Canhotinho-PE: Caso Valdiram – Polícia investiga suposto abuso sexual cometido pelo ex-jogador antes de ser morto

A justiça trabalha com uma tese para o assassinato do canhotinhense e ex-jogador Valdiram, encontrado com sinais de espancamento no dia 19/04/2019, na Zona Norte de São Paulo. De acordo com o Delegado responsável pelo caso, Vander Cristian Rodrigues, em entrevista afirmou que a linha de investigação seria um suposto abuso sexual cometido pelo ex-atleta, o que culminou em um “acerto de contas”.

Dois homens foram presos acusados do assassinato de Valdiram e relataram que a vítima teria sido encontrada sem roupas em uma barraca que um dos acusados dormia com a família e que o mesmo teria abusado de sua esposa e filha.

O caso será investigado e os suspeitos que já encontram-se presos permanecem à disposição da justiça e devem ser indiciados pelo crime.

Foto: Reprodução/TV Record

Foto: Reprodução/TV Record

TV Replay, informações é aqui!

Canhotinho-PE: “…Talento a Valdiram não faltava…” – Vereador Marco Torres fala sobre o assassinato do ex-jogador Valdiram

Aconteceu na última terça-feira (23), a 11ª Reunião Ordinária do 1º Período Legislativo de 2019, da Câmara de Vereadores de Canhotinho-PE.

Na ocasião, o Vereador Marco Torres fez uso da tribuna para falar sobre o trágico assassinato do canhotinhense e ex-jogador Valdiram.

Marco Torres falou um pouco da carreira do ex-atleta e disse ter sido uma pena o jovem ter se desviado do caminho dos gramados e ter entrado no mundo das drogas.

Confira o discurso completo!

marco torresTV Replay, o que é bom se repete!

Canhotinho-PE: Ex-jogador Valdiram recebe alta, ganha oportunidade na equipe do Olaria, desaparece e volta pedindo dinheiro para viajar para São Paulo

Oportunidade. Essa é a palavra que mais define o canhotinhense e ex-jogador Valdiram, porém essa palavra vem sempre acompanhada de uma outra palavra: “Desperdiçada”.

Valdiram desperdiçou dezenas de oportunidades desde que começou seu envolvimento com as drogas, álcool e sexo descontrolados.

O ex-jogador brilhou nos gramados e teve e viveu o auge da sua carreira ao se tornar um dos principais jogadores da equipe Vasco da Gama, onde atuou ao lado do craque Romário e chegou a ser artilheiro da Copa do Brasil de 2006.

Valdiram viveu diversas situações, chegando a ser acusado de tentativa de estupro, roubos, internações em clínicas de reabilitação, participação em igrejas como Pastor, etc.

Os últimos acontecimentos desta história foram quando Valdiram foi encontrado morando nas ruas do Bairro Bonsucesso, no Rio de Janeiro, daí sensibilizou o time do Vasco e ganhou a oportunidade de se tratar de seu vício em drogas e álcool em uma clínica.

Valdiram permaneceu em reabilitação por mais de quatro meses, quando recebeu alta e ganhou a oportunidade de treinar na equipe do Olaria.

O canhotinhense chegou a treinar cinco dias, inclusive residindo no alojamento do clube, mas, nas sexta-feira (29/06) pediu dinheiro para comprar creme dental e uma sandália, porém, sua saída para a tal compra durou oito dias.

No sábado (07/07), Valdiram retornou ao clube e pediu dinheiro para que ele fosse para São Paulo, em busca de sua irmã. O presidente do clube pediu a funcionários que acompanhassem o ex-jogador até a rodoviária, onde o mesmo embarcou com destino a São Paulo.

34kpeuw3ns_4emqhas4j7_fileTV Replay, informações é aqui!

Canhotinho-PE: Clube Vasco da Gama se sensibiliza e interna o ex-jogador Valdiram, que foi encontrado morando nas ruas

Após os meios de comunicação noticiarem a atual situação de Valdiram, o clube onde o ex-atleta viveu sua maior glória o procurou para oferecer ajuda

O canhotinhense Valdiram, ex-jogador do Vasco da Gama, esteve no ápice de sua carreira futebolística ao atuar pelo clube carioca, onde fazia dupla de ataque com o craque Romário, e onde chegou a ser artilheiro da Copa do Brasil de 2006.

Valdiram marcou a sua vida e a sua carreira por diversos escândalos, entre eles, envolvimento com drogas, álcool, internações em clínicas de reabilitação, brigas com treinadores, acusações de roubos, etc. A vida do ex-atleta, hoje com 35 anos, é marcada por diversos escândalos e oportunidades dadas e desperdiçadas.

A última oportunidade dada a Valdiram foi na equipe Atlântico, da Bahia, em 2017, porém, o jogador teve um desentendimento com o técnico, após ser relacionado para ficar no banco de reservas em uma partida, sendo dispensado da equipe.

Atualmente, o canhotinhense foi encontrado pela equipe de jornalismo do programa Balanço Geral SP, da Rede Record, morando nas ruas na Zona Norte de São Paulo e recentemente no subúrbio do Rio de Janeiro, onde chegou há cerca de dois meses. Valdiram foi entrevistado e disse ter sido rejeitado por uma irmã a quem ele procurou, com isso, teve que morar nas ruas e pedir dinheiro e alimentos para poder sobreviver.

Valdiram entrou em contato com a família em Canhotinho e disse estar bem, apesar das adversidades. Disse ainda estar com saudades dos dois filhos, mas que não pretende voltar a Canhotinho e que tem certeza que dará um drible nas adversidades.

O Vasco da Gama propôs o internar em uma clínica de reabilitação. O canhotinhense já foi levado e submetido a uma bateria de exames para depois ser internado na clínica.

Foto: Divulgação / Vasco da Gama

Foto: Divulgação / Vasco da Gama

TV Replay, informações é aqui!

Canhotinho-PE: Da fama à lama – Valdiram, ex-jogador, vira morador de rua no subúrbio do Rio

O canhotinhense Valdiram, ex-jogador do Vasco da Gama, esteve no ápice de sua carreira futebolística ao atuar pelo clube carioca, onde fazia dupla de ataque com o craque Romário, e onde chegou a ser artilheiro da Copa do Brasil de 2006.

Valdiram marcou a sua vida e a sua carreira por diversos escândalos, entre eles, envolvimento com drogas, álcool, internações em clínicas de reabilitação, brigas com treinadores, acusações de roubos, etc. A vida do ex-atleta, hoje com 35 anos, é marcada por diversos escândalos e oportunidades dadas e desperdiçadas.

A última oportunidade dada a Valdiram foi na equipe Atlântico, da Bahia, em 2017, porém, o jogador teve um desentendimento com o técnico, após ser relacionado para ficar no banco de reservas em uma partida, sendo dispensado da equipe.

Atualmente, o canhotinhense foi encontrado pela equipe de jornalismo do programa Balanço Geral SP, da Rede Record, morando nas ruas na Zona Norte de São Paulo e recentemente no subúrbio do Rio de Janeiro, onde chegou há cerca de dois meses. Valdiram foi entrevistado e disse ter sido rejeitado por uma irmã a quem ele procurou, com isso, teve que morar nas ruas e pedir dinheiro e alimentos para poder sobreviver.

Valdiram entrou em contato com a família em Canhotinho e disse estar bem, apesar das adversidades. Disse ainda estar com saudades dos dois filhos, mas que não pretende voltar a Canhotinho e que tem certeza que dará um drible nas adversidades.

Foto: Rafael Oliveira (O Globo)

Foto: Rafael Oliveira (O Globo)

TV Replay, informações é aqui!