Cachoeirinha-PE: Prefeitura faz doação de cobertores às famílias carentes do município

A Secretaria de Assistência Social, através da Prefeitura de Cachoeirinha, realizou na manhã desta terça-feira (03.07) a entrega de 300 cobertores para às famílias carentes do município.

IMG-20180703-WA0015

(Fotos: Divulgação / Secretaria de Assistência Social)

IMG-20180703-WA0017 IMG-20180703-WA0020 IMG-20180703-WA0024 IMG-20180703-WA0027 IMG-20180703-WA0028

Todos os cobertores foram adquiridos pela prefeitura, através de recursos próprios, onde a distribuição foi coordenada pela secretária de assistência social, Maria Rosângela.

“Com a chegada do inverno, muitas pessoas que necessitam de ajuda para se aquecer, especialmente às famílias mais carentes, contam com a solidariedade do próximo para enfrentar o frio, e a administração do Prefeito Ivaldo, tem reforçado ações como esta para minimizar o sofrimento do nosso povo.” – Afirmou Maria Rosângela

Caruaru-PE: Com estoque crítico de sangue, Hemope convoca doadores

Fotos: Wagner Alex

Fotos: Wagner Alex

Preocupada com os baixos estoques de sangue, a Fundação Hemope está convocando doadores e a população em geral para superar essa fase doando sangue o mais breve possível. De acordo com o órgão, o número de doações vem decaindo de forma expressiva e, atualmente o estoque está crítico, principalmente nos tipos sanguíneos A-, B-, O- e AB- . Os demais estão em estado de alerta. De acordo com Maria Menezes, Assistente Social e Captadora de Doadores do Hemocentro do Hemope Caruaru, a situação é crítica e pode comprometer as demandas das festas do fim do ano.

“Mais do que nunca, precisamos da ajuda e da solidariedade do nosso doador para repor o estoque de sangue. Temos a intenção de aumentar nosso estoque de sangue que se encontra em nível preocupante, já que há um aumento das cirurgias eletivas e também um aumento nas emergências por causa principalmente dos acidentes que acontecem neste período do ano e também com a aproximação de uma das festas que mais se usam o sangue que é o carnaval e aproveita para convocar os doadores.” - Afirmou Maria Menezes 

Maria Menezes - Assistente Social e Captadora de Doadores do Hemocentro Caruaru

Maria Menezes – Assistente Social e Captadora de Doadores do Hemocentro Caruaru

Como doar

Para doar sangue, a pessoa deve ter entre 16 anos e 69 anos e 11 meses (59 anos e 11 meses para a primeira doação). Os menores de 18 anos precisam da presença do responsável legal (pai ou mãe), bem como levar xerox da identidade.

É necessário ter mais de 50 kg, estar alimentado e em boas condições de saúde, além de apresentar um documento original, com foto. São exemplos: identidade, carteira de habilitação ou carteira de trabalho. Crachás não são aceitos. Também é necessário respeitar os intervalos entre as doações de sangue, que são de três meses, para homens, e quatro meses, para mulheres. 

Hemoterapia – Hemocentro Recife

  • Coleta de sangue de doadores: (atendimento ao doador) – De segunda a sábado, no horário das 07h15min às 18h30min, inclusive nos feriados. O Hemocentro Recife fica na Rua Joaquim Nabuco, 171.

Hemoterapia – Hemocentro Caruaru

  • Coleta de sangue de doadores: (atendimento ao doador) – De segunda a sexta, no horário das 07h30min às 12h e das 13h30min às 17h.  Endereço: Av. Oswaldo Cruz, 163 – Maurício de Nassau.

Hemoterapia – Hemocentro Garanhuns

  • coleta de sangue de doadores: (atendimento ao doador) – De segunda a quinta, no horário das 13h30min às 17h. Endereço: Av. Gonçalves Maia – Heliópolis.

Nossa reportagem também conversou com o Dr. Vitor Mota, Cardiologista, onde falou sobre os benefícios que tem os doadores com relação a prevenção de doenças, fazendo com que, tomem conhecimento antecipado de algo que por ventura venha a desenvolver.

Dr. Vitor Mota - Cardiologista

Dr. Vitor Mota – Cardiologista

TV Replay, o que é bom se repete!

Com estoque crítico de sangue, Hemope convoca doadores

O pedido mais urgente é para os tipos sanguíneos A-, B-, O- e AB- . Os demais estão em estado de alerta

Preocupada com os baixos estoques de sangue, a Fundação Hemope está convocando doadores e a população em geral para superar essa fase doando sangue o mais breve possível. De acordo com o órgão, o número de doações vem decaindo de forma expressiva e, atualmente o estoque está crítico, principalmente nos tipos sanguíneos A-, B-, O- e AB- . Os demais estão em estado de alerta.

Foto: Ricardo Fernandes/DP

Foto: Ricardo Fernandes/DP

O Hemope precisa de pelo menos 300 doações diárias  para poder corresponder, ainda com algumas precauções, às necessidades da demanda hospitalar. De acordo com a diretora de Hemoterapia, Anna Fausta, infelizmente, a campanha, da Semana do Doador, que combinou com os 40 anos da instituição, que foi do dia 20 a 25 de novembro para manter o estoque,  não surtiu o efeito esperado. “Nada fazemos sozinhos, sem que todos estejam unidos e prontos para oferecer o seu sangue e a sua solidariedade em prol de todos aqueles que estão precisando”, lembrou Anna Fausta.

Como doar

Para doar sangue, a pessoa deve ter entre 16 anos e 69 anos e 11 meses (59 anos e 11 meses para a primeira doação). Os menores de 18 anos precisam da presença do responsável legal (pai ou mãe), bem como levar xerox da identidade.

É necessário ter mais de 50 kg, estar alimentado e em boas condições de saúde, além de apresentar um documento original, com foto. São exemplos: identidade, carteira de habilitação ou carteira de trabalho. Crachás não são aceitos. Também é necessário respeitar os intervalos entre as doações de sangue, que são de três meses, para homens, e quatro meses, para mulheres. 

Hemoterapia – Hemocentro Recife

  • Coleta de sangue de doadores: (atendimento ao doador) – De segunda a sábado, no horário das 07h15min às 18h30min, inclusive nos feriados. O Hemocentro Recife fica na Rua Joaquim Nabuco, 171.

Hemoterapia – Hemocentro Caruaru

  • Coleta de sangue de doadores: (atendimento ao doador) – De segunda a sexta, no horário das 07h30min às 12h e das 13h30min às 17h.  Endereço: Av. Oswaldo Cruz, 163 – Maurício de Nassau.

Hemoterapia – Hemocentro Garanhuns

  • coleta de sangue de doadores: (atendimento ao doador) – De segunda a quinta, no horário das 13h30min às 17h. Endereço: Av. Gonçalves Maia – Heliópolis.

Por Diário de Pernambuco

Cachoeirinha-PE: Ação integrada – Doação de cestas básicas beneficia 200 famílias carentes

Duzentas famílias consideradas de baixa renda, foram beneficiadas nesta sexta-feira (24/11) com cestas básicas, em Cachoeirinha, no Agreste de Pernambuco. A entrega dos alimentos, arrecadados em evento beneficente, promovido pelo veredor Major Morais em paceria com a prefeitura, aconteceu na manhã desta sexta, na sede da Secretaria de Assistência Social. 

As famílias atendidas estavam devidamente cadastradas em programas e projetos sociais, a exemplo do bolsa família, e foram as primeiras a receberem as doações. 

Em entrevista, o prefeito Ivaldo Almeida, agradeceu a Família Morais pela atitude e parceria, e destacou o complemento de alimentos repassados pela prefeitura, para que de fato, uma cesta básica completa pudesse estar sendo doada as famílias menos favorecidas do município.

Ivaldo Almeida - Prefeito do Município de Cachoeirinha-PE

Ivaldo Almeida – Prefeito do Município de Cachoeirinha-PE

ITENS E QUANTIDADE REPASSADA PELA FAMÍLIA MORAIS PARA SECRETARIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL:

  • 193 KG DE FEIJÃO;
  • 769 KG DE ARROZ;
  • 279 KG DE FUBÁ;
  • 138 KG DE MACARRÃO;
  • 06 KG DE FARINHA;
  • 01 PACOTE DE XERÉM;
  • 34 KG DE SAL;
  • 840 KG DE AÇÚCAR.

TOTAL = 2.260 KG DE ALIMENTOS

ITENS COMPLEMENTADOS PELA PREFEITURA DE CACHOEIRINHA:

  • OLÉO;
  • SAL;
  • CAFÉ;
  • MACARRÃO;
  • MANTEIGA.
_DSC0007

Maria Rosângela – Secretária de Assistência Social

_DSC0002 _DSC0003 _DSC0005 _DSC0010 _DSC0014 _DSC0015 _DSC0016 _DSC0018 _DSC0019

O público beneficiado é formado por famílias ribeirinhas e moradores das Vilas do município. Ações integradas entre orgãos públicos dignificam a população menos favorecida, e a partir daí as políticas públicas começam a existir.

._00_9 2 3 4 5 7 8 10 11 12 13 16 17

 

 

STF julgará nesta quinta (19) restrições para população LGBT doar sangue

O STF (Supremo Tribunal Federal) marcou para esta quinta-feira (19) o julgamento de ação que questiona uma portaria do Ministério da Saúde que impede homens gays de doarem sangue por até 12 meses após terem relações sexuais. A ação direta de inconstitucionalidade foi proposta pelo PSB (Partido Socialista Brasileiro), que vê a norma como discriminatória.

stf-julga-nesta-quinta-feira-restricao-sobre-doacao-de-sangue-por-homossexuais_1641391

Hoje, as regras gerais de doação de sangue são definidas pelas portarias 158/2016, do Ministério da Saúde, e pela resolução 34/2014, da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). O texto do ministério considera “inapto” a doar sangue por um período de 12 meses “homens que tiveram relações sexuais com outros homens e/ou parceiras sexuais destes”. Trecho semelhante consta de uma norma da Anvisa.

O governo atribui a restrição “temporária” a dados epidemiológicos que apontam aumento no risco de infecção entre esses grupos –caso do HIV, por exemplo. A medida, porém, já vinha sendo alvo de questionamentos na Justiça nos últimos anos. Agora, o caso pode ser definido no STF, que colocou o tema em pauta para esta quinta.

Para o advogado Paulo Iotti, porém, que representa na ação o Grupo de Advogados pela Diversidade Sexual e a ABGLT (Associação Brasileira de Gays, Lésbicas e Transexuais), a atual norma é discriminatória e inconstitucional. “Eles nos tratam como grupo de risco. Eles dizem que não, mas é uma negativa de má-fé. Nos anos 1990, criou-se essa noção de grupo de risco para prática de risco, não interessa o grupo que faz parte, mas sim a prática sexual concreta. Mas ao dizer que o homem que faz sexo com outro homem está necessariamente em uma situação de risco, ele está colocando [todo o grupo] como grupo de risco. E isso é discriminatório”, afirma.

Iotti questiona também outro critério da pasta, que diz que não pode doar sangue por 12 meses quem teve parceiros ocasionais e aleatórios. “Com isso, só pode doar sangue quem teve relacionamento monogâmico.”

Para Toni Reis, diretor-presidente da Aliança Nacional LGBTI, o argumento de que a restrição ocorre para evitar risco aumentado para algumas doenças não é válido. “A Aids atinge a todos, independentemente da orientação sexual. Ninguém deve ser estigmatizado pela sua orientação sexual”, afirma.

13171249

Ele diz concordar, porém, que haja critérios de seleção de doadores, mas com base em comportamentos de risco –não um impedimento geral para todo um grupo. “Só ser gay ou não, não pode ser motivo de discriminação para doação. Se a mãe ficar doente, não pode ter mais um relacionamento homossexual para poder doar sangue?”, questiona.

OUTRO LADO

Em nota, o Ministério da Saúde nega discriminação e diz que os critérios para seleção de doadores de sangue “estão baseados na proteção dos receptores, visando evitar o risco aumentado para a transmissão de doenças” através da transfusão.

“De acordo com a portaria, homens que fazem sexo com homens são considerados inaptos para a doação de sangue por 12 meses e não de forma definitiva”, informa a pasta. A restrição, diz, atende a recomendações da Organização Mundial da Saúde) “e está fundamentada em dados epidemiológicos presentes na literatura médica e científica nacional e internacional, não tendo relação com preconceito do poder público ou que leve em consideração a orientação sexual do candidato”.

Entre esses dados, o ministério cita indicadores que apontam que homens que fazem sexo com homens apresentam maior prevalência de infecção por HIV quando comparadas com a população em geral –10,5%, enquanto a taxa geral é de 0,4%.

Para a pasta, o prazo de 12 meses segue o princípio da precaução. “É de acordo com o princípio da precaução que se estabelece o período de 12 meses de inaptidão para situações específicas, ainda que a janela imunológica esteja atualmente reduzida, tais como a realização de tatuagens e procedimentos cirúrgicos variados”.

Já a Anvisa, por meio de nota técnica, afirma que “as normativas brasileiras consideram vários critérios de inaptidão de doadores de sangue associados a diferentes práticas e situações de risco acrescido e não se restringe apenas aos homens que fizeram sexo com outros homens”. Entre os outros casos em que a doação é impedida por 12 meses está ter feito sexo em troca de dinheiro ou drogas, ter sido vítima de violência sexual, ter feito piercing ou tatuagem sem condições de avaliação quanto à segurança do procedimento, histórico recente de infecções, etc.

A agência diz ainda que medidas semelhantes são adotadas em outros países, como os Estados Unidos – que passou em 2015 de uma inaptidão definitiva para que gays doassem sangue para restrição de 12 meses após a relação sexual, como ocorre na norma brasileira.

No documento, a Anvisa defende ainda que as regras atuais não excluem homens que fazem sexo com outros homens de doarem sangue, “desde que atendam aos requisitos de triagem clínica estabelecidos”. “Cabe ao serviço de hemoterapia atender e orientar com respeito ao candidato a doação de sangue explicitando da melhor forma possível sobre os critérios técnicos e condições de aptidão para coleta de sangue com segurança”, informa.

Cachoeirinha-PE: “…pessoas mal informadas saem falando o que não sabem…” disse Secretário de Agricultura sobre denúncia das cisternas na internet

O município de Cachoeirinha foi contemplado com um recurso do governo federal, do projeto “Água para todos”, onde cerca de 250 famílias serão beneficiadas com cisternas de polietileno.

Essas cisternas estão alocadas às margens da BR 423 e toda uma polêmica tem sido gerada em relação ao local as quais as cisternas estão depositadas.

cisternas

Após polêmica veiculada em rede social, a qual dizia que cisternas do governo estariam em uma propriedade do prefeito e que o mesmo estaria se utilizando das mesmas para fazer politicagem, o Secretário de Agricultura, Romualdo Morais, em entrevista a TV Replay esteve esclarecendo os fatos, apresentando as documentações que viabilizaram o projeto.

oficio 1 oficio 2

Argumentou que a Prefeitura de Cachoeirinha, que não tinha isso no passado, está regular hoje em dia, o que faz com que o Prefeito Carlos Alberto, consiga inúmeras verbas para cidade, como foi o caso das cisternas, de verba do Governo Federal.

Além da cidade ter sido contemplada com as cisternas, elas vieram para o povo, e ao povo serão doadas; porém o secretário lembra que, sendo do Governo Federal, só quem pode fazer a entrega das mesmas, é o responsável pelo projeto, neste caso, a prefeitura, só viabiliza. Como fez, em doar um terreno de fácil acesso, às margens da BR, onde fica fácil o manuseio de transporte de cargas.

Ainda adiantou a TV Replay, que poderia estar em qualquer lugar armazenadas até a entrega às famílias, como no caso, em terreno até da pessoa que sem conhecimento expôs nas redes sociais.

secretario

Confira!

TV REPLAY, NÓS ESTAMOS ONDE A NOTÍCIA ESTÁ!

 

Caruaru-PE: Rádio Liberdade fez doação de cadeira de rodas

O repórter Edvaldo Magalhães esteve na casa de Dona Maria Aparecida onde fez a entrega de uma cadeira de rodas.

Assista, comente, curta, compartilhe e divulgue. Mande sugestões e críticas.

Nossos contatos:

Facebook: TV REPLAY

Email: tvreplay@tvreplay.com.br

Site: www.tvreplay.com.br

Confira!

TV Replay, o que é bom se repete!

Canhotinho-PE: Lar Espírita protagoniza um momento de solidariedade

Na noite desta quarta-feira, 24, aconteceu, no Lar Espírita André Luiz, um encontro, onde reuniram-se alguns dos membros, juntamente com a população que sempre participa dos encontros no local.

Na ocasião, a tia Socorro deu início com as boas vindas e com palavras de reflexão, oraram com a tia Mariluce, assistiram a um vídeo com fotos de momentos no Lar Espírita, cantaram junto com a tia Neide e com o tio Cláudio, parabenizaram os aniversariantes do dia, receberam as doações de cobertores, roupas e calçados e, ao final, foi servido um lanche a todos.

Foi um momento de muita alegria, descontração, solidariedade e amor ao próximo. Parabéns a todos que fazem o Lar Espírita André Luiz.

DSCF0553

Tia Socorro

DSCF0558

Tia Neide

DSCF0571

Aniversariantes

DSCF0575

Tio Cláudio

DSCF0581

Tia Mariluce

DSCF0548 DSCF0550 DSCF0551 DSCF0554 DSCF0556 DSCF0564 DSCF0568 DSCF0574 DSCF0578 DSCF0613 DSCF0615 DSCF0616 DSCF0619 DSCF0626

Fotos: Léo Barros

TV Replay, o que é bom se repete!