Josepf Blatter renuncia presidencia da Fifa, após ser reeleito

O mundo esportivo foi pego de surpresa na tarde desta terça-feira (02.06, com quase uma semana após as primeiras prisões na Suíça, o presidente da Fifa, Joseph Blatter, renunciou ao cargo em pronunciamento na sede da entidade. Mandatário da entidade desde 1998, o chefe maior do futebol mundial foi eleito na última sexta-feira para o quinto mandato, mas, quatro dias depois, anunciou que convocará um novo congresso, que deve ser realizado entre dezembro e março, para eleger outra pessoa para o cargo.

“Esses anos foram muito ligados à Fifa. Eu aprecio e amo a Fifa mais que tudo, e só quero fazer o melhor para o futebol e para a Fifa como instituição. Fifa precisa de uma reestruturação profunda. Enquanto eu tenho o apoio dos membros da Fifa, sinto que não tenho do resto do mundo do futebol. É por isso que vou reunir um congresso extraordinário e colocar meu cargo à disposição, será decidido o novo presidente. Um congresso o mais rápido possível para eleger meu sucessor”, anunciou Blatter em entrevista convocada na sede da entidade.

TCHBlatter anuncia renúncia e marca novas eleições na Fifa

A saída do presidente contrasta com a manifestação de força que Blatter exaltou após a eleição da última sexta-feira. À época, o mandatário afirmou que não tinha medo de ser preso e mostrou tranquilidade com as investigações feitas pela Justiça dos Estados Unidos. A entrevista desta terça foi marcada com a expectativa de que fosse uma declaração de defesa de Valcke após as últimas denúncias, mas culminou com a renúncia do suíço.

Na última quarta-feira, o escândalo de corrupção foi deflagrado com a prisão de sete membros do alto escalão da Fifa em um hotel de luxo na Suíça, inclusive José Maria Marin, ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). A Justiça americana ficou mais próxima de chegar a Blatter após a divulgação pelo New York Times na última segunda-feira de que o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, estaria envolvido em um pagamento de propina. Valcke é o braço direito do mandatário na entidade.

“Não temos controle sobre os membros das confederações, mas suas ações são de responsabilidade da Fifa, Por isso precisamos de uma reestruturação, O tamanho do comitê executivo tem que ser revisto. Gostaria de agradecer todos que sempre me apoiaram em uma maneira leal e contrutiva e que fizeram muito pelo futebol. Eu repito: o que mais vale para mim é a instituição Fifa e o futebol ao redor do mundo”, discursou Blatter.

Ironicamente, o presidente ainda defendeu em seu pronunciamento que os mandatos, tanto do presidente quanto dos membros do congresso executivo, sejam restringidos na Fifa – isso dias após ganhar eleição para um quinto mandato.

A renúncia do presidente, contudo, não se aplicará imeditamente: Joseph Blatter ficará no poder até a passagem do bastão para o sucessor. De acordo com Domenico Scala, que será o responsável pelos trâmites das novas eleições, um congresso extraordinário será convocado para os próximos meses.

“A eleição do presidente e qualquer reforma fundamental precisa ser votada pelos membros do congresso da Fifa. O próximo congresso é em maio de 2016, na Cidade do México. Isso seria uma demora desnecessária. O presidente vai pedir ao comitê executivo um congresso extraordinário. O comitê executivo é que vai decidir, pode acontecer entre dezembro deste ano e março do próximo ano”, explicou Scala.

Blatter deixa o poder marcado pelo escândalo de corrupção, que envolve compra de votos e diversas irregularidades acusadas pela Justiça dos Estados Unidos. Nos últimos dias, a Uefa retirou o apoio ao mandatário e até ameaçou uma Copa do Mundo alternativa em 2018, como forma de pressão.

 Foto: Philipp Schmidli / Getty Images

 Foto: Ennio Leanza / EFE

A cadeira de Blatter será ocupada por uma nova pessoa após ocongresso

TV Replay, o que é bom se repete!

Santa Cruz: Assédio à jogadores é ético no futebol? Tem quem se enerve com isso

O jogo de sábado(21/03) entre o Santa Cruz e Serra Talhada pelo hexagonal do título já inicia a semana de preparação com uma polêmica. Assediar jogadores que  tem contrato com  outros clubes é uma atitude correta? Foi isso que comentou o presidente da equipe do Serra, José Raimundo;  disse que não via essa atitude do time coral com bons olhos, ele garante que os jogadores João Carlos(lateral) e Júnior Juazeiro(atacante) estarão em campo no próximo sábado, no Arruda. Mesmo o lateral já tendo um acordo com o Santa e o atacante também está perto de fechar um acordo com os corais, esses devem atuar contra o seu futuro clube.

foto: portal Gazzeta/ presidente José Raimundo

foto: portal Gazzeta/ presidente José Raimundo

O mandatário do time Sertanejo estuda entrar com uma representação na Federação Pernambucana de Futebol(FPF) contra o Santa Cruz.

foto: Coralnet

foto: Coralnet

Portanto, pela regra da FIFA, o jogador pode firmar contrato com outro clube seis meses antes do término do contrato com o seu antigo clube. Mesmo assim o presidente afirma que não vê com naturalidade esse assédio.

Podendo assim essa questão ser resolvida na justiça, mudando a FIFA suas regras ou sendo provado que o Santa agiu de forma errada, mas os jogadores por enquanto são livres para negociarem seus contratos com quem quiserem, seis meses antes de acabarem seu vínculo com um clube, dessa forma não existiu erro por parte do Santa Cruz em manifestar interesse nos jogadores e pelas regras da entidade máxima do futebol o tricolor tem todo direito nessa situação de negociar com os atletas.

foto: Coralnet

foto: Coralnet

Diante dessa situação os times se encontrão sábado(21) às 19:30h, no Arruda, com o tricolor precisando da vitória para garantir a classificação e o Serra precisando vencer para manter viva a esperança de se classificar, pois caso vença chega aos mesmos dez pontos do Santa Cruz, levando a decisão da vaga para a última rodada.

TV Replay,o que é bom se repete!

Reportagem: Guilherme Adriano

Torcedor que desistir de ingresso da Copa vai pagar taxa à Fifa, alerta Procon-DF

O Instituto de Defesa do Consumidor do Distrito Federal (Procon-DF) alertou hoje (16) os torcedores que pretendem comprar ingressos para jogos da Copa do Mundo 2014 que, em caso de desistência após a compra, será cobrada uma taxa de 30% do valor pago.

A medida está prevista no regulamento da Federação Internacional de Futebol (Fifa), que justifica a cobrança da taxa para “cobrir custos administrativos incorridos em razão do cancelamento do ingresso”, além de “compensar a Fifa pela reduzida chance de revender os ingressos e quaisquer danos, inclusive lucros cessantes, que possam ser sofridos pela Fifa em razão do cancelamento”.

02

De acordo com o regulamento, não é permitido cancelamento parcial de ingressos, ou seja, caso o consumidor queira cancelar a compra de um ingresso, deverá fazê-lo com todos os pacotes solicitados por ele naquela partida. E tal pedido deve ser feito em até 48 horas antes do jogo.

O Código de Defesa do Consumidor garante um prazo de sete dias para desistência, com devolução imediata dos valores pagos, de transações feitas por telefone, pela internet ou meio similar, fora do estabelecimento comercial. O instituto, no entanto, informou que a regra não vale no caso da compra de ingressos para o Mundial da Fifa. Segundo o Procon-DF, a entidade está amparada pela Lei Geral da Copa, que lhe confere autonomia para esta decisão. A cobrança da taxa de devolução também está prevista no contrato de compra dos ingressos, mas o Procon-DF explica que, ainda assim, vai registrar e encaminhar à Fifa reclamações de torcedores que se sentirem lesados.

Fonte: Agência Brasil

Fifa e parceiros têm plano B para concluir a Copa das Confederações fora do Brasil

A intenção é concluir a Copa das Confederações no Brasil, mas caso os problemas relacionados à segurança se agravem, a Fifa trabalha com um plano B para o torneio.

A solução discutida pela entidade e seus parceiros seria concluir a fase de grupos neste final de semana, com as quatro partidas que restam, e fazer as semifinais e finais longe do território brasileiro.

Foto: Lindemberg Figueiredo TV Replay

Foto: Lindemberg Figueiredo TV Replay

No sábado, jogam Brasil x Itália (Salvador) e Japão x México (Belo Horizonte). No domingo, a Espanha enfrenta a Nigéria (Fortaleza) e o Uruguai joga contra o Taiti (Recife). As semifinais estão marcadas para quarta (Belo Horizonte) e quinta (Fortaleza) da semana que vem. A final e a decisão do terceiro lugar, para o domingo, dia 30 de junho, no Rio e Salvador, respectivamente.

A Fifa e as seleções que disputam a Copa das Confederações já externaram seu pavor com a insegurança que vivem no Brasil. O entendimento na entidade é de que mudar quatro partidas (envolvendo quatro seleções) seria menos danoso para a entidade e menos custoso a seus cofres do que cancelar o evento.

De acordo com parceiros da entidade ouvidas pela Folha, Europa, Estados Unidos e até a China são tratados como possíveis locais onde o torneio poderia ser realizado.

Procurada pela Folha, a Fifa respondeu que “continua monitorando a situação junto com as autoridades brasileiras e no momento não há qualquer mudança prevista no cronograma da Copa das Confederações.”

A CBF resolveu fechar a sua sede, no Rio, por causa dos protestos. Funcionários foram dispensados pela direção da entidade.

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/esporte/folhanacopa/2013/06/1299063-fifa-e-parceiros-tem-plano-b-para-concluir-a-copa-das-confederacoes-fora-do-brasil.shtml

Pernambuco: Torcedores poderão pegar metrô de graça até a Arena

Onze estações vão admitir passageiros que mostrem ingresso para estádio.
Motoristas vão contar, ainda, com estacionamento em três shoppings.

Mapa mostra, em amarelo, estações onde o embarque será gratuito para os passageiros que mostrarem os ingressos para a Arena Pernambuco (Foto: Divulgação / Secopa PE)

Mapa mostra, em amarelo, estações onde o embarque será gratuito para os passageiros que mostrarem os ingressos para a Arena Pernambuco (Foto: Divulgação / Secopa PE)

A viagem de metrô até a Estação Cosme e Damião, ponto mais próximo da Arena Pernambuco, localizada na cidade de São Lourenço da Mata, Região Metropolitana doRecife, será gratuita a partir de determinadas estações da capital pernambucana, durante os jogos da Copa das Confederações. O torcedor a caminho do estádio poderá apresentar seu bilhete na catraca de uma das 11 estações de metrô que compõem o Circuito da Copa e não pagará nada pela viagem, de forma que ele não precisará se dirigir aos guichês, evitando filas e tumulto.

Essa e outras novidades de mobilidade e segurança para a Copa foram anunciadas, na manhã desta quarta-feira (5) pela Secretaria Extraordinária da Copa do Mundo (Secopa). “O plano mantém as diretrizes básicas do jogo-teste do dia 22, entre Náutico e Sporting de Portugal, que é estimular o uso do metrô como principal transporte público de acesso à Arena Pernambuco”, afirmou o secretário Extraordinário da Copa, Ricardo Leitão.

As estações do Circuito da Fifa, a partir de onde as viagens serão gratuitas, são aquelas que estão dentro do perímetro de 3 km da Arena. São elas Recife, Joana Bezerra, Camaragibe, Cajueiro Seco, Aeroporto, Tancredo Neves, Shopping, Antônio Falcão, TIP, Largo da Paz e Rodoviária. Ao chegar à estação Cosme e Damião, o processo para continuar a viagem até a Arena vai permanecer o mesmo: um ônibus circular vai buscar os torcedores na estação e levá-los até 600 metros da Arena, uma determinação de segurança da Fifa.

Coletiva da Secopa-PE anuncia novidades nos transportes, no Recife (Foto: Elton de Castro / GloboEsporte.com)

Coletiva da Secopa-PE anuncia novidades nos transportes,
no Recife (Foto: Elton de Castro / GloboEsporte.com)

Além de parar seus veículos nos estacionamentos já divulgados anteriormente, a população também vai poder deixar os carros nos edifícios-garagem dos shoppings Recife, Guararapes e Riomar. De lá, ônibus expressos vão levar os torcedores até as estações Antônio Falcão, Caujeiro Seco e Recife, respectivamente, de onde a passagem segue gratuita até a Cosme e Damião. A passagem do Expresso da Copa custa R$ 5 (ida e volta). Os passageiros vão ter direito a uma pulseira exclusiva para facilitar a identificação.

Quem for de carro, deve ficar atento aos Pontos de Verificação de Veículos (PVVs), de onde só deverão passar os carros credenciados pela Fifa. Cada veículo só poderá levar até quatro passageiros; além disso, serão necessárias duas credenciais. Os PVVs localizados na BR-408 agora estão sob coordenaçaõ da Fifa e da Polícia Rodoviária Federal (PRF). O PVV que fica ainda no Recife está sob coordenação da Fifa e da Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU). Carros não credenciados poderão ficar estacionados no Parqtel, cujo bilhete deve ser comprado com antecedência, através da internet. O preço segue o mesmo, R$ 40.

O secretário Ricardo Leitão orientou aos torcedores que não deixem para sair de casa de última hora, uma vez que a Arena já estará aberta ao público três horas antes do início da partida. “Não há necessidade das pessoas se deslocarem momentos antes. Quanto mais cedo se deslocar, maior é a garantia de tranquilidade e segurança”, avisou.

A secretária executiva das Cidades, Ana Suassuna, apresentou o plano de mobilidade do Governo de Pernambuco durante a coletiva de imprensa. Ela anunciou que o tempo de desocupação do estádio será de quatro horas após o término do jogo. Serão utilizados dois novos trens, cerca de 500 voluntários nas dez estações do Circuito da Copa e sinalizações para o evento. Ao todo, serão 24 trens levando até a Cosme e Damião, sendo 16 na linha centro e 8 na linha sul. Quarenta ônibus convencionais vão levar os torcedores do Parqtel até a Arena e outros 65 articulados farão o trecho entre o estádio e a Cosme e Damião. Vans especiais poderão levar idosos e pessoas com mobilidade reduzida. A expectativa é que o transporte público do Recife leve 50 mil pessoas até a Arena.

As autoridades destacaram, também, que dois dos três jogos da Copa das Confederações acontecerão nos domingos (16 de junho, entre Espanha e Uruguai; e 23 de junho, entre Uruguai e Taiti), quando o número de pessoas transportadas pelo metrô do Recife já é normalmente reduzido. De acordo com a CBTU, o metrô transporta uma média de 130 mil pessoas, o que deve ajudar a diminuir a quantidade observada no jogo-teste do último dia 22.

Segurança
O delegado Humberto Freire, coordenador do Centro Integrado de Comando e Controle de Segurança Pública também apresentou, durante a coletiva, o plano de segurança do Governo. Ao todo, 5.240 homens farão a segurança da Arena da Copa, estações e estacionamentos periféricos, sendo mais de 3 mil militares envolvidos. Todos os torcedores serão revistados na entrada do estádio e serão proibidos objetos como bandeiras de grande porte, material promocional não autorizado, megafones e instrumentos musicais (incluindo vuvuzelas e caxirolas), pó, farinha e similares, transmissores de imagem e som, álcool ou drogas ilícitas, alimentos, animais, copos de vidro ou alumínio, aerosóis, lasers, armas de qualquer tipo, mochilas, escadas, cadeiras, bancos e rolos de papel. Os itens apreendidos serão descartados.

Esquema único
Ricardo Leitão fez questão de alertar à população que o esquema de segurança das Copas das Confederações e do Mundo é especial. De acordo com ele, a operação de mobilidade da Copa das Confederações não será a mesma dos eventos regulares posteriores. “Depois dos eventos, o acesso será garantido a qualquer cidadão pernambucano sem as restrições de acesso. Por enquanto, estamos respeitando os requisitos da Fifa”, afirmou.

Fonte: http://g1.globo.com/pernambuco/noticia/2013/06/torcedores-poderao-pegar-metro-de-graca-ate-arena-pernambuco.html

Definido árbrito para Sport x Palmeiras

A Confederação Brasileira divulgou o trio de árbitros para o jogo do Sport contra o Palmeiras, pela terceira rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. A partida, que acontece na próxima quarta-feira (6), às 19h30, na Ilha do Retiro, terá o gaúcho Leandro Pedro Vuaden no comando.

Ele será auxiliado pelo também gaúcho Altemir Hausmann e pelo baiano Alessandro Rocha de Matos. Os três são do quadro da Fifa.