 x 2. Um jogo fraco tecnicamente, porém a vitória do time Timbu deixou temporariamente o time fora da zona de rebaixamento. O próximo jogo do Náutico  será no dia 18 no Arruda, contra o Santa Cruz que jogará nesta segunda-feira, contra o Salgueiro no sertão de Pernambuco.

 

Blog de Airton Sousa – Sem Anselmo e Sander, o Sport vence mais uma

Sport x Atlético PR - Brasileirão 2018

Havia muita expectativa em torno das ausências de Anselmo que foi embora para o futebol da Arábia, e Sander que cumpria a suspensão automática , pela força que esses dois jogadores conseguiam dar ao time Leonino. No entanto, a força de vontade e a determinação fizeram com que o time se superasse, e conseguisse mais uma importante vitória.

Foi um primeiro tempo apenas razoável com o Sport criando mais do que o Atlético, que entrou em campo para jogar por uma bola, porém poucas foram as jogadas construídas pelo time do Paraná, enquanto que o Sport criou algumas oportunidades, sem contudo chegar a finalizar sem muito perigo para o gol de Santos.

Evandro no lugar de Sander, Deivid no lugar de Anselmo, a rigor essas foram as alterações do time no inicio do jogo. Felipe Bastos chutava com perigo aos 10 minutos, Gabriel aos 27 minutos, Raul Prata aos 29 minutos e finalmente aos 33 minutos, uma bola cruzada por Felipe Bastos . No total de quatro chances concretas de gol, para o time Pernambucano.

No inicio do segundo tempo, o inesperado. Um minuto de jogo, uma bola praticamente do meio de campo, com o goleiro Santos adiantado, Felipe Bastos lança uma bola e simplesmente Santos aceita, dando ao Sport naquele momento o primeiro gol da partida. O que foi uma ducha fria, nas pretensões do time paranaense.

Com o gol tomado no primeiro momento do jogo, não tinha outra alternativa ao Atlético, se não evitar tomar mais um gol. Aconteceram muitas modificações nas duas equipes. Bergon aos 7 minutos, Durval aos 15 minutos, Michel Bastos aos 21 minutos, Bruno Guimarães aos 24 minutos,  Neto Moura aos 26 e Bil aos 34 minutos.

O Sport teve poucas chances que merecessem registro no segundo tempo, enquanto que o Atlético teve uma boa oportunidade através de Lucho Gonzales aos 38 minutos, registrando-se a grande defesa de Magrão. Com a vitória, o Sport passou a somar 18 pontos, ocupando a segunda posição. O próximo jogo do Leão será contra o Vasco da Gama no Rio de Janeiro.

Blog de Airton Sousa – Balanço Pernambucano no fim de semana

                                    penalti palmeiras

O Sport abriu o fim de semana para o futebol de Pernambuco, ao vencer de virada ao time do Palmeiras pelo placar de 3 x 2. Foi um jogo que teve de tudo, inclusive o goleiro Magrão defendendo um pênalti cobrado por Keno aos cinquenta minutos do segundo tempo. Com a vitória, o Sport passou a somar 11 pontos e ocupa a décima primeira posição.

É indispensável dizer que a vitória foi importante por vários aspectos. Primeiro, o time havia empatado na Arena de Pernambuco em 1 x 1 com o time misto do Corinthians, em segundo lugar foi uma vitória que moralmente colocou o time com mais credibilidade, depois o treinador Claudinei Oliveira realizou mudanças, que a principio deram certo no grupo.

Agora é esperar na próxima quarta-feira o jogo contra o Atlético Mineiro em Recife, para observar se acontece ou não evolução do grupo. Numa sequencia de jogos difíceis o Sport somou quatro pontos nos dois primeiros, o que é um bom percentual, porque compensou com a vitória fora de casa, o empate do jogo anterior contra o Corinthians.

Outro Pernambucano que venceu, foi o Náutico. Jogou na Arena de Pernambuco, e passou pelo Globo pelo placar de 2 x 0. Como a série C é difícil, observa-se que mesmo com a vitória e somando sete pontos, o Náutico não conseguiu sair da zona de baixo do grupo. Tendo também com a mesma pontuação as equipes do Globo e do Remo.

O Salgueiro foi outro que jogou e venceu ao Juazeirense pelo placar de 1 x 0. A vitória colocou o Salgueiro na sétima posição com oito pontos. Além da vitória, também foi fundamental  o resultado,  porque foi no sertão de Pernambuco. Acredita-se que o time de Sergio China agora, tenha superado as dificuldades iniciais da competição.

Pela série D, despedidas do Central, Flamengo e Belo Jardim. No Lacerdão com Catende assumindo a função de treinador, o Central finalmente venceu na competição. Ganhou de 3 x 0 ao time do Jacuipense. Com esse resultado e pelo placar elástico, o time baiano também deu adeus a competição.

Quanto ao Central agora, é aguardar as decisões da diretoria, sabendo-se que o grupo será dispensado amanhã, e novos projetos deverão ser iniciados para 2019. Campeonatos Pernambucano e Brasileiro, além da Copa do Brasil a grande competição do próximo ano para o centenário do clube.

Flamengo que empatou em 1 x 1 com o Muricí, e Belo Jardim que também empatou com mesmo placar com o Imperatriz, despediram-se do Brasileiro e agora só Deus sabe o que vai acontecer até o fim do ano, e como serão os preparativos para 2019. A verdade, é que os representantes do nosso estado no Brasileiro da série D, foram simplesmente uma vergonha.

Blog de Airton Sousa: Sai tabela da série-D, jogos do Central

sc3a9ried2018

A Confederação Brasileira de Futebol, anunciou na noite da ultima segunda-feira (02), a Tabela dos jogos da série-D, inclusive com detalhes dos jogos do Central na competição. O Campeonato começa no dia 22 de abril, e encerra a primeira fase no dia 27 de maio. O time patativa inicia jogando fora de Caruaru e encerra no Estádio Lacerdão, veja a Tabela:

22\04, às 16 horas : Jacuípense e Central na cidade de Riachão do Jacuípe(Bahia)

29\04, às 16 horas : Central e Sergipe na cidade de Caruaru (Pernambuco)

06\05, às 16 horas : Asa e Central na cidade de Arapiraca (Alagoas)

13\05, às 16 horas : Central e Asa na cidade de Caruaru (Pernambuco)

20\05, às 16 horas : Sergipe e Central na cidade de Aracajú (Sergipe)

27\05, às 18 horas : Central e Jacuípense na cidade de Caruaru (Pernambuco)

Esperar que o alvi-negro de Caruaru, possa manter parte desse grupo do Campeonato Estadual, afim de avançar na primeira fase e nas fases seguintes, quem sabe chegando ao final e garantindo o acesso para a série-C  sonho dos Caruaruenses, principalmente no momento em que o time disputa neste domingo, ( 08) de abril o título de Campeão de Pernambuco.

Blog de Airton Sousa: Começam os jogos das quartas de final

 5-10

Nesta quarta-feira (14), teremos três jogos valendo a classificação para as semi-finais do Campeonato Pernambucano. No Lacerdão, o Central joga contra o América, em Salgueiro, o Salgueiro enfrenta ao Vitória, na Ilha do Retiro o clássico entre o Sport e a equipe do Santa Cruz.

Falando do jogo do Lacerdão, o time patativa que atravessa uma das suas melhores fases, joga contra o América, levando ao seu favor vários aspectos: O seu próprio campo, o apoio da sua torcida, a defensiva menos vazada da competição, além da qualidade e do conjunto que o time possui.

Espera-se um público superior a 3.000 torcedores, mesmo porque a campanha  do alvi-negro é uma das principais razões para que o torcedor compareça. O técnico Mauro Fernandes, com exceção de Danilo Quipapá tem todo o elenco ao seu dispor, sabendo-se que o respeito ao adversário tem que acontecer. Porém temos que colocar a patativa como favorita.

Também no sertão, e desta feita na cidade de Salgueiro, o Carcará enfrenta a equipe do Vitória. Situações opostas, enquanto o time salgueirense cresceu nos últimos quatro jogos, com a chegada do técnico Sergio China, o Vitória está de ladeira abaixo, tendo a sua última vitória contra o Central, na Arena de Pernambuco, depois só resultados negativos.

O Salgueiro é favorito nesse jogo, levando-se em consideração vários aspectos: O apoio do torcedor, o seu próprio campo, a temperatura, além da aplicação tática que o time vem utilizando, principalmente nos seus jogos em casa. A vantagem é do time sertanejo, diante do vitória fragilizado.

Finalmente o clássico entre o Sport e o Santa Cruz na Ilha do Retiro. Não há de se referir as duas equipes, sem lembrar os incidentes do último jogo. Esperando-se que a  lição do último jogo possa ter surtido efeito e que haja as providências devidas na noite desta quarta-feira (14). Algumas medidas  foram tomadas para que não haja incidentes.

Quanto ao jogo, não tem favorito levando-se em consideração tudo que aconteceu na última partida. O Sport com problemas de entrosamento e rendimento técnico, onde Nelsinho Batista até agora não conseguiu dá um sentido de conjunto ao grupo. Enquanto que o treinador tricolor tem conseguido bons progressos e resultados com o seu grupo.

 

Blog de Airton Sousa: Náutico perde e se complica

 e71c13d9e91f701bbf52cce539b32687

Na noite dessa quinta-feira (23), jogando em Salvador o Clube Náutico Capibaribe perdeu para o Bahia pelo placar de 2 x 1. A derrota complicou a situação do time na Copa do Nordeste, pois o Náutico necessitava voltar para Pernambuco, pelo menos com um empate, para continuar sonhando com a classificação.

Com a vitória o Bahia passou a somar 6 pontos, enquanto que o Náutico permanece apenas com um ponto, tendo a sua situação complicada, em razão da pontuação do próprio Bahia e do Botafogo. Classificam-se duas equipes para a fase seguinte, e nesse momento a distancia timbu para os dois primeiros colocados passa a ser muito grande.

Quanto ao jogo, o Náutico fez um péssimo primeiro tempo, sendo dominado pelo time Baiano e não acertando os principais setores do time, diferente do ultimo jogo  quando venceu ao Afogados e deixou uma boa impressão ao longo da partida, animando a sua torcida, que via perspectiva de mais um resultado positivo desta feita, contra o Bahia.

Mesmo perdendo pelo placar de 1 x 0, na volta do segundo tempo, o técnico Roberto Fernandes, fez algumas modificações táticas e com substituições, porém logo tomou o segundo gol, tendo a situação complicada no jogo, mesmo tendo feito o primeiro gol, porém se tornava impotente para evoluir mais e marcar pelo menos o empate.

O técnico Roberto Fernandes como sempre, saiu de campo reclamando o rendimento de algumas peças, no entanto sabemos a limitação do grupo técnica e fisicamente. Agora a atenção do Náutico se volta para o Campeonato Pernambucano e principalmente para a Copa do Brasil, onde joga na próxima semana a primeira partida na Arena de Pernambuco.

Blog de Airton Sousa: Sport ganha folga para o jogo de volta

copa_sul_americana_2017_sport_x_ponte_preta_560.jpg

Um resultado que deixou o Sport na vantagem, foi o que aconteceu nessa quarta-feira (13) na Ilha do Retiro, quando o Sport venceu a equipe da Ponte Preta pelo placar de 3 x 1 pela Sul-Americana. Um jogo em que o time Pernambucano foi dono absoluto, nos dois tempos  sem permitir que o time de Campinas tivesse domínio em momento algum da partida.

O primeiro gol leonino foi através de Ronaldo Alves aos 8 minutos, com o rubro-negro passando a predominar. O time da Ponte Preta apenas se defendendo, sem conseguir sair para o ataque e cometendo faltas com excesso, até que aos 42 minutos através de Richely acontecia o segundo, fechando o primeiro tempo com o placar de 2 x 0.

Na volta, a Ponte Preta já teve uma alteração, entrando Renato Cajá e saindo Nino Paraíba. Porém nada alterava, porque continuava a pressão do time Pernambucano. Aos 6 minutos Diego Sousa, aos 10 minutos Raul Prata, aos 12 minutos Mena, aos 17 minutos Patrick, aos 20 minutos, outra vez  o jogador Mena. Era uma verdadeira blitz.

Continuava a pressão do Sport com Richely colocando uma bola na trave aos 23 minutos, e aos 32 minutos era a vez de André acertar um chute e marcar o terceiro gol, tranquilizando mais ainda o time leonino.  Porém aos 34 minutos entrava o jogador Claudinho e a Ponte Preta melhorava um pouco de rendimento, até que o jogador Saraiva, descontava marcando o gol do time de Campinas, em uma falha de marcação do jogador Sander.

Placar final Sport 3 x 1 Ponte Preta, o Sport levando para a segunda partida muita vantagem. Tivemos um público pequeno de 6.212, uma renda de R$ 114.282,00. O trio de arbitragem foi da Colômbia com um bom trabalho. A vibração tomou conta da torcida e espera-se que a vitória possa trazer um melhor ambiente para  jogo de domingo, contra o Flamengo no Ninho do Urubú no Rio de Janeiro.

Blog de Airton Sousa: Santa Cruz perde e decepciona, o Náutico vence fora de casa

serie b

Jogando nessa terça-feira (01), o Santa Cruz completou três jogos sem vencer pela série-B, do Campeonato Brasileiro. O jogo foi na Arena de Pernambuco, e o adversário foi o Paysandu. No final, o time tricolor perdeu por 2 x 1, e começa complicando a situação , em razão que agora sim, a zona de rebaixamento aproxima-se dos comandados do técnico Givanildo Oliveira.

E não é só a queda na tábua de classificação, mais os problemas internos existentes, onde todos escondem, porém sabemos que a razão maior é a falta de pagamento, por falta de dinheiro.  O técnico afirmou que vai esperar até a próxima sexta-feira (04), para que a diretoria tome as devidas providencias.

Foi um Santa Cruz irreconhecível, no primeiro e no segundo tempo, mesmo com a vitória parcial na primeira fase, onde o Paysandu chegou três vezes a meta de Julio César, enquanto que o tricolor, teve apenas a chance do gol, com a cobrança de um pênalti através de Ricardo Bueno, vencendo por 1 x 0.

No segundo tempo, tudo foi complicado. Gol do Paysandu aos 2.30 minutos, em seguida a expulsão de Julio César aos 8 minutos,e a partir daí tudo complicou para o time Pernambucano. Alterações sem funcionar pelo Santa Cruz, nada de reação e o time do Pará continuava dominando mais ainda, até chegar ao gol da vitória aos 42 minutos, através do jogador Bergson.

Com a derrota, o Santa Cruz desceu para décima quinta colocação, com 23 pontos e terá o próximo jogo  em Caxias, contra o Juventude. O técnico Givanildo Oliveira, não poderá contar com Bruno Silva, Derley e João Paulo, além de outros jogadores  o que complica mais ainda para o treinador escalar o time, também pela limitação do elenco.

Quanto ao Náutico, com Levi Gomes comandando o time, venceu ao Vila Nova pelo placar de 1 x 0. Coincidência ou não, no momento em que a diretoria fechou com o técnico Roberto Fernandes, que pela terceira vez assume o comando do alvi-rubro, se bem que no jogo contra o Vila Nova, Roberto Fernandes não acompanhou a delegação.

Foi a segunda vitória do Náutico na competição, e coincidência fora de casa, deixando o time timbu  com 11 pontos, porém ainda na lanterna e distante das demais equipes, inclusive que também estão na zona de rebaixamento. No ultimo jogo deste turno, o Náutico joga contra a Luverdense, nesta sexta-feira (04) na Arena de Pernambuco. Aí sim com a estreia do técnico Roberto Fernandes, o sexto treinador do Náutico este ano.

No jogo desta quarta-feira (02), o treinador Wanderley Luxemburgo terá de volta os principais jogadores do grupo, que não tiveram condição de jogar contra o Bahia, o que não alterou o comportamento do time, dando a entender que o treinador agora poderá acreditar que tem no banco, jogadores a altura para quando ele necessitar, em outras oportunidades. É aguardar para sentir o comportamento do grupo no jogo desta quarta-feira (02),diante do Fluminense.

Blog de Airton Sousa: Clássico em Pernambuco neste sábado à tarde

bbbbb
Com problemas clínicos dos dois lados, Náutico e Santa Cruz fazem um clássico importante na Arena de Pernambuco neste sábado (15), onde os dois treinadores estão demonstrando muita preocupação, pela contusão de jogadores importantes, causando alterações nos tricolores e alvi-rubros, o que provocará problemas na escalação dos dois times.

Pelo Náutico, o técnico Beto Campos não poderá contar com Gilmar, Vinicius e Breno Mota, atletas importantes no projeto do treinador. Em contra partida, a estreia do jogador Lenilson, ex – Guarani de Juazeiro é dada como certa. O Náutico vem de uma vitória contra o ABC, e um empate contra o Juventude. Futebol a parte, no domingo teremos as eleições do Náutico.

Por outro lado, o técnico Givanildo Oliveira, também tem problemas para escalar o seu time. O lateral esquerdo Roberto, peça importante no elenco,e que vinha atravessando uma boa fase, viajou na noite dessa quinta – feira (13) para Chapecó, e irá vestir a camisa da Chapecoense. Tiago Costa será o substituto, depois de muito tempo voltando ao time.

André Luiz, Primão, Bruno Paulo e Léo Lima, estão de volta e poderão ser utilizados pelo treinador. O Santa teve uma vitória contra o Brasil de Pelotas pelo placar de 3 x 0, na estreia do treinador Givanildo Oliveira, e um empate fora de casa contra a Luvendense. Sendo assim o técnico somou quatro pontos nos dois últimos jogos.

Quanto ao clássico deste sábado à tarde (15), para o Santa Cruz a vitória representará a aproximação do G – 4, enquanto que o Náutico, mesmo com uma vitória não sairá da zona de rebaixamento. Um empate, não será um bom resultado, no entanto para os tricolores é melhor do que para os alvi – rubros. Espera-se um bom público na Arena de Pernambuco.

 

Blog de Airton Sousa: Clubes de Pernambuco no Brasileirão

Encerrado o Campeonato Pernambucano, na quarta-feira (28), os times do nosso Estado voltam à atenção para o Campeonato Brasileiro das Séries A, B e C.

Pela  série A, o Sport joga na Ilha do Retiro contra o Atlético Paranaense. O time rubro-negro está em alta, depois de empatar com o Atlético Mineiro e vencer ao Santos pelo Brasileirão, e também por ter conquistado o Campeonato Estadual contra o Salgueiro, da maneira que todos já sabem. Espera-se que o time leonino some três pontos, os quais serão importantes na atual trajetória da competição.

O Santa Cruz também volta a campo, desta feita jogando no interior de São Paulo, contra o Oeste. Um jogo complicado, em razão de que a última partida do time tricolor foi em casa, e o time não passou de um empate, contra o fraco Figueirense. Só a vitória nesse jogo, faz o Santa Cruz recuperar posições na tábua de classificação, até porque essa inconstância do time, ocasiona descrédito junto à torcida.

Por sua vez o Náutico, cada vez mais afundado na série B, com apenas dois pontos somados em dez rodadas, joga na Arena de Pernambuco, contra o Clube de Regatas Brasil. O alvi-rubro vê a cada rodada, o fantasma do rebaixamento, porque se faz necessário ao final do Campeonato, a soma de 44 pontos, ou seja, nas vinte e oito rodadas, o timbu tem que vencer 14 partidas, e sabemos que não é fácil. Só um grande milagre evita a queda do time para a série C.

E o Salgueiro, depois de ter o título tomado, da maneira como aconteceu, agora tem a responsabilidade de dar a volta por cima. O time não vem bem no Brasileiro da série C e tem que recuperar posições. O próximo jogo será nos  seus domínios, contra o CSA de Maceió. Espera-se que o grupo de jogadores esqueçam a perda do título e honrem as cores do carcará no Brasileiro.

Blog de Airton Sousa: Salgueiro estreia na série-C com derrota

Jogando na noite dessa segunda-feira(15), a equipe do Salgueiro perdeu para o Confiança de Sergipe, pelo placar de 2 x 1. O time Pernambucano, não teve bem em campo, e o Confiança aproveitou para somar três pontos na competição. Podemos dizer que foi um resultado normal, principalmente pelo fato do jogo ter sido na casa do adversário.

Entende-se que o Carcará no momento, está focado na decisão do Campeonato Pernambucano, mesmo porque a demora para acontecer o ultimo jogo, marcado para 18 de junho, faz com que os jogadores fiquem com a cabeça na decisão, daí entender-se que o psicológico terá que ser muito bem trabalhado junto ao elenco.

Outro fato também preocupante, são as notícias da possibilidade da saída de alguns jogadores do time salgueirense, a exemplo de Valdeir, Rodolfo Potiguar, entre outros, o que é um fato normal, principalmente depois de uma campanha irretocável no Campeonato Pernambucano. O Salgueiro volta a jogar neste domingo(21), em casa, contra o Moto Clube do Maranhão

Blog de Airton Sousa: Central realiza amistoso neste domingo

Muita expectativa, é o que o Central Sport Clube está passando para a sua torcida. Muitos atropelos desde o início na atual gestão, e esse ano os fatos tiveram uma evolução maior, chegando ao ponto de alguns membros do Conselho Deliberativo e o Presidente, ameaçarem destitiur o atual Presidente.

No final de tudo, chegaram a um denominador. As ameaças foram desfeitas, e o Clube iniciou uma parceria, no sentido de montar um time para o Campeonato Brasileiro da Série-D, onde a estréia irá acontecer no dia 28 deste mês, contra o time do Sousa, no vizinho estado da Paraíba, daí a preocupação de todos.

Visando aprimorar tecnicamente o elenco, a direção anuncia para este domingo(14), um amistoso no Estádio Lacerdão, contra o Las Vegas United, uma equipe de divisão inferior dos Estados Unidos, no entanto isso é de menos. O agravante é que depois de várias tentativas de recuperar o gramado, o amistoso acontecerá no momento do início da recuperação, o que é lamentável. É aguardar para ver, que novidades o Central mostrará a sua torcida.

Blog de Airton Sousa: Placar apertado dá a vitória ao Sport

Tivemos na noite dessa quarta-feira (12), na Ilha do Retiro, a primeira partida entre o Sport  Clube  do  Recife e o Joinville. O placar final, deu a vitória apertada ao Sport por 2 x 1. Na próxima quarta-feira(19), teremos o jogo de volta, em Santa Catarina.

O resultado apertado deve-se em razão da aplicação tática do Joinville, valorizando a posse de bola, marcando o Sport no campo leonino, dificultando a saída de bola e impondo muita determinação no jogo, no primeiro e no segundo tempo.

Jogadores como Rogério, André e Samuel Xavier não estiveram bem, além da lentidão de Diego Sousa, e o futebol de Mena, não ter sido nem a sombra de outras partidas. Enquanto isso, jogadores como Breno, Tinga, Lúcio Flávio e Bruno Batata, chamavam para si, a responsabilidade do jogo, complicando o rendimento do time do Sport.

Um fato chamou à atenção no jogo, a qualidade dos gols. Rithely marcando para o Sport aos 25 minutos do primeiro tempo. Bruno Batata empatou aos 2 minutos do segundo tempo. E Juninho fez o gol da vitória leonina aos 39 minutos. Difícil é escolher, qual dos três gols, o que pode ser o mais bonito.

A apresentação do Sport foi preocupante pelo fato de jogar em casa, ter um elenco individualmente melhor, e ser um time de série A. Tudo isso contra um Joinville, que jogará  este ano, a série C, do Campeonato Brasileiro. A vantagem que era esperada a favor do Sport, não aconteceu. Vamos aguardar o jogo de volta, para saber  quem passa para as oitavas de final da Copa do Brasil.

Blog de Airton Sousa: Alvi-negro está agonizando

Terminada a decepcionante participação do Central Sport Clube, no Campeonato Pernambucano de 2017, a pergunta é a seguinte: Que futuro terá o alvi-negro, a partir de agora? Sem time, sem crédito, cheio de compromissos a cumprir, dezenas de causas na Justiça do Trabalho, e tendo pela frente o Campeonato Brasileiro da Série D, que começará em meados de maio.

O ano passado, a situação era mais ou menos como essa. Foi feita uma parceria, e o time não passou da primeira fase, ficando no início da competição. Agora, o espaço para resolver todos os problemas emergenciais, é de apenas 40 dias, porque tudo vai começar do zero. Podemos dizer que a situação Centralina agora, é pior do que a do ano passado.

Tem que contratar, organizar um grupo, correr atrás de dinheiro, que será o princípio fundamental, e não será fácil, principalmente pelo descrédito do atual Presidente. No entanto, surge agora uma luz no fundo do túnel: Jandoval Bezerra, Sivaldo Oliveira, Alexandre do Carrancão e outros Centralinos, se dispõem iniciar um trabalho emergencial, para recuperar o gramado, contratar um treinador, visando o Brasileiro da série D.

O impecilho nesse instante, é um só: a saída do atual Presidente, porque com ele as providências e ajudas, ficam inviáveis. Será uma semana decisiva, pela emergência que os fatos reúnem. Daí esperar que o bom senso aconteça, e o Central Sport Clube, possa escapar mais uma vez da guilhotina.

Blog de Airton Sousa: Hexagonal chega ao fim

Finalmente, o Hexagonal do Título do Pernambucano 2017, tem a última rodada neste domingo (09), e na segunda-feira (10). No Arruda, o Central com todos os seus problemas, enfrenta ao Sport Clube do Recife. Em Salgueiro, o Carcará joga contra o Belo Jardim. Ambos os jogos no domingo à tarde. Já o clássico entre Santa Cruz e Náutico, será na segunda-feira à noite.

Pouca coisa a dizer da última rodada, principalmente dos jogos do central e do Belo Jardim, que apenas cumprem tabela, depois de fazerem um Hexagonal decepcionante, perderem o direito de jogarem no seus domínios, em razão da péssima condição dos seus gramados. Quanto ao Sport, o jogo interessa para determinar posição nas semi-finais, enquanto que o Salgueiro, independentemente dos resultados, termina na primeira posição da tabela.

Para a segunda-feira à noite, um clássico onde o Santa Cruz, com 16 pontos,  o segundo colocado, enfrenta ao Náutico com 15 pontos, que está na terceira colocação. Daí a disputa pra saber como fica a posição dos dois times na rodada final, a fim de se conhecer quem enfrenta quem. A única posição inalterável é do Salgueiro, que joga a partida de volta das semi-finais em casa, e possivelmente, se for decidir o título, também a última partida em casa.

Podemos dizer que o desfecho do Hexagonal é melancólico, decepcionante, pelo nível técnico, pela audiência de público, e pelo baixo percentual de arrecadação, além da própria desvalorização que os clubes grandes deram, por jogarem algumas partidas sem colocar em campo, as suas equipes tradicionais e até mesmo desconsiderarem o Pernambucano, em detrimento de outras competições.

Blog de Airton Sousa: Rodada de muitos gols e pouco público

No primeiro tempo, até que o Central se segurou. Porém na segunda etapa, quando as condições físicas começaram a refletir, o Náutico aproveitou e goleou o time patativa, fechando o placar em 5 x 0.

Muitas coisas foram evidenciadas após o jogo, principalmente por parte de alguns jogadores do time de Caruaru, desabafando uma situação delicada: faltou lanche, faltou jantar, faltou até água. Imagine esses jogadores inexperientes, com uma média de faixa etária de 20 anos, chagarem a uma situação dessas.

Ainda bem que a competição termina para o Central, nesse domingo(09). Caso contrário, não sabemos que desfecho teríamos, diante de uma situação degradante dessas. A verdade, eu prefiro acreditar que esteja com os jogadores, já que o Presidente, por tudo que fez de negativo até agora, durante a sua funesta gestão, só tem provocado decepção à frente do alvi-negro.

Domingo (09), o compromisso do Central será com o Sport. Com quantos gols voltaremos para Caruaru? Pedir ao Presidente, que o mínimo ele possa fazer, alimentar os jogadores, para que a fraqueza física não venha tomar conta dos atletas. Após o jogo de domingo, os atletas voltem para suas casas e possam pelo menos, se alimentarem do básico: feijão, farinha, arroz, macarrão, carne, pão, ovos. E a partir de domingo aprendam, que com o atual Presidente, o Central é disso a pior.

Por outro lado, o Santa Cruz passeou em campo e não teve trabalho, goleando ao Belo Jardim por 4 x 0. Realmente foi uma noite de decepção para o futebol do interior. Agora, é esperar que nos jogos semi-finais, a competição melhore tecnicamente e que venha despertar o interesse do público, porque foi realmente uma decepção o Hexagonal do Título 2017, sem público e com um futebol abaixo da crítica.

A ideia da rodada dupla foi muito infeliz por parte da Federação Pernambucana de Futebol, que tem se atrapalhado a cada Campeonato. É preciso repensar urgentemente o ano de 2018. Caso contrário, a tendência do Campeonato Estadual é chegar ao fim, o que será lamentável, porque muitos profissionais dependem dessa competição.

Blog de Airton Sousa: Começa segunda fase para o Santa Cruz

Começa nesta quarta-feira(29), a série de mata mata da Copa do Nordeste. Em Sergipe, o Itabaiana recebe o Santa Cruz, para a primeira partida da série de duas. Um jogo em que o time sergipano tem a obrigação de fazer o dever de casa. Enquanto isso o Santa Cruz, com a tentativa de voltar para casa com um resultado que favoreça para o jogo do sábado(01\04), às 18.30 h, no Estádio do Arruda.

Na primeira fase da competição, o Itabaiana deixou para trás no seu grupo,  o CSA, CRB e o ABC de Natal. Além disso, é o  primeiro colocado no Campeonato do seu Estado, com três vitórias e um empate. Por outro lado, o Santa conseguiu superar o Campinense,  Náutico e o Uniclinic, obtendo três vitórias, um empate e uma derrota. Portanto, duas campanhas relativamente boas.

Quanto ao jogo, tecnicamente o Santa Cruz tem um melhor elenco, tendo como destaque o atacante Pitimbú, além de estar bem no Hexagonal do Campeonato Pernambucano, ocupando a segunda colocação. Importante lembrar que o time tricolor, terá que fazer um resultado no jogo de hoje, para evitar a pressão na partida de volta em casa.

O Itabaiana, se obriga  a evitar um resultado negativo, porque é sabido a obrigação de fazer o dever de casa, para não complicar no segundo jogo, com todas as dificuldades de jogar no Arruda, principalmente com a participação e a pressão da torcida. Será um jogo extremamente equilibrado, podendo ser decidido em um lance.

Blog de Airton Sousa: Sport tem novo técnico

Coisas de Dirigentes sem planejamento e com mentalidade amadora. Com uma campanha de razoável para boa, onde em 18 jogos, venceu 10, empatou 6 e perdeu 2, Daniel Paulista foi afastado após o empate contra os reservas do Santa Cruz em 1 x 1, neste domingo(26), na Ilha do Retiro.

Levando-se em consideração que a maioria dos adversários foi de um nível regular, exceção os clássicos contra o Náutico e Santa Cruz, mesmo assim, dentro do propósito dos Dirigentes, de não valorizarem o Campeonato Estadual, fazendo um trabalho com os jogadores da base, nada foi avaliado para decidir pelo afastamento de Daniel Paulista.

Volta para dirigir as Divisões de Base do Sport, fato que sinceramente eu não concordo. Acho que a decisão da Diretoria foi humilhante, e o melhor caminho para Daniel Paulista, era tentar treinar um time inferior, para iniciar a sua carreira, como um técnico verdadeiramente. Porém, Daniel Paulista não teve esse entendimento e é de novo rebaixado para a base do clube da praça da bandeira.

Já anunciado Ney Franco como o novo treinador, namoro agora concretizado, pois várias vezes os Dirigentes tentaram a vinda do treinador, que exigiu a companhia do preparador físico e um assistente técnico, inflacionando mais ainda a sua contratação.

Porém, a partir do jogo contra o Campinense, passaremos a observar se a falha era do Daniel Paulista, da fragilidade técnica do elenco, ou de alguns jogadores se escondendo em campo. A verdade é que, fica provado mais uma vez, que a prata de casa não tem valor. Assim também aconteceu com Daniel Paulista, para os Dirigentes, foi o verdadeiro culpado do futebol pequeno que o time está jogando.

Blog de Airton Sousa: Náutico apenas empata com o Belo Jardim

Com as notícias do Náutico, tendo como foco principal outra vez, o atraso de salários e a insatisfação dos jogadores, tivemos na tarde deste sábado(25), o time timbu empatando com o Belo Jardim em 1 x 1.

No primeiro tempo, mesmo com os erros nas finalizações, o alvi-rubro conseguiu jogar um pouco melhor do que o time da terra do bitury. Mesmo assim, o jogo não passou de 0 x 0, e podemos classificar como um primeiro tempo de nível apenas razoável.

Já no segundo tempo, o Náutico marcou primeiro, aos 3 minutos, com um lance complicado pela arbitragem, anulando a principio o gol, depois confirmando o gol de Manoel, onde o árbitro confundiu o lance com a participação do jogador Erick, o que foi uma precipitação, porque em seguida, após consultar o auxiliar, veio a confirmação, porque realmente Manoel estava em condição de jogo e Erick, não teve participação no lance.

Muitas reclamações do time do Belo Jardim, no entanto, houve a confirmação. Depois de tomar o gol, o time do Belo Jardim reagiu e através do  jogador Bruno Sacomani, com  lançamento  de  Raniel, acontecia o empate, aos 39 minutos, terminando o jogo com o placar  de 1 x 1.

Só no dia 05 de abril, é que teremos a nona rodada do Hexagonal, onde o Náutico,  o Belo Jardim e as demais equipes estarão de volta nessa competição.

A Arena de Pernambuco, recebeu um público de 1.507 torcedores, com uma renda de R$ 7.115,00.

Blog de Airton Sousa: Sport vence com dificuldade

Foi encerrada na tarde deste domingo(19), a sétima rodada do Hexagonal do Título. No estádio do Arruda, o Belo Jardim perdeu para o Sport pelo placar de 1 x 0, repetindo o mesmo resultado da primeira fase do Hexagonal. O gol rubro-negro foi marcado aos 13 minutos do segundo tempo, através do jogador Paulo Henrique, que abusou de perder gol já no primeiro tempo do jogo.

O time do Belo Jardim,  teve folego até 15 minutos da primeira etapa, quando teve uma chance com um minuto de jogo, e foi apenas isso no primeiro tempo. Enquanto o time leonino, a partir dos 20 minutos, dominou o jogo, mesmo com desespero e ansiedade dos seus jogadores.

Aos 22 minutos, de calcanhar, Talison teve chance de gol; também aos 40, 42 e 44 minutos, Paulo Henrique perdeu concretamente várias oportunidades de marcar. Pelas chances perdidas, no mínimo, o Sport poderia ter vencido no primeiro tempo, pelo placar de 3 x 0. Na segunda etapa de jogo não foi diferente, o Belo Jardim jogando atrás, esperando o time leonino e as chances sendo repetidas.  Com 2 minutos de jogo, Talison desperdiça uma chance de gol; aos 8 minutos é a vez de Paulo Henrique. Mas, aos 13 minutos, finalmente Paulo Henrique, de cabeça, aproveitando o rebote do goleiro Andrei, abre o placar colocando o Sport na frente.

A partir daí, nova oportunidade com Fábio de cabeça aos 27 minutos, enquanto o Belo Jardim desperdiça a única chance de empatar no segundo tempo, com Raniel aos 38 minutos. Uma coisa ficou constatada no jogo por parte do sport: é preciso o técnico Daniel Paulista treinar mais o passe de bola e as finalizações. O placar final foi 1 x 0 para o Sport, onde o jogador Mena foi o destaque do time rubro-negro.

Com a vitória o Sport foi a 12 pontos, mesma pontuação do Santa Cruz, porém o time tricolor é o segundo colocado no Hexagonal, pelo saldo de gols. O Salgueiro lidera om 16 pontos e o Náutico é o quarto colocado com 11 pontos.

O público do jogo foi um dos menores do campeonato. Apenas 437 pessoas e uma renda de R$ 4.485,00. Emerson Sobral fez uma boa arbitragem.

A próxima rodada do Hexagonal terá os seguintes jogos: Sport x Santa Cruz;  Náutico x Belo Jardim. Todos domingo, dia 26/03, às 16 horas.

Blog de Airton Sousa: Santa recupera e Náutico decepciona

Se uma goleada de 5 x 1 contra o Central, faz o torcedor esquecer a derrota acontecida  no clássico diante do Náutico, tudo bem. É bola para frente, e aqueles que pediram a cabeça do técnico tricolor, vão procurar silenciar, e saber que futebol se faz com a razão e não com emoção, porque vendo com emoção, geralmente a contradição vem à tona.

Independentemente da goleada, do adversário frágil, sem fôlego, com problemas graves dentro e fora de campo, e uma Diretoria que pouco está se importando com a grave situação alvi-negra, temos que creditar ao Santa Cruz, a determinação de jogar para ganhar e se garantir antecipadamente nas semi-finais do Pernambucano de 2017.

É uma semana importante para o time tricolor, uma etapa foi superada com a vitória em cima do Central, a outra etapa será nessa quarta-feira(22), contra o Campinense, já classificado. Um empate deixa também o Santa Cruz na fase seguinte da Copa do Nordeste. Portanto, temos que parabenizar o técnico Vinícius Eutrópio, pela maneira humilde e correta como vem administrando os problemas técnicos, emocionais e principalmente, as críticas em alguns momentos.

Quanto ao Central, é ver o que vai acontecer, com esse fiasco de time e com um Presidente que deixa, em detrimento do clube, sua vaidade superar tudo, inclusive a história que o clube tem no cenário esportivo nordestino. É uma pena, que a Patativa do Agreste, tenha chegado a esse ponto. No entanto, não é possível que os Conselhos Deliberativo e Fiscal, sejam omissos ao ponto de deixar perpetuar na atual gestão, tanto abandono.

Enquanto isso, nem o adiamento do horário do jogo para às 18.30, evitou que o Náutico perdesse para o bom time do Salgueiro, pelo placar de 2 x 0. No primeiro tempo  o Salgueiro venceu por  1 x 0,  jogou um melhor futebol e envolveu o timbu, que sentiu a ausência de alguns titulares, que não tiveram condição de jogar.

No segundo tempo, pouco mudou no jogo. O Salgueiro absoluto, o Náutico encurralado, e finalmente o segundo gol do time do sertão, fechando o placar com uma vitória de 2 x 0, extremamente importante para garantir, por antecipação, o time Salgueirense nas semi-finais do Campeonato Pernambucano.

Quanto ao Náutico, agora é trabalhar para recuperar na próxima partida. No entanto, em razão da fórmula do Campeonato Pernambucano, o desenho dos quatro times já está pronto, com a exclusão do Belo Jardim e Central, que apenas cumprem tabela até o final do Hexagonal. Quarta-feira(22), o Náutico joga contra o Uniclínic, tentando o quase impossível, que é passar para a segunda fase da Copa do Nordeste.

Blog de Airton Sousa: Situação crítica do Central de hoje

O Central com quase cem anos de existência, tem tido Dirigentes e Dirigentes, passando por fases muito mais negativas, do que positivas, e a história está aí para comprovar o que estamos escrevendo. O torcedor da patativa, está muito bem convencido das dificuldades, dos problemas, dos descasos, do abandono e da falta de credibilidade.

O atual Presidente do Central, no auge da sua vaidade e orgulho, sepulta de uma maneira rápida e emergente, o nome e a tradição esportiva que o clube com muito sacrifício construiu,  através de Dirigentes que mereciam respeito e se faziam impor, o que não é o caso do atual Presidente, que em razão da falta de transparência, deixa o clube na atual situação.

Tenho escrito e comentado muito pouco a respeito do alvi-negro, porque são tantas coisas negativas, tantos erros, que não vale a pena perder tempo, porque temos espaços importantes no rádio e também nesse blog, para levar notícias merecedoras da ocupação de espaços.

O atual Presidente, falou recentemente a uma emissora de rádio, que esse cronista, comentava conforme a conveniência do ex-presidente do Central, Sivaldo Oliveira. Puro engano, porque os espaços que ocupo, são espaços com assuntos analisados de maneira profissional e imparcial desse cronista, e sempre foi assim desde o início da minha vida no rádio e na televisão.

Para que a cidade julgue o atual Presidente, basta citarmos alguns fatos para apreciação. A Campanha do Central o ano passado, nos campeonatos Estadual e Brasileiro; a campanha até agora no atual Hexagonal; a situação financeira do clube junto aos seus funcionários; além de uma perspectiva de tudo ser repetido como em 2016, lamentavelmente.

O torcedor do Central que faça o seu julgamento. Será que a atual gestão patativa, está correspondendo? Será que o trabalho do Presidente tem sido um trabalho cheio de apoio e credibilidade? A situação financeira, o abandono do Lacerdão e outros itens merecem o apoio, ou a rejeição do sócio?

Infelizmente é o Central que sofre, que agoniza, que já passou do fundo do poço, é de novo vitima da inconsequência daquele é o pior presidente da história da patativa do Agreste. Triste resumo de uma tradição, que causou ao longo da sua existência, tanto desencanto a sua torcida. É bom pedir ao Presidente Licius Cavalcante, respeito ao nome do Central, e a história de 35 anos desse cronista, que já passou por prefixos famosos e importantes, no rádio e na televisão, e que tem um marco na crônica esportiva.

Blog de Airton Sousa: Eleição do Central poderá ter surpresa

O Central, ao longo da sua história, tem sofrido com os gestores, em vários aspectos, dentro e fora de campo. São questões trabalhistas sem solução, dívidas diversas, falta de conservação do Estádio, abandono no que poderia ser o CT, salários em atraso, a questão dos aluguéis das lojas, o gramado que está parecendo mais um campo de pastagem, prestação de contas sem o devido esclarecimento, grupo de conselheiro e sócios sem o mínimo interesse pelas questões do clube, e o mais importante, a falta de transparência.

Baseado nesses  e em outros pontos, e em um bate papo amistoso, o Presidente do Sismuc Regional, Eduardo Mendonça, afirmou o seu interesse em formar um grupo, do qual ele poderá ser o candidato a Presidência do Central, tentando mudar esses e outros pontos negativos.  Com isso, trazer de volta ao Central Sport Clube, tradicionais caruaruenses, dos mais diversos segmentos, porque no momento, o problema maior do Central, é a falta de credibilidade.

Ampliação do quadro de sócios, transparência na prestação de contas, reunião com as principais entidades de Caruaru, levando a esses órgãos, a probabilidade de uma nova filosofia de trabalho no Central, que lamentavelmente irá completar 100 anos, e até hoje, não houve nenhuma conquista positiva, a não ser descrédito e desgaste, junto à sociedade.

Vamos esperar novidades a respeito desse assunto, e torcer que o Presidente do Sismuc Regional, Eduardo Mendonça, siga com esse pensamento, e que a sociedade possa dar as mãos, com a finalidade de evitar que o Central venha sucumbir, por falta de seriedade de quem está à frente do clube.

Blog de Airton Sousa: Sport vence com traquilidade

Esperava-se que com as ausências de Rithely e Diego Sousa o Sport Clube do Recife, enfrentasse dificuldades, para vencer da maneira que venceu, ao time do Juazeirense. Com a fraca campanha do time baiano na competição, e pelo placar do primeiro jogo na Bahia, a expectativa era de que tivéssemos uma vitória pernambucana. No entanto, o time se superou e fugiu de qualquer projeção.

Já aos 8 minutos, Ronaldo Alves abre o placar, na cobrança de pênalti. André ampliou aos 24 minutos também de pênalti, e desta vez ele não desperdiçou, fechando o placar de 2 x 0 no primeiro tempo, com o Sport sendo absoluto, e Magrão não tendo trabalho nenhum.

No segundo tempo, diante das dificuldades, o Juazeirense apenas se defendia e para complicar mais ainda, teve a expulsão de Patrik. O técnico Daniel Paulista aproveitou a vantagem numérica, colocou Rogério para fortalecer o ataque rubro-negro.  Aos 22 minutos do segundo tempo, André faz o terceiro gol do jogo, demonstrando com a marcação de mais 2 gols, que a sua recuperação começa a acontecer, mesmo contra um adversário frágil.

Quando tudo parecia definido, brilha a estrela do atacante Rogério, que marcou dois gols relâmpagos, aos 43 e 46 minutos, fechando o placar de 5 x 0, a favor do leão, e colocando o time na próxima fase da Copa do Nordeste, com 13 pontos, porém ainda sem garantir a primeira colocação do grupo.

O Sport joga contra o Sampaio Correia, necessitando apenas de um empate, considerando de que o time do River venceu o seu jogo, foi a 10 pontos. Daí a necessidade do rubro-negro  jogar apenas por um empate, o último jogo dessa fase.

Blog de Airton Sousa: Adversários dos pernambucanos na série D

A Confederação Brasileira de Futebol, divulgou os adversários e grupos do Central, América e Serra Talhada, na série D de 2017;

GRUPO: A-7 (TABELA)

Sousa X Central……………………..21/05

Central X Coruripe………………….28/05

Central X Juazeirense…………….04/06

Juazeirense x Central……………..11/06

Coruripe X Central………………….18/06

Central X Sousa…………………….25/06

GRUPO: A-6

América

Guarani de Juazeiro

Parnahyba

Globo

GRUPO: A-8

Serra Talhada ou Atlético Pernambucano

Itabaiana

Fluminense de Feira

Campinense

No caso de desistência do Serra Talhada, poderá entrar o time do Atlético Pernambucano.

Blog de Airton Sousa: Começa a 3ª fase da Copa do Brasil

O Sport Clube do Recife, entra em campo nessa quarta-feira (08/03), à noite, para jogar a primeira partida da terceira fase da Copa do Brasil, contra o Boa Vista de Joel Santana. O time leonino na competição estadual, vem de dois resultados negativos, quando de um empate e uma derrota para o Náutico.

Neste jogo contra o Boa Vista, o time leonino tem a obrigação de valorizar o investimento da Diretoria, para ter o elenco que tem, e que até agora, não tem convencido ao seu torcedor. Problema no sistema defensivo, agora sem Rithely, afastado por contusão, sem ter um substituto a altura, para o meio campista, além da carência de um atacante de referência, que venha resolver os gols perdidos pelo rubro-negro.

Quanto ao Boa Vista, comandado tecnicamente pelo experiente Joel Santana, é uma equipe sem grandes destaques. No entanto, a exemplo do Sport, também avançou para a terceira fase, impondo ao time pernambucano, no mínimo, respeito. Daí o técnico Daniel Paulista ter muito cuidado, da escalação ao esquema, para enfrentar ao adversário, mesmo porque nos últimos jogos, o treinador vem errando taticamente e sendo  criticado por parte da imprensa e também pela torcida.

Agora, só resta esperar que o rubro-negro jogue o suficiente para obter um bom resultado e terminar de jogar  a  classificação na  Ilha do Retiro. Quanto a Diego Sousa, a principal estrela do time, espera-se também, que ele venha a atuar de uma maneira que possa contribuir para o grupo, fato que não aconteceu no jogo contra o Náutico, onde o atleta além de jogar fora de posição, na maioria do tempo, praticamente se escondeu durante o tempo todo.

Blog de Airton Sousa: Nova classificação na 6ª rodada do Hexagonal

Tivemos na tarde deste domingo (05/03), o início dos jogos de volta do Hexagonal do título, com o Náutico na Arena de Pernambuco vencendo ao Sport por 2 x 1, o Santa Cruz se impondo e vencendo ao Salgueiro por 1 x 0 e o Central conseguindo a sua primeira vitória, vencendo ao Belo Jardim por 4 x 1.

O clássico teve o Náutico supremo nos dois tempos do jogo, anulando principalmente, a criatividade do Sport, que não teve espaço para jogar com o sistema tático aplicado pelo técnico Milton Cruz, que obteve a primeira vitória sob o seu comando. O Náutico marcou 2 x 0, com uma certa tranquilidade, e mesmo tomando o gol do Sport, o time não se abalou, aproximou mais a marcação e administrou a partida até o final. Com o resultado, o Náutico foi a 11 pontos e agora é o segundo colocado no Hexagonal.

O torcedor do Sport, que viu desta feita o time titular não se encontrar em campo, porque na quarta-feira (01/03), na Ilha, o time que jogou foi o reserva, ao contrário do time deste domingo, e mesmo assim, o técnico Daniel Paulista, não encontrou uma maneira de superar a qualidade do time timbu.

O Santa Cruz depois de seis jogos sem vencer ao Salgueiro, lá no sertão, conseguiu vencer por 1 x 0, com gol marcado no início do primeiro tempo, onde o técnico Vinícius Eutrópio, reconheceu que tres pontos, favoreceu muito ao desempenho do seu time neste jogo:  a garra, a força e a superação do grupo.  Mais um detalhe do Santa no jogo contra o Salgueiro, foi a maneira como o time aproximou a marcação, não permitindo que o adversário soltasse a bola e impusesse velocidade ao jogo, pontos fortes do time do sertão. Porém, mesmo perdendo, o Salgueiro continua na liderança com 13 pontos, com 2 a mais que o Náutico. Enquanto isso, o tricolor soma 9 pontos, é o quarto colocado, mas sem a ameaça do Belo Jardim, que perdeu para o Central.

No estádio Antonio Inácio de Sousa, o Central, depois de perder as cinco partidas da primeira fase, aplicou uma goleada de 4 x 1 no time do Belo Jardim. Coincidência ou não, a primeira vitória aconteceu, justamente depois da saída do ex técnico Laelcio Lima. O Central continua na lanterna com apenas 3 pontos. No entanto, houve a motivação, da primeira vitória no Hexagonal.

O Belo Jardim que tem como ponto forte a bola parada, não teve tantas chances, pela boa presença do goleiro Gleidson, do Central. Ao final da partida, observava-se um misto de decepção do Belo Jardim, enquanto que no Central, havia a comemoração da primeira vitória.

Somente no dia 19/03, é que teremos a sétima rodada do hexagonal.

Blog de Airton Sousa: Clássico sem vencedor

Não sabemos até quando a Federação Pernambucana de  Futebol, vai continuar sem o planejamento necessário para uma tabela mais coerente do Campeonato  Estadual. É inadmissível que em plena quarta-feira de cinzas, na terra do frevo tenhamos um clássico entre duas equipes tão rivais, mesmo com a ideia do técnico Daniel Paulista de escalar, para alguns jogos do Estadual, o seu time reserva, ou alternativo, como queiram.

Tivemos um jogo bem movimentado no primeiro tempo, com o Náutico desenvolvendo um melhor futebol, e  taticamente mais encorpado. O time timbu teve cinco chances concretas de gol, contra três do time leonino. Já aos 4 minutos, a primeira chance com Tiago Silva; aos 7 minutos, com Marco Antonio; aos 16 minutos, uma cabeçada de Rodrigo Sousa, e finalmente, um pênalti de Rodrigo em David, aos 28 minutos. Erick cobra com categoria e coloca o Náutico na frente do placar.

A partir daí o Sport avança  um pouco, melhora a produção do meio de campo para o ataque, e aos 39 minutos, Neto Moura chuta uma bola de primeira, indefensável e empata o jogo, encerrando o primeiro tempo com o placar de 1 x 1. Destaca-se na primeira fase pelo Náutico, Marco Antonio, Erick e Manoel. Enquanto no Sport, não tivemos destaque  especial.

O segundo tempo começou co  o Náutico tendo a primeira chance aos 2 minutos com Agenor, Dudu chutando uma bola aos 26 minutos, e o Sport sem ter um bom trabalho na sua meia cancha, dificultando o rendimento dos atacantes. Muitas modificações aconteceram nas duas equipes, e somente aos 41 minutos, Fábio chuta uma bola perigosa, para uma boa defesa de Tiago Cardoso.

Quando tudo parecia estar definido, o Náutico sofre um pênalti aos 44 minutos e colocam o jogador André para a cobrança, aí aconteceu o que vem sendo repetido, André cobra mal, e permite que Tiago Cardoso evite que a bola entre. Placar final 1 x 1, para uma renda de R$ 58.425,00, e um público de 3.430 expectadores. Náutico e Sport voltam a se encontrar neste domingo(05), na Arena de Pernambuco, às 16 horas, também pelo Hexagonal.

Um ponto positivo, foi a arbitragem do desconhecido José Washington, que esteve muito bem, no campo técnico e disciplinar, ao lado de Elam Vieira e Ricardo Chianca.

Blog de Airton Sousa: Clássico na Ilha nessa quarta-feira

Terminava o jogo no Ceará e logo o técnico Daniel Paulista, na coletiva, já adiantava que para o clássico contra o Náutico, pelo Hexagonal, iria colocar o  time misto, deixando os jogadores da Copa do Nordeste de fora. Nenhuma novidade, porque tem sido esse, o critério do treinador, para as duas competições.

Sendo assim, o time rubro-negro para enfrentar o Náutico nessa quarta-feira(01/03), será basicamente um misto com poucos titulares e a maioria de jogadores que o treinador pretende utilizar em um futuro não muito distante. Esse time vem jogando, vencendo, porém ainda não conseguiu conquistar a confiança da torcida.

Enquanto isso, o Náutico que vem de um empate pela Copa do Nordeste, na Arena de Pernambuco, contra o Campinense, pretende tirar proveito da escalação do adversário e tentar vencer o clássico, para levantar a confiança da torcida, em razão de que o alvi-rubro, dificilmente passa para a outra fase da Copa do Nordeste, e no Hexagonal, também não vem convencendo.

O técnico Milton Cruz, teve um tempo mais longo para conhecer e trabalhar o grupo. Pretende dar um novo sentido tático ao time, que vem falhando em todos os setores. Como o adversário, tecnicamente não vai colocar em campo o que tem de melhor, nos Aflitos, todos estão esperançosos de uma vitória.

Fica meio confuso para as duas torcidas. De um lado o Sport com o time misto ou reserva, deixando entender que não está ligando muito para o Estadual. Do outro lado, o Náutico que ainda não conseguiu a credibilidade da sua torcida e também quer mostrar a cara de um elenco com qualidade técnica. É aguardar para ver, quem erra menos nesse jogo que ainda pode ser chamado de ” Clássico em Pernambuco ” .

Blog de Airton Sousa: Pernambucanos vencem na Copa do Nordeste

Duas vitórias importantes, aconteceram neste sábado(25/02), com os clubes de Pernambuco, pela Copa do Nordeste. A coincidência é que os dois times jogaram fora do Estado.

O Sport foi ao Piauí e teve um jogo apertado. No primeiro tempo venceu pelo placar de 2 x 0. Voltou no mesmo ritmo no segundo tempo, porém a partir dos 20 minutos, se acomodou no jogo, e o River cresceu, chegando a marcar um gol, e partir daí, quase chagava ao empate, porém não conseguiu. Foi extremamente importante a vitória, porque o River estava na liderança do grupo, com a mesma pontuação do time leonino.

Com este resultado, o rubro-negro assumiu a liderança e deixou para trás o adversário mais próximo. Nada ainda está definido, porém, os três pontos deram ao rubro-negro 80% de caminhada nessa fase.

Enquanto isso, os tricolores também comemoram o resultado no Ceará, contra o Uniclínic, por 2 x 0 . O Santa Cruz continua disparado na liderança, vindo na sequência o  Campinense, com a diferença de dois pontos. O time do Arruda, com 10 pontos, chega a 80% da fase. Com esses percentuais, o grupo de atletas e o técnico Vinícius Eutrópio, começam a trabalhar mais tranquilos.

Entende-se,  com mais essa vitória e na sequência de resultados positivos, que a torcida já começa a confiar no grupo, mesmo porque é um segredo do futebol, time bom, é aquele que a torcida sabe decorado, e isso está acontecendo com o tricolor Pernambucano. Depois de desmontar o time na temporada de 2016 e começar praticamente do zero, a Diretoria está sendo competente, pelo menos nas competições regionais, com resultados satisfatórios.

Blog de Airton Sousa: Náutico se complica na Copa do Nordeste

Esperava-se que o time de Milton Cruz, apresentasse um futebol pelo menos diferente e criativo, no entanto, foi o mesmo time medíocre de sempre. Enquanto isso, o técnico Sergio China, estudou o time timbu e anulou na marcação, as principais peças do Náutico, principalmente Marco Antonio, que é um jogador diferenciado e não teve espaço para jogar, complicando dessa maneira, o sistema que seria responsável pela criatividade e transição para o ataque.

Poucas foram as oportunidades do time pernambucano, e o Campinense, pela orientação do seu treinador, passou a jogar por uma única bola. No entanto, os dois times pouco criaram e chutaram no primeiro tempo. Porém, para o visitante, o empate era um bom resultado, e foi assim que o time campineiro se comportou no primeiro tempo, que terminou em 0 x 0.

Na segunda fase, o Campinense se fechou mais ainda, mesmo assim, obrigou o goleiro Tiago Cardoso a fazer duas grandes defesas, enquanto que o Náutico somente aos 45 minutos do segundo tempo, teve a melhor chance através do jogador Everton Páscoa, que no desespero e na falta de capacidade de finalização, desperdiçou a grande chance, deixando a pequena torcida presente na Arena de Pernambuco, desesperada.

Com o empate, o Campinense assumiu a liderança do grupo, com oito pontos e um jogo a mais, enquanto que o Náutico tem complicada a sua situação, com apenas quatro pontos, e tendo pela frente, o clássico contra o Santa Cruz e o Uniclinic, no Ceará. Quanto ao técnico Milton Cruz, saiu decepcionado com o que viu e está consciente das dificuldades que virão. Fora da Copa do Brasil, e com remotas possibilidades de continuar no Nordestão, o Náutico agora pensa no Estadual, e em breve, também começam os preparativos para o Brasileiro da Série B.

Blog de Airton Sousa: Times pernambucanos na Copa do NE

O Náutico, de técnico novo, agora sob o comando de Milton Cruz, joga nesta quinta-feira(23), na Arena de Pernambuco, contra o Campinense. Esse mesmo Campinense que na primeira partida, no Estádio Amigão em Campina Grande, venceu pelo placar de 2 x 0, derrota que ocasionou a queda do técnico Dado Cavalcanti. Hoje, obrigatoriamente, o time timbu terá que vencer, caso contrário, se distancia cada vez mais da oportunidade de avançar na Copa do Nordeste.

A presença do técnico Milton Cruz, deve influenciar emocionalmente no grupo, mesmo entendendo-se que é muito cedo para efetuarmos cobranças. Porém, sempre é bom lembrar que um novo comando, dá ao grupo perspectivas de reação, é o que espera a torcida timbu. Quanto ao jogador Mailson, foi reintegrado ao grupo. No entanto, não consta na relação de hoje, em razão de estar fora de forma.

Outro que volta a campo, desta feita no próximo sábado(25), à tarde, é o Santa Cruz, que está bem colocado no seu grupo. Enfrenta ao lanterna Uniclinic, que até agora não conseguiu nem uma vitória. Daí espera-se que o tricolor pernambucano, possa voltar do Ceará com três pontos, que poderão manter o time na cabeça do grupo.

Finalmente, depois de jogar pela Copa do  Brasil, e vencer por 3 x 0 ao time do Sete de Dourados, na quarta-feira(22), o Sport Clube do Recife, enfrenta nesse sábado(25), à noite, ao time do River do Maranhão. Este mesmo River que veio a Capital Pernambucana, e saiu com um empate de 2 x 2, frustrando naquela oportunidade, a torcida rubro-negra.

Este jogo é um divisor de águas, em razão de que os dois times dividem a liderança do grupo, sendo que pela campanha, o River é o primeiro colocado, e o Sport é o segundo. O técnico Daniel Paulista, confirmou a presença do time titular, porque entende a importância do time voltar do Maranhão com uma vitória.

Blog de Airton Sousa: Sport avança na Copa do Brasil

Jogando nessa quarta-feira(22), na Ilha do Retiro, o Sport Clube do Recife, não encontrou dificuldade para vencer a frágil equipe do Sete de Dourados, pelo placar de 3 x 0. Aos dez minutos do primeiro, Leandro Pereira abriu o marcador, o mesmo Leandro Pereira ampliou aos 24 minutos, colocando o Sport na vantagem e dando a tranquilidade que o grupo necessitava, para administrar a partida.

Ressalte-se, que foi a primeira vez que o atacante rubro-negro teve bem em um jogo, desde que chegou. E não resta dúvida da importância da sua participação na classificação leonina, mesmo reconhecendo a fragilidade do adversário. Outras chances aconteceram, porém não foram concretizadas, a exemplo de Rogério, aos 7 minutos; Diego Sousa, aos 27 , 29 e 38 minutos; além de Leandro Pereira aos 40 minutos.

No segundo tempo, sem reação, o Sete de Dourados tomou o terceiro com, aos 3 minutos, através de Rogério, que teve ao lado de Leandro Pereira e Ronaldo, uma atuação de destaque. O ponto negativo do jogo foi as atuações de Diego Sousa, Everton Filipe e Samuel Xavier. Quanto ao adversário leonino, pouco incomodou ao goleiro Magrão, exceção  um chute de Gustavo aos 34 minutos do primeiro tempo. Aliás o único jogador a destacar no time do Mato Grosso. O Sport enfrenta na terceira fase, ao time do Boa Vista do Rio de Janeiro, treinado pelo Joel Santana.

Blog de Airton Sousa: Finalmente o Náutico vence

Com o técnico Milton Cruz acompanhando o jogo e Leví Gomes na àrea técnica, finalmente o Náutico vence uma partida, depois de quatro derrotas sucessivas. Um jogo em que o time do Belo Jardim mais se defendeu, e o Náutico sem se encontrar, principalmente na sua peça ofensiva, onde Jefferson Nem, outra vez, não esteve bem. Daí o resultado de 0 x 0 no primeiro tempo.

O segundo tempo começou diferente. Já aos dois minutos, em uma jogada iniciada por Erick, o experiente Marco Antonio abre o placar, deixando o time timbu na vantagem. O time da terra do Bitury, teve algumas oportunidades, porém encontrou em Tiago Cardoso, uma barreira, evitando acontecer o pior para o Clube Náutico Capibaribe, que se sentia acuado, sem muitas opções de reação.

No apagar das luzes do segundo tempo, brilhou outra vez a estrela do jovem jogador Erick, que ao penetrar na área  adversária, sofreu falta e a arbitragem marcou pênalti. O mesmo Erick demonstrando muita personalidade, pegou a bola, cobrou fechando o placar de 2 x 0, e deixando a torcida mais aliviada. O técnico Milton Cruz, acompanhou o jogo, e a partir de hoje, assume o comando da equipe timbu.

Um público próximo de 800 torcedores esteve na Arena para testemunhar a partida, onde, cada vez mais, é pífia a presença dos torcedores nos Estádios, principalmente tratando-se da Arena de Pernambuco, por toda estrutura necessária para a realização de uma partida, o que é lamentável.

Blog de Airton Sousa: Central perde pela quarta vez

E o Central continua sem vencer. No Hexagonal, perdeu neste domingo(19), para o Salgueiro, pelo placar de 2 x 1. Um jogo corrido, disputado, com as equipes se empenhando em campo, nos dois tempos de jogo.

Com o domínio do Salgueiro, saiu aos 23 minutos do primeiro tempo, o primeiro gol da partida, através de Ranieri, de cabeça, em uma falha da zaga do Central. O Central não se abalou, e aos 35 minutos, também de cabeça, Anderson Lessa empatou o jogo. A partir do empate, o jogo passou a ser equilibrado já que, até então, a meia cancha do Salgueiro mandava no jogo, com os espaços dado pelo time do Central.

No segundo tempo, o jogo continuou muito disputado, o técnico Laelson Lima consertou taticamente o seu time e aos 7 minutos, também de cabeça, Artur perdia a chance de desempatar o jogo para o Central. O principal acerto do treinador do Central, foi aproximar mais a marcação ao time do Salgueiro.

Houveram várias modificações no decorrer do segundo tempo e quando todos esperávamos que o placar final fosse um empate, Valdeir, aos 40 minutos, de cabeça, fazia o segundo gol do time da casa, fechando o placar em  2 x 1. Com a vitória, o Salgueiro assume a liderança isolada do Hexagonal, com 10 pontos.

O Central continua sem vencer e tem o próximo jogo, quinta-feira (02/03), em Vitória de Santo Antão. A arbitragem do jogo foi de Débora Cecília, com um público de 1.722 torcedores e uma renda de R$ 5.802,00.

Blog de Airton Sousa: Salgueiro perde em jogo tumultuado

O Salgueiro é mais um clube pernambuco, a ficar de fora da próxima fase da Copa do Brasil, ao perder na noite desta quinta-feira(16), por 1 x 0, para o Sinop no Mato Grosso. Todos sabem as dificuldades de jogar naquela região, a começar pela lojística da viagem, dificultando o deslocamento dos adversários do time Mato-Grossense, além da alta temperatura.

Foi um jogo tumultuado, principalmente no segundo tempo. O time do sertão pernambucano, segurou o empate no primeiro, teve lances ofensivos ao seu favor, inclusive bola na trave, e segurou o empate até 39 minutos do segundo tempo. Porém pelo regulamento da Copa do Brasil, o empate também serve para quem joga fora de casa e o Salgueiro jogou fora essa chance, no final do segundo tempo.

Com jogadas violentas e uma arbitragem perdida disciplinarmente, tivemos a expulsão de Raniere e Eduardo pelo time pernambucano, além de Marinho pelo time da casa. Revoltado com a arbitragem do jogo, o técnico do Salgueiro, também foi expulso, considerando-se desta maneira,  que o jogo foi cheio de problemas disciplinares.

Agora o Salgueiro volta para Pernambuco, e enfrenta nesse domingo(19), às 20 horas, a equipe do Central. O alvi-negro também teve uma semana tumultuada, com o afastamento de cinco jogadores, e nesta quinta-feira(16), os atletas fizeram uma paralisação de advertência, cobrando  do presidente Licíus Cavalcanti, solução para os atrasos de salários. Foi garantido aos jogadores, que até quarta-feira(22), na próxima semana, os pagamentos serão realizados.

Blog de Airton Sousa: Finalmente confirmados jogos do Pernambucano

Depois de mudanças e mudanças, finalmente a confirmação das datas, horários e locais dos jogos deste sábado(18), domingo(19), e segunda-feira(20). Como se não bastassem os problemas do Campeonato, a Federação Pernambucana resolve promover uma confusão, levando a todos um clima de incerteza, e prejudicando a programação das Comissões Técnicas, principalmente dos clubes que participam de mais de uma competição. Porém, novidade seria se o Campeonato tivesse pelo menos, um pequeno percentual de organização.

Para sábado(18) às 16.30 no Estádio José do Rego Maciel, o clássico entre o Santa Cruz e o Sport. Agressões verbais dos dois lados, provocações e outros adjetivos. O que nós esperamos, é que em campo, os provocadores pratiquem um bom futebol e que apresentem um bom jogo tecnicamente, apesar da limitação dos dois clubes. No entanto, como trata-se de um clássico, é bom que a rivalidade venha dar qualidade ao jogo.

No domingo(19), às 20 horas, atendendo uma solicitação do time sertanejo, o jogo entre Salgueiro e Central. O Salgueiro é vice-líder, tendo a sua frente o Sport Clube do Recife. Enquanto isso, o time patativa, não ganhou um único jogo. É o lanterna e teve problemas técnicos e disciplinares durante esta semana, inclusive o afastamento de cinco jogadores do elenco.

O técnico Laelcio Lima, já tem um grupo limitado, muito mais terá  a partir de agora, com essas dispensas. A situação do alvi-negro é complicada no Hexagonal, e a tendência é piorar cada vez mais, a não ser que o milagre da vitória aconteça contra o Salgueiro, que vem de uma viagem cansativa, após jogar na quinta-feira(16), contra o Sinope, pela Copa do Brasil.

Completando as mudanças recentes, o Belo Jardim joga outra vez fora dos seus domínios, desta feita contra o Náutico, no Estádio José do Rego Maciel. O time da terra do Bitury empatou contra o Santa Cruz em 0 x 0, e perdeu pelo placar de 1 x 0 para o Sport, ambos os jogos na capital pernambucana. O time do Belo é muito bem treinado pelo Luciano Veloso Filho, que vem faz um trabalho elogiável.

Para a segubda-feira(20), temos o Náutico, com 4 derrotas consecutivas. Uma para o Santa Cruz, para o Salgueiro, para o Campinense e também para o Guarani de Juazeiro. Essas derrotas, provocaram a queda do ex-técnico Dado Cavalcanti, que não suportou as cobranças, os desacertos e as indisciplinas. Quem sabe, o time do Belo Jardim, não venha a aproveitar o momento complicado que vive o alvi-rubro pernambucano.

Só uma colocação a ser refletida: será que a FPF, ao elaborar o calendário dos jogos do Campeonato Pernambucano, não lembrou que Recife e Olinda comandam um dos maiores carnavais do país? Pois é, todos esses transtornos, em razão de que a mentora máxima do nosso futebol, ainda não aprendeu a ver o calendário anual, para evitar que aconteça mais uma imagem negativa do futebol pernambucano.

Blog de Airton Sousa: Náutico sai da Copa do Brasil e Sport vence no Hexagonal

Aconteceu o que todos esperavam, após a quarta derrota, o técnico Dado Cavalcanti entra em acordo com a Diretoria timbu e deixa o Clube Náutico Capibaribe. As derrotas sucessivas, o desacerto do time em campo, algumas indisciplinas de jogadores e a personalidade do treinador, já não permitiam a sua permanência. Aguarda-se agora o nome oficial do novo treinador do Náutico.

Quanto ao jogo, em que o time Pernambucano, pelo regulamento da Copa do Brasil, bastava empatar para ir à outra fase da competição, simplesmente o Guarani de Juazeiro, foi dono total das ações ao longo dos dois tempos de jogo. Poucos foram os lances do jogo, em que o time Pernambucano incomodou ao Guarani, que aconteceu aos 10 e 27 minutos do primeiro tempo, com Jeferson Nem e aos 41 minutos do segundo tempo, com Erick.

O time do Juazeiro teve várias e importantes chances: Adenilson aos 20 minutos; Leilson aos 22; Itálo aos 25 e Adenilson aos 43, todos no primeiro tempo, com Tiago Cardoso fazendo grandes defesas e evitando que sua meta fosse vazada. No segundo tempo, permaneceu o domínio do Guarani e o gol não demorou a sair, quando em um chute de Leilson,  em uma falha de Tiago Cardoso o placar era aberto, e a partir daí o time da casa cresceu e o Náutico era todo desespero.

Logo após o jogo, o técnico Dado Cavalcanti e um Dirigente timbu, deram uma coletiva, anunciando a saída do treinador, pois era insustentável a permanência do técnico. Agora o Náutico vai lutar para passar a próxima fase da Copa do Nordeste, e ficar entre os quatro do Hexagonal.

Por outro lado, em um jogo fraco, em que o Belo Jardim apenas se defendeu, o Sport teve o tempo todo a posse da bola, porém as finalizações foram limitadas, e somente aos 43 minutos do primeiro tempo, sai o gol que deu a vitória ao time leonino, através do jogador Paulo Henrique, em meio a muitas reclamações dos jogadores do time da terra do Bitury.

 Para completar, o jogador  André que não fez uma boa partida, terminou perdendo um pênalti, colocando a bola na trave e deixando a torcida frustada. Final de jogo, tivemos Sport 1 x 0 Belo Jardim. Lembrando que faltou realmente qualidade no time rubro negro, porque em meio aos jogadores escalados, estavam: Mateus Ferraz, André, Marquinhos, Henriques, Raul Prata, Fábio, Caio, Agenor, entre outros. Atletas que Daniel Paulista pretende contar para as competições da CBF.

Blog de Airton Sousa: Notícias do Náutico e do Sport

Geralmente as vitórias trazem união, tranquilidade e faz até esquecer os possíveis problemas existentes. No Náutico, o ambiente não é bom, pelas três derrotas consecutivas e pela indisciplina criada entre o atleta Mailson e um membro da Comissão Técnica. Tenta-se a todo custo, colocar à margem do grupo esses acontecimentos. Porém é inevitável, porque a imprensa tomou conhecimento e passou a explorar os fatos.

Deixando tudo isso de lado e tentando não levar para dentro de campo, o técnico Dado Cavalcanti tenta arrumar o time para um bom resultado nessa quarta-feira(15) à noite, em Juazeiro, contra a equipe do Guarany. Uma vitória classifica o time timbu, ou até o empate, pelo novo regulamento da Copa do Brasil.

O time cearense, em casa é muito difícil de ser batido. Por isso o time de Dado Cavalcanti, tem que está bem montado, principalmente no sistema defensivo, onde os alas e os zagueiros, estiveram falhando muito no jogo contra o Campinense. Se por acaso a classificação do Náutico não acontecer, fica fácil prever o que vai acontecer com a Comissão Técnica.

Enquanto isso, o Sport com o chamado time alternativo, joga na Ilha do Retiro contra o Belo Jardim, que jogando contra o Santa Cruz, terminou surpreendendo ao time do Arruda. Sendo assim, vai um alerta para o técnico Daniel Paulista, que também começa a ser cobrado, em razão da maneira como o time vem jogando.

A vantagem é do time rubro negro, por diversas razões, até porque o grupo não pode reclamar cansaço, em razão de que, mesmo participando do Hexagonal, das Copas do Nordeste e do Brasil, o técnico se dá ao direito de trabalhar dois grupos, para as competições. O torcedor leonino espera que não aconteça contra o Belo Jardim o que aconteceu contra o River, quando o time principal fez um papelão e não conseguiu vencer.

Só como última notícia, a Federação Pernambucana de Futebol, resolveu atender a um pedido da Diretoria do Santa Cruz e antecipou o clássico entre tricolores e rubro-negros, para o sábado(18), às 20:30 horas. Com isso facilitará o trabalho do policiamento e poderá ter uma melhor arrecadação.

Blog de Airton Sousa: Falta de pagamento tricolor não deu em nada

Era grande a expectativa, para o julgamento no STJD, da questão de atraso de pagamento do Santa Cruz Futebol Clube, com a maioria dos jogadores que defenderam o clube e 2016. Falava-se em punição financeira, perda de mando de campo e ainda perda de pontos, no Campeonato Brasileiro, porém tudo ficou na expectativa e nada deu para o clube.

Os membros do STJD entenderam que a questão em andamento, não cabia a denúncia pelos meios que aconteceram, e resolveram arquivar a referida denúncia, sem se quer se reunirem, para fazer o julgamento. Tanto carnaval, para nenhum resultado. Um fato lamentável, não pelo fato do Santa Cruz não ter sido punido, porém, pela maneira como a notícia do possível julgamento vazou para a imprensa.

Alertados pelas notícias, Dirigentes do Santa Cruz, contrataram um contador, para a efetivação do cálculo individual de cada atleta envolvido na questão dos pagamentos. Tudo será calculado conforme a lei. Porém, a maioria dos casos, será resolvido em comum acordo, conforme o anunciado. No entanto, interessante é saber onde a Diretoria tricolor irá arrumar tanto dinheiro, para resolver todas essas pendências. Essa é a questão.

Blog de Airton Sousa: Vitória e derrota para Santa e Náutico

Dois resultados totalmente diferentes, foi o que tivemos neste domingo(12), pela Copa do Nordeste, envolvendo Santa Cruz e Náutico. O time tricolor marcou a terceira vitória consecutiva, vencendo de goleada, pelo placar de 4 x 0, ao Uniclinic, no Estádio José do Rego Maciel, com o atacante Alef Pitibú marcando três gols e começando a fazer a torcida esquecer Grafite. O Náutico, outra vez não jogou bem, teve a terceira derrota consecutiva, perdendo para o Campinense, no Estádio Amigão por 2 x 0.

A torcida tricolor eufórica com mais uma vitória, e de goleada, onde o Santa Cruz assumiu a liderança do grupo, com sete pontos, mesma pontuação do Campinense, porém com melhor saldo de gols. Tudo é calmaria no Arruda, dando a tranquilidade ao treinador e ao seu grupo, para começar com mais otimismo, a preparação para a próxima partida, desta feita, pelo Hexagonal do Título, no clássico do Arruda, contra o Sport Clube do Recife.

Agora, é esperar o retorno e o incentivo do torcedor, para as próximas partidas, e que a Diretoria comece arrumar maneiras de saldar os compromissos com a Comissão Técnica e os jogadores. Não resta dúvida, que o crescimento tricolor, deve-se também, a qualidade do seu treinador.

Enquanto tudo é festa no Arruda, no Náutico acontece o oposto. Com a derrota para o Campinense, o time completa a sua terceira derrota consecutiva. Não fez um bom jogo, muito desencontro do time dentro de campo, escalação e modificações erradas, além da fragilidade técnica da maioria dos jogadores.

No primeiro tempo, as melhores chances foram do Campinense, aos 14 e 17 minutos, com Tiago Cardoso evitando que os gols acontecessem, com o time preso na defesa, sem saída de bola, com os alas atuando muito mal, e os atacantes isolados, sem a transição dos jogadores de meio de campo.

No segundo tempo, o Náutico  cresceu um pouco, no entanto, nada que viesse a evoluir o suficiente para vencer. Erick perdeu uma chance aos 4 minutos. Léo Ceará também perdeu, desta feita para o Campinense, e a partir daí muitas modificações. A expulsão de Rodrigo Sousa, e a entrada de Renatinho mudou a história do jogo para o Campinense.

Aos 44 minutos, é Renatinho quem faz um bonito gol, e aos 49 Léo Ceará fecha o placar, finalizando Campinense 2 x 0 Náutico . Com a vitória, o time Paraibano divide a liderança com o Santa Cruz, enquanto que o Náutico, é o terceiro do grupo. Não sabemos até quando a situação vai perdurar, e o técnico Dado Cavalcanti ficará no comando do time timbú.

Blog de Airton Sousa: Sport se rende ao River

Talvez a falta de respeito e o espírito de superioridade, tenham feito com que o Sport não conseguisse, na Ilha do Retiro, vencer ao mediano time do River do Piauí. Com todas as suas estrelas, com a estréia de André, a partir dos 5 minutos do segundo tempo, com a participação e o incentivo do torcedor, nada disso foi suficiente para o rubro-negro somar três pontos. 2 x 2 foi o placar, deixando o torcedor rubro-negro apreensivo, com o rendimento ofensivo do time. Daniel Paulista vai ter que rever os posicionamentos a partir de agora, tanto de Diego Sousa como de André, porque no jogo contra o River, esses jogadores tiveram mal posicionados.

Bolas altas, muita distância entre os jogadores, Diego Sousa fazendo de conta que estava em campo, e  a aplicação colocada pelo técnico Waldemar Lemos, que fechou muito bem o seu time, sendo objetivo na finalização e com apenas duas chances no jogo, marcou os dois gols, entendendo-se que o técnico do River se preparou taticamente para o jogo, pegando Daniel Paulista desprevenido e sem poder reagir taticamente.

O técnico Daniel Paulista tem urgentemente, que encontrar um outro jogador para o Mansur. O atleta Caio, da base, e que teve um grande destaque na Copinha em São Paulo, pode quem sabe, aparecer no time, assim como aconteceu com o ex jogador leonino Renê. O que não pode acontecer é insistir com Mansur, facilitando em todos os jogos o caminho para os adversários, e não só isso, Samuel Xavier também não vem correspondendo, o que é uma preocupação a mais.

Para quarta-feira(15), pelo Hexagonal do Título, o técnico Daniel Paulista, já anunciou o time opcional para enfrentar ao Belo Jardim. O que vai acontecer sinceramente, não sabemos. Já para no  clássico do final de semana, contra o Santa Cruz, o técnico pode escalar o time principal, porque trata-se de  um rival direto pelo título do Pernambucano 2017.

Blog de Airton Sousa: Pernambuco na Copa do Nordeste

Sport, Santa Cruz e Náutico, entram em campo neste sábado(11), e domingo(12), pela Copa do Nordeste. No sábado à noite o rubro-negro enfrenta ao River do Piauí na Ilha do Retiro, valendo a liderança do grupo, em razão de que os dois times estão com 100% de aproveitamento, ou seja, duas vitórias. O Sport tem tudo para somar três pontos, porque além de jogar em casa, com o apoio da torcida, tecnicamente tem um time superior ao adversário. Caso aconteça a vitória, o rubro negro praticamente garante a vaga na próxima fase, em razão de que os dois próximos jogos, são com adversários teoricamente inferiores, que são o Juazeirense, cujo jogo será na Ilha do Retiro, e o Sampaio Correia, no Estádio Castelão, em São Luiz.

Por outro lado, o Santa Cruz tem 4 pontos na competição, fruto de um empate em Campina Grande contra o Campinense, e uma vitória no Arruda contra o Náutico. O adversário deste domingo(12), do time tricolor é o Uniclinic do Ceará, considerado o adversário mais fraco do grupo, que inclusive na estréia, perdeu na Arena Pernambuco, pelo placar de 4 x 0. O Santa Cruz começa tomar corpo no Campeonato Pernambuco, que também incentivará o time e a tendência é a soma de 3 pontos contra o time Cearense.

Finalmente o Náutico vai até a Rainha da Borborema para enfrentar ao time do Campinense, que na estréia empatou no Estádio Amigão, contra o Santa Cruz. A raposa possui um bom elenco, e tem como retrospecto o título de campeão e vice-campeão, respectivamente, da Copa do Nordeste, sendo dessa maneira um adversário experiente. Por outro lado, o time de Dado Cavalcanti, vem em baixa, ou seja, uma derrota para o Santa Cruz por 1 x 0 pela Copa do Nordeste, e uma derrota para o time do Salgueiro por 2 x 0, pelo Hexagonal do Campeonato Pernambucano. Portanto, um jogo em que o Náutico tem que dar a volta por cima, em todos os sentidos, inclusive livrando a pele do Técnico Dado Cavalcanti de mais um resultado negativo. Fato aliás, se acontecer, pode causar a saída desse treinador.

Blog de Airton Sousa: Hoje tem Santa no Pernambucano

Mais uma vez o Central é envolvido em polêmica, com relação ao local de jogar. A semana passada foi a questão do jogo contra o Náutico, que terminou acontecendo no Estádio Antonio Inácio de Sousa. Agora surgiu de novo, a mesma polêmica, onde seria o jogo do Central contra o time tricolor?

Finalmente a decisão e o jogo será na Arena de Pernambuco, que abriu algumas concessões com relação às despesas, cobrando do Central a taxa de R$ 16.000,00 para a realização do jogo. Com certeza, outra vez o Central pagará um prejuízo pelo fato de não jogar no Lacerdão, além de beneficiar ao adversário, que está bastante acostumado a jogar na Arena.

Porém, tudo isso faz parte da desorganização que cerca o Central, através da sua Diretoria, que inclusive está ameaçada de ter os jogos da série D, também fora do Lacerdão, pela precariedade do estado do gramado, o que é extremamente lamentável.

Quanto ao jogo, o Central vem de uma derrota contra o Náutico, fazendo um bom primeiro tempo, e o Santa Cruz de uma vitória contra o Náutico. Daí um confronto onde, se por acaso o time patativa não conseguir um resultado positivo, afunda de vez no Hexagonal, enquanto que o Santa Cruz vencendo, dá um passo importante para chegar à reta final do Campeonato Pernambucano, principalmente depois da derrota do Náutico para o Salgueiro.

Blog de Airton Sousa: Náutico perde e Sport ganha

Na tentativa de preservar alguns jogadores para o jogo de domingo em Campina Grande, contra o Campinense pela Copa do Nordeste, o técnico Dado Cavalcanti pagou caro, perdendo para o Salgueiro nesta quarta-feira(08), pelo placar de 2 x 0, com as ausências de Páscoa, João Ananias, Mailson, Anselmo, Rodrigo Sousa, Jeferson Nêm e Tiago Alves, alguns por deficiência técnica, outros entregues ao departamento médico.

Os jogadores escalados pelo treinador, não tiveram a capacidade de superar o time sertanejo, que teve expulso, aos 44 minutos do primeiro tempo, o jogador Rogério, e nem assim, se entregou ao alvi-rubro, reagindo na segunda etapa de competição e marcando o primeiro gol aos 8 minutos com Valdeir, e ampliando a vantagem aos 26 minutos, vencendo pelo placar de 2 x 0, e fazendo o Náutico amargar sua segunda derrota consecutiva, pois no sábado, havia perdido o clássico para o Santa Cruz pelo placar de ’1 x 0.

Agora, o treinador Dado Cavalcanti, tenta juntar os cacos e dar a volta por cima, vencendo ao Campinense, para refazer a confiança do torcedor, que por ocasião do jogo contra o Salgueiro, protestou através de faixas e vaias. O time de Campina Grande, perdeu para a Ponte Preta pela Copa do Brasil, pelo placar de 2 x 0, e vai tentar em cima do time alvi-rubro a recuperação.

Enquanto isso o Sport, não tomou conhecimento do C S A, principalmente no segundo tempo e aplicou o placar de 4 x 1. No primeiro tempo, um certo equilíbrio das duas equipes, com o Sport marcando aos 13 minutos, com um belo gol de Rithely e aos 33 minutos, tivemos Tiago Potiguar empatando, com um gol duvidoso.

No segundo tempo, o Sport voltou mais determinado, apertando o time alagoano, marcando aos 5 minutos e 30 segundos, com Everton Felipe, ampliando com Rogério aos 16 minutos, e fechando o placar com Talisson aos 32 minutos, jogador que havia entrado juntamente com Lenes aos 30 minutos de jogo.

O Sport jogava por um empate, pelas mudanças no regulamento da competição, e agora, enfrenta na segunda fase, ao time do Sete de Setembro do Mato grosso do Sul, que venceu ao Ríver pelo placar de 1 x 0. River que será neste sábado(11), o adversário do Sport pela Copa do Nordeste.

Blog de Airton sousa: Sport se supera e vence

Sem jogar um bom futebol, desenvolvendo apenas no início de cada tempo de jogo, um futebol envolvente, o Sport venceu neste domingo, ao Juazeirense, na Bahia, pelo placar de 1 x 0.

O fol foi marcado aos 40 minutos e 30 segundos, do segundo tempo, através de um passe de Diego Sousa para Fábio. Foi um Sport fechado, jogando atrás, onde o técnico Daniel Paulista, no final do jogo, justificou o futebol do seu time, atribuindo ao gramado e à temperatura de 37 graus.  Podemos afirmar que a experiência da colocação de dois times no Campeonato Pernambucano e na Copa do Nordeste, a princípio, vem correspondendo. Não sabemos, entretanto, se com o avançar das competições, será necessário reforços para os dois times.

O Sport espera a chagada do atacante André, enquanto René deixa a Ilha para ir para o Flamengo e o jogador Mansur, assume a titularidade. Quanto à contratação de André, é uma outra aposta, porque no Atlético, Corinthians e no futebol português, o jogador teve uma passagem discreta. No entanto, o jogador tem crédito porque teve uma passagem muito boa no Sport e espera-se que que ele seja a solução do ataque leonino.

O Sport é co-líder de seu grupo com 6 pontos, enquanto o River é o líder pelo saldo de gols. Ainda com relação ao jogo  contra o Juazeirense, o time da Bahia foi um adversário modesto, porém voluntarioso, que vendeu caro a sua derrota e teve contra si, um erro da arbitragem, em não marcar um pênalti existente.

O Sport agora tem 4 jogos sem tomar gols e 7 partidas sem perder. Quarta-feira(08/01) o rubro-negro enfrenta ao CSA, abrindo a sua participação na Copa do Brasil, agora de regulamento alterado. Para esse jogo, a torcida rubro-negra espera o ataque dos sonhos, com Rogério, Diego Sousa e André.

Blog de Airton Sousa: No clássico deu Santa Cruz

Um jogo fraco tecnicamente, para um público de cinco mil pessoas e pouco interesse dos times, principalmente do Clube Náutico Capibaribe, foi o que tivemos na tarde deste sábado(04), no Estádio José do Rêgo Maciel.  Finalmente acontece a primeira vitória tricolor este ano, depois de três empates sucessivos.

O primeiro tempo foi de igual para igual, com os ataques pouco funcionando e as defesas com boas atuações e os atacantes não chegavam a incomodar os goleiros, que foram meros expectadores na partida. No entanto, os homens de meio de campo dos dois times, tiveram ao longo da primeira fase, um confronto direto, com muito equilíbrio.

No segundo tempo, logo percebeu-se a desenvoltura tricolor, impondo velocidade no jogo e já no início, surgia o primeiro gol do jogo, numa jogada trabalhada pela esquerda, cruzada para a área e o complemento do jogador Everton Santos, aos 6 minutos. A partir daí, o tricolor cresceu mais ainda e o técnico Dado Cavalcanti tentou com algumas modificações reagir; no entanto, o Santa Cruz  se superava a cada instante, chegando a primeira vitória este ano.

Com a vitória, o Santa Cruz atingiu a primeira colocação do seu grupo, o Náutico é o segundo colocado e a depender do jogo entre Campinense e Uniclinic, os Pernambucanos podem virar a rodada na cabeça do grupo. A vitória animou os tricolores, enquanto que os alvi-rubros insatisfeitos  com a derrota, já falam em alterações para a próxima partida.

Porém, para ser extremamente realista, e mesmo entendendo que estamos em início de temporada, há de se convir que os nossos clubes estão muito aquém daquilo que necessitam, para participarem, principalmente, de competições como a Copa do Brasil, Sul-Americana e Campeonato Brasileiro. É bom que os nossos Dirigentes acordem enquanto é tempo, para não passarmos decepção, outra vez, este ano.

Blog de Airton Sousa: Salgueiro e Sport não passam de 0 x 0

Fechando a segunda rodada do Hexagonal, o Salgueiro empatou com o Sport, sem abertura de placar. Foi um jogo corrido, porém de pouca qualidade técnica. O time leonino basicamente com jogadores da base, exceção do goleiro Agenor, do zagueiro Mateus Ferraz e dos meias Neto Moura e Lenis. O restante do grupo, jogadores que pouco constaram na relação do grupo, para jogos do time titular leonino.

Quanto ao Salgueiro, diferentemente do Sport, um grupo entrosado que atua junto há muito tempo, onde existem jogadores que estão no clube há quase oito anos, a exemplo de Tamandaré e Rodolfo Potiguar, entre outros, fazendo valer o conjunto do grupo e predominando em alguns momentos do jogo, além da vantagem de jogar no seu estádio, que aliás a exemplo do estádio Antonio Inácio, está com o gramado em condição razoável de jogo.

Quanto ao jogo, foi uma partida bastante ativa, corrida e disputada, com oportunidades de gol muito mais para o Salgueiro do que para o Sport, no primeiro tempo. Porém a pontaria dos jogadores não correspondeu e tanto no primeiro como no segundo tempo, muitos erros de finalizações. Com o empate, Sport e Salgueiro foram a quatro pontos, mesma pontuação do Náutico.

Quanto ao técnico Eduardo Batista, pretende manter esse trabalho durante o Campeonato Pernambucano, com a finalidade de avaliar alguns jogadores, para utilizá-los junto com o grupo, nas competições que o time rubro-negro irá participar, principalmente neste semestre, antes que comece o Campeonato Brasileiro. No entanto, achamos que a qualidade do grupo, no jogo contra o Salgueiro, não deixa tanta perspectiva positiva.

Blog de Airton Sousa: Náutico estreia da Copa do Nordeste

Começa para Pernambuco, esta semana, a Copa do Nordeste. Competição que é sucesso total a cada ano, e  desta feita, tem a participação do Náutico, Santa Cruz e Sport. O Salgueiro, pela campanha no Campeonato Pernambucano de 2016, não conseguiu a sua vaga, perdendo a grande chance de um bom faturamento.

O Náutico estreia nessa terça-feira(24), na Arena de Pernambuco, contra o Uniclinic do Ceará; o Sport  nessa quarta-feira(25), contra o Sampaio Correia na Ilha do Retiro e o Santa Cruz joga em Campina Grande, contra o Campinense. Os três clubes começam a competição em um clima de expectativa, em razão das alterações sofridas, entre o final de 2016 e início de 2017.

É indiscutível a importância dessa competição, que reúne os principais clubes do Nordeste, além de alguns de menor porte, a exemplo de Juazeirense, Uniclinic, River do Piauí, entre outros. Pernambuco é contemplado  com a presença de três clubes, e esperamos principalmente do Náutico e do Sport, que jogam em casa, para que estreiem vencendo, iniciando assim, com mais chances de chegarem à fase seguinte. O Santa Cruz sofreu uma restruturação e joga fora contra a boa equipe do Campinense, na Rainha da Borborema.

Blog de Airton Sousa: Sexta rodada poderá ser decisiva para o hexagonal

Uma fase curta e perigosa, está sendo essa primeira fase do Campeonato Pernambucano de Futebol. Todos sabiam que seria dessa maneira, porque com os poucos recursos, sem incentivo da Federação, sem investimento das empresas e prefeituras e com uma participação discreta do torcedor, além da falta de qualidade técnica da maioria dos clubes, não poderíamos esperar um campeonato motivador.

No entanto, os três clubes que obtiverem a classificação para o hexagonal, ainda irão escapar do prejuízo. Enquanto isso, os seis clubes restantes da fase que serão incluídos no hexagonal da morte,  estes sim, terão um campeonato provavelmente no vermelho, e mesmo assim, a Federação não se propõe mudar o regulamento para 2018, repetindo este ano, os mesmos erros cometidos na fórmula do ano passado, onde todo mundo reclamou, e nenhuma mudança aconteceu.

As torcidas aguardam com ansiedade a rodada desse domingo(22), principalmente dos clubes que estão com maior perspectiva de classificação. Para a sexta rodada, teremos  os  seguintes  jogos:  Flamengo  de  Arcoverde  x  Atlético  PE;   Afogados x América;  Belo Jardim x Serra Talhada; Salgueiro x Central. Destes, o Salgueiro já está classificado. Os quatro clubes que brigam pelas outras duas vagas são: o Vitória, que folga nesta rodada; o Central, o Belo Jardim e o Flamengo de Arcoverde.

Blog de Airton Sousa: Notícias da quarta rodada do Penambucano

Na quarta rodada da primeira fase, dois resultados foram surpresas. O empate do Vitória em casa, e a derrota do Atlético PE, também em casa. O Central conseguiu a recuperação, após empatar na rodada anterior com o Atlético PE, e o Salgueiro conseguiu a sua terceira vitória na competição.

A classificação, após a quarta rodada, é a seguinte: Salgueiro tem 9 pontos; Central tem 7 pontos; Vitória e Flamengo tem 5 pontos cada. Observa-se no entanto, que o fato do Vitória ter empatado na rodada, e o Atlético PE ter perdido para o América que até então não havia ganho nenhum jogo, distanciou o Vitória e principalmente o Atlético,  dos quatro melhores colocados nesta fase.

Agora, é aguardar a rodada do meio de semana, onde o Atlético PE, o Serra Talhada, o Belo Jardim, e agora o América, se obrigam a vencer, se não quiserem ter suas situações mais complicadas ainda. Por outro lado, os vencedores da quarta rodada, para se manterem na linha de frente, no caso Central, Salgueiro e Vitória, se obrigam a somar três pontos, porque após o complemento da rodada da próxima quarta-feira(18), restam apenas duas rodadas, nesta fase extramente curta, onde um erro a partir de agora, será fatal.

Blog de Airton Sousa: Mais uma rodada do Pernambucano

Teremos nessa quarta-feira(11), a sequência do Campeonato Pernambucano de Futebol, na sua 3a rodada da primeira fase, com a realização dos seguintes jogos: Flamengo x Vitória; Afogados x Salgueiro; Central x Atlético. O que vem chamando a atenção dos torcedores, é que as equipes, mesmo com modestas contratações, vem fazendo boas partidas, e com um bom saldo de gols nas duas primeiras rodadas.

A classificação da fase, por grupo, é a seguinte:

GRUPO  A – Belo Jardim com 3 pontos; Salgueiro com 3 pontos; Atlético PE com 2 pontos;

GRUPO  B – Flamengo de Arcoverde com 4 pontos; Serra Talhada com 1 ponto; América com 0 ponto;

GRUPO  C – Central com 3 pontos; Vitória com 3 pontos; Afogados com 2 pontos.

Importante lembrar, que o regulamento da competição, determina que estarão classificados para o hexagonal, os primeiros colocados de cada grupo. Exemplo: se a fase terminasse hoje, estariam classificados: Belo Jardim (Grupo-A); Flamengo de Arcoverde (Grupo-B)  e Central (Grupo-C).

Aguardar para ver o que acontece nessa 3a rodada, principalmente com os times que jogam em casa, que são Flamengo, Afogados e Central. Desses, dois lideram os seus grupos, daí a importância de uma vitória, em razão de ser uma competição muito curta, tendo apenas sete rodadas, não permitindo que o time venha a cometer o erro de não aproveitar o mando de campo.

Blog de Airton Sousa: Resultado dos pernambucanos

Foi aberto nesta quarta-feira(04/01), o Campeonato Pernambucano de Futebol, na sua primeira fase, e a primeira rodada apresentou os seguintes resultados:

Vitória 3 x 0 no América; Atlético Pernambucano 0 x 0 com o Afogados; Flamengo de Arcoverde venceu ao Belo Jardim por 2 x 1; e finalmente no sertão, o Salgueiro venceu ao Serra Talhada por 2 x 0.  Ou seja, dos times que jogarão em casa, somente o Atlético Pernambucano não conseguiu vencer. Observando-se um total de oito gols nos quatro jogos, o que dá os percentuais de dois gols por partida, sendo uma boa média, levando-se em consideração que estamos no início de temporada e que foi a primeira rodada.

Para domingo, o fato importante da rodada, é a estréia do Central jogando em Paulista contra o América, que na primeira rodada perdeu para o time do Vitória pelo placar de 3 x 0. Os demais jogos são: Serra Talhada e Atlético Pernambucano; Afogados e Flamengo de Arcoverde; Belo Jardim e Vitória; e temos a folga, nessa rodada, do Salgueiro. Para o Central, temos o desafio de vencer fora de casa, ao América, que tentará se recuperar, em face da derrota na estreia, fora de casa.

Enquanto isso pela Copa São Paulo de Futebol Júnior, tivemos os seguintes resultados na primeira rodada : Porto 1 x 0 no Criciúma; Santa Cruz 2 x 1 no XV de Piracicaba; aliás, estes foram os únicos que venceram na estreia. Os demais resultados foram o Central que perdeu de goleada para Flamengo por 5 x 0; o Náutico perdeu de 2 x 1 para o Vila Nova e o Sport perdeu de 3 x 2 para o Batatás. O detalhe com relação ao Central, além da goleada, é que o time só tinha 3 reservas no banco, sem explicações convincentes da Diretoria de futebol, porque na competição, é permitido até cinco substituições.

O próximo jogo dos Caruaruenses será nessa sexta-feira (06/01), com o Central  enfrentado aos donos da casa, o time do São Caetano e tentando a recuperação, o que não será fácil. Enquanto isso, o Porto que estreou vencendo, joga contra o time do Santo André, esperando-se que desta feita, dois resultados positivos possam acontecer, para manter viva a esperança da passagem para a segunda fase da competição.

Blog de Airton Sousa: Caruaruenses estreiam na Copa São Paulo

Um estreante, outro acostumado com a competição, em face de já ter participado por várias vezes. Essa a história do Central e do Porto, que estão incluídos na Copa São Paulo de Futebol Júnior. O Central, que participa pela primeira vez e que tem a responsabilidade de uma fazer bonito, fica em um grupo difícil e tem uma estreia mais difícil ainda, quando no primeiro jogo, enfrenta ao Flamengo do Rio de Janeiro. Não resta dúvida dos obstáculos que o alvi-negro irá enfrentar, tendo em vista a experiência dos concorrentes. No entanto, o grupo está unido, foi muito bem treinado por Laelcio Lima e Elivelton, e espera-se que os jogadores não decepcionem, tendo em vista que além do Flamengo, o time irá enfrentar pelo grupo 23 da competição,  ao São Bento e ao São Caetano, este último, os donos da casa. A estreia será nessa quarta-feira (04/01),  na cidade de São Caetano do Sul.

Por outro lado o time do Porto, que está no grupo 30, e que tem como concorrentes o Criciúma, Água Santa e Santo André, aparentemente um grupo menos difícil do que o grupo do Central. O Gavião do Agreste, que já participou várias vezes da competição, e que tem uma base muito bem formada, além do trabalho de anos, faz a sua estreia contra o Criciúma, também nessa quarta-feira (04/01). A perspectiva na estreia é de um bom resultado, em razão do Know how de outras participações na copinha.

Portanto, pela primeira vez, o futebol de Caruaru se faz representar, nessa que é a maior, mais organizada e prestigiada competição da categoria, chamando a atenção de dirigentes, empresários e pessoas do mundo do futebol, pelos talentos que já despontaram, e com certeza, haverão mais uma vez de aparecer, deixando assim a expectativa para os clubes, dirigentes e jogadores, da probabilidade de grandes e promissoras negociações. Só resta desejar boa sorte ao time alvi-negro e ao gavião do agreste, e que a garotada tenha a tranquilidade necessária, principalmente nos jogos da estreia.

Blog de Airton Sousa: Sport define treinador

A nova Diretoria do Sport, depois da citação de vários nomes e uma conversa pessoal com Adilson Batista, finalmente decidiu o nome do treinador para o início do ano. Muita conversa, vários debates, e o nome do atual treinador Daniel Paulista, foi oficializado.

Acredito ter sido o melhor caminho, técnica e financeiramente, em razão da intimidade que o treinador tem com o clube e com o elenco. Para trazer um técnico para fazer o que fizeram Falcão, Oswaldo Batista, entre outros, muitas vezes melhor foi a manutenção de Daniel Paulista, que além de tudo fez um bom trabalho, recuperou posições e salvou o Sport do rebaixamento, com a junção de união com o elenco.

Agora é ver quais os jogadores que não farão parte do elenco em 2017, onde comenta-se que, nove do atual elenco, deverão ser dispensados, principalmente pela baixa qualidade técnica. Também será necessário a contratação de reforços de qualidade, porque mesmo diante do bom trabalho de Eduardo Batista, o elenco apresentou muitas deficiências.

O torcedor rubro-negro está otimista, em razão do que foi feito pelo treinador, quando assumiu o time, após a decepcionante participação do ex treinador Oswaldo de Oliveira. Sabemos das limitações de Daniel Paulista, no entanto, a união do treinador com o grupo, e com reforços que haverão de chegar, o torcedor espera uma recuperação do clube nas competições em 2017, em razão da medíocre participação em 2016.

Blog de Airton Sousa: Futebol de Pernambuco em 2016

Está na hora de avaliarmos o que foi o futebol Pernambuco em 2016. Faremos um retrospecto da participação do Sport, Santa Cruz, Náutico e Central nessa temporada esportiva, onde aconteceram muito mais erros do que acertos, nas mais diversas participações que tivemos durante o ano. Entendemos que alguns dos principais erros cometidos pelos Dirigentes dos três clubes da capital, foi a mudança frequente dos treinadores e a contratação de muitos jogadores, a maioria sem qualidade, tornando assim o time impraticável de formação.

Começando pelo Santa Cruz, que vinha de acesso para a primeira divisão, aproveitando a estrutura anterior e começando o ano. Coincidência ou não, em razão do desmonte dos concorrentes, consegue ser Campeão Pernambucano, e avançando na Copa do Nordeste, até chegar a conquista da competição. Além do mais, na própria Sul-Americana, podemos dizer que foi boa a participação. Também na Copa do Brasil, o tricolor foi convincente, deixando o seu torcedor satisfeito. Ou seja, além das duas conquistas, o Santa Cruz também não decepcionou nas demais competições aqui evidenciadas.

Agora, tratando-se de Campeonato Brasileiro, foi um desastre, chegando ao rebaixamento, por razões diversas: troca de técnicos, contratações de baixa qualidade, um elenco inchado e a desorganização financeira. Porém, de todas as competições que participou,  exceção o rebaixamento 2016,  foi um ano positivo para o Santa Cruz. Como nota para o tricolor, seria 7, sobretudo porque, apesar do rebaixamento, foi o único clube que conquistou duas competições.

Com relação ao Náutico, mais uma vez nada de conquista, nada de acesso. Um ano em que o timbu passou pelos Campeonatos Pernambucano e Brasileiro, sem nada crescer, e na Copa do Brasil, uma participação extremamente discreta. Ressaltando-se também, que a mudança de treinador, as contratações em grande quantidade e sem tanta qualidade, foram os principais erros.  O lado mais positivo, foi a contratação do técnico Givanildo Oliveira e o trabalho da Diretoria no campo financeiro, ao contrário de anos anteriores. Se fosse para dar uma nota ao Náutico em 2016, essa nota seria 6.

O Sport, em contra partida, foi outro clube Pernambuco que apenas gastou, e gastou muito, sem os resultados devidos. Uma folha de pagamento em torno de quatro milhões, jogadores que chegaram a ganhar até 350 mil reais por mês. E nada veio em retorno, pelo contrário, uma participação pífia nos Campeonatos Pernambucano e Brasileiro, nas Copas do Nordeste, do Brasil e Sul-Americana, sendo também uma vergonha, sem dar um bom resultado à sua torcida.

A exemplo do Náutico e Santa Cruz, o Sport pisou na bola, com a contratação de treinadores. Esperar que a nova Diretoria rubro negra, possa errar menos que a atual e traga conquistas para o clube, o que não aconteceu este ano. Quer saber a nota que o Sport merece, para a sua temporada em 2016? Apenas uma nota 5.

Para  falar de um clube do interior, escolhemos o Central, que a exemplo dos três grandes, teve uma participação extremamente negativa na fase importante do Campeonato Pernambucano, e ao chegar no Campeonato Brasileiro da série D, não foi diferente, ficando apenas na primeira fase, ao contrário dos anos anteriores, onde conseguia avançar no Brasileiro. O que justificar dessa participação negativa? Uma parceria que não deu certo em nada, a desorganização financeira, a falta de senso administrativo  dos Dirigentes, o descrédito junto ao empresariado e a torcida, além da maneira amadora de administrar.

Como será 2017 para o Central, é uma pergunta de difícil resposta, porque não se vê muita perspectiva, há não ser acreditar que o técnico Laelcio Lima, possa aproveitar alguns jogadores da base, juntando-se aos poucos contratados e fazer o milagre da reprodução técnica. Para não falar apenas de coisas negativas, temos um fato positivo do alvi-negro, que foi a participação pela primeira vez, na Taça São Paulo de Futebol Júnior, fato aliás que tem como mérito principal, o esforço e qualidade dos técnicos Laelcio e Elivelton.

Agora, é esperar que o complemento de mandato da atual Diretoria, possa trazer algo de positivo para o clube, porque até agora, poucos ou quase nenhum fato positivo podemos veicular do presidente Licius Cavalcanti. Sim, devemos registrar, em torno de 7 a 8 meses de atraso de salário, com os funcionários do clube, e esse é também um fato extremamente lamentável. A nota para a Diretoria, é nota 4; se melhorar a gestão do clube no próximo ano, talvez essa nota possa subir um pouco.

Que venha 2017 com melhores resultados para o futebol pernambucano!

Blog de Airton Sousa: Central é goleado na Paraíba

Confesso, que fiquei acreditando após o primeiro jogo entre o Central e o Campinense, no Lacerdão no dia(18/12), que faltava pouco para o técnico Laelson Lima, fechar o grupo. Puro engano, porque bastou não jogar duas peças que foram destaque naquela partida, para que tudo desabasse. O time de Campina Grande deu um verdadeiro nó no alvi-negro, fechou com o placar de 3 x 0, colocou o pé no freio, porque caso contrário, a patativa teria voltado para casa, sem asa, embalada por uma goleada maior, e o desencanto do seu torcedor.

No jogo do Amigão, ninguém no alvi-negro jogou nada. A defesa foi um desastre, o meio de campo, também nada criou, e o ataque, não  cardíaco, sem qualquer condição de incomodar a defesa e o goleiro adversários. Foi realmente um time medíocre, deixando para a sua torcida, muita preocupação, porque faltam apenas 15 dias para a estréia do time, em Paulista, contra o América. Agora, é recomeçar novamente, com a tentativa de dar esperança à torcida, de que nem tudo está perdido.

Agora, de uma coisa temos certeza, após o jogo de ontem com as deficiências apresentadas, a Diretoria e o técnico, terão de correr atrás de jogadores, com melhor qualidade, para encontrar as peças de reposição necessárias para o time, em razão de que, quando esperava-se que os contratados tivessem o mínimo de qualidade, após a apresentação em Campina Grande, temos certeza de que, para uma boa qualidade, os jogadores que atuaram ontem, falta muito a percorrer.

Blog de Airton Sousa: Sport com novo Presidente

No início da noite desta sexta-feira, 16/12, o torcedor pernambucano tomou conhecimento do resultado das eleições do Sport Club do Recife. Um total de 4.072 sócios foram às urnas, com um percentual de 62% votando em Dr. Arnaldo Barros, 56 anos, advogado e tradicional torcedor do Sport, recebendo ao seu favor 2.509 votos, contra 1.554 votos do seu opositor, Wanderson Lacerda, correspondente a um percentual de 38%.

Durante o dia, o clima foi de harmonia, diferente do período pré-eleitoral, onde muitas agressões verbais foram proferidas. Deveremos ter muitas mudanças, a começar pela contratação de um novo técnico, ficando Daniel Paulista como assistente, pelo menos a princípio. Espera-se ainda modificações na filosofia dos contratados e na montagem do novo elenco.

O torcedor rubro-negro espera que esta gestão seja modernizada e traga conquistas para o clube, fato que nos últimos anos não tem acontecido. Outro ponto cobrado pelo torcedor, é a manutenção do patrimônio físico do clube, que na gestão do Presidente Martorelli, não teve uma atenção mais cuidadora.

Agora é aguardar que, na prática, as promessas efetuadas durante a campanha, venham a acontecer de verdade.

Blog de Airton Sousa: Santa Cruz confirma novo técnico

Será que a solução tricolor é a contratação de um novo técnico? Será que agora tudo vei ser diferente? Será que o time do Arruda, não precisava mais de organização interna, e de pagar parte dos compromissos com os jogadores e funcionários? Pelo visto esse não é o pensamento da Diretoria, ao contratar um treinador, desacreditando no trabalho de Adriano Teixeira que demonstrou competência e conhecimento, após assumir o comando do time, quando da saída de  Doriva.

Bem, o  técnico Vinícius Eutrópio chega, e com certeza enfrentará um clima não muito otimista, saída de grande parte do elenco, falta de pagamento e a necessidade de remontar um time em menos de 40 dias, porque o Santa Cruz, tem na segunda quinzena de janeiro, a estréia em duas competições: Copa do Nordeste e Campeonato Brasileiro, dentro um espaço de tempo em que a Comissão Técnica terá que indicar jogadores, fazer pré temporada e estrear nas duas competições.

Lamentavelmente, só em Pernambuco o profissional local não é valorizado, pelo menos no Santa Cruz e no Náutico. O Sport, nesse sentido, faz diferente, e em menos de oito anos, revelou para o Brasil três treinadores: Mazola Junior, Eduardo Batista e agora Daniel Paulista. Infelizmente esse exemplo não é seguido pelos outros dois grandes times, que estão frequentemente quebrando a cara, na contratação de nomes famosos, sem tantos resultados.

Esperar para ver o que vai acontecer de diferente no time tricolor, com a chegada do técnico Vinícius Eutrópio. Que milagre vai acontecer para aparecer dinheiro, e que condições serão dadas para que Vinicíus Eutrópio possa realizar um bom trabalho e fazer do tricolor um time ganhador e competente, o que não aconteceu, em parte do Campeonato Brasileiro de 2016. É uma interrogação muito grande, a situação tricolor no novo ano.

Blog de Airton Sousa: Central realiza amistosos

A Diretoria patativa, dentro da sua limitação financeira, e após contratar o técnico Laelson Lima, o que já era esperado, volta-se agora para os preparativos visando inicialmente a primeira fase do Campeonato Pernambucano de 2017. Alguns nomes conhecidos, outros não, irão compor o elenco para a próxima temporada, a exemplo do meia Ailton, do volante Everton e outros que estiveram no clube este ano, além de alguns jogadores da base.

A estréia do Central no Campeonato Pernambucano, primeira fase, será na segunda rodada da competição, contra o América, no Ademir Cunha em Paulista, no dia 08 de janeiro, já que o time folga na primeira rodada da competição, que será realizada no dia 04 de janeiro, tendo aí a Comissão Técnica, mais tempo para preparar o time física e tecnicamente.

Dessa maneira, a Diretoria resolveu acertar dois amistosos, contra o Campinense da Paraíba, sendo o primeiro no Estádio Lacerdão, nesse domingo 18 de dezembro, e o segundo amistoso em Campina Grande, em 21 desse mês. Será um bom teste para o grupo, afim de que a Comissão Técnica possa avaliar a condição do grupo, com um adversário de qualidade, que está se preparando também, para as competições do próximo ano.

Blog de Airton Sousa: Santa Cruz em fase de desmonte

O Santa Cruz encerrou a sua temporada no Campeonato Brasileiro 2016, perdendo de uma maneira vergonhosa para o São Paulo, pelo placar de 5 x 0. Não poderia ser diferente. Do time titular, que já não era grande coisa, restaram apenas 3 jogadores para aquele jogo contra o São Paulo. O restante dos atletas eram reservas ou da base tricolor. Aliás, é bom lembrar que, só em uma hora dessa, é que os jogadores das outras divisões dos clubes são lembrados.

A vitória do São Paulo foi muito mais do que justa, diante de uma Santa Cruz esfacelado pelas saídas dos principais jogadores, inclusive Grafite que jurou amores pelo tricolor, e na primeira oferta, se balançou e está quase acertado com o Atlético Paranaense. O restante do grupo, com contratos encerrados, vários meses de atraso nos pagamentos e convites de outras equipes, a exemplo de João Paulo para o Botafogo, Keno para o Palmeiras, entre outros.

Agora é juntar os cacos, definir com o novo técnico, que ainda não está definido, se reestruturar financeiramente, colocar em prática o planejamento, e tentar recuperar a imagem extremamente desgastada, deixada em 2016. Não vai ser fácil recomeçar, diante das dificuldades, principalmente financeiras. No entanto, esse é um caminho para um clube de tanta tradição, e que paga muito caro, pelas inconsequências de alguns Dirigentes.

Blog de Airton Sousa: Uma decisão inconsequente

Após a derrota para o Oeste, e a manutenção do time na série B, vários comentários foram veiculados sobre a saída de Givanildo Oliveira, do comando técnico do Clube Náutico Capibaribe. No entanto, esperava-se que o bom senso prevalecesse, mesmo porque o melhor caminho seria, no mínimo, a manutenção do treinador, a seleção dos jogadores que iriam ficar e os reforços para 2017. Porém, nesta sexta-feira(02), a Diretoria do clube anunciou a saída de Givanildo Oliveira e automaticamente a contratação do Pernambucano Dado Cavalcanti, que estava recentemente no Paysandu e  volta ao timbu, consolidando a sua segunda passagem no time.

A saída ou chegada de um profissional, é um fato de rotina, mesmo porque o imediatismo sempre prevalece no futebol Brasileiro. Sempre que acontece uma decisão, observa-se que além da precipitação, uma decisão injusta e humilhante, em razão da maneira como Givanildo chegou no clube, com um time limitado, precedido de resultados negativos e com uma perspectiva de rebaixamento.

Givanildo remontou o time, sem condições nem reforços substanciais, que teve, de início, uma sequência de sete vitórias. Algumas derrotas aconteceram, principalmente fora de casa, exemplo a que aconteceu com a Luverdense,  o Clube de Regatas Brasil, o Avaí sofrendo uma goleada, e o estopim de tudo, que foi a derrota na última rodada para o Oeste, que provocou a ausência do time na primeira divisão do próximo ano. Reafirmo e vejo como precipitadas e injustas tais decisões, a dispensa do treinador, que não tem nada a ver com a falta de dinheiro para as contratações e a manutenção de peças que dariam um suporte estrutural, para o início das competições em 2017.

Acho até que Dado Cavalcanti, poderá fazer um bom trabalho, desde que seja dada condições para isso, com reforços, pagamento em dia e outros aspectos importantes para bons resultados. Entretanto, a saída de Givanildo é que não foi bem explicada. Porém, quando se trata de dirigente de futebol e suas decisões, sempre entendemos como mais um fato inconsequente e pouco convincente. Givanildo segue seu trabalho para onde for, e com muita dignidade, e Dado Cavalcanti com certeza terá muita dor de cabeça para remontar o time em 2017.

Foto: INternet

Foto: INternet

Blog de Airton Sousa: Santa Cruz fica fora da Sul-Americana

Pelo fato de ter sido campeão da Copa do Nordeste 2016, de conformidade com a Confederação Brasileira de Futebol, o Santa Cruz havia ganho o direito de participar da Sul-Americana, no próximo ano. Acreditava-se que tudo estaria confirmado, e assim o tricolor teria mais uma competição para participar em 2017. Nada disso existe mais. Agora a entidade do futebol na América do Sul, acaba de informar que diminuirão as vagas da competição, e em contra partida, serão acrescentadas mais duas vagas na Libertadores, indo para seis vagas.

E agora, a Diretoria tricolor está  apelando para tudo, afim de tentar reverter essa decisão, o que acreditamos, não será  possível, trazendo um prejuízo moral, financeiro e técnico para o representante de Pernambuco, que já contava com a sua participação, e agora terá mais esse prejuízo. Não acreditamos que o caso seja revertido. No entanto, quem sabe, a Sul-Americana possa indenizar financeiramente, o tricolor pernambucano, pelos prejuízos causados ao clube.

Cabe a interferência da Confederação Brasileira de Futebol. o que não acreditamos no seu poder de influência, principalmente pelo abalo moral que teve a CBF nos últimos tempos, tendo os seus representantes envolvidos em escândalos e mais escândalos. Agora, é esperar para ver o que vai acontecer, cabendo à Diretoria tricolor remontar estrutura para o ano que vem, independentemente das competições que o time irá participar.

Blog de Airton Sousa: Santa fecha penúltima rodada com goleada

Uma coisa não faltou ao longo do Campeonato Brasileiro, ao Santa Cruz, garra e determinação, apesar do rebaixamento que era anunciado há bastante tempo. Desta feita o jogo do time tricolor em casa, foi simplesmente espetacular, principalmente nos momentos finais do segundo tempo, onde três gols aconteceram em menos de cinco minutos, transformando o final da partida em uma verdadeira festa de gols.

Pouco importa se o time gaúcho estava com reservas, focado na decisão da Copa do Brasil ou não, para a próxima quarta-feira, contra o Atlético Mineiro. O que interessa é que o tricolor fechou com chave de ouro, em casa, a sua última partida com o seu mando de campo. O placar de 5 x 1, construído com méritos do Santa Cruz, e com falhas no planejamento tático do time gremista, que partiu para cima, se abriu e facilitou a criação de três gols, nos cinco minutos finais do jogo.

Agora, é encerrar contra o São Paulo com dignidade, de cabeça erguida, apesar do rebaixamento e com o desmonte de grande parte do elenco. Inegavelmente, o time do Arruda, teve altos e baixos, e o resultados todos já sabiam antecipadamente, a dificuldade de se manter na primeira divisão. João Paulo, Keno, Léo Moura, entre outros nomes, sairão do time tricolor, e agora é pensar no que pode ser feito para reestruturar o time para as competições de 2017, além da preocupação principal, a falta de dinheiro e os compromissos a serem resolvidos. Grafite se aproxima da artilharia da competição, com 13 gols, tendo ao seu lado mais um jogador que atua em Pernambuco, Diego Sousa com 14 gols, provando a qualidade ofensiva do Santa Cruz e do Sport com esses dois jogadores.

Blog de Airton Sousa: Resultados de Pernambuco na série A

Um jogo eletrizante, com seis gols e uma partida disputada do começo ao fim. Foi esse o resultado do encontro deste domingo às 18:30 h,  no Estádio José do Rego Maciel, envolvendo Santa Cruz e Atlético Mineiro. No final, o placar de 3 x 3, com gols que surgiam a cada momento, tornando o jogo extremamente gostoso de ser assistido.

No primeiro tempo o tricolor venceu parcialmente pelo placar de 2 x 1, com Fred marcando aos 5 minutos, Grafite aos 13 minutos, e Keno aos 30 minutos. O técnico Marcelo Oliveira, do Atlético, contou com Fred, Marcos Rocha, Rafael Carioca e Cazares. Os demais titulares foram poupados, em razão da primeira partida decisiva, que acontecerá quarta-feira(23), contra o Grêmio, na decisão da Copa do Brasil.

Na segunda etapa, mais gols e emoções. Clayton empatou aos 9 minutos, Vitor desempatou aos 13 minutos e finalmente Hyuri fechou o placar aos 34 minutos. O time mineiro com o empate, continuou no quarto lugar com 62 pontos, enquanto que o Santa Cruz continua na décima nona, com 28 pontos. O próximo jogo do tricolor Pernambucano será contra o Grêmio no Arruda.

Por sua vez, o Sport perdeu para o Atlético Paranaense pelo placar de 2 x 0, em um jogo em que o rubro negro, voltou a jogar mal, entre eles Diego Sousa, com um futebol lento e improdutivo, sendo na sequência, duas derrotas consecutivas. Passes errados, meio de campo dominado pelo meio de campo adversário, e o goleiro Ueverton, do Atlético, sem nenhum trabalho. André Lima marcou aos 22 minutos, enquanto que Tiago Heleno, de pênalti, fez o segundo gol, tudo isso no primeiro tempo.

No segundo tempo, o Sport melhora um pouco, tem oportunidade de gols com Diego Sousa, aos 7 minutos e Ritchely,  aos 14 minutos. Depois disso, o time paranaense voltou a dominar o jogo, mesmo com as entradas de Apodí, Túlio de Melo e Gabriel Xavier, que não influenciaram em nada, para evolução do time Pernambucano.

Com essa derrota, o Sport continua na décima quinta posição, com 43 pontos, porém com o resultado do Vitória, contra o Figueirense pelo placar de 4 x 0, a situação do time da Ilha do Retiro, agora fica complicada, visto que apenas um ponto, separa o rubro negro Pernambucano, do rubro negro Baiano. O próximo jogo do Sport, é contra o já rebaixado América Mineiro, em Minas Gerais.

Blog de Airton Sousa: Disputa acirrada pelas últimas vagas do G4

Depois dos resultados da 37ª rodada da série B, o G4 tem uma definição dos dois primeiros classificados e uma disputa pelas duas últimas vagas,  para o complemento dos clubes que estarão na primeira divisão do próximo ano. Atlético de Goiás e  Avaí já  estão na primeira divisão em 2017. Probabilidades maiores para Bahia e Vasco da Gama também terem acesso. Porém o  Náutico corre por fora, porque depende de uma vitória na última rodada, contra o Oeste, na Arena de Pernambuco, que luta para não ser rebaixado. Além da vitória contra o Oeste, o Náutico depende dos resultados do Vasco da Gama contra o Ceará, e do Bahia que joga fora contra o Atlético de Goiás. Portanto, a situação timbu, comparando os três clubes que buscam o acesso, é a mais difícil.

Quanto ao jogo contra o já rebaixado Tupi, mesmo com as dificuldades iniciais, o Náutico conseguiu uma vitoria folgada por 4 x 1, chegando a somar agora  60 pontos, 3 a menos que o Bahia e 2 a menos que o Vasco da Gama. Observa-se nessa reta final da competição, a falta que faz perder pontos para clubes de menor porte, a exemplo dos jogos do Náutico contra Luverdense, Clube de Regatas Brasil, entre outros. Jogando contra times inferiores, quem quer ter o acesso ao G4, tem que vencer, a exemplo do que aconteceu ontem contra o Tupi, muito embora temos que reconhecer que foi um pouco tarde, considerando  a posição dos quatro times que estão à frente do timbu.

Contra o Oeste, o importante é o time não se entregar, a torcida fazer o seu papel mais uma vez, e torcer que os correntes possam errar, e com isso, contribuir para o  acesso do Náutico. Sinceramente, acho complicada a situação do time de Pernambuco, e se fosse preciso colocar percentuais de credibilidade, daria apenas 10% de chances para o alvi-rubro Pernambucano. Se acontecer o acesso, para mim será uma surpresa, mais só resta aguardar.

Blog de Airton Sousa: Rodada de derrotas para Pernambuco

Uma rodada, que não trouxe resultados positivos para o futebol Pernambucano, na primeira divisão. Só faltava essa derrota para matematicamente o Santa Cruz ser declarado rebaixado, e foi isso que aconteceu, quando o time enfrentou ao Coritiba na noite dessa quarta-feira(16), pelo placar de 1 x 0. Outra vez o tricolor não jogou mal, porém, não conseguiu marcar nenhum gol, e saiu de campo derrotado. Agora sim, oficialmente o Santa Cruz é segunda divisão em 2017. No entanto, desde o jogo contra o Atlético Mineiro, em 11 de julho, que nós afirmávamos as chances do time ser rebaixado, pelo mal futebol praticado e pela limitação do elenco. Agora, o Santa Cruz tem três partidas, para encerrar a sua participação no Nacional de primeira divisão.

Enquanto isso, a torcida do Sport tem que agradecer de joelhos ao Grêmio, pela maneira como jogou e perdeu pelo placar de 3 x 0, salvando o Sport de estar mais próximo ainda da zona de rebaixamento. Quanto ao jogo contra o Cruzeiro, novamente o rubro negro foi um time desencontrado, com um futebol confuso, desde os alas até os atacantes. Além disso, para culminar a fraca atuação do time leonino, Diego Sousa, quando jogo ainda estava 0 x 0, com excesso de confiança, e embalado pela torcida, desperdiçou um pênalti, aos 39 minutos do primeiro tempo. Coincidência ou não, em seguida, poucos minutos após, o Cruzeiro monta um contra ataque e consegue marcar com o jogador Henrique, aos 43 minutos.

No segundo o tempo, com todas as tentativas, o técnico Daniel Paulista não conseguiu ajustar o seu time, e aos poucos, o Cruzeiro foi  consolidando a sua vitória, para tristeza e preocupação da torcida rubro negra. O Cruzeiro agora, soma 47 pontos e se distancia da zona de rebaixamento, para tranquilidade do técnico Mano Meneses. Por outro lado, com a derrota e consequentemente a vitória do  Coritiba, o Sport desceu mais um degrau. Agora é o 15º colocado, e fica torcendo que, Internacional e Vitória, que jogam nesta quinta-feira(17), não vençam os seus adversários, caso contrário, as coisas podem complicar para o time leonino, aproximando-o da zona de rebaixamento. O público foi de 25.477 foi torcedores, para uma renda de R$ 124.790,00.

Blog de Airton Sousa: Náutico diminui chances do G4

Com um futebol fraco, produzindo muito pouco, o Náutico perdeu neste sábado(12), para o Avaí em Santa Catarina pelo placar de 3 x 0. Opinião unânime, inclusive do treinador Givanildo Oliveira, afirmando que o time teve uma fraca produção, observado-se que do grupo todo, poucos foram os jogadores que se destacaram na partida, a começar pelos dois alas, os zagueiros, os meias e o isolamento dos atacantes. Além do mais, o Avaí com  mais posse de bola, finalizando com mais qualidade, ficava difícil para o timbu esboçar reação. O primeiro gol, de pênalti duvidoso, aos 25 minutos, cobrado por Marquinhos; o segundo gol, também de Marquinhos, aos 48 minutos, fechando o placar de 2 x 0.

Se no primeiro tempo, o grupo não se encontrou, pior foi na segunda etapa, com o Avaí fazendo o terceiro gol aos 7 minutos, através do jogador Rômulo.  As modificações feitas pelo treinador Givanildo Oliveira  não corresponderam e a principal peça do Náutico, o jogador Marco Antonio, não esteve bem e terminou sendo substituído, além da expulsão de Mailson. Vamos esperar pra ver o que vai acontecer na próxima rodada, onde o Náutico continua fora, contra o Tupi, e depois encerra em casa, contra o Oeste.

Diminui a possibilidade do Náutico de entrar no G4, pela posição dos demais concorrentes e porque dá para sentir que o grupo está perdendo fôlego, nessa reta final da competição. Os mais críticos, já começam a ensaiar o chavão que tem caracterizado a participação do Náutico, em momentos importantes das competições, “o Náutico nada, nada, e termina morrendo na beira da praia”. Não é ser pessimista, é simplesmente vivenciar a situação do time timbu, também no atual momento do Campeonato Brasileiro da série B.

Blog de Airton Sousa: CRB sem chances de entrar no G4

Um obstáculo foi derrubado a favor do Náutico nessa sexta-feira(11), no Estádio Rei Pelé, por ocasião do jogo entre o Clube de Ro egatas Brasil e Payssandu. Um jogo em que interessava de perto ao time timbu, pelo fato de que o time alagoano é o sexto colocado com 55 pontos, apenas 2 a menos que o timbu. Uma vitória do Regatas, complicava mais ainda a situação do Náutico, que cairia uma posição, até o jogo deste  sábado, contra o Avaí.

A verdade é que, dominando o jogo no primeiro tempo, e no segundo tempo, até tomar um gol surpreendente, o Clube de Regatas Brasil, não teve competência ofensiva, mesmo contando com a participação do artilheiro Zé Carlos, que saiu machucado no meio do segundo tempo. O time de Dado Cavalcanti, se defendeu o tempo todo, bateu muito e jogou por uma bola, tendo a competência de faturar no tempo certo.

Após o gol, o desânimo abateu o time do Clube de Regatas Brasil, que se entregou ao resultado e aos desespero. Com a derrota, as chances diminuíram, parou com 55 pontos, e só chega no máximo a 61 pontos, sendo quase impossível a chance de chegar ao G4. Esse resultado favoreceu diretamente ao time de Givanildo Oliveira, desde que consiga vencer ao Avaí neste sábado(12), onde a vitória é fundamental. O empate complica, e a derrota, afasta mais ainda o time Pernambucano do G4 do Campeonato Brasileiro da série B . É aguardar para ver o que acontece neste sábado, entre o Avaí e o Náutico.

Blog de Airton Sousa: Campeonato Pernambucano 2017

Na última segunda-feira(07), a Federação Pernambucana de Futebol, através da sua Diretoria, esteve reunida com os clubes profissionais de Pernambuco, para a discussão da fórmula do Campeonato de 2017.

Depois de alguns debates e sugestões, a princípio, foi aprovado assim, o modelo da competição, conforme expomos abaixo:

a) O Campeonato será iniciado no dia 04 de janeiro de 2017, com a participação de nove clubes: Salgueiro, Central, Vitória, Atlético Pernambucano, Belo Jardim, América, Serra Talhada, Campeão da A 2 e Vice;

b) Teremos 03 grupos de 03 equipes, com Central Salgueiro e América como cabeça de chave;

c) A formatação da tabela terá a seguinte distribuição:

Grupo A - Salgueiro, Atlético Pernambucano e Belo Jardim;

Grupo B - América, Serra Talhada e o Campeão da A 2;

Grupo C - Central, Vitória e Vice campeão da A 2.

Os três melhores colocados, independentemente do grupo, avançam para o segundo turno e garantem vaga na série D de 2017. Cada grupo, jogará contra os outros grupos.Também como novidade, poderemos ter o chamado ” árbitro de vídeo “, que ficará em uma cabine do estádio e auxiliará o árbitro de campo, em lances duvidosos.

d) Por fim, no dia 29 de janeiro, juntam-se aos três melhores do primeiro turno, os considerados grandes: Sport,  Náutico e Santa Cruz, que disputarão com jogos de ida e volta, com os quatro melhores avançando para a semi final e final do Campeonato;

Críticas já foram iniciadas, pelo fato que o segundo turno, já começa  com o clássico entre Náutico e Santa Cruz. É esperar para ver como será a disputa do Estadual 2017.

Blog de Airton Sousa: Sport distancia-se do Z4

Como sempre, o futebol apresenta surpresas. Por mais que fosse otimista, tenho certeza de que o torcedor do Sport, não esperava uma goleada de 3 x 0 no Grêmio, mesmo porque na história dos confrontos entre os dois times, o rubro negro nunca havia vencido ao Grêmio, no Rio Grande do Sul. Uma vitória surpreendente, e que deixa o Sport a 4 pontos de se livrar do rebaixamento para a segunda divisão.

Pouco importa nesse instante, se o Grêmio perdeu para o Sport, com a finalidade de prejudicar ao Internacional. Sinceramente, seria tirar o mérito da bonita vitória do time Pernambucano. O que realmente aconteceu no jogo, é que o Grêmio só jogou até 35 minutos do primeiro tempo, onde a princípio, o Sport sentiu a ausência dos dois volantes titulares, Rithelly e Paulo Roberto e do lateral Samuel Xavier, também porque não havia nos jogadores Neto Moura e Ronaldo, uma cobertura suficiente para evitar a facilidade dos jogadores do Grêmio pelo meio, e a liberdade que Douglas encontrava para dominar a meia cancha rubro negra.

Além de tudo, o Sport teve durante os 35 minutos iniciais, uma quantidade inexplicável de passes errados. A reação do Sport, após os 35 minutos surpreendeu ao  time gaúcho, que passou a demonstrar muita ansiedade por que o gol não saía. Aí veio a surpresa com um belo chute de Diego Sousa, aos 44 minutos, dando a vitória de 1 x 0 para o  time de Daniel Paulista, no primeiro tempo.

Quando se esperava um Grêmio mais tranquilo, eis que o Sport surpreende e marca com Rogério aos 2 minutos, o segundo gol, com um belo cruzamento de Ruiz. A partir daí, o time leonino passou a jogar com inteligência, irritando ao adversário, que se rendia a cada instante, principalmente com o cansaço apresentado pelo pulmão gremista, o jogador Douglas. Outras chances surgiram para o time Pernambucano, a exemplo de uma bola na trave de Diego Sousa, aos 30 minutos.

Porém, a noite era de Pernambuco, e aos 45 minutos, outra vez, Diego Sousa marca,  fechando o placar de 3 x 0.  Como detalhe, a última vitória do Sport no Brasileiro deste ano, foi na 16ª rodada, contra o Cruzeiro em Belo Horizonte,  no dia 24 de julho. Daí, podermos dizer que a vitória contra o Grêmio, teve vários pontos importantes. Entre eles, o fato de a partir de agora, o time estar necessitando de 4 pontos, entre os 12 que serão disputados, para se manter na primeira divisão. Não resta dúvida, que o técnico Daniel Paulista, os jogadores e a torcida, estão mais otimistas pela manutenção do time rubro negro na primeira divisão. Contudo, a acomodação não pode e nem deve acontecer.

Blog de Airton Sousa: Náutico perde e continua fora do G4

Num jogo, em que a torcida timbu fez o seu papel, indo a capital alagoana, incentivando o time, e saindo decepcionada, o Náutico terminou perdendo para o desesperado Clube de Regatas Brasil, pelo placar de 1 x 0. O time alagoano jogava uma cartada decisiva, porque se não conseguisse vencer, teria afastada de uma vez por todas, as chances de brigar por uma das vagas no G 4.

Tivemos um primeiro tempo com os goleiros trabalhando muito, as defesas superando os ataques e as finalizações erradas, foi esse o padrão da primeira fase, com o Náutico encontrando dificuldades na transmissão e também sentindo a falta de um jogador com presença de área, enquanto que o adversário tentava a todo custo, principalmente com o artilheiro Zé Carlos, que não fez um bom jogo. Daí o 0 x 0 do primeiro tempo.

No segundo tempo, o Clube de Regatas Brasil, voltou mais agudo e ofensivo, principalmente com o jogador Wellington Junior, que apavorou o sistema defensivo timbu, pela direita, onde o Náutico sentiu a ausência do jogador Gaston Filgueira, entre outros jogadores. A transição do time alvi-rubro foi complicada, e a verdade é que o time alagoano foi dono absoluto do segundo tempo. De tanto insistir e diante das facilidades, terminou marcando o gol da vitória aos 35 minutos, com Matheus Galdezani, após uma troca de passe errada entre os jogadores Marco Antonio e Igor Rabelo.

Se o Náutico estava mal, piorou muito mais,depois do gol sofrido, sem encontrar a capacidade suficiente de reagir. A derrota complicou a situação do Náutico, principalmente pelos resultados dos concorrentes diretos: Avaí, Bahia, e o próprio Regatas. O Náutico continua fora do G4, agora com uma diferença de 2 pontos para o Bahia e 3 pontos para o Avaí, que venceram os seus jogos. O próximo jogo do timbu, será terça-feira(08), na Arena de Pernambuco contra o Goiás, que perdeu o clássico para o Atlético por 4 x 2.

Se quiser continuar na disputa por uma vaga no G4, o time timbu terá que vencer ao Goiás, e partir para outra vitória contra o Avaí, em Santa Catarina, no próximo final de semana. O ponto negativo do jogo de hoje, além da derrota do Náutico, foi a arbitragem de Alinor Silva da Paixão, que anulou um gol legítimo do Náutico, e deixou de marcar um pênalti claro, a favor do Clube de Regatas Brasil. Ou seja, uma arbitragem que terminou influenciando no resultado do jogo, mais uma vez.

Blog de Airton Sousa: Náutico sai do G4

Nessa reta importante e final da série B do Campeonato Brasileiro, continua bastante acirrada a disputa pelas quatro vagas à primeira divisão. Nesse instante, estão praticamente garantidas duas vagas, Atlético de Goiás com 61 pontos e o Vasco da Gama com 58 pontos. A disputa está entre o Bahia, com 56 pontos, após vencer nesta sexta-feira(04), o time do Vila Nova em Goiás; o Avaí com 55 pontos, que  joga em Santa Catarina, contra o Londrina, que tem  54 pontos; o Náutico que está também com 54 pontos e que joga neste sábado(05), no Estádio Rei Pelé, contra o Clube de Regatas Brasil, que tem 49 pontos, e que também tem chances, se vencer ao Náutico,  de entrar na disputa do G4.

Observa-se principalmente agora, quando a competição chega na reta final, como faz falta as vitórias que não acontecem em casa, além de derrotas para times inferiores fora de casa. O Náutico tem hoje o jogo da vida, contra o Clube de Regatas Brasil, se vence avança e faz a diferença, se perde tem complicada sua situação, principalmente se o Avaí que joga em casa, vencer ao Londrina, que tem a mesma pontuação do time timbu.

O alvi-rubro tem depois do jogo deste sábado(05), os seguintes adversários: Goiás na Arena de Pernambuco;  o Avaí em Santa Catarina(confronto direto); o Tupi em Minas Gerais e finalmente o Oeste na Arena de Pernambuco. Ou seja, dois jogos em casa, dois jogos fora. Porém, antes de tudo, é vencer neste sábado(05), ao Clube de Regatas Brasil, uma missão muito difícil.