Agrestina-PE: Prefeitura convoca criadores para vacinação contra a febre aftosa

Aftosa2

A imunização do rebanho contra a febre aftosa é prioridade em muitos estados brasileiros, incluindo Pernambuco. Sendo assim, a Prefeitura da cidade de Agrestina-PE, através da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, está apoiando toda a logística e a divulgação necessárias para que o rebanho do município seja vacinado.

O secretário Ademir Alves informa que depois de vacinar os animais, o criador deve ir até o serviço veterinário oficial do Estado mais próximo para comprovar que aplicou a dose da vacina através da nota fiscal e dos recipientes das vacinas vazios, após a aplicação.

Atualmente, o município possui 15 mil bovinos e a meta é vacinar, no mínimo, 90% desse número até o dia 31 de maio, obrigatoriamente.  

Segundo o Departamento de Saúde Animal (DSA) do Ministério da Agricultura, o produtor que não imunizar o rebanho sofre restrição quanto à movimentação do gado e pode ser multado. 

Fonte: Reprodução/ Decom Agrestina

Ribeirão-PE: Município sai na frente e começa a vacinar contra febre aftosa

A Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente do município de Ribeirão, Zona da Mata Sul do Estado de Pernambuco, iniciou o processo de vacinação da primeira etapa da campanha contra febre aftosa no estado.

Este trabalho de vacinação é uma parceria da Secretária de Agricultura com o Governo do Estado através da ADAGRO – Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco, que tem como missão  integrar ações do Governo Federal, Estadual e Municipal que contribuam para promover e executar a Defesa Sanitária Animal e Vegetal, o controle e a inspeção de produtos de origem agropecuária.

vac 4 vac 3

A febre aftosa é uma doença viral altamente contagiosa que afeta bovinos, bubalinos, caprinos, ovinos, suínos e outros animais que possuem cascos fendidos. Apesar da alta sensibilidade ao calor e à luz, os vírus da aftosa são transmitidos com muita facilidade pelo ar, pela água e alimentos.

É altamente transmissível por animais doentes e pelas secreções e excreções como saliva, urina, fezes, e leite.

Por conta da gravidade da situação a Secretária de Agricultura  saiu na frente e iniciou a vacinação no município.

vac 2 Vac 1

Mais informações diretamente na Secretaria de Agricultura de Ribeirão-PE

Assista, comente, curta, compartilhe e divulgue. Mande sugestões e críticas. Nossos contatos:

Reportagem e Imagens: Keline Christina

TV Replay, o que é bom se repete!

Canhotinho-PE: Vereador Érico Vilaça falou sobre algumas vacinas necessárias para os rebanhos

O Vereador Érico Vilaça foi um dos que fez uso da tribuna, confira:

Érico Vilaça – Eu vim à tribuna hoje pra falar sobre a nova campanha de febre aftosa, que começa agora já no próximo período. Nosso estado foi promovido a Área Livre com vacinação, então é muito importante que nós produtores rurais, sigamos à risca a vacinação do rebanho para que no prazo de 5 ou 6 anos nós possamos estar livres sem vacina, então é um investimento, a gente sabe que os animais não gostam muito, pois as vacinas são agressivas, mas nós estamos na reta final, passamos mais de 20 anos de vacina sem previsão de quando isso ia acontecer, e outra coisa também que nós estamos fazendo uma indicação verbal, eu estava pensando se seria o caso de fazer uma indicação verbal ou não, mas eu acho que é merecido, que é fazer com que a prefeitura estabeleça um convênio com o IPA, eu estive lá recentemente, para que seja feita uma campanha de combate à anemia infecciosa equina. É uma campanha muito séria, pois caso o animal esteja infectado terá que ser sacrificado. Ninguém quer um animal com anemia infecciosa em seu rebanho, então temos que cortar o mal pela raiz e ter só animais sadios em nosso município, eu acho que esse é o objetivo de todo criador, ter animais sadios. Não esquecendo também da vacina de brucelose que é obrigatória, mas isso ai é realmente uma coisa que nos chama atenção. O mais absurdo é não ter doação da vacina de brucelose, pois é uma única vacina para a vida toda do animal, eu acho que poderia ser gratuita, o próprio governo tinha que fazer. Outra coisa, nós não temos 4 meses que vacinamos contra febre aftosa, meus animais ainda estão com o edema da vacina anterior, mas mesmo assim nós vamos vacinar, pois é necessário.

DSCF3635
TV Replay, o que é bom se repete!

Lajedo-PE: Combate a Febre Aftosa

A prefeitura de Lajedo, através da Secretaria Municipal de Políticas Agropecuárias e Meio Ambiente (SMPAMA) iniciou nesta última segunda-feira (8) a vacinação do rebanho bovino lajedense. Este ano, a vacinação é 100% gratuita, com as vacinas doadas pelo governo do estado, através da ADAGRO, e com aplicação, também gratuitas, dos técnicos SMPAMA-Lajedo. Segundo Moacir Vital, Secretário da SMPAMA – Lajedo, a meta é que todo o rebanho lajedense seja vacinado, o que gira em torno de 13 mil animais, até o final deste mês.

 DSC_0876 DSC_0925 DSC_0928