Raquel Lyra sofre primeira derrota na Câmara de Caruaru

Durante a reunião ordinária na Câmara Municipal de Caruaru, na tarde desta terça-feira (10), a prefeita Raquel Lyra (PSDB) sofreu a primeira derrota desde que assumiu a prefeitura.

Screenshot_20171010-190559~2

O Projeto de Lei que dispõe sobre a contratação por tempo determinado para atender as necessidades de excepcional interesse público, foi a primeira discussão, sendo rejeitado. A ideia era contratar pessoas para atuar na secretaria de serviços públicos e nas feiras.

Foram 15 votos a favor, 5 votos contra e 3 abstenções. Votaram contra Alberes Lopes, Galego de Lajes, Daniel Finizola, Marcelo Gomes e Rozael do Divinópolis. Já os vereadores Ítalo Henrique, Fagner Fernandes e Tafarel, que são da base do governo, se abstiveram.

Com informações do Blog de Edvaldo Magalhães.

Derrotado no Supremo, Michel Temer negocia com o Congresso

Supremo decide enviar à Câmara a nova denúncia da PGR. Planalto vai tentar emplacar aliado na CCJ, primeira etapa da batalha, e acelerar tramitação para não atrapalhar agenda econômica

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal entendeu que a denúncia por obstrução de Justiça contra o presidente Michel Temer tem de ser enviada à Câmara. O julgamento foi interrompido e será concluído nesta quinta-feira (21). Mas o placar mais do que simbólico — 7 a 1 contra Temer — fez estrago no otimismo dos governistas. 

(foto: Nelson Jr./SDO/STF)

(Foto: Nelson Jr./SDO/STF)

No Congresso, integrantes da base aliada admitiam que a denúncia seria enviada, mas achavam que conseguiram, ao menos, quatro votos a favor. A partir de agora, os governistas tentar emplacar um nome aliado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, primeira etapa da denúncia, e tentar acelerar a tramitação para não prejudicar a agenda econômica.

Por enquanto, apenas Gilmar Mendes se alinhou à tese da defesa de Temer, que nega todas as acusações. Restam ainda os votos do decano Celso de Melo, de Marco Aurélio Melo e da presidente do STF, Cármen Lúcia. Além de Toffoli e Fachin, votaram contra Temer Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Luiz Fux e Ricardo Lewandovski. 

Fachin, relator do processo, foi claro ao afirmar que a Constituição delega à Câmara o direito de fazer a análise política do processo e que, antes disso, não há como o STF se pronunciar. Mesmo assim, expôs a opinião sobre outro ponto que ainda virá a ser discutido: a validade das provas da delação da JBS. 

“Precisamos avaliar a possibilidade de revisão total ou parcial de provas. A revisão da delação, nesse caso, terá efeitos apenas sobre as partes, não sobre terceiros”, defendeu. Este foi o primeiro momento de embate acalorado no plenário.

Novato na Corte, o ministro Alexandre de Moraes acompanhou o relator, mas lembrou que essa denúncia tem dois fatos inusitados. 

O primeiro é que, antes de ela ser encaminhada, Rodrigo Janot abriu investigação contra um ex-procurador que participara da delação — Marcelo Miller — e, posteriormente, o próprio Janot pediu a revisão do acordo da JBS.

“Talvez tenhamos que revisitar o tema da investigação do MP ou que essa parceria seja melhor definida”, defendeu Gilmar Mendes. 

“As investigações do MP estão sendo feitas à margem de qualquer controle constitucional”, atacou o ministro Ricardo Lewandovski. 

Para tentar evitar debates eternos, Cármen Lúcia cortou o assunto, dizendo que aquele ponto não estava em debate agora. “Teremos um encontro marcado com isso”, destacou.

Barroso fez questão de enumerar os diversos pontos da denúncia e transferir para a Câmara a missão de abrir a investigação. “Cabe à Câmara decidir se cabe ou não a denúncia de que dirigentes de partidos políticos indicavam diretores para desviar dinheiros de esquemas criminosas; que CPIs eram instauradas para extorquir dinheiro; que parlamentares vendiam emendas em MPs e leis ordinárias; que um ex-ministro deixou R$ 51 milhões em um apartamento”, enumerou Barroso.

O voto de Toffoli gerou divergências, porque ele questionou que diversos crimes imputados a Temer teriam sido cometidos antes do mandato e que, desta forma, em vez de encaminhar a denúncia para a Câmara, Fachin poderia tê-la rejeitado por ausência de justa causa.

Mesmo assim, acabou acompanhando o relator. O único voto divergente — e, por coincidência, o mais longo — foi de Gilmar Mendes. 

Além de repetir que os supostos crimes teriam sido cometidos antes do mandato de Temer, ele foi muito duro com Rodrigo Janot e o ex-procurador Marcelo Miller. 

“Já se falava da atuação exótica do procurador (Marcelo Miller). Aquilo que se falava à boca pequena e à boca grande se confirmou: a participação do procurador dos dois lados do balcão”, criticou.

Por: Paulo de Tarso Lyra do Diário de Pernambuco

Ex-prefeito de Belo Jardim, João Mendonça, sofre nova derrota em Brasília

O prefeito cassado João Mendonça sofreu mais um revés em Brasília. Na tarde desta terça-feira (5) o TSE indeferiu pedido da defesa do do ex-prefeito de Belo Jardim. Ele tinha entrado com os chamados “embargos com efeitos modificativos”, solicitando que o Tribunal Superior pudesse rever a decisão, mudando o próprio julgamento e com isso, restabelecer os direitos políticos dele.

25

No entanto, por unanimidade os ministros negaram o pedido e ele segue sem os direitos políticos, para voltar a uma disputa eleitoral e com isso, foi mantido todo o processo eleitoral, que culminou com a eleição de Hélio dos Terrenos (PTB).

Cassação – No dia 11 de maio desse ano, o Tribunal Superior Eleitoral, cassou a liminar que mantinha João Mendonça no cargo. Por 7 votos a 0, os ministros seguiram o entendimento do relator do caso, Luiz Fux. Com isso, o prefeito perdeu o mandato e ficou inelegível pelo prazo de oito anos.

O gestor já tinha tido o registro de candidatura negado nas duas primeiras instâncias, disputou a eleição por meio de liminar e conseguiu outra para ser diplomado e assumir a prefeitura. A defesa ainda argumentou outra lei para tentar reverter a decisão, mas o relator também não aceitou o pedido.

Em nota, o prefeito João Mendonça disse que lamenta a decisão do Tribunal Superior Eleitoral, mas que não tem outro caminho a não ser acatar o que manda a lei.

Por Mário Flávio

Caruaru-PE: Paulo Moroni é demitido após derrota para Salgueiro, e Patativa chama técnico Humberto Santos

A derrota para o Salgueiro, no último domingo, por 2 a 1, foi o suficiente para diretoria do Central demitir o técnico Paulo Moroni nesta segunda-feira. Moroni é o primeiro treinador da competição a ser desligado. Com isso, o novo comandante do Central já foi anunciado pela diretoria do clube. Humberto Santos, que estava no Pesqueira irá assumir o alvinegro caruaruense. A apresentação ocorrerá nesta segunda-feira no estádio Lacerdão.

Os números de Paulo Moroni à frente do Central registram um empate, uma vitória e uma derrota nas três primeiras partidas da competição. Foram cinco gols sofridos e quatro marcados, saldo suficiente para a Patativa continuar na zona de classificação para o hexagonal do título. O time está na terceira colocação da Pernambucano.

O presidente do Central, Francisco Noé, garantiu que o último resultado foi somente a última gota d’água.

- Não foi só pela derrota, mas pelo futebol apresentado nos três jogos. Aquele empate com o Porto-PE na estreia e esse jogo do Salgueiro são inconcebíveis. Tivemos uma pré-temporada grande e o elenco começou a trabalhar no dia 4 de dezembro, então tempo de trabalho não pode ser desculpa. Mesmo quando vencemos, o time não jogou bem.

Confira!

TV Replay, o que é bom se repete!

Fonte: http://globoesporte.globo.com/pe

Sport perde para o Corinthians

O rubro-negro não conseguiu sair da zona do rebaixamento, a derrota para o Corinthians por 3 x 0 o deixou na mesma situação.

Apesar de ter tido um primeiro tempo equilibrado, o Sport não aproveitou as oportunidades, no segundo tempo o Corinthians foi pra cima e marcou os três gols, com Paulinho e dois de Romarinho.

A próxima partida do Leão será próxima quinta-feira, contra a equipe da Portuguesa,  no estádio do Canindé. O Leão ainda tem condições de sair do Z4 na próxima rodada. Para isso, basta o time vencer a Portuguesa e torcer para o Coritiba perder seu confronto. A diferença entre os dois times é de apenas dois pontos.

Grêmio 2 x 0 Náutico – Gols

Botafogo 3 x 1 Náutico – Gols

Separados por agosto: Com três vitórias e um empate no mês, Náutico se distanciou na classificação do Sport, que perdeu os cinco duelos

O mês de agosto reservou momentos distintos para Náutico e Sport. Enquanto o Timbu atingiu seu melhor momento na Série A, o Leão não poderia ter alcançado um desempenho pior. Os caminhos foram inversos. O Alvirrubro subiu na tabela, se distanciando do rival, que só fez cair, até chegar à zona de rebaixamento. No domingo, as equipes se enfrentarão. Se cruzam num momento chave da competição. O Náutico tenta se consolidar. O Sport, se recuperar. Pontos valiosíssimos no fechamento do primeiro turno da Série A.

O início da caminhada foi titubeante. Com um elenco em formação, o Náutico oscilou bastante. Em agosto, enfim, encontrou o tão perseguido equilíbrio. A vitória sobre o Santos por 3 a 0 abriu os caminhos. O empate em 0 a 0 diante do Internacional, no Beira-Rio, mostrou que estava no rumo certo. Mas a derrota para o Flamengo logo em seguida foi um alerta: erros são fatais na Série A.

O Náutico aprendeu a lição. E depois dali usou a sua principal arma neste campeonato, os Aflitos. Em casa, atingiu o ápice com uma vitória diante do São Paulo: 3 a 0 incontestável. No jogo seguinte, contra o Bahia, porém, o time atuou com cinco desfalques. E sentiu as ausências. Mas não deixou de lutar. Foi recompensada por isso com uma vitória aos 42 minutos do segundo tempo.

Para os rubro-negros, o mês de agosto agravou consideravelmente a crise que já rondava a Ilha do Retiro. O Leão, que já vinha de uma sequência de quatro partidas sem vencer, entrou em campo cinco vezes, alcançando a “façanha” de não conseguir ponto algum. Pressionado, o então técnico Vágner Mancini testou várias formações, mas o time não respondeu e o treinador perdeu o emprego.

Na Ilha do Retiro ou longe dela, o Sport até conseguiu fazer frente a adversários complicados, mas sofreu com as falhas de seus sistemas defensivo e ofensivo. A chegada de Waldemar Lemos trouxe uma tênue esperança de que agosto possa terminar de maneira diferente para o Leão. Restam os confrontos com o Náutico e com o Flamengo.

Sport perde mais uma, dessa vez para o Fluminense

Flamengo 2×0 Náutico – Gols

ERROS NOVAMENTE!

A derrota para o Flamengo, por 2 a 0, deixou o Náutico novamente marcado pelos os erros individuais da defesa. Da partida contra o Internacional até o fim da partida contra o Flamengo o Timbu conquistou apenas um dos seis pontos disputados.

Com grandes condições de vencer a partida contra o Flamengo, o Náutico não conseguiu demostrar o mesmo futebol que desenvolveu contra o Internacional. E teve como característica principal por parte do Náutico os vacilos apresentados pela defesa alvirrubra.

O Flamengo fez por merecer a vitória, e mais uma vez contou com o poder de finalização de Vágner Love que marcou os dois gols da partida.

Apesar dos erros individuais do Náutico, principalmente do zagueiro Ronaldo Alves que entregou o segundo gol flamenguista, Gallo não pôs a culpa nos jogadores.

 

 

.

Sport não escapa de mais uma derrota

Antes considerado um dos principais ídolos do Sport, Juninho Pernambucano não goza mais de tanto prestígio, principalmente depois da noite desta quarta-feira. Com um gol marcado pelo meia, que mandou beijos para os torcedores rubronegros, o Vasco da Gama venceu o Leão, por 2 a 0, na Ilha do Retiro, pela 15ª rodada e assumiu a liderança do Campeonato Brasileiro. Carlos Tenório completou o placar no final do jogo.

Sem vencer há cinco partidas, o Sport estacionou nos 14 pontos e segue lutando contra o rebaixamento. Vindo de dois empates seguidos, o Gigante da Colina aumentou sua sequência invicta para oito jogos e chegou aos 34 pontos, assumindo a liderança provisória, já que o Atlético-MG, que tem dois a menos, entra em campo apenas na quinta-feira.

O Sport volta a campo no próximo sábado, novamente na Ilha do Retiro, quando recebe o Figueirense, às 18h30, pela 16ª rodada. Já o Vasco da Gama enfrenta o Atlético-MG, no domingo, às 16 horas, na Arena Independência.

Com defesas difíceis, Magrão é eleito craque da 14ª rodada

Uma atuação quase impecável. Em um dos melhores desempenhos de sua carreira, Magrão evitava uma goleada histórica do São Paulo sobre o Sport em pleno Morumbi. Ao menos seis defesas difíceis, posicionamento e saídas de gol excelentes. No entanto, aos 33 minutos do segundo tempo, após mais uma grande defesa em um chute cara a cara com Cícero, a bola sobrou para Ademílson, sozinho, estufar as redes. Ainda assim, mesmo com a derrota, o goleiro recebeu nota 9,0 por uma apresentação histórica e receberá o prêmio Armandinho por ter sido o melhor jogador da 14ª rodada do Brasileirão.

Magrão faz de tudo, mas Sport perde para o São Paulo

A reação de Magrão no gol do São Paulo resume não apenas o que foi o jogo, mas o que tem sido a participação do Sport  neste Brasileirão. Uma vez mais, o camisa 1 vinha salvando a equipe rubro-negra, mas novamente, foi traído por seu sistema defensivo. O 1 a 0 levou o jejum de vitórias do Leão para cinco rodadas, aumentando a crise na Ilha do Retiro. Próximo da zona de rebaixamento, o próximo compromisso é com o Vasco, que briga pela liderança do campeonato.

O reforço no sistema defensivo do Leão não mostrava resultado. Mesmo sem Lucas e Luís Fabiano, dois de seus principais jogadores, o São Paulo encontrava facilidade para chegar à área rubro-negra, explorando as falhas de posicionamento da equipe pernambucana. Antes dos 16 minutos, o goleiro Magrão já havia praticado duas grandes defesas, em finalizações de William José e Ademílson, que entraram cara a cara com o camisa 1 do Sport.

A proposta de contra-ataques surtiu efeito pela primeira vez apenas aos 19 minutos. Apesar de marcado, o atacante Gilberto resolveu arriscar da intermediária. O arremate rasteiro, no canto direito, obrigou Rogério Ceni a esticar-se para desviar a bola para a linha de fundo. O lance parece ter animado os rubro-negros, que passaram a empenhar-se mais na marcação, esfriando os ânimos são-paulinos. Com as ações equilibradas, o Sport até conseguiu marcar presença na intermediária adversária, entretanto, os erros de passe impediram a criação de lances de perigo.

As equipe mantiveram as propostas durante o início do segundo tempo. Valorizando a posse de bola, os são-paulinos seguiam rondando a intermediária rubro-negra. Com a marcação bem encaixada, o Sport armou alguns contra-ataques perigosos. Na melhor chance, Felipe Azevedo lançou Gilberto, que assustou Rogério Ceni com uma bomba de fora da área. Os minutos seguintes foram de um claro crescimento do Tricolor. Diante do cenário, o técnico Vágner Mancini mudou o esquema leonino, com Edcarlos entrando na vaga de Willians para que o time passasse a atuar com três zagueiros.

Empurrado pela torcida, o São Paulo seguiu pressionando e diante das seguidas falhas da defesa leonina, finalmente conseguiu abrir o placar. Magrão já havia praticado outras quatro defesas dificílimas, quando Cícero entrou sozinho novamente e fuzilou em cima do camisa 1, que conseguiu defender. Traído pelo efeito da bola ao quicar no chão, Magrão viu Ademílson, livre de marcação, encher o pé para estufar a rede leonina.

Vitória do Timbu – Peixe fora d’água

Saiu do banco e deu um presente para a torcida do Náutico. Assim, foi a pintura de gol assinada pelo atacante Kim, digno de Neymar, mas a vítima foi o Santos.O Náutico dominou o jogo e, diante de mais de 12 mil pagantes que fizeram bonita festa no Estádio dos Aflitos, venceu por 3 a 0, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado o Timbu dar fim a uma série de três derrotas e ganha três posições na tabela do Brasileirão – a equipe agora é a 11ª, com 16 pontos.

Um dos pontos marcantes da partida, foi a homenagem do Náutico ao técnico Muricy Ramalho (da equipe do Santos). O treinador dirigiu o clube do Capibaribe entre 2001 e 2002 e conquistou o bicampeonato pernambucano. Na homenagem deste domingo (05/08/12), Muricy recebeu um placa e uma camisa 10 personalizada com seu nome, além de ter sido ovacionado pelo público nos Aflitos.

O Náutico tem como próximo desafio o Internacional. O clube vai a Porto Alegre na próxima quarta-feira (08/08/12) às 19.30h.

 

Gols de Náutico 3 x 0 Santos

Gols de Náutico 3 x 0 Santos

Melhores momentos: Portuguesa 3 x 1 Naútico

O erro continua – Nova derrota do Timbu

Novamente o Naútico deixa a vitória escapar após sair na frente no placar do Canindé. E após a derrota do Naútico para Portuguesa (3×1 , estádio do Canindé) o técnico Gallo aponta mais uma vez as falhas individuais como motivo para as derrotas.

Sair na frente no placar e ver o resultado ser revertido pelo adversário tem sido rotina nas partidas realizadas pelo Timbu. As chances desperdiçadas e as falhas no setor de defesa são os principais fatores para os resultados ruins da equipe.

Com terceira derrota consecutiva a luz de alerta acende para a equipe. Com o resultado desse jogo o Naútico ocupa o 14º lugar, com 13 pontos.

A equipe terá 8 (oito) dias até a próximo adversário, o Santos (próximo domingo, nos Aflitos) para corrigir os erros individuais e coletivos em busca do caminho da vitória.

O erro continua – Nova derrota do Timbu

Novamente o Naútico deixa a vitória escapar após sair na frente no placar do Canindé. E após a derrota do Naútico para Portuguesa (3×1 , estádio do Canindé) o técnico Gallo aponta mais uma vez as falhas individuais como motivo para as derrotas.

Sair na frente no placar e ver o resultado ser revertido pelo adversário tem sido rotina nas partidas realizadas pelo Timbu. As chances desperdiçadas e as falhas no setor de defesa são os principais fatores para os resultados ruins da equipe.

Com terceira derrota consecutiva a luz de alerta acende para a equipe. Com o resultado desse jogo o Naútico ocupa o 14º lugar, com 13 pontos.

A equipe terá 8 (oito) dias até a próximo adversário, o Santos (próximo domingo, nos Aflitos) para corrigir os erros individuais e coletivos em busca do caminho da vitória.

 

Para Magrão o time do Sport precisa ter mais concentração

Duas derrotas, sete gols sofridos e apenas dois marcados. As últimas rodadas explicitaram as falhas do sistema defensivo do Sport, que chegou a ser considerado o ponto forte da equipe nas primeiras partidas do Brasileirão. Consciente dos erros, o goleiro Magrão atribuiu o mau rendimento à postura com que os atletas estão entrando em campo. Está faltando mais atenção, mais concentração. O time está deixando a desejar.

Nos últimos jogos, se levou uma quantidade de gols exagerada. Mas Magrão acredita que o time terá uma evolução nas próximas partidas. O goleiro tenta minimizar a pressão sofrida pelos atletas da defesa e para ele o cenário será diferente quando o clube voltar a vencer.

Na avaliação do goleiro, os gols sofridos pelo Sport estão acontecendo justamente quando a equipe está apresentando um bom futebol.

Tecnico do Leão chateado com a derrota

O técnico Vágner Mancini não escondeu a frustração após a derrota por 3 a 1, para o Grêmio, na noite desta quarta-feira, no Olímpico. Chateado, o treinador do Sport lamentou a queda de rendimento do time que, na sua avaliação, poderia ter definido o duelo ainda no primeiro tempo, se não tivesse perdido algumas oportunidades de gol. O time foi muito bem no primeiro tempo e poderia ter ampliado a vantagem. Já no segundo tempo não conseguiu repetir o bom rendimento e acabou dando muito espaço, o time do Grêmio empatou e acabou ganhado em cima dos erros do Sport.

Para o tecnico, talvez o placar não represente a dificuldade que foi a partida. Os jogadores entenderam bem o que foi pedido, e o time conseguiu realizar uma forte marcação no primeiro tempo, mas infelizmente não teve a mesma postura na etapa final. Se a queipe tivesse sido mais agressiva na etapa final, poderia ter empatado ou até chegado a vit[oria.

A principal reclamação de Mancini foi direcionada a oscilação da equipe, que nos últimos jogos não conseguiu manter um bom rendimento durante toda a partida. Para o treinador, a mudança de comportamento está impedindo que o Sport consiga deslanchar na competição.

Sport vacila e perde para o Grêmio

Em um jogo muito disputado o Sport começa vencendo, com gol de Felipe Azevedo no 1º tempo. Mas no 2º tempo deixa o time do Grêmio virar, com gols de Marcelo Moreno e Leandro, que marca dois.

Náutico perde para o Corinthians e continua na zona intermediária

Náutico perde por 2 a 1 para o Corinthians no Pacaembu esta noite. O Timão não vencia desde que foi campeão da Libertadores e a bola da vez tinha que ser o Timbu. O Náutico Marcou com EliCarlos, enquanto Danilo fez os gols do Timão.

Corinthians : Cássio; Wender, Chicão, Paulo André e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Alex (Douglas)e Danilo; Romarinho (Edenilson) e Emerson. 
Técnico: Tite

Náutico: Felipe; Alessandro (Glaydson), Ronaldo Alves, Jean Rolt e Lúcio; Elicarlos, Martinez (Breitner ) e Souza; Araújo, Rhayner e Kim (Romero). 
Técnico: Alexandre Gallo
Árbitro: Márcio Eustáquio (MG-Fifa). Assistentes: Paulo César Faria (MT) e Leandro Marinho (SP).

O Náutico permanece com 10 pontos, na zona intermediária da tabela. Na próxima rodada, quarta-feira, o Náutico recebe a Ponte Preta nos Aflitos, às 20h30.

Após ser goleado Central fica fora do campeonato pernambucano sub-20

O time do Central foi goleado por 6×1 para o Araripina e não tem mas chances de ir a próxima fase do Pernambucano Sub 20,

Além da derrota, o Atletico-PE ganhou do Porto aqui em Caruaru e a equipe da Cabense derrotou o Vitoria jogando fora de casa, com esses resultados o Central se despede da competição. Mais uma vez o Porto é o grande representante de nossa cidade.

Mais uma vez Náutico não vence, e desta vez perde invencibilidade nos Aflitos

A situação do Náutico não é nada boa. Faz uma campanha desastrosa, e ainda por cima perdeu sua invencibilidade nos Aflitos.

Não deu para o Timbu! Os alvirrubros perderam para o Fluminense pelo placar de 0 x 2, diante de um público de 14,5 mil torcedores. O atacante Samuel fez a diferença marcando os dois gols da vitória dos cariocas. Um aos 26 minutos do primeiro tempo, numa sobra de bola parada, e outro aos 25 minutos do segundo tempo, no rebote do goleiro Felipe. Foi a segunda derrota seguida do Náutico no Campeonato Brasileiro da Série A.

Sport perde na Ilha do Retiro

Mesmo jogando em casa o Sport não conseguiu segurar o Inter que venceu pelo placar de 2×0, com gols marcados no primeiro tempo. Em um duelo entre equipes ameaçadas por crises, o Inter conseguiu amenizar a sua diante do Sport, ganhando sua primeira partida fora de casa.
O rubro-negro caiu para a 16ª colocação, com apenas cinco pontos. Já o Colorado, com a vitória, subiu três posições na tabela, com 11 pontos – a um do G4.

Sport perde para o Bahia por 2 X 1

Apesar de ter mudado o esquema de jogo, o Sport não conseguiu voltar de Salvador com a vitória. Mesmo com o erro da arbitragem no primeiro gol do Bahia, a torcida não perdoou. O time tem problemas com o sistema ofensivo e tem perdido muitas chances de gol.

Perto da zona do rebaixamento, o Leão também enfrenta uma crise e não consegue se organizar. As mudanças de Vágner Mancini provaram que a equipe tem muitas limitações técnicas e precisa urgentemente de reforços.

Para Marquinhos Gabriel a segunda derrota consecutiva no Brasileirão fará com que a equipe jogue pressionada na partida contra o Internacional-RS, no próximo dia 24, na Ilha do Retiro.

Sport perde para o Cruzeiro

O Sport até que tentou, mas não conseguiu manter a invencibilidade na Série A do Campeonato Brasileiro.
Com o resultado, o Sport permanece com os cinco pontos e cai da sétima para a 11ª colocação na tabela de classificação. O Cruzeiro chegou aos oito pontos e assumiu a quinta colocação. Na próxima rodada, o Leão vai até Salvador jogar contra o Bahia. O jogo acontece no domingo (17), às 16h.