Paudalho-PE: Policia Civil fez prisão temporária de investigados de latrocínio de um Policial Militar da Rocam

Em uma ação integrada a Polícia Civil e a Polícia Militar de Pernambuco, deram uma resolução rápida, eficaz e eficiente ao crime de latrocínio, ocorrido na sexta-feira (1º), por volta das 22h, na BR 408, Km 72, em Paudalho, tendo como vítima o Sd PMPE Plínio Paulo Nunes da Silva, que foi morto a tiros e teve sua motocicleta roubada.

Na ocasião foi preso em flagrante, pela polícia militar, no município de Araçoiaba – PE, o indivíduo Gregório Lourenço da Silva, o “Cabeleira”, de 29 anos. Com ele estava a motocicleta roubada e a arma de fogo com cartuchos deflagrados. No entanto, pelo fato de, naquele momento, a motocicleta não estar constando no sistema como roubada, Gregório foi autuado em flagrante delito por porte ilegal de arma de fogo e, em seguida, recolhido ao COTEL.

A polícia civil, prosseguindo com as diligências, conseguiu identificar o outro indivíduo Alex da Silva Neves, o “Alex”, com 19 anos, porém o acusado não foi preso e ainda se encontra em local incerto e não sabido. O delegado Marcos Roberto, responsável pelas investigações, representou pela prisão temporária dos dois acusados, para evitar que o Gregório seja posto em liberdade provisória e ainda possibilitar que o Alex seja preso.

Os dois acusados respondem pela pena, tendo a Justiça Pública deferido a representação pelo prazo de 30 dias, findo qual o referido inquérito será concluído e devidamente remetido à Justiça Pública da Comarca de Paudalho – PE.

unnamed
unnamed (1)
TV Replay, informações é aqui!

Caruaru-PE: Condenado a 26 anos e 6 meses por latrocínio é preso

Nesta quinta-feira (26), policiais da equipe Malhas da Lei de Caruaru prenderam Flaviano Manoel da Silva, o “Lulinha”, 33 anos, condenado a cumprir pena de 26 anos e 6 meses pelo crime de latrocínio.
Flaviano é acusado de, utilizando um porrete, desferir vários golpes contra a cabeça da vítima Juvenal Martiliano da Silva, no Bairro São João da Escócia, em Caruaru, momento em que subtraiu da vítima o valor de R$ 5,00 . Na época, o acusado foi preso em flagrante com o instrumento do crime.
Flaviano foi preso no Bairro Boa Vista I e em depoimento na delegacia, confessou que era evadido do Centro de Ressocialização do Agreste, em Canhotinho – PE e que havia tirado sua pulseira de monitoramento. Ele foi recolhido para a Penitenciária Juiz Plácido de Souza, em Caruaru.
Reprodução da Internet

Reprodução da Internet

TV Replay, o que é bom se repete!