Caruaru-PE: ONG Terra Verde denuncia Compesa na Polícia Federal

01 rio ipojuca 02 rio ipojuca marcelo rodriguesA ONG Terra Verde, entregou uma documentação na Delegacia da Polícia Federal, na cidade de Caruaru, denunciando crime de poluição hídrica que acontece no município há mais de 30 décadas, sendo a Compesa a responsável pelo incidente.

O objetivo da ONG, segundo o presidente da entidade, o advogado ambientalista Marcelo Rodrigues, é colaborar com a 2ª etapa da Operação Despejo, deflagrada pela Delegacia de Repressão à Crimes contra o Meio Ambiente e Patrimônio Histórico (Delemaph).

De acordo com a denúncia, o despejo de esgoto bruto é feito diretamente no Rio Ipojuca, onde não há nenhum tratamento. A investigação teve início a partir de uma série de denúncias do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), repassadas ao Ministério Público.

Foram expedidos mandados de busca e apreensão contra a sede da Compesa, gerência de controle de qualidade de efluentes, gerência de meio ambiente, bem como as estações de tratamento de esgoto da Cabanga, no Recife, de Peixinhos, em Olinda, do Janga, em Paulista, todas na região metropolitana do Recife, além da Estação de Tratamento de Esgoto (Ete) de Rio Formoso, na Zona da Mata Pernambucana.

Com a entrega da documentação na Polícia Federal, o advogado Marcelo Rodrigues espera a continuidade da Operação na cidade de  Caruaru.

TV Replay, informação é aqui!