Câmara vota segunda denúncia contra Temer: acompanhe ao vivo

Temer é denunciado pelos crimes de obstrução da Justiça e por organização criminosa. Para que a denúncia siga para o Supremo são necessários 342 votos

A Câmara dos Deputados abriu a sessão plenária que vai analisar a segunda denúncia contra o presidente da República, Michel Temer. Já estão presentes na Casa mais de 51 deputados, que é o quórum mínimo de abertura da sessão. 

Deputados se reúnem nesta quarta-feira (25/10) no plenário da Câmara dos Deputados para a sessão que vota a segunda denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o presidente da República Michel Temer. Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil

Deputados se reúnem nesta quarta-feira (25/10) no plenário da Câmara dos Deputados para a sessão que vota a segunda denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o presidente da República Michel Temer. Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil

Até às 9h45, havia ao todo 101 parlamentares na Casa. O início efetivo dos trabalhos, ou seja, a Ordem do Dia, só poderá ser iniciada com pelo menos 51 deputados presentes no plenário, o que ainda não foi alcançado. Já para a votação propriamente dita são necessários pelo menos 342 parlamentares registrados no painel do plenário. 

No momento da abertura do sessão, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), não estava presente. O responsável por abrir os trabalhos foi o deputado JHC (PSB-AL). Depois, ao chegar na Casa, Maia afirmou que a expectativa é que a votação termine por volta das 22 horas.

O quórum é a principal preocupação dos governistas na manhã desta quarta-feira, 25. Isto porque os integrantes da oposição decidiram radicalizar o movimento de obstrução e não vão nem sequer discursar no plenário para tentar inviabilizar a votação.

Segundo o líder da oposição José Guimarães (PT-CE), disse que a oposição “radicalizou porque o governo radicalizou na tentativa de manipulação dos votos”. “Nós transformamos o salão verde em uma tribuna livre, onde os deputados vão expressar suas opiniões e seus votos.”

Ele considera que a oposição conseguirá que cerca de 200 deputados não registrem presença e, assim, adiem a votação. “Não dá para ficar o dia todo esperando quórum, em algum momento o presidente terá que encerrar a sessão.”

Por Correio Braziliense

CCJ da Câmara aprova relatório que recomendou rejeição de denúncia contra Temer

Relator recomendou em parecer a rejeição da denúncia contra o presidente Michel Temer e os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral)

Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara aprovou na noite de hoje (18) por 39 votos favoráveis, 26 contrários e 1 abstenção o parecer do deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG) pela inadmissibilidade da segunda denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o presidente Michel Temer, pelos crimes de obstrução de Justiça e organização criminosa. Os ministros Eliseu Padilha, da Casa Civil, e Moreira Franco, da Secretaria Geral da Presidência também são citados na denúncia pelo crime de organização criminosa.

O presidente da República, Michel Temer (PMDB) (Ueslei Marcelino/Reuters)

O presidente da República, Michel Temer (PMDB) (Ueslei Marcelino/Reuters)

O placar inferior ao registrado na apreciação da denúncia anterior já era esperado pelo governo. Após uma manobra do PSB, a líder do partido e aliada do Planalto, deputada Tereza Cristina (MS) foi substituída pelo oposicionista deputado Júlio Delgado (MG). Com isso, a base governista teve dois votos a menos do que o registrado na votação do parecer do deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG). Naquela ocasião, 42 deputados foram favoráveis ao parecer que também recomendava a rejeição da denúncia.

Em dois dias de debates, 61 deputados se manifestaram sobre o parecer elaborado por Andrada. Apenas 13 oradores se manifestaram favoráveis aos acusados. A maioria dos oradores argumentou que há elementos graves suficientes para encaminhar a denúncia para investigação. Já representantes da base aliada sustentaram que as provas são frágeis e que nem o presidente nem os ministros devem ser afastados por acusações feitas por delatores criminosos.

Ao encaminhar o voto favorável ao parecer de Andrada, um dos principais articuladores do governo, deputado Carlos Marun (PMDB-MS) foi veemente ao criticar a denúncia apresentada pelo ex-procurador geral da República Rodrigo Janot. “Estamos vivendo agora os capítulos finais, capítulos derradeiros de uma ópera bufa, de um teatro do absurdo, que teve no enredo a tentativa nefasta de um procurador-geral da República de depor um presidente da República pelo motivo não republicano de não aceitar que uma desafeta sua chegasse à posição que hoje exerce [o cargo de procuradora-geral], e falo da doutora Raquel Dogde”.

Ao encaminhar voto contra o parecer de Bonifácio de Andrada, o deputado Henrique Fontana (PT-RS) disse que “crimes graves estão colocando o país na beira do colapso”. “Meu sonho é que milhões de brasileiros leiam as 250 páginas dessa denúncia consistente, uma denúncia com provas, uma denúncia que descreve com minúcias uma série de atos criminosos cometidos contra o nosso país”, afirmou Fontana.

Votação

A votação em plenário deve ocorrer na semana que vem. No plenário, a denúncia só será autorizada a seguir para o Supremo Tribunal Federal (STF) se receber o apoio de pelo menos 342 deputados, o equivalente a dois terços do total de 513 parlamentares da Casa, conforme determina a Constituição Federal. Segundo o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), a denúncia será analisada no plenário da Casa na próxima semana.

Por Agência Brasil

Leitura de parecer sobre segunda denúncia contra Temer deve ocorrer às 15h

A leitura do relatório da segunda denúncia contra o presidente da República, Michel Temer, está prevista para as 15h. A informação é da assessoria do relator, deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG). Inicialmente, a ideia era que o parecer de Andrada, que tem cerca de 40 páginas, fosse lido na manhã desta terça-feira na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, mas ajustes finais ainda estão sendo feitos.

Deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG) faz últimos ajustres ao parecer da segunda denúncia contra Temer Valter Campanato/Agência Brasil

Deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG) faz últimos ajustres ao parecer da segunda denúncia contra Temer Valter Campanato/Agência Brasil

A expectativa neste momento é se o presidente da CCJ, deputado Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), vai suspender a sessão da manhã de hoje até que o relator apresente seu parecer ou se vai responder a questões de ordem apresentadas por deputados.

Uma delas, de autoria do deputado Alessandro Molon (Rede-RJ), pede aos deputados que analisem separadamente a participação de Temer e dos ministros Eliseu Padilha ( Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência), também acusados dos crimes de organização criminosa. Contra Temer pesa ainda acusação de obstrução de Justiça.

Rito

Após a leitura do parecer, as defesas de Temer e dos dois ministros terão direito a tempo igual para expor seus argumentos. Como um pedido de vista do relatório já é dado como certo, a discussão da denúncia na CCJ só deve começar na próxima terça-feira (17). Cada integrante da comissão – 66 titulares e 66 suplentes – terá 15 minutos para falar. Deputados não membros poderão discutir por 10 minutos cada um, até o número máximo de 20 favoráveis e 20 contrários ao parecer do relator.

Histórico

A discussão da primeira denúncia contra Temer, em agosto, teve dois dias inteiros de discussão na CCJ. A votação do parecer ocorreu no segundo dia. Desta vez, já há um acordo para que não haja votação durante a madrugada.

Temer diz ser vítima de conspiração e acredita que denúncia será barrada

Em vídeo publicado nas redes sociais, o peemedebista afirmou que lançaram sobre ele “provas forjadas” e “denúncias ineptas” que foram produzidas em “conluios com malfeitores”.

O presidente Michel Temer disse nesta sexta-feira (22) ser vítima de uma conspiração e afirmou ter a convicção de que a denúncia apresentada contra pela PGR (Procuradoria-Geral da República) será barrada pelo plenário da Câmara dos Deputados.

Presidente da República, Michel Temer Foto: Wikipedia

Presidente da República, Michel Temer
Foto: Wikipedia

Em vídeo publicado nas redes sociais, o peemedebista afirmou que lançaram sobre ele “provas forjadas” e “denúncias ineptas” que foram produzidas em “conluios com malfeitores”. Segundo ele, o Poder Legislativo encerrará os últimos episódios “de uma triste página de nossa história”.

“Sabe-se que, contra mim, armou-se conspiração de múltiplos propósitos. Conspiraram para deixar impunes os maiores criminosos confessos do Brasil, finalmente presos, porque sempre apontamos seus inúmeros delitos”, disse.

Para ele, só regimes de exceção aceitaram acusações sem provas, “movidos por preconceito, ódio, rancor ou interesses escusos”. Ele ressaltou que o país pode estar trilhando esse caminho neste momento.

“A única vacina contra essa marcha da insensatez é a verdade. E a verdade é a única arma que tenho para me defender desde o início deste processo de denúncias e que busca desestabilizar meu governo e paralisar o avanço do Brasil”, disse.

O presidente manifestou ainda indignação e disse manifestar “profunda revolta” com a “leviandade dos que deveriam agir com sobriedade”. Segundo ele, a incoerência e a falsidade “foram armas do cotidiano para o extermínio de reputações”.

“A verdade prevaleceu ante o primeiro ataque a meu governo e a mim. A verdade, mais uma vez, triunfará. Tenho convicção absoluta de que a Câmara dos Deputados encerrará esses últimos episódios de uma triste página de nossa história, em que mentiras e inverdades induziram a mídia e as redes sociais nestes últimos dias”, afirmou.

Segundo ele, uma análise “crítica” e “desapaixonada” da Câmara dos Deputados “provará os abusos dos que conspiraram contra a Presidência da República e o Brasil”.

Por Folhapress 

Derrotado no Supremo, Michel Temer negocia com o Congresso

Supremo decide enviar à Câmara a nova denúncia da PGR. Planalto vai tentar emplacar aliado na CCJ, primeira etapa da batalha, e acelerar tramitação para não atrapalhar agenda econômica

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal entendeu que a denúncia por obstrução de Justiça contra o presidente Michel Temer tem de ser enviada à Câmara. O julgamento foi interrompido e será concluído nesta quinta-feira (21). Mas o placar mais do que simbólico — 7 a 1 contra Temer — fez estrago no otimismo dos governistas. 

(foto: Nelson Jr./SDO/STF)

(Foto: Nelson Jr./SDO/STF)

No Congresso, integrantes da base aliada admitiam que a denúncia seria enviada, mas achavam que conseguiram, ao menos, quatro votos a favor. A partir de agora, os governistas tentar emplacar um nome aliado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, primeira etapa da denúncia, e tentar acelerar a tramitação para não prejudicar a agenda econômica.

Por enquanto, apenas Gilmar Mendes se alinhou à tese da defesa de Temer, que nega todas as acusações. Restam ainda os votos do decano Celso de Melo, de Marco Aurélio Melo e da presidente do STF, Cármen Lúcia. Além de Toffoli e Fachin, votaram contra Temer Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Luiz Fux e Ricardo Lewandovski. 

Fachin, relator do processo, foi claro ao afirmar que a Constituição delega à Câmara o direito de fazer a análise política do processo e que, antes disso, não há como o STF se pronunciar. Mesmo assim, expôs a opinião sobre outro ponto que ainda virá a ser discutido: a validade das provas da delação da JBS. 

“Precisamos avaliar a possibilidade de revisão total ou parcial de provas. A revisão da delação, nesse caso, terá efeitos apenas sobre as partes, não sobre terceiros”, defendeu. Este foi o primeiro momento de embate acalorado no plenário.

Novato na Corte, o ministro Alexandre de Moraes acompanhou o relator, mas lembrou que essa denúncia tem dois fatos inusitados. 

O primeiro é que, antes de ela ser encaminhada, Rodrigo Janot abriu investigação contra um ex-procurador que participara da delação — Marcelo Miller — e, posteriormente, o próprio Janot pediu a revisão do acordo da JBS.

“Talvez tenhamos que revisitar o tema da investigação do MP ou que essa parceria seja melhor definida”, defendeu Gilmar Mendes. 

“As investigações do MP estão sendo feitas à margem de qualquer controle constitucional”, atacou o ministro Ricardo Lewandovski. 

Para tentar evitar debates eternos, Cármen Lúcia cortou o assunto, dizendo que aquele ponto não estava em debate agora. “Teremos um encontro marcado com isso”, destacou.

Barroso fez questão de enumerar os diversos pontos da denúncia e transferir para a Câmara a missão de abrir a investigação. “Cabe à Câmara decidir se cabe ou não a denúncia de que dirigentes de partidos políticos indicavam diretores para desviar dinheiros de esquemas criminosas; que CPIs eram instauradas para extorquir dinheiro; que parlamentares vendiam emendas em MPs e leis ordinárias; que um ex-ministro deixou R$ 51 milhões em um apartamento”, enumerou Barroso.

O voto de Toffoli gerou divergências, porque ele questionou que diversos crimes imputados a Temer teriam sido cometidos antes do mandato e que, desta forma, em vez de encaminhar a denúncia para a Câmara, Fachin poderia tê-la rejeitado por ausência de justa causa.

Mesmo assim, acabou acompanhando o relator. O único voto divergente — e, por coincidência, o mais longo — foi de Gilmar Mendes. 

Além de repetir que os supostos crimes teriam sido cometidos antes do mandato de Temer, ele foi muito duro com Rodrigo Janot e o ex-procurador Marcelo Miller. 

“Já se falava da atuação exótica do procurador (Marcelo Miller). Aquilo que se falava à boca pequena e à boca grande se confirmou: a participação do procurador dos dois lados do balcão”, criticou.

Por: Paulo de Tarso Lyra do Diário de Pernambuco

Maioria do STF vota pelo envio de denúncia sobre Temer à Câmara

A maioria do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu pelo envio da segunda denúncia apresentada pelo ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot contra presidente Michel Temer (PMDB) à Câmara dos Deputados, conforme determina a Constituição. O placar parcial da votação, de 6 votos a 1 pelo envio, não pode mais ser revertido, uma vez que sete dos 11 ministros já se pronunciaram. A decisão contraria o pedido feito pela defesa do presidente, para que o STF sustasse o envio.

Maioria dos ministros votou de acordo com relatório de Edson Fachin, pelo envio da denúncia à Câmara (José Cruz/Agência Brasil)

Maioria dos ministros votou de acordo com relatório de Edson Fachin, pelo envio da denúncia à Câmara (José Cruz/Agência Brasil)

Votaram pelo encaminhamento da denúncia o relator, ministro Edson Fachin, além de Alexandre de Moraes, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Luiz Fux e Ricardo Lewandowski. O ministro Dias Toffoli, voto contra, abriu divergência e entendeu que a Corte poderia analisar sobre os fatos contra o presidente que ocorreram durante o mandato. A autorização prévia para processar o presidente da República está prevista no Artigo 86: “Admitida a acusação contra o presidente da República, por dois terços da Câmara dos Deputados, será ele submetido a julgamento perante o Supremo Tribunal Federal, nas infrações penais comuns, ou perante o Senado Federal, nos crimes de responsabilidade”.

O julgamento foi motivado por um pedido feito pela defesa de Temer. Inicialmente, o advogado Antônio Claudio Mariz, representante do presidente, pretendia suspender uma eventual denúncia em função da abertura do processo de revisão da delação do empresário Joesley Batista, dono da JBS. Na quinta-feira (14), após o ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot enviar a denúncia ao STF, Mariz entrou com outra petição e pediu que a peça seja devolvida à PGR. Para o advogado de Temer, as acusações referem-se a um período em que o presidente não estava no cargo. De acordo com a Constituição, o presidente da República não pode ser alvo de investigação sobre fatos que aconteceram antes de assumir a chefia do governo.

Da Agência Brasil

STF retoma julgamento sobre suspensão de denúncia sobre Temer

Questão começou a ser decidida na semana passada, antes do envio das acusações à Corte, mas o julgamento foi interrompido sem nenhum voto proferido

O Supremo Tribunal Federal (STF) retomou há pouco julgamento sobre a suspensão da denúncia apresentada pelo ex-procurador-geral da República (PGR) Rodrigo Janot contra o presidente Michel Temer e integrantes do PMDB. A questão começou a ser decidida na semana passada, antes do envio das acusações à Corte, mas o julgamento foi interrompido sem nenhum voto proferido.

Plenário do Superior Tribunal Federal Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Plenário do Superior Tribunal Federal
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Na semana passada, após receber a denúncia contra o presidente, de organização criminosa e obstrução de Justiça, Fachin decidiu aguardar a decisão da Corte sobre a suspensão do caso antes de enviar o processo à Câmara dos Deputados, conforme determina a Constituição.

O julgamento foi motivado por um pedido feito pela defesa de Temer. Inicialmente, o advogado Antônio Claudio Mariz, representante do presidente, pretendia suspender uma eventual denúncia até decisão final sobre a validade das provas oriundas das delações da JBS.

Na quinta-feira (14), após Janot enviar a denúncia ao STF, Mariz entrou com outra petição e pediu que a peça seja devolvida à PGR.

Para o defensor, as acusações referem-se a um período em que o presidente não estava no cargo. De acordo com a Constituição, o presidente da República não pode ser alvo de investigação sobre fatos que aconteceram antes de assumir a chefia do governo.

Por Agência Brasil

Fachin rejeita pedido da defesa de Temer e mantém denúncia no STF

Defesa de Temer pediu que a denúncia, feita na semana passada pelo ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot, fosse devolvida antes da decisão do plenário

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin decidiu nesta terça-feira (19/9) não atender ao pedido feito pela defesa do presidente Michel Temer para que a denúncia contra o ele e integrantes do PMDB seja devolvida à Procuradoria-Geral da República (PGR). Na decisão, Fachin entendeu que não cabe uma decisão sobre o pedido porque a questão deverá ser discutida na sessão desta quarta-feira (20) na Corte.

 
0

Na petição, a defesa de Temer pediu que a denúncia, feita na semana passada pelo ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot, fosse devolvida antes da decisão do plenário, que deve analisar a suspensão do caso. Para os advogados do presidente, o processo deve ficar paralisado até a decisão final sobre a validade das delações da JBS.

Na petição, o advogado Antonio Claudio Mariz, representante de Temer, alegou que as acusações referem-se a um período em que presidente não estava no cargo. De acordo com a Constituição, o presidente da República não pode ser alvo de investigação sobre fatos que aconteceram antes de assumir a chefia do governo.

Por Agência Brasil

STF – Janot finaliza denúncia contra Temer e deve acusá-lo por dois crimes

O presidente será acusado pelo procurador-geral da República de integrar o ‘quadrilhão do PMDB’. Aliados dizem que Temer fará pronunciamento ainda hoje

A três dias de entregar o cargo de procurador-geral da República, Rodrigo Janot deve apresentar nesta quinta-feira uma segunda denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB) ao Supremo Tribunal Federal (STF) – acusando-o de integrar o “quadrilhão do PMDB”. 

Foto: Antonio Cruz/Agencia Brasil

Foto: Antonio Cruz/Agencia Brasil

A denúncia vai ser baseada em inquérito aberto pelo STF para investigar o peemedebista por corrupção, obstrução de Justiça e organização criminosa, e em elementos da delação do corretor Lúcio Funaro. 

Na sexta-feira passada, Janot denunciou políticos do PMDB pela formação de organização criminosa. São alvos da denúncia os senadores Edison Lobão (MA), Jader Barbalho (PA), Renan Calheiros (AL), Romero Jucá (RR) e Valdir Raupp (RO), além dos ex-senadores José Sarney e Sérgio Machado – acusados de controlar nomeações de diretorias da Petrobras em troca de propina que chegou a R$ 864 milhões, além de terem causado um prejuízo de R$ 5,5 bilhões à estatal e de R$ 113 milhões à Transpetro.

Outra vertente do procurador-geral é a bancada do PMDB na Câmara: os deputados são acusados de terem recebido pelo menos R$ 350 milhões no esquema de corrupção da Petrobras. O alvo direto nesse caso também é Michel Temer, apontado como o líder da bancada, formada por seus principais aliados. 

De acordo com aliados do presidente, assim que a denúncia for apresentada ao STF, Michel Temer fará um pronunciamento político. A ideia é repetir a tese de que Lúcio Funaro mente e não merece credibilidade, assim como as gravações dos empresários da JBS. 

Janot também deve ser alvo, em razão da divulgação de uma foto em que ele aparece sentado à mesa em um bar de Brasília ao lado do advogado Pierpaolo Bottini, que atua para a JBS.

Derrotas

No campo jurídico, Temer sofreu nessa quarta-feira (13) duas derrotas no STF: a Corte rejeitou declarar como suspeito o procurador-geral Rodrigo Janot e adiou para a semana que vem a suspensão de uma eventual segunda denúncia.

Com isso, a Justiça deixou aberta uma janela para que Janot denuncie Temer novamente antes do fim de seu mandato na PGR. Temer participa da solenidade de posse da nova procuradora-geral, Raquel Dogde, na manhã de segunda-feira (18), antes de viajar para os Estados Unidos.

Assessores de Temer dizem acreditar que Janot tentará vincular as declarações de Funaro a de outros delatores para acusar Temer de atuar, de forma contínua, em uma organização criminosa. Assim, conseguiria justificar a denúncia, porque os fatos relatados pelo corretor são anteriores à data em que o peemedebista assumiu a Presidência.

Temer repetirá, com essa estratégia, o que fez por ocasião da primeira denúncia contra ele. No fim de junho, ele afirmou que a acusação era uma “ilação” da Procuradoria e mirou no ex-procurador da República Marcelo Miller, que auxiliava Janot e teve um pedido de prisão negado pelo Supremo, dizendo que recebera “milhões” para sair do Ministério Público e trabalhar na defesa do frigorífico JBS. 

O presidente chegou a insinuar que o dinheiro não fosse unicamente para Miller e que poderia ter beneficiado Janot, embora tenha negado essa intenção. 

A primeira denúncia em que o presidente foi acusado de corrupção passiva foi rejeitada pela Câmara dos Deputados no início de agosto com mais de 120 votos de margem. (Com  agência)

Por Estado de Minas

MPF denuncia Lula por corrupção passiva na Operação Zelotes

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou nesta segunda-feira (11) o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o ex-chefe de gabinete da Presidência da República, Gilberto Carvalho, por corrupção passiva, em um dos processos da Operação Zelotes. Os procuradores do caso também acusam mais cinco investigados de beneficiar montadoras de veículos por meio da edição de medidas provisórias.

Montadoras de veículos teriam prometido a Lula R$ 6 milhões em propina, em troca da aprovação de uma MP para o setor (Foto: Leonardo Benassatto/Reuters)

Montadoras de veículos teriam prometido a Lula R$ 6 milhões em propina, em troca da aprovação de uma MP para o setor (Foto: Leonardo Benassatto/Reuters)

De acordo com a denúncia, as empresas automobilísticas teriam prometido R$ 6 milhões a Lula e Carvalho, como propina, em troca de benefícios para o setor. O dinheiro seria direcionado às campanhas do PT.

“Diante de tal promessa, os agentes públicos, infringindo dever funcional, favoreceram às montadoras de veículos MMC (Mitsubishi) e Caoa, ao editarem, em celeridade e procedimento atípicos, a Medida Provisória n° 471, em 23/11/2009, exatamente nos termos encomendados, franqueando aos corruptores, inclusive, conhecimento do texto dela antes de ser publicada e sequer numerada, depois de feitos os ajustes encomendados”, afirma o MPF.

Caneta

A presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), declarou em nota que o MPF segue “firme em sua estratégia para condenar Lula a qualquer custo”. Gleisi prosseguiu afirmando que a MP tramitou no Congresso e foi aprovada por parlamentares da base e da oposição ao governo Lula.

Gilberto Carvalho negou as acusações e disse ter recebido com um misto de tranquilidade e indignação a decisão da Procuradoria do Distrito Federal de denunciá-lo. “O que posso dizer sobre isso é que acabo de vender meu apartamento. Porque não consegui pagar o financiamento, estou vivendo de aluguel. Não roubei. Não tenho uma caneta esferográfica ou um clipe levados do governo”, afirmou o ex-ministro, que chama de absurda a denúncia por ser, segundo ele, apresentada sem provas.

O advogado Paulo Emilio Catta Preta, que defende a Caoa, afirmou que a empresa manifesta surpresa com a notícia do oferecimento da denúncia, porque os fatos relativos à edição da MP já foram objeto de “minuciosa investigação policial – e mesmo de demanda judicial – onde restou comprovada a absoluta inocência da empresa”.

Da Agência Brasil

Temer conquista votos suficientes e se livra de ser investigado no STF

O presidente da República conseguiu os 172 votos necessários para barrar o prosseguimento da denúncia contra ele

MICHEL

Mesmo antes do fim da votação no plenário da Câmara dos Deputados, na noite desta quarta-feira (2/8), o governo conseguiu os 172 votos necessários para barrar o prosseguimento da denúncia contra o presidente Michel Temer por corrupção passiva, no Supremo Tribunal Federal. O voto decisivo foi dado pelo deputado Aureo (SD-RJ).

A sessão, que analisou o relatório apresentado pelo deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG) na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), que recomendou a rejeição da denúncia contra Temer, começou às 9h desta manhã. Por volta das 15h30, o placar registrava a presença de 342 deputados no Plenário – quórum mínimo para que ocorresse a votação – e 463 deputados na Casa. Os parlamentares discursaram a favor e contra a denúncia.

No fim da tarde, o plenário foi marcado por empurra-empurra e confusão durante o discurso do líder da minoria, deputado Zé Guimarães (PT-CE). O tumulto começou após dois parlamentares jogarem camisetas um no outro e logo tornou-se geral. Outros deputados jogaram dólares falsos para o alto e começaram a gritar.

Malas de dinheiro também foram levantadas e o famoso boneco Pixuleco, na forma do ex-presidente Lula com uniforme carcerário, foram trazidos. Um deles estava na mão do presidente do PT, Carlos Zarattini (PT-SP). 

Mais cedo, o advogado de Temer, Antônio Mariz de Oliveira, pediu aos deputados que não acatassem o pedido para remeter a denúncia. “Deem um ano e meio para Temer seguir sua ‘obra magnífica’”, afirmou da tribuna, ao fazer a defesa do presidente e afirmar ter certeza de que a denúncia não será acatada.

O advogado criticou a delação de Joesley Batista e destacou que a gravação da conversa do empresário com o presidente teve “deturpação, enxertos e uma série de vácuos”, por isso questionou a sua legitimidade como prova. 

O presidente passou a ser investigado após as delações premiadas da JBS. O empresário e um dos donos do grupo JBS, gravou, sem o conhecimento de Temer, uma conversa com ele no palácio do Jaburu, em 7 de março.   

Repercussão 

A votação de hoje repercutiu entre os internautas do país. A #InvestiguemoTemer é o segundo assunto mais comentado no mundo e no Brasil pelo Twitter. Mas, apesar disso, a  mudança de time do jogador de futebol Neymar está causando mais comoções nos usuários da rede. Nas últimas 24 horas, o assunto foi o segundo mais procurado nas buscas do Google. 

Por Correio Braziliense

Cachoeirinha-PE: Parceria entre população e prefeitura resulta em cidade limpa e organizada – Denúncia atendida, pneus retirados!

Qual o dever da população no que diz respeito ao cumprimento das leis morais e éticas de um município? O que ela deve fazer ao ver algum fato que prejudica tanto o meio ambiente, quanto a sociedade em geral?

Essas perguntas podem ser respondidas por meio da atitude de um morador que realizou uma denúncia anônima a respeito de alguns pneus que estavam localizados em um lugar inapropriado na Travessa Rita Alves Espíndola, que fica próximo à Vila Pombos. Estes pneus estavam sendo motivo de preocupação para a vizinhança, visto que este material é propício para foco de mosquitos, a exemplo do Aedes aegytpi, o vetor transmissor da dengue, chikungunya e zika. 

Após informações repassadas para a redação da Nova Replay da cidade de Cachoeirinha-PE, a equipe de reportagem se deslocou até a referida rua, visando averiguar a veracidade dos fatos, e na manhã da última quarta-feira (06.01), ao entrar em contato com a secretaria de obras do município, o representante da mesma, o Sr. Rildo José Neves, ao tomar conhecimento acerca destes pneus, afirmou que nesta quinta-feira (07), uma equipe de funcionários do município estaria no local para a retirada dos mesmos.

CONFIRA A MATÉRIA DA DENÚNCIA PELO LINK ABAIXO:

Sendo assim, na manhã desta sexta-feira (08), a equipe de reportagem novamente se deslocou até a Travessa Rita Alves Espíndola, para conferir se o material havia sido retirado. Logo pela avenida que dá acesso à Vila Pombos, foi possível notar que os pneus não estavam mais no local.

IMG_20160108_112801829 IMG_20160108_112814254 IMG_20160108_112830520 IMG_20160108_112852394 IMG_20160108_112921107

É importante ressaltar o quanto vale a opinião da população e a responsabilidade por parte da prefeitura municipal, pois mesmo diante de toda a fiscalização que é executada na cidade, há vezes em que fatos, como este dos pneus, passa despercebido aos olhos dos funcionários públicos.

E nesta hora que o povo deve usar de sua voz para anunciar o que deve melhorar e denunciar o que precisa ser visto por todos, para que por meio de atitudes baseadas na preocupação com a qualidade de vida, o benefício seja garantido tanto para a sociedade, quanto para a preservação do meio ambiente e organização do município.

Cachoeirinha-PE: DENÚNCIA – Pneus expostos deixam moradores com medo do mosquito Aedes Aegypti e das doenças que ele pode causar

A equipe de redação da Nova Replay da cidade de Cachoeirinha, situada no Agreste Pernambucano, recebeu uma denúncia por meio do aplicativo Whatsapp de um morador, referente a alguns pneus que encontram-se depositados em cima de umas pedras localizadas na Travessa Rita Alves Espíndola, que fica próximo à Vila Pombos.

O morador, que preferiu o anonimato, afirmou que as pessoas que residem próximo ao local onde encontram-se os pneus, estão com medo, devido o fato deles acumularem água e consequentemente tornarem-se foco para o mosquito Aedes aegytpi, o transmissor das doenças que têm causado pânico à população brasileira, sendo elas a dengue, a chikungunya e zika. Também foi informado que em uma família que reside no local, há uma gestante e a mesma além de estar preocupada com sua saúde e a do seu filho(a), eles encontram-se em perigo, visto que o estado de Pernambuco tem sido palco da microcefalia, a doença que tem afetado recém-nascidos e segundo pesquisas, ela está relacionada ao Zika vírus.

Algumas fotos foram enviadas pela pessoa que realizou a denúncia, no entanto, na manhã do dia seguinte, a equipe da Nova Replay esteve no local para registrar melhor o fato.

IMG-20151223-WA0044

Imagens cedidas via whatsapp

IMG-20151223-WA0045 IMG-20151223-WA0047

IMG_20151226_124003309

Fotos da equipe da Nova Replay

IMG_20151226_123845017

IMG_20151226_123903777 IMG_20151226_123909926 IMG_20151226_123914198 IMG_20151226_123929939

Buscando soluções para tal problema, na manhã desta quarta-feira (06), a equipe de reportagem entrou em contato com o secretário de obras do município, Rildo José Neves, onde foram repassadas as informações para o mesmo acerca da denúncia. Sendo assim, o secretário afirmou que na manhã desta quinta-feira (07), uma equipe de funcionários estará no local para a retirada dos pneus.

Diante deste fato, é importante ressaltar que a população precisa cooperar com o bem estar e qualidade de vida de todos, pois no momento em que uma pessoa prejudica o meio ambiente ou até mesmo deposita objetos ou lixo em lugares inapropriados, ela mesma está sendo sujeita aos perigos das doenças já citadas.

Comece a mudar o mundo por você mesmo. Como disse Paulo Freire: Se a educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela tampouco a sociedade muda”. Utilize-se da arma mais poderosa, a educação, e faça dela sua parceira. Seja a mudança que o mundo precisa, a começar pelo simples fato de não jogar um papel de bala no meio da rua.

Cachoeirinha/São Bento do Una-PE: Na luta do combate ao crime, Polícia Militar dispõe de disque denúncia pelo whatsapp

A Polícia Militar criou uma ação, intitulada “PM Conectado”, que tem como objetivo agilizar as operações policiais, contando com a ajuda da população. Para isso, os munícipes das cidades de São Bento do Una e Cachoeirinha, ambas situadas no Agreste Pernambucano, poderão fazer denúncias pelo aplicativo Whatsapp através do número (81) 99300-4503.

A ação mobilizada nos municípios acima citados, está sob o comando do capitão Gilson Cerqueira, ele que comanda a 2ª CPM no 15ª Batalhão da Polícia Militar, o qual tem promovido reuniões com efetivos, realizando audiências públicas junto a população e orgãos municipais, no intuito de escutar sugestões e debater soluções que venham combater o crime.

w1-620x330

A participação da população é de suma importância, principalmente quando o crime não apenas é denunciado, mas também registrado na delegacia. Muitos casos não são registrados na Polícia Civil pelas vítimas, dificultando assim o trabalho dos policiais que ficam sem força de provar contra os suspeitos; na cidade de São Bento, bem como em Cachoeirinha, há um agravante ainda maior, pois infelizmente o município não dispõe de um delegado titular, o que faz retrair as vítimas em registrar a ocorrência.

Denuncie e ajude a polícia a combater a violência e a criminalidade. O anonimato é garantido.

 

TV Nova Replay

Canhotinho-PE: Funcionários denunciam atraso de salários e benefícios por parte de Empresa de Segurança Eletrônica

Nossa equipe foi procurada, através das redes sociais, por um funcionário da empresa Mandacaru – Sistemas de Segurança Eletrônica, para denunciar o atraso de salários e benefícios, por parte da empresa.

O funcionário, que não quis se identificar, afirma que os salários estão há 2 meses atrasados, além de 7 meses de vale alimentação, 1 ano sem depósito de FGTS, 10 meses de contribuições previdenciárias, alguns funcionários com férias vencidas e cerca de 2 anos com o mesmo fardamento.

Diante de tantas irregularidades, segundo os funcionários, a empresa sequer se pronuncia a respeito, deixando os funcionários sem previsão de regularização.

Os funcionários da empresa já aderiram a uma paralisação que acontecerá na próxima segunda-feira, dia 17, em frente a agência do INSS, em Garanhuns-PE.

“Lembrando que os Senhores vigilantes precisam pagar suas dívidas, que vencem todo mês, e não de 3 em 3 meses. Muitos não moram nos lugares que trabalham e precisam pagar transporte e com qual dinheiro vamos fazer isso?”Funcionário da empresa Mandacaru Sistemas de Segurança Eletrônica

11852954_714693251993012_1895214129_o 11873153_714693185326352_1568371458_o

denuncia-banner-780x340

TV Replay, o que é bom se repete!

Canhotinho-PE: Vereador Célio Amorim faz novas denúncias contra o hospital e contra uma médica

Aconteceu nesta terça-feira (24), a 5ª Reunião Ordinária do 1º Período Legislativo de 2015, da Câmara de Vereadores.

Na ocasião, o vereador Célio Amorim fez uso da tribuna para parabenizar o jornal “A Folha de Canhotinho” pela passagem dos seus 10 anos de fundação.

Além disso, apresentou novas denúncias contra a saúde, hospital da cidade e contra uma médica.

Confira!

Captura de tela 2015-03-31 09.28.12

 TV Replay, o que é bom se repete!

Cachoeirinha-PE: Parte de muro da Escola Corsina Braga que estaria desabando, é reparado

No mês de julho do corrente ano, a TV Replay, recebeu uma denúncia de um aluno da Escola de Referência Corsina Braga, que não quis que seu nome fosse identificado para evitar represálias, onde relatava que o muro que dá para frente da escola, estaria prestes a cair.

Estivemos na referida escola e constatamos a veracidade dos fato. O muro da escola estava rachado e protegido por um objeto de madeira que aparentava ser uma bancada ou um palco.

1

ANTES

2 3 4 5 6 7 8

Como é do conhecimento de todos, a escola e seus mantenedores realizam um trabalho de referência, e prezam por zelar pelo melhor para seus alunos.

Desta forma, na ocasião entramos em contato com um dos responsáveis pela mesma, o secretário Geraldo Magela, que nos informou que a Gestora do Colégio, já estaria tomando providências para regularizar a situação, solicitando uma visita de viabilidade técnica à GRE, para que engenheiros pudessem dar um parecer o mais breve possível.

Nesta terça-feira (19.08), voltamos a escola de referência e observamos o muro com seus devidos reparos. Conversamos com o secretário Geraldo Magela, que nos informou que o engenheiro da regional fez a visita e analisou que o muro não estaria todo comprometido, apenas necessitando de reparos na área localizada. Desta forma foi feito o reparo, faltando apenas o acabamento, que ainda não foi concluído, pois, por questões burocráticas, pelo fato de ter mudado de gestão e ainda não ter sido nomeado o próximo gestor, não foi solicitado recurso para tal conclusão, visto que a escola não dispõe de recursos próprios.

20140819_143111

DEPOIS

20140819_142935 20140819_142952 20140819_143021 20140819_143100

Assim, acreditamos que não há mais risco para os alunos e para quaisquer transeuntes que por ali venham a passar.

Queremos parabenizar os gestores e colaboradores desta entidade pela desenvoltura com que solucionam os problemas desta escola. São de pessoas dessa forma, com essas atitudes que conseguem passar para seus alunos, um pensamento de responsabilidade e comprometimento com as causas.

 

TV REPLAY, O QUE É BOM SE REPETE!

 

Cachoeirinha-PE: Denúncia! Muro torto ameaça cair em escola estadual

A TV Replay, recebeu uma denúncia de um aluno da Escola de Referência Corsina Braga, que não quis que seu nome fosse identificado para evitar represálias, onde relata que o muro que dá para frente da escola, está prestes a cair. Nas fotos, podemos ver que nas imediações, existe fluxo de estudantes e que também não há nenhuma sinalização sobre o que estaria ocorrendo. Ainda nas fotos podemos ver que o muro da escola aparece rachado e protegido por um objeto de madeira que aparenta ser uma bancada ou um palco.

Nas fotos seguintes, perceba que os alunos trafegam na calçada por fora do muro, sem se dar conta do que pode acontecer. O aluno ainda alertou no e-mail que recebemos, sobre o perigo deste muro vir a desabar em qualquer que seja a pessoa que por ali passe. Com as chuvas típicas dessa época do ano, o perigo aumenta ainda mais.

IMG-20140630-WA0024 IMG-20140630-WA0025 IMG-20140630-WA0026

 

DSC_0001 DSC_0002 DSC_0003 DSC_0004 DSC_0005 DSC_0006 DSC_0007 DSC_0008 DSC_0009 DSC_0010 DSC_0011 DSC_0012

Sabedores do trabalho que é desenvolvido nesta escola, e de como procuram com zelo cuidar de seus alunos, entramos em contato com um dos responsáveis pela mesma, o secretário Geraldo Magela, que nos informou que a Gestora do Colégio, já está tomando providências para regularizar a situação, visto que a escola não dispõe de recursos próprios, solicitou uma visita de viabilidade técnica à GRE, para que Engenheiros possam dar um parecer o mais breve possível.

TV REPLAY, O QUE É BOM SE REPETE!

Cachoeirinha-PE: “…pessoas mal informadas saem falando o que não sabem…” disse Secretário de Agricultura sobre denúncia das cisternas na internet

O município de Cachoeirinha foi contemplado com um recurso do governo federal, do projeto “Água para todos”, onde cerca de 250 famílias serão beneficiadas com cisternas de polietileno.

Essas cisternas estão alocadas às margens da BR 423 e toda uma polêmica tem sido gerada em relação ao local as quais as cisternas estão depositadas.

cisternas

Após polêmica veiculada em rede social, a qual dizia que cisternas do governo estariam em uma propriedade do prefeito e que o mesmo estaria se utilizando das mesmas para fazer politicagem, o Secretário de Agricultura, Romualdo Morais, em entrevista a TV Replay esteve esclarecendo os fatos, apresentando as documentações que viabilizaram o projeto.

oficio 1 oficio 2

Argumentou que a Prefeitura de Cachoeirinha, que não tinha isso no passado, está regular hoje em dia, o que faz com que o Prefeito Carlos Alberto, consiga inúmeras verbas para cidade, como foi o caso das cisternas, de verba do Governo Federal.

Além da cidade ter sido contemplada com as cisternas, elas vieram para o povo, e ao povo serão doadas; porém o secretário lembra que, sendo do Governo Federal, só quem pode fazer a entrega das mesmas, é o responsável pelo projeto, neste caso, a prefeitura, só viabiliza. Como fez, em doar um terreno de fácil acesso, às margens da BR, onde fica fácil o manuseio de transporte de cargas.

Ainda adiantou a TV Replay, que poderia estar em qualquer lugar armazenadas até a entrega às famílias, como no caso, em terreno até da pessoa que sem conhecimento expôs nas redes sociais.

secretario

Confira!

TV REPLAY, NÓS ESTAMOS ONDE A NOTÍCIA ESTÁ!

 

Lagoa dos Gatos-PE: Ossada Humana é encontrada

A equipe da Polícia Militar de Lagoa dos Gatos, foi acionada na manhã desta última quarta-feira (19), pois surgiu uma denúncia ao pelotão local, que um corpo humano havia sido encontrado por populares no sitio Limão, na zona rural da cidade, em uma área de difícil acesso.

A PM acionou o IC e IML que foram ao local e encontraram a ossada enterrada em uma cova rasa, porem só foram encontrados o crânio, o fêmur e 3 ossos da costela, ao lado da cova foi encontrado um facão que possivelmente foi utilizado no crime.

De acordo com a polícia, os restos mortais pertenciam a um homem que não foi identificado, mas que provavelmente foi assassinado a golpes de facão e foi enterrado pelo assassino.

A ossada foi encaminhada ao IML do Recife e o resultado só deve ser divulgado em 30 dias.

P19-03-14_13.37

P19-03-14_13.38

P19-03-14_13.39

P19-03-14_14.13

P19-03-14_14.03[03]

P19-03-14_14.09

P19-03-14_14.11

TV Replay, informações é aqui!

Cachoeirinha-PE: Esgoto corre à céu aberto…o descaso continua!

Moradores da Vila Samaritana fizeram uma denúncia na TV Replay, em que um esgoto corria a céu aberto pelas ruas Luíz Simões e Abílio Simões.

A TV Replay, procurou o Secretário de Obras, Rildo José Neves, no dia 22 de janeiro de 2014, para saber o que estaria acontecendo e se teria alguma previsão para que o problema daquela localidade fosse sanado.

20140220_105748 20140220_105806 20140220_105818 20140220_105827 20140220_105843 20140220_105854

Na ocasião, o mesmo teria dado uma previsão de 2 semanas para iniciar os trabalhos nas ruas citadas, no entanto, nesta quinta-feira (20.02), quase um mês depois nada foi feito.

A TV Replay, estará mostrando toda semana esse descaso até que as obras sejam iniciadas.

O vídeo da denúncia por parte da moradora, foi publicado dia 20 de janeiro de 2014, REVEJAM!

TV Replay, informações é aqui!

Cachoeirinha-PE: Após denúncia, Diretora de Hospital mostra sua versão em atendimento a paciente

Após publicação de denúncia no Hospital Nair Alves Raimundo, a TV Replay fez contato com o Secretário de Saúde do município, Dr. Sílvio Romero Ramos e com a Diretora da Unidade, Marisla Macêdo, que discordou das informações apresentadas e nos mostrou imagens de vídeo dando nova versão ao caso.

A TV Replay, obteve com exclusividade vídeos do dia em que o Sr. Marcos André foi atendido no hospital local.

1 2 3 4

Confira!

TV Replay, informações é aqui!

Cachoeirinha-PE: Secretário de obras promete resolver o problema do esgoto da Vila Samaritana

Após denúncia de uma moradora da Vila Samaritana em que um esgoto corria a céu aberto pela rua onde a mesma reside, e por falta de saneamento eram obrigados a conviver com o problema, a TV Replay, procurou o Secretário de Obras, Rildo José Neves para saber o que estaria acontecendo e se teria alguma previsão para que o problema daquela localidade fosse sanado.

Nova Imagem

O secretário disse já estar ciente do problema, e alegou que a prefeitura só dispõe de 10 homens trabalhando na referida secretaria, e estes são para todos os trabalhos da cidade, quando se refere a obras.

Também se mostrou preocupado em relação as construções, principalmente se tratando dos imóveis oferecidos pelos corretores da Caixa, pois, segundo o mesmo, o pedido de licença de construção só é feito na Prefeitura após as construções já estarem com suas estruturas levantadas, e que estas pessoas vão direto ao setor tributário e solicitam o “Habits” que é o ato administrativo emanado de autoridade competente que autoriza o início da utilização efetiva de construções ou edificações destinadas à habitação, onde trata-se de um documento que comprova que um empreendimento ou imóvel foi construído seguindo-se as exigências (legislação local, especialmente o Código de Obras do município) estabelecidas pela prefeitura para a aprovação de projetos.

Porém muitas vezes estes imóveis estão em desacordo com suas estruturas, motivo este que o secretário disse já ter comunicado ao setor tributário, e alegou já ter também comunicado ao Prefeito que toda obra na cidade, deverá antes de tudo passar pela referida secretaria, para só assim o alvará de licença de construção ser deferido e autorizado.

Diante do exposto, o Senhor Rildo José, Secretário de Obras, deu uma previsão de 2 semanas para iniciar os trabalhos na Rua Luíz Simões e Abílio Simões, pois, segundo o mesmo que já esteve no local citado, há um desnível grande no terreno e já foi encontrado uma solução para que este seja recuperado, onde será feita aberturas em algumas fossas que ficam à cerca de 400 metros, encontrando assim, um nível para que o esgoto consiga escoar de forma livre.

Nova Imagem

Ainda segundo o Secretário, por algumas vezes puseram canos de PVC no esgoto citado, porém o peso dos veículos rompem os mesmos, mas que há uma preocupação por parte da secretaria não só na Rua a qual nos referimos nesta matéria, porém algumas outras localidades da cidade também estão passando por problemas semelhantes, a exemplo da Vila Pombos.

Nesse caso, fica prometido para início das obras até no máximo dia 04 de fevereiro de 2014, ou seja o prazo de 2 semanas.

Em se cumprindo, a população com certeza, principal beneficiada, agradece!

TV Replay, o que é bom se repete!

 

Caruaru-PE: Gerência de Proteção Animal investiga mais uma denúncia

Nesta quinta feira, (09/01), a Gerência de Proteção dos Animais da Prefeitura de Caruaru recebeu uma denúncia anônima relatando que uma capivara e um cachorro haviam morrido, sendo vítimas de uma armadilha que foi instalada por um dos moradores da Vila de Jacaré de Gonçalves Ferreira, zona rural de Caruaru, onde um fio com corrente elétrica foi ligado na cerca de arame farpado, tendo por intuito matar com descarga elétrica qualquer animal que se aproximasse da sua propriedade.

No mesmo dia que recebeu a denúncia, uma equipe de fiscais da gerencia de Proteção dos Animais, acompanhada da Polícia Militar e agentes da Destra, foi até o local, onde encontraram fios soltos próximos à cerca. O morador foi orientado a retirar os fios e o caso será enviado ao Ministério Público.

De acordo com Fagner Fernandes, diretor da Gerência, é importante que as pessoas denunciem, para que a Gerência, em parceria com a Polícia Militar e a Destra, faça a autuação e encaminhe ao Ministério Público, para que as medidas cabíveis sejam tomadas.

A Gerência lembra ainda que, de acordo com a Lei Federal nº 9.605, no art. 32, é prevista pena de detenção, de três meses a um ano, e multa para quem praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos; e no inciso 2º, que a pena é aumentada de um sexto a um terço, se ocorre morte do animal.

749-360-27669136

TV Replay, o que é bom se repete!

Fonte: http://www.caruaru.pe.gov.br

Cachoeirinha-PE: Presidente da Câmara afirma que o concurso público estará dentro dos critérios estabelecidos pelo TCE conforme conversa com o Prefeito

Com o objetivo de levar aos eleitores informações a respeito dos projetos, das ações e explicações do Legislativo Municipal, a TV Replay esteve presente na Casa Vereador Cícero Cintra em Cachoeirinha/PE.

Reunião ocorrida em 26.11.2013.

Assista, comente, curta, compartilhe e divulgue. Mande sugestões e críticas. Nossos contatos:

  • Facebook: TV REPLAY
  • Email: tvreplay@tvreplay.com.br
  • Sitewww.tvreplay.com.br

Vereadores presentes:

Jonas Costa Eduardo

José Alves Machado (Genildo Dentista)

Roberto Dilson

Givaldo Farias (Espírito Santo)

Osvaldo Jacinto

Geraldo Otaviano ( Branco)

Necis Maria

Sílvia Magnólia

Esmar Santos

Cícero Venâncio Mariano (Cícero de Cabanas)

Vereadores Ausentes:

Jailson dos Santos (Jailson de Milton)

Confira!

TV Replay, o que é bom se repete!

Cachoeirinha-PE: “Queria eu a toda sua pergunta ter a resposta…sua denúncia é grave e é preciso ser apurada…” Presidente da Câmara respondendo ao Vereador Esmar em relação a denúncia do concurso público

Com o objetivo de levar aos eleitores informações a respeito dos projetos, das ações e explicações do Legislativo Municipal, a TV Replay esteve presente na Casa Vereador Cícero Cintra em Cachoeirinha/PE.

Reunião ocorrida em 26.11.2013.

Assista, comente, curta, compartilhe e divulgue. Mande sugestões e críticas. Nossos contatos:

  • Facebook: TV REPLAY
  • Email: tvreplay@tvreplay.com.br
  • Sitewww.tvreplay.com.br

Vereadores presentes:

Jonas Costa Eduardo

José Alves Machado (Genildo Dentista)

Roberto Dilson

Givaldo Farias (Espírito Santo)

Osvaldo Jacinto

Geraldo Otaviano ( Branco)

Necis Maria

Sílvia Magnólia

Esmar Santos

Cícero Venâncio Mariano (Cícero de Cabanas)

Vereadores Ausentes:

Jailson dos Santos (Jailson de Milton)

Confira!

TV Replay, o que é bom se repete!

Cachoeirinha-PE: “Minha gente onde estão vocês?aquelas pessoas que no início nos diziam: Vão em frente!!!, e hoje estamos só! Apelo da Presidente da SPAC para salvar a ONG – PARTE FINAL

A TV Replay recebeu uma denúncia de moradores que residem próximo ao antigo matadouro, em relação a SPAC (Sociedade Protetora dos Animais de Cachoeirinha).

Nesta parte da matéria, a Diretora da SPAC, Rosane Raimundo, fala da participação da Prefeitura Municipal junto a ONG, também a Presidente da SPAC, Geane Arandas, explica que no início do projeto, a quantidade de animais que seriam recuperados das ruas seriam uma quantidade específica, porém, a população tem deixado animais constantemente jogados na ONG e os voluntários e colaboradores não conseguem vê-los e devolve-los as ruas, para que sofram.

Confira!

TV Replay, o que é bom se repete!

Cachoeirinha-PE: “Além de estarmos ajudando a salvar animais, também estamos cooperando para a limpeza do município”, relata Presidente da ONG em relação a denúncia recebida – PARTE IV

A TV Replay recebeu uma denúncia de moradores que residem próximo ao antigo matadouro, em relação a SPAC (Sociedade Protetora dos Animais de Cachoeirinha).

Nesta parte da matéria, a Presidente da SPAC, Geane Arandas, faz apelo, reiterando o fato de que a ONG não quer problemas com ninguém, e que tem ciência de que este trabalho além de ajudar animais, também ajuda na limpeza do município.

Confira!

TV Replay, o que é bom se repete!

Cachoeirinha-PE: “Nós nunca pensamos que a gente tentando fazer o bem, poderia prejudicar a população…” disse a Presidente da SPAC quanto a denúncia feita – PARTE III

A TV Replay recebeu uma denúncia de moradores que residem próximo ao antigo matadouro, em relação a SPAC (Sociedade Protetora dos Animais de Cachoeirinha).

Nesta parte da matéria, a Presidente da SPAC, Geane Arandas discorre sobre os 3 pontos denunciados pelos moradores, quanto a fedentina do local, o barulho dos animais e a questão dos gatos estarem destelhando as residências.

Confira!

TV Replay, o que é bom se repete!

Cachoeirinha-PE: Moradores denunciam a SPAC (Sociedade Protetora dos Animais de Cachoeirinha) – PARTE I

A TV Replay recebeu uma denúncia de moradores que residem próximo ao antigo matadouro, em relação a SPAC (Sociedade Protetora dos Animais de Cachoeirinha).

Nos relatos, os moradores alegam a falta de estrutura, a fedentina e o barulho constante dos animais no local.

Confira!

TV Replay, o que é bom se repete!

 

Lajedo-PE: Rua Felipe Camarão há mais de 3 meses às escuras

A TV Replay foi até a Rua Felipe Camarão na última sexta-feira (08), a pedido de moradores, pois, há mais de 3 meses uma parte da rua tem estado às escuras por conta de um poste sem funcionamento.

Segundo os moradores da rua, é muito perigoso, pois, quando escurece, mesmo acendendo as luzes das próprias residências não é possível iluminar a rua, no entanto, a taxa que é cobrada de iluminação pública vem todo mês, mostrando o descaso com o consumidor e contribuinte.

Confira!

TV Replay, o que é bom se repete!

Altinho-PE: Ameaça e Pertubação de sossego

A Polícia foi acionada pelas vítimas: Erenice e Maria Vanda, as quais relatou, que por volta das 8h deste domingo (06), a pessoa de nome Marcelo José da Silva 19 anos, que reside no beco Camila Omêna em Altinho, estava ameaçando as vítimas, e com isso provocou-se um grande problema entre eles, já que os mesmos são vizinhos.

O problema foi gerado por conta que o indivíduo estava com a tv ligada em alto volume e discutindo bastante com as senhoras ali presente, assim pertubando o sossego de todos.

O que chamou a atenção dos policiais Teixeira Jr. e Judá, foi que o rapaz possui várias cirurgias por todo corpo, causadas por tiroteio com comparsas relacionado a drogas.

Em todo o corpo havia marcas de tiros, segundo o próprio Marcelo, ele foi alvejado por dez vezes e teria envolvimento com drogas no bairro em que mora, na Vila Nova de Altinho. As partes foram conduzidas até a DP de Plantão em Cupira-PE, para que a autoridade policial tomasse as medidas cabíveis.

DSC04943 (640x427) DSC05095 (640x427) DSC05100 (427x640) DSC05101 (640x427)

Marcelo ficou detido para averiguação, haja vista, que contra ele consta vários processos, dentre eles: tentativa de homicídio, tráfico… e outros mais.

Petrolina-PE: TRE-PE cassa o mandato do Prefeito Júlio Lóssio

O Prefeito de Petrolina, Julio Lossio, foi cassado pelo TRE. Denúncia de abuso de poder partiu do PSB.

1

O Prefeito de Petrolina, Julio Lossio (PMDB) foi cassado e considerado inelegível por oito anos pelo TRE-PE.

Ele acaba de postar na página que mantém no Facebook a confirmação da casssação e se diz tranquilo:

“Acabamos de receber noticia cassação TRE. Estou tranquilo e sabedor que Deus nos guia sobretudo nas dificuldades”.

Segundo informações do TRE, o prefeito foi condenado por cometer abuso de poder econômico durante a campanha eleitoral de 2012, quando foi reeleito.

A denúncia é do PSB, partido presidido pelo governador Eduardo Campos e derrotado  duas vezes por Lossio, em 2008 e 2012.

O placar da corte foi  3 a 3. O voto de minerva, que culminou com a cassação, coube a presidente do TRE, desembargador José Fernandes de Lemos.

O site do TRE-PE acaba de postar a notÍcia:

TRE-PE cassa o mandato do Prefeito Júlio Lóssio

O prefeito de Petrolina, Júlio Lóssio (PMDB), teve seu mandato cassado por decisão do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco, na sessão desta terça-feira (27).

A Corte Eleitoral julgou o recurso 14-29, interposto pelo PSB, que tratava de ato realizado em 2012, ainda no primeiro mandato de Lóssio a frente da prefeitura do município.

Na ocasião, houve a regularização de imóveis no loteamento “Terras do Sul”, por meio de lei sancionada pelo executivo em 28 de maio, já dentro do período eleitoral.

Os desembargadores eleitorais se dividiram no julgamento, tendo o relator, Desembargador Frederico Carvalho defendido o provimento parcial ao recurso, aplicando uma sanção ao prefeito, sem a perda do mandato, ressaltando que a doação dos lotes já era prevista desde 2010.

Porém, o Desembargador Fausto Campos divergiu, apresentando áudio do evento que marcou a entrega dos lotes, onde o discurso do prefeito teria intenções eleitorais.

Como o restante da Corte se dividiu, resultando em 3 votos a 3, o Presidente José Fernandes de Lemos proferiu o voto de desempate.

Em sua sustentação, disse que “o bem jurídico é o equilíbrio, a normalidade das eleições; qualquer ato que cause desequilíbrio é grave”.

Destacou ainda a ausência de divulgação da doação em 2010 e 2011, em contraponto à publicidade massiva dada em 2012 – ano eleitoral – pela prefeitura.

O resultado, portanto, culmina na cassação do mandato de Júlio Lóssio e sua inelegibilidade por 8 anos. À decisão, ainda cabe recurso ao Tribunal Superior Eleitoral.

Recife-PE: Procuradora do Município sente-se ameaçada e pede investigações à Polícia Federal

Sem alarde, nesta segunda-feira, a Procuradora do Município do Recife, Noélia Brito, depois de sentir-se ameaçada por anônimos na internet, protocolou denúncia na Polícia Federal.

1

“No pedido de investigação, apresento juntamente denúncia sobre irregularidades nas licitações do Reluz, já que as ameaças, pelo menos no email, faziam referência direta àqueles contratos”, explica.

“Estão ameaçando a mim e a minha mãe. Em um email que me mandaram, alguém usa um dos fakes que têm utilizado para me atacar nos comentários do Blog. Agora vou à polícia para que identifique essa psicopata porque extrapolou todos os limites da minha tolerância”.

Veja a mensagem abaixo.

“Em 21 de agosto de 2013 16:52, oswaldo serapiao <osvaldo.serapiao@gmail.com> escreveu:

noelia porra-louca felizmente vc nao entrou na onda de esculhambar com nosso digno prefeito geraldo julio no caso relux/iluminaçao publica de recife. Tambem nao esculhambou nosso grande governador eduardo. Sugerimos a vc tratar com muito carinho e respeito o querido prefeito e o queridissimo governador. Lembre-se que vc é da procuradoria da pcr e nao vai querer entrar numa fria nem se fuder. Continue sendo bem comportada no blog de jamildo e no seu lembranças para julieta brontee e seja feliz. tamo de olho. serapiao”, diz o e-mail citado.

Veja a denúncia protocolada acima.

Fonte: Natália Kozmhinsky

Cachoeirinha-PE: Sandra Guadagnano, docente do Pronatec, apresenta contra provas que a denúncia é evasiva

Quem pode se inscrever nos cursos?

  • Trabalhadores, inclusive agricultores familiares, silvicultores, aquicultores, extrativistas e pescadores;
  • Povos indígenas;
  • Comunidades quilombolas;
  • Adolescentes e jovens em cumprimento de medidas socioeducativas;
  • Desempregados;
  • Pessoas com deficiências;
  • Pessoas que recebem benefícios dos programas federais de transferência de renda ou que estejam cadastradas no CadÚnico;
  • Praças do Exército e da Aeronáutica com baixa do Serviço Militar ou Atiradores de Tiro de Guerra;
  • Estudantes matriculados no Ensino Médio das escolas públicas, inclusive na Educação de Jovens e Adultos.

1

Fonte: http://pronatec.mec.gov.br/index.php?page=hotsite2

Confira!

TV Replay, o que é bom se repete!

Cachoeirinha-PE: TV Replay procura o SESI para apurar denúncia

Confira!

Cachoeirinha-PE: Denúncia de desvio de verbas do Pronatec na cidade

Confira!

TV Replay, o que é bom se repete!

Cachoeirinha-PE: Denúncia! Vandalismo na Academia das cidades…

Confira!