Gameleira-PE: Secretário de Assistência Social fala das supostas fraudes no cadastro das casas do Programa MCMV

A equipe da TV Replay esteve na Secretaria de Desenvolvimento Social, para buscar informações sobre as denúncias de fraudes nas casas do Programa Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal, denuncias estas que foram feitas pela Vereadora Lóide na Câmara de vereadores e por dirigentes do MFST.

IMG_20150115_113159715O Sr. Michael Batista Gomes, Secretário, esclarece aos munícipes todo o procedimento que foi realizado com a entrega das casas novas do Projeto Minha Casa Minha Vida:

Foto0223

“Quero agradecer em especial a TV Replay,  por nos dar a oportunidade de esclarecermos nosso trabalho, bem como também à população em geral que está nos acompanhando nesse momento.

O Programa Minha Casa Minha Vida do Governo Federal em parceria com os Estados e Municípios,  tem como objetivo a construção de moradias para famílias com renda até R$1.600,00 ou que foram atingidas por catástrofes naturais ou empreendimentos de infraestrutura.

Primeiro passo, a Defesa Civil do Estado faz a triagem, identifica as famílias que tem perfil e se encaixam nas exigências do Governo Federal. Resguardando a responsabilidade do Município, neste processo de seleção.

Isso foi feito em 2009 e 2010 na gestão anterior, e diante disso, a Sra. Prefeita Yeda, atual gestora, teve um cuidado muito grande em relação a forma de entrega das casas, tendo a maior transparência possível.

Aqui no município de Gameleira-PE o Programa Habitacional Produziu 315 unidades que depois de concluídas, foram entregues as famílias que possuem renda mensal exigida pelo Governo Federal como também, as famílias atingidas pela enchente no ano de 2010, fazendo parte da Operação Reconstrução. Vale destacar que, a execução das obras do empreendimento é realizada por Construtora contratada pela CAIXA, que se responsabiliza pela entrega dos imóveis concluídos e legalizados.

O que vou deixar bem claro, é que em 2010, após a enchente, muita gente migrou do Programa Minha Casa Minha Vida para Operação Reconstrução e com detalhe, foram entregues 315 casas onde constam no cadastro mais de 500 pessoas. Onde os 315 comtemplados com às unidades habitacionais foram selecionados através de sorteio, realizado no Fórum municipal pela Defesa Civil Estadual, CEHAB e Ministério Público.

O grande problema, que por sua vez, não é só de Gameleira, como se vê em manchetes divulgadas na imprensa, é que os municípios sentem dificuldade de fornecer informações neste âmbito, portanto o procedimento utilizado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social é encaminhar a CAIXA os usuários que nos procuram para esclarecerem as duvidas.

Seria importante que tivesse um total aproximado de casas de acordo com o número de inscritos no cadastrado do Programa Habitacional,  porém temos a clareza de que o Programa não vai beneficiar todos os inscritos, alguém vai ficar de fora e infelizmente,  quem não é comtemplado fica insatisfeito.

Sabe-se que a questão de moradia é um problema nacional. E que como a constituição garante todos deveriam ter uma moradia digna, sendo que na pratica isso não acontece. Vale salientar que a forma de entrega destas moradias foi feita com bastante responsabilidade, foi realizada através da construtora com a Caixa, Ministério Público e Município.”

IMG_20150115_112927595_HDR

IMG_20150115_112934735

A TV Replay, agora faz parte da vida dos gameleirenses, dessa forma a notícia será noticiada todos os dias e em todos os momentos, fazendo com que Gameleira possa se comunicar em tempo real e deixar assim seus moradores informados de tudo que acontece e em todos os lugares.

Assista, comente, curta, comente e divulgue. Mande sugestões e denúncias. Nossos contatos:

Facebook: CENTRAL GAMELEIRA
Email:jornalismo@tvreplay.com.br
Portal:www.tvreplay.com.br
Watssapp: 81 – 99317525

Reportagem e imagens: Patrícia Silva

TV Replay, o que é bom se repete!

 

 

 

Garanhuns-PE: Chega a cidade veículo para transporte de cadeirantes

O Governo Municipal, por meio da Secretaria de Assistência Social, em parceria com a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SEDSDH), traz para Garanhuns o veículo do programa Pernambuco Conduz. O transporte adaptado e que leva gratuitamente com conforto e segurança pessoas com comprometimento severo de mobilidade e dificuldades de locomoção, chegou à cidade na semana passada e já foi exposto para a população na última quinta-feira (01), feriado do Dia do Trabalhador, no Parque Euclides Dourado.

De acordo com a Superintendência Estadual de Apoio à Pessoa com Deficiência (Sead), para usufruir do serviço é preciso obedecer alguns critérios. Como por exemplo, ser inscrito no Cadastro Único (Cadúnico), do Governo Federal, e possuir renda familiar per capita inferior a um salário mínimo. Porém, inicialmente, o usuário só vai precisar fazer o seu cadastro pelo telefone 0800 281 0312 e aguardar o contato do programa para confirmar os dados e realizar os procedimentos necessários.

O vendedor autônomo, João Laurentino, de 41 anos de idade, foi o primeiro a testar o transporte em Garanhuns e conta o que achou dessa primeira experiência. “Sem dúvida, esse veículo vai nos dar a chance de ter maior autonomia sem que pra isso seja preciso sair da nossa cadeira de rodas. É muito chato você, como cadeirante, ter que mobilizar várias pessoas para conseguir entrar em um veículo. Tenho certeza que esse serviço vai facilitar muito a vida de pessoas como eu. Já tenho todas as informações de como realizar o cadastro e vou fazer isso o quanto antes. Agradeço muito ao pessoal da Secretaria Municipal de Assistência Social e da Diretoria de Apoio à Pessoa com Deficiência, por todo o apoio prestado”, comentou.

O beneficiário será conduzido da sua residência até os locais de atendimento de saúde no município. O veículo comporta três cadeirantes e três acompanhantes de presença obrigatória.

 unnamed (1)

unnamed (2)

unnamed

TV Replay, o que é bom se repete!

Caruaru-PE: Governo de Pernambuco beneficia municípios do Agreste Meridional com R$ 22,9 milhões

 images

O Agreste Meridional está sendo beneficiado com a liberação de mais de R$ 22,9 milhões do Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal (FEM). Os recursos do Tesouro Estadual estão sendo direcionados à execução de 60 obras de infraestrutura nos 26 municípios da região, na qual estão inseridas as cidades de Águas Belas, Angelim, Bom Conselho, Brejão, Buíque, Caetés, Calçado, Canhotinho, Capoeiras, Correntes, Garanhuns, Iati, Itaíba. Jucati, Jupi, Jurema, Lagoa do Ouro, Lajedo, Palmeirina, Pedra, Saloá, São João, Terezinha, Tupanatinga e Venturosa.

O repasse é feito pelo Governo de Pernambuco às prefeituras que apresentaram projetos em áreas prioritárias, como infraestrutura, educação, saúde, segurança, e desenvolvimento social. Em todo Estado serão investidos aproximadamente de R$ 1.29,7 milhões em 437 planos de trabalho Já aprovados. Só no Agreste Meridional, serão realizadas obras de pavimentação, revitalização de praças e recuperação e ampliação de escolas e hospitais, além de melhorias no sistema de abastecimento de água.

Criado pelo Governo do Estado, por meio da Lei 14.921, de 11 de março de 2013, o FEM soma R$ 228 milhões em recursos do Tesouro Estadual, direcionados a execução de obras que assegurem a melhoria do desenvolvimento econômico e social dos municípios pernambucanos e, consequentemente, ganhos na qualidade de vida da população.

Após a aprovação pelo Comitê Estadual de Apoio aos Municípios (CEAM), os projetos têm os recursos liberado em quatro parcelas: a primeira, correspondente a 30% do total destinado para cada município, foi repassada em maio, e a segunda, também de 30%, após 60 dias. Já a terceira, de 20%, está condicionada a declaração do prefeito de aplicação dos recursos, e a quarta e última, de 20%, mediante a apresentação ao Governo do termo de finalização da obra.

O FEM foi anunciado durante o encontro Juntos por Pernambuco, realizado nos dias 21 e 22 de fevereiro, em Gravatá, pelo governador Eduardo Campos. O encontro, organizado pelas secretarias da Casa Civil e Planejamento, reuniu prefeitos de todo o Estado. Todos os projetos aprovados pelos municípios obedecem rigorosamente às tabelas de valores aprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) e os recursos do fundo são geridos pela Seplag, com as obras executadas pelas administrações municipais.

Criado pelo Governo do Estado, por meio da Lei 14.921, de 11 de março de 2013, o FEM soma R$ 228 milhões em recursos do Tesouro Estadual,

direcionados a execução de obras que assegurem a melhoria do desenvolvimento econômico e social dos municípios pernambucanos e, consequentemente, ganhos na qualidade de vida da população.

Conheça as Obras Municipais que contam com recursos do FEM no Agreste Meridional

Águas Belas, R$ 1.265.547,45 - Construção da alameda de entrada da Cidade 1ª Etapa;

Angelim, R$ 562.547,32 – Construção do Posto de Saúde do Sítio Xique-xique;- Construção do Pórtico de entrada do município;

Bom Conselho, R$ 1.406.368,27 – Reforma do prédio onde funciona o Centro de Atenção de Idosos; Revitalização e reurbanização da Praça Frei Caetano e do canteiro central da Av. Tenente Raul de Holanda; Reforma do prédio anexo ao Hospital Monsenhor Alfredo Dâmaso; Revitalização e construção dos principais acessos à cidade; Revitalização e urbanização da Praça Pedro II;

Brejão, R$ 421.910,50 - Recuperação da instalação da Unidade Mista de Saúde Alice Figueira;

Buíque, R$ 1.547.005,09 - Construção do abatedouro municipal; Pavimentação em paralelepípedos graníticos de várias ruas;

Caetés, R$ 984.457,80 - Construção das novas instalações do Colégio Municipal José de Anchieta Callou;

Calçado, R$ 562.547,32 - Pavimentação em paralelepípedos graníticos de várias ruas; Reforma da Praça Mandu Caetano e da Rua Aluizio Pereira; Abastecimento d´água do Sítio Boa Vista, marrecas e Mocós; Construção do Cemitério Municipal;

Canhotinho, R$ 984.457,80 - Reforma e ampliação do açougue público municipal; Construção da praça da cidade; Construção da praça do distrito de Olho d’Água de Dentro; Reforma e ampliação do Estádio Gogozão;

Capoeiras, R$ 843.820,97 - Reforma do hospital municipal; Construção da Unidade Didática Padrão de Processamento de Carnes;

Correntes, R$ 843.820,97  - Construção de três pórticos; Revitalização das praças da cidade, Pedro Alves Hercílio Victor; Construção de um Portal;

Garanhuns, R$ 2.531.462,87 - Construção do Binário da Boa Vista; Chegando à Universidade de Pernambuco;

Iati, R$ 843.820,97 - Abastecimento de água;

Itaíba, R$ 843.820,97 - Construção de sistema de abastecimento de água;

Jacuti, R$ 984.457,80 - Construção da creche municipal;

Jupi, R$ 703.184,15 - Melhoria da infraestrutura do prédio da Vigilância Sanitária, Execução e Melhoria na Secretaria de Educação; Pavimentação em paralelepípedos graníticos; Executivo da limpeza no Açude do distrito da Colônia;

Jurema, R$ 703.184,15 - Pavimentação em paralelepípedos graníticos; Projeto urbanístico;

Lagoa do Ouro, R$ 562.547,32 - Construção do Centro Administrativo;

Lajedo, R$ 1.125.094,62 - Ampliação, restauração e Urbanização do Centro de Abastecimento Municipal;

Palmeirina,  R$ 421.910,50 - Palmeirina Fazendo Ponte – Inhumas, Pavimentação em paralelepípedos graníticos de ruas;

Paranatama, R$ 562.547,32 - Pavimentação de ruas nos loteamentos Floriano Duda da Costa e Antônio da Silva Souto; Apoio à estruturação da rede de serviço de saúde;

Pedra, R$ 843.820,97  - Pavimentação em paralelepípedos graníticos de ruas; Reforma do mercado público;

Saloá, R$ 703.184,15 - Pavimentação em paralelepípedos graníticos de ruas;

São João, R$ 843.820,97- Infraestrutura Urbana;

Terezinha, R$ 421.910,50 - Revitalização da margem urbana da PE-218; Pavimentação em paralelepípedos graníticos de Rua Emílio Martins da Silva; Reforma da Praça Getúlio Vargas;

Tupanatinga, R$ 984.457,80 - Reforma da Praça José Emílio de Melo; Construção da Praça da Fundec; Ampliação do cemitério municipal; Limpeza do Açude do Boqueirão;

Venturosa, R$ 703.184,15 - Reforma de edificação com fins de funcionamento do Núcleo de Apoio à Saúde Familiar; Reforma de edificação com fins de funcionamento de uma biblioteca; Reforma e ampliação do hospital municipal; Reforma e ampliação do campo de futebol

Confira!

TV Replay, o que é bom se repete!

Fonte: Secretaria da Casa Civil de Pernambuco