Cachoeirinha-PE: Eremdrilha ano I resgata tradição junina esquecida

O mês de junho é um dos meses mais esperados pelo nordestino. É o mês que se comemora o São João, uma festa típica da região. A cidade de Cachoeirinha está repleta de eventos desde o dia 11.06 para celebrar este período.

Na tarde desta segunda-feira (22) a Escola de Referência em Ensino Médio Corsina Braga não ficou de fora. Os alunos juntamente com a equipe gestora da escola realizaram a EREMDRILHA ano I e com muita dança e em baixo de chuva, eles passearam pelas principais ruas da cidade e apresentaram uma breve quadrilha estilizada em frente à Igreja Matriz.

IMG_20150622_141846021 IMG_20150622_141902285 IMG_20150622_141935263 IMG_20150622_142006982 IMG_20150622_142011910 IMG_20150622_142021075 IMG_20150622_142029832 IMG_20150622_142621597 IMG_20150622_142630993 IMG_20150622_142636525 IMG_20150622_142641388 IMG_20150622_142652049 IMG_20150622_142707506 IMG_20150622_142720064 IMG_20150622_143646983 IMG_20150622_143703571 IMG_20150622_144403557 IMG_20150622_144740354 IMG_20150622_145842098_HDR IMG_20150622_145909589 IMG_20150622_145916397 IMG_20150622_145933328 IMG_20150622_145938017 IMG_20150622_150011862

 

Após passeio pelas ruas da cidade, a Eremdrilha seguiu caminho para e escola. Na ocasião, houve a apresentação de quadrilha e os alunos terceiranistas montaram barracas de comidas típicas.

IMG_20150622_152911241 IMG_20150622_152955733_HDR IMG_20150622_153035360 IMG_20150622_153051109 IMG_20150622_154739515 IMG_20150622_155009564 IMG_20150622_155029115 IMG_20150622_155524644 IMG_20150622_155529236 IMG_20150622_155804323 IMG_20150622_161531519O gestor da EREM Corsina Braga, Luis Eduardo, dançou, pulou e animou seus alunos durante a drilha. Luis nos contou como a EREMDRILHA foi criada e planejada:

“A EREMDRILHA foi uma ideia que partiu dos alunos. Nós pensamos em fazer um evento festivo e em discussão, os alunos sugeriram as apresentações das quadrilhas e lançaram a ideia da drilha. Organizamos as camisas padronizadas com cores que marquem o evento e esperamos que ela seja a primeira de muitas. A Corsina Braga já tinha a tradição de fazer o casamento matuto, porém essa tradição tinha sido esquecida e através da EREMDRILHA, pensamos em resgatar essas festividades lançando a nossa marca. Contamos com o patrocínio do comércio da cidade, da câmara dos vereadores e com a colaboração de cada aluno e professor.”

Luís Eduardo - Gestor da EREM Corsina Braga

Luís Eduardo – Gestor da EREM Corsina Braga

Lucas Albuquerque foi um dos alunos idealizadores da EREMDRILHA e participou da comissão organizadora do evento.

“A EREMDRILHA começou como um pequeno projeto de realizar um evento dentro da escola, resgatando a cultura popular. Mas devido a dimensão desse projeto e à necessidade que vimos na nossa cidade, decidimos expandir essas fronteiras e levar a EREMDRILHA para que todos pudessem ver esse resgate da nossa cultura, pois as pessoas precisam relembra-la e valorizar o verdadeiro São João. Nós nordestinos somos representados pela nossa cultura, somos a dança, somos festejos juninos.” – Disse Lucas.

IMG_20150622_163729973

Lucas Albuquerque – Aluno da EREM Corsina Braga

Por fim, a EREMDRILHA foi mais uma atração cultural realizada na cidade e que segundo seus idealizadores, ela será uma marca na história da escola e de Cachoeirinha, tendo como objetivo o resgate da cultura nordestina.

TV REPLAY, VEM FORROZAR COM A GENTE!

Cachoeirinha-PE: “O que você quer ser quando crescer?” Alunos que estão se formando no Ensino Médio dizem quais são suas expectativas para o ingresso no ensino superior

Na tarde desta quarta-feira (03), estivemos na Escola de Referência em Ensino Médio Corsina Braga, situada na cidade de Cachoeirinha-PE e conferimos em conversa com os alunos, a expectativa destes que estão cursando o 3º ano e que irão ingressar em universidades e faculdades, nos próximos anos.

Na ocasião, conversamos com alguns alunos que se disponibilizaram a compartilhar de seus planos e objetivos para o futuro educacional e de modo geral, fizemos perguntas como: “Você irá prestar vestibular este ano?”, “Em qual curso você deseja se especializar?”, “O que você espera de benefício que este curso pode lhe garantir?”,”O que você fará para ser um bom profissional na área em que irá atuar?”.

Respondendo à essas perguntas, acompanhe o depoimento de cada estudante entrevistado.

IMG_20150603_153030221

Thayná Brandão - 15 anos

“Eu vou fazer o ENEM e prestar vestibular para o curso de Administração, pretendo cursar na rede pública, UPE ou UFPE. Sinto-me preparada para poder passar no vestibular e pretendo ser através da conclusão do curso, uma gerente de banco ou de algo relacionado a área. Para ser uma boa profissional é preciso gostar do que se está fazendo e está preparado para adquirir conhecimento e colocá-lo em prática no trabalho.”

IMG_20150603_153018672

Eduardo Souza – 17 anos

“Irei fazer a prova do ENEM e das faculdades privadas da região. Pretendo cursar Direito ou Ciência Contábeis, ainda estou em dúvida, embora Direito esteja na preferência. Diante do resultado que tive no ENEM do ano passado, este ano tenho a possibilidade de passar, apesar de não estar totalmente preparado. Com minha nota do ano passado, ganhei uma bolsa de 50% no curso de Direito e foi muito gratificante, mas infelizmente não pude cursar devido ao fato de não ter concluído o Ensino Médio. Se eu ingressar na carreira de Direito, espero adquirir conhecimento para poder defender os direitos humanos com respeito e voltado para a área; quero ajudar as pessoas da forma que eu puder. Para mim, ser um bom profissional implica em gostar do que se faz e se dedicar, deixando de lado apenas a valorização financeira que o trabalho fornece.”

IMG_20150603_153647506

Débora Mayara – 16 anos

“Vou fazer a prova do ENEM e também das faculdades privadas, embora a preferência é estudar no setor público de ensino. Estou em dúvida quanto ao curso que irei me dedicar no ensino superior, entre Medicina Veterinária e Direito. Mesmo estando me preparando durante este ano, espero passar no vestibular, concluir o curso e ao exercê-lo no mercado de trabalho, espero ter satisfação profissional. Para se destacar como um trabalhador digno e justo, é preciso trabalhar com coração e se dedicar às pessoas, não ao dinheiro.”

IMG_20150603_154144654

Bruna Melo – 16 anos

“Este ano irei fazer a prova do ENEM e das faculdades privadas e o curso que quero prestar é o de Ciências Contábeis. Sinto-me totalmente preparada para passar no vestibular e tenho a convicção de que isto irá acontecer, pois, estou confiante de que vou conseguir. Quero adquirir conhecimento da área e usufruir de seus frutos e sempre quero demostrar o melhor de mim. Para ser uma boa profissional, quero me destacar na empresa em que eu esteja trabalhando e cumprir meu papel, sendo uma contadora responsável.”

IMG_20150603_154523485

Ellen Caroline – 16 anos

“Vou prestar vestibular este ano para o curso de Medicina e o ENEM é o meu único meio para entrar na universidade. Como eu gosto muito de crianças, pretendo me especializar em pediatria. Sinto-me confiante de que posso passar no vestibular este ano, embora eu não esteja preparada o bastante para isso. O benefício que a medicina trás para mim é a garantia de poder me dedicar com amor ao trabalho, e não me basear apenas no dinheiro que ele fornece. Para ser uma boa profissional na medicina, é preciso “entrar de cabeça”, ter sempre autoestima, ser uma boa amiga para os pacientes e uma convivência, mas não se pode deixar de lado a responsabilidade que o médico tem ao estar cuidando de uma vida.”

IMG_20150603_155017489

José Almir – 17 anos

“Este ano farei o ENEM para poder ter acesso à faculdade. Quero cursar Engenharia Mecânica, pois tenho o conhecimento através de um primo meu que faz este curso, me interessei. Como todo trabalho tem sua remuneração, espero ganhar meu dinheiro exercendo a função de engenheiro mecânico e ter todo o saber necessário das peças que irei trabalhar para poder me dedicar e me destacar neste mercado de trabalho.”

IMG_20150603_164915136

Jessiely Sobral – 16 anos

“Vou fazer a prova do ENEM e do setor privado também. O curso que sempre tive vontade de fazer, é Direito, mas dependendo do meu desempenho nas notas dos vestibulares, tenho em mente o curso de História. Além de estudar na escola, faço cursinho pré-vestibular durante a semana no horário da noite e mesmo sendo cansativo, me preparo para poder passar este ano, embora eu não esteja com total confiança. Ao cursar Direito, pretendo me esforçar ao máximo e com responsabilidade, para que no futuro eu tenha a garantia de qualidade de vida. Gostar do que estar fazer é um ponto muito importante para ser um bom profissional em qualquer área do mercado de trabalho.

IMG_20150603_170029749

Andreza Leandra – 17 anos

“Pretendo cursar Medicina ou Enfermagem, dependo da nota que tirarei no ENEM. Não me sinto totalmente segura quanto ao fato de passar no vestibular de Medicina este ano, mas posso optar pelo curso de enfermagem nas faculdades privadas da região. Se eu não passar este ano, continuarei tentando e me dedicando mais para poder obter um resultado positivo.  Espero que os cursos sejam proveitosos e que neles eu possa adquirir conhecimento. Para ser uma profissional responsável, quero atuar com responsabilidade, com amor e gostar do que estarei fazendo, pois estarei realizando um desejo do meu coração.”

IMG_20150603_170513199

Monalisa Thalita – 16 anos

“Este ano irei fazer a prova do ENEM e também no setor privado de ensino. Quero cursar Engenharia de Produção ou Civil. Mesmo estando estudando, não me sinto segura em poder passar este ano no vestibular, no entanto, continuarei tentando até conseguir ingressar na universidade. Espero obter através do curso um bom retorno financeiro, conhecimento e experiência. Para me aperfeiçoar na área, estarei sempre estudando e me esforçando.”

IMG_20150603_171057723

José Boniex – 17 anos

“Irei fazer a prova do ENEM e também a do setor privado. Meu sonho é cursar Física, pois desde pequeno sou apaixonado por matemática e tenho muita curiosidade quanto ao curso de Astronomia. Como tenho dificuldade ao acesso do curso de Astronomia, vou prestar vestibular para Física, pois assim estarei me dedicando no que gosto. Sinto-me preparado para passar este ano pois tenho facilidade em resolver questões e sempre estou estudando. Espero ser um físico renomado e não pretendo ser professor da área, e sim me destacar nos experimentos laboratoriais, pois este é o meu sonho. Para ser um bom físico, é preciso estudar, estudar e estudar. Ser bom em matemática, pois ela é a base da física e mesmo sabendo de toda esta dificuldade, espero ser um bom profissional.”

IMG_20150603_155539231

Estando no local, José Maria, de 16 anos, mesmo estando no 2º ano, compartilhou conosco quais são os seus planos para seu futuro acadêmico

“Mesmo não estando concluindo o Ensino Médio, este ano farei o ENEM, não apenas por experiência, mas também para me basear no que preciso para ter uma boa nota. Pretendo cursar Educação Física ou Nutrição, embora eu goste mais de Educação Física. Ao passar no curso, pretendo me esforçar, estudar e me dedicar no que for preciso. Para ser um bom profissional, quero me destacar, fazer com que as pessoas participem das minhas aulas e quero mostrar a todos os benefícios de se praticar esportes, pois eles garantem qualidade de vida, bem estar e um organismo saudável. Tenho muitas ideias para executar e uma delas e a criação de olimpíadas escolares, para engajar todos os alunos na diversidade de modalidades que o esporte proporciona.”

É gratificante saber que na pequena cidade de Cachoeirinha há muitos sonhos a serem realizados. A educação é o principal meio para a realização desses sonhos e para o desenvolvimento em todos os setores de uma cidade. Dependendo destes poucos alunos entre muitos que ainda irão chegar onde estes estão, a cidade será composta com Físicos, Médicos, Professores, Contadores, Engenheiros e por toda e qualquer profissão digna de respeito. É importante que a sociedade cachoeirinhense tenha o conhecimento de que em sua população há jovens que estão lutando por um futuro melhor e estão se utilizando do melhor caminho, o caminho da educação. Parabéns à todos os estudantes pelo empenho e dedicação, vocês são o futuro desta nação.

TV REPLAY, O QUE É BOM SE REPETE!

Cachoeirinha-PE: Dia Internacional do formador de mentes brilhantes e inteligentes: o Livro!

O Dia Internacional do Livro será comemorado nesta quinta-feira (23 de Abril), e nesta quarta-feira (22) estivemos nos lugares essenciais para o uso do livro: escola e biblioteca.

O livro é usado para transmitir informações; nele encontramos as palavras, o código da escrita presente nas páginas, fazendo com que as pessoas tenham acesso ao conhecimento e ao entendimento do contexto explícito no livro.

Ele é composto por vários gêneros: romance, drama, aventura, comédia, terror, poesia, contos, ficção científica, infanto juvenil, religioso, erótico, além dos livros didáticos utilizados nas escola. Há livros para todas as idades, desde os livros de imagens contados pela família aos bebês até os lidos pela terceira idade. Atualmente, os livros mais vendidos no mundo são a Bíblia Sagrada, a saga Harry Potter, o Corão (livro sagrado dos muçulmanos), O Pequeno Príncipe, do francês Antoine de Saint-Exupéry, e no Brasil os livros mais vendidos em 2015 fazem parte do gênero ficção, sendo eles: “Se eu ficar”, “Cinquenta Tons de Cinza”, “A culpa é das estrelas”, dentre outros.

Em alusão a esta data, estivemos na Escola de Referência em Ensino Médio Corsina Braga, situada em Cachoeirinha, e entrevistamos dois professores da língua portuguesa. Veja a seguir quais as opiniões destes mestres sobre a importância do livro na vida do jovem estudante.

Ivan Olímpio, professor de Português

Ivan Olímpio, Professor de Português

Perguntamos ao professor de português, Ivan Olímpio, qual é a importância do livro na vida de um estudante e quais são os obstáculos que fazem com que o livro não seja fonte de informações para os alunos. Em resposta, ele nos disse:

“O livro é fundamental para que o aluno possa adquirir conhecimento. O estudante que ler tem mais facilidade no que diz respeito a fala, tem um bom desenvolvimento na escrita e um raciocínio lógico mais aguçado. Sempre digo aos meus alunos que o livro é a melhor ferramenta para conseguir informações, pois nele encontramos os conteúdos completos do que precisamos. Hoje em dia, na era moderna da tecnologia, o principal inimigo do livro é a internet, pois quando ela não é usada de forma correta, acaba prejudicando o lado educativo. Certa vez, em debate na sala de aula, perguntei aos alunos se as redes sociais atrapalham os estudos e de forma geral, afirmaram que sim, porém, expliquei que se as redes sociais forem usadas como meio de informações educacionais, por exemplo, elas se tornam aliadas do aprendizado. É importante ressaltar que mesmo que os alunos tenham consciência dos benefícios e da importância do livro, eles o trocam pelas pesquisas rápidas e prontas encontradas na internet.”

 

Dolores dos Santos, professora de Português.

Dolores dos Santos, Professora de Português

À Professora de Português, Dolores dos Santos, fizemos a mesma pergunta, que nos disse:

“O livro é um caminho que leva o leitor para outro mundo, é um modo de torná-lo imbuído de muito conhecimento e só o livro tem a capacidade de fazer isso. Infelizmente, o que falta para um aluno ter o hábito da leitura é o incentivo da família, biblioteca qualificava com um acervo de livros na escola e principalmente a internet. Embora, a vontade de se ter o hábito da leitura deve partir do próprio aluno, porém isso não acontece. No tablet que nossos alunos ganham do governo há um acervo muito bom de livro, mas não vejo que eles valorizam isso. Em relação a internet ser prejudicial, por vezes em que peço para os alunos leem algum livro e percebo que eles apenas leram o resumo que está disponível na internet. Quando peço para fazerem redações, há alunos que copiam os textos prontos na internet e quando eu leio e deduzo que isso acontece, coloco uma frase daquela redação no Google e encontro a mesma nos sites. É visto que os alunos prejudicam a si mesmos. Na minha opinião, o que deve ser feito para incentivá-los a ler são projetos de leitura que façam com o que o aluno tome gosto pelos livros; biblioteca com um bom acervo de livros e o incentivo familiar.”

Também estivemos na Biblioteca Municipal Alfredo Alves Espíndola, a casa dos livros que todos os moradores de Cachoeirinha têm acesso.

IMG_20150422_101046213 IMG_20150422_101105243 IMG_20150422_101115130 IMG_20150422_101200382

Na biblioteca de Cachoeirinha há um projeto de leitura infantil, “A Hora do Conto”, onde a professora e bibliotecária, Maria José, está todas as manhãs de segundas, quartas e sextas, no local, contando histórias para as crianças, fazendo dinâmicas e realizando oficinas. Todas as crianças da cidade podem participar do projeto.

IMG_20150422_102046429

Maria José, professora e bibliotecária

IMG_20150422_100923738 IMG_20150422_100946991 IMG_20150422_103308838 IMG_20150422_103349763

IMG_20150422_102052875_HDR

Roanna Maria, aluna do projeto de leitura

Roanna tem 10 anos e é uma das alunas do Projeto Hora do Conto. Em entrevista, perguntamos qual a opinião dela em relação ao projeto e ela nos disse:

“Eu gosto muito de ler e sempre que posso, venho para as aulas do projeto, pois além de lermos, nós brincamos e participamos das oficinas feitas pela professora Maria José.”

Perguntamos a Romanna, o que ela diria a algum coleguinha que não gosta de ler e sua resposta foi simples e objetiva:

“Eu diria a ele que ler é muito bom e muito divertido, pois quando lemos tiramos muitas ideias dos livros.”

Maria José, nos contou a importância da leitura na vida de uma criança e explicou seu método de ensino relacionado a leitura:

“A leitura é muito importante na vida de uma criança, pois a criança que lê, no futuro ela terá mais facilidade em assimilar o conhecimento. Para ensinar a criança é preciso saber lidar com ela, ser amigo e não autoritário, pois há professores que provocam medo na criança e isso dificulta o aprendizado dela na leitura. Eu sempre gostei de observar meus alunos no começo do ano letivo, e com apenas 8 dias de aula, eu percebo quais são as necessidades e dificuldade de cada um, assim fica melhor de ensiná-los e deles aprenderem.”

IMG_20150422_100737899_HDR IMG_20150422_103142015As bibliotecárias também nos conta a importância de ter uma biblioteca na cidade.

Zilda Santina, bibliotecária

Zilda Santina, bibliotecária

Zilda Santina é bibliotecária de Cachoeirinha há 25 anos, e falou:

“A biblioteca é o primeiro passo para a criança ter o hábito da leitura. Desde quando comecei a trabalhar aqui, vejo que as mães sempre fazem as fichas de seus filhos na biblioteca para que eles além de estarem estudando na escola, poderem pegar livros e levar para ler em casa.”

 

IMG_20150422_103221394_HDR

Aldicleia Simões, bibliotecária

Aldicleia Simões, também bibliotecária, nos disse:

“A biblioteca abre as portas para o aluno ter acesso a leitura. Mesmo não tendo um hábito de ler frequentemente, eu sei que quando lemos, viajamos para um mundo imaginário que só o leitor tem acesso, e isso faz muito bem para o mesmo. Na biblioteca é onde se encontra informações, onde pessoas que não tem condições de comprar um jornal, podem vim aqui e ler; mesma coisa com quem não tem acesso a internet, ela pode vim aqui e fazer sua pesquisa.”

O livro na sua simplicidade, é apenas um aglomerado de folhas pintadas e escritas, mas que tem o poder de transportar o leitor para um mundo abstrato; faz com que o leitor seja capaz de ser produtor de um filme feito em sua mente, baseado na leitura de um livro; transmite a verdade daqueles que creem, pela fé, nas histórias da Bíblia Sagrada, do Corão.

Voltaire disse: “A leitura engrandece a alma“;

Mário Quintana afirmou: “Os verdadeiros analfabetos são os que aprenderam a ler e não leem“;

Carlos Drummond de Andrade escreveu: “A leitura é uma fonte inesgotável de prazer mas por incrível que pareça, a quase totalidade não sente essa sede“.

É notório o que estes grande escritores querem dizer, que podemos ter acesso a leitura através do livro e só poderemos desfrutar deste prazer se sentamos em um sofá acompanhado de uma boa xícara de café e deixar que o livro tome conta da nossa alma, bem como Djavan cantando e encantando diz: “Um dia frio, um bom lugar pra ler um livro…”

Feliz dia Internacional daquele que faz bem para a saúde do cérebro, o livro!

Reportagem: Mylena Macedo

TV REPLAY, O QUE É BOM SE REPETE!