STF aceita denúncia e Aécio Neves vira réu por corrupção

Senador se torna réu por corrupção passiva e obstrução da Justiça

Por unanimidade, os ministros da Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiram que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) deve ser investigado pelos crimes de corrupção passiva e obstrução de Justiça. A denúncia foi feita pela Procuradoria-Geral da República (PGR) em maio do ano passado, tendo como base a delação dos executivos da JBS. Dessa forma, o tucano passa agora a ser réu no processo.

Screenshot_20180417-200249~2

Também são alvos da mesma denúncia a irmã do senador Andrea Neves, o primo Frederico Pacheco e Mendherson Souza Lima, ex-assessor parlamentar do senador Zezé Perrella (MDB-MG), flagrado com dinheiro vivo. Todos foram acusados de corrupção passiva.

Em seu voto, o ministro Marco Aurélio Mello, que relata a ação, afirmou que estão presentes nos autos os elementos necessários para a aceitação das duas denúncias imputadas a ele. Ele foi acompanhado pelos ministros Roberto Barroso e Rosa Weber e Luiz Fux.

Apenas Alexandre de Moraes que votou contrariamente ao crime de obstrução de justiça, mas considerou suficientes os elementos para Aécio se torne réu por corrupção passiva.

Na denúncia, a procuradora-geral, Raquel Dodge, considera que as articulações feitas pelo senador “mostram que sua conduta incluiu todas as formas que estavam ao seu alcance para livrar a si mesmo e a seus colegas das investigações, desbordando de seu legítimo exercício da atividade parlamentar”. “Ao contrário, o senador não poupou esforços para, valendo-se do cargo público, atingir seus objetivos.”

Durante a sustentação oral, o procurador Carlos Alberto Carvalho, afirmou que há provas suficientes nos autos para permitir que a ação seja aceita e que para o Ministério Público não há dúvidas de que o empresário pagou o valor a Aécio. A estratégia seria na intenção de receber contrapartida do senador em momento oportuno.

“Recebeu R$ 2 milhões de Joesley Batista, quantia essa repassada por Ricardo Saud, representante do empresário, ao primo do senador Frederico Pacheco e a Mendherson. Em 4 parcelas. Importante frisar que a partir da 2ª entrega tudo foi registrado em áudio e vídeo”, afirmou.

Já o advogado de Aécio, Alberto Toron, afirmou que a PGR não conseguiu argumentar para comprovar a acusação de obstrução de Justiça, sendo usado apenas um telefonema entre o senador e o diretor da Polícia Federal, Leandro Daiello.

“Quatro magras páginas falam da questão da obstrução de Justiça, o que está a indicar que talvez tenha perdido sentido essa acusação”, afirma. Toron ainda considera que “não há nada” no processo que configure a prática de organização criminosa.

Já o advogado Marcelo Leonardo, que defende a irmã de Aécio, Andréa Neves, usou boa parte de seu tempo na tribuna para sustentar que o ex-procurador Marcelo Miller participou de todo o processo de negociação da delação da JBS e que isso inviabilizaria a denúncia. “Está evidente que houve a colaboração desse procurador para a entrega do senador Aécio Neves”, afirmou.

Antes dos ministros votarem, o relator da ação, Marco Aurelio Mello, votou pelo desmembramento dos inquéritos dos acusados que não têm foro privilegiado, mas prevaleceu o entendimento contrário. Para a maioria dos ministros, os casos estão intimamente interligados, o que não justificaria o desmembramento.

Em outra preliminar, os ministros também rejeitaram, desta vez por unanimidade, a nulidade do processo devido a participação do ex-procurador Marcelo Miller.

Por Diário de Pernambuco

Lula mantém decisão de não se entregar voluntariamente e aguarda a PF em SP

O ex-presidente Lula já montou toda uma estratégia para transformar a decisão do juiz Moro em um grande fato político e se tornar protagonista do ato da prisão

Na sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, onde passou a noite, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva mantinha a decisão, na manhã desta sexta-feira (6/4), de não se entregar à Polícia Federal (PF) em Curitiba, conforme o Correio adiantou ontem. O petista está no local, em São Bernardo do Campo (SP), na companhia dos filhos, amigos e dirigentes do Partido dos Trabalhadores (PT). A expectativa é que ele permaneça lá durante todo o dia.

(foto: Miguel Schincariol/ AFP )

(foto: Miguel Schincariol/ AFP )

No despacho em que determinou a prisão, o juiz Sérgio Moro, responsável pela Lava-Jato na primeira instância, concedeu ao ex-presidente Lula a possibilidade de se entregar voluntariamente, dando, para isso, o prazo de 17h desta sexta-feira. No entanto, o ex-presidente montou toda uma estratégia para transformar sua prisão em um grande fato político e se tornar protagonista do ato da prisão.

O petista combinou manter uma equipe de fotógrafos e videastas particulares em São Bernardo (SP) para que toda a ação da Polícia Federal seja registrada, de forma a espalhar as imagens para o mundo e ter o controle de parte do roteiro da prisão. Ele acredita que, dessa forma, se tornará, efetivamente, uma grande vítima de um sistema que está punindo um inocente.

Lula avisou aos mais próximos que ficará o tempo que for necessário na prisão e não quer saber de tornozeleira. Na cadeia, registrará todos os detalhes do seu dia a dia, repassando as informações a assessores com o intuito de provocar comoção, sobretudo entre seus seguidores, mantendo-se, assim, presente no noticiário.

Ele definiu, ainda, que vai registrar oficialmente a candidatura ao Palácio do Planalto. E terá como vice Fernando Haddad, ex-prefeito de São Paulo. O petista insistirá que só não conseguirá concorrer porque estará sendo vítima de um golpe. Ele vai se amparar no fato de que a sentença ainda não transitou em julgado e, assim, tem os direitos políticos mantidos.

Força para retomar Planalto

Tão logo o Superior Tribunal Eleitoral (TSE) negue o registro da candidatura, Lula lançará Haddad como cabeça de chapa. Nessa altura, acredita o ex-presidente, Haddad terá ganhado musculatura eleitoral e terá votos suficientes para ir ao segundo turno com chances de sair vencedor das urnas.

A estratégia de Lula tem por objetivo manter o PT vivo e no jogo. Sua prisão, portanto, terá a função de garantir ao partido força suficiente para retomar o controle do Palácio do Planalto. Lula sabe que, se bem trabalhada do ponto de vista de marketing, a prisão será um trunfo num jogo que muitos dão como perdido.

Lula já consultou seus aliados mais próximos. Muitos veem a estratégia com ressalvas, mas estão dispostos a dar o suporte necessário para que o ex-presidente consiga atingir seus objetivos. Colocar a PF em uma saia justa e tirar proveito político da prisão.

Por Correio Braziliense

MPF denuncia Lula por corrupção passiva na Operação Zelotes

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou nesta segunda-feira (11) o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o ex-chefe de gabinete da Presidência da República, Gilberto Carvalho, por corrupção passiva, em um dos processos da Operação Zelotes. Os procuradores do caso também acusam mais cinco investigados de beneficiar montadoras de veículos por meio da edição de medidas provisórias.

Montadoras de veículos teriam prometido a Lula R$ 6 milhões em propina, em troca da aprovação de uma MP para o setor (Foto: Leonardo Benassatto/Reuters)

Montadoras de veículos teriam prometido a Lula R$ 6 milhões em propina, em troca da aprovação de uma MP para o setor (Foto: Leonardo Benassatto/Reuters)

De acordo com a denúncia, as empresas automobilísticas teriam prometido R$ 6 milhões a Lula e Carvalho, como propina, em troca de benefícios para o setor. O dinheiro seria direcionado às campanhas do PT.

“Diante de tal promessa, os agentes públicos, infringindo dever funcional, favoreceram às montadoras de veículos MMC (Mitsubishi) e Caoa, ao editarem, em celeridade e procedimento atípicos, a Medida Provisória n° 471, em 23/11/2009, exatamente nos termos encomendados, franqueando aos corruptores, inclusive, conhecimento do texto dela antes de ser publicada e sequer numerada, depois de feitos os ajustes encomendados”, afirma o MPF.

Caneta

A presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), declarou em nota que o MPF segue “firme em sua estratégia para condenar Lula a qualquer custo”. Gleisi prosseguiu afirmando que a MP tramitou no Congresso e foi aprovada por parlamentares da base e da oposição ao governo Lula.

Gilberto Carvalho negou as acusações e disse ter recebido com um misto de tranquilidade e indignação a decisão da Procuradoria do Distrito Federal de denunciá-lo. “O que posso dizer sobre isso é que acabo de vender meu apartamento. Porque não consegui pagar o financiamento, estou vivendo de aluguel. Não roubei. Não tenho uma caneta esferográfica ou um clipe levados do governo”, afirmou o ex-ministro, que chama de absurda a denúncia por ser, segundo ele, apresentada sem provas.

O advogado Paulo Emilio Catta Preta, que defende a Caoa, afirmou que a empresa manifesta surpresa com a notícia do oferecimento da denúncia, porque os fatos relativos à edição da MP já foram objeto de “minuciosa investigação policial – e mesmo de demanda judicial – onde restou comprovada a absoluta inocência da empresa”.

Da Agência Brasil

Lula sangra

Luiz Inácio Lula da Silva sobreviveu ao escândalo do mensalão. Manteve-se cacique único do PT e conservou apoios na sociedade mesmo depois da ruína provocada pela candidata que afiançou e levou ao Palácio do Planalto.

La justicia niega la primera apelación de Lula contra su condena a prisión

Alvo de múltiplas investigações de corrupção, liderava com 30% as intenções de voto à Presidência na mais recente pesquisa Datafolha, de junho. Condenado em primeira instância no mês seguinte, manteve-se agarrado ao discurso de perseguido pelas elites nacionais.

Seria prematuro, assim, afirmar que Lula esteja abatido de modo irremediável pelo depoimento em que um ex-ministro da Fazenda de seu governo, Antonio Palocci, confirmou com minúcias o fluxo caudaloso de propinas da construtora Odebrecht para dirigentes petistas, seus aliados e, em particular, seu líder máximo.

Pode-se dizer, isso sim, que até então nenhuma testemunha com tanta familiaridade com as entranhas do partido havia atestado o alcance da corrupção relatada por empreiteiros, funcionários e operadores diversos à Lava Jato.

Ocioso recordar o protagonismo de Palocci no primeiro mandato de Lula, que o alçou à condição de interlocutor preferencial do PT com o mercado financeiro e grandes empresários.

Esteve entre os coordenadores da campanha de Dilma Rousseff, de quem foi o primeiro chefe da Casa Civil. Um de seus papéis —no qual fracassou por durar pouco no cargo–era assegurar que a sucessora de Lula não poria em prática teses econômicas exóticas.

A versão de Palocci para o “pacto de sangue” firmado em 2010 com a Odebrecht —envolvendo propinas de R$ 300 milhões, inclusive as benesses imobiliárias para o presidente que saía — pode, claro, ser mentirosa. Mas não por desconhecimento de causa.

Dizem os petistas que o ex-ministro, também condenado por corrupção, cria um enredo para se tornar delator e ter reduzida sua pena.

Nada disso altera o essencial: a Petrobras e outros setores do governo foram devastados por desvios bilionários e gestões irresponsáveis, e a cada dia é mais inverossímil que tudo tenha se dado sem a anuência, se não a participação interessada, da cúpula do partido.

Alvo da rejeição de quase metade dos eleitores brasileiros, Lula mistura, com retórica agressiva e demagógica, um projeto de candidatura presidencial e uma estratégia de defesa política.

Trata-se de combinação perigosa, ainda mais em um cenário de fragilidade da economia e descrédito das lideranças partidárias. Resta ao país aguardar que a Justiça defina o quanto antes a condição do alquebrado ex-presidente.

Por Folha de S.Paulo – EDITORIAL

Aécio Neves é denunciado por obstrução de Justiça

Janot denuncia Aécio Neves ao STF por corrupção e obstrução da Justiça; na denúncia, a PGR acusa Aécio Neves de solicitar R$ 2 milhões ao empresário Joesley Batista, um dos delatores da JBS.

A Procuradoria-Geral da República denunciou o senador Aécio Neves ao Supremo Tribunal Federal (STF), nesta sexta-feira (2/6), por corrupção passiva e obstrução de Justiça. O pedido de indiciamento partiu do procurador-geral da República, Rodrigo Janot. De acordo com a PGR, os indícios dos crimes apontados foram descobertos durante a operação Patmos, que levou ao afastamento do parlamentar do cargo de senador.

Aercio

Além do político, também foi denunciada, Andrea Neves, irmã de Aécio; o primo, Frederico Pacheco; e o ex-assessor parlamentar do senador Zezé Perrela (PMDB-MG), Mendherson Souza Lima. Com exceção de Aécio, todos os demais denunciados nesta ação já estão presos. Um dos elementos utilizados pela procuradoria para enviar a denúncia ao STF é um áudio apresentado pelo empresário Joesley Batista, dono da JBS, no qual ele conversa com o parlamentar.

Na gravação, Aécio pede R$ 2 milhões ao executivo, alegando que precisa do dinheiro para pagar advogados para se defender de acusações que ocorrem no âmbito da Operação Lava Jato. Em uma ação autorizada pela Justiça, a Polícia Federal flagrou Ricardo Saud, diretor da JBS, entregando uma parcela de R$ 500 mil ao primo de Aécio, Frederico Pacheco. Em seguida, o montante foi repassado a Mendherson de Souza Lima, assessor do senador Zeze Perrella (PMDB).

Em um vídeo divulgado nas redes sociais, Aécio alega ser “vítima de uma armação. “O tempo permitirá aos brasileiros conhecer a verdade dos fatos e fazer ao final um julgamento justo. Nessa história, os criminosos não sou eu nem meus familiares. Os criminosos são aqueles que se enriqueceram às custas do dinheiro público e que agora, nesse instante, lá no exterior, zombam dos brasileiros com os inacreditáveis benefícios que obtiveram”, argumenta o senador afastado.

Por Correio Braziliense

Caruaru-PE: Dados levantados pela Polícia confirmam que cerca de R$ 5 milhões de pacientes foram extorquidos por quadrilha de médicos na Operação Hipócrates

Segundo dados da Polícia Civil, a organização criminosa desarticulada através da “Operação Hipócrates” cobrava de R$ 4 a R$ 12 mil por cirurgia em cada paciente e extorquiu aproximadamente R$ 5 milhões das vítimas nos últimos dois anos, no estado de Pernambuco. Nove pessoas estiveram envolvidas, sendo elas dois médicos, um vereador e seis pessoas foram presas nesta quarta-feira (11). A quadrilha é suspeita de captar pacientes na rede pública para realização de cirurgias sem indicação de necessidade na rede privada.

Dentre os nove mandados de prisão que foram emitidos pela Justiça, apenas um não foi cumprido e o suspeito está foragido. O resultado da ação foi divulgado pela Polícia Civil na tarde desta quarta-feira, em uma coletiva de imprensa no Recife-PE.

A operação “Hipócrates” teve por objetivo prender suspeitos de corrupção ativa e passiva, tráfico de influência, lesão corporal e de integrar uma organização criminosa. As buscas foram realizadas nas cidades de Caruaru, Agrestina, São Caetano, Tacaimbó e no Recife, todas situadas no Agreste Pernambucano. A investigação teve início no mês de julho do corrente ano e durante as buscas, nesta quinta-feira (12) foram apreendidos:

  • Um revólver calibre 38;
  • Dez computadores;
  • Vários documentos que ainda serão analisados pela polícia.

De acordo com a Polícia Civil, as pessoas investigadas na operação são suspeitas de captação de pacientes na rede pública de saúde para atendimento na rede privada, atraso na prestação de serviços para estimular o pagamento indevido de valores pelos pacientes e familiares, utilização de material cirúrgico além da quantidade prescrita e realização de cirurgias sem indicação de necessidade.

O líder do grupo é suspeito de atuar na captação de pacientes, tráfico de influência e cobrança indevida de valores para serviços públicos. Seis dos envolvidos são suspeitos de captação de pacientes e um deles é considerado foragido da polícia. O médico Pablo Thiago Cavalcanti é suspeito de realizar cirurgias na rede privada com pacientes da rede pública, de procedimentos cirúrgicos sem indicação de necessidade e uso de material ortopédico além do prescrito. O médico Bartolomeu Bueno Motta é suspeito de corrupção passiva. Ambos atuavam no Hospital Regional do Agreste (HRA), em Caruaru-PE.

Um médico e uma servidora de saúde receberam mandado de condução coercitiva. Ele é suspeito de realizar cirurgias na rede privada com pacientes da rede pública, enquanto ela é suspeita de captação de pacientes.

Os médicos Bartolomeu Motta e Pablo Thiago foram presos nesta quarta-feira (11) e estão na Penitenciária Juiz Plácido de Souza em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. Eles estão na mesma cela, que tem televisão e cama, de acordo com a direção da unidade prisional. Os advogados dos suspeitos informaram que, por enquanto, não irão se pronunciar sobre o assunto, pois estão tendo acesso aos autos.

Os policiais abordaram clínicas, consultórios médicos e casas do Agreste e do Recife, além do Hospital Regional do Agreste (HRA) e um hospital particular de Caruaru.

Participam da operação 100 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães.

Nova Replay, nós estamos onde a notícia está!

Caruaru-PE: Termina Coletiva de Imprensa sobre Operação Ponto Final 2

Termina coletiva de imprensa, onde o Delegado Erick Lessa detalhou as ações da Operação Ponto Final 2, que culminou com as prisões de cinco vereadores caruaruenses, onde 2 deles, já encontram-se presos, os vereadores Evandro Silva (PMDB) e Val das Rendeiras e segundo o delegado, Val (DEM), Neto (PMN) e pastor Jadiel Nascimento (PROS) já são considerados foragidos pela Justiça.

Sobre novas investigações referentes ao Projeto da Licitação, o delegado Erick Lessa disse que não passaria detalhes para não prejudicar as investigações e que nos próximos dez dias as investigações seguem e novas pessoas podem ser ouvidas dentro da Operação Ponto Final 2.

Sobre a fuga do vereador Val do Rafael, o Delegado Erick Lessa disse:

 “Ele se embrenhou no mato e os policiais não conseguiram capturar”, relatou.

Os vereadores estão respondendo aos crimes de corrupção passiva, ativa e integral a organização criminosa.

o Delegado Erick Lessa atendeu individualmente os jornalistas.

Maiores detalhes e vídeo da coletiva em instantes aqui na TV Replay.

1

IMG-20140130-WA0015

TV Replay, o que é bom se repete!

Caruaru-PE: Delegado dá início neste momento a Coletiva de Imprensa sobre Operação Ponto Final 2

Neste momento deu início a coletiva de imprensa onde o Delegado Erick Lessa está detalhando as ações da Operação Ponto Final 2, que culminou com as prisões de cinco vereadores caruaruenses, onde 2 deles, já encontram-se presos, os vereadores Evandro Silva (PMDB) e Val das Rendeiras e segundo o delegado, Val (DEM), Neto (PMN) e pastor Jadiel Nascimento (PROS) já são considerados foragidos pela Justiça.

O foco desta operação é a CPI da CGU, também relacionada a propina recebida por vereadores e outras pessoas envolvidas.

Os vereadores estão respondendo aos crimes de corrupção passiva, ativa e integral a organização criminosa.

Maiores detalhes e vídeo da coletiva em instantes aqui na TV Replay.

IMG-20140130-WA0004 IMG-20140130-WA0005 IMG-20140130-WA0006

IMG-20140130-WA0009 IMG-20140130-WA0010 IMG-20140130-WA0011 IMG-20140130-WA0012 IMG-20140130-WA0013

TV Replay, o que é bom se repete!

Caruaru-PE: Coletiva de Imprensa na 14 Desec – Operação Ponto Final 2

Uma coletiva de imprensa estará sendo realizada dentro de alguns instantes da manhã desta quinta-feira (30), na delegacia regional, onde o Delegado Erick Lessa irá detalhar as ações da Operação Ponto Final 2. Esta operação é um desdobramento da Operação Ponto Final. São basicamente as mesmas tipificações de crimes.

Estão presos Evandro Silva (PMDB) e Val das Rendeiras.

Nesta operação, os vereadores estão respondendo aos crimes de corrupção passiva, ativa e integral a organização criminosa e segundo o delegado, Val (DEM), Neto (PMN) e pastor Jadiel Nascimento (PROS) já são considerados foragidos pela Justiça.

Toda imprensa encontra-se reunida.

IMG-20140130-WA0000 IMG-20140130-WA0001 IMG-20140130-WA0002 IMG-20140130-WA0003

Maiores detalhes em instantes.

TV Replay, o que é bom se repete!

Caruaru-PE: Vereadores detidos na Delegacia Regional

20131218-072850.jpg

Hoje pela manhã a cidade acordou com a surpresa da prisão de vários vereadores. A operação Ponto Final emitiu mandatos de prisão e governistas e oposição seguem sendo ouvidos.

Lista dos vereadores que serão presos. Cinco da situação e cinco da oposição

Os nomes dos vereadores que serão presos ainda hoje por diversas acusações. Mandatos de prisão foram emitidos. São eles:

Governo:
Jadiel Nascimento (PROS), Val das Rendeiras (PROS), Sivaldo Oliveira (PP) e Cecílio Pedro (PTB).

Oposição:
Val (DEM), Louro do Juá (DEM), Eduardo Cantarelli (PS), Neto (PMN) e Jajá (PPS).

Até o momento já foram ouvidos na Delegacia Regional de Caruaru os vereadores: Gilberto de Dora (PSB), Ranilson Enfermeiro (PTB), Edjailson da Caruforró (PT do B) e o secretário de Relações Institucionais da Prefeitura de Caruaru Davi Cardoso.

“Fui apenas convidado a prestar depoimento. Deve ser pelo fato de estar sempre em contato com a Câmara de Vereadores e trabalhar com jornalismo político. Eu já estou liberado e não estou envolvido em nada”, afirma Davi Cardoso.

Um dos parlamentares ouvidos nesta manhã foi Gilberto de Dora (PSB). “Na verdade nem eu sei o que está acontecendo. Fui chamado para prestar depoimento, tanto eu como outros colegas. Até agora está tudo normal porquê segue em sigilo as investigações”, disse.

Aos poucos os parlamentares que prestaram depoimento a polícia, estão sendo vaiados ao saírem da delegacia. A movimentação é grande em frente a unidade. A operação Ponto Final foi desencadeada na manhã desta quarta-feira (18), onde foram emitidos mandatos de prisão para vereadores de situação e oposição. Mais informações em instantes aqui no blog.

Fonte: Blog do Mário Flávio, por Mário Flávio

Dia de protestos e luta pelo país. E você o que fez? O que tem feito?

Vários canais de notícias e sites propagaram o 7 de setembro de maneira muito diferente: mostraram os protestos por todo o país.

Quem não quer um país diferente? quem quer não quer acabar com os noticiários que falam sobre corruptos no poder? Quem não quer polícia prendendo bandidos? Quem não quer educação de qualidade? Quem não quer salários dignos? Etc. e etc.

Todos os brasileiros devem se envergonhar, chorar, sentir vontade de vomitar, quando se fala em roubalheira e corrupção. Não baixe sua cabeça diante de tanta nojeira. Não viva como se tudo estivesse certo.

A página do face, Movimento Contra a Corrupção, mostrou uma imagem que dá orgulho:

Foto: Reprodução Facebook, Movimento Contra a Corrupção

Foto: Reprodução Facebook, Movimento Contra a Corrupção

E os comentários saíram assim:

Marcelo Cid Poucos sabem, mas esse governo enfraqueceu a Polícia Federal e tirou a autonomia, assim como fez com o IBGE que só apura dados a favor do governo.

Gilson Vieira de Souza Que tal começar entregando os parceiros corruptos?

Carlos Umann Mas depois os “deuses” do Judiciário mandam soltar!

Lorena Lucadamo Essa sim e a policia ! Se vê já a diferença cultural da policia federal com a militar…..

Já são mais de 4.737 curtidas, mais de 3.119 compartilhamentos. O povo quer mudanças já!

Programa Tema Livre #04 – Brasil da Corrupção




Apresentando:
Wagner Alex
Convidados:

Dr. Edson Claiton – Advogado e Procurador Geral da cidade de Toritama;
Dr. Isaac Santana – advogado e Procurador de Assistência.

Temas:

Brasil da Corrupção

Caruaru-PE: Ex-Prefeito é condenado a prisão

O ex-prefeito de Caruaru, Manoel Teixeira de Lima (sem partido), conhecido como Neguinho Teixeira, foi condenado a quatro anos e três meses por prática de crime previsto na Lei de Licitações (Nº 8.666/93). A pena será cumprida em regime semiaberto. A decisão do juiz Pierre Souto Maior, da 2ª Vara Criminal, foi publicada nessa sexta-feira (25).

Segundo a decisão, Teixeira dispensou licitação para realizar uma reforma na Câmara de Vereadores de Caruaru entre janeiro e agosto de 2007, época em que presidia o Legislativo. Em sua sentença, além de determinar a condenação, o juiz aplicou uma multa de R$ 36 mil.

De acordo com o processo, o político fez a compra de materiais de construção sem licitação. A decisão também se baseou em um laudo técnico do TCE (Tribunal de Contas do Estado).

Ao determinar a condenação do ex-prefeito, o juiz Pierre Souto Maior destacou ainda que ele responde a outros três processos na 3ª Vara Criminal, inclusive com duas condenações que, juntas, somam sete anos e nove meses, todas elas pelo mesmo motivo: não cumprir a Lei de Licitações.

A equipe do blog não conseguiu entrar em contato com a defesa de Teixeira para comentar a condenação.

ASCENSÃO E QUEDA

Neguinho Teixeira teve uma ascensão relâmpago na política.

No final de 2006, revoltados com o tratamento dado pelo então prefeito Tony Gel, alguns vereadores da base se juntaram à oposição e lançaram o nome de Neguinho como candidato à presidência da Câmara.

O trabalho foi feito nos bastidores e o resultado deixou Tony Gel numa saia justa. Já em seu segundo mandato, o então prefeito, que não tinha vice (Roberto Liberato havia renunciado para permanecer como deputado estadual), pensava em deixar o cargo antes do prazo legal para disputar a eleição de vereador. Isso aconteceu em março de 2008.

Leonardo Chaves, que na época era da base de Gel, receberia como “prêmio” pela lealdade o cargo de prefeito. Mas, com a vitória de Teixeira, o então chefe do Executivo teve que se aliar ao ex-vereador e, em comum acordo, deixou algumas obras para serem concluídas. Nada disso, porém, ocorreu.

Como prefeito, Teixeira não conseguiu imprimir um marca, e sim um rastro de acusações de corrupção e crimes contra a Lei de Licitações que acabaram lhe rendendo um mandado de prisão, em 2010. O político chegou a ficar detido por vários meses na Penitenciária Juiz Plácido de Souza.

Anos antes de assumir a prefeitura, Neguinho Teixeira foi flagrado pela Rede Globo fazendo um suposto passeio na Argentina com dinheiro público. O então presidente da Câmara teria ido participar de um congresso de vereadores em Buenos Aires. O evento, contudo, não foi realizado.

 1

A corrupção no Brasil precisa ser crime hediondo porque mata

Por que isto é importante?

corrupção no Brasil precisa ser crime hediondo porque mata. Tira dinheiro de nossas crianças.
corrupção mata o futuro de toda uma geração.
A Lei da Ficha Limpa só teve resultado quando a sociedade foi às ruas e pressionou.
Os políticos estão sob reboque da sociedade civil, que se mobiliza contra a corrupção.
A população está sabendo o que quer.
Então é hora de mostrarmos nossa força!
CORRUPÇÃO PARA CRIME HEDIONDO, JÁ!O Projeto de Lei do Senado 204/2011 insere o inciso VIII no art. 1º da Lei nº 8.072/90 (Lei dos crimes hediondos) para estabelecer como crimes hediondos a concussão, a corrupção passiva e a corrupção ativa.

DEFINIÇÃO SOBRE O QUE É CRIME HEDIONDO:
Os crimes hediondos, do ponto de vista da criminologia sociológica, são os crimes que estão no topo da pirâmide de desvaloração axiológica criminal, devendo, portanto, ser entendidos como crimes mais graves, mais revoltantes, que causam maior aversão à coletividade. Segundo Fátima Aparecida de Souza Borges:
Crime hediondo diz respeito ao delito cuja lesividade é acentuadamente expressiva, ou seja, crime de extremo potencial ofensivo, ao qual denominamos crime “de gravidade acentuada”.
Do ponto de vista semântico, o termo hediondo significa ato profundamente repugnante, imundo, horrendo, sórdido, ou seja, um ato indiscutivelmente nojento, segundo os padrões da moral vigente. O crime hediondo é o crime que causa profunda e consensual repugnância por ofender, de forma acentuadamente grave, valores morais de indiscutível legitimidade, como o sentimento comum de piedade, de fraternidade, de solidariedade e de respeito à dignidade da pessoa humana. Ontologicamente, o conceito de crime hediondo repousa na idéia de que existem condutas que se revelam como a antítese extrema dos padrões éticos de comportamento social, de que seus autores são portadores de extremo grau de perversidade, de perniciosa ou de periculosidade e que, por isso, merecem sempre o grau máximo de reprovação ética por parte do grupo social e, em conseqüência, do próprio sistema de controle.

Fonte: site http://www.avaaz.org

A revolta contra os políticos nas redes sociais

As redes sociais estão repletas de protestos. Todos os dias há um clamor dos internautas que aos poucos vai contagiando toda a população. O povo não aguenta mais tanta gente corrupta e tanta roubalheira. Coletamos aqui, várias frases de protesto contra essas aberrações, Você curti, compartilha ou desaprova? O que fazer para mudar esse quadro? Educação? Com certeza. Impostos baixos? Com certeza. Povo politizado? Com certeza. Fim da guerra do povão em favor de candidatos cegamente, como se fosse um jogo de futebol? Com certeza.

Mande a sua foto ou frase de indignação, vamos publicar aqui na TV Replay e vamos ver quantas vamos conseguir acumular até o final da campanha: contato@tvreplay.com.br – Estamos esperando a sua, junte-se aos demais internautas, quem sabe seu clamor chegue a Brasília.

Quantidade: 11 (1 de capa)