Blog de Airton Sousa: Duelo sul-americano pelas eliminatórias da Copa

Além da expectativa do jogo dentro da rivalidade característica dos confrontos entre Brasil e Argentina, existe a lembrança que o Mineirão trás, da goleada de 7 x 1 para a Alemanha, pela Copa do Mundo de 2014. Quem voltar ao Mineirão nesta quinta-feira(10), dificilmente não lembrará a humilhação que a seleção passou, por ocasião daquele jogo. O técnico Tite, e não poderia ser diferente, tentou desde a apresentação do grupo, não lembrar o resultado, nem tão pouco detalhes daquele fatídico dia. Deixando de lado esses detalhes e falando do jogo contra a Argentina, o treinador fez questão de ressaltar, que lançará um time ofensivo, com Felipe Coutinho pela direita, Neymar pela esquerda, ambos abertos, e Gabriel Jesus jogando mais centralizado.

Sendo assim, com o time já definido, o treinador faz questão de respeitar ao adversário, que não vem bem nas eliminatórias, porém, tradicionalmente sempre é imprevisível. O Brasil terá a seguinte escalação: Alisson, Daniel Alves, Marquinhos, Miranda e Marcelo; Fernandinho, Paulinho e Renato Augusto; Philipe Coutinho, Gabriel Jesus e Neymar. Observando-se desta forma, que o treinador vai colocar em campo, um time leve tecnicamente, além de ofensivo pela versatilidade dos atacantes.

Com relação aos argentinos, que não estão bem nas eliminatórias, repito, não resta dúvida que o nome de mais destaque é o de Messi, companheiro de Neymar no Barcelona. O jogador da seleção da Argentina, mesmo com toda qualidade técnica no clube espanhol, não tem se destacado na sua seleção, desde a sua primeira convocação. Porém, não deixa de ser uma preocupação a mais, mesmo porque, mais uma derrota, pode colocar os portenhos, em uma situação ainda mais complicada nas eliminatórias.